Home Aviação de Ataque Motores do F-35 estão cronicamente atrasados, diz Pentágono

Motores do F-35 estão cronicamente atrasados, diz Pentágono

8561
89
Motor Pratt & Whitney F135 do F-35

A unidade Pratt & Whitney da United Technologies Corp. está cronicamente atrasada na entrega de motores para o programa mais dispendioso do Pentágono, o F-35, levantando questões sobre se a empresa está pronta para uma cadência de produção completa prevista para o próximo ano.

A Pratt permanece sob um “Pedido de Ação Corretiva” anteriormente não relatado da Agência de Gerenciamento de Contrato de Defesa que cita “desempenho de entrega ruim” em seu atual lote de motores para o caça, incluindo a versão mais complicada usada pelo Corpo de Fuzileiros Navais e pelo Reino Unido de decolagem curta e pouso vertical.

É provável que a ação da agência seja vista não apenas pelo Pentágono e pelos compradores internacionais do F-35, mas também por acionistas e investidores avaliando a planejada fusão da United Technologies com a Raytheon Co., o que fortaleceria a posição da empresa combinada como uma das principais empresas de defesa dos EUA. Os motores do F-35 seriam um dos principais produtores de receita da nova empresa.

A empresa, que é a única fornecedora de motores para o caça construído pela Lockheed Martin Corp, deve demonstrar no final do ano que cumpriu as prometidas melhorias para resolver os problemas que levaram ao pedido formal da agência em dezembro, disse o porta-voz Mark Woodbury em uma declaração delineando as questões.

Produção Completa

O programa de US$ 428 bilhões do F-35 está planejado para ser aprovado no ano que vem para entrar na produção de cadência integral, a fase mais lucrativa de um programa de armas para os fabricantes. A decisão depende de uma avaliação durante a atual rodada de testes intensivos de combate da aeronave, que verifica se ela é eficaz e pode ser mantida.

FONTE: Bloomberg News

89
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
72 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
38 Comment authors
Denistadeu54J-20Leonel matoskevinbuenuu Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
João Moro
Visitante
João Moro

Como qualquer projeto militar inovador, sempre aparecem problemas que dificultam a eficiência e o atingimento de metas e cronogramas mas reiteradamente ter problemas e atrasos podem fazer com que esta empresa seja retirada do programa e os EUA selecionem outra empresa para fornecer os motores.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Isso é problema de escala industrial. Para manter o ritmo necessário, a PW vai precisar investir em melhoramentos em sua operação, ou na cadeia de fornecedores mas isso implica aumentar os custos da produção ou reduzir a margem de lucro. Agora selecionar outra empresa é complicado… a PW é detentora de toda a PI envolvida neste motor e outra empresa teria que desenvolver outro motor, gerando ainda mais custo.
De duas uma: ou vao aumentar os custos de produção, ou vão reduzir a cadência de produção.

João Moro
Visitante
João Moro

Concordo que a chance maior é de aumentar os custos ou ter novos atrasos mas pode ter certeza que esta empresa terá dificuldades de participar de outro projeto.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Os dois aviões de 5ª geração dos EUA (F-35/F-22) usam motores PW. Isso significa que ela tem um “know how” difícil de ser equiparado e, consequentemente, de ser ignorado em novos projetos.

João Moro
Visitante
João Moro

Bom argumento…

Washington Menezes
Visitante
Washington Menezes

É… este avião é realmente invisível, vai ser difícil achar um voando.

Leonel matos
Visitante
Leonel matos

Essa deve até ser para rir caro Washington afinal tem se visto muitos mais que um tal de SU 57.comentario irónico

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Olha o tamanho dessa besta. O maior do mundo a ser empregado em um jetfighter monomotor.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Bonito né, eu diria até elegante, limpo!

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Mais potente. Motores antigos são muito mais compridos que ele e alguns tem diâmetro bem maior também.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

190 kilonewtons, muito empuxo.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Mais potente!?!?
Como assim???
Ele que só atinge mach 1.6 completamente limpo!!!!
O que tem de potência nisso!?!?

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

O motor é uma das variáveis que compõem a velocidade final. O motor do F-16, por exemplo, tem ~65% do empuxo da PW F135, mas o avião é mais veloz.
Se não estiver enganado, o motor do F-35 tem a melhor relação potencia/peso da atualidade, com picos de 11,5/1.

JPC3
Visitante
JPC3

Não, é mach 1.6 carregado, algo que a maioria dos caças não faz, principalmente os leves.

Sim é o mais potente já colocado em um caça.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Tu realmente não conhece nada da aeronave e a critica como se tivesse propriedade pra falar… cômico… com afterburn o motor do F-35 atinge mais de 40 mil libras de empuxo. boa sorte em achar um motor de caça mais potente.

Leonel matos
Visitante
Leonel matos

Ele debita 42 mil libras de empuxo os do f22 35 mil cada .a força não significa necessariamente velocidade de contrário os camiões andariam mais que uma grande parte dos automóveis não te parece Sérgio

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Ele atinge Mach 1.6 em uma altitude que significa mais rápido que o Mach 1.8 do Super Hornet e do Rafale. A velocidade do som varia conforme a altitude. São 1.930 km/h de velocidade máxima do F-35, contra 1.915 do Super Hornet e do Hornet e 1.912 do Rafale. Mesmo assim ninguém critica o Rafale nesse quesito. A estrutura do F-35 foi feita para armazenar muito combustível interno e armamento em baias internas. Ele consegue atingir o Mach 1.6 com mais de 8 toneladas de combustível e com as baias carregadas de armas. Já um F-16 que no papel ‘parece’… Read more »

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

A boa notícia é que os F35 britanicos já estão engajados contra o poderoso estado islãmico, com a escolta dos EF 2000!!

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Melhor escolta não tem.

JPC3
Visitante
JPC3

Mas os russos não estão também enfrentando o estado Islâmico que é indefeso contra os caças deles?

A mesma crítica desmerece todo o trabalho dos russos.

Thiago
Visitante
Thiago

Que o F-35 seja muito mais capaz no combate Ar-Ar que o Typhoon é afirmação que me deixa com não poucas perplexidades . Ainda acho em um combate ar ar um Typhoon muito mais caça no vamos ver que esse projeto. Não duvido que uma força aérea de primeira categoria e eficiente como a IAF seja capaz de desfrutar e explorar 100% as qualidades dessa máquina e torná-la um adversário mortífero, mas a IAF séria capaz de tornar temível até o pucara argentino. Ainda mais contra os árabes. Porém pelo custo e envergadura do programa, não vejo um grande avanço… Read more »

Thiago
Visitante
Thiago

Uma vez nos comentários aqui o Sr. Luis Enrique relatava uma situação ondr ” caso o caça inimigo saiba que um míssil esta vindo ao seu encontro, ele pode mudar a direção e acionar os pós-combustores, em velocidade máxima fugindo do míssil, se o alvo estiver próximo do limite de alcance do míssil, a hora que o míssil chegar lá, o alvo estará ainda mais distante.” … Então fico perplexo quando imagino uma aeronave com um desempenho tão parco fazer isso contra um Meteor, o unico recurso realmente que agrega algo a mais do oponente é uma furtividade caríssima e… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

Aí seu comentário já esquece os bilhões que foram gastos em defesa eletrônica do caça.

E o meteor seria lançado a curta distância, não estaria próximo ao limite do alcance do míssil.

É complicado dizer que a furtividade “não é tudo isso” e se espelhar em super caças que só enfrentam pessoas de chinelo. Ou outros, como o Rafale, que precisa de mísseis de cruzeiro para enfrentar países com a Líbia.

Thiago
Visitante
Thiago

JPC, entendo, queria só expressar minha perplexidade, posso muito bem estar equivocado afinal sou um leigo e baseio as minhas opiniões sobre matérias que tenho acesso, mas essa é a impressão que me deixou essa aeronave, não a considero superior no combate ar-ar. É uma boa( cara) opção como caça embarcado e multirole , mas daí a afirmar que ele seria superior em um combate ar-ar contra um Typhoon tranche 3 , entre duas forças equiparáveis com a disposição os mesmo recursos…

JPC3
Visitante
JPC3

O máximo que a gente pode fazer é apontar as vantagens e desvantagens de cada um. Também sou leigo, só procuro ter como base a opinião de fontes sérias. Se eles errarem eu também erro.

Como eu disse no outro comentário, não posso determinar quem vence ou quem perde.

Jacinto
Visitante
Jacinto

A questão é sempre a guiagem terminal. Os misseis AA ativos, até por uma questão de tamanho, usam radares na banda milimétrica, que é a faixa para a qual a tecnologia furtiva é otimizada. A tecnologia furtiva, mais do que impedir a detecção, procura impedir que misseis AA consigam travar no alvo.

JPC3
Visitante
JPC3

Eu não tenho condições de determinar quem vence ou quem perde, mas esses caças de 4,5 geração talvez não sejam tudo isso quando enfrentarem um S-300 ou AEGIs.

Thiago
Visitante
Thiago

“não sejam tudo isso quando enfrentarem um S-300 ou AEGIs. ”
Não penso seria tarefa deles , o Typhoon nasceu praticamente como caça puro, ai nesse envelope missão que o senhor está propondo as qualidades do F-35 poderiam ser justamente mais adequadas. Poderia desfrutar melhor o suas qualidades : furtividade, perfil de voo, bombas standoff…

Chris
Visitante
Chris

Os S-300 não pegam nem os F-16 de Israel… Que estão fazendo a festa na Siria…

São mais de 100 ataques por ano, incluindo ate Damasco.

JPC3
Visitante
JPC3

Eu acho que os Sírios nem usam o S-300 contra Israel porque sabem que podem piorar as coisas.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

o F35 A consegue fazer curvas de 9G o B de 7G, então ele não essa pedra voadora que vc pensa, fora que os sensores dele levam o F35 a não ter desvantagens na aquisição de alvos em dogfight pois para ele é como se não existisse fuselagem para os pilotos, assim é um novo nível de HMD que eu saiba ainda não existe nos caças 4G, o piloto olha para qualquer direção e pode adquirir alvos, somado a manobrabilidade ele pode se sair bem contra um SU35 por exemplo no dogfight, radar aesa do F35 é o mais sensível… Read more »

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

“o único recurso é a furtividade”

JPC3
Visitante
JPC3

Você não deixa ter certa razão, porém, não dá para resumir tudo em duelos diretos entre caças.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Thiago, você tem razão Sobre as capacidades do Eurofighter no que se referem ao envelope de vôo, velocidade, teto de serviço, razão de subida, taxas de giro instantâneo e sustentado, etc. É realmente uma máquina formidável e foi desenvolvido com foco no combate aéreo. O F-35 foi desenvolvido como uma aeronave multi-missão. Porém no combate aéreo moderno e a longa distância, detectar sem ser detectado e disparar primeiro e de preferência de surpresa são fatores ainda mais determinantes do que os relativos ao envelope de vôo. E a combinação de furtividade + o radar AESA mais poderoso instalado em um… Read more »

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

DSC, se todos que participam do blog assistirem os vídeos, tenho certeza que o número de críticos e apoiadores se inverte rapidamente. Hoje temos 90% de críticos ao F-35 no blog, se assistirem os vídeos teremos 90% de apoiadores.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Uai eu achava que ele “Deus Vivo” dava conta de se defender com sua superioridade aérea!
Mas só que ñ!!!

Thiago
Visitante
Thiago

Ah considerando que Rcs do eurofighter 0,25-0,75 m2 , então o radar desenvolvido para o F-35 permitie um desempenho de 150 Km de alcance de busca ar ar contra um alvo com 1m2, pelas informações que tenho encontrado.

JPC3
Visitante
JPC3

Talvez tenha achado errado.

Para falar mal do F-35 e do Su-57 deve ser projetista da Enterprise….

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Furtividade é um conceito complicado eu vou tentar explicar o pouco que sei. A vantagem da furtividade é manter a descrição, não se tornar invisível. uma aeronave furtiva é naturalmente menos observável, ou seja será vista mais tarde Vamos levar isso para o combate caça vs caça que se estava em pauta aqui. Considerando que os vetores F-35 e Typhoon estejam se aproximando um do outro frontalmente a mesma altitude e a mesma velocidade Mach 0.8 (velocidade normal de voo, mesmo com supercruiser voar acima de Mach 1 gasta combustível de mais) O F-35 ira ver o Typhoon antes. não… Read more »

Thiago
Visitante
Thiago

Ótimos cenários senhores, agradeço o adendo ,participação e compreensão. A) Victor , você aponta para um cenário que eu imagino o Typhoon possuiria o apoio de Awacs/ AEW. Então o F-35 enxerga o Typhoon antes , mas a NEZ e desempenho do míssil não é melhor do que O MESMO míssil lançado pelo um Typhoon que voa mais alto e mais rápido. OK, ele enxerga e trava mas daí o Typhoon possui ótimas contramedidas e desempenho de voo, ainda mais contra um míssil lançado em condições não ideias e fora da NEZ. Uma vez que acabou esse feito surpresa da… Read more »

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Penso que oque eu tenho escrito não tenha ficado claro. Eu fiz uma comparação 1v1 pois era oque se estava conversando. se em um 1v1 o Thypoon seria superior. O piloto do Thypoon não teria motivos para voar acima de Mach 1 ou a grande altitude se ele não fosse realizar o disparo de seu míssil. mesmo com ECM, ECCM, AEW e AWACS enganar um míssil que foi disparado a uma distancia de 80km é difícil. isso se deve puramente a energia cinética do míssil que vai ser bem superior Releia oque eu disse. Em um 1v1 onde ambas as… Read more »

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Não se engane. não é fácil assim se equiparar a suite eletrônica de um F-35. a velocidade máxima de um F-35 é limitada eletronicamente a Mach 1.6 porque potencia para mais do que isso o motor dele tem de sobra. a LM e a USAF não acreditaram que isso seria um limitador tão agressivo pois quando se foram analisar os dados de todos os conflitos que os EUA se envolveram, mesmo caças como F-15 (que é facilmente capaz de voar acima de Mach 2.0) em combate aéreo raramente voaram acima de Mach 1.2 isso se deve como o já amplamente… Read more »

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Prevejo sofrencia e dor de cotovelo!

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Vai dizer que comprasse o curso daquele famoso astrólogo …

C.César
Visitante
C.César

E vc não acreditou que o intercept ia soltar o seu ídolo preso por roubar o país?

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Eu acredito que o Carlos Gallani acertou em em cheio a nutelada vai sofrer e ficar com os cotovelos doendo, é melhor jair se acustumando.

C.César
Visitante
C.César

Quem vai ter que jair se acostumando em ver o ídolo preso para o resto da vida, o fim do partidão, das mentiras e das mamatas e ir ter que procurar trabalho de verdade é vc, camarada.

Fulcrum
Visitante
Fulcrum

João bidu?

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Eu só estou observando! Hahahahah

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Rá, eu tinha razão!

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Bem se o Pentagno diz quem somos nós para discordar.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Vão todos os parceiros abandonar esse negócio e entrar no MIG 35

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

O MIG 35 ainda não esta sendo desenvolvido, melhor ficar como esta.

kevinbuenuu
Visitante

O Mig-35 já foi desenvolvido sim, se ele está sendo em larga escala produzido aí é outra história.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Por isso o Brasil fez a escolha certa em adquirir o 1.0 dos caças de geração 4++.
Para a realidade econômica do país, foi uma excelente escolha.
Motor simples, fácil manutenção, econômico e com baixa desvalorização.
Hoje em dia o custo afeta ainda mais os projetos militares. Tempo de orçamento curto.

João Moro
Visitante
João Moro

Também concordo que o Brasil fez uma ótima escolha pelos gripens: Um modelo já testado, com relativamente poucas alterações, modernos sistemas, a possibilidade de construir seus próprios aviões e de custo de manutenção muito baixo.
Quem sabe no futuro, quando já estiver consolidado o F-35, arrumado os defeitos e etc. o Brasil possa adquirir alguns deles.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

O Gripen E tem apenas 40% dos componentes do Gripen antigo da força aérea sueca…Nosso Gripen é um Super Gripen !

João Moro
Visitante
João Moro

Utilizei o termo “Um modelo já testado” pois é um avião que foi criado a muito tempo atrás, teve melhoramentos ao longo de anos, os gripens anteriores já tem muitas horas de voo, etc.
Acho que ele é um ótimo avião, tem altas capacidades e espero que ele realmente vire o “um Super Gripen” na nossa força aérea.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

E parece que até a Inglaterra está questionando esse projeto.
Foi noticiado, ante-ontem, que eles não pensam em cancelar as encomendas.
Mas, sabe como é: ‘Onde tem fumaça………’

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Kings não provoca … depois já sabe né!

JPC3
Visitante
JPC3

Depois leva 800 dislikes em uma matéria só.

Acho que o Galante mede os acessos do blog pelo número de dislikes do kings.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

A minha missão é relatar a verdade.
Apenas a verdade e, é claro, desfazer as ilusões dos incautos e desavisados.

JPC3
Visitante
JPC3

Cara, você já postou um monte de informações incorretas e totalmente parciais. Na verdade, raramente faz um comentário que se aproveite. Coisas que inventa e que não estão escritas nem mesmo nas piores fontes da internet, do mesmo nível de sites de mentiras como o Brasil247, Carta Capital e Vermelho.org.

Na boa, parece que é pago por algum desses sites de propaganda política.

smichtt
Visitante
smichtt

Olha aí o Verdevaldo fazendo escola.

JPC3
Visitante
JPC3

Não sei quem é esse.

smichtt
Visitante
smichtt

Caro JPC3: Referi-me ao nosso amigo “toinho”. Verdevaldo, vulgo Greenwald, o militante travestido de jornalista.

JPC3
Visitante
JPC3

Ah sim, valeu.

Um abraço.

Leonel matos
Visitante
Leonel matos

Os reis já acabaram António e muito pouco sabiam do que passava no seu reino às vezes pork pensas tu que sabes algo sobre o f35 a mais que os outros. Se sabes tanto esclarece nós aqui sobre o Su57

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Fonte?

JPC3
Visitante
JPC3

A conclusão dele não tem fonte, ele concluiu exatamente o oposto do que a notícia dizia.

Não passou pela mente dele que a declaração da Inglaterra pode ser resposta ao questionamento de outros, como algum político ou a mídia, por exemplo. Ou sobre os cortes de gastos….

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Vc é um dos casos mais difíceis de ‘americanfanboyzismo’.
Mas, será curado.

JPC3
Visitante
JPC3

Só trazer bons argumentos………………………

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Estamos trazendo fatos e você não toma jeito. Os nazistas, mesmo depois de Estanligrado, ainda assim negavam também. Só quando os russos entraram nas suas casas, em Berlin, que os fanáticos começaram a acreditar.

sergio
Visitante
sergio

…………………………………………………………………………mais um probleminha……………………………………………………………………

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Hoje talvez alguns dentro do governo americano se arrependam de terem cortado a GE como fornecedora secundária para o F-35. Garanto que a P&W estaria entregando esses motores em dia e sem defeito nenhum tivessem eles com um concorrente fungando no pescoço.

J-20
Visitante
J-20

Isso SE cogitarem chamar a GE

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Gostei do ultimo paragrafo:

“A decisão depende de uma avaliação durante a atual rodada de testes intensivos de combate da aeronave, que verifica se ela é eficaz e pode ser mantida.”

Ave para ser usada no campo e não em desfile sobre Praças.

Esse F-35 é um avião espetacular!

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

“Esse F-35 é um avião espetacular!” – você diz isso como se quisesse provar para si mesmo essa afirmação.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Só dar um telefonema para a General Electric que a Pratt & Whitney resolve todos os problemas rapidinho…

E só pra lembrar o pessoal, isso não é um problema da aeronave em si, e sim do fabricante que não consegue fazer o numero necessário de motores.

Mas no quesito qualidade, o Ocidente esta bem servido na questão motores aeronáuticos.
Pratt & Whitney, Rolls Royce e General Electric… Qualidade e capacitação é oque não falta.

Thiago
Visitante
Thiago

E ha não tão gigantes mas com muita capacitação tambem como SNECMA, MTU aero, Avio … e outra americana, a Honeywell.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Essas que tem fábrica na China? kkkkk

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Esse atraso é referente só a demora da empresa atender a demanda, coisa que tá meio comum nesse programa infelizmente. Seria legal eles darem a oportunidade de usar as Plantas da General Eletric para fazer a quantidade turbinas necessárias.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

É um projeto que envolve várias tecnologias disruptivas e produzir em escala industrial é um desafio tremendo , imaginem a dificuldade que vai ser dar manutenção nessa aeronave e quantas horas serão necessárias para isso…é um caça para equipar alguns esquadrões de elite , o trabalho pesado deve continuar com caças de 4,5 geração mesmo e por um bom tempo.

Ricardo da Silva
Visitante
Ricardo da Silva

Vão instalar um Hyperdrive ?!?! 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂

Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

O projero o é tao azarado mas tao azarado q passou uruca até p PW

Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

*o projeto

Dr. Telêmaco
Visitante
Dr. Telêmaco

Essa moderna filosofia “working togheter” é tão eficiente, tudo é tão moderno, inovador e transparente que até às falhas são socializadas rsrsrs

tadeu54
Visitante

Desculpem, mas é impossível não perguntar: Tem alguma parte desse avião que não deu ou está dando problema ?
Alguém pode me dizer por favor ?

Denis
Visitante
Denis

Su-57 1 x 1 F-35.