F-35A bombing test

HILL AIR FORCE BASE, Utah (AFNS) — Pilotos das alas de caças 388th e 419th da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) lançaram bombas guiadas a laser na área de testes e treinamento de Utah na semana de 25 de fevereiro, marcando a primeira vez que uma unidade de combate equipada com caças F-35 Lightning II lançou armas do F-35A.

O tenente-coronel George Watkins, comandante do 34th Fighter Squadron, disse que o lançamento de armas do F-35 permite que os pilotos se envolvam mais plenamente com a aeronave e confirmem que tudo funciona como planejado.

“Isto é importante porque estamos construindo a confiança dos nossos pilotos lançando algo do avião, em vez de simular o emprego de armas”, disse Watkins.

As armas do F-35 foram lançadas em ambientes de teste, mas esta é a primeira vez que isto foi feito em jatos que a Força Aérea pretende empregar assim que declarar a capacidade operacional inicial (IOC – Initial Operational Capability), o que deve ocorrer entre agosto e dezembro de 2016. A IOC será anunciada assim que a Força Aérea considere o F-35 capaz para o combate.

O tenente-coronel Darrin Dronoff, diretor do Gabinete de Integração do Programa do F-35 em Hill, disse que, embora essa conquista seja um passo significativo na direção do IOC da USAF, o feito vai além dessa marca.

“Os pilotos e carregadores de armas das alas de caças 388th e 419th estão aperfeiçoando suas habilidades não só para provar as capacidades dos aviões, mas também serão chamados para colocar o F-35 em combate, sempre que for necessário,” disse ele.

Os pilotos de F-35 pilotos de Hill vão começar a voar o F-35 em formações de quatro aeronaves, que é a configuração padrão empregada em cenários de combate contestados, já em março.

FONTE: USAF

Previous articleIsrael quer mais F-15, mas se opõe à venda do caça ao Qatar
Next articleAvião de transporte chinês Xian Y-20 deve entrar em serviço em 2016
Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Alberto Soares

Lord Vader ?

José Flavor Lessa

Mais um teste nessa magnifica máquina que coloca mais em evidência esse povo abençoado chamado EUA.

Maquina fantástica que apenas os EUA podem criar.

Sem eles imagina onde a humanidade estaria agora?

O país mais inovador e revolucionário que já pisou a terra.

OBRIGADO EUA!

Bosco

Eu disse que o F-35 iria defender o modo de vida ocidental, inclusive a fé cristã de muitos, e não que iria salvá-la. Do jeito que o Ocidente está infiltrado muito provavelmente ele está invariavelmente perdido e sem chance de salvação, apesar do F-35.

Farroupilha

Roberto F Santana 22:12, vídeo…
Nascida para avacalhar.

space jockey

Serio que eu estou lendo esses posts acima ?

E.Silva

kkkk…

Jose Souza

defender a fé cristã… salvar a civilização ocidental….. tive que conferir se não estava em algum “culto de descarrego” …rs

no demais …usar armas de precisão …é o mínimo que um caça moderno deve fazer, esse, em questão, precisa dos “irmãos mais velhos” (F-15 ao 22, rs) dando cobertura…nem “correr direito” consegue…rs

Carlos Campos

Isso não é grande coisa é mínimo que se espera dele. Quero ver ele em ação, talvez seja primeiro pelas mãos dos israelenses

Coutinho

Bom, trollagens a parte, apesar dos problemas crônicos (capacete, assento e tals), estes testes estão provando que o avião é capaz.
Sim, um lançamento destes é o mínimo que o caça deve fazer, mas a bem pouco tempo nem isso ele conseguia. Agora até o Oceano Atlântico ele já cruzou. Vamos dar um pouco mais de crédito.

Carlos Alberto Soares

Opa, tem “boi na linha”: ____________________________ https://www.flightglobal.com/news/articles/norwergian-pilot-counters-leaked-f-35-dogfight-repor-422552 ____________________________ “A Norwegian fighter pilot has published a soft rebuttal to a damaging critique leaked last summer about the Lockheed Martin F-35A’s dogfighting prowess, contradicting many of the critical points made in the scathing review written by a Lockheed test pilot. Norwegian air force Maj Morten “Dolby” Hanche, a US Navy test pilot school graduate with 2,200 flight hours in F-16s, has flown several mock dogfights at Luke AFB, Arizona, against F-16s since becoming Norway’s first F-35 pilot last November. In a blog post on Norway’s Ministry of Defence web site, Hanche never… Read more »

Alexandre Samir Maziz

Lindo avião o que mais curto no F-35 é essa abertura tipo um “porão” para liberar armas , sem o tradicional local onde ficava fixado os misseis , asas totalmente limpas realmente um projeto bem inovador ….

Vader

Carlos Alberto Soares 29 de fevereiro de 2016 at 20:36

Carlos Alberto, a postura explicitamente defensiva da editoria em relação a alguns comentaristas que se acham editores me levou a rever algumas prioridades.

Até segunda ordem não irei mais postar na Trilogia.

Um grande abraço e um adeus a todos.

Mauricio R.

Em tese o F-35 não precisa correr, ele é stealth. Cabem as “opfor” as tarefas de procura-lo, encontra-lo, fixarem-no e abate-lo.

Lord Balian

Pessoal gosta de criticar este avião pelos gastos e capacidade. Ano passado a USMC já certificou o F-35B, este ano provavelmente a USAF poderá também declarar os F-35A operacional, ficará somente faltando a US Navy certificar o F-35C.
Aos críticos de plantão, olhem esta foto de alta resolução e vejam os detalhes do acabamento e pintura do F-35A, depois vejam o acabamento do T-50 e J-20, vejam qual tem o melhor acabamento, mais rico em detalhes e mais bonito.
Lindo avião.
Réplica deste avião seria um belo brinquedo para uma criança amante de militarismo.
Sds

Mauricio R.

OFF TOPIC…
.
…mas nem tanto!!!
.
Novo brinquedinho israelense disponível no play… Quem sabe como, brinca. Quem não, bem ao menos assiste. É bem melhor do que ser o alvo.
.
(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2016/03/iai-sky-sniper-low-cost-long-range-high.html)
.
PS: O Natal ainda é em Dezembro…

Mauricio R.

“…asas totalmente limpas realmente um projeto bem inovador ….”
.
Existem 3 cabides por asa nesse avião.

Farroupilha

Meu comentário acima não é sobre o F-35 (ano 2500 a gente chega lá), é sobre um vídeo que tomou Doril postado pelo Nobre Sr. Roberto F.Santana:
“rosanne singing national anthem”.

Prezado Vader, um apreciador de Defesa deve ser mais durão perante as irritações.
Abraço!

Paulo

Depois que os comentários do blog ficaram abertos as discussões ficaram bem menos produtivas, mas muito mais divertidas!

AL

Vader meu caro, na maioria das postagens eu procuro comentários de pessoas específicas, você, entre elas. Você já fechou seu saudoso blog, e agora vai cair fora daqui?? Faz isso não…

space jockey

E quem vai defender o modo de vida oriental ?? O SU 27 ?

Ocidental Sincero

Substituir o F-18, F-16, F-15 e A-10 por esse Harrier melhorado? Os vetores que os EUA operam hoje em dia podem dar conta do recado por mais uns 40 anos !

Adotar integralmente esse caça será a derrocada do poderoso EUA, anotem aí !

Bosco

Maurício,
Os americanos têm uma versão do HARM denominada HDAM que funciona como esse futuro Sky Sniper israelense. Apesar de ser dotado de um sistema antirradiação esse sistema pode ser inibido e o míssil opera só no modo INS/GPS contra alvos não radiantes.

Mauricio R.

Bosco,
.
Bom saber, obrigado!!!

Renato Carvalho

Ficou chato…vou comentar quadrinhos japoneses

Lord Balian

OS, Eu concordo em partes com você! A quarta geração americana com F-15, F-16 e F-18 ainda tem força e poder para fazer frente ante os caças orientais por 40 anos ou mais tranquilamente. Americanos não precisariam investir pesado nestes novos caças de quinta geração. Mas americano querem sempre ter uma disparidade muito grande, para eles estar dois degraus acima dos inimigos não está bom, querem estar 4/5 degraus na frente dos inimigos. No mais concordo plenamente com você, F-15, F-16, F-18, Rafales, Thypoon e Gripen E/F dá conta tranquilo para qualquer batalha contra os Su-27/30, Su-35, Su-34, Mig-29, Mig-35,… Read more »

Alfredo Araujo

Balian, Treinar um piloto de caça não é simplesmente fazer um pedaço de carne com 4 membros e uma cabeça pilotar um avião. O piloto de avião de combate do século XXI é um operador de dezenas de sistemas que se comunicam com outras dezenas de sistemas. Um cara desses é a nata da nata de uma força armada. Treina-lo leva tempo e muuito dinheiro. “Fazer frente ante os caças orientais” não basta… a taxa de atrito consumiria vidas que não seriam substituídas de uma hora para outra. Se na segunda guerra mundial os países envolvidos não conseguiam repor pilotos… Read more »

schwanka

Vader não esquenta, vc é sempre bem aqui. Mas respeito e muito sus decisão.

Mauricio R.

“…mas os chineses investem bilhões de dólares em P&D, engenharia reversa, e ESPIONAGEM !!”
.
Os chineses compraram parte dessa “xepa” do final da onda de tecnologia soviética, é por isso que sua engenharia reversa e a espionagem tem lhes rendido frutos.
Pois sem alguma capacitação e o correto entendimento do contexto, engenharia reversa e a espionagem só confundem, não ajudam.

Alfredo Araujo

Mauricio R. 1 de março de 2016 at 22:18
.
Claro !! Bom complemento…