dinheiro-reais-real

Brasília, 30/12/2015 – O governo encaminhou nesta quarta-feira ao Congresso Nacional o Projeto de Lei que trata do reajuste salarial dos militares das Forças Armadas. A mensagem da Presidência da República foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União de hoje.

O Ministério da Defesa, desde o início do ano, estabeleceu uma série de diálogos com a equipe econômica do governo. Nos últimos dias, conseguiu elevar o índice de reajuste do soldo dos militares, que anteriormente estava em torno de 25,5%, para uma média de 27,9%.

“Conseguimos a garantia de que teremos os soldos reajustados dentro das possibilidades econômicas do país”, explica o secretário-geral do Ministério da Defesa, general Silva e Luna.

A expansão da folha de pagamento de militares será concedida ao longo dos próximos quatro anos, sendo 5,5% a partir de agosto de 2016.

O reajuste será escalonado, com maiores percentuais para as graduações do início de carreira e postos intermediários, indicados como prioritários pelos Comandos das três Forças. Os índices variam de 24,39% a 48,91%.

Esse reajuste incide sobre os soldos (veja a tabela). No entanto, como as gratificações são vinculadas a ele, também terão seus valores corrigidos na composição da remuneração bruta do militar.

Dessa forma, a remuneração bruta (com as gratificações) média dos oficiais generais, que atualmente varia de R$ 21.777 a R$ 25.433, será de R$ 27 mil a R$ 31.636, em 2019.

No caso dos oficiais superiores, que atualmente ganham, com gratificação, entre R$ 14.472 e R$ 17.068, ganharão, em 2019, entre R$ 18.212 a R$ 21.340, em média.

Os oficiais subalternos e intermediários, com remuneração bruta atual de R$ 8 mil a R$ 10.878, em média, passarão a receber valores que vão de R$ 9.990 a R$ 14.309.

Os praças, que ganham atualmente remunerações que variam de R$ 1.021 a R$ 7.463, em média, passarão a receber de R$ 1.270 a R$ 9.845 até o final do período de quatro anos.

As gratificações variam de acordo com a experiência, competência, local de trabalho do militar, por exemplo. Sobre essa remuneração bruta incidem os descontos obrigatórios, como o imposto de renda, contribuição para a pensão militar e para o fundo de saúde da Força.

Tabela de Soldos 2016

FONTE: Ministério da Defesa

60
Deixe um comentário

avatar
60 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
33 Comment authors
Gustavo FariaAlbertogroospElcMarcelo Bastos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nilo Rodarte
Visitante
Nilo Rodarte

Inacreditável. Um recruta e um cabo não engajados ganham menos que um salário mínimo? Ou tem alguma complementação acima disso? Na minha cidade os vereadores semi-analfabetos ganham quase 6.000 por duas reuniões quinzenais de duas horas. Não tem como esse país funcionar mesmo!

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Nilo… O salário mínimo nacional é de 788,00

Uma boa notícia para os militares… Agora…é uma boa notícia para as FAA ? O orçamento para defesa aumenta proporcionalmente a média de aumentos salariais ?

Alexandre Galante
Visitante
Member

Como é que um cabo que opera um sistema de armas ou faz manutenção pode ganhar apenas R$ 2.000 reais? onde eles moram? como vivem? é por isso que estão indo embora até para trabalhar como garçom.

Marcos
Visitante
Marcos

O que é isso, cumpanhero Trilógico?!
O aumento é menos de SEIS porcento para o ano que vem, contra uma inflação acima de dez.
Esses 27,9% é para 2019.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Muito pouco, pouco mesmo.
Meu sobrinho meteu o pé depois de quase 10 anos, Sgto. Inf. PQD.
Formou-se Advogado enquanto servia.
Faz “bicos” para um escritório de São Paulo, ganha 3 x +.
Absurdo a remuneração dos militares.Péssima.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Vcs estão achando pouco o reajuste… Eu pensei com a minha cabeça de profissional liberal que não tem reajuste garantido… rs

Felipe Rodrigues
Visitante

Meu primo é soldado da PM aqui de SP, somos do interior, junto com a atividade delegada, (cuida do museu na folgas ou do centro cultural), tira R$3,600 liquido, ah mais e o risco de ser PM, claro que tem, não a respeito pela corporação, deveria ganhar mais até, mais só para comparar,fica difícil querer servir as forças armadas com este soldo ai.

Herquiles Santos
Visitante
Herquiles Santos

Agente de Transito em Natal/RN tem salario inicial de R$3800,00 e alguns chegam a ganhar mais de R$9000,00, isso sem fazer horas extras e sem trabalhar no período noturno, para uma carga horaria de 120 horas mensais. Uma vergonha o soldo de nossos militares.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Esse reajuste sequer fará frente à inflação do período.
x
Felipe, o soldo dos soldados, cabos e até mesmo dos sargentos é baixo nas Forças, mas eu acho adequado que um PM, mesmo no interior de SP, ganhe mais do que o cargo correlato nas FAs, pois é uma profissão muito, mas muito, mais arriscada.
x
Alfredo, eles ganham menos que um salário mínimo atual e ganharam menos ainda do que o futuro, de R$ 880,00.

R_silvestro
Visitante
R_silvestro

E a iniciativa privada que vai ter que custear essa baboseira.

Fazer as Forças menores, mais profissionais, acabar com os “trocentos” generais nenhum milico aqui quer né?

Acabar com o serviço obrigatório de carpir lote do exército, pintar meio fio e ficar de “guardinha” nas vilas militares também nenhum militar quer né?

Ora. Se vcs ganham pouco é pq merecem. Não fazem nada pra melhorar isso e não conseguem se impor contra esses políticos.

Comecem a reforma de dentro pra fora. Depois vcs podem querer reclamar de algo.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

*ganharão

Control
Visitante

Srs A remuneração é pequena e se não houver uma correção da inflação, esta vai corroer tudo. Porém, de onde vai sair este dinheiro? Do corte do investimento e do custeio? Teremos FA`s com um contingente mal remunerado e com armas e equipamentos indisponíveis ou inexistentes? Não adianta aumentar o soldo, mesmo que pouco, se não há dinheiro para manter as FA´s em condições de cumprir o seu papel constitucional. A arrecadação vem caindo e a cada aumento dos impostos cai mais, pois a atividade econômica se retrai a cada elevação dos tributos. Não tem como continuar gastando mais do… Read more »

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Sr. R_silvestro,

Menos, bem menos por favor… Eu compartilho das suas opiniões, e se o sr. tiver lido com atenção os comentários no Naval e no Aéreo, perceberá que não estamos sozinhos nessa. Tem muita gente que tbm pensa desta forma. Esses comentários são muito recorrentes entre alguns participantes, acho que ngm disse isso ainda nesta postagem porque ainda não viu. No mais, se está tão revoltadinho, por quê não faz teu showzinho em outro lugar?

Passar bem

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Pra acabar com essa situação, várias atitudes devem ser tomadas. Mas, em primeiro lugar, temos que DESVINCULAR A FOLHA DE PAGAMENTO DO ORÇAMENTO DAS FORÇAS, passando-as para o GF, e também ACABAR COM O EXAGERO NUMÉRICO, inclusive de comandantes. Existem diversos almirantes, generais e brigadeiros pra cumprir algumas poucas funções. Ao que eu me lembre, inclusive foi o comentário de um colega aqui do PA em uma matéria antiga, a toda-poderosa RAF tem menos brigadeiros que a FAB, e eles comandam uma força imensamente maior e mais poderosa.

Saudações a todos (e feliz Ano Novo)! 🙂

Antonio
Visitante
Antonio

O que ajudará, substancialmente, a empurrar a economia do país cada vez mais e mais rápido ladeira abaixo…

Oganza
Visitante
Oganza

E ainda não ficou pior… como venho dizendo nos últimos anos, o pior ainda está pra chegar. Quando vc’s irão entender que todo Governo/Estado é como um “cachorro”? Sua personalidade/caráter sempre será um reflexo da personalidade/caráter de sua sociedade. Ou seja, a culpa é nossa, minha e sua. – Agora vamos há uma simples reflexão bem óbvia, mas muito pertinente: Observem a tabela de valores postada ok? Agora vejam a diferença entre os 10% mais remunerados e os 10% menos remunerados… é praticamente o nosso Geni (de 2000, os de hj são “fabricados” e deturpados pelas ações populistas, eles simplesmente… Read more »

Safe
Visitante
Safe

Faltou citarem as famosaa pensões que tbm corroem as forças armadas inteira.Gastos como construção e manutenção de estradas,assistencialismo a ribeirinhos( não que eles tenham que ser esquecidos, porém este trabalho é do Estado e não de uma organização militar),alistamento obrigatório e etc.O exército deveria mudar o nome para Força de Defesa e Ajuda Civil.

Cesar M
Visitante
Cesar M

Oganza, essa de “nós somos culpados” também não ajuda a resolver o problema. Porque ai eu pergunto: Nós temos ferramentas para resolver o problema? O sistema eleitoral que temos nos dá ferramentas para resolver o problema? Infelizmente a resposta é não. Eu acredito que a mudança vem com pequenas ações estrategicamente plantadas como foi a “lei do fragrante retardado em 2002” “lei de responsabilidade fiscal” “lei da delação premiada” essas pequenas leis é que estão causando TODA essa mudança que resultou e resultará em uma enorme mudança de comportamento de todos os administradores de dinheiro publico, pois em NENHUM lugar… Read more »

Safe
Visitante
Safe

Tem que ocorrer reformas estruturais e até filosóficas dentro das forças militares e diminuir número oficiais superiores, gastos com pensões, assistencialismo as comunidades ribeirinhas, construção e manutenção de estradas públicas,fim do alistamento militar e etc.Pq do jeito que está deveríamos mudar o nome para. FDACM Força de Defesa e Ajuda Civil e as vezes Militares.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

Caro Oganza, Shalom.

Vicente Cardinot
Visitante
Vicente Cardinot

Oganza,

Apoio totalmente sua declaração.

Nós cidadãos, fazemos um grande favor aos políticos: nunca cobramos nada.
Na verdade, esquecemos até do nome da pessoa em quem votamos.

Bom ano novo a todos

zorannn
Visitante

Vou repostar aqui meu comentário do Poder Naval, porque acho importante participar dos comentários aqui também e oque tenho a dizer aqui é o mesmo: Incrível!! E ainda tem gente que reclama do aumento que recebeu!! O país está na bost.., indo para o buraco e os caras só enxergam o próprio umbigo. Perdeu a oportunidade de ‘ficar calado’. Pára para pensar um pouquinho. São R$20 bilhões para pagar o pessoal da ativa, R$15 bilhões para pagar pensões (onde só metade deste valor é coberto pela contribuição paga pelos militares) e mais R$20 bilhões gastos com reservistas e reformados. Tudo… Read more »

Dexter
Visitante
Dexter

Organza… Parabéns
Excelente comentário!!!!

Cesar M
Visitante
Cesar M

O pessoal que esta no poder não dá ponto sem nó, esse aumento para os Militares é claramente para arrasta-los como co-responsaveis pela crise, só não vê quem não quer. Pode esperar que daqui dois meses quando estiver todo mundo discutindo que falta repasse do GF para hospitais e tal, a rede bobo e a propria Dilma vai correr e apontar o dedo para “o aumento dos Militares”, isso é só estratégia desses bandidos. Independente se é muito ou pouco comparado com a iniciativa privada, a verdade é que, comparado a quaisquer outros cargos publicos federais do mesmo nivel os… Read more »

Zmun
Visitante
Zmun

Parece que os oficiais generais receberão novas fardas com pequenos zíperes na barriga para que possam acariciar o umbigo com mais conforto a praticidade.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Amigos, Acho que tem gente que só lê a manchete, que leva a interpretações incorretas. O reajuste no ano (a ser pago no início de setembro) é de aproximadamente 5,5 %. E será assim nos outros três setembros que seguem, independentemente da inflação de cada período. O último reajuste foi pago em abril de 2015. Desde lá, terão decorrido 17 meses. Qual será a inflação acumulada de março de 1915 a agosto de 1916, a ser compensada por esse “aumento” absurdo de 5,5%? Os militares devem estar mesmo muito satisfeitos com a situação econômica do País e com os “privilégios”… Read more »

Justin Case
Visitante
Justin Case

Errata: “nos outros três janeiros”.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Errata 2: obviamente, de setembro 2016 a janeiro de 2017 o “aumento” não será de 5,5%.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Como o íntervalo será menor, possivelmente esse será o único período em que os militares poderão ter aumento (reajuste menos inflação) real.

Jacubão
Visitante

É POUCO SIM!!!!! OS MILITARES VIVEM EXCLUSIVAMENTE PARA O PAIS!!! ESCALAS DE SERVIÇO APERTADA, AUSÊNCIAS CONSTANTES DA FAMÍLIA, A QUALQUER MOMENTO PODE TER QUE INTERROMPER AS HORAS DE DESCANSO COM A FAMÍLIA PARA REGRESSAR A SUA UNIDADE PARA CUMPRIR AS MISSÕES QUE LHE FOREM DETERMINADAS, A QUALQUER MOMENTO TEM QUE IR A ALGUM LUGAR DO PAÍS PARA RESOLVER PROBLEMAS DE OUTRAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS POR MOTIVOS DE FALÊNCIA DO SISTEMA CAUSADOS GERALMENTE POR MÁ GESTÃO OU CORRUPÇÃO, GREVES, CALAMIDADES, DESASTRES NATURAIS OU NÃO. UM CASO BEM SIMPLES DE EXPLICAR ISSO, É O FATO DE A IMPRENSA NÃO NOTICIAR QUE O EXÉRCITO… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Senhores, nao ha a menor duvida que os militares ganham mal, eu mesmo pedi o bone em funcao disto tambem, agora com a atual estrutura fisica de elefante nao ha o que fazer, ou se racionaliza, renova a estrutura ou vao desapaarecer. Enquanto tivermos uma FAB com mais de OITENTA BRIGADEIROS na ativa, uma MB com NOVENTA ALMIRANTES, e um EB com tantos GENERAIS QUANTO OUS ARMY, vamos de nada a lugar algum. A mudanca tem que comecar de dentro da caserna, mas infelizmente a maioria dos oficiais que ai estao nao querem alterar este status quo, ate porque por… Read more »

Kolchak
Visitante
Kolchak

o judiciario gasta muito mais com inativos e pensionistas que as FFAA, um juiz ganha mais de R$ 50.000,00 por mes com as gratificacoes, pra mudar isto so acabando com o direito adquirido diminuindo o valor das pensoes.

zorannn
Visitante

Justin Case . O aumento não é absuro é até insuficiente. A questão é dar-se o aumento sem negociar contrapartida nenhuma. O governo tem além de qualquer coisa que ser responsável, ser político e negociar com a parte envolvida. Você concede um aumento sem pedir nada em troca? Com a crise enorme que está aí (que está só no começo) e não se negocia uma diminuição do efetivo, bases, OMs, enfim da extrutura enorme das FAs? No mínimo o governo nem sabe que as FAs são inchadas ou pouco se einteressa com o assunto, ou ainda pior, tem medo de… Read more »

IgorS
Visitante
IgorS

Caro é o nosso Judiciário e Ministério Público, os mais caros do MUNDO. Se eles recebessem apenas o subsídio normal que gira em torno de 25 a 30 mil estaria ok, mas eles tem um monte de auxílios! “Indenizações” coitados, ganham tão mal que precisam de auxílios. Fora os dois meses férias com 1/3 constitucional e substituições. É muito privilégio e mordomia.

Denis Santana
Visitante

Surreal!!!

Tecno
Visitante
Tecno

Oganza, mais um comentario brilhante! Parabens e obrigado!

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Meu Coronel, em primeiro lugar nós militares não sabemos quanto vale o nosso trabalho, e temos um falso pudor com dinheiro. Aquela velha história que tudo tem que ser “espartano”. Falaram muito aqui das ações subsidiárias das FFAA. Um companheiro de turma fez sua monografia na ESG sobre o tema. Também acho que há um exagero. Mas o GF manda e o MinDef diz amém. A FAB transportou as urnas eletrônicas de Black Hawk. O que o TB Rossato deveria dizer? “Não vou fazer?” Zorann, só por curiosidade: voce faz o que na vida? Voce cisma em afirmar que não… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Ah, esqueci: vou viajar pra Europa com meus 5,5%. Eu e o Juarez. E vou mandar minha filha devolver a pensão, quando ela receber.

Marcelo Bastos
Visitante
Marcelo Bastos

Um Almirante/Marechal vai ganhar com este aumento cerca de R$ 15.000,00, um motorista semi analfabeto da Câmara dos deputados/Senado Federal ganha mais que isto,

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Marcelo, e isso faz muitos anos que acontece. Desde que eu era Tenente.

Elc
Visitante
Elc

Acho que os companheiros que dizem que a falência do sistema de previdência militar é culpa da falta de contribuição, precisam se informar melhor. Um militar, mesmo reformado ou na reserva, contribui sim para a previdência até a hora de sua morte. Este desconto no pagamento vem sob o nome de “pensão militar”.

Oganza
Visitante
Oganza

Caro Rinaldo Nery, – ainda não achei a tal revista, na verdade ainda nem procurei, mas realmente não me lembro se tinha a definição do alerta, se era Alfa ou Bravo. Mas do que eu me lembro, é que o Oficial aparentemente deveria cumprir o alerta da Base e “solicitou” para cumprir de casa… mas minha memória pode estar me pregando uma peça… enfim, só me lembro que a situação me chamou a atenção na época. – Mas tudo isso não muda o fato de vivermos uma crise moral em nossa sociedade. – “Mas o GF manda e o MinDef… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Oganza, só complementando. Quando estamos em ESTALE 0 (Estado de Alerta), ou seja, tempo de de paz, sem crise, os períodos são esses. O que interessa é que o caçador decole no tempo previsto em casa ou não. Se evoluir para ESTALE 1 ou 2, daí todos vão para o Esquadrão, e acaba o período Bravo. Aconteceu no motim dos controladores. Relembro que o Alerta DA é cumprido, no Brasil, 24 horas por dia e 365 dias por ano, independente do ESTALE. Já vimos aqui que o mesmo não ocorre na Suíça. E não ocorria nos EUA no 21/11. Quanto… Read more »

zorannn
Visitante

Olá Rinaldo Nery! Os militares não contribuem para sua aposentadoria (reforma/reserva). Os militares contribuem para o pagamento de pensões que são pagas aos beneficiários, não tem nada haver com os inativos. Esta contribuição para o pagamento de pensões, arrecadou R$7,5 bilhões em 2014. Isto representa 50% dos gastos com o mesmo benefício em 2014, que foi de R$15 bilhões. O pagamento de inativos representou R$20 bilhões em 2014. Oque acho mais curioso, pelas respostas aos comentários, é que nem os militares sabem oque pagam. Quanto ao que faço da vida: não sou militar, mas sempre gostei do assunto, desde criança.… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Desculpe Zorann, não quero polemizar mas vou discordar. A “pensão” é, sim, a previdência. Beneficiário será a minha esposa, quando eu morrer. Assim como será a sua, com a sua previdência. Está havendo uma confusão com o termo “pensão”. E, repito, mesmo na reserva somos descontados. Se a nossa previdência estivesse separada do funcionalismo civil (já o foi), ela não seria deficitária. Não discordo do grande problema que o País tem com os inativos.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Ah, o Elc postou a mesma coisa aí em cima.

zorannn
Visitante

Olá Rinaldo nery! O senhor está completamente enganado. O pagamento de inativos militares é completamente separada da previdencia civil, inclusive do funcionalismo. Os gastos em 2014 com pensões dos militares foi de R$15 bilhões (somente metade deste valor foi arrecadado com a contribuição ‘pensão militar’). Soma-se a isto o gasto com inativos (reservistas e reformados) que representaram R$20 bilhões. Portanto, só com pagamento de inativos e pensionistas, em 2014 foram gastos R$35 bilhões. Isto dentro de um orçamento da Defesa de R$78 bilhões, sendo que o próprio orçamento da Defesa é que arca com a despesa (confirmando que o sistema… Read more »

zorannn
Visitante

O ELC postou realmente a mesma coisa.

Sinal que ambos não sabem oque realmente pagam.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Zorannn, x O empregado da iniciativa privada contribui com 8 a 11% do seu salário e a empresa contribui com mais 20% do salário (exceto empresas do SIMPLES, que contribuem de outra forma). x No caso dos servidores públicos civis e militares só eles contribuem, A União não vai lá e recolhe mais 20% sobre a filha. Por isso é claro que vai dar déficit. Mas, veja que boa parte da culpa é da própria União que não “contribui”- na verdade, ela acaba pagando no final, mas o que eu quero frisar é que ela deveria chamar de déficit apenas… Read more »

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares