quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

Array

F-35B passa com sucesso por testes de pista molhada e vento cruzado

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-35B testes de pista molhada e vento cruzado - foto via Code One

A Força Aérea Real britânica (RAF) e a revista Code One (da Lockheed Martin), divulgaram notas sobre os resultados de testes de pista molhada e vento cruzados realizados pela equipe de testes do jato de combate F-35B Lightning II. Finalizados em julho deste ano no Centro de Provas da Força Aérea dos EUA da Base de Edwards (Califórnia), os testes liberaram o envelope de voo da aeronave com ventos cruzados de vinte nós para pousos e decolagens convencionais, e decolagens e pousos curtos.

A campanha compreendeu trinta e sete missões ao longo de quarenta e um dias, e cumpriu 114 pontos de testes relacionados ao controle de direção e sistema antiderrapagem em pista molhada. Todas as provas foram realizadas pelo F-35B de testes com indicativo BF-4, atingindo um importante marco para que o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) possa declarar a capacidade de operação inicial (IOC – Initial Operational Capability) no F-35B, o que é esperado para meados de 2015.

A RAF destacou, sobre a campanha de testes, que esta é um marco importante para que o programa do F-35B para o Reino Unido se consolide para atingir a IOC no serviço britânico em 2018.   Apesar de limites de ventos cruzados e condições de pista de pouso normalmente não chamarem a atenção fora de foruns especializados, a habilidade de pousar e decolar em diversas condições de tempo é crítica para a capacidade operacional da aeronave, segundo a nota da RAF. Esta considera que atingir esse nível cedo no desenvolvimento da aeronave é um grande passo à frente, sendo que os números ultrapassaram os limites em que operam os jatos STOVL (decolagem curta e pouso vertical) atuais. Dessa forma, trata-se de comprovações do software de controle de voo de nova geração do F-35 e da facilidade de operação para o piloto.

Já para a Lockheed Martin, esses testes representaram um item absolutamente crítico no caminho para a liberação, à frota de F-35, do software de voo 2B e da IOC para os Fuzileiros.

FONTES / FOTO: Code One Magazine (Lockheed Martin) e RAF

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

11 Comments

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader

Ótima notícia.

Intruder

Só não decola com chuva!

Rinaldo Nery

20 kt é pouco pruma aeronave desse tamanho (pequena).

F15_lobo

Alguém sabe como anda os programas dos vermelhos (China e Rússia) ?? Será que desistiram ?? Acabou a grana ou descobriram que é muito para eles ??
Afinal criticam tanto esse programa do F35 gostaria de saber como vai os PAKs.

Guilherme Poggio

Caro F15_lobo

Os programas chineses e russos seguem andando. Os chineses estão com mais fôlego financeiro e avançam mais (não que isso se traduza em melhores resultados).

Os maiores críticos do programa F-35 são americanos.

Intruder

Sei não Nunão (trocadilho tosco, admito rsss). Como diz meu sobrinho sobre o super-homem: Tio, se tem chuva, tem raio… se tem raio.. ele não “avoa”! Não me lembro onde li, mas sei que foi em um site americano, que logo depois da divulgação do vídeo da 1º decolagem stovl que dizia que existiam problemas sérios em relação a entrada de água em grande quantidade na turbina do F-35B. Isso faz sentido na minha imaginação, pois a pressão gerada na turbina central no momento stvl é enorme. Lembrando que a estabilidade lateral é empregada por saídas de ar nas asas.… Read more »

Carlos Alberto Soares

Hummm

“aquela fumacinha” embaixo …. hummmm …. sei não ….

kkkk rsrs ….

Chama o Tio David pra dar uma força …. rs.

joseboscojr

Intruder,
O “alçapão” tipo tampa de privada se abre para o “fan” e não tem problema de entrar água.
Já o motor a jato é igual qualquer outro de qualquer jato. Na chuva vai entrar água de qualquer jeito e funciona.
No caso do F-35B entra mais água por conta da janela de ventilação adicional situada atrás do “lift fan”, mas não creio que seja problema não.
É tudo “triturado”. rssrssss

Ozawa

Os testes foram tão bem sucedidos que já está á venda…

Air Force 1 Aircraft (Series 2) 00009
Lockheed F-35B Lightning II JSF Diecast Model
USMC VMFAT-501 Warlords, Eglin AFB, FL, 2013

Do mítico e tradicional esquadrão dos USMC ‘Warlords’…

http://www.flyingmule.com/products/AF-00009

Últimas Notícias

IMAGENS: T-27M Tucano da FAB com nova pintura

A Força Aérea Brasileira divulgou imagens do T-27M Tucano modernizado com sua nova pintura. A escolha da identidade visual contou...
- Advertisement -
- Advertisement -