sexta-feira, agosto 19, 2022

Gripen para o Brasil

Avião abatido coloca Putin em situação delicada

Destaques

Dinair Alves
Dinair Alves
Diretora de Marketing da Trilogia Forças de Defesa

CRE - Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional

ClippingNEWS-PASegundo Gunther Rudzit, professor de Relações Internacionais e coordenador da pós-graduação das Faculdades Rio Branco, especialista em segurança internacional, rebeldes não teriam mísseis que alcançassem 10 mil metros. Para o professor, ou arma foi dada aos separatistas ou os próprios russos derrubaram a aeronave. ‘Em zonas de conflito, é muito comum acontecerem confusões. É fácil um míssil ser mirado em um avião militar e acertar em um civil’, explica.

Segundo Rudzit, companhias aéreas perceberam tardiamente que a situação é muito mais greve do que parecia e só agora decidiram mudar rotas que passavam sobre áreas em crise.

Ele também afirma que é preciso localizar as gravações de radares para saber de onde o projétil que derrubou o avião partiu. ‘Se partiu da Rússia, é um desastre diplomático, que pode levar a novas sanções, por pressões europeias e americanas. O mesmo vale se foi o governo ucraniano que ordenou ataque’, conclui o especialista.

Confira entrevista na CBN:

FONTE: CBN

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

B-52, JAS Gripen e F-35 em missão conjunta sobre a Noruega

Hoje cedo, caças suecos e noruegueses escoltaram bombardeiros estratégicos americanos B-52 sobre o território norueguês. Esta é a primeira...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -