Home Acidente Aéreo Mísseis de curto alcance podem abater aviões comerciais, afirma especialista

Mísseis de curto alcance podem abater aviões comerciais, afirma especialista

215
7

malaysiacrash021_2978759c

ClippingNEWS-PASegundo Roque Monteleone, professor da Unifesp e ex-perito de Comissão Especial do Conselho de Segurança da ONU, tais armamentos não têm controles específicos, o que facilita a sua utilização.

 

FONTE: CBN

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Iväny Junior
6 anos atrás

10 mil metros de altura e 800km/h?

Existe um Manpad que utilize sidewinder?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
6 anos atrás

SAM/Buk, é a indicação …..

Há destroços num raio de 15 km já confirmado, portanto ….

Parece que está cheirando para as milicias “disfarçadas” e apoiadas por Putin.

Na verdade tropas russas, lembram-se da Crimeia….

Alguém bebeu vodka demais, vai dar mer ……

Joner
Joner
6 anos atrás

Concordo com o Sr. Ivany Junior, mas se foi atingido, foi detectado por radares, pois na situação atual da região, não faltam radares “varrendo o ceu”.
Acredito mais em atentado terorrista, do modo clássico, (uma bomba a bordo), o que se confirmado, pode ser seriamente tido como o motivo do desaparecimento do outro jato da mesma empresa.
Atingir com missíl um jato civil em meio a um conflito não seria exatamente o que os governos envolvidos no conflito querem, pois é fácil identificar o local de lançamento, (mas não quem disparou).

(Somente “achismo” meu). 🙁

Marcelo Pamplona
Marcelo Pamplona
6 anos atrás

Boa tarde a todos.

Já começaram com a operação “vai que é sua, Taffarel”? Cedo assim?!

Oras, é muito mais fácil (e preferível) imputar o possível abate de uma aeronave civil a rebeldes do que a países… “consequências imprevisíveis” de uma guerra civil… evita-se tantos “problemas” ao se fazer isso…

Chegaria a ser risível, se não fosse trágico pela perda de vidas inocentes…

Sds.

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Não, caro “especialista”, um MANPADS não tem como abater um avião comercial em altitude e velocidade de cruzeiro. Tá falando asneira.

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

Almeidão,
O perito da ONU está misturando as coisas e complicou quando citou a proibições aos mísseis de ataque com 300 de alcance.
Na conversa fica evidente que de “curto alcance” ele se refere a mísseis como o Patriot, Buk ou S-300, que possuem menos de 300 km de alcance.
Ele foi infeliz e a jornalista entende do assunto igual eu entendo de física quântica.

Iväny Junior
6 anos atrás

Joner

Acredito que foi abatido por uma bateria de mísseis antiaéreos clássicos, ou terrorista dentro do avião.

Lamento pelos cientistas. Um grande pesquisador que procurava a cura da AIDS viajava no avião. O avião estava indo para um congresso anti-aids na Austrália.