sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Japão: dez P-3 estavam dentro do hangar cujo teto desabou

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

colapso do teto do hangar no japao - foto stars and stripes

A Marinha dos Estados Unidos (US Navy) e as Forças de Auto-Defesa do Japão (JSDF) ainda não sabem a correta extensão dos danos causados aos aviões estacionados dentro de um hangar cujo teto colapsou no último sábado (15/2).

Em função da forte nevasca que atingiu a região próxima à Base Aérea Naval de Atsugi (Japão) no último final de semana, o teto de um hangar utilizado pela JSDF para manutenção de aeronaves colapsou em função do acúmulo de neve no topo. Dentro dele estavam diversas aeronaves de patrulha P-3 da JSDF e da US Navy.

Segundo informações coletadas pelo Jane’s, dentro do hangar estavam seis P-3 da JSDF (três Kawasaki P-3C Orion, um Kawasaki OP-3C de reconhecimento, um Kawasaki EP-3 ELINT, um Kawasaki UP-3D ELINT de treinamento) e quatro P-3C da USN.

FONTES: Jane’s e Stars and Stripes

- Advertisement -

23 Comments

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Alberto Soares

Diversas fontes de notícias:

São as piores nevascas nos últimos 50 anos.

E aqui há quem critique os P 3 M adquiridos pela FAB e lá a
JSDF e a US Navy tem vários.

Marcos

Os P-3 deles estão saindo de operação nos próximos anos. Os nossos estão entrando em serviço agora.

Almeida

Marcos matou a pau. Só faltou dizer que os nossos são P-3A abandonados no deserto e os deles são P-3C novos de fábrica.

Marcos

A USNavy já iniciou o processo de substituição dos P-3 pelos Boeing P-8, enquanto JSDF os está substituindo pelos Kawasaki P-2.

phacsantos

Marcos
20 de fevereiro de 2014 at 11:36

Marcos, na verdade é o P-1:

http://www.aereo.jor.br/2013/03/30/kawazaki-entrega-primeiro-p-1/

Marcos

Verdade! Estava pensando no C2-X!

Ivan

Anteriormente era apenas C-X, mas ficou Kawasaki XC-2 e deve entrar em operação como Kawasaki C-2.

A mesma coisa para o inicialmente P-X, depois XP-1 e entrando em opeação como Kawasaki P-1.

Entretanto é bom lembrar que C-2 e P-1 são aeronaves completamente diferentes. O airlift é biturbina, como os mesmos turbofans dos Boeing 767 usados pela JSDAF, dois GE CF6-80C2K1F com 59,740 lbf cada; enquanto o patrulheiro é quadrimotor, com 4 turbofans IHI Corporation XF7-10 turbofan com 13,500 lbs cada.

Conceitos diferentes para diferentes missões.

Abç.,
Ivan.

Carlos Alberto Soares

É

Japão e USA

Em que posição fica mesmo essas economias, IDH, PIB etc …?

Os nossos foram totalmente retrofitados/overhaul, receberam pct tecno a altura.

Mania de brasileiro, anda a pé mas seu primeiro carro tem que ser um Panamera.

Um HB 20 completão não atende.

Rinaldo Nery

O nosso P-3AM é um dos mais modernos do mundo.
Confesso que, no início do projeto,àcritiquei-o bastante, mas hoje me curvo à capacidade das aeronaves, e a capacidade de controle de área marítima que o Brasil atingiu.

Rinaldo Nery

Poggio, isso já foi feito. Gastamos U$ 14 milhões em kits de novas longarinas.

Mayuan

Off topic mas nem tanto: “colapsou” quando pode-se dizer ruiu, desabou, caiu ou outros sinônimos é flórida. Coisa de tradução ruim.

Marcelo Andrade

Maior prejú!!!!

Marcos

A Marinha americana considerou os P-3, mais precisamente a aeronave em si, como obsoletas para o serviço.

Enquanto isso:

1) Boeing inicia produção de mais um lote de treze aeronaves P-8, de um total de 117 unidades, para a USNavy.

2) Austrália assina contrato para aquisição de de oito unidades do P-8, com opção de mais quatro.

Marcos

Não, não se trata de HB20 x Panamera, se trata de Fusca reformado x Fusion novo.

Rinaldo Nery

Acredito que a US Navy tenha aposentado os P-3 por conta dos problemas estruturais, consequência do limite de vida em fadiga. Para eles, não compensava modernizar.
Além da necessidade de sustentara a indústria de defesa deles, adquirindo os P-8.
Eu vejo vantagem num patrulheiro jato, que pode chegar mais rápido na área de interesse.

Carlos Alberto Soares

Caro Rinaldo Nery

Vossos comentários dão direção e consistência ao que penso.

“….mas hoje me curvo à capacidade das aeronaves, e a capacidade de controle de área marítima que o Brasil atingiu.”

“Fusion novo.” ?

Licenciamento, seguro, manutenção, R$KMRODADO, etc….

Passos se dão ao alcance das nossas pernas, o resto é ilusão.

Os pátios de leilões estão lotados de carrões, compram não conseguem pagar e manter.

O avião mais caro do mundo é aquele que fica no chão e não cumpre sua missão.

Mauricio R.

Esse acidente acontecendo no Brasil, estaríamos sem aviação de patrulha marítima, outra vez.

Fernando "Nunão" De Martini

Entendi perfeitamente seu raciocínio, Maurício, mas creio que, felizmente, estamos livres desse problema. Primeiro, porque em Salvador não neva. E, até onde sei, o novo hangar que foi planejado para os P-3AM em Salvador não tem espaço para abrigar a frota toda. É claro, pensando em outras desgraças com precedente japonês, se um Tsunami atingisse a Baía de Todos os Santos, vencendo o poder de todos os orixás e de todos os santos, isso destruiria a frota inteira com ou sem hangar, a não ser que ela estivesse voando ou em outros lugares, é claro. Afinal, a base é coladinha… Read more »

Ivan

Prezado Rinaldo Nery, “Acredito que a US Navy tenha aposentado os P-3 por conta dos problemas estruturais, consequência do limite de vida em fadiga.” Certamente vc tem razão, até pq cada um daqueles Orions americanos e japoneses devem voar mais horas em um ano que toda a frota brasileira de quadrimotores de patrulha. Felizmente (ou seria infelizmente… rs rs rs) não temos tantos problemas em nossas águas como eles. Ao menos por enquanto. Assim sendo, faz todo o sentido a substuição de aeronaves como a US Navy e a JSDF vem praticando, observando que optaram por modelos diferentes. Claro que… Read more »

Rinaldo Nery

Essa comparação jato x turboélice foi levantada pelos patrulheiros quando a EMBRAER queria vender-nos os P-99.
Como Guardião que sou, à época, era simpático ao P-99. Hoje, vendo os P-3AM voando e conhecendo um pouco mais sobre a sua capacidade, rendo-me aos Orion.
Coincidentemente, o comandante do Orungan, Ten Cel Morau, que passou o comando a poucos dias, também era Guardião. Ou seja, conhece bem as duas aeronaves e tem como compará-las.

Ivan

Prezado Ronaldo Nery,

Também gosto dos Embraer P99, mas entendo que pertencem a outra categoria de aeronaves ME; menor, mais leve, sem capacidade ASW ou com recursos limitados. Um complemento costeiro para Orions e/ou Poseidons, com interessante potencial ADiE.

Basta observar o a Índia pretende fazer: combinar P-8I com patrulheiros do porte dos Embraer P99 ou Dassault Falcon.

Mas este assunto fica para outra oportunidade.

Sds.,
Ivan.

Reportagens especiais

Conheça as armas do caça Saab Gripen E/F da FAB

As armas e pods compatíveis com o caça Saab Gripen E, mas a FAB só adquiriu uma parte até...
- Advertisement -
- Advertisement -