domingo, julho 25, 2021

Gripen para o Brasil

Saab recebe encomenda de sobressalentes para o Gripen…

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Gripen - foto S Kalm - SAAB

A Saab informou no último dia 18 de dezembro que recebeu, por parte da FMV, a Administração Sueca de Material de Defesa, uma encomenda de peças sobressalentes para a frota de Gripen, no valor aproximado de 200 milhões de coroas suecas (aproximadamente 27,5 milhões de dólares ou 49 milhões de reais).

A encomenda inclui as chamadas  “line replacement units”, módulos intercambiáveis que permitem que defeitos possam ser reparados em oficinas, ao invés de ser necessário fazer esse trabalho na própria aeronave. Esses módulos são parte de um acordo de suprimento de sobressalentes que inclui a Tailândia, a Hungria e a República Tcheca.  

…e anuncia acordo de suporte para publicações técnicas com a Mitsubishi, referente ao futuro jato regional da empresa japonesa

MRJ - imagem site MRJ

Nesta terça-feira, 22 de dezembro, a Saab informou a assinatura, junto à  Mitsubishi Aircraft Corporation (MJET), de um acordo para soluções de suporte. A Saab deverá realizar trabalhos relativos a publicações técnicas, como suporte ao programa de jato regional da empresa japonesa (Mitsubishi Regional Jet – MRJ), no período de 2010-2015.

Segundo o informe, o acordo é considerado estrategicamente importante para a Saab, pois abriria caminho para futuras discussões entre as duas companhias, para que a empresa sueca possa suprir e aplicar para a MJET e o MRJ a sua experiência na área de soluções de apoio para aviões comerciais, obtida nos programas Saab 340 e 2000, assim como em diversos programas militares. Os valores do contrato, por exigência do cliente, não foram revelados. As discussões entre as duas empresas, referentes ao mercado de jatos regionais, foram iniciadas em 2003, segundo a Saab.

O MRJ é uma família de jatos regionais para 70 a 90 passageiros, e as publicações técnicas que são objeto do contrato serão referentes tanto ao modelo MRJ70 quanto ao MRJ90, num pacote de documentação para manutenção e apoio das aeronaves que inclui, por exemplo, manuais de manutenção e catálogos de sobressalentes. As publicações técnicas serão desenvolvidas no novo padrão S1000D 4.0.

Ainda segundo o informe, a MJET já anunciou encomendas de 25 aeronaves MRJ para a companhia japonesa All Nippon Airways, do Japão (15 firmes and 10 opções) e uma carta de intenções envolvendo outras 100 para a Trans States Holdings Inc., dos EUA (50 firmes and 50 opções). O primeiro voo do MRJ é esperado para o segundo trimestre de 2012, e a entrada em serviço para o primeiro trimestre de 2014.

FONTE e FOTO / IMAGEM: Saab  e MRJ

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Francisco AMX

Cara de onde tiram estas fotos! coisa linda que ficou este gripen! Olha a SAAB ajudando o concorrente da EMBRAER… se nossa empresa não se ligar, pode perder uma grande oportunidade… eu veria com muito bons olhos uma versão do gripen feita pela EMBRAER e SAAB, par um futuro próximo… e defendo um mix de Hi-hi-minus (para não chamar o Gripen de low e encomodar alguns amigos rsrsrsr) Rafale e Gripen C/D ficaria ótimo… penso hoje em 48 Rafales e 72 Gripens II BRs… teria coisa melhor? sendo estes Gripens produzidos, com tempo e inteligência, para os anos 20…, conjugando… Read more »

Justin Case

Amigos, Anunciar que se está fazendo uma venda adicional de LRU é um tiro no pé. O significado disso é que o plano logístico inicial não funcionou. Isso pode ter acontecido por: 1. O plano foi subdimensionado para que o valor da aquisição ficasse mais baixo e para que a expectativa do custo do ciclo de vida também fosse baixa. 2. O MTBF (tempo médio entre falhas) real ficou abaixo do MTBF planejado e o número de sobressalentes não foi suficiente para garantir a disponibilidade. 3. O TAT (tempo para reparo) ficou acima do que foi planejado/contratado. 4. O sistema… Read more »

robertobozzo

Se eu estiver falando besteira, me avisem… mas vejo como uma simples “compra de estoque”, ja que houve acordo com vários paises, provavelmente, deve-se ter dado prioridade a estes em detrimento à Suécia e agora eles estão repondo. Obviamente, estou “chutando”.

grifo

Este é o contrato de suporte a operação normal do Gripen que a FMV assina periodicamente com a SAAB. No caso este é o relativo ao primeiro semestre de 2010 – você pode ver por exemplo em http://www.aviationnews.eu/2009/01/12/saab-signs-contract-with-fmv-regarding-gripen/ o contrato referente a 2009.

Francisco AMX

Pois é Justin!… seria? pode ser… sinistro! rsrsrsrs

acho que os 4mil hora vão parar em 10mil… rsrsrs

Últimas Notícias

Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) completa 15 anos

No dia 23/7, o Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) completou 15 anos. O IPEV é responsável...
- Advertisement -
- Advertisement -