Home Aviação de Ataque Esquadrão Pacau da FAB recebe visita da USAF

Esquadrão Pacau da FAB recebe visita da USAF

7057
88

O grupo conheceu as instalações do Esquadrão, além das Unidades Aéreas e de Logística pertencentes à Ala 8

O Primeiro Esquadrão do Quarto Grupo de Aviação (1°/4° GAV), conhecido como Esquadrão Pacau, sediado na Ala 8, em Manaus (AM), recebeu a visita da United States Air Force (USAF) na segunda-feira (12). Na ocasião, militares da Força Aérea dos Estados Unidos verificaram se a Força Aérea Brasileira (FAB) cumpre os critérios necessários à participação do Exercício Red Flag, um dos maiores treinamentos aéreos do mundo, realizado na Base Aérea de Nellis, nos Estados Unidos.

Red Flag é um exercício avançado de poder aéreo realizado pela USAF e conta com a presença de pilotos daUnited States Air Force (USAF), United States Navy (USN),United States Marine Corps (USMC), United States Army(USA) e de várias forças aéreas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), entre outras nações aliadas.

De acordo com o Chefe da Seção de Apoio do 1°/4° GAV, Major Aviador Thiago Ferreira de Souza, a participação no Red Flag traz benefícios operacionais para o esquadrão e para a FAB. “Participar de uma missão dessa magnitude é de extrema importância para agregar os conhecimentos utilizados pela OTAN assim como pelas Forças Armadas Norte Americanas”, afirmou.

A programação da visita da USAF incluiu palestra sobre possibilidades de emprego e evolução doutrinária, bem como briefing/debriefing de voo de Combate Além do Alcance Visual (BVR, na sigla em inglês). O grupo também conheceu as instalações do Esquadrão, além das Unidades Aéreas e de Logística pertencentes à Ala 8.

“A ideia da visita era analisar o nível operacional no que se refere à doutrina de emprego BVR, assim como a realização do briefing, voo e debriefing nos padrões utilizados pela OTAN”, explicou o Major Thiago.

FONTE: Força Aérea Brasileira

88 COMMENTS

  1. Rapaz, eu não sei como isso funciona, mas é extremamente importante para nós, mesmo indo com aviões inferiores! Não vejo a hora dos nossos aviões chegarem logo, é uma humilhação ter tantos homens bons, voando em algo que deveria ter se aposentado no ano 2000!

    • Equipamento inferiores dão asas a criatividade. Numa CRUZEX, não lembro qual edição, o GDA venceu os Mirage 2000 franceses com seus Mirage III se valendo de uma escaramuça que neutralizou os radares doppler daqueles caças com uma imobilidade aparente que os tornou invisíveis. Ponto para a perícia dos pilotos brasileiros.

        • Foi na Operação Mistral, que ocorreu em Natal, acho que em 97 se não me engano, Cel… Depois teve uma outra em Santa Maria (98). Lembro dos franceses desejando boa sorte pra copa do mundo… e nós perdemos pra eles na final…kkk
          As Tigre eram com a USAF (F-16), a 1ª foi em Porto Rico(94), a 2ª em Natal(95) e a 3ª em Santa Maria(97).
          Abraço!

          • Obrigado pela correção. Foi isso mesmo. Sexta vou à Manaus e vou dar uma passada lá p saber como foi a visita. E visitar meu filho no GLog.

    • na ultima red flag que o Brasil foi, conseguiu vitórias superiores que as derrotas para os F-16. Não lembro exatamente a proporção, mas foi algo bom de se ver.

      • Teve uma matéria aqui no PA sobre isso, mas estou com preguiça de procurar kkkk Foi contra o f-16c block 30 se não me engano, lembro que a maior que reclamação dos pilotos do f-5 era a falta de potência das turbinas.

  2. Bom. Promissor. É bom manter boas relações com nosso irmãos das Américas, principalmente do Norte, para manter a paz nas Américas, cooperativamente e ligados por semelhanças culturais, e não pelas diferenças, cuidando de nossa sobrevivência como donos de nosso destino, opinião e ação. Boa sorte!

  3. Um aviador americano comentou com seu colega:

    “Eles (Fabianos) são ótimos caçadores” o colega retrucou:

    “E mágicos também” (apontando o Mike logo atrás).

    Bi-Campeões.

    Que sigam para o exercício.

    ET São (3) Mike’s na foto, correto.

    • Meu Amigo…

      Imagina a FAB indo de F-5 e KC390 pra RedFlag.

      Os KCs novos da USAF passando perrengue e o 390 com cheiro de fábrica conseguindo alguma façanha de disponibilidade lá.

      Me parece possível.

  4. Rafael.

    Eu TB queria ver um KC-390.

    Ainda uns R-99A, uns Tucanos, uns F-5 e e claro os futuros Gripens.

    Arriscaria até em querer ver uns AMX Modernizados.

    Uma pena não temos tudo isso para colocar num exercício como este.

  5. Qual seria o motivo da escolha do Pacau?
    Estaria a USAF pensando em fortalecer laços com os vizinhos de Maduro?
    Particularmente, não acredito que os americanos dão ponto sem nó…

        • Acredito que a escolha pelo 1GAV4 não tenha sido feita pelos americanos e sim pela própria FAB, pois aquele esquadrão reune o que há de melhor e mais experiente em termos de recursos humanos quando o assunto é combate BVR, principal requisito para se operar lá é ser instrutor de F-5 com uma quantia mínima de horas de voo na aeronave na cada das centenas de horas….

  6. Os pilotos americanos não acreditam quando olham para a FAB , e devem pensar, um país tão rico com este.
    E tem uma população gado, q só quer saber d zap e face.

  7. Alguém sabe me dizer para que o nosso país precisa de 320 mil homens nas forças armadas?
    Eu me perguntei hoje, não estanos em risco de guerra com ninguém, não temos equipamentos no estado de arte .
    Porque a população brasileira tem q sustentar 320 mil homens nos quartéis ??

    • Por que não se criam forças armadas da noite para o dia. Ou o senhor acha que, quando surgir um conflito (e isso irá ocorrer), poderemos em 2 dias criar forças para nos protegermos? Isso faz parte de um projeto de estado, e não podemos olhar para esse projeto pensando em 3 anos adiante.

      • Concordo com vc disse até certo ponto, mas como eeu disse não tem risco d guerra com os nossos vizinhos . Só para lembrar, guerra se ganha como missil de longo alcance, radares , aviões e não com monte de homens sem a hj armas!
        Metade do orçamento d forças armadas são para pagar salário. Nesse caso é melhor ter metade disso e investir em equipamentos para vigiar as fronteiras . Evitar q armas e drogas entre no país.

    • Com a devida licença essa pergunta seria mais adequada, sobre a quantidade de deputados e senadores acampados no Congresso Nacional. Aposto que o dinheiro gasto para sustenta-los, além dos seus agregados, considerando custo x benefício seria infinitamente maior do que o sustento dos 320 mil homens nos quartéis.
      Abraços

      • Concordo com vc disse até certo ponto, mas como eeu disse não tem risco d guerra com os nossos vizinhos . Só para lembrar, guerra se ganha como missil de longo alcance, radares , aviões e não com monte de homens sem armas!
        70 % do orçamento d forças armadas são para pagar salário. Nesse caso é melhor ter menos d metade do efetivo , porém bem preparado e com mais equipamentos para vigiar as fronteira e mares. No meu ponto d vista está gastando muito para nada!

        • Que solução simples, né Vinicius? Como o MinDef não pensou nisso antes? E nessa sua brilhante linha de raciocínio, por que a PMSP tem 120 mil homens e mulheres?

          • Rinaldo Nery, vc matou a charada !!!!!vc disse q PMSP TEM 120 mil, pois é , veja que os PM estao sendo usado diariamente, nao estao sobrando, existe esta necessidade! vc entendeu a diferença???
            vou te dar um exemplo, Israel , um país que esta cercado de inimigos por todos os lados . sabe quantos homens israel tem nas forças armada???? acredite !!!! sao 187 mil homens ja´incluido mulheres! . pegando seu raciocínio a população inteira de Israel era para ser das forças armada!!!! vc entendeu agora o meu questionamento ?????? viu como as coisas sao estranhas no Brasil??????

      • luiz antonio picholaro, se acha que o Congresso (Câmara+Senado+TCU), que consome 3.2% do Orçamento Geral da União é muito gasto, imagino que você diria do Poder Judiciário, que consome quase 11% e tem na completamente inútil e atrasada Justiça Trabalhista a campeão nos gastos com auxílio-moradia, em 2017, com quase R$ 200 milhões.

    • Vinicius, não sei se temos 320 mil homens mas particularmente não acredito no formato atual. Tem algum sentido sobre o ponto de vista militar, os tiros de guerra? Treinar dezenas de milhares de solados todos os anos, utilizando equipamento militar ultrapassado, tem algum sentido? Tem sentido em possuir milhares de militares no Rio de Janeiro?
      Mandar os soldados para um guerra, beira a irresponsabilidade e imoralidade, mal treinados, mal equipados, mal mobiliados.
      No geral, hoje as guerras são extremamente violentos, intensos mas curtos, na minha opinião seria muito mais interessante possuir um exercito menor (quem sabe até totalmente profissional), melhor equipado e treinado MAS estaremos pisando em motivos corporativos.
      Creio que o forum poderia ser utilizado para discutirmos estes assuntos e evitarmos guinadas politicas ouachismo ser considerado uma verdade por muitos.
      Tem sentido?

      • Equipamento ultrapassado… FAL eh FAL… em qq momento…

        Mal treinados? “tiro de guerra” eh pra ensinar o cara o q eh um fuzil e como se portar como soldado…

        Mandar soldados para uma guerra, qq guerra, nunca e bom, sobretudo se estiverem mal treinados, mal equipados etc… O que nao chega a ser o nosso caso.

        No começo da 2GM, a Franca tinha esse pensamento, inclusive, dizem muitos, q possuia o melhor caça da Europa… Peq exercito, poucos caças, foi rapidamente dominada…

        Esses “exercitos” menores q tu se refere, ja existem: Forças especiais, PQDTs, caçadores, fuzileiros navais, etc….

        Mas, quem “ganhou” a 2GM foi o desembarque maciço no dia “D” e nao “peq tropas”(sic!), como o Sr sugere…

        As tropas Paraguaias eram menores e muito mais bem treinadas e equipadas… Quem ganhou?

        Ta chato ler post irresponsavel sem embasamento historico nenhum… so no “achismo”…

        entao… VA ESTUDAR!

        • O mundo é outro desde aquela época. Não tem muito sentindo força armadas grande igual a nossa, principalmente se não tem eminência de guerra. Só para lembrar , guerra se ganha com mísseis de precisão, aviões , navios , radares, satélites .

        • Sr Jorge,
          Qual a força armada moderna que ainda utiliza 7,62 como munição dos seus soldados? Fal é fal? Que besteira é esta?
          Qual a força armada que utiliza mosquefal? Nem guerra entre rebeldes na Africa ainda utilizam o mesmo. Por sinal, sabe quantos tiros um soldado dá no seu treinamento? Se isto é bem treinado. Marchar para que? Qual a serventia disto?
          Não existe exercito menor, são tropas especiais o que sr deve estar se referindo.
          Hoje em dia, não existem exércitos enormes como o sr se refere, quem ganhou as ultimas guerras? Não foram milhões de soldados, por sinal, na segunda grande guerra, era estimado que seriam necessários 3 soldados para cada um soldado na defesa. Nas guerras do Iraque e das Malvinas (algo bem mais atual) este número ficou entre 1 e 1,5.
          No mais, a 2GM não foi ganho por um desembarque maciço no dia D, foram feitos por fuzileiros navais que desembarcaram nas praias (Omaha foi o mais sangrento), e centenas de milhares de soldados, foram desembacados nas semanas posteriores em portos que foram transportados da Inglaterra. Todo o transporte de soldados, material, munição demoraram meses.
          Mais uma dica, guerras hoje, não duram anos e sim poucas semanas. Leia um pouco sobre rapid dominance ou choque e pavor e vai descobrir que ter milhares de soldados mal esquipados é equivalente a sentenciar um sujeito a morte.
          Então, o sr quem precisa estudar e não precisa estudar muito não, só um pouquinho, a guerra moderna mudou e muito.

      • Veja bem, mais d metade d orçamento das forças armadas é para pagar salários! Aí, falta dinheiro para comprar equipamento para vigiar as fronteiras, mares etc. O q adianta ter vários homens , sem radares, aviões, mísseis e navios? E drogas , armas ilegais entrando n fronteira por céu, mar e terra! Tem gente q acha q exército é cabide de emprego.

        • Já pensou no tamanho do território brasileiro? acha que 30 ou 40 mil são necessários para manter um país que cabe a Europa toda? 320 mil militares sendo muitos conscritos de serviço obrigatório. Nunca diga nunca, nunca diga que não entraremos em conflito, prefiro ter e não precisar a precisar e não ter!
          Como tu sabe que as forças armadas não tem os equipamentos que fala? tem um link para nos mostrar? Outra pergunta que te faço, se entra drogas aqui com as forças armadas tentando fazer bloqueios imagina com um efetivo menor, ja pensou nisso também?
          Outro detalhe, drogas entram em qualquer lugar, até no EUA que investe 700 bi em segurança e na maioria é so na fronteira com o México acha que nao vai entrar aqui que tem mais de 5000km de fronteiras com diversos países? entre eles Paraguai, Venezuela, Colombia, Uruguai?

    • Ja… e tb acho q sao muito poucos!

      E ninguem os “sustenta”, eles tem funçao importante na sociedade e ate superam as expectativas! ( Embraer, ITA, IME, dentre outros…)

      Pelo visto, es aluno de “federalzinha” (comunistinha-caviar) e nunca serviu as forças armadas ne? Nao sabe os serviços prestados pela mesma… O risco de vida que correm e muito menos os perigos externos q sofremos! Vide FARCs e demais!

      Antes de postar diarreias mentais como essa, ESTUDE!

      Se oriente!

      • Concordo com vc disse até certo ponto, mas como eeu disse não tem risco d guerra com os nossos vizinhos . Só para lembrar, guerra se ganha como missil de longo alcance, radares , aviões e não com monte de homens sem armas!
        70 % do orçamento d forças armadas são para pagar salário. Nesse caso é melhor ter menos d metade do efetivo , porém bem preparado e com mais equipamentos para vigiar as fronteira e mares. No meu ponto d vista está gastando muito para nada!

  8. Também teria vergonha de voar com os forever, é no museu que já deviam estar há muito tempo, sem dúvida que é um lindo avião, mas seu tempo já passou há décadas, aí a gente vê a Índia com centenas de caças modernos, com origem de vários países, só os melhores, é humilhante.

  9. Vamos pensar positivo, em breve o Gripen E/F chega, ai vai ser diferente! Podem anotar, assim que o Gripen estiver operacional a FAB vai ser a primeira força a ser chamada para o Red Flag vigente.
    Tal qual aconteceu com a introdução do Mike, os americanos adoram testar a capacidade dos “brinquedos” dos vizinhos rsrsrs, vai ser show de bola, capaz até de soltarem uns Raptors pelo meio do caminho rsrsrs.

    • Acho que é por isso que alguns caçadores ficam tão animados com esses treinamentos. Não duvido nada que alguns pensem em se aposentar ou dar baixa na FAB e ir trabalhar em uma empresa dessas.
      Com quanto anos um piloto de caça da FAB se aposenta ?

      • A turma atual que conta o tempo de EPCAR e AFA com 43 a 45 anos, mas como os novatos não poderão mais contar o tempo de estudante a idade de aposentadoria vai para uns 50 a 53 anos.
        Mas estas empresas tem muitos pilotos ex USAF, USNavy e USMC para contratar.

      • Militar não “se aposenta”: vai pra reserva remunerada. Quem se aposenta é civil. Um caçador só voa na caça até Major, a não ser que seja indicado cmt de UAE (Tenente Coronel). O tempo de serviço dos militares é de 30 anos (até o posto de Coronel). De Aspirante a Major são 11 anos.

        • Tenho um amigo que vai a Major esse ano ele é piloto do GDA. Depois que é promovido a Ten Cel se não for indicado a comandante de esquadrão k cara vai fazer só trabalho administrativo?

          • Sim, vai. Se for pra Natal, pode ser instrutor no 2°/5°, e se for pra AFA vai ministrar instrução pros Cadetes. Na USAF também é assim, a não ser que ele esteja numa Wing qualquer.

        • Respeitosamente, usei a expressão ‘aposentar’ pelo seu sentido amplamente compreendido, não pelo fato do militar poder romper seu vinculo com a FA onde atua. Sei que o militar fica na reserva remunerada disponível para eventual convocação.
          Se causei incomodo, peço sinceramente, desculpas pela expressão utilizada.

        • Cel Rinaldo, aproveitando o ensejo, o senhor poderia falar qual Força Aérea em termos de organização e doutrina mais influencia a FAB, isso claro se houver esse tipo de influência? E o que o Sr. achou dessa nova reorganização e os movimentos dos esquadrões?

          • Sempre foi a USAF, embora observemos o que se passa no Primeiro Mundo. Tivemos recentemente uma influência francesa (muito boa, por sinal), que nos levou ao planejamento de campanhas padrão OTAN e combate BVR, e emprego de AWACS em combate. Devido ao governo de esquerda, a USAF nos negou muitos cursos e intercâmbios, o que não ocorre mais. Estamos realizando o Curso de Planejamento Operacional lá.
            Quanto à reestruturação, há um consenso que foi muito atropelada. O COMAR 7 deveria ter sido um balão de ensaios, o que não ocorreu. Mas, agora tudo está se acertando. Só não concordo com redução de efetivo. Não há NENHUM estudo sério a respeito. O EB nem se coçou a respeito, e ninguém fala nada. Por que a FAB?
            As ALAS, guardadas as devidas proporções, são inspiradas nas Wing da USAF.

          • Em virtude da retórica inflamadamente antiamericana de alguns membros do governo passado, como era o caso do finado MAG e do ex-chanceler Celso “megalonanico” Amorim, não seria de estranhar que a USAF tivesse negado diversos cursos e intercâmbios.

  10. Caro Vinicius de, talvez se o brasileiro se importasse mais com o seu país, sendo melhores profissionais e, principalmente, melhores cidadãos, e menos com o seu umbigo, talvez o Brasil estivesse em melhor situação, a ponto de valorizar mais as suas forças armadas e de lhes proporcionar melhores condições de serviço, melhores equipamentos e melhores soldos. Talvez, se tivéssemos mais vontade de sermos honestos, comprometidos, vigilantes e mais participativos da vida política do país, TALVEZ conseguíssemos ver o quanto é importante termos forças armadas mais bem preparadas para termos poder de dissuasão. TALVEZ assim poderíamos nos dar ao luxo de ter um quantitativo menor.
    Sem contar que hj as forças armadas são os maiores empregadores de uma massa populacional desqualificada.
    Quem sabe começamos a nos importar menos com bolsá qualquer coisa e a nós importar mais com o Brasil.
    Fica a dica.

    Aos editores, peço desculpas pelas palavras em caixa alta, usada apenas para realçar.

  11. Prezado Vinicius dc
    A unico ponto que concordo com voce é o fato da grande maioria de brasileiros ficarem jogando tempo fora no whatsapp e ou Facebook. Infelizmente os que seria uma ferramenta para potencializar recursos, virou meio de comunicação de desocupados.
    Quanto às Forças Armadas, entendo que você poderia pesquisar melhor, sobre a função delas e o papel que representam para a sociedade consciente dos seus valores, dos seus objetivos e das suas aspirações.
    Uma não não precisa estar em guerra para manter suas forças armadas equipadas e preparadas. Quem não é capaz de se defender jamais poderá proteger seus valores e sua cultura.
    Abraços

    • Concordo com vc disse até certo ponto, mas como eeu disse não tem risco d guerra com os nossos vizinhos . Só para lembrar, guerra se ganha como missil de longo alcance, radares , aviões e não com monte de homens sem armas!
      70 % do orçamento d forças armadas são para pagar salário. Nesse caso é melhor ter menos d metade do efetivo , porém bem preparado e com mais equipamentos para vigiar as fronteira e mares. No meu ponto d vista está gastando muito para nada!

  12. Não vejo nenhum motivo para sentirmos vergonha em participarmos de excercícios desse tipo ou quaisquer outros com equipamentos inferiores, mesmo porque, segundo se sabe, nossos pilotos deram canseira na RED FLAG, tanto com os MIKE como com os A-1 nas vezes em que participaram. NA CRUZEX, os MIKE em sua estréia fizeram estragos (perguntem aos franceses).
    Pelo contrário, devemos sentir tranquilidade em participar, pois a FAB ja provou o que sabe fazer em situação de inferioridade de equipamento. Para Lutar com equipamentos superiores, não precisam da FAB, pois qualquer zébiriba com treinamento tambem faz.

  13. F5. KC 390 ? , tucanos ? Não Os gringos não querem no Red Flag só equipamentos ,isso eles tem de sobra . Querem mesmo cérebros e os melhores caçadores. Ou vc acham que iriam convidar peões amadores que levariam só pangarés pro rodeio ?

  14. O F5 no Red Flag é motivo de orgulho por duas razões:
    1- mostra a capacidade de aviadores e mecânicos em manter esses aviões prontos e operando com excelência.
    2- mostra a capacidade de engenharia da Força Aérea e empresas nacionais em manter o vetor tecnologicamente atualizado.

    Em outro post, falei da admiração que tenho pelos uruguaios cumprirem sua missão com os A37, no caso da FAB a admiração é em dobro.

    • Lembro de um vídeo (no youtube sobre os EUA se recusarem a repassar técnologia) de um oficial do CTA dizendo “conhecemos mais o F-5 que a própria Northrop”

  15. “…empresas nacionais em manter o vetor tecnologicamente atualizado.”

    Err…, a empresa que fez isto é israelense.
    A empresa nacional que tentou faze-lo, se deu bem mau.
    Tanto que ninguém contrata dela, nada referente ao F-5.

  16. O cabresto não permite adquirir Su-27 ou Su-30 usados da Rússia. Com certeza estaríamos melhor servidos e sem este abismo operacional perante todos os países do ocidente. Até caças chineses seriam de extrema valia para diminuirmos esta diferençam

  17. Em matéria de doutrina , treinamento a FAB não deixa a desejar para nenhuma chamada ” grande potência” , eles nos apoiaram no Haiti e eram extremamente profissionais , falta mesmo é melhores aviões o que vai ser suprido em breve com a chegada do Gripen .

  18. Buenas

    Por mais defasado que esteja nossa frota, melhor aprender com os americanos do que com os cuca…

    Cruzex hoje é mais dissuasão do que aprendizado (lógico que o treinamento vale mas, a que custo?). O que ainda pega em termos de doutrina ainda acho que é helicópteros e transporte (cada um ópera de um jeito, diferente da caça que da pra montar uma esquadrilha com um piloto de cada esquadrão).

    Nas demais aviações a operação de cada esquadrão acaba sendo bem diferente, e cada um puxa a brasa pro seu lado. Ainda carece de mais padronização. Mais vale (na minha opinião) gastar com treinamento pros esquadrões de transporte e helicóptero do que com cuca… e manda os Fighter pros EUA ou OTAN.

  19. O F-5M não pode ser subestimado, principalmente no combate a curto alcance, nossos F-5 estão dotados de sistemas de ponta de fabricação israelense e integração nacional pela Aeroeletronica, inclusive o sistema Dash no capacete do piloto, com o apoio dos E-99A e a perícia dos pilotos pode-se conseguir resultados bons mesmo contra caças de plataformas superiores. O que foi dito na última Cruzex foi que nós aguentamos muito bem o tranco, o problema é por quanto tempo conseguiríamos aguentar devido as próprias limitações do F-5, não pela tecnologia embarcada nele.

    Em tempo, será qua já temos pelo menos 12 F-5 operacionais em Manaus? Um esquadrão completo?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here