Home Operações Aéreas Operação Serval no Mali: dispositivo ‘caça’ começa a voltar para casa

Operação Serval no Mali: dispositivo ‘caça’ começa a voltar para casa

358
0

Operação Serval - Rafale decola de volta à França - foto Min Def Francês

Cinco caças e um avião reabastecedor da Força Aérea Francesa deixaram a África, mas ainda restam doze aeronaves operando no Mali

Na última segunda-feira, 15 de abril, seis aeronaves da Força Aérea Francesa deixaram o teatro de operações do Mali para retornar a suas bases na França. Naquele dia, deixaram a África três jatos de ataque Mirage 2000 D, dois caças Rafale e um avião de reabastecimento em voo Boeing C135, como parte da retirada da Operação Serval, a intervenção francesa no Mali.

Segundo nota do Ministério da Defesa Francês divulgada no dia 16, todos os cinco aviões de combate desengajados participaram dia e noite, desde o início das operações, de ataques precisos e “brutais” a alvos inimigos identificados e validados como depósitos logísticos, veículos e centros de treinamento de grupos terroristas. O quadrimotor C135 também contribuiu para o sucesso das missões, garantindo o reabastecimento em voo dos caças.

Operação Serval - Mirage 2000 D taxia para decolar de volta à França - foto Min Def Francês

Operação Serval - Mirage 2000 D em preparativos para voltar à França - foto Min Def Francês

Os três Mirage 2000 D, que estavam estacionados em Bamako, voltaram para seus esquadrões da Base Aérea 133 de Nancy. Os dois caças Rafale, que operaram a partir de N’Djamena, decolaram rumo à Base Aérea 113 em Saint-Dizier. Já o Boeing C135 voltou à Base Aérea 125 de Istres, e na rota de retorno reabasteceu em voo os outros jatos.

Operação Serval - Mirage 2000 D decola de volta à França - foto 2 Min Def Francês

Operação Serval - Mirage 2000 D decola de volta à França - foto Min Def Francês

Esse retorno das aeronaves faz parte do processo de retirada francesa do Mali, em concordância com decisões anunciadas pelo presidente da República François Hollande em 28 de março. Doravante, o dispositivo “caça “da Operação Serval passa a consistir de seis caças Rafale, três jatos de ataque Mirage 2000 D e três reabastecedores C135.

Operação Serval - Boeing C-135  decola de volta à França - foto Min Def Francês

FONTE / FOTOS: Ministério da Defesa da França (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments