Home Aviação Civil Voa segundo protótipo do Legacy 500

Voa segundo protótipo do Legacy 500

206
8

Legacy 500_02 foto embraer

A Embraer realizou hoje o primeiro voo do segundo protótipo do Legacy 500. Primeiro jato executivo da categoria midsize a utilizar um sistema de comandos de voo totalmente eletrônico fly-by-wire, a aeronave ingressa agora oficialmente à campanha de ensaios em voo e certificação ao lado do protótipo 001 que realizou seu bem-sucedido voo inaugural em novembro de 2012.

“O programa de testes segue conforme o planejado e, com a realização do primeiro voo da segunda aeronave da série, a campanha de ensaios deste jato inovador irá acelerar”, disse Ernest Edwards, Presidente da Embraer – Aviação Executiva. “Os dados coletados deste primeiro voo são bastante favoráveis. O desempenho geral da aeronave e de seus sistemas superaram as expectativas”.

O Legacy 500 já voou 44 horas em 23 voos desde seu primeiro voo em 27 de novembro de 2012. Foram completados os testes de desempenho iniciais, incluindo características de voo, avaliação dos sistemas e partida dos motores em voo, bem como da unidade auxiliar de potência (APU, na sigla em inglês). No final de janeiro, a aeronave executou uma série de manobras de estol atingindo os resultados esperados. Relatórios indicam que os sistemas, desempenho e qualidade de voo são excelentes.

O segundo protótipo do Legacy 500 será dedicado primeiramente ao desenvolvimento e à certificação de sistemas. O programa de teste, assim como diversos outros trabalhos que continuam sendo realizados em paralelo, foi desenvolvido para garantir a maturidade da aeronave, seus sistemas, interior e o suporte ao cliente antes de iniciar as primeiras entregas em 2014. O programa de maturidade garante que os clientes tenham um início tranquilo em suas operações.

Primeiro projeto totalmente novo da categoria midsize dos últimos 15 anos, o Legacy 500 é o único jato executivo de médio porte com um sistema de comandos de voo totalmente eletrônico fly-by-wire, tecnologia que eleva a segurança, eficiência e o conforto do passageiro. Possui o maior alcance da categoria com 5.556 km e uma ampla cabine de 1,80 m de altura e piso plano.

Representando a próxima geração de jatos executivos dessa classe, o Legacy 500 oferece ainda a maior velocidade máxima de cruzeiro e a melhor pressurização de cabine.

A expectativa é a de que o Legacy 500 tenha o mesmo impacto revolucionário na aviação executiva como o que o setor de telecomunicações vivenciou com o advento do smartphone. A aeronave já é a ganhadora de quatro prêmios de design e inovação internacionais.

FONTE: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
7 anos atrás

A única coisa que ficou estranha foi o fundo verde na parte interna da tomada de ar dos motores.
O que a Embraer fica sempre devendo, no entanto, são as imagens das aeronaves, pouquíssimas, quando não raras, quanto mais vídeos.

glaison
glaison
7 anos atrás

Marcos, isso me lembra aquela tradição brasileira de considerar todos os desenvolvimentos nacionais como ultra sigilosos. Tudo é secreto.

Soyuz
Soyuz
7 anos atrás

O trabalho desenvolvido pela Embraer no segmento de aviação executiva é digno dos maiores elogios. Na ultima década ela ocupou quase todos os segmentos de mercado de aviação executiva, do VLJ com o Phenon-300 até o ultra large com o Lineage 1000. Foram sete a aeronaves em 3 famílias básicas, Phenon, Legacy e Lineage. Pouca gente concorre em quase todos os segmentos que a Embraer ocupou. A Bombardier por exemplo só consegue competir em quase todos os segmentos (exceto o VLJ) isto porque comprou a Learjet. Gulfstrean e Dassaut concorrem em menos segmentos, embora para sermos justos competem nos mais… Read more »

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Nesta página da Embraer é possível encontrar informações interessantes sobre toda a linha de “Executive Jets”, inclusive tabelas e infográficos comparativos esclarecedores:

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/legacy500_home.asp

Sds.

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Alguns dados básicos sobre o Embraer Legacy 500 A fonte é Wikipedia mesmo e um Embraer Press Release de 26 de dezembro de 2011. Características principais: – Tripulação: 2 (dois) – Capacidade: até 12 passageiros, 8 standard – Comprimento: 20,52 metros – Envergadura: 20,24 metros – Altura: 6,73 metros – Powerplant: 2x Honeywell HTF7500E Turbofan, – Potência: 29,1 kN ou 6,500 lbf de empuxo cada Performace: – Range/alcance: 5.556 km (3,452 mi; 3,000 nmi) a Mach 0.78 – Teto de serviço: 14.021 m (46,000 ft) (mas é certificado para 45,000 ft) – Taxa de subida: 19.1 m/s (3,750 ft/min) Interessante é comparar com outras aeronaves. Por exemplo, este Legacy 500 tem uma… Read more »

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Soyuz,

Levatei uma hipótese do “cão abanando o cachorro” na matéria
MTA no Aero India 2013, sobre uma possível influência da opção limitada de motorização influenciando o projeto russo-indiano.

Se vc tiver um tempinho gostaria de saber sua opnião.

Abç.,
Ivan.

Soyuz
Soyuz
7 anos atrás

Ola Ivan; Eu não comentei nada, porque concordo com você. Acho que é possível sim um MTA maior na sua configuração final em função do excesso de potência dos PS-90. Acho que também não pode ser descartada, embora seja pouco provável, uma redução de potência do motor em troca de maiores intervalos de manutenção. Os Chineses tiveram problemas similares com as turbinas russas do J-10, elas eram mais potentes que o necessário. Embora não exista uma posição oficial sobre isto é possível que as Al-31FN do J-10 utilizem o mesmo núcleo avançado das Al-31FM1 do Su-30 e 34, mantendo o… Read more »

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Ok!
Obrigado.