Home Força Aérea Brasileira 40 anos do segundo F-5E, e ele também continua voando por aqui

40 anos do segundo F-5E, e ele também continua voando por aqui

378
19

No dia 29 de dezembro de 1972 o F-5E 71-1418 (c/n R1002), a segunda aeronave de produção deste modelo específico, voou pela primeira vez.

Duas semanas antes o primeiro exemplar (71-1417) havia sido liberado para voo depois de permanecer três meses no chão em função de problemas no compressor do motor J85. Assim, o programa de ensaios virou o ano com duas aeronaves em condições de voo mas com restrições em relação a certos regimes.

Naquela época, os aviões haviam sido entregues à Joint Test Force (JTF) do AFFTC (Air Force Flight Test Center), baseado na Base Aérea de Edwards, Califórnia. O exemplar 1418 foi empregado numa série de ensaios com armamentos, como parte do programa “Peace Hawk IV” (compra de F-5E pela Arábia Saudita), incluindo lançamento de mísseis Maverick (nas fotos desta matéria podemos ver o 1418 carregando um casulo externo com canhão de 30mm e bombas LGB).

A aeronave 1418 também foi modificada em 1976 e recebeu uma LEX (extensão do bordo de ataque) que melhorava a estabilidade direcional/lateral.

Em 1988 a FAB adquiriu um lote de 22 caças F-5E usados da USAF (além de outros quatro F-5F), que operavam baseados em Willians AFB e Nellis AFB. Dentre os F-5E recebidos estava o “1418″, atual FAB 4857.

FOTOS: USAF

NOTA DO EDITOR: em agosto passado comemoramos os 40 anos do primeiro voo de um F-5E (veja nos links abaixo), que no momento passa por manutenção no PAMA-SP. Agora estamos comemorando o aniversário do segundo “quarentão da turma”. Até quando continuaremos com estas comemorações com os aviões na ativa que representam nosssa primeira linha de defesa aérea?

VEJA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Parabéns tio 4857, o senhor já está merecendo um descanso,já voo muito,me conte suas histótias, o senhor já esteve no vietnã?

Giordani
Giordani
7 anos atrás

So assim mesmo para ver a imagem de um Forevis-5 da FAB totalmente armado…
Cazuza ja’ cantava…eu nao tenho nada pra comemorar…

jacubao
jacubao
7 anos atrás

Eu não sei se vou rir ou chorar…

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Cara, se você armar nossos F-5 como esses dai, é capaz de as asas colapsarem.

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Se é para comemorar o aniversário de 40 anos, que seja desse “tiozinho”…

http://www.youtube.com/watch?v=TSSH-gvO-I0

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Poxa pessoal,vcs estão sendo injustos, nessa época ele era jovem podia carregar peso, agora ta velinho, tem bico de papagaio, lordose, artrite,artrose,tendinite,reumatismo,labirintite…não pode mais fazer isso,essa foto é antiga,kkkk:).Abçs

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Na segunda foto, aquele espeto de churrasco que ele leva a frente do radome está muto grande, alguém saberia dizer porque?Têm algum sensor por causa da configuração ou é para “Furar” o inimigo na falta de armas,kkkk?

Giordani
Giordani
7 anos atrás

O tal “espeto” é uma sonda. O Tubo de pitot está ali localizado e talvez algum sensor de guinada também instalado. É a melhor posição para um sensor tipo tubo de pitot, pois não sofre a influência da aerodinâmica do caça nem da camada limite. Esse tipo de sonda (muito longa) só é utilizada durante a fase de desenvolvimento do aparelho, sendo removido nos de série.

Ozawa
Ozawa
7 anos atrás

A todos os blogueiros: Feliz Ano Novo !

À caça da FAB… Felizes Anos Velhos ! O que ficou para trás esta sendo cada vez melhor do que vem pela frente…

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Nisso o Ozawa tem razão…talvez o melhor candidato para o “Fantasia-X³” fosse um DeLorean…

Até o Ano que vem!

sergiocintra
sergiocintra
7 anos atrás

Recente foi comemorado pela Marinha do Brasil, o aniversário do monitor “Parnaíba”, era o de no. 75, assim é costume no nosso Min. de Defesa bolos incendiários. Acostumem.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  sergiocintra
7 anos atrás

Sergio, apesar de entender o motivo da comparação, acho por bem lembrar aos demais leitores que nesse caso específico não dá pra comparar. O Parnaíba é apenas um único navio (mas pode-se dizer que é um navio único…), desenvolvido para utilização bem específica em rios, o que traz muito menos desgaste do que no mar. No seu teatro de operações do rio Paraguai, que é a fronteira fluvial com a Bolívia, Paraguai (e, indiretamente, com a Argentina quando em comissões rio abaixo) com a modernização do final dos anos 90 passou a não ter rivais por ali, tanto na combinação… Read more »

Ozawa
Ozawa
7 anos atrás

As FFAA brasileiras já há algum tempo não deveriam ser subordinadas ao Ministério da Defesa, mas ao Ministério da Cultura… Afinal, a este último são vinculados os museus do país…

São os dois lados da moeda. Se por um lado há o empobrecimento da defesa da nação, não se pode negar, por outro lado, o enriquecimento do país no acervo de seu patrimônio histórico e cultural…

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Giordani,sim no período de desenvolvimento sim,vemos isso no F-35, mas no caso do F-5 ,ele já esta estava desenvolvido,ou não?Por isso que perguntei se tinha algum sensor para aquela configuração específica,concerteza tinha, o” espeto” ficou muito grande,kkkkk.Abçs e obrigado pela ajuda!

Ozawa
Ozawa
7 anos atrás

OFF TOPIC… Ou presságio para a caça… Esse não tinha 40 anos… Mas já que caiu, ao menos ninguém, gravemente, se feriu.

http://oglobo.globo.com/videos/t/todos-os-videos/v/catalogo/2319024

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
7 anos atrás

Nunes Neto,

Na época (início da década de 1970), o F-5E ainda era uma nova versão recém-desenvolvida, ainda passando por testes diversos, ensaios com novas configurações possíveis de armamento no novo modelo, que tinha capacidade de carga bem maior que as versões F-5A e F-5C.

Daí o fato do texto citar que o exemplar em questão estava no “Joint Test Force (JTF) do AFFTC (Air Force Flight Test Center)”

Vader
7 anos atrás

Caras, não aguento mais falar ou ouvir falar de F-5…

Aloprou.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
7 anos atrás

Vader, podemos então mudar de assunto e falar do seu caça favorito:

http://www.youtube.com/watch?v=4ULmRhNJG0E

Porque tirando F-5, para a FAB pelo andar da carruagem qualquer outra coisa que não seja os velhos “bicudos” é ficção científica…

Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

Pode ser velho,mas é um avião muito bonito, e um projeto muito versátil. Também sou orfão do F-20 !!! hehehe