sábado, agosto 20, 2022

Gripen para o Brasil

Força Aérea de Israel aterra frota de F-35 após defeito nos assentos ejetáveis

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Força Aérea de Israel interrompe voos de treinamento devido a problema com os assentos ejetáveis ​​encontrados na frota militar do F-35 Joint Strike Fighter dos Estados Unidos

A Força Aérea de Israel interromperá os voos de treinamento para seus esquadrões de caças furtivos F-35 Adir depois que os militares dos Estados Unidos aterraram sua frota de caças F-35 Joint Strike Fighter por um problema com os assentos ejetáveis.

A decisão foi tomada pelo comandante-chefe da IAF Tomer Bar sábado (30) à noite. Toda a frota será avaliada nos próximos dias, com dois aviões examinados por dia por equipes da IAF que receberam equipamentos da Lockheed Martin.

Cada avião encontrado com assentos ejetáveis ​​funcionais retornará ao voo. Os aviões continuarão realizando missões durante as avaliações somente após autorização especial de Bar.

“As inspeções devem ser feitas de maneira rigorosa e completa para devolver a frota à plena competência, mantendo um alto padrão de segurança”, disse Bar, de acordo com um comunicado publicado pela Unidade do porta-voz da IDF.

A USAF aterrou os jatos devido a um dispositivo defeituoso acionado por cartucho dentro de seu assento de ejeção que impediria o piloto de ser capaz de sair da aeronave com segurança durante uma emergência.

No sábado, a IDF disse que “a força aérea recebeu informações sobre uma descoberta de falha segurança nos assentos ejetáveis ​​do F-35 que é avaliada como de baixo risco”, disse a Unidade do porta-voz da IDF, acrescentando que “uma diretiva foi recebida para realizar testes nos próximos 90 dias.

“Israel estava coordenando sua resposta com os militares dos EUA e o F-35 Joint Program Office”, continuaram os militares.

Israel possui 33 jatos avançados em dois esquadrões, o 116º Lions do Esquadrão Sul e o 140º Esquadrão Golden Eagle, com base na Base Aérea de Nevatim. A IAF também tem um terceiro esquadrão usado para treinamento.

Os jatos têm uma assinatura de radar extremamente baixa, permitindo que operem sem serem detectados nas profundezas do território inimigo. Desde que se tornou operacional em 2018, os esquadrões de F-35 realizaram missões na Faixa de Gaza e como parte da campanha de “guerra entre as guerras” de Israel.

A frota acabou de participar de um exercício internacional de uma semana com pilotos italianos de F-35, apelidado de “Lightning Shield”.

Em um comunicado, a Lockheed Martin disse que a empresa “continua trabalhando em estreita colaboração com o Joint Program Office e os clientes para garantir operações seguras e eficazes para a frota de F-35. Estamos auxiliando nas inspeções de assentos, quando apropriado, para apoiar o JPO recente e a direção do serviço.”

Qual era o problema?

O fabricante do assento, Martin-Baker, disse que o problema foi identificado pela primeira vez em abril, quando “uma anomalia foi descoberta” com um dos dispositivos nos assentos de um F-35 na Base Aérea de Hill, em Utah.

“Isso foi rapidamente rastreado até uma lacuna no processo de fabricação, que foi abordada e alterada”, acrescentou o comunicado.

De acordo com o Air Force Times, um mantenedor descobriu durante uma inspeção “que um cartucho de ejeção parecia suspeitosamente leve” e “após uma olhada mais de perto, o cartucho acabou perdendo sua carga explosiva que ejetaria o piloto com segurança”.

O cartucho usa pó de magnésio para inflamar o propulsor.

“Com muita cautela, as unidades do ACC executarão uma suspensão em 29 de julho para agilizar o processo de inspeção. Com base nos dados coletados dessas inspeções”, de acordo com a porta-voz do Comando de Combate Aéreo, Alexi Worley. “O ACC tomará a decisão de retomar as operações.”

O Air Force Times disse que na quarta-feira, cerca de 2.700 cartuchos de assento ejetável do F-35 foram testados e apenas três falhas foram descobertas.

FONTE: The Jerusalem Post

- Advertisement -

81 Comments

Subscribe
Notify of
guest

81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Henrique

“De acordo com o Air Force Times, um mantenedor descobriu durante uma inspeção “que um cartucho de ejeção parecia suspeitosamente leve” e “após uma olhada mais de perto, o cartucho acabou perdendo sua carga explosiva que ejetaria o piloto com segurança”.”
.

e onde será que foi parar a carga do cartucho? No cockpit do F35 ou na sala de manutenção ou pátio? kkkkk 

Last edited 18 dias atrás by Henrique
Chris

Como ele percebeu pelo peso, se supoe que nao havia aberturas… Provavelmente é falha na fabricacao de algum fornecedor do fabricante do assento !

Enfim… Entre 2.700 cartuchos, apenas três falhas foram descobertas !

É um item de seguranca… So sei que o fornecedor tem que fazer o recall !

E os demais avioes que usam assento da mesma marca… Tbem deveriam dar uma checada !

Last edited 16 dias atrás by Chris
Arthur

E qual é a novidade? Esse avião é uma porcaria. Há quinze anos estão tentando transformá-lo em algo parecido com um caça, um avião de combate que atenderia os requisitos da força aérea, marinha e fuzileiros. Este é o sucessor do A-10? Não é capaz de cumprir missão de coisa alguma. Não substituirá o A-10, F-18, F-16, F qualquer coisa. É um buraco sem fundo, um sumidouro de dinheiro. Volta e meia fica ‘groundeado’: tinta que descasca, motor, bugs, problemas com oxigênio e capacete, agora, assento ejetor. Belo caça de 5° geração: os pilotos desfrutarão de toda a tecnologia de… Read more »

Hank Voight

Porcaria aqui só o seu comentário…rs!

A propósito, cadê o Su-57?

Pablo

Nao pode falar mau de um caça agora?
Outra coisa, o que tem a ver o SU 57 com o F35?
Todo mundo sabe que o F35 é um kinder ovo, ta sempre apresentando uma surpresa nova!

Hank Voight

Qual foi a “surpresa” aqui quando se tratou de um problema alertado pelo próprio fabricante do assento ejetável do avião e que também afeta outras aeronaves?

Pablo

Surpresa com bugs, trem de pouso, motor, pintura e escambal.
É pouco pra ti? Fora o que nem lembro mais.
A reportagem falou do F35, o que o SU 57 tem a ver nessa história?
Segunda vez que pergunto.

Leonardo Bastos
Hank Voight

Como bom des0nesto intelectual você omite que esses problemas em sua maioria já foram superados, tanto que o F-35 é um avião que está em serviço e sendo usado em combate por Israel por exemplo….

Agora eu trouxe à baila o Su-57 pois a despeito de ser um aparelho “tipo 5G” que não passa de uma dúzia de protótipos sem motor e radar definitivos vocês adoram chamar de supermáquina….rsss

André Macedo

Desonesto intelectual? Os caras vendem um protótipo de caça, outros trouxas compram o protótipo e apontar os defeitos é “desonestidade intelectual”? Esse trambolho é groundeado umas 3 vezes por ano em países diferentes, e está em desenvolvimento há mais de 10 anos. Se é mesmo o supercaça que você se refere, porque então comprar com o Su-57?

Hank Voight

Como disse, fiz a comparação pelo fato de vocês acharem o Su-57, um avião sem radar e motor definitivos e sem RCS de caça 5G, um “supercaça”, talvez porque para vocês só baste o cobra de pugachev..kkkk

André Macedo

Nada disso, você fez a comparação porque não entende o mínimo sobre argumentação, inclusive foi você que trouxe o Su-57 pra conversa primeiro, você mesmo criou o argumento e o rebateu, tipo o Fragmentado.

Last edited 18 dias atrás by André Macedo
Pablo

Ninguém aqui ta querendo justificar as falhas de um com a desculpa de outro caça
Pode ta fazendo isso q tu falou, mas nao deixa de dar problema!

Chris

No fim das contas… O problema aqui se resume a torcida !

Mas aposto que quem gasta bilhoes neste avioes… Olha a coisa toda com todo cuidado !

Chris

Poder, pode ! O estranho é que so falam do F-35… Eqto tem uns 5a geracao famosos ai… Que nem sequer motor adequado ainda tem !

Enfim… Problemas acontecem com todos… Esse ai, nem é do aviao… E sim do fornecedor (Considero uma falha grave do controle de qualidade da empresa, e pode se estender a outros modelos) !

Last edited 16 dias atrás by Chris
Arthur

Tá anotada a porcaria do teu comentário Hank Voight. Aliás, como é que anda Chicago PD, meu caro anônimo? Sai mais uma temporada?

Hank Voight

Que bom que você está assistindo meu amigo! teremos mais uma temporada dando porrada nos vagabundos! tomara que vc goste….rs!

Last edited 18 dias atrás by Hank Voight
Luis Carlos

Esse Hank é o famigerado HMS Tireless.
Só aparece em comentários sobre Israel e Irã.

Luis Carlos

Israel não pode reclamar.
Como diz o ditado: ‘Cavalo dado não se olha os dentes’.

Agressor's

Porque não fazem o batismo de fogo desse abacaxi na Ucrânia então, como fizeram com o SU-57 ?

Salim

Nao faz Ucrânia porque força aerea russa desapareceu…. isto sim é um mistério… do lado mocreia/Criméia ataque ao solo de caças ucranianos… isto sim é um mistério. F35 e noticiado por qualquer evento, quem e do ramo conhece o histórico da aviação de caça e sabe que tem milhares de incidentes e posteriores revisões. Na aviação civil e o mesmo, pesquisem um pouco sobre retrofits urgentes com ou sem paralisação frota. F35 e o melhor do momento, vamos ver caça China em operação real, para mim e uma incógnita, espero não ver, porém e o único modo de ter alguma… Read more »

Bruno Vinícius

Tão porcaria que ganha todas as competições em que participa. Você deveria mandar seu CV para o Pentágono e equivalentes dos mais de 10 operadores do F-35, claramente você sabe avaliar melhor os caças do que os militares que lá trabalham.

Jefferson Ferreira

Isso não quer dizer nada. Se um país tem oportunidade de comprar de outro com juros subsidiados, um pacote de ajuda e outras coisas que são interessantes par ele não é pelo produto em si e sim pelo “suporte/parceria” que acompanha…

O F35 só vai mostrar o seu valor quando for usado em combate real, se for um dia… Porque quando o negócio aperta, até o momento, os países que tem f35 utilizam outros vetores como f15, f16, f18….

leandro

as baterias antiaereas russas na siria discordam do seu comentario…

André Macedo

Ainda essa historinha? A Rússia está na Síria pra lutar contra os rebeldes, não pra combater Israel ou outros países lá, ninguém vai entrar numa guerra nuclear por causa da Síria.

leandro

Não é historinha…tem até video do missil se aproximando do pantsir…vi imagem disso aqui na trilogia…basta procurar, mas pra quem quer se enganar…

André Macedo

Pantsir operado por quem? Russos ou sírios? Tem uma diferença grande aí, até porque se Israel estivesse destruindo equipamento russo seria uma declaração de guerra há anos, a situação é mais complexa do que os argumentos rasos que você apresenta.

Agressor's

Só estão adquirindo por razões políticas….

Bruno Vinícius

Se fosse só por razões políticas poderiam comprar o F-15 ou o F-18

Last edited 17 dias atrás by Bruno Vinícius
glasquis7

E qual é a novidade? Esse avião é uma porcaria….”

É, deve ser por isso que está vendendo que nem água, mesmo tendo um custo de aquisição e operação altíssimos.

Nascimento

Até droga vende que nem água, nem por isso quer dizer que é boa. O F-104 também vendeu muito.

O F-35 é bom sim, o problema foi mais de gestão de projeto, mudaram tanto os requisitos e desenvolveram tanta coisa inútil como o capacete chique e o tren de pouso fresco, além de aumentar a capacidade de baia interna de armas, o que custou muita grana de reengenharia.

glasquis7

nem por isso quer dizer que é boa.”

Depende, cumpre bem a função pra qual foi feita?

Pontos de vista.

Victor Filipe

O Custo de aquisição por unidade dele ta chegando no do Gripen…

glasquis7

ta chegando no do Gripen…”

Que não foi barato mas isto se deve principalmente á escala de produção de um e outro caça mas, segundo alguns, aquele que vende que nem água no deserto, é a maior furada da história… Vai entender.

Last edited 18 dias atrás by glasquis7
Henrique

se colocar o valor do caça e da tecnologia o custo passa o F35 pelado… agora tenta o mesmo acordo do Gripen com o F-35 pra ver se cada F35 um não sai um “Gerald Ford”

Carlos Campos

esse problema é menor de todos, o problema maior foi o pentágono aceitar esse avião sem ainda estar pronto e ter bastantes horas de voo em seu protótipo, entregaram o avião e nem o sistema ainda estava pronto, superou todos esses problemas e vai superar esse, a LM recebia dinheiro pelos problemas que ela criava nesse caça, deviam proibir ex oficiais de alta patente ir trabalharem nas empresas de armas.

Carlos Gallani

De 2700 falhou 3, TRÊS, para de drama que tu broxa mais que isso, a unica observação aqui é que vc ficou sabendo do defeito, em outros países isso não teria nem sido arrumado provavelmente!

Atirador 33

Com os meios ocidentais essas falhas vem a público, e os problemas encontrados são socializados entre os operadores, dando transparência e procurando por correções. Já nos demais países produtores, nunca são noticiados problemas em seus projetos, ainda que esses a maioria não tem operadores além de suas fronteiras.

Transparência é chave para manter esses meios eficientes e seguros.

SteelWing

e porque outros caças ocidentais não apresentam tantos defeitos então?, não vejo f-15, f-16, f-18, f-18 super hornet, f-22, eurofighter, rafale, gripen, com tantos problemas.F-35 é muito bom e inovador, mas claramente tem muitas falhas de design e projeto. Querer “abarcar o mundo” substituindo diversos caças para diversas forças com diferentes requisitos ( desde o o Harrier com o VTOL no voo vertical até o A-10 puro de ataque e apoio aéreo, além de f-16 e f-18). Antes que falem: ” ain, mas são 3 aviões diferentes, modelos A, B e C… Se fosse assim era melhor terem desenvolvido três… Read more »

Last edited 18 dias atrás by SteelWing
Carlos Campos

tu já viu como era o motor do F15? saiu quase uma gambiarra, o F22 parecia um buraco negro de recursos, todos eles tiveram problemas, mas nenhum deu tanto problema quanto o F35.

Carlos Gallani

Deram mas vc não ficou sabendo pq a internet não existia e foram projetos tocados de forma bem mais discreta, arruela com defeito vende jornal se for de um F-35 então é isso!

Felipe Morais

Justamente. Os torcedores aqui acham que não é isso. Acham que veículos russos e chineses são perfeitos, sem falhas. O problema sempre foi a falta de transparência e as extensas campanhas de desinformação.

SteelWing

repetindo: e porque outros caças ocidentais não apresentam tantos defeitos então? Gripen NG, f-15 X, f-22 não tem tem essa lista infidável de defeitos.
claramente são falhas de projeto do f-35.

O blogue tá segurando meus comentários mas vou continuar tentando : Como vc queria que um caça de 4G tivesse os problemas de um de 5Gerezcao ! Isto não foi inteligente .

SteelWing

Então você concorda que o problema então é devido a complexidade do projeto, nao devido a imprensa noticiar

Victor Filipe

F-22 teve problemas sim quando saiu. e não foi pouco.

O novo F-15 é baseado em um projeto de 50 Anos então os principais problemas que ele teve foram solucionados la atrás e alguns dos que ele poderia ter foi solucionado com o F-35 (sim, vários sensores do F-35 vão ser usados no novo F-15

Gripen NG é baseado em uma aeronave que já teve mais de 25 anos de amadurecimento então é difícil que ela apresente problemas

SteelWing

isso mesmo, o que não pode é justificar os erro devido a imprensa noticiar.

Agressor's

Então porque coaptaram os pilotos de F-22 para não expôr sobre os problemas nos OBGS desse caça, que estavam matando eles?

Last edited 18 dias atrás by Agressor's
Z Renato Vilhena Z

Ai, ai… os dentes do Sião… da verdadeira capital do Império do Mundo… são então estes ai? Acho isto ótimo.

Last edited 18 dias atrás by Z Renato Vilhena Z
Hank Voight

O que não foi dito pela matéria é que o problema não afeta apenas o F-35 mas também outros aparelhos como o F/A-18 Super Hornet da Marinha e os T-6 e T-38 da USAF

L G

Vamos ver quem irá piscar primeiro e recuar EUA ou China. Se a presidenta da câmara dos deputados dos EUA visitar Taiwan e nada acontecer a China ficou com medo. Se a presidenta da câmara dos EUA cancelar a visita a Taiwan os EUA amarelou e estará acabado sem moral. Infelizmente haverá uma terceira G mundial nuclear. Estamos perto da decisão que irá mudar o mundo para sempre. Vamos estudar e aguardar pessoal.

Cicero

Olá L G,

Apesar de achar estranho pessoas almejarem um conflito nuclear, como se isso levasse a um lado ser o vencedor ou perdedor, entendo que realmente o mundo está chegando a ponto bem diferente da Guerra Fria. Hoje a China possui algo em torno de 300 ogivas, conforme divulgado em diversos sites, e os EUA algo em torno de 5.000 delas. Um cenário bem diferente das décadas 50/60/70.
Achei esse documento que leva em consideração essa distribuição de forças.
Boa leitura a todos.

https://scholar.princeton.edu/sites/default/files/dlogan/files/logan_david_-_the_varied_roads_to_armageddon_-_june_2020_3.pdf

Silvano

Imagina na guerra.

Numa matéria mais completa que li a umas 2 semanas atrás citam que no Eurofigther também foi encontrado cartuchos leves nos seus assentos ejetores , o pessoal da MB tá economizando na pólvora, na Europa tiveram que bancar todas as trocas de cartucho pois muitos estavam fora do padrão !

glasquis7

É importante ressaltar que o problema é com o assento injetável e não com o caça em si.

O assento é um componente do caça mas, não é produzido junto.

Silvano

Obrigado, por aqui ninguém sabia disso.

glasquis7

Eu sei, postei pensando em vc mesmo.

Nunca falta o elo perdido que responde né?

Mateus

Ele precisa defender ferozmente o F-35, já que em 30 ou 40 anos o Chile vai comprar os F-35 da Holanda

glasquis7

Ele precisa defender ferozmente o F-35″

Não preciso defender caça nenhum, muito menos o F 35. Ele se defende sozinho.

já que em 30 ou 40 anos o Chile vai comprar os F-35 da Holanda”

É, Mãe Diná é brasileira mesmo. Quem sabe algum dia o Chile compre aquele caça que “É demais pro Brasil”

KKK

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc2103200812.htm

André Macedo

Agora não se defende, tá groundeado pra variar.

glasquis7

Mesmo assim, ele é o caça 5ta geração mais vendido da historia.

André Macedo

Um especialista em marketing consegue vender um avião caindo e pegando fogo, esse argumento de venda é uma tosqueira sem tamanho kkkkkk

glasquis7

Um especialista em marketing consegue vender um avião caindo e pegando fogo”

Não pra um especialista.

André Macedo

F-35 é o famoso “muita mídia, pouco futebol”.

Mateus

Se é demais para o Brasil, imagine para o Chile que não conseguiu 600 milhões para “modernizar” alguns velhos F-16

Erick Barros

Ressalto novamente, que o problema é com o assento ejetável e não com o caça em si.

Assento injetável? É por isso que ta com problemas…

glasquis7

Agora que eu vi. “injetável” leia-se “EJETÁVEL”. Corretor de celular tem dessas.

Saldanha da Gama

” Ejetável “

Luis Carlos

Depois dos graves problemas nos motores, agora mais essa?

Hank Voight

Antes um avião operacional como é o F-35 do que um avião que não passa de uma dúzia de protótipos sem motor e radar definitivos como é o Su-57 né Xings!?

Agressor's

Muita propaganda como sempre fazem os estadunidenses!! tudo deles são impressionantes, destruidores, inigualável, superior e etc…

Agressor's

A propaganda faz a diferença, mas não a qualidade… 😉

Eduardo Angelo Pasin

Maravilha, um dos momentos de maior tenção no oriente médio e jóia da sua força aéria parada em solo.

Luis Carlos

Agora imagine quando um governo islâmico radical derrubar a monarquia saudita e ameaçar Israel com centenas de Fc-31 fabricados por esses monarcas em conjunto com a China

Luis Carlos

Não é?
Igual o F-35 que cheio de problemas é ‘tipo operacional’.

Hank Voight

O F-35 está em serviço e foi usado em combate, ao contrário dos “Tipo 5G” de China e Rússia Xings….

Aceite….

Rinaldo Nery

Tensão…

Cesar

Esse não precisa de outro avião para botar medo e deixá-lo no chão.

Aéreo

Existem alguns mantras na engenharia aeronáutica que podem ser assim resumidos. 1.      É mais fácil transformar um avião originalmente projetado para missões ar-ar em um avião ar solo do que do contrário. 2.      É mais fácil transformar um avião naval em avião terrestre do que o contrário. 3.      Requisitos amplos, gera custos e riscos amplos. 4.      Concorrência gera redução de custos e melhoria da qualidade. Se o F-35 contrária estes mantras. a)      O avião começou como Joint Strike Fighters, avião de ataque conjunto, em uma época onde se imaginava que a superioridade aérea seria papel dos F-22. O protótipo da Boeing na concorrência, o X-32… Read more »

Tutor

O projeto militar mais caro da histórica está se esforçando para garantir que não perderá esse título. O complicado é que já está em um estágio sem volta, agora é bancar qualquer coisa que sair errado, e torrar quantos bilhões forem necessário.
Me lembra aquela história do mato: Alto demais para carpir, baixo demais para roçar e molhado para botar fogo.

Icarus

I$rahell, a nação do mal.

Últimas Notícias

VÍDEO: 53º aniversário da Embraer

Comemoramos hoje o 53º aniversário da Embraer! São mais de cinco décadas superando desafios e fomentando a inovação à...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -