quinta-feira, agosto 11, 2022

Gripen para o Brasil

Proposta sueca à República Tcheca: compre Gripen E e ganhe C/D

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo embaixador sueco na República Tcheca, no caso de compra do novo Gripen E os tchecos podem ficar de graça com os 14 caças Gripen C/D que atualmente alugam da Suécia

Matéria atualizada em 1/7/22 às 15h15

A Rádio Praga Internacional informou nesta quinta-feira, 30 de junho, que a Suécia está pronta para oferecer à República Tcheca, de graça, os 14 caças Gripen C/D que o país aluga dos suecos, caso optem por comprar o Gripen E ao final do período de leasing. A informação foi dada pelo embaixador sueco, Fredrik Jörgensen, em entrevista à Agência de Notícias Tcheca.

A Força Aérea da República Tcheca fez um acordo com a sueca Saab para leasing de 12 caças Saab Gripen C, monopostos, e 2 Gripen D, bipostos, em junho de 2004, e começou a receber as aeronaves já no ano seguinte. O contrato, que permitiu voarem cerca de 30.000 horas até hoje, foi renovado em 2015, incluindo modernização para a versão MS20, com capacidade ar-solo melhorada para uso de bombas guiadas a laser, além de novos modos ar-ar para o radar. O contrato vencerá em 2027, ainda que exista a opção de estendê-lo por mais dois anos, ao invés de renovar.

Tchecos querem ampliar frota de caças e decidir logo – concorrentes da Saab se mexem

Como ocorreu na última vez em que o prazo para renovação do aluguel se aproximava, concorrentes passaram a se movimentar para oferecer alternativas aos tchecos. Desta vez, um dos postulantes é o caça americano Lockheed Martin F-35, de quinta geração, conforme notícias recentes, que também deram conta da intenção tcheca de ampliar sua força de caças supersônicos para 24 aviões.

As informações sobre as necessidades da Força Aérea da República Tcheca foram explicitadas pela ministra da Defesa Jana Černochová, conforme notícia publicada na versão online do jornal tcheco DNES (iDNES). A ministra afirmou que pretende decidir o futuro da frota de caças o mais breve possível, e que já recebeu uma recomendação militar para futuras ações. Espera-se que o governo tcheco trate do assunto nas próximas semanas, o que inclui a possibilidade de ampliar a frota para 24 caças, e há conversações a respeito do F-35, segundo a matéria do iDNES.

Com a proposta sueca de oferecer o Gripen E para compra, incluindo os 14 jatos C/D atualmente alugados como “brinde”, teoricamente essa quantidade de 24 aeronaves seria obtida com a aquisição efetiva de apenas 10 aviões Gripen E novos, a um custo muito mais convidativo do que um contrato de 24 aeronaves F-35 – ainda que estes últimos sejam caças furtivos de 5ª geração, enquanto o Gripen C/D é um caça de 4ª geração, sendo o modelo E considerado como “4ª++”. Não foi informada, porém, a quantidade exata de jatos Gripen E que precisariam ser comprados para fazer valer a cessão dos atuais 14 Gripen C/D tchecos.

Embaixador sueco promete entregas rápidas e enfatiza economia

Ainda segundo o embaixador Jörgensen, as entregas de novos caças Gripen E será rápida caso os tchecos aceitem a oferta, com a vantagem adicional de praticamente não haver mudanças na infraestrutura já existente para apoio aos atuais 14 caças C e D. Estes também seriam modernizados para o padrão mais recente dessas versões, ao qual foram elevados, nos últimos anos, os exemplares em serviço na Força Aérea Sueca.

Sobre esses prazos, a matéria do iDNES trouxe mais detalhes informados por Jörgensen. De acordo com o embaixador, a modernização dos 14 caças atualmente em serviço na Força Aérea Tcheca seria completada em um ano, e a produção dos novos Gripen E que forem contratados levaria entre um ano e um ano e meio adicionais – presume-se assim que todo o processo de renovar a frota tcheca de caças supersônicos com Gripen E e Gripen C/D modernizados tomaria entre 2 anos e 2 anos e meio no total, conforme a quantidade de aeronaves novas a serem recebidas. “É uma transição relativamente rápida, qualquer outro sistema levaria muito mais tempo, isso é óbvio”, disse Jörgensen.

O embaixador sueco também comparou os custos de operação do Gripen com o de outras escolhas que os tchecos possam fazer, provavelmente (embora sem citar) referindo-se ao  F-35, sobre o qual houve notícias recentes de ser oferecido à República Tcheca: “Se você levar em consideração o custo de manter aviões no ar, nós estimamos que competidores custariam cinco vezes mais por hora de voo. Isso é, evidentemente, algo que precisa ser levado em conta”, disse Jörgensen.

Ministério da Defesa diz não saber da oferta sueca

Ainda segundo a matéria do iDNES, o Ministério da Defesa da República Tcheca reagiu com cautela às informações dadas pelo embaixador sueco, afirmando não saber nada sobre a oferta sueca. O embaixador afirmou, de fato, que a Suécia não tem mantido contato recentemente com os tchecos sobre o futuro da frota de caças do país.

Porém, entendendo que agora a República Tcheca pretende acelerar o processo, representantes suecos decidiram confirmar a proposta, segundo Jörgensen. Ele também disse que a Suécia está aberta para acordos intergovernamentais, assim como a acordos diretos entre o governo tcheco e a Saab, fabricante dos caças Gripen.

- Advertisement -

153 Comments

Subscribe
Notify of
guest

153 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Material arquivo

Proposta muito boa!
Eu aceitaria na condição 14 + 24 Gripen. Pois 24 parece pouco.
38 caças com os meus recursos inicialmente pensado, sem dor de cabeça.

Gustavo

Muito boa mesmo.
E com certeza não vai drenar o orçamento pelo baixo custo da hora de vôo.
Como você bem disse, 38 caças, para eles, está de ótimo tamanho. Extremamento moderno e dentro da realidade e ameaças da região.

Fabio Araujo

O país é não é tão grande!

Adunlucas

O lobby americano é forte. Provável que os tchecos fiquem com os F-35. Mas pra eles, que estão basicamente cercados por países Otan, comprar umas uns 12 a 18 e pronto. Estariam com uma força mais que suficiente. Acho que a quantidade 24 é porque o esquadrão típico dos F-35 é 24. Provavelmente com gripen um número menor seja suficiente. Comprar mais só pra garantir substituição quando os C/D envelhecerem

Kornet

E no Brasil como será:12,14,16,18 ou 33?

Camargoer.

Olá Nunão. Precisamos definir uma moeda de apostas… concordo que o $Boscos pode ser inadequado. Podemos usar $Nunões no PN, $Poggios no Aéreo e $Galantes no forte. Ou algo mais genérco, como $Pães, já que a gente tem o hábito de fazer muitas contas de padaria para estimar valores de navios e aviões. Melhor, $Kichutes, já que a gente faz muito chute de valor.

carvalho2008

rzrzrz…gostei….

carvalho2008

kkk positivei para valer como enquete…rzrzr

Camargoer.

Olá Nunão. Também gosto dos Kichute$ como valor de aposta.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Faz sentido a observação , além disso o E/F tá bem servido de armas modernas e aviônicos , é bom lembrar que o Gripen dispensa maiores cuidados e pode operar em pistas mais rústicas , sendo fundamental em missões de interceptação ! A Suécia marcou toca , deveriam ter feito esta proposta agressiva meses atrás

Last edited 1 mês atrás by Teropode 🇺🇦Slava Ucraina
Nonato

Falaram em entrega rápida. Se eu fosse fabricante de um produto que é dificil vender (ou mesmo que fosse “fácil”, que nenhum é), não ficaria demorando a entregar. Ah, você quer 50 caças até ano que vem? Entrego! A Saab tem 18 mil funcionários, como amplamente divulga. A receita dela vem de qualquer venda de produtos que só se fecha negócio ocasionalmente (ninguém compra mísseis, fragatas, submarinos uma vez por ano). Então, surgindo o negócio, é entregar logo, caso seja do interesse e da necessidade do cliente. Lógico que depende de fornecedores, aos quais se aplica a mesma lógica. A… Read more »

RPiletti

Ah, você quer 50 caças até ano que vem?
Entrego!”
Me diz onde tu compra as tuas cartolas pra eu também fazer essas mágicas…

Camargoer.

Olá Nunão. Pois é. Eu também tenho este número na cabeça para a produção de um caça sofisticado. 2~2,5 anos, o que inclui neste período a contração da fabricação dos dispositivos e aviônicos (sensores, radares, motores, etc). Todos estes itens são feitos sob encomenda. Nenhum deles é produto de série.

Felipe Morais

Tem uns 2, 3 anos que o Nonato insiste em comparar fabricação de Caça com a fabricação de Corolas.

E ele se mantém firme nessa analogia “super pertinente”.

carvalho2008

uai…mas vi que a Toyota está sendo contratada para assessorar processo produtivo mesmo uai!!!!! o homi tava certo…rzrzrzrz

Gustavo

Não é nada simples construir e certificar um avião.
Se até carro, que são milhões de vezes mais simples,fazemos em massa por mais de 100 anos e ainda assim temos uma espera de até 120 dias… imagine algo bem mais complexo. sempre foi normal esperar por anos… comparação muito superficial, mas talvez esclareça a complexidade de se construir em massa algo que demande tecnologia de ponta.

Adriano Madureira

Mas agora o Gripen-E já deve ter conseguido todas as certificações, e a planta da Saab pode trabalhar em um ritmo maior,eu li que a planta da Saab em Linköping poderia entregar 10 Gripen por ano…



Henrique de Freitas

Dois de queijo e três de carne por favor.

Mcruel

Não confunda pão com avião. Cada um tem “tempo de cozimento” diferente.

Sensato

Proposta como essa não se vê todo dia. Pode até ser que eles recusem mas creio que as chances da venda acontecer aumentou substancialmente.

Jadson Cabral

Se recusa apenas para conseguir condições ainda melhores, seja da LM, seja da SAAB. Creio que dos suecos sejam mais fáceis e melhores, já que para a LM não é tanta vantagem assim vender apenas mais 24 unidades de um caça que já tem contrato de milhares. Quem precisa mesmo fazer essa venda é a SAAB. Novamente enfatizo, os tchecos sabem negociar, nós brasileiros não.

Material arquivo

Eu já acho que o Brasil fez certo na compra do Gripen, proposta mais realista. Assim como gepard, leopard 1, guarani, submarino e helicópteros francês etc…(época do PT, quando o foco era plano nacional de defesa, não motociata, cargos civis para militares, patrimonialismo e aumentos salariais).

Silvano

Por que não sai na rua? tem medo do que, afinal?

Sensato

“O foco era defesa”. Aham

Wellington R. Soares

Engraçado ver os defensores de políticos hahahah.

Falam como se algum deles pudesse mudar o rumo do Brasil kkk..

Brasil nunca foi bom e nunca será. Sempre fomos pobres, corruptos, de baixa cultura, etc…

Sempre seremos mais atrasados eu Europa, América do Norte e agora até da Ásia. Se vacilar a África passa a gente também rsrrr.

América do Sul e Latina não tem futuro !

Nelson Brasil

Não estamos defendendo políticos, defendemos quem luta pela nossa e pela sua liberdade.

EduardoSP

Esse lero-lero de liberdade.
Quem está ameaçando minha liberdade é quem ameaça dar golpe.

Rinaldo Nery

Explica pra mim que golpe é esse. Não é o STF que deu golpe, exorbitando suas funções?

EduardoSP

A exarcebação do papel do judiciário decorre da incapacidade dos outros poderes de fazer política .
O judiciário só age provocado. Se toda hora a disputa política é levada para as cortes, ao invés de ser resolvida no domínio político, é claro que o judiciário assume um protagonismo inadequado. Não existe vácuo na política. Dessa forma não adianta querer que o judiciário “se contenha”. Se ele fizer isso as questões levadas às cortes ficarão sem encaminhamento.
Falta o Congresso e o Executivo assumirem seu papel na resolução das questões de natureza política e deixarem o judiciário quieto

Jadson S. Cabral

Acho que ninguém deu golpe. Pelo menos não até o presente momento, embora alguns ameaçam o tempo inteiro

Wellington R. Soares

Nelson pare de ser alienado, ninguém defende a nossa liberdade, apenas interesses que fazem todos nós de massa de manobra.

Já tivemos governos de esquerda, centro e de direita, e incrivelmente nenhum deu certo e pronto !

É diferente dos EUA que mesmo revezando o lado o país continua andando pra frente, Europa é a mesma coisa.

Esse papo que o próximo governo será melhor sempre foi conversa fiada. Talvez existam governos menos piores no Brasil, mas falar que algum foi bom é ser muito tapado.

Cristiano GR

Ou pela nossa liberdade x pela nossa submissão a um sistema fracassado que oprimiu e continua oprimindo muitas pessoas no mundo com mentira e uma casta de governantes corruptos vide coreia do norte, cuba, etc.

Cristiano GR

au, au, au

au, au, au

au, au, au

Tio Sam e a rainha agradecem seu pensamento e formação negativa de opinião.

Wellington R. Soares

Talvez minha opinião esteja errado mesmo rsrr…
Brasil é tão bom que deixa EUA e Europa no chinelo rsrr…
Espero que o Brasil feche as fronteiras para conter a entrada de tantos Americanos e Europeus em nosso país, que estão atrás do “Sonho Brasileiro”.

Felipe Morais

Por favor, não coloque a compra do Gripen e do Guarani no mesmo balaio que o helicóptero francês e a megalomania de submarinos “nacionais” que compromete o já curto orçamento de investimento da MB.

Sniper

…a única defesa que o partido corruPTo fazia era a do crescimento do patrimônio dos seus dirigentes e da corrupção….mais nada.

Material arquivo

Desculpa. Eu sou o culpado, misturei PT e o resto foi junto.
Não vou repetir isso.

Nei

Porque nós não?

Camargoer.

Olá Jadson. Uma venda de 24 F35 seria da ordem de US$ 3 bilhões. É um valor expressivo para qualquer empresa, seja a Lockheed ou SAAB.

Jadson S. Cabral

É expressivo, mas o que a LM assim como o governo dos EUA estaria dispostos a oferecer para ela? Será que vale a pena? É como o caso do C-390 na Holanda. Será que valia a pena para a LM oferecer os mesmos acordos industriais que a Embraer aos holandeses? Para a Embraer é um ganho de capacidade, para a LM não. Uso como exemplo o próprio FX-2. Por que a Boeing não ofereceu mais vantagens que a SAAB? Para eles não valiam a pena investir tanto, transferir tanto, para um programa tão pequeno para eles. É nesse sentido que… Read more »

LucianoSR71

O problema p/ o Gripen E é que não é ele não concorre contra o F-35 apenas, concorre contra os EUA e como se já não bastasse o conhecido peso político e facilidades de financiamento, depois da invasão russa a Ucrânia, comprar F-35 é como contratar um serviço de segurança da melhor empresa de vigilância do mundo, o bandido sabe que se mexer c/ o cliente deles vai sofrer graves consequências.

Jadson Cabral

Mais ou menos tbm. Tem que pensar que para a LM vender mais 24 caças não fará quase diferença nenhuma, já que eles têm um contrato de milhares com o governo americano e outras centenas com diversos países ao redor do mundo. Independente das qualidades e problemas do F-35, por mérito ou por livre e espontânea pressão, o F-35 já é um campeão de vendas. Logo, para a LM, não é vantajoso oferecer muitos benefícios ou qualquer compensação em contratos pequenos assim. Já no caso da SAAB não, eles precisam desesperadamente vender e essa matéria é a prova. Nesse caso… Read more »

JSilva

A República Tcheca como integrante da Otan, nunca vai atuar sozinha numa guerra. No máximo vai fazer parte de uma grande força tarefa.
Eles deveriam analisar com carinho esta proposta, o Gripen tem todas as capacidades tecnológicas pra atuar em rede e com um custo operacional muito menor que o F-35.
E os recursos economizados poderiam ser empregados em outras áreas de defesa, como um bom sistema de defesa antiaérea.

Marcos Silva

“custo operacional muito menor que o F-35…”
Gostaria de saber de onde ,vcs,comentaristas de blogs da internet,tiram essas afirmações…

Camargoer.

Olá Marcos. Há muita documentação sobre isso. Por exemplo, https://stratpost.com/gripen-operational-cost-lowest-of-all-western-fighters-janes/

Von Richtoffen

Boa!

rui mendes

E é o que vão fazer, analisar a melhor proposta e a da Saab, é muito boa, quanto ao bom sistema de defesa aérea, eles já estão à espera do Spyder Israelita, assim como estão a analisar a compra de um novo MBT.

Last edited 1 mês atrás by rui mendes
Sensato

Ah é. Realmente os EUA vão se meter numa guerra, gastando bilhões por mês pra defender um cliente que comprou o equivalente ao que eles tem num mero navio dos fuzileiros navais. Confia.

Adriano RA

O Gripen E precisa mostrar, em exercícios, que entrega tudo o que promete. Se entregar, vai vender. Com o Rafale foi o mesmo.

Jadson Cabral

Entenderam como se negocia, senhores? Alguém mais consegue imaginar o que a Suécia nos ofereceria se ao invés de ir correndo anunciar que compraríamos um segundo lote de qualquer jeito, independente das condições, poderíamos considerar o F-35? Algum palpite? Vocês têm uma chance.

Silvano

Já falei aqui várias vezes, a compra desses aviões foi muito, mas muito mal negociada.

Não é nada contra o avião em si, mas que o acordo ficou muito aquém do que poderia ser alcançado em benefícios ao Brasil, isso está claríssimo hoje.

Nilo

Uma dedução, sem saber as reais condições do acordo do segundo lote e o nível de parceria estabelecido.

Zorann

E os 4 caças Gripen E a mais no primeiro lote?

Logicamente que houve negociações: fabricação dos Gripens F na Suécia…

Nostra

First flight of DRDO SWIFT TD (technology demonstrator) UCAV successfully conducted today

FWkM1eMWYAEcBwu.jpeg
Nostra
Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Deste laboratório certamente sairá um Bombardeiro stealth estratégico indiano , além é claro de alguns drones . Tive a impressão que há estabilizador vertical neste drone , será que ele se recolhe durante o vôo e é utilizado nas decolagens e pousos ?

Jadson Cabral

Se ao invés de atropelar as coisas e escancarar as intenções, assim como fizemos, nós disséssemos que estamos considerando o F-35 por ser um caça de 5 geração, que no cenário atual, bla bla bla e que o Gripen ficaria para depois, deixando a possibilidade de ficarmos apenas nesse lote, os suecos estariam nas nossas mãos, nos oferecendo muito mais vantagens e quem sabe até comprando KC-390. Mas disso e repito, brasileiro é boca aberta. Aqui a gente compra pelo preço anunciado e ainda ri de quem pechincha, de quem faz joguinho. Sigamos.

Saldanha da Gama

2!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Kornet

3, brasileiro gosta de parceria caracu.

Nilson

Depender, se for brasileiro das Minas Gerais, não compra sem desconto não. Se não der desconto a gente não compra, uai… kkkkkk

Henrique

Exato. A gente se apegou ao Gripen como se fosse um negócio nosso, que tínhamos que correr para viabilizar o negócio e não os suecos.

EduardoSP

15 anos para comprar e nós corremos?!

Saldanha da Gama

Se ainda houver tempo, cancelem a compra e anunciem o interesse no f35, su57 sei lá..
Vamos ver se a suécia tb irá nos ofertar uma boa proposta. Na hora de vender e caro pra gente, somos o parceiro, descartaram o kc390 por um inferior e fazem uma proposta dessas para os thecos….Havia um quadro no humor, décadas atrás que era o BRASILEIRO muito bonzinhooo ( otário, ou neste caso talvez muito esperto)

Bruno

Amigo, não descartaram o 390 por um inferior. Escolheram o C130J porque precisam das aeronaves pra anteontem! Só isso. Além de terem toda a logística já implementada. A fase lá pro aquelas bandas não tá fácil e não há tempo hábil pra prazos maiores de implementação.
Óbvio que torço pro 390 e muito, mas a realidade é essa.

Vamos ver um segundo lote de Gripens na FAB, uma futura aquisição de 390 por mais países e vida que segue.

Last edited 1 mês atrás by Bruno
Bruno

Ainda vou mais longe. Essa proposta da Rep. Checa tem tudo pra ajudar o 390. Imagina mais um país com a dupla Gripen / KC390 operando. É uma baita propaganda.

EduardoSP

Não vejo nada de mais na proposta Sueca. Os C/D são um contrato de leasing. Depois de 22 anos o valor será residual. Além do mais você não sabe quanto eles vão cobrar pelos E/F, entre outras coisas.

DanielJr

Praticamente a SAAB e o governo sueco estão dando as aeronaves para não ter que recebê-las de volta, mais fácil e melhor vender algumas e se livrar das antigas que eles não querem mais.

Estes 14 C/D sao a cara da Força aérea Filipina ….

Adriano Madureira

Fernando “Nunão” De Martini, semana passada eu já havia explicado para o Saldanha, mas acredito que ele acha que tudo não passa de uma traição dos suecos. Semana passada ele perguntou: “E aproveitando, por onde anda a tão falada parceria saab/Embraer, já que optaram pelos c130 ao invés dos K390″… Se eles optaram pelo C-130 Saldanha da Gama, foi devido aos atrasos do programa KC-390. A Suécia sempre mostrou interesse no KC-390,como alternativa para a substituição das suas aeronaves Hercules C-130,porém com os atrasos no cronograma de desenvolvimento eles não tiveram como esperar, pois o primeiro protótipo estava ainda em… Read more »

Allan Lemos

Se ainda houver tempo, cancelem a compra e anunciem o interesse no f35

E a multa?

Sou a favor de esquecerem um segundo lote de Gripens e comprarem 8-12 F-35s.

Cristiano GR

Bah, quer vira uma Índia?

Temos o orçamento militar da Índia?

Tu achas viável pagar a manutenção e as horas de voo do F35?

Tu achas bom ficar sempre dependendo do humor dos americanos e sempre com medo de embargo?

Tu achas vantajoso ter um caça que até parceiros americanos de longa data reclamaram de estarem sendo espionados por suas próprias aéronaves em horário em que elas deveriam estar desligadas em solo? Imagina durante as missões então.

Allan Lemos

Kkkkkk é só fazer um corte de pessoal que tem orçamento.

Quanto à espionagem, eles nos espionam com ou sem F-35, filhote. Não faz diferença nenhuma.

Adriano Madureira

“Vamos ver se a suécia tb irá nos ofertar uma boa proposta. Na hora de vender e caro pra gente, somos o parceiro, descartaram o kc390 por um inferior e fazem uma proposta dessas para os thecos”…. Saldanha da Gama,sério que você realmente acompanha sites de notícia de defesa ou será que você só presta atenção nas fotos?! É público e notório o fato dos suecos terem escolhidos os C-130 italianos ao invés dos KC-390… Basta você procurar aqui ou em outros veículos especializados em defesa. escrevi semana passada aqui o porquê da decisão, tudo se deu devido ao nosso… Read more »

Fabio Araujo

Esses 14 alugados já se pagaram! Foi uma boa jogada!

Nilton L Junior

Agora sim, se for isso mesmo é um baita negócio.

roberto

Concordo com um leitor que disse que a forma como já anunciamos interesse em um segundo lote pode ter sido uma forma errada de negociar.
O comprador nunca deve deixar o vendedor com a certeza de que vai comprar.
Esses 14 poderiam até ser interessante para a nossa marinha substituir os A4.
Dar a certeza a SAAB de que já vamos encomendar um segundo lote sem nenhuma licitação na época achei estranho e poderiamos aproveitar que eles estão com dificuldades em vender a outros países para barganhar melhor.
Qual o valor unitário desse segundo lote ?

Saldanha da Gama

Esses 14 poderiam até ser interessante para a nossa marinha substituir os A4. “
Pensei o mesmo….
abraços

Filipe Prestes

A Marinha muito provavelmente dispensaria visto que o Gripen não é um caça naval e o Gripen-M nunca saiu do papel. Se a desculpa da MB para manter operativos os vetustos A-4 é a doutrina, não faria sentido algum pensar no Gripen C/D mas talvez no Super Hornet e mesmo com este último não vislumbro razão para tal por motivos óbvios. A MB que lute.

Henrique

A MB merecia CPI. A frota é um verdadeiro museu e enquanto isso eles gastam vultosas quantias em aeronaves inúteis para a missão-fim da força ou em viaturas blindadas para o CFN.

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Fuzileiros navais precisam de blindados , os A4 são úteis para manter o pessoal treinado , abrir mão deles será um erro maior do que manter um número reduzido ! Cooperações com outras forças navais ocorrem por causa da proficiência dos Falcões !

Allan Lemos

s A4 são úteis para manter o pessoal treinado

Treinado em quê, cara pálida? Se nem mísseis antinavios ou bombas guiadas esses aviões carregam, para não falar que eles estão operando em terra, então nem treino de decolagem e aterrissagem adequado os pilotos estão tendo.

Quando e se a MB voltar a operar uma aviação de asa fixa embarcada, precisará formar aviadores navais e desenvolver doutrina do zero.

Esses A-4s só servem para sustentar o ego dos almirantes.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Vc tá equivocado , há pistas que imitam um convés de PA , nela os caras treinam toques curtos e arremetida e há os intercâmbios também , nossos Falcões praticam nestes intercâmbios voando o GOSHANK , vc está sendo muito radical e equivocado !!!

Allan Lemos

há pistas que imitam um convés de PA

A diferença entre pousar em uma pista imóvel e pousar em uma pista móvel é imensa. Isso para não mencionar o vento.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Citei também o GOSHANK , nele e no PA o ciclo se completa .

Allan Lemos

Cara, você ainda tá insistindo? Não existe essa de simular pouso e decolagem em terra, a não ser que você seja um novato.

Falar que uma pista em terra pode substituir a experiência de um PA é o mesmo que achar que o simulador da auto escola é igual a dirigir um carro de verdade.

E como eu já disse, esses aviões nâo carregam mísseis antinavio e nem bombas guiadas. Portanto, não existe nenhuma doutrina que possa ser desenvolvida e/ou mantida, só se for a de servir de alvo.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Os americanos fazem isto em suas bases navais , chineses praticam bastante antes de passarem para os PAs , os indianos fazem isto , franceses também , onde vc tirou que isto é irrelevante ?

Allan Lemos

Cara, todos os países que você citou têm porta-aviões operacionais. O Brasil não tem.

O cara treina em terra e depois em alto mar. Os brasileiros não podem oferecer o treinamento completo se não tem como o piloto treinar em alto mar. É tão difícil assim de entender?

Jadson S. Cabral

Treinando o quê, para quê e com qual ganho operacional? Porque não existe nenhuma previsão para substituirmos esses aviões e muito menos operamos um porta-aviões. E mesmo que a MB agora resolvesse atropelar as prioridades para compra ST seria um disparate. Eu acho que desde quando compramos esses A4 até a MB finalmente desativá-los nós teremos gastado mais que o necessário para criar um esquadrão do zero, com todo o pessoal necessário, desde os pilotos até o pessoal de apoio e manutenção. Portanto, não acho que essa desculpa de manter doutrina não faz muito sentido para mim. Mas o que… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Jadson S. Cabral
Jefferson Ferreira

De fato, afinal, o gripen não conseguiria pousar em um dos nossos portas aviões… -.-

Até a marinha ter outro porta aviões os gripens C/D só estarão disponíveis em um museu!

Rafael Oliveira

Acho engraçada essa história de manter a doutrina.
Quem vê pensa que a MB fez centenas de missões de treinamento com caças embarcados no MG e no SP, além de ter atuado em dezenas de batalhas em guerras.
Não duvido que os poucos pilotos da MB que operaram A-4 no MG ou no SP já estão de pijama em casa.
Quantos treinamentos com o A-4 ocorreram no MG e no SP? Em quais anos? Quantos pilotos voaram?
Dá para chamar de doutrina?

Jadson S. Cabral

Sim, Nunão, também acho que essas aeronaves aqui não ajudariam e ainda poderiam atrapalhar

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Não , não são interessantes , a Marinha mantém caças navais para manter doutrina e dar relevância as cooperações com outras forças aeronavais , participando de treinamentos em PA ….

Felipe Morais

Manter doutrina de que velho? Que coisa chata. Sempre quando se ventila algo que pode ser altamente oportuno, alguém vem falar que não se aplica a nossa força pq a parafuseta x não se aplica a doutrina escrita em pedra da Marinha. Diz aí, o que o A4 faz que um Gripen C/D não pode fazer? Para pô. A Marinha precisa é de um tratamento de choque imediatamente. Mudar muita coisa. Principalmente essa mentalidade fechada escrita em pedra que nunca pode mexer uma vírgula. Provavelmente não teremos um PA pelos próximos 50 anos. Qual a utilidade que o A4 poderia… Read more »

Felipe Morais

Eu, particularmente, não quero caça nenhum na MB. Nem A4, muito menos Gripen. Quero caça na FAB e navio na MB.

Meu comentário foi uma crítica a essa galera aqui que, sob um imenso preciosismo, fica inventando questão pra argumentar, por exemplo, que a MB está melhor de A4 do que estaria de Gripen C/D.

Em outras palavras, tem gente aqui que sempre invoca a “doutrina” para c#g#r regra que ou não existe ou pode ser facilmente modificada.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Não fale bobagem jovem , seu ódio tá te deixando cego , relaxe e aprenda um pouco com a história , seja paciente e evite bancar a mãe Dina !

Felipe Morais

Colega, bancando a mãe Dina pq? Por falar que não teremos um PA nos próximos 50 anos? Primeiro que eu usei a palavra “provavelmente”, que não indica uma previsão, mas sim uma probabilidade. Nesse sentido, diante da situação orçamentária da MB e do país como um todo, se você não acha muito improvável que a MB consiga comprar um PA, tem algo errado com sua percepção de realidade. A não ser que a MB resolva comprar um PA e concentrar toda sua navegação nele. Pq, na atual situação, se vacilar um pouco e demorar demais nas decisões, vai ficar sem… Read more »

Sensato

A dedução simples é óbvia é que não importa o que se faça, sempre tem um monte de gente pra reclamar.

EduardoSP

É essa praga da falta de raciocínio lógico que infesta a nação.
É como se as ideias fossem soltas no ar e você pudesse, a cada hora, pegar uma diferente. Como se não houvesse relações entre causas e efeitos, entre pressupostos e conclusões.
E isso somado à necessidade imparável de falar alguma coisa, qualquer coisa.
Quando se discute política então, isso é de dar nos nervos. As pessoas atiram para tudo quanto é lado, sem falar lé com cré.

Last edited 1 mês atrás by EduardoSP
Camargoer.

Olá Nunão. Tem uma história do Rui Barbosa sensacional. Pela manhã, ele fez uma defesa de um cliente no tribunal, vencendo a disputa para o seu cliente. Na mesma tarde, ele voltou no mesmo tribunal, com outro cliente e fez uma outra defesa para o mesmo juiz. Quando ele terminou, o juiz parabenizou mas completou. Dr Rui, o senhor fez uma defesa brilhante, mas a sua tese agora há tarde foi o contrário da sua defesa feita nesta manhã neste mesmo tribunal. Eu não entendo. Dai o Rui Barbosa completou “Meritíssimo, pela manhã eu estava equivocado”

Afonso

hhahahahahahaha muito bom

Rinaldo Nery

Nunão, o teclado aceita tudo! Aqui tem até especialista em COVID! Guerra na Ucrânia, então, nem vou comentar. Metade aqui deveria estar no Itamaraty!

Já que vc levantou esta lebre ; Seria interessante ( se não foi publicado algo semelhante ) se publicassem uma entrevista com o comando aéreo explicando a importância de manter a doutrina , citando os custos para se formar um caçador naval através do convênio com a USNAVY , acredito que isto traria luz para aqueles que amam criticar sem ter conhecimento de causa , fica a sugestão e já imagino o título : Poder aéreo visita o grupamento aéreo da Marinha …..

Rinaldo Nery

Chama-se Comando da Força Aeronaval. Comandado pelo Alte Fonseca, caçador formado no 2°/5°, filho do primeiro cmt do HU-2.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

Pois é ! Seria uma grande contribuição para o blogue , ele certamente tiraria as dúvidas quanto a doutrina e poderia falar dos intercâmbios dos caçadores , tem gente aí achando que se faz um caçador da noite para o dia , imagine um caçador embarcado então …..

Rinaldo Nery

Em 2008 estive no aniversário do VF-1, com um E-99, e ele era Capitão de Corveta lá. Conheci p pai dele em 1988. Fuzileiro Naval.

Felipe Morais

Nunão você fala em “tortuosidade” de pensamentos, num sentido de incoerência, dos que aqui comentam e criticam algumas ou várias decisões das forças. Falta falar tbm da incoerência das forças que custam muito (muito mesmo) dinheiro público. Você fala como se houvesse dois grupos. O 8, que defende compra de prateleira de tudo ou o 80, que defende a nacionalização de tudo, com Tot de tudo que se puder. Só que tem o grupo que gosta da ideia de ter um desenvolvimento tecnológico nacional, desde que seja viável e mantido. É o grupo que fica puto com todo o esforço… Read more »

Felipe Morais

E pra completar, vendo as respostas ao seu comentário: “falta inteligência”. “O teclado aceita tudo”. “Não sabem nada do que falam”. É extremamente engraçado dois grupos de pessoas: 1) o grupo que precisa concordar com o editor do site. É o editor, se ele falou está certo. Vou concordar. 2) o outro grupo é o grupo que invoca alguma característica técnica para se esquivar da questão principal. É o grupo que diz “Eles não entendem nada. Nao sabem nada da doutrina. Não sabem nada da tática. Não sabem nada da técnica”. E assim, em seus íntimos, eles deram uma adequada… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Felipe Morais
Henrique

Talvez não houvesse outra opção, mas eu acho um equívoco por parte da Saab de usar um motor americano no novo Gripen. Não teria sido possível usar o motor do Rafale por exemplo ou do Typhoon? Os americanos são mais restritivos que os europeus em relação à armamentos.

Teropode 🇺🇦Slava Ucraina

O motor utilizado pelo EF é o sonho de muitas forças aéreas , muitíssimo confiável , econômico e muito potente , a França nem sonha em pduzir algo semelhante , para um monomotor ele é sinônimo de segurança e poder !

Last edited 1 mês atrás by Teropode 🇺🇦Slava Ucraina
Henrique

Sugestão ao site: seria interessante um guia visual para ajudar a diferenciar as variantes do Gripen e mesmo as diferenças de um modelo para o outro da mesma variante.

Franklin

Não seria interessante a FAB verificar esses caças e dependendo das suas condições tentar negociar com a SAAB uma possível aquisição dos mesmos q apesar de serem usados é bem superior ao q temos atualmente (F5,Amx),aumentando o número desses vetores na força e talvez mais na frente modernizá-los p/ o padrão E.

Camargoer.

Olá Franklin. Creio que seria a aquisição de um esquadrão de F39C/D seria um erro para a FAB. Existem algumas células de F5E estocadas que poderiam ser modernizadas usando componentes de aviônica dos F5M retirados de serviço, mantendo toda a logística de manutenção, caso os F39E/F novos atrasem. O ideal é mesmo focar nos F39 novos.

Marcus Pedrinha Pádua

Fora o fato de que simplesmente não há como modernizar Gripen C para E. São estruturas com diferenças grandes.
Seria preciso uma reconstrução. Inviável.

Emmanuel

Já falei antes e volto a repetir, depois do segundo lote haverá o terceiro. Vinte e quatro aeronaves, totalizando 80 caças. Não trabalho na força aérea e nem na SAAB. Falo porque é um pensamento racional e dentro da realidade da FAB olhando de fora. Um lote maior, dois lotes menores. Fecha em um número redondo equipando quatro esquadrões com 20 aeronaves. Um ao Norte, outro no Sul, Brasília e Rio. 80 Gripen E são mais do que suficientes para atender as necessidades da FAB. Depois se pensa em 5ª geração. Quem sabe, uns 20 F-35 via FMS daqui uns… Read more »

Emmanuel

Valeu pela correção Nunão.
Seriam 14 aeronaves então. Vejo uma FAB com 80 Gripen E.

Hellen

Chegou a hora do governo sueco e da Saab entrar em ação para garantir mais venda do seu aviao com ofertas melhores ,por que os Países que estao decidindo comprar caças de 4++ geracao estão escolhendo o F-16 !!!
O F-16 e o f-35 ja tem fila de espera,quem comprar agora vai receber os avioes so em 2027 em diante !!!
Ja o gripen a linha de montagem ta prescisando de mais pedidos !!!

Last edited 1 mês atrás by Hellen
Marcelo

Quem comprar o Gripen tem a vantagem de receber a aeronave em 2023 ou 2024,com certeza a Suécia repassaria suas aeronaves ja contratadas para o cliente com certeza !!!!

Leandro Costa

Sabendo disso, o Brasil e a Embraer deveriam entrar em ação. Oferecendo melhores condições na aquisição de KC-390, caso is Tchecos aceitem essa proposta Sueca com certo número de JAS-39F dentro desse pacote, adoçando, mesmo que um pouco, essa proposta e a própria proposta de venda dos KC. Claro que tudo combinado antes com a Suécia.

É bom lembrar que mesmo o ‘F’ sendo fabricado na Suécia, receberemos alguns royalties em cada venda por sermos coautores dessa versão, sem falar em mais encomendas de componentes fabricados aqui, gerando emprego e renda aqui.

carvalho2008

correto

Jadson S. Cabral

Nós somos “coautores” do projeto? Achei que a gente tinha só financiado, bem como participado com técnicos e fornecendo peças. Não creio que esse tipo de participação venha a gerar qualquer royaltie para o Brasil. Nosso benefício seria exportar alguns componentes.

Foxtrot

Ou seja, “por favor, comprem e entrem para a lista de apenas dois operadores”.
Desespero é complicado.
Sei não, daqui há alguns anos uma certa republiqueta só sul do globo vai amargar grandemente suas péssimas escolhas !

Foxtrot

Pois é.
Temos que rezar para isso, já que fizeram a caga$#@&da novamente.
Fico abismado como nunca aprendemos nada.
Somo como um cão que vive correndo atrás do rabo.

rommelqe

Prezado Nunão: há alguma novidade a respeito dos Gripens sul africanos? Eles vão modernizar ou substituir ?

Luciano

País impressionante por vários motivos. Estive lá em 2013 visitando amigos e as distâncias são realmente curtas. De Praga pra Olomouc, no centro-nordeste, foi pouco mais de 2hr30m de trem. De Olomouc pra Brno, perto da fronteira com a Áustria, pouco mais de uma hora de ônibus. Assim, 38 gripen cobririam rapidamente pontos bem distantes do país, permitindo rápida resposta aérea.

carvalho2008

O Nonato tava certo!!! rzrzrz

Embraer faz parceria com Toyota para maior eficiência em sistema produtivo

https://br.investing.com/news/stock-market-news/embraer-assina-acordo-com-a-toyota–para-melhorar-eficiencia-1014381

Last edited 1 mês atrás by carvalho2008
carvalho2008

Ainda insisto…F35 é excelente avião…mas olha ai…atenção ao ponto…versões C/D podendo ser atualizadas para a eletronica E/F em ano e meio…

Enquanto os primeiros F35 não compensam ser atualizados pelos proprios americanos….é de se pensar e ficar com pé atras….

Vamos ver se o tchecos pensam nisto…afinal mesmo excelente o F35…seriam tão poucos….e o pouco que tem…tem de voar…já o F39 foi justamente pensado nisto…atualização e disponibilidade….e baixo custo….

carvalho2008

mas ECM estas coisas….vai não…?porque se nem isto for….vira falacia….o radar ate entendo para não ter de trocar….mas se o resto tambem não….então é outra coisa..e não atualização….

atualização a um padrão é uma coisa….

integração do armamento atualizado, é outra….

oia….

Last edited 1 mês atrás by carvalho2008

Últimas Notícias

Ucrânia diz que 9 aviões de combate russos foram destruídos em explosões na Crimeia

KYIV, Ucrânia (AP) - A Força Aérea da Ucrânia disse na quarta-feira (10) que nove aviões de combate russos...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -