terça-feira, maio 24, 2022

Gripen para o Brasil

Força Aérea Brasileira compra mais duas aeronaves remotamente pilotadas RQ-900

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Em cerimônia realizada nesta quinta-feira (30/12), o Comando da Aeronáutica oficializou parceria com a AEL Sistemas para a aquisição de mais duas Aeronaves Remotamente Pilotadas

A Força Aérea Brasileira (FAB) oficializou, nesta quinta-feira (30/12), a parceria com a empresa brasileira AEL Sistemas para a aquisição de duas Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP).

O contrato assinado pelo Comandante de Operações Aeroespaciais e Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida, e pelo Presidente da AEL Sistemas, Gal Lazar, tem por objetivo ampliar a frota de aeronaves RQ-900, aumentando a capacidade operacional da Força Aérea, principalmente na tarefa de inteligência, vigilância e reconhecimento, onde já atua, inclusive, de maneira conjunta com outras Forças e instituições governamentais.

O evento contou com a presença do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno; do Comandante-Geral do Pessoal, Tenente-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares; dentre outros Oficiais-Generais da Aeronáutica; de Diretores e integrantes da AEL Sistemas; e da Advogada Flávia do Espírito Santo Batista, representando a Consultoria Jurídica Adjunta do Comando da Aeronáutica (COJAER).

Na ocasião, o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior destacou a importância da ampliação da frota das ARP, também conhecidas como Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT). “A assinatura deste contrato de ampliação da nossa frota de aeronaves remotamente pilotadas (ARP) é mais um passo na construção das capacidades necessárias à Força Aérea Brasileira do futuro.

Tais capacidades são construídas pela combinação de meios materiais, pessoais, infraestrutura e doutrina de emprego, dentre vários fatores. No caso dos meios materiais, nosso maior desafio é a priorização daquilo que precisamos adquirir, frente aos recursos que nos são disponibilizados. O contrato assinado no dia de hoje comprova a prioridade que estamos dando para estes sistemas remotamente pilotados, que têm se mostrado muito importantes não só para a defesa do Brasil, mas para as ações de combate a crimes transnacionais, mineração ilegal, controle de queimadas e desmatamentos. São sistemas de grande importância para nosso país”, explicou.

Por sua vez, o Tenente-Brigadeiro Almeida enfatizou que, até o momento, essa aeronave era operada como uma espécie de prova de conceito. “O recebimento dessas novas aeronaves nos coloca no nível de um esquadrão operacional, que passa a ter a capacidade de cumprir ainda mais efetivamente a missão, podendo fazer uma substituição de aeronaves em voo, que é muito comum no emprego de VANT, prolongando o tempo de operação”, pontuou.

Já o Presidente da AEL ressaltou que a nova aquisição promove um salto operacional nunca visto para a área de inteligência do País. “Esse contrato está virando a página dos VANT no País. Ele está transformando um simples conceito em uma capacidade operacional realmente forte. Um esquadrão vai conseguir, agora com três aeronaves, fazer missões mais complexas. Com a coordenação do COMAE e a capacidade de controlar essas aeronaves por satélite em qualquer lugar do País, essa nova aquisição vai trazer uma grande capacidade militar para a Força Aérea Brasileira”, disse Gal Lazar.

ARP RQ-900

Estação de controle do RQ-900

O Hermes 900 é uma ARP de grande porte, com avançado sistema, e com alta confiabilidade e segurança nas operações. Com voo totalmente autônomo, ele possui rápida capacidade de manobras e grande autonomia, além da possibilidade de ser equipado com diferentes configurações.

Anteriormente, o voo era feito com a necessidade de uma linha de visada entre a ARP e a estação de solo. Ou seja, havia algumas limitações de distância para a operação da aeronave, pois, à medida que a distância aumentava, a aeronave começava a ficar abaixo do horizonte, interrompendo essa linha de visada. Agora, utilizando-se sensores, a antena não aponta mais diretamente para a aeronave, e sim para o satélite, que faz a ponte com a ARP.

O Sistema Aéreo Remotamente Pilotado (SARP) da FAB tem auxiliado e otimizado, por exemplo, os trabalhos de reconhecimento de áreas de desmatamento na Amazônia Legal na Operação Samaúma, que surgiu da necessidade de intervir em 26 municípios dos estados do Amazonas, Mato Grosso, Pará e Rondônia, nos quais foram detectados indícios de ilícitos ambientais, mapeados pelo Grupo Gestor do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL).

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

192 Comments

Subscribe
Notify of
guest
192 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mosczynski

Brasil é intrigante. A FAB investe em drones para fiscalizar a ação de madereiros de forma a ajudar na preservação da floresta e o presidente manda o IBAMA não queimar o maquinário de madereiros ilegais.
Que bom que pelo menos a FAB ainda tem um quadro profissional e não é contaminada com ideologia tosca.

Yomb

Lembrando que o presidente do IBAMA segue ordens do presidente da REPÚBLICA, que beneficia grileiros, madeireiros, garimpeiros etc…

pgusmao

Vê-se que nunca foste à Amazônia Legal ou participaste de operações na região, as máquinas são apreendidas e levadas a leilão, nunca houve tantas apreensões e efetiva coibição de atos ilegais como está ocorrendo, discurso de militante político não adianta de coisa nenhuma, as apreensões de drogas são as maiores desde a criação da PF e PRF, para tipos como você só há um lado da história que mesmo praticando as maiores barbaridades contra o Brasil serão sempre festejados, não é fácil arrumar mais de 30 anos de desmandos.

Last edited 4 meses atrás by pgusmao
ALEXANDRE

Máquinas apreendidas e levadas a leilão….essa é uma das maiores mentiras que já vi por aqui.

Moro no Norte, especificamente em Ananindeua. Em mais de 40 anos de vida, no início de 2020, nunca vi tanta balsa carregada de madeiras no Rio Maguari.

O maior desastre do governo federal foi o (des)governo ambiental.

Ninguém esquecerá a famosa frase daquela reunião:

“TEM QUE DEIXAR A BOIADA PASSAR”

  • e passou, estamos colhendo os frutos…
Carlos Campos

é que acabou o diálogo cabuloso

Carlos Crispim

pgusmao, perfeito o seu post, sem contar que antes os órgãos ambientais estavam aparelhados de “cumpanheiros” militantes, funcionando à base de propinas, pois como bom partido de esquerda, o que vale é o preço, eles negociam qualquer coisa desde que alguém pague. Impressionante como aparecem militontos aqui no Poder, querem a volta da corrupção, estão sofrendo de abstinência de dinheiro público.

EduardoSP

Segundo você, nunca tanto foi feito, mas o desmatamento só faz aumentar, segundo dados do INOE e MMA.
Uma coisa não bate com a outra, mas parece que muita gente não liga para dados e raciocínio lógico

francisco

Dados manipulados que não batem com os dados da ASA.

francisco

NASA

Gustavo

Prova? Manda aqui…

Matheus

Então os dados da NASA estão errados ? Vamos lá; 13 anos de PT no poder, 13 milhões de desempregados (isso sem pandemia) , só na base da corrupção mesmo, mais de 100 obras paralisadas em todo Brasil, investimento extremamente escasso no norte do pais durante esse período, só observar o estado do Acre, concessão para empresa Inglesa extrair niobio pagando a menor taxa e imposto possível, a mesma empresa paga 20% na mesma extração na Austrália, facilitação para aumentar o número de reservas indígenas, proibição da PF, ABIN e Forças Armadas para adentrar nas reservas sem algum orgão de… Read more »

Leonardo M.

Queimar???
Ué não são queimadas que poluem o meio ambiente?

A resposta para sua pergunta “tosca” é simples.
Esse maquinário vai pra leilão que gerará dinheiro para o governo. Queimar ainda teríamos que pagar pelo combustível para queimar tal maquinário.

Jsntiago

Que vai lá no meio do mato resgatar um trator que que vai vender a valor de ferro num leilão ?
Essas máquinas são levadas de pontos em pontos e usadas até o talo . Não tem como ser viável economicamente retirar elas . E lagar lá e pedir para continuar com a derrubada . Tem que inutilizar mesmo

Luis

Não é só trator

Operação Yanomami contra garimpo ilegal apreendeu 111 aeronaves e destruiu mais de 20.

Carlos Campos

espqero que leiloem mais e comprem um novo reabastecedor para FAB

Mayuan

Só me intriga por qual motivo esse tipo de matéria não aparece aqui. Li lá no C a v o k

Luis

Muita coisa que aprece lá, não aparece aqui, principalmente assuntos referentes a novas tecnologias desenvolvidas pelos EUA. Aqui só um ou outro caso. Aqui me parece que a enfase é outra.

Mayuan

Sim. Gerar discussões que trazem pageviews.

Jadson Cabral

É sério que você vai usar esse argumento mesmo? Destruir umas dúzias de máquinas em clareiras ali e aqui se compara a queimar a floresta é? E outra, leilão demora. Quanto vc acha que custa retirar aquelas máquinas do meio da floresta, transportar até um pátio do governo e armazenar??? Quem vai bancar esses custos? Pra no final acontecer o que acontece nos pátios do detran??? Eu vou te dizer o que vai acontecer. O maquinário vai acabar voltando para as mãos dos criminosos, como sempre aconteceu antes do IBAMA ser autorizado a destruir. Não existe absolutamente nenhum motivo para… Read more »

Carlos Gonzaga

Caro Leonardo inocente, tens idéia de qto custa tirar essas máquinas de lá?

Mauro Junior

tens ideia de quanto custa uma maquina daquelas? na casa de milhoes de reais ! vc prefere que se ponha fogo em tanto dinheiro ? ou que se leiloe ou doe para as prefeituras pobres da regiao ?

Carlos Crispim

Exato, e se as máquinas chegaram lá, então a PF e o EB podem usar o mesmo caminho inverso, claro que não é fácil e demanda uma logística, mas como já mencionaram, os equipamentos custam caro, caríssimo, vale a pena o resgate. Isso me fez lembra a presidAnta da PTrobrás Desgraça Foster, que mandou enterrar uma tuneladora de milhões de dólares porque não haviam previsto que ao final da obra ela tinha que ser retirada, então a presidAnta, numa sacada de gênio, decidiu abandonar a máquina no buraco, que não era tão grande assim, não chegava aos pés do Eurotúnel,… Read more »

Flanker

Eu não sei se leiloam, ou não, mas se sim, tu tens certeza de que o dinheiro vai para as “prefeituras pobres da região”? Ou vai para o caixa único do GF, onde se mistura com todo o resto no sumidouro geral?

francisco

O maior sumidouro de verbas está nas prefeituras e nos governos estaduais. o consórcio nordeste é uma das provas disso.

francisco

Quanto custa?

Renato B.

O pior não é nem o dinheiro, mas o risco de um bando de bandidos tentar resgatar o material, quase uma garantia de tiroteio e mortes.

Mosczynski

Meu caro, o IBAMA tem que ir de veículo 4×4 ou helicóptero para chegar nesses locais e você querendo que eles rodem no meio da mata com uma prancha para buscar uma escavadeira e voltar para a civilização para que seja leiloada? Se os agentes forem preguiçosos e não quiserem levar 5l de gasolina para botar fogo nesses equipamentos é só juntar alguma madeira. O que não falta é óleo diesel e óleo hidráulico. O que Bolsonaro quer na verdade é salvar a pele dos madereiros, porque sem a queima das máquinas o IBAMA só pode emitir multas que serão… Read more »

francisco

Explica como esta escavadeira chegou lá, se você diz não há como voltar.

Wagner

A maior parte chega por rio, em balsas ou chatas. Uma operacao absurdamente custosa que so se justifica pelo ouro e/ou madeira extraidos (e porque a maioria – quase 100% – dos garimpeiros e madeireiros compra o maquinario e nao paga, dá o rombo mesmo). Quando o garimpo/madeira acaba, o maquinario fica abandonado no meio do mato. Os equipamentos sao carissimos, mas usam até o osso: melhor que se deixe a mentalidade sul/sudestina de lado: tem garimpo que leva mais de dez dias de barco pra chegar. O custo para recolher o equipanento e por em bias condicoes de uso… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Wagner
Wilton Santos

Perfeito comentário!

Borje

Mas nesses sites da trilogia a maioria dos leitores é Bolsonarista cego. Mesmo apresentando fatos eles não aceitam a realidade. É uma cegueira total e inexplicável.
Se algum se dispor, por favor,apresente contra-argumentos convincentes mostrando como Bolsonaro não atuou ativamente a favor dos grileiros pecuaristas e madereiros ilegais,; como ele interviu na PF, aparelhou o Ibama, se desdobrou em 1000 pra reduzir o monitoramento e o combate ao desmatamento.

C M

Não fala assim, Borje. Você vai acabar resetando o cérebro de alguns deles.

Nonato

Lacrou.
O comunismo é uma seita…

Nonato

Falou o defensor da turma do Maduro.
Que visão hein…

Borje

Se tem uma pessoa capitalista e anti-esquerdista aqui, sou eu. Trabalhei anos no mercado financeiro, trabalho numa multinacional que faz bilhoes de lucro ao ano e eu mesmo sou empresario no exterior. So porque eu nao sou ”evangelico, armamentista e conservador” e sou totalmente contra o Bolsonaro, nao significa que eu sou de esquerda. Eu sou contra as besteiras que ele disse e fez que causam prejuizos imensos para a imagem brasileira no exterior. Sou contra o estelionato eleitoral que ele fez, ao mentir ser liberal para conquistar o mercado e depois mostrar a sua verdadeira face nacionalista atrasada que… Read more »

MSomoz

Apoiado 100%.

Será que não viram o filme don’t look up ?

Foxtrot

Não tem nada de intrigante nisso.
Só o Brasil sendo Brasil mesmo.
E suas organizações governamentais sendo elas mesmas.
Uma não tem integração nenhuma com a outra.
Ainda mais nesse governo !

Elias

Sr forista , uma coisa é não se informar direito sobre o assunto e então resignamos com sua ignorância, outra coisa é deturpar , manipular uma informação e usá-la para direcionar as suas interpretações e conclusões …qual situação você se enquadra está é a minha dúvida….

Jadson Cabral

Manipular informação. Tá aí uma coisa que os extremos da política sabem bem utilizar… extrema esquerda, extrema direita…

Nonato

E você deve ser um equilibrado de centro. Eleitor de Renan Calheiros?
Eduardo paes?
Msduro agradece sua colaboração.

Mosczynski

Deturpar? Ele deu essa diretriz faz 2 anos:
https://www.google.com/amp/s/exame.com/brasil/quem-e-o-cara-do-ibama-diz-bolsonaro-sobre-queima-de-maquinas/amp/
De acordo com a matéria “Presidente prometeu mais uma vez a garimpeiros que vai atuar para impedir a destruição dos equipamentos ilegais apreendidos”

Elias

Revistaexame , folhadesaopaulo, globo. Cartacapital , uol , 247 , são mídias tendenciosas , não precisa aqui falar sobre a postura hipocrita quanto manifestações do povo cubano contra o governo Castro , sem falar o total silêncio do sofrimento do povo venezuelano..

Neto

Acaso a revista exame, folha de São Paulo, Globo, Carta capital, Uol são mídias de Cuba ou da Venezuela? . Toda mídia possui viés. Inclusive a Jovem Pan e o Terça Livre, estes inclusive a estão no nível do Brasil 247, porém a direita. . Observe, se informar por grupo de ZAP e Facebook não faz ninguém sabedor de verdades incômodas ou escondidas… apenas faz a pessoa ser enganada de maneira mais fácil. . Leia tudo e retenha o que é bom. Observe sempre o discurso e as ações. Sobre a integridade do meio observe como estes se comportam com… Read more »

Nonato

E daí???

Carlos

O PERIGO ESTÃO NESSAS OMGs ,

O rei da Noruega Harold V esteve no Brasil, sigilosamente, em abril de 2013 e passou quatro dias numa comunidade ianomâmi na Amazônia .
ABRAM OS ?️?️☝️ ,ESSES SÃO OS PERIGOS PARA O BRASIL.

Temos que nos Unir e não Brigar entre Nós .
Uma Nação Rachada é Refeição de Interesses Internacionais

Carlos

Em tempo .. O Rei da Noruega veio sem Convite e a Avisar , foi uma SURPRESA para o EXÉRCITO BRASILEIRO .

Mosczynski

ONG entra onde o Estado não atua. A oposição já falava da atuação das ONGs quando ainda tínhamos o PT no governo, salvo engano Bolsonaro também já reclamou disso quando candidato e agora 2022 termina seu mandato e não fez nada também.
Teve 3 anos e a única coisa que conseguiu foi rachar mais ainda o Brasil.

Carlos

Papo Furado ☝️☝️☝️
Reveja isso

Agnelo

Quem rachou o Brasil é quem não aceitou a derrota e chora a perda da mamata. E isso salta aos olhos do povo de bem.

Nonato

Falou o defensor de Msduro e do pixuleko…

Flanker

Agnelo e Nonato, votei no atual presidente em 2018. Não gosto nada das ideias da esquerda e NUNCA votei no PT e outros dessa vertente. Dito isto, venho colocar que “povo de bem”, “família”, “pátria”, etc, são termos que o atual governo se apossou para fortalecer seu discurso. Estão deturpando estes termos com seu uso associado a radicalismos raciais, de gênero e outros. Outra coisa que empobrece e leva o nível da discussão a níveis muito baixos, é a adjetivação de qualquer um que critique o governo como sendo “defensor de Maduro”, “comunista”, etc. Já do outro lado, o radicalismo… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira

Você é antigo em fórum, participou da lista dos amigos e conhece muito mais fatos de verdade, do que o que são ditos por aqui.. Vou relembrar algumas coisas que o outro lado no poder fez e que não acontecem mais, desde que eles deixaram o poder.. Lembra da Polícia que mandaram na minha casa por falar mal do Governo do coisa ruim, para tentar me intimidar ou do nosso amigo que questionou o Governo, por ter jornalista “fontado” lotado dentro de ministério passando informações sobre processos e a reposta que ele recebeu veio do próprio jornalista ? Isto é… Read more »

Flanker

Rodrigo, nos conhecemos há muito tempo, e pode ter certeza que temos muito mais convergências do que divergências. Só não concordo com alguém falar em família e os valores associados à ela, e dizer em entrevista ainda quando deputado (mesmo que antiga), que gastava tal auxílio (não lembro qual), para comer gente!! E o que seria povo de bem para eles? Quem é contra homossexuais? Quem é contra vacina? Rodrigo, votei em Bolsonaro e, se for para o segundo turno com Lula, voto de novo. Mas, no primeiro turno, não votarei nele. Um grande abraço.

Rodrigo Martins Ferreira

Velho… n precisa gostar e nem achar tudo bonito, basta respeitar..

E até agora ele tem respeitado a todos.

Nunca vi ele sugerir bater em homossexuais, como eu canso de ver o outro lado promover matar adversários ou tacar fogo nos outros..

Com relação a vacina eu tomei 3 doses…

2 Astra Zeneca e uma Pfizer e adivinha ? Estou com COVID.

Eu escolhi tomar, mas respeito o direito de quem não quiser tomar.

Liberdade, esta é a palavra que estará em jogo este ano.

Flanker

Rodrigo, eu também nunca vi ele mandando bater em homossexuais. Mas, vi ele fazendo piadinhas diversas deboches contra essas pessoas. O respeito tambem passa por aí. Eu o respeito, tanto que não vais encontrar comentário meu usando palavras baixas ao me referir a ele ou usando o nome dele para trocadilhos infames. E justamente pelo outro lado promover todo tipo de mentira, dissimulação e distorção eu quero que não se entre no mesmo caminho, pois aí se estará igualando a eles na baixaria. Quanto às vacinas, que bom que tu tomastes as 3 doses. Vacina não evita que tu entre… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Flanker
MSomoz

concordo. esses 2 lados radicais não me representam. são mais parecidos que nunca.

Rodrigo Martins Ferreira

Poderia perder o meu tempo e argumentar, mas não vou.. Pq sei que se mudar o Governo, os mesmos dados e reportagens serão consideradas conspiração da grande mídia contra “usguvernopogreçistapopularnuncantesnahistoriadobrasil” e toda aquela ladainha que escutamos por 14 anos. Existem desmatamento e garimpo ilegais ? Sim…Sempre existiram e zerar vai ser dificil, para não dizer o impossível. Eu venho de uma família que sempre teve restaurante e forno a lenha. Sei o inferno que o IBAMA sempre arrumou na nossa operação. Todos reconhecemos que existe uma necessidade de fiscalização e regulamentação, mas tem que haver um bom senso que permita… Read more »

Heinz Guderian

Parabéns Mosczynski e Yomb, acho que vocês bateram o recorde de deslikes em um só comentário, superaram o kings.

MSomoz

o “mito” antonio reis é imbativel. não seria outro nick dele?

Last edited 4 meses atrás by MSomoz
francisco

Queimar maquinários e madeiras, em vez de leiloar é burrice.

Nilo

INPE tem registrado consecutivos recordes de desmatamento na Amazônia, este governo tem o conceito que as ilegalidades praticadas é indício de desenvolvimento na região, as Forças Armadas estão subordinadas a Presidência. Não é função da FAB exercer atividade de fiscalização e policiamento ilícitos ambientais.

Atirador 33

Concordo com você não é uma atividade constitucional da FAB, porém quando a PF comprou os VANTs, a FAB ameaçou até derruba-los, alegando que era seu papel monitorar as fronteiras, então agora terão de segurar o rojão.

Abs

Nilo

Um vant pra uso militar.
O sistema emprega EO / IR / laser padrão e de longo alcance, SAR / GMTI e MPR, COMINT / DF, COMINT GSM, COMMJAM, ELINT, EW, sistemas hiperespectrais, sistemas de varredura de grande área, vigilância persistente de área ampla e outras cargas úteis.
Existem outros meios eficazes para fiscalização como era exercido está atividade antes da aquisição deste equipamento.
Certo a FAB em trazer a responsabilidade de uso deste equipamento para si, é a possibilidade de centrar recursos em equipamentos de origem nacional.

Marcos10

A PF adquiriu VANTS sem que existisse no país doutrina e regulação para seu uso, lembrando que essas aeronaves operam em paralelo com as aeronaves comerciais e privadas.

Nilo

Correto

Jadson Cabral

Se não existia doutrina era só criar. Tudo começa de algum lugar. Ou você acha que a PF ia decoloar um vant assum de qualquer jeito??? Isso não é desculpa. Implicaram pq Gent e muito poderosa ficou com medo da PF ter esse poder, o poder de vigiar de cima por horas e horas consecutivas sem que ninguém percebesse.

Yomb

Pelo tanto de deslikes no seu comentário, dá pra ver como os colegas aqui do site ainda acreditam neste presidente que promove o desmatamento do país.

Nilo

Mestres: um hino a esperança.
Na voz gutural do Disturbed fica insano, um sentimento de desespero, um grito quebrando o comodismo.
Peguem a tradução.
https://youtu.be/Bk7RVw3I8eg

Samuca cobre

Você bateu o recorde de deslikes…

Ramon

Iria ser interessante se tivesse vários desses drone na região amazônica, pois se conseguem localizar atividades ilícitas no meio da floresta também conseguem localizar guerrilheiros ou tropas inimigas se deslocando dentro da floresta.

Rinaldo Nery

Acho difícil enxergar sob a copa das árovores… Disso entendo um pouco.

Wagner

Agente laranja

Fagundes

Talvez isso seja possível adaptando uma característica de radares de abertura sintética em drones.O consumo de energia seria alto,depende na análise custo benefício

MMerlin

Não dá para utilizar a banda p para monitoramento. Apenas para avaliação do terreno.

Rinaldo Nery

Na banda P é possível distinguir metal e estruturas abaixo da copa das árvores. Já foi testado com o SAR da Orbisat, a pedido do EB. Vi o resultado desse teste em 2009. O SC-105 deveria ter esse radar, e não o Elta.

MMerlin

Eu já vi resultados de estrutura bem sólidas sendo detectadas com a banda P. Mas desconhecia o reconhecimento mais preciso.

Rinaldo Nery

Daí o drone precisa ser maior. Radar SAR é uma coisa, FLIR é outra.

Johan

Bem, podem reclamar à vontade, mas as ações desmentem as narrativas. Esses SARPs serão de suma importância no monitoramento da Amazônia, seja para monitorar, fronteiras, desmatamento ou para garimpos ilegais. A última operação realizada demonstrou isso.

Jadson Cabral

O problema não é esse. A FAB compre muito bem sua função de observar e repassar os dados e vai melhorar ainda mais com essa aquisição. O problema é o resto. O probelma é não punir os madeireiros e garimpeiros. Pior que não punir é incentivar, como o nosso excelentíssimo presidente da repiblica faz.

Johan

Falar aos quatro ventos que vai preservar e não realizar nada de concreto não passa da famosa lorota. Você deve ter se esquecido, mas os anos de recordes de desmatamento de toda a história foram 1995, 2003 e 2004, enquanto se falava em preservar, cabeças rolaram no ministério do meio ambiente na época.
Fonte:
https://images.app.goo.gl/YybVMJ3xxbL1gway8

Mosczynski

E governo Bolsonaro fala para os gringos que atua na preservação da Floresta Amazônica e põe o IBAMA de mãos atadas. A diferença é que o Bolsonaro tem uma retórica beligerante e os petistas iam no sambarilove.

Agnelo

Procure saber sobre a corrupção dos agentes do IBAMA na Amazônia…….

Rinaldo Nery

Exato, Agnelo. O povo aqui conhece a Amazônia por fotos e vídeos. Eu e vc servimos lá, moramos lá.

Gilson

E aquelas aeronaves remotamente pilotadas que a PF, comprou e a FAB, ameaçou derrubalas alguém sabe que fim levou estão sem voar, não pode ser relocadas para FAB?

Augusto

FAB não derruba p* nenhuma…
A propósito, essas podem ser armadas?

Jadson Cabral

Não. Esquece esse coisa de drone armado. A principal vantagem de um drone é observação. Nós teremos drones armados no futuro, mas hoje não é uma necessidade, muito menos uma prioridade dentre tantas. Você tem que entender que nós estamos começando agora.

Pablo

“A FAB não derruba p* nenhuma”.
Sério?? Os A29, que derrubaram sei lá quanos vôos ilícitos esse ano, são da onde?

Oráculo

Já foram transferidas para a FAB em 2019.

Estão operando na Base de Santa Cruz.

Jadson Cabral

Ouviu dizer que estavam desmontadas num hangar e que a FAB tinha contratado ou ia contratar uma empresa específica aí pra devolver as aeronaves a condição de voo.
Se estão operando pq não se vê nenhuma foto dessas aeronaves em operação???

Flanker

Foram recebidos no 1⁰/7⁰ GAV em agosto de 2020.

Flanker

Os IAI Heron que eram da PF foram repassados para a FAB em agosto de 2020, onde receberam a designação RQ-1150 e alocados ao esquadrão Orungan, onde operam junto com os P-3AM.

Agnelo

A PF não conseguiu operar e passou pra FAB………… foi a última notícia q li há um boooom tempo.

Jadson Cabral

Não conseguiu operar é o novo significado de “foi impedida”?

Foxtrot

Como canso de escrever. Mais uma vez a FAB caga$#@&ndo para a indústria nacional. Se ela já operada vários sistemas Israeli, porquê não adquirir e incentivar um produto nacional ? Como exemplo tem o Atobá da Estella, Falcão Avibras (que inclusive só não foi a frente ainda porque a FAB cancelou a encomenda inícial para adquirir os Hermes) etc etc. Em defesa, ninguém compra um produto que não é adquirido pelas FAAs do país fabricante. Aí como nossas empresas vão exportar o que nem nossas forças utilizaram ? Cada vez mais a FAB se torna uma força aérea internacional !… Read more »

Nilo

Não existe nada próximo na indústria nacional, um equipamento comprovadamente capaz de oferecer os serviços que o Hermes 900 disponibiliza.
É uma aquisição acertada da FAB, é um equipamento que vem a ser útil para as 3 Forças.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Foxtrot

Não existe e pelo jeito nunca vai existir
A Plataforma Hermes temos igual ou até melhor, o que difere o Hermes dos demais é seu recheio eletrônico.
Mas não duvide, temos sim algo semelhante ou até melhor.
O que falta aqui é vontade política e militar para apostar !
O loby AEL é muito forte na FAB.

Allan Lemos

E por quê não há nada próximo? Justamente porque as empresas sabem que não poderão contar com nenhum suporte das forças armadas.

Ou você acha que de repente a BID vai desenvolver um RQ-4 Global Hawk da vida do nada para só então a FAB ir lá e comprar?

Quem cria a demanda são as forças armadas, não o contrário.

Mayuan

E todas as aeronaves desenvolvidas em parceria entre a FAB e a Embraer?

Allan Lemos

Hum, não sabia que a indústria de defesa nacional se resumia à Embraer.

Mayuan

Não e você sabe disso mas criar produtos nos quais os clientes não vêem valor geralmente leva a fracassos comerciais. Ao contrário, os que Embraer desenvolveu segundo as especificações da FAB venderam bem e não só aqui.

Wagner

Eu penso que se a Embraer faz caça, faz um dos mais avancados avioes de transporte do planeta, esta entrando de cabeca na aviacao eletrica com piloto opcional, ela da conta de fazer um drone, nao da nao?

Last edited 4 meses atrás by Wagner
Rinaldo Nery

E quanto custam esses nacionais? Mais baratos que o Hermes?

Nilo

Acredito comandante, ser está compra uma necessidade das Forças.
Situações em que exige observações de respostas imediatas ou acompanhamento de alvos móveis,….em que os nossos satélites não cobre.
É um produto de qualidade consolidada o Brasil ainda engatinha nesta hora..

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Rinaldo Nery

É a mesma situação dos A-Darter: produzir aqui uma centena (ou menos) geraria um preço final três vezes maior que a unidade do Iris-T.

Foxtrot

O mais interessante é entender o porquê investem se não vão comprar.
O mesmo caso SPC-01, MAA1, Falcão etc etc etc.
Se vão comprar de prateleira, porquê investem no desenvolvimento interno ?
Porquê vem com essa conversa fiada de “incentivadores da indústria nacional ” (porque AEL, ONIMYSIS etc não são).
Mais uma vez, desculpe Cel.
Mas essa situação no mínimo é curiosa, acho que deveria ser olhada com mais atenção viu !

Rinaldo Nery

Você não está errado.

Leonardo Rodrigues

Verdade Coronel, mas seria a certeza de termos como produzir mesmo se houvesse embargo. Comprar produtos importados de prateleira em quantidades infimas nós colocam a mercê dos interesses externos e não do nacional. A China faz isso a muito tempo, a Turquia já se deu conta dessa necessidade, a Índia tem o mesmo pensamento make in Índia, a França sempre projetou a indústria nacional estatal pra não ficar preso aos interesses ingleses e americanos. Imagino um país como o nosso em algum conflito e dependente de fornecimento de algum país que pode ou não fornecer tal equipamento. É melhor ter… Read more »

Rinaldo Nery

Salário de mais de 100 mil? Só os desembargadores…

Leonardo Rodrigues
Rinaldo Nery

Dois em 350 mil? É isso?

Wagner

Comprar de prateleira é sempre mais barato que desenvolver, não é mesmo? Não foi essa a justificativa para o F39 e o KC390? Afinal, tem caça mais barato e avião de transporte mais barato.

MMerlin

E o tempo para preparo e construção do projeto? E a cadência de produção para pagar a P&D do produto? O primeiro é a longo prazo. O segundo dependeria de fomento político. A FAB precisa do equipamento para o momento atual.

Referente a Embraer, inevitavelmente ela vai entrar no mercado de VANTAGENS.

MMerlin

Onde está escrito VANTAGENS deveria ser VANTs…

Last edited 4 meses atrás by MMerlin
Foxtrot

Bingo !
O problema é que esquecem que as desculpas sempre mudam !
Pior que ainda tentam justificar o que não há justificativa.
Corporativismo o nome disso !

Felipe Morais

Tem matéria sobre o Atobá, da Stella e sim, são mais baratos que os israelenses. Além do que, possuem uma autonomia maior.
Até entendo a defesa que alguns fazem aqui da FAB. Tbm já fiz bastante. Mas nesse caso, realmente, não dá pra entender a falta de vontade da FAB com os projetos de vants nacionais.

Jadson Cabral

1- o Atobá ainda é um protótipo.
2- o Atobá nao possui as mesma capacidades do Hermes 900 nem de longe. Ele está mais par a um Hermes 450.
3- o Atobá não leva nem metade da carga útil de um Hermes 900.
4- o Atobá não possui link de satélite

Felipe Morais

1 – E enquanto não houver demanda de seu principal potencial cliente, nunca deixará de ser um protótipo; 2 – É verdade, eu confundi o Hermes 900 com o 450. Salvo engano a FAB opera 4 Hermes 450. No entanto, é importante ressaltar que, para a finalidade principal empregada, vigilância e reconhecimento, o Atobá possui autonomia de 8 km a menos que o Hermes 900 e um teto de serviço menor. Há uma enorme necessidade de uso de VANT desse porte, tanto para a vigilância de fronteira como da ZEE, como para vigilância ambiental. Sem contar com o potencial uso… Read more »

Jadson S. Cabral

Não é tão simples assim. A Stella Tecnologia primeiro precisa provar que é capaz. Um sistemas de gerenciamento de uma aeronave desse porte não é tão simples assim. Tem o piloto automático, os sistemas de missão… que salvo engano ainda não são brasileiros, e quando forem, se forem, levarão um bom tempo até serem certificados. O problema é que a necessidade da FAB é urgente e não podemos ficar esperando pra daqui a 2 ou 3 anos ver se a industria nacional consegue realmente entregar um produto dentro nas necessidades. E tem outro ponto. Quando a FAB comprou o primeiro… Read more »

Foxtrot

Sim e o senhor sabe disso.
O Atobá da Estella foi informado o valor muito menor (não me lembro quanto).
O Falcão ( que inclusive a FAB gastou uma fortuna no SNC, SDPA etc) também tinha custo menor.
Como disse o problema é o lobby e as compras em empresas de amigos já descobertas !

Foxtrot

Com certeza mais baratos que os Hermes Cel.

Allan Lemos

Pois é, há projetos interessantes sendo desenvolvidos pela indústria nacional, mas a FAB finge que eles não existem. E ainda têm a cara de pau de dizer que incentivam a BID.

Sinceramente a formação de oficiais no Brasil é péssima.

Roberto

Boa aquisição.

ZEUS

Mais uma excelente aquisição da FAB. Com todos os percalços, a FAB vai se modernizando e atingindo novos patamares em capacidades de operação de forma incomparavelmente mais rápida, objetiva, inteligente e racional que as outras forças. A situação do EB é vergonhosa com suas modernizações em plataformas obsoletas como Leo A1 e o jurássico Cascavel. Veremos o que virá por aí sobre a versão do Centauro que comprarão. A situação da MB… Está na carcaça, precisando de tudo, encomendaram 4 subs que só depois foram saber que vão torrar 1 bilhão em custos operacionais, o que faz parte em se… Read more »

Pedro Fullback

A FAB tem a Embraer como uma excelente empresa de manutenção/construção de aeronaves, assim fica muito mais fácil. Lembrando que dos 28 KC 390, a FAB quer reduzir para 14. Dos 108 gripens, que passou para 96, depois 72 e agora será menos de 70. E assim vai… A FAB pode ser a mais “racional” mas continua igual com a falta de continuidade dos projetos.

Danielmjr

Esqueceu dos Super Tucanos. No início eram para ser algo em torno de 150 aeronaves, acabou sendo 99 e todos da versão mais pé de boi possível.

Rinaldo Nery

Mais pé de boi? Explica aí! Os mossos foram os PRIMEIROS. Qual a diferença pros mais recentes?

ZEUS

Todas as três forças sofrem de um mal comum que é o direcionamento de quase 80% das verbas para cobrir salários de um quadro de servidores obeso e, consequentemente, número enorme de pensionistas. Porém nisto a FAB também consegue ser, neste caso, menos pior que as demais. As reduções no n⁰ de aeronaves são lamentáveis mas ainda assim haverá uma capacidade operacional considerável e efetiva e a FAB se mantém adquirindo equipamentos modernos e escolhendo de forma inteligente. O pouquíssimo, quase nada, que as outras forças estão a fazer será absolutamente irrelevante a nivel de capacidade de defesa, a exceção… Read more »

Last edited 4 meses atrás by ZEUS
Renato

De novo esse blá blá blá de salários, pensões etc…
Meu Deus.. Ops, Zeus..
Vocês não cansam mesmo..

ZEUS

De novo esse mimimimi negacionista contra um fato…

Pelos Deuses do Olimpo!
Vocês passadores de pano não cansam mesmo…

Você é militar? Se for é mais um péssimo exemplo de vampiro corporativista.
Se não for, é mais um péssimo exemplo de p@naca que não se importa em pagar impostos abusivos para sustentar cabides de empregos…

Johan

É um direito dele não concordar com a sua afirmação, mas não é direito seu ofender o próximo só porque o pensamento dele vai de encontro ao seu.

ZEUS

Vai se ferrar mané…

C M

Teus argumentos, sejam quais forem, não te dão o direito de desrespeitar aqueles que comentam na Trilogia.

ZEUS

Cara, vejo que teus chifres cresceram tanto que tu teve que serrá-los!!

Você tem coisa mais séria para se preocupar do que vir aqui dar pitacos em conversa alheia!

C M

Vou continuar te incomodando na medida em que continuares comentando besteira.

ZEUS

Vamos nessa! Adoro brincar no play!
E a propósito, o que você fez com os chifres serrados? Pôs numa moldura?

Renato

Aonde vc leu que “agora será menos de 70″ Gripens???
Até a pouco tempo eu li uma entrevista do comandante da FAB em que ele diz que eles tem a intenção de mais um lote de 30 aeronaves.
Não li que não vão adquirir outros no futuro.

Rafael Costa

Se você souber somar e interpretar um texto, irá rapidamente raciocinar que 36+30=66 caças. E na parte do texto que está escrito “mais um lote”, mais UM deixa explícito que não terá outros. Basta interpretar, Renato.

Wagner

E lembrando que esse segundo lote ainda está na casa da intençao! Nao tem nada no papel ou verba alocada.

Felipe Morais

Aiai. Previsão de segundo lote com entrega pra lá de 2030. Acha mesmo que vai ter mais?

Jadson Cabral

A aquisição é ótima. É um excelente vetor e o que é ainda melhor que isso, mostra que a FAB está antenada e se importa com isso. Eu espero mesmo que eles olhem com carinho para os produtos nacionais que estão surgindo. Já tem empresa no Brasil oferecendo produtos na mesma categoria do Hermes 900.

Agressor's

A indústria de Israel agradece. Particularmente acho que as forças armadas deveriam investir no Drone Tupan. Nunca haverá tecnologia nacional se não houver investimento em projetos de Estado. Enquanto o Brasil não tiver suas empresas nacionais na indústria bélica o Brasil não tem nada. A Venezuela já começou o desenvolvimento de seus drones, em 5 anos vai estar mais avançados que nós. O Brasil precisa desenvolver com urgência Drones de ataque de ponta, para as três forças, e precisa de números de unidades compatíveis com o tamanho do país. O Azerbaijão venceu a guerra contra a Armênia só com uso… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Agressor's
Nilo

A indústria nacional não tem ainda nada que chegue perto da capacidade.
O Hermes 900 oferece suporte terrestre e missões de patrulha marítima, bem como para operações multi-plataforma e multi-sensores integradas, 36 horas autonomia a 30 mil pés.
A aquisição é uma decisão correta da FAB, não só em termos de uma resposta rápida em situações de vigilância e reconhecimento, mas também de uso eficiente de recurso no exercício desta atividade.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Pedro Fullback

A indústria nacional não tem ainda nada que chegue perto da capacidade.” E daí? Não foi atoa que a FAB preferiu comprar ou dar prioridades a Embraer ( mesmo tendo aviões inferiores e mais caros aos seus concorrentes na época) para desenvolver a indústria nacional. E hoje, temos a Embraer que dispensa apresentações das suas qualidades.

Antes de você partir para o cálculo, você precisa de matemática básica, depois o pré-cálculo e depois parte para o cálculo.

Allan Lemos

Exatamente, Pedro. A FAB nem ao menos apoia os projetos nacionais mais simples, mas os ignorantes ainda querem defendê-la com essa justificativa tosca de “ah mas não tem desse nível na indústria nacional”.

Fagundes

O Atobá da Stela,empresa nacional, foi esquecido,drone com 48h de autonomia(de acordo com a revista fapesp).A história do Osório e Engessa se repete.Se eu estiver errado que os foristas me corrijam por favor.

Rosi

Protótipo!
+1×
Prototipo!

O Falcão que nunca saiu do ninho da Avibras

Nilo

As chances seriam maiores se tivesse a Engesa dado importância aos requisito de tonelagem de blindado na época exigido pelo Exército.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Samuca cobre

Engesa estava atolada em dívidas, estava contando com a Vitória do Osório numa concorrência internacional de pesos pesados, EUA, Gra Bretanha, e outros !!
Osório era apenas um protótipo Que de nacional não tinha praticamente nada, fora o calote que levou do Iraque … ai fica difícil!!!

Jadson Cabral

Carga últil do atobá = 150kg
Carga últil do Hermes 900 = 400kg
Atobá é limitado na gama de sensores que pode usar
O Hermes 900 é um dos vants mais versáteis e bem equipados do mundo
Atobá só voa no alcance da visada pq não possui link de satélite
O Hermes 900 tem alcance ilimitado

É… são iguaizinhos

Satyricon

Agressor’s, interessante vc mencionar a Armênia, pois ela usou jurássicos AN-2 de uso agrícola, na intenção de descobrir as posições de artilharia azeris, e funcionou muito bem. Imagino se solução parecida não pode ser desenvolvida pela indústria nacional, convertendo-se as incontáveis células de T-27 encostadas no Pama-LS em drones de ataque.

BRUNO CESAR BOTELHO MARTINS

Quem treina bem, e treina sempre, combate bem. Ao fazer convenio com a policia federal, ibama, etc.. as forças armadas estão treinando pessoal e meios, adquirindo experiências no que dá certo, e no que não dá certo, além das limitações dos meios empregados para possivies atualizações e doutrinas de emprego com eficiência.

Wellington Góes

E o processo licitatório para isso?! Existem outros fabricantes nacionais que poderiam ter ofertado os seus.
Mas imagino o porquê desse direcionamento e não é por causa do princípio da economicidade…
O Heron, que também é operado pela FAB, é montado no Brasil com o nome de Caçador e está na mesma categoria.
Essa é outro exemplo da falta que faz em termos uma Agência de Desenvolvimento e Aquisições (ADA), no MD. Evitaria esse tipo de aquisição direcionada.

Wellington Góes

Detalhe, a Avionics Service, que nacionaliza o Heron e que a FAB já o utiliza, é uma Empresa Estratégica de Defesa (EED), a AEL não.
https://aerospacebrazil.com.br/associados/avionics-services/

Jadson Cabral

Temos no Brasil um produto equivalente ao Hermes 900??? Qual? Estou curioso?

Grifon Eagle

Muito bom, embora eu seja favorável que o Brasil desenvolva seus próprios drones, foi uma ótima aquisição.

Bardini

Muito boa ampliação de capacidades.
.
Agora, a FAB bem que poderia entrar em acordo com o EB, para repassar o sistema do Hermes 450 e abrir assim, mais espaço para focar em meios do porte do Hermes 900.
.
O Hermes 450 já existe em inventário e é operado. Os conhecimentos estão estabelecidos e poderiam ser transferidos ao EB. Hoje, faz muito mais sentido ter um vetor deste porte apoiando as ações do EB, principalmente no tocante a artilharia, do que dentro da estrutura da FAB.

Wellington Góes

Quanto a operação dos Hermes 450, concordo. Aliás, era dessa categoria que a PF deveria ter adquirida e não do tipo MALE (que são os Heron e Hermes 900). Então, tanto a PF quanto o EB deveriam ter VANTs do porte do Hermes 450

Marco

O EB vai operar o nauru da xmobots que é vtol, não precisa de aeródromo

Marcos10

Como andam os estudos para o drone da Embraer?

Marcos10

Conforme informação no artigo, as primeiras unidades foram utilizadas como prova de conceito, estando restritas inclusive devido ao alcance das antenas, sendo a partir de agora operados com alcance maior devido a utilização de satélites.
Pergunta: as FFAA possuem satélites para uso exclusivo militar?

Bardini

SGDC.

Marcos10

Grato. Fui pesquisar. Infelizmente só um em operação, dos três previstos. Feitos pela Thales, nada contra. Não temos capacidade de projetamos e construirmos localmente?

Jadson Cabral

Capacidade, em teoria, temos. Talvez não tai moderno e com tantas capacidades como a Thales, mas devemos ter sim. Afinal, até a Argentina fabrica satélite geoestacionario. O probelma é falta de grana e interesse mesmo. Se a gebte começa um projeto desses aqui não dá ora saber quanto tempo vai levar e quanto vai custar no final, vide o caso do Amazônia 1, que demorou 20 anos pra sair e quando saiu já estava obsoleto

Mk48

A FAB se sobresaindo.

Grozelha Vitaminada Milani

Já que o Pacau foi desativado, poderiam ter 4 desses na Amazônia.

Investimentos e manutenção baixa em comparação aos F-5!

Flanker

No texto é citado por duas vezes o termo “esquadrão ” no que se refere à essas aeronaves Hermes 900. O esquadrao Hórus, aqui em SM, opera atualmente 4 RQ-450 e 1 RQ-900. Será que esses 2 novos 900 serão enviados para o Hórus ou, junto com o único 900 atual, formarão um novo esquadrão? Talvez irão remobiliar o Carcará, 1⁰/6⁰ GAV, desativado junto com os R-35AM há algumas semanas?

Thiago

Somente oficiais aviadores podem operam esses drones ou infantes e intendentes podem operar também?

Rinaldo Nery

Aviadores. Assim como aviadores não podem ser chefes de rancho, chefe de tesouraria ou chefes de seção de licitações. Ou comandantes de Esquadrão de Saúde. Cada um no seu quadrado.

Wagner

Entao general da intendencia nao poderia ter assumido pasta da saúde? Que coisa!

Last edited 4 meses atrás by Wagner
Rinaldo Nery

Como o próprio nome diz, “general” é o oficial que conhece tudo da sua Força, pelo tempo de serviço e experiência que possui. É um “generalista”. Se o PR o indicou, tem que perguntar pra ele o motivo. Mas, pra você, qualquer coisa que você possa imputar ao GF tá valendo. Salvo melhor juízo, acho que você nem mora no Brasil, pelo que me recordo.

Wagner

O fato de nao residir hoje no BR nao me desqualifica para discutir o rumo tragico que o governo atual tem tomado em todas as areas (salvo enriquecer banqueiro e mamadores), assim como morar no BR nao desqualifica ninguem para discutir o que acontece ao povo da China, ou da Palestina, ou da Coreia do Norte, ou do Iraque, ou dos EUA ou da Venezuela. Nao tenho acesso direto ao PR e confesso que esse ente que aí está me enoja, assim como outras figuras do passado. Entretanto, a escolha desse generalista intendente pode estar na frase que o mesmo… Read more »

Rinaldo Nery

Os projetos e obras de infraestrutura do ministro Tarcisio Marques, militar do IME, não prestam? É sério isso? As inúmeras decisões de desburacracia do Estado? Um dos países q mais vacinou no mundo? Vc não quer enxergar o óbvio!

Wagner

Frederick, como vai? Foi uma pergunta retórica.

Diego

Preservem as girafas da Amazônia ir favor ????

Flanker

Como o pessoal gosta de falar que tem equivalente nacional, que não incentivam a indústria local, etc. Mas, vejam a “fantástica” quantidade de aeronaves adquiridas! Duas!! Somando um total de 3 RQ-900! Mais os 3 RQ-1150, um total de 6 MALE e mais 4 Hermes 450. 10 aeronaves……..qual a aeronave nacional seria viável com essa quantidade tão pequena?? Qual empresa iria se arriscar numa empreitada cara dessas, com previsão de vendas de tão poucas unidades?

Adriano Madureira

Exatamente ! Qual é a empresa nacional que irá investir um quantia que pode ser considerável na P&D de um VANT para se adquirir um número brochante de unidades?!

Sabendo-se que as forças quase sempre nunca adquirem equipamentos em grandes quantidades…

Depois tem gente que sonha em ver um possível drone da Embraer na FAB,para quê?! Para encomendar 10 e depois fechar em 5-7?!

comment image

Wellington Góes

Pra isso tem nome também, compra fracionada. Isso normalmente é usado para direcionamento de aquisição. Ou seja, como não dá para usar o princípio da economicidade a pleno, já que existem outros meios equivalentes e concorrentes, que são igualmente operados pela força, não deveriam ser feitas compras fracionadas e direcionadas. Detalhe, sequer pode-se dizer que é preferência por ser um produto de uma EED (Empresa Estratégica de Defesa), pois a fornecedora contratada não o é. Mas a fornecedora do produto concorrente, que como foi colocado também é operado pela FAB, é. Então se fosse para fazer usar uma escala de… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Wellington Góes
Flanker

Compra fracionada…..e bota fracionada nisto!! A FAB, depois da entrega destes 2 RQ-900 passará a contar com 10 ARP’s! 10! Quantida muito baixa, que não pwrmite escala em nenhuma indústria nacional E o RQ-1150 foi recebido pela FAB, vindo da PF. Não foi compra ou especificação da FAB.
Se há mau uso do dinheiro público ou qualquer outro indício de crime ou ilegalidade, denúncia. Estou falando sério, sem ironia. Se não há lisura e legalidade, imvestigue-se e punam-se os culpados. Se nada for encontrado, deixa os caras trabalharem!!

Last edited 4 meses atrás by Flanker
Carlos Pietro

Bom dia, excelente aquisição.Agora eu pergunto: e o drone Falção que estava sendo desenvolvido,porque não foi ele escolhido,já que é um projeto bastante amadurecido para dar impulso para a nossa industria?

Diego

Mesmo com um militar como presidente, não conseguimos comprar drones armados, fazer a bomba nuclear, ou ao menos fazer navios ou aviões 100% nacional. Passam os séculos e continuamos dependentes. Índia nos faz passar vergonha, trataram sua soberania com seriedade, possuem o Tejas, Brahmos, armas nucleares… Aqui, nada vai para frente,ao menos conseguimos concluir a transposição do velho Chico, quem sabe um dia possamos nos tornar verdadeiramente independentes

Rinaldo Nery

Lá eles tiveram duas guerras com o Paquistão e uma com a China. E os vizinhos possuem armas nucleares.

Adriano Madureira

Brasil é uma piada, aqui temos projeto de governo e não projeto de estado, de nação…

Governos entram e saem na China e índia, duvido que os projetos de estado são postos de lado por ser de partido A ou ideologia B.

Os planos quinquenais e as estratégias nacionais de defesa certamente seguem seu curso independente do mandatário.

Rinaldo Nery

Na China só tem um partido e uma ideologia… Desde 1949? E milhões de mortos pela fome para a implantação dessa ideologia.

Jadson Cabral

Meus deus kkkkkkkkk

Justo

Quanto vai custar para meu bolso e de todos brasileiros esta “experiência” ?
Qual estudo e lisura houve na contratação deste projeto de discutível “custo x benefício” ?

Nonato

Por que não para ataque como é usado em vários países?
Seria uma ajuda importante para patrulhar o mar e também em eventual guerra terrestre contra a Venezuela.

Flanker

Meu caro, você ainda está falando em Venezuela? Pra que? Por que? Qual motivação temos para entrar em guerra com a Venezuela???

glasquis7

em eventual guerra terrestre contra a Venezuela.”

???