quinta-feira, setembro 23, 2021

Gripen para o Brasil

F-35: Pentágono concede à Lockheed Martin contratos de sustentação de US$ 6,6 bilhões

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O Pentágono concedeu à Lockheed Martin contratos anualizados para a manutenção da frota de F-35 Joint Strike Fighter global cobrindo os anos fiscais de 2021-2023.

Os contratos têm valor potencial de até US$ 6,6 bilhões, caso todas as opções sejam exercidas.

O custo por hora de voo para a frota global deve cair 8% nesse período de três anos, de US$ 36.100 em 2020 para US$ 33.400 em 2023; o custo por hora de voo do F-35A cairá de US$ 33.600 para US$ 30.000 durante esse período.

“Trabalhando junto com nosso parceiro da indústria, a equipe do F-35 Joint Program Office negociou economias agressivas de custos e metas de desempenho que beneficiarão o empreendimento global de sustentação do F-35 e todos os clientes do F-35”, disse o Tenente-General Eric Fick, oficial executivo do F-35 Joint Program Office, em um comunicado do Pentágono.

Os contratos anuais financiam atividades críticas de sustentação para aeronaves atualmente na frota e aumentam a capacidade da empresa para dar suporte à frota futura de mais de 3.000 aeronaves F-35, acrescentou a Lockheed Martin.

O contrato também inclui especialistas em sustentação da indústria, apoiando a manutenção da base e do depósito, treinamento de pilotos e mantenedores e engenharia de sustentação para os EUA e nossos aliados em todo o mundo.

A análise de dados de toda a frota e o gerenciamento da cadeia de suprimentos para reparo e reposição de peças para melhorar a disponibilidade geral de suprimentos para a frota também estão incluídos no negócio.

A empresa acrescentou que os contratos também abriram caminho para um contrato de logística baseada em desempenho (PBL) de longo prazo para o programa F-35. Os PBLs são uma prática recomendada da indústria, facilitando soluções ágeis de sustentação para a frota e incentivando mais acessibilidade e resultados de desempenho.

“Junto com o F-35 Joint Program Office, reconhecemos o papel crítico que o F-35 desempenha no apoio às missões globais de nossos clientes e a necessidade de fornecer essa capacidade de maneira acessível”, disse Bridget Lauderdale, vice-presidente da Lockheed Martin e gerente geral do programa F-35. “Esses contratos representam uma redução de mais de 30% no custo por hora de voo do contrato anualizado de 2020 e exemplificam a parceria confiável e o compromisso que compartilhamos para reduzir os custos de sustentação e aumentar a disponibilidade para este sistema de armas de 5ª geração incomparável.”

- Advertisement -

56 Comments

Subscribe
Notify of
guest
56 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ramon

Os EUA já fizeram tantos repasses para essa empresa, que eu já estou achando que isso é um contrato secreto para construir uma frota de star destroyer igual aqueles que vemos em filmes e jogos de vídeo game, o F-35 já consumiu um pib inteiro só para desenvolvimento e ainda tem muitos problemas para resolver se fossem aprofundar nesses contratos aí sim iria surgir uma verdadeira operação lava jato.

Agnelo

Prezado
Em algum lugar vc leu sobre o desenvolvimento e compra dos Silent Hawk?
Acredito q não…..
Pois é…..

BK117

Daqui a pouco vamos descobrir que metade do valor foi destinado à primeira esquadrilha de X-Wings da U.S. Space Force hahahahahahaha

JOSE CARLOS MESSIAS

Boa! kkkkkkk

Carlos Gallani

Piadas a parte eu acredito que ha muita verba desviada para projetos secretos sim!

Oráculo

O termo correto é “relocadas”.

No passado já teve até CPI la no congressos dos EUA sobre essas verbas”relocadas” para outros projetos militares.

Terminou em pizza.

Antoniokings

É evidente que o Governo americano costuma repassar verbas de orçamento federal para encher as burras da indústria armamentista.Isso às custas do contribuinte americano.
Só que até isso tem um limite, pois o endividamento nacional chegou aos píncaros.

Reportagem da prestigiosa BBC de Londres.
‘Boeing: a ‘relação especial’ entre o governo Trump e a gigante aeronáutica’
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-46775576

Elias

“ Reportagem da prestigiosa BBC de Londres.”. Por favor … será está prestimosa e prestigiosa vai falar da retirada do Biden … claro que não…

Chris

Qdo a economia americana realmente correr riscos… Você vai saber… Fica tranquilo ! Bolsas pelo mundo todo irão desabar, empregos vão rodar…

Já aconteceu 2 vezes !

Antoniokings

E o resultado?
A China ultrapassou a economia americana em PPC.
Na próxima crise, ou antes, ultrapassa em moeda corrente.
A última estimativa caiu de 2035 para 2028.
Eu acho até que será antes.
Aguardemos.

Jbs

Ué, e o que vc ganha com isto?

RICARDO NUNES BARBOSA

Na verdade para Desenvolverem o F-35 consumiu 60 bilhões para 3 variantes, 20 bilhões por variante, que é menos do que foi pago pelo F-22 e Typhoon.

Last edited 8 dias atrás by RICARDO NUNES BARBOSA
Antunes 1980

E a turminha do foice e do martelo morde os dedos de tanta raiva, sempre criticando o único vetor de 5º geração sucesso em produção, vendas e comprovado em combate.

Operadores: Austrália, Bélgica, Coreia do Sul, Dinamarca, Estados Unidos, Holanda, Israel, Itália, Japão, Noruega, Polónia, Reino Unido.

Paulo

Raiva e inveja das grandes isso sim, caça com sucesso absoluto e se encaminhando para ficar mais em conta.

Guilherme Lins

Exatamente, e me permita acrescentar um detalhe: a lista de operadores só não é maior pq o próprio governo americano veta vendas, a exemplo do Emirados Arabes.

Antoniokings

Nome bem sugestivo.
‘Contrato de sustentação’.
kkkkkk

Antoniokings

Em tempo.
Tenho artigo interessante sobre a ‘simbiose’ entre o Governo americano e Boeing.
Mais conhecido como ‘uma mão NÃO lava a outra.
rsrs

Marcos 10

Esse aí já custa o mesmo que o Gripen.

Marcos 10

Não adianta negativar. É uma verdade.

Marcos 10

Os suíços estão pagando menos pelos 36 F35 que nós pelo Gripen. O F35 poderia estar plenamente operacional na FAB. Mas ao invés de ir Sabre, optamos pelo Meteor.

BK117

Não estamos comprando somente um vetor de defesa, mas sim toda uma indústria. Isso tem seu preço.
Podiamos sim ter comprado F18, F35, Rafale, Sukhoi ou qualquer outro, mas decidimos deixar de lado o imediatismo e investir no nosso futuro. Tudo que temos que fazer é investir e fazer valer o investimento.

Carlos Gallani

“Investir no nosso futuro”
Pura ilusão, o Gripen não vende e nós não temos escala!

BK117

Não é somente sobre Gripen. O conhecimento industrial que obtivemos pode ser aplicado em futuras aeronaves militares ou civis da Embraer e das outras empresas participantes. Parte do conhecimento adquirido pode, certamente, ser utilizado em outros setores industriais do país.
Não compramos o projeto do caça, e sim valioso conhecimento industrial.

Marcos 10

Desculpa de sempre.
Na hora que tiveram de desenvolver uma aeronave de sexta, sétima geração vão pagar mais caro em troca de ToT.

Augusto

E será no século XXIII

Antoniokings

É.
Mas vai trocar o parafuso que prende a ‘rebimboca da parafuseta’ do F-35 para vc ver quanto vai torrar de grana.

Marcos 10

Segundo os suíços, o custo operacional total é menor que dos concorrentes.

Antoniokings

Só se for parado no hangar economizando combustível, né?
Aliás, uma das especialidades do F-35.

Chris

Rapaz… Acho que vc deve sonhar todas as noites com o F-35 ! Ou melhor… Ter pesadelos !

É só um substituto para o F-16, ta ? Mais nada ! Os EUA estão desenvolvendo muitos outros projetos em muitas áreas !

Last edited 8 dias atrás by Chris
Thiago A.

???? Só ler a a matéria para esclarecer esse fato : ” o custo por hora de voo do F-35A cairá de US$ 33.600 para US$ 30.000 durante esse período” Isso na versão mais “cheap” dos três. E outra, esses custo são um desejo, um sonho, uma expectativa… Agora é só procurar o custo por hora de voo de um bimotor pesadão como o F-15 que é já considerado caríssimo…Sem chances, o gripen nesse quesito é a melhor escolha, ainda mais para uma força aérea que funcionava só em horários comerciais e costantemente tinha de pedir arrego para as forças… Read more »

Oráculo

Coloca na planilha o custo de hora de voo e de manutenção Gripen x F35.
Depois volta aqui…

Leonardo M.

Na FAB um avião desses voaria no máximo 100h por ano
Quando fosse aposentado ainda teria uns 60% de horas de voo ainda disponíveis para a célula do avião

JuggerBR

A figura que define esse avião é um ralo, bem largo…

Hcosta

Acho que isso dá 2 milhões por ano por aeronave. É muito superior a outras aeronaves?

Bruno Vinícius

O custo da hora de voo do F-35 finalmente chegou aos valores do F-15

Thiago A.

“Cairá” ! É um desejo, uma expectativa… para a versão aos econômica ( A) . Até onde sei o custo por hora de voo do Eagle é por volta dos $ 27.000 . Um caça pesado, bimotor, cuja celula possui uma expectativa de vida que é o dobro do Lightning ( 20.000 vs 8.000 horas do F-35)

Bruno Vinícius

Thiago 1) Pelo que eu entendi, o contrato já foi assinado com os valores de custo de hora de voo para cada ano programados, logo, é uma certeza que em 2023 o F-35A custará 30 mil dólares a hora de voo. 2) O DoD estimou em 29 mil dólares o custo da hora de voo do F-15EX, duvido que as células antigas custem menos do que isso 3) Mesmo considerando essa diferença no tempo de serviço no custo da hora de voo (e presumindo que o F-35 não passe por projetos de expansão das horas disponíveis, como os caças legacy… Read more »

Zeus

Eis que Eu, o portador dos relâmpagos e trovões, considero uma afronta batizar como lightning a esta bibinha hipersensível que sofre desmaios quando vê raios ao redor! Pagarão caro por isto! Na verdade já estão pagando, e a LM deu uma verdadeira chave de braço em três ramos das FAs estadunidenses! Estão condenadas por longuíssimo prazo a encher as burras da LM com centenas de bilhões para manter as frotas com seus exorbitantes custos de desenvolvimento (ainda em curso), modernização e manutenção! E para terem um vetor que é no fim das contas, não um caça no sentido mais amplo,… Read more »

tubarao1.jpg
Zeus

Espaço não vai faltar no compartimento interno e a manobrabilidade é desnecessária pois também será furtivo a partir de mil km de distância!

tubarao2.jpg
Antoniokings

Perfeito.
E os americanos tentaram amarrar os aliados um em uma espécie de casamento (na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe), mas quem pôde está saindo fora.
Quiseram ser espertos demais e se deram mal.

Saudações! Oh Poderoso!

RICARDO NUNES BARBOSA

Na verdade o número de compradores do F-35 aumenta a cada ano, já bem além dos sócios originais.

Zeus

Prezado Kings! Felizmente para eles estes jabutis high tech nunca enfrentarão uma guerra contra adversários realmente poderosos, então vão podendo manter as aparências com narrativas encantadoras para fanboys.
Inclusive foi noticiado que a China posicionou diversos radares em sua costa para “assistir” as peripécias do audaz jabuti furtivo(pero no mucho!).

Antoniokings

Não só a China como o Irã.
Novas classes de radar mostram-se capazes de detectar este tipo de avião.

https://southfront.org/iran-unveils-long-range-3d-radar-designed-to-detect-stealthy-airborne-targets-video/

Antoniokings
Bruno Vinícius

Zeus, se a China não conseguir detectar o F-35 em tempos de paz (que sempre voam com a lentes de Luneburg), já pode assinar o termo de rendição adiantado. Até o Congo detecta o F-35 longe voando na configuração de tempos de paz.

Antoniokings

Na verdade os EUA têm dois problemas que deixam a situação bem problemática para eles na região.
Primeiro é a possibilidade de detecção e derrubada dos aviões.
E segundo, e mais complicado, é a dificuldade dos aviões se aproximarem dos alvos visto o baixo alcance operacional da aeronave.
Corre o risco dos NAes americanos serem alvejados pelos chineses bem antes de colocarem os aviões em situação de alcance operacional.

Antoniokings

E como os militares americanos sabem até onde seu taco pode alcançar, as notícias de agora de todos os jornais é que o Chefe do Estado-Maior americano entrou em contato com os chineses para evitar complicações com alguma ordem tresloucada de Trump antes de ir embora.

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,chefe-do-estado-maior-americano-acionou-pequim-por-temer-que-trump-provocasse-uma-guerra-diz-livro,70003839934

Hcosta

Sabe muito bem que não é assim…

100nick-Elã

E como que é? kkkkk….

JT8D

Essa “coisa” está dando nojo até nos gringos e tem baba ovo por aqui chorando por não termos embarcado nessa furada…

José

E como ficam os outros países que participaram do desenvolvimento desse avião, também colocam a mão no bolso pra soltar verbas infinitas na tentativa de fazer isso funcionar?

Oráculo

Enquanto Tonico e seus nicks alternativos ladram, o F35 voa.

Países operadores plenamente satisfeitos.
Novos compradores.
Linhas de produção a todo vapor.
Países que já utilizam o Caça aumentando as compras, inclusive nas outras versões.

Mas no mundo alternativo dos canhotas o caça é um fracasso.

Viver na ilusão é sempre mais fácil do que encarar a realidade.

Jbs

Oráculo

Se Israel diz que o caça é bom – ponto final – com ctza Israel sabe “um pouco mais do que o Toninho da Lua”…

Saudações

Guilherme Lins

Eu nunca vi um “fracasso” ter tanto sucesso! Enxergar o mundo sobre sua própria visão é um direito, mas não adianta negar os fatos! O F-35 é o melhor caça disparado do mundo, e logo será competitivo inclusive nos preços.

Jefferson

Eu sou o único besta que quando leio os dados de custos desse avião não acho tão fora da curva quando comparado a outros aviões….lógico que será caro, olhem o nível do caça…querem o custo de um super tucano?
Se eu não me engano o custo unitário para os EUA ronda os 85 milhões de dólares…acho razoável.

José

Verdade
Você é o único

Últimas Notícias

Eve, da Embraer, e Bristow firmam parceria para desenvolver operações de UAM com pedido de até 100 eVTOLs

Melbourne, Flórida, 23 de setembro de 2021 – A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, e a...
- Advertisement -
- Advertisement -