segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

Rússia revela novo caça, Putin elogia o poder aéreo do país

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

MOSCOU (AP) – Com muito alarde, os fabricantes de aviões russos revelaram na terça-feira um protótipo de um novo jato de combate que apresenta capacidades stealth e outras características avançadas.

O presidente russo, Vladimir Putin, inspecionou o futuro avião de combate exibido no Salão Internacional de Aviação e Espaço MAKS 2021 em Zhukovsky, nos arredores de Moscou.

O novo design foi desenvolvido pelo fabricante de aeronaves Sukhoi no programa LTS – uma sigla em russo para Aeronave Tática Leve.

Seus fabricantes disseram que o protótipo está definido para fazer seu voo inaugural em 2023 e as entregas podem começar depois de 2026. Eles disseram que o novo projeto pode ser convertido para uma versão sem piloto e uma variante de dois lugares.

A nova aeronave é menor do que o mais recente caça stealth bimotor Su-57 da Rússia, também construído pela Sukhoi, e tem apenas um motor. Ainda não recebeu um nome e nenhum detalhe foi dado sobre suas características e perspectivas de produção.

A estatal russa Rostec, que inclui a Sukhoi e outros fabricantes de aeronaves, anunciou o novo avião sob a marca Checkmate, aparentemente com a intenção de enfatizar suas características superiores.

Ela disse que o novo avião de guerra pertence à chamada quinta geração de caças – uma definição que assume características stealth e capacidade de cruzeiro em velocidade supersônica, entre outros recursos avançados.

A Rostec também disse que o novo projeto inclui recursos de inteligência artificial para auxiliar o piloto e outras tecnologias inovadoras. Ela enfatizou que o avião foi projetado para reduzir os custos do serviço e pode ser facilmente adaptado às diferentes necessidades dos clientes.

O futuro caça a jato russo parece ter a intenção de competir com o caça F-35 Lightning II dos EUA, que entrou em serviço em 2015.

A Rostec fez uma campanha publicitária agressiva dias antes do show, publicando uma foto do novo caça escondido sob uma lona preta com a pergunta “wanna see me naked?” escrito abaixo dele. Ela também postou um vídeo com clientes bajuladores da Índia, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Vietnã e outros países, refletindo as esperanças de exportação.

Os observadores de aviões se aglomeraram em Zhukovsky na semana passada para tirar fotos do novo avião enquanto ele estava sendo taxiado para uma vaga de estacionamento no gigantesco campo de aviação que serviu como a principal instalação de teste de aeronaves militares do país desde os tempos da Guerra Fria.

O Kremlin fez da modernização dos arsenais do país uma prioridade principal em meio às tensões com o Ocidente que se seguiram à anexação da Península da Crimeia por Moscou em 2014.

Também incentivou fortemente o desenvolvimento de novos jatos de passageiros destinados a competir com os aviões construídos pela Boeing e pela Airbus, que atualmente respondem pela maior parte das frotas das companhias aéreas russas.

Esses programas encontraram atrasos em meio a sanções ocidentais que prejudicaram as importações de motores ocidentais e outros componentes importantes, mas a Rússia conseguiu fazer um novo motor para o novo avião de passageiros MS-21 que também foi exibido na feira em Zhukovsky.

“O que vimos em Zhukovsky hoje demonstra que a aviação russa tem um grande potencial de desenvolvimento e nossas indústrias de fabricação de aeronaves continuam a criar novos projetos de aeronaves competitivas”, disse Putin em um discurso na abertura da feira.

FONTE: Yahoo! News / AP

- Advertisement -

128 Comments

Subscribe
Notify of
guest
128 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Régis

Até que é um avião interessante, só espero que não tenha tantos problemas de desenvolvimento como o Su-57.

Apenas lamento pela MiG,pois parece que seus dias estão mesmo contados.

Antoniokings

Conte-nos sobre os problemas que o Su-57 teve, porque aqui ninguém sabe.
Já os do F-35……

Marcelo Andrade

Quando o super protótipo SU-57 estiver opracional aparece, ou não , dependendo do Canal Sputnik!

Leandro Costa

E ninguém vai saber ao certo, claro. Imprensa mais controlada é sempre top para ‘sanar’ problemas.

Aliás… o Su-57 já tem motor definitivo?

Marcos Cooper

“Conte-nos sobre os problemas que o Su-57 teve, porque aqui ninguém sabe.”
Não sabe ou faz de conta que não sabe.Além do mais,como que a imprensa deles vai noticiar algo ruim? Nunca! As coisas lá praticamente não mudaram. A começar pelo presidente(?) e sua nova forma de perpetuar no poder…

Mauro Cambuquira

Longe da ideologia ou torcida. Bom é aqui. Temos muito a apresentar do país do futuro. Principalmente a forma que mudamos de governantes, com impeachment´s e ou eleições que não se mudam nada do nada após nada mudar o que nunca mudou… O jeito de governar…

Saldanha da Gama

Ou seja, aqui não há ideologia ou patriotismo, quando a justiça aperta todos se unem, quando desejam as benesses nababescas, todos se unem….
Abraços

Last edited 12 dias atrás by Saldanha da Gama
Maurício.

Antoniokings, os problemas do F-35 não anulam a demora que o Su-57 está levando para ficar 100% operacional, ano que vem já vai fazer 12 anos desde que o primeiro Su-57 levantou vôo, na minha opinião, 12 anos já é muito tempo para um caça ficar full operacional, parece que os russos estão meio que sem vontade com o caça.

Marcos10

O F-35 também levou esse tempo para se tornar operacional.

FabioB

Realmente, acertou essa vez.
Ninguém sabe, nem a própria Rússia, afinal recebeu o 1° em Janeiro de 2021.
Ninguém sabe nem se ele está operacional, quanto mais se tem problemas.

Andre

Avião que não voa não da problemas.

rui mendes

Ninguém sabe, então porque ainda não foi entregue, ao fim de mais de uma década??
O F35 é aquele caça, que só dá problemas a quem não o têm.
Lê o que os pilotos que o voam, dizem, mas em imprensa escrita, não na net, e também não o que dizem os políticos.

Nilton L Junior

O SU-57 quebra fácil o trem de pouso.

Adriano Madureira

Tem certeza disso ou é só falácia? Se realmente tal fato ocorresse, já estaria a tempos na mídia, pois certamente não faltariam pessoas para querer depreciar a aeronave e postar em primeira página…

Nilton L Junior

Estou sendo irônico

Emmanuel

Motor, parceiro que pulou fora, atraso para entrar em operação e por aí vai.

Ricardo da Silva

Só para ser justo o “parceiro que pulou fora” é o mesmo que tem comprado equipamento estadunidense em quantidades (AH-64, CH-47, C-17, C-130, P-8 e eventualmente F/A-18 ou F-21/F-16) e teria saído do programa pela “não transferência de tecnologia”

Flanker

Sim…, sim….nenhum problema no Su-57 e nem no J-20…..aliás, sistemas militares russos e chineses não apresentam problema algum….nenhum deles…..eles projetam, montam e saem já de fábrica prontinhos, full capability e operam sem nem precisar testar ou ajustar…..ahãm…

Andre

Depois dos fracassos dos mig29 e mig35 não tinha outro caminho mesmo…

Fernando C. Vidoto

O MiG29 vendeu bem. O MiG35 não !

Luís Henrique

O MiG-35 entrou em serviço em 2019.
E ainda aguarda o radar AESA.
O Rafale demorou vários anos após sua introdução em serviço, para conquistar o mercado externo.

Andre

Em combates foi um fracasso. Até os etíopes abateram mig29 em combate aéreo.

Luís Henrique

Andre, você só esqueceu de dizer que os MiG-29 eram pertencentes à Eritreia, um país com 10x menos dinheiro que a Etiópia, com uma força aérea montada as pressas, com MiG-29 usados e SEM apoio russo. Alias, Rússia e EUA apoiavam a Etiópia.
E os MiG-29 não foram abatidos por caças ocidentais, foram abatidos por caças Su-27.

Munhoz

O importante que ninguém presta atenção é que ao que parece e um projeto próprio e não uma cópia.

Tem um design próprio

Heitor

Se não tivessem o projeto do mig 41 em andamento sim

Ricardo da Silva

Curioso que na base da deriva esquerda está o logo da MiG . . . se bem que agora tudo faz parte da UAC. Devem ter optado pela “grife” sukhoi pela maior penetração no mercado

Wilton Santos

Esse sensor de infravermelho em forma de bolha na frente do caça não compromete a furtividade da aeronave?

rui mendes

Este avião é a cópia do modelo que concorreu com o F35, e não foi o escolhido.

Peter nine nine

Nada haver

Adriano Madureira

Tem certeza do que você diz amigo?! A diferença é gritante…

Dizer que a aeronave russa é cópia daquele caça horroroso com boca de personagem de anime japonês, é realmente não saber distinguir designs distintos…
comment image
comment image
comment image

PauloR

A MIG e outras empresas de aviação russa devem passar pelo mesmo processo de absorção que ocorreu com empresas americanas como Mcdonnell Douglas e a Sikorsky que foi absorvida pela Boeing e LM pq não faz sentido nos tempos atuais tantas empresas desenvolvendo produtos semelhantes. Inclusive esse processo já esta em andamento com a UAC unificando departamentos internos.

Heitor

Nao um ceo e equipe administrativa, 2 empresas de design com 2 projetos .
A boeing matou a md que ainda e a espinha dorsal da usaf (f15,f18,c17,harpoon) e ia fazer o mesmo com a embraer.
E quando teve que fazer um treinafor teve que pedir ajuda para saab

Tomcat4,2

Quando será o primeiro voo desta máquina hein???

Leandro Costa

Tomcat, está no texto.

Sergio Machado

Design bem agressivo e arrojado. Se voa bem, é outros 500.
Quem garganteou que seria cópia do F35, quebrou a cara. Tem nítida herança do SU57.

sergio

Como diz Marcel Dassault, se e bonito voa bem, e esse ai e linnddoooooooo!!!!!!!!!
rsrsrsr

Heitor

⁷sukhoi nao voando bem ?

Sergio Machado

Concordo com vc. Os caras tem expertise e tem tudo pra ser uma baita aeronave. Mas como engenheiro, todo projeto na prancheta é perfeito. Esperemos a prática.

Luís Henrique

Quem pode, pode. Parabéns à Rússia.
Acho uma excelente ideia da Rússia projetar um caça de 5a geração, furtivo, e Leve.
Os caças estão cada dia mais caros, principalmente para operar.
Um caça com Metade do peso do Su-57, muito provavel que será bem mais barato de operar.
Acho que terá muito mais sucesso no mercado de exportações do que o próprio Su-57.
É quase o mesmo porte do Gripen E, porém com furtividade e muito mais potente, para ter alta capacidade de super cruzeiro.

Marcelo Andrade

Nada de novo ,mesma tecnologia utilizada há mais de 20 anos no F-22, até a Turquia já tem um projeto desses. A Coréia do Sul vai voar um ainda este ano. Vida que segue….

Clésio Luiz

Eu achei ela com pouca área para um motor de grande porte. Isso gera perdas de potência em baixa velocidade (decolagem) e aumenta o risco de absorção de FOD.

Não duvido nada que possua portas de alívio de pressão ao redor da tomada de ar, como a família Flanker, Su-57 e uma dezena de outros modelos mundo afora.

Clésio Luiz

Praticamente todos as aeronaves com entrada de ar em formato de cunha (A-5, F-14/15, etc) possuem rampas internas que fazem isso que você descreve Roberto, obviamente variando a posição de acordo com a velocidade.

Mas a descrição que eu li a respeito delas falava em reduzir a velocidade do ar que atinge o primeiro compressor, pois o mesmo perderia eficiência em velocidades do ar muito altas.

Clésio Luiz

Não. Está guardadinha para quando um KC-390 fizer a primeira transferência para um Caracal da FAB 🙂

Diogo de Araujo

Sou leigo não entendo nada mas, viu, esse desnível gigantesco do cockpit até a cauda, arredondado, não afeta a assinatura de radar não? (pra pior, é claro)

Marcos10

O F35 também é arredondado.

Diogo de Araujo

Porém a amplitude da parábola parece menor marcos10, pelo menos parece.

Teropode

Seria um pecado mortal o Brasil observar com carinho este projeto ? Tive uma sensação boa em relação a ele 🤔, bastante original . Será que a surpresa virá do PAK-DA ? Imagine se no final da exposição o Bicho fazer um vôo bem sinistro 😬😬😬

Antunes 1980

A campanha mundial de proteção dos projetos russos e chineses, e de difamação do F-35 segue a todo vapor. Mesmo com 625 unidades entregues.

O SU57 deve ter o dobro de problemas de uma aeronave ocidental, porém nada é noticiado.
Mas a verdade é apresentada a todos, devido a demora de mais de 3 décadas para entregar apenas 4 vetores operacionais.

E com esta nova aereonave não será diferente. Muito marketing nas redações, mídias digitais, porém na pratica, ele nunca estará disponível.

Last edited 12 dias atrás by Antunes 1980
Andre

Já entregaram o segundo?

Bruno

Três décadas ?
Achei que o primeiro Su-57 teria voado em 2010..

Antunes 1980

Você não sabe nada.

O projeto iniciou-se no final da década de 1980, ainda durante a existência da União Soviética e, ao desafio do governo, responderam as fábricas Sukhoi com o Su-47 e a Mikoyan com o Project 1.44. Em 2002, o governo russo decidiu que a Sukhoi seria a empresa líder que conduziria o projeto e que definiria a concepção final do aparelho. Foi acertado também que a aeronave a ser desenvolvida deveria incluir tecnologia das duas propostas.

Tutu

Tem que ter esse tanto entregas mesmo, por 1,3 trilhão de dólares o F-35 deveria até fazer café ao contribuinte.

Sobre o Su-57, quando ele entrar em operação e for adquirido por alguém além da Rússia, aí sim veremos se ele é isso tudo que os russos vendem.

Sincero Brasileiro da Silva

Achômetro? Parabéns Mãe Dinah!

Antunes 1980

A verdade baseada e fato e dados deixa os russian fans nervosos, entendo o nível da decepção.

Sergio Machado

Sossega o facho borboleta. São 625 unidades goela abaixo, não desmerecendo a aeronave, que é um grande projeto, apesar de não maduro ainda. O SU57 é um derivado do SU35 com incrementos, isso por si só já garante maturidade tecnológica básica ao projeto em muitos aspectos. Quanto a linha de produção, já viu como ele é feito? Linha de produção nova? E o tutu, os russos tem o mesmo que o EUA? Muita coisa no avião é nova, normal e natural uma planta de produção lenta no início, ainda mais sem grana. O avião tem tudo pra ser uma inflexão… Read more »

Carlos Campos

Acho que os Russos cortaram o tamanho da encomenda para esse caça se tornar real, acredito que até a metade desse século esse vai ser o principal caça russo, junto do Okhotnik serão os dois principais vetores da Russia no campo aéreo.

Andre

Concordo, lá por 2050 deve estar operacional.

Jrrb.

O que realmente surpreendeu, se realmente se confirmar, seria o preço;
Abaixo de 50 milhões de dólares.

Primeiro voo agendado para 2023 demostra que o trabalho no desenvolvimento já tinha certa maturidade.

Carlos Campos

dúvido que seja só isso, um caça novo, com tecnologias como radar novinho, IA de ponta, uso extensivo de material compósito para absorver ondas de radar, não tem como ser só 50 milhões.

GFC_RJ

Se o projeto é bom ou não, só o tempo dirá.

Mas na minha humilde opinião, o Sr. Putin é o melhor jogador geopolítico do mundo atual. Dentro de uma perspectiva realista e maquiavélica, esse entende muito e sabe tomar decisões.
Bem… dentro do xadrez global… “Checkmate”… Hhmmm… Vamos ver.

FabioB

Será?
Durante o seu Governo (perdi as constas de quantos anos está durando) a China ascendeu praticamente como 2° potência militar/econômica, jogando a Rússia para a 3ª colocação como potência militar (sem falar em economia), passando a disputar cabeça a cabeça com os EUA a influencia pelo mundo.
A “realidade realista” é ficar quietinha no seu canto ou latindo apenas para a Europa (atrás do muro) para o chinês não olhar para o lado e escolher o russo como “o vizinho” não grato.

Maurício.

FabioB, desde que eu comecei a acompanhar a trilogia, sempre teve um pessoal que afirmava que a Rússia estava falida, queria eu que o Brasil estivesse “falido” assim como a Rússia no quesito defesa.
Quanto a China se tornar a segunda potência militar/econômica, não tem muito o que a Rússia possa fazer, nem os americanos podem segurar o crescimento chinês.
E quanto ao “vizinho” não grato, o que não falta é opção para os chineses, começando pelos japoneses…

Last edited 12 dias atrás by Maurício.
GFC_RJ

Caro FabioB, Só você separar as coisas… Estou falando de Geopolítica e estou falando do estadistas. Não estou falando das nações em si. Tem diferença aí… Quantos estadistas a China teve no período relatado? 4? 5?  Sabe aquela votação do público na F1 sobre o melhor piloto da corrida. Nem sempre ganha melhor piloto aquele que venceu o GP. É mais ou menos o mesmo tipo de análise. Sobre realismo… Leia um pouco de teoria de RI e seus paradigmas e vai entender de que realismo estou falando.  E, finalmente o Putin… Quantas guerras ele se meteu? Que eu lembre,… Read more »

Carlos Campos

sobre a China, o Deng Xiaoping é top demais também, particularmente ele tinha um visão um pouco não ortodoxa de regime comunista, se a URSS tivesse adotado as reformas que o Deng fez, a Russia/URSS seria mais poderosa que os EUA, talvez até mais rica.

GFC_RJ

Deng Xiaoping foi excelente estadista. Du carai mesmo! Mas… Não está mais entre nós… Dos estadista da ativa, não vejo ninguém melhor que o Putin hoje. Nem Xi Jinping, nem muito menos o Bibi, que acabou de ser “retirado”.

Cristiano de Aquino Campos

A Rússia nunca esteve sem estar sob sanções desde quê a União soviética acabou. A China cresceu com apoios/exploração mal planejada do ocidente.
Obs. Falo de exploração do ocidente, porquê os países ocidentais não estavam nem ai se a China era uma ditadura comunista, se não tinha liberdade ou qualquer coisa que hoje eles acusam a China de fazer. O importante era produzir na china gastando muito pouco, vendendo a produção por muito dinheiro e enchendo os bolsos dos executivos.

ALISON

Quanta asneira em tão poucas linhas…

Hcosta

O que é que um novo caça tem a ver com o Putin?
Apresentar um novo caça faz com que seja um líder espetacular?

Luís Henrique

Oras, é um produto de empresas estatais. O povo russo leva Defesa a sério e um líder que recuperou o poder militar russo é bem quisto, um dos motivos de Putin continuar ganhando.
A indústria bélica é um setor de peso na Rússia, assim como o agronegócio no Brasil. Além da defesa da patria, os produtos são exportados o que é bom para a economia do país.

Hcosta

Não, não é. É a indústria militar a sustentar a economia e não ao contrário. Assim fica muito dependente de injeção de capital e consequente desvio de recursos que são precisos em outras áreas.
É também um sintoma do poder estatal autoritário, uma forma de propaganda. Ou os Russo são diferentes de outras pessoas? Preferem ter menos dinheiro no bolso mas um grande exército?

GFC_RJ

“O que é que um novo caça tem a ver com o Putin?” Bem… Achei que vi o nome dele na manchete e que ele fosse destaque no vídeo… “Apresentar um novo caça faz com que seja um líder espetacular?” Não. Entretanto… anexar a Criméia (território mega-estratégico); ganhar a guerra na Síria e, com isso, construir uma base aeronaval no Mediterrâneo; Manter a Bielorrússia como satélite e tampão ante à Europa; Manter a região mais industrializada da Ucrânia um caos e, com isso, mantê-la fora de maior influência da Europa; Mesmo a extremo contragosto dos americanos, conseguir emplacar o Nordstream… Read more »

Last edited 12 dias atrás by GFC_RJ
Hcosta

E no entanto é um país que tem um PIB per Capita o dobro do Russo. E sem petróleo ou gás. E utilizou o termo correto para definir as ações de Putin: Manter. Manter esses países como vassalos, dependentes da Rússia. Isto faz dele uma relíquia do passado que gostava de voltar aos tempos da guerra fria de uma Rússia com uma economia baseada nas forças das armas. E o senhor sabe quantos territórios Portugal tinha até ao século 20? E não me parece que um pequeno país que dominou o Atlântico Sul, Índico e estreito de Malaca possa ser… Read more »

GFC_RJ

Gente boa, Como falei pro outro… Separa as coisas. Putin é o melhor jogador geopolítico hoje. Não significa que eu queria que ele fosse o presidente do meu país, o Brasil. Ele é um ditador. Elimina a oposição de maneira atroz e subjuga nações mesmo, etc. Antes de tudo sou um democrata e gostaria que meu país continuasse assim. Gostaria, realmente, que a humanidade tivessem MENOS líderes como ele. Bom… Também sou um realista, vejo o mundo como de fato ele é… Não sou (em RI!) um Liberal, analisando as coisas sob a perspectiva de como eu gostaria que fosse.… Read more »

Hcosta

O que considera vitórias eu considero derrotas. Porque anexou a Crimeia? Porque perdeu a Ucrânia. Todos os exemplos que deu no comentário anterior é a Rússia ir a correr atrás do prejuízo. Estão a reagir mas não conseguem mais do que isso. A sua influência é cada vez menor. O problema é a forma como atua, parecida com a União Soviética, com ameaças militares. A subserviência a Inglaterra não foi assim tanta e muito menos por séculos. Na altura essas ilhas não serviam para nada, só para os naufragados. Se mencionasse o mapa cor de rosa, aí sim. Mas mesmo… Read more »

ALISON

Imagino a cara de um pateta desses…

ALISON

Precisa humilhar o i.di.o.t.a não véi… kkkkkkkkkkkk

Carlos Campos

Concordo, eu via a Rússia como falida, que não ia conseguir mais se destacar no cenário internacional, que o Putin já tinha dado o que tinha que dar, daí ele continuaram melhorando seus sistemas antiaéreos como o S400 que é temido, Bancou uma intervenção na Síria, que é público que a Europa e os EUA estavam armado os “moderados”, e hj o Assad controla mais de 80 por cento do país e nem se cogita tirarem ele de lá, ele está atuando forte na Líbia, Apresentou o T14 que tem suas características superiores aos MBT de qualquer país, (não necessariamente… Read more »

Hcosta

E no entanto com grandes recursos naturais tem um PIB semelhante ao Brasil. Agora imaginem se Israel, Coreia do Sul ou Japão tivessem os mesmo recursos. No entanto eles conseguem ter uma industria de defesa desenvolvida e, ao mesmo tempo, desenvolver o país. Porque será?

ALISON

Pq não tem embargos… kkkkkkkkkkkkkk Simples assim ameba…

sergio

Essa e uma boa resposta pra quem falava que a Russia só fazia stealth meia boca. estruturalmente, parasse te um baixíssimo RC, e pelo fato de ser menor, e ter entradas de ar bem discretas, talvez seja ate menor que o do SU-57.
Só a capacidade de carga que achei baixa, mais em fim.

Luís Henrique

Qual é a capacidade de carga?
Onde achou essa informação?

Marcos

Está sendo muito divertido acompanhar a reação dos hermanos nos fóruns internacionais. Estão comemorando como se fosse Copa do Mundo. Estão fantasiando a % de participação da FadeA no projeto, quantas aviões vão ser comprados, seus mísseis e muitas outras coisinhas.

FabioB

A longa experiência da Argentina, no desenvolvimento do Pampa, deixou a indústria aeronáutica argentina pronta para o salto, na participação do desenvolvimento de um caça de 5ª geração.
(desculpa a ironia…rs)

Marcos10

A FAB e a MB poderiam comprar um lote cada. Uns 36 para a FAB e uns 18 para a MB. Uma versão naval, evidente, para operar no futuro NAe.

Hcosta

E uma versão STOVL?
Onde é que já vi isso?

Andromeda1016

Não consigo evitar a comparação entre este caça e o nosso Gripen. Nosso novo caça já começa defasado e pagamos muito caro para ter acesso à tecnologia dele para desenvolver nosso próprio caça no futuro, mas tudo isso para poder começar a alguns degraus atrás dos caças mais modernos como este. Vai ser uma corrida louca tentar alcançar os demais, se é que vamos mesmo fazer isso …

Ten Murphy

O Brasil deveria ter escolhido 3 caças:

1. Gripen: para aprender a projetar
2. Rafale: aprender a fazer
3. F-35: absorver tecnologia furtiva

Andromeda1016

Sem parque industrial preparado para nacionalizar boa parte dos componentes do futuro caça, sem mão de obra capacitada para efetuar os projetos necessários para a nacionalização e sem vontade política/econômica para sustentar o projeto de caça nacional, infelizmente o Brasil não tem capacidade de projetar uma caça nacional de quinta geração de forma correta. Partir de uma caça de quarta geração para a quinta com as condições que acabei de mencionar tem tudo para ser uma aventura quixotesca em vez de homérica. Dá para dar certo sim, mas as chances disso ocorrer são tão pequenas e remotas que penso que… Read more »

Nick

Gostei do design do caça, elegante e com linhas agressivas. Para dizer a verdade o design furtivo dele parece ser mais refinado que o SU-57. É uma boa opção para os aliados de Moscou e bate de frente com o FC-31 chinês. Um cliente potencial poderia ser a Índia.

[]’s

carvalho2008

comment image

Vini

Pergunta para um piloto se ele quer um caça bonito ou eficiente em combate.

carvalho2008

comment image

Carlos Campos

essa cauda feia parece que o Tempest e o F3 do Japão vão ter isso, até o FCAS, é a nova moda dos caças stelth

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Parabéns para a indústrias aeroespacial russa!

Porque eu ouço falar de SU-57 desde a primeira vez que acessei este blog, e até hoje ele ainda não é operacional. São uns bons 12 anos…

Mas este caça aí, estará operacional em 2026, sem nunca ter sido falado nele até uma semana atrás.

Luís Henrique

É que agora, vão usar tudo que desenvolveram no Su-57 para este caça também.
Todos os avanços que tiveram em materiais RAM, redução de RCS, o novo motor produto 30, etc.
Com certeza demorará bem menos para voar e para entrar em operação.

Nilton L Junior

Urraaahhh, Urraaahhh,Urraaahhh, parabéns a RF, que começem o mimimimi.

Hcosta

Então começo, operacional, se tudo correr bem, em 2026.

Nilton L Junior

Sem problema o mimimi é livre e os Russos seguem em frente.

André K

“Ela também postou um vídeo com clientes bajuladores da Índia, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Vietnã e outros países, refletindo as esperanças de exportação.”

Clientes bajuladores! Não achei muito jornalístico mas é bem preciso e rendeu risadas aqui.

Vendéen

De acordo com o fabricante, essa aeronave será muito, muito acessível.
Preço imbatível!
Apesar dos anúncios oficiais do fabricante, mal posso esperar para descobrir as reais capacidades operacionais desta aeronave de 5ª geração, muito barata.
Então, para continuar ……..

“Segundo o Sr. Shougaev, a concorrência ficará“ desagradavelmente surpresa com o preço ”desta nova aeronave, o que poderá permitir à Rússia“ ocupar um nicho importante no mercado de aeronaves de quinta geração ”. Segundo a imprensa russa, a LTS O xeque-mate custaria apenas … $ 30 milhões. ”
No final deste artigo em francês:
http://www.opex360.com/2021/07/20/le-groupe-rostec-en-dit-un-peu-plus-sur-le-lts-checkmate-le-nouvel-avion-russe-de- 5ª geração /

Luís Henrique

Já saiu o vídeo no site da UAC.
7.400 KG de carga de armas.
5 misseis ar-ar em configuração furtiva.
2.800 km de alcance, apenas com tanque interno. (O Gripen E tem 2.500 km).
Manobras de 8g.
Velocidade máxima de Mach 1.8
Capacidade de voar supersônico o tempo todo (super cruzeiro)
Maior espaço de armas nas baías da categoria, leva bombas, misseis ar-solo, etc.

Hcosta

Muito semelhante ao F35. Muitos diziam que era lento, pouca carga, etc.
Vamos ver o que dizem agora.

Vendéen

Bonjour Luis Henrique,

Sim, não há problema com os dados anunciados.
Zvezda, que se reporta ao Ministério da Defesa da Rússia, tem um alcance de 1.500 km.
É bom. Mas em que configuração?

Assim sendo, seja qual for o conteúdo dos anúncios do fabricante, será sempre melhor ver a sua realidade operacional “bom para a guerra” multi-configuração quando chegar o dia em que o seu desenvolvimento estiver concluído.
Especialmente com um ótimo preço (cheap price lol) anunciado pelo Sr. Shougaev em US $ 30 milhões.

Luís Henrique

Esse preço deve ser o preço para a Rússia. Para exportação deverá ser entre U$ 50 e 60 mi. Não da para acreditar em U$ 30 mi para um caça de 5a geração, mesmo sendo Leve.
Se ficar pouca coisa acima de 30 mi, prevejo muitas vendas.
Apesar das ironias, acredito que a Argentina é sim um real candidato a adquirir esta aeronave. Pelo que foi divulgado até agora, será muito competitiva em preço. Entre um JF-17 e o CheckMate, acho que a Argentina eacolheria o segundo.

Vendéen

Bonjour, Sabendo que na base este projeto de aeronave (financiado por ela própria) se pretende prioritário e, portanto, projetado para competir com o F-35 e, portanto, visa a exportação a um preço estimado cerca de 7 vezes mais barato que o F-35 … ……………..; com seus problemas: https://www.defenseworld.net/news/30039/F_35_Software_Flaws_Prompt_Inquiry_on_DoD___s_2022_Budget_Requests#.YPfm0C3pPox) O chefe da UAC, Iouri Slioussar, não esconde seu objetivo de oferecer este caçador como uma série a clientes em potencial a partir de 2026. É verdade que o super preço associado à esfera de influência russa oferece possibilidades significativas Anedota significativa: Para os negócios, foi apresentado a nós neste show em… Read more »

Heitor

Se custar entre 30-50 milhoes vai condizer com nome checkmate

Vendéen

Bonjour,

Sim, ter qualificado esse caçador dessa forma é muito sutil, provocando (eu gosto lol) vs o F-35 e seus problemas ainda não resolvidos.

Mas cuidado, como para todos os aviões e qualquer que seja o país, os anúncios magníficos não são prova de capacidade vs uma avaliação real das alegadas reivindicações de capacidade.
Temos que esperar para vê-lo voar “bom para a guerra” para podermos justificar a validade do conteúdo dos alegados anúncios, bem como o engraçado; “CheckMate” lol

Carlos Campos

eu fico olhando o J31 e imaginando ele na FAB agora fico pensando no CheckMate

Vendéen

Bonjour,

Para se divertir:
Se você tem uma posição de autoridade imperdível muito eficaz no Brasil, dê-se ao luxo! lol

Luís Henrique
Luís Henrique

Novo vídeo com cerca de 10 minutos.
Oficial. Muitas informações sobre o caça.
Muito top.

pangloss

Vi o vídeo, mas não gostei muito.
A filmagem do mock up me lembrou o episódio do Qaher-313 iraniano.
A narração triunfalista parece comercial da CAOA Chery.
E achei que o cockpit está fora de proporção (aliás, isso também ocorreu com o Qaher-313).

Luís Henrique

Não é um mock up. É um protótipo.
Já esta pronto para iniciar os testes em solo.

Paulo

Devem ficar em 10 unidades tamanho o fracasso das últimas aeronaves, sem falar que a Rússia tá mal em dinheiro, enfim brasileiro não tem moral nenhuma pra falar dos outros.

Cristiano de Aquino Campos

Ajoelha e agradeça a Deus pela Rússia estar mal financeiramente pois se eles não estivessem, estariam em pé de igualdade com China e EUA. O que seria terrível para os EUA e mais ainda para a Europa.

Arariboia

Onde as pessoas tiram essa ideia de que a Rússia está mal de dinheiro?!?! Sério!!!!
Talvez os mesmo que acham a terra plana…

Possuem população bem menor que o Brasil, PIB maior, renda per capita bem maior, ensino de qualidade, uma das maiores reservas cambiais do mundo, das menores dividida publica.

Se isso é quebrado.. Brasil tá muito muito fudido.

Hcosta

Economia baseada nos recursos naturais e fechada. Com isso tudo e tem um PIB semelhante ao Brasil.

Rodrigo LD

Li que a estimativa atual de preço é de US$ 30 milhões por unidade. Melhor tirar os argentinos da propaganda promocional….

Last edited 12 dias atrás by Rodrigo LD
Filipe

A Argentina está de parabéns , sair do Pampas para o LTS Russo vai ser um salto tecnológico grande, até 2026 , talvez o Brasil esteja recebendo os seus últimos Gripens de 4ª Geração, a Argentina estará recebendo os seus primeiros LTS Su-59, convêm o Brasil não gastar mais dinheiro no Gripen com um segundo lote e começar a pensar num caça de 5ª Geração á sério , senão vai ficar muito desfasado tecnologicamente em relação a Argentina… igual ficou nos anos 70 e 80.

Sensato

Você de fato acredita em tudo isso? Considerando que ainda nem saímos da pandemia, que o governo argentino não tem tido muito sucesso econômico nos últimos anos e ainda não mostra sinais de alteração relevante, que eles terão condição de comprar, armar e operar esses caças em quantidades significativas? Ainda que consigam, por qual razão nos atacariam e qual milagre uma quantidade pequena de caças, ainda que moderna, fará sozinha contra todo o conjunto de nossas forças armadas? Cabe considerar que, na América do Sul, além da maior capacidade militar, temos a maior extensão territorial, a maior população, o maior… Read more »

Phenix

Que trambolho.

Last edited 12 dias atrás by Phenix
Sergio Machado

A grande sacada dos russos, e até agora não entendo pq o EUA não vão por essa linha, é conceber a aeronave de alto desempenho em uso dual, tanto tripulada quanto autônoma. Aconteceu com o SU57 e agora com o Checkmate. É um conceito russo que fará a diferença já a médio prazo.

Emmanuel

Mig-28, o melhor caça que a mãe Rússia já fez.
O resto é resto.

Adriano Madureira
comment image

O novo caça leve custará entre USD25 à 30 milhões, disse o chefe da Rostec, Sergei Chemezov.

“25 à 30 é o preço, sim”, disse Chemezov a repórteres, afirmando que o avião receberá um motor de primeiro estágio do Su-57. “É por isso que conseguimos desenvolver uma nova aeronave tão rapidamente”, disse Chemezov.

O custo unitário baixo será devido ao uso de componentes do SU-35 e 57,disse o chefe do Ministério da Indústria e Comércio, Denis Manturov.

comment image

Heitor

Me surpreendeu o trabalho de economia de peso . Design sempre foi o forte russo

Denis

Feio pacas! Decepcionou-me!! Principalmente a aparência das entradas de ar. Só os estabilizadores escapam.

Last edited 12 dias atrás by Denis
Inimigo do Estado

Bela sacada dos russos, bom, bonito e barato. Certeza que terá alguns clientes na África e Ásia, pode até ter algum aqui na AL.

Últimas Notícias

Aeronave P-3AM Orion completa 10 anos de incorporação à FAB

A data marcou a modernização da Aviação de Patrulha, pois o modelo possibilitou a detecção, localização, identificação e, até...
- Advertisement -
- Advertisement -