domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer apresenta configuração de avião semiprivado para jatos ERJ 145 usados

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

São José dos Campos – SP, 25 de maio de 2021 – Pensando no conforto, privacidade e segurança do passageiro, a Embraer apresenta uma configuração de avião semiprivado para jatos ERJ 145 usados, a qual inclui assentos de classe executiva para aumentar o conforto dos passageiros. A conversão será possível por meio de um certificado de tipo suplementar (STC), atualmente em desenvolvimento pela Embraer, e todos os ERJ 145 são passíveis de conversão em aviões semiprivados.

“A Embraer avalia constantemente as necessidades dos clientes para oferecer soluções inovadoras, atendendo novos requisitos do mercado, por isso desenvolvemos a nova conversão para semiprivado”, disse Marsha Woelber, Diretora Global de Suporte ao Cliente de Aviação Executiva e Pós-Venda, Embraer Serviços & Suporte. “Identificamos essa oportunidade devido ao crescente número de aeronaves com interiores semiprivados, que dobrou em dois anos, passando de 21 em 2019 para mais de 40 em 2021. Com a pandemia, acreditamos que esse número aumentará ainda mais.”

A aeronave ERJ 145 de 50 lugares agora pode ser configurada de 16 a 28 assentos premium com configuração de um assento em cada lado do corredor, aumentando o distanciamento social e o conforto. Outras características são o piso plano e a remoção dos compartimentos de bagagem superiores, o que amplia o espaço pessoal dos passageiros. Todo o processo de conversão pode ser realizado nos Centros de Serviços próprios da Embraer.

A Embraer tem como público-alvo passageiros que geralmente viajam de primeira classe e podem exigir opções de voo mais convenientes. O jato ERJ 145 semiprivado permite que esses clientes evitem grandes aeroportos congestionados e economizem tempo, proporcionando uma melhor experiência aos passageiros que irão embarcar e desembarcar em um terminal privativo.

Como empresa global com mais de 50 anos no setor aeroespacial, a Embraer oferece a melhor experiência em aviação executiva por meio de produtos que apresentam desempenho, conforto e tecnologia inovadores. O atual portfólio é composto pelo Phenom 100EV, que oferece a experiência da aviação executiva na forma mais pura; o Phenom 300E, jato leve mais vendido dos últimos nove anos consecutivos; o Praetor 500 e o Praetor 600, que com o melhor alcance de suas categorias, são os jatos executivos de médio e super-médio porte mais disruptivos e tecnologicamente avançados, capazes, respectivamente, de cruzar continentes e oceanos.

A Embraer está sempre aprimorando seus produtos com o objetivo de oferecer soluções inovadoras para aumentar a segurança dos passageiros e proporcionar a melhor experiência de voo. Em 2020, a Empresa divulgou um boletim de serviço que permite aos operadores do ERJ 145 instalar filtros HEPA, que capturam 99,97% das partículas transportadas pelo ar e outros contaminantes biológicos, como bactérias, vírus e fungos. Essa tecnologia também está disponível nos jatos executivos da Embraer, com os filtros HEPA sendo padrão em todas as aeronaves Praetor.

Sobre Embraer Serviços & Suporte

A rede da Embraer Serviços & Suporte oferece cobertura global e conta com mais de centros de serviços próprios e autorizados, além do Contact Center 24/7 na sede da Embraer, no Brasil. A organização emprega 4.000 funcionários, que dão suporte a mais de 1.700 clientes e 5.600 aeronaves de defesa, comercias, agrícolas e executivas, bem como serviços agnósticos fornecidos pela OGMA, em Portugal. Os estoques de peças de reposição, avaliados em mais de US$ 1 bilhão, estão estrategicamente posicionados em 24 centros de distribuição nos cinco continentes. Nossos profissionais são especialistas em desempenho de aeronaves, reparo de componentes, distribuição de peças, treinamento, planejamento de peças de reposição, modificações de interior e logística global. A Embraer Serviços & Suporte oferece um portfólio abrangente de soluções inovadoras e competitivas, prolongando a vida útil das aeronaves e maximizando o potencial da frota da Embraer. Saiba mais em https://services.embraer.com.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Frederick

Muito bem observado. Eis uma das glórias da Embraer; sempre atenta aos movimentos, ainda que sutis, do mercado da aviação civil. Empresas como a JetSuite X (Antiga JSX) e Aero já sugeriam ou executavam essas reconfigurações nos próprios aviões EMB-135/45.
Jogada de mestre, não demoraram sequer um ano para responder ao mercado. Brilhante.

Nonato

Ótimo para a Embraer.
Mas, não vi, na prática, muita diferença em termos de distanciamento social no avião.
Teoricamente, é a redução da capacidade em um terço.
Não sei se aumentaram o tamanho das poltronas (mas aí seria conforto e não distanciamento).
De qualquer forma, se empresas e o público quer, que a Embraer atenda.
Até porque se não for isso, os passageiros voarão em jatos comerciais convencionais…
Quem pode, já voa em jatinho particular…

RICARDO

Releia a matéria, porque você não a entendeu …
E procure saber mais, por exemplo, desta empresa:
https://www.aeroin.net/avioes-embraer-135-145-empresa-jsx-mudando-jeito-voar-regional/

Eduardo

Eis uma empresa nacional que nos dá orgulho.

Paulo

FAB vai comprar quantos??

Nonato

para quê?
Não tem nada a ver com as necessidades da FAB que, por sinal, se quiser, pode reconfigurar os que já tem…
Isso se aplica a empresas que querem “novos” jatos para esse nicho específico…

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo – parte 2

Depois de desenvolver a Teoria E-M, o próximo objetivo de Boyd foi comparar os caças americanos com seus rivais...
- Advertisement -
- Advertisement -