quinta-feira, junho 17, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea dos EUA se prepara para testar míssil hipersônico da Lockheed

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

“A Força Aérea dos EUA se prepara para seu primeiro voo de teste de booster (BTF-1) da AGM-183A Air-launched Rapid Response Weapon, previsto para os próximos 30 dias”, diz um post do Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Diretoria de Armamento da USAF.

O teste demonstrará a capacidade do booster construído pela Lockheed Martin de atingir velocidades operacionais e coletar outros dados importantes.

Além do desempenho do booster, o veículo de teste também validará a separação segura e controlabilidade do míssil longe do avião lançador B-52H, através da fase de ignição e impulsão, até a separação de um veículo planador simulado.

“A equipe lidou com sucesso com os desafios da COVID e resolveu as descobertas técnicas não incomuns em um sistema de armas inédito. Nosso primeiro BTF acontecerá nos próximos 30 dias, seguido por vários testes de booster adicionais e testes de voos completos até o final do ano”, acrescentou Brig. Gen. Heath Collins, Program Executive Officer for Weapons.

- Advertisement -

47 Comments

Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rui Chapéu

O B-52H será a plataforma de testes, mas será só ele o vetor que poderá levar esse missil, ou esse missil vai poder ser usado em outras plataformas?

Será compatível com F-18, F-15 e F-35?

Bosco

Acho que não Galante. Caças irão levar hipersonicos com propulsão scramjet

Henrique

não sei, mas com certeza o B52 vai ver essa nova tecnologia ficar obsoleta no futuro aushaushaushaus

Last edited 3 meses atrás by Henrique
Luís Pereira

Queen Elizabeth, é vc?!?!?! Hahahaha…

Pedro Bó

Talvez o futuro B-21 possa transportar esse míssil, o que lhe daria uma capacidade de dissuasão tremenda.

E nesse artigo é dito que o AGM-183 pode ser compatível com o F-15, uma vez que o seu booster poderia ser reduzido devido a alta velocidade do Eagle: Roper: The ARRW Hypersonic Missile Better Option for USAF – Air Force Magazine

Bosco

Rui, pesa cerca de 3 t. Só o B-52 (6) e provavelmente o B-1B

Nilo

O primeiro ensaio em voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Nacional, atrasado, pelo que sei a IEAv tem feito sua parte, que é entregar o Experimento 14X-S, mas a IAE, responsável pela preparação do foguete VSB-30 adaptado para cumprir o ensaio, apresentou problema que até agora tem comprometido o cronograma, identificado problemas com a estabilidade do veículo (vibração). O última promessa era para lançamento em novembro de 2020. De resto total silêncio. Rússia e China, EUA testaram com sucesso os mísseis hipersônicos, Israel está no caminho, Índia testou na segunda-feira com sucesso motor scramjet. O VSB-30, o mesmo que IAE,… Read more »

sj1

Daqui mil anos, o teste do conceito do 14-X estará concluído .

Jack
nonato

Deu uma grande contribuição para o progresso do seu país…

MMerlin

A última data planejada era Dezembro de 2020 mas, devido a pandemia e outras situações foi reagendado para 2021, mas sem data específica definida. Esta informação é oficial da FAB. Mas a FAB também garantiu que o teste aconteceria no final do ano passado.

Lembramos que o Brasil é o país das novelas, e não só na TV.

Elias

Hexafly int. Não sabia deste consórcio…. mas estamos em março/2021 e não foi lançado e nada de informação. Deve ser frustrante para os envolvidos aqui no Brasil . No vídeo de 2019 eles estavam tão empolgados…. será que sai ? Quando? Ou foi tudo por água abaixo? Não sabemos nada , ávidos por informações

Conan

Provavelmente falta dinheiro e quando não falta dinheiro estão todos com aquela famosa “preguicinha tupiniquim” de tocar projetos assim pra frente fazendo com que eles realmente aconteçam.

Nostra

Just a small correction

DRDO on Monday tested the solid fuel ducted ramjet engine for Astra mk3 ( Indian meteor )

DRDO tested scramjet engine on 2019 and 2020.

ISRO tested scramjet engine on 2016.

Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nostra

ISRO scramjet engine test 2016

4168372_28atv01_jpeg6ecc9ee55ac41ab554772ff03eb236d9.jpeg
Nostra

A small correction : ISRO tested DMRJ ( dual mode ramjet scramjet engine )

Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nostra

DRDO scramjet engine test for HSTDV 2019

13066328_addtext112005_40_39_jpeg5ab7e4e249ac6946b9d70104644dd823.jpeg
Nostra

DRDO scramjet engine test for HSTDV 2020

AddText_03-08-10.55.18.jpg
Nostra

DRDO test of solid fuel ducted ramjet ( SFDR ) engine on Monday. The test stimulated air launch by an aircraft.

This is for 350 km range Astra mk3 BVRAAM.

13225931_ghh_jpeg_jpeg8236a8e10457a028eb033ae651be454e.jpeg
Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nilo

Obrigado👍.

Nostra

My pleasure 🙏

O prazer é meu 🙏

Last edited 3 meses atrás by Nostra
Nostra

Dislike on a greeting 😂

Nilo

De nada
It’s nothing

Andreo Tomaz

EUA correndo atrás para diminuir o atraso em relação à China e à Rússia.

Bosco

A China não tem nenhum.

Sincero Brasileiro da Silva

Engraçado que o Pentágono diz o oposto… Chola mais!

Bosco

Então não se contenha! Nos dê uma fonte oficial onde o Pentágono afirma categoricamente que os chineses já estão operando mísseis de cruzeiro hipersônicos e veículos planadores hipersônicos (HGVs).

Bosco

A Rússia tem o cabeça de bacalhau Avangard. O Zircon não está operacional ainda. O Kinzhal não entra na classe de “hipersonicos.
O “atraso” é menor do que vc imagina.

Chuck Norris Dos Paraguai

Você quer que a Rússia coloque uma câmera dentro do Avangard só para provar ao Mundo que funciona?

Bosco

Não. Eu acredito que exista e que funciona. Só queria uma fotinha mesmo. Agora, acreditar que existe é uma coisa, já acreditar que está implantado, operando e em quantidade , já são outros quinhentos. Mesmo porque, não faz diferença para o balanço de poder entre os EUA e a Rússia. Como já disse zilhões de vezes, os americanos não conseguem lidar com as ogivas/RVs convencionais dos russos e tanto faz como tanto fez se o Avangard está implantado em larga escala ou não. A única função prática do Avangard é enaltecer a tecnologia bélica dos russos , para consumo interno,… Read more »

Last edited 3 meses atrás by Bosco
Bosco

O mais interessante é que daqui 5 anos os chineses vão mostrar os seus hipersônicos e aí alguém vai me jogar na cara “olha aí os mísseis hipersônicos chineses que os fanboys diziam não existir” rssss

Last edited 3 meses atrás by Bosco
100nick-Elâ

“A China não tem nenhum” – tem.
“A Rússia tem o cabeça de bacalhau Avangard”. Cabeça de bacalhau tem em todo lugar, só não vê quem não quer.
O Zircon não está operacional – está
O Kinzhal não entra na classe de hipersônicos – sim, entra.
O “atraso” é maior do que vc imagina.

Bosco

Aquela maquete horrível do DF-17 pra desfile não conta, só se for no quesito alegoria.

Bosco

Engraçado a percepção do mundo atualmente. Uma maquete de um míssil num desfile causa o maior alvoroço no mundo como se fosse a arma do Juízo Final, que irá acabar com todas as guerras e dão por favas contadas a derrota do infeliz que se meter a besta contra os chineses. Por outro lado mais de 500 caças F-35 fabricados e essa mesma turma de otimistas de plantão e visionários de ocasião dizem que é um abacaxi imprestável. rssss Só rindo mesmo. Bem que minha mãe dizia pra eu parar de ler sobre armamento e ir pro boteco beber um… Read more »

Bosco

Não basta ter velocidade hipersônica para ser considerado “hipersônico” ou pertencente à nova tecnologia hipersônica. É contraintuitivo, mas é fato. Fosse assim os EUA têm vários que são hipersônicos: Trident II (Mach 25) , Minuteman III (Mach 25), GBI (Mach 20), SM-3 Block IIA (Mach 15), SM-3 Block IA (Mach 10), THAAD (Mach 9) , PAC-3 (Mach 6). Quisessem ter um míssil hipersônico às pressas só pra não ficarem atrás os americanos tratariam de lançar alguns mísseis supersônicos do ar, como por exemplo o ATACMS (Mach 4), que se for lançado por um caça atinge velocidade hipersônica e triplica o… Read more »

Adriano Madureira

Da Lockheed-Martin?! Vai ser os olhos da cara…

Saldanha da Gama

Será que irão poder lançar com temporal?

Bosco

As casas Bahia não vendem ainda. Rsssss

Last edited 3 meses atrás by Bosco
Defensor da liberdade

Bem grande essa bravata aí.

Emmanuel

Não importa que míssil estará sendo testado nos US, a única certeza que teremos é que o B-52 será a plataforma utilizada para o teste.

nonato

Para mim, não está claro do que se trata.
Um planador que leva o míssil para próximo do alvo?
Ou apenas um míssil de 2 estágios?

Bosco

Nonato, Vou te responder mas antes vou fazer uma introdução (no bom sentido rss). Todo míssil tem como objetivo ser lançado do ponto A para atingir o ponto B com uma carga C. Há basicamente 3 formas de se fazer isso: 1- um motor foguete impulsiona uma carga que segue uma trajetória puramente balística (parabólica previsível) após a queima total do propelente. Esse é o míssil balístico clássico. Há variações , como por exemplo os que contam com um PBV (veículo pós impulso) , que após a queima do motor foguete ele é ativado, dotado de foguetes que podem posicionar… Read more »

Bosco

Só pra complementar, o míssil AGM-183A deve pesar entre 3 e 3,5 t. Sua ogiva planadora em forma de cunha deve pesar em torno de 250 kg. Tudo ainda é confidencial mas acredita-se que possa chegar a pelo menos Mach 15 (tendo em vista o SM-3 Block 2A que pesa 2 t e chega a Mach 15). *HGV não funcionam em velocidades hipersônicas baixas. O alcance especulativo/estimativo em blogs estrangeiros diz ser entre 1500 a 2500 km. Oficialmente é em torno de 1600 km de acordo com a USAF. Muito provavelmente irá adotar orientação inercial + GPS com correção via… Read more »

Argos Carreiro

Boa tarde a todos.
A que altura esse míssil lançaria o planador?
O planador é feito de que material, ou ainda é confidencial?
Obrigado pela aula!

Bosco

Argos, O limite entre a atmosfera e o espaço foi definido como sendo de 100 km de altitude (linha de Kármán). Até onde eu sei o míssil tem que subir acima da linha de Kármán numa trajetória alta (ângulo de uns 80º em relação à superfície da Terra) e lançar o “planador” que irá atingir um apogeu no espaço e irá descer acelerando por conta da gravidade e irá implementar o voo até o alvo. Mas pode ser que mísseis de menor alcance não precisem subir além da linha de Kármán. Sinceramente não sei ao certo. Já vi gráficos que… Read more »

H.Saito

Segundo o site The Drive, a FAA declarou área de área de voo proibido, “No Fly Zone”, sobre Point Mogu Sea Test Range na costa da Califórnia, onde especula-se que ocorrerá o teste do AGM 183A.

Last edited 2 meses atrás by H.Saito

Reportagens especiais

Fotos do sábado da XXVII Convenção Nacional de Plastimodelismo 2013, no PAMA-SP

Você está em São Paulo? Gosta de plastimodelismo e assuntos relacionados? Então não perca! Neste domingo, último dia, a...
- Advertisement -
- Advertisement -