segunda-feira, outubro 18, 2021

Gripen para o Brasil

Os pilotos de Gripen da Embraer

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

 

Em 2020, os pilotos da Embraer Eduardo Rodrigues e Carlos Chester, realizaram seus primeiros voos solo no Gripen na Unidade Gavião Peixoto.

Para conduzir o caça, os pilotos precisaram passar por um intenso treinamento em Linköping, na Suécia.

Os voos estão sendo conduzidos no Centro de Ensaios em Voo do Gripen em parceria com a Embraer.

DIVULGAÇÃO: Saab do Brasil

- Advertisement -

54 Comments

Subscribe
Notify of
guest
54 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Thom

O processo de treinamento serão somente para os pilotos do F-5 e A-1 ou os jovens que estão entrando na carreira de pilotos de caça(conheço nada sobre) também irão passar por isso?
Imagina a emoção de um jovem que sonha em pilotar um caça de alta tecnologia!
Espero muito que um segundo lote venha.
O Reino Unido usa o E/F para treinamento, como funciona isso, sendo que lá outros treinadores?
Haja dúvida.
Espero que não venha politizar o post, pois tá ficando um “saco” aqui as as vezes.

Thom

Obrigado pela correção.

carvalho2008

Por que eles usam o Gripen para treinamento no Reino Unido?

Nunão

Carvalho, acho que minha resposta / complemento publicada ontem nessa discussão ajuda a responder sua pergunta.

Nunão

Thom, “Jovens que estão entrando na carreira de pilotos de caça”, após saírem da Academia da Força Aérea, onde voaram T-25 Universal e T-27 Tucano e se formaram como aspirantes a oficiais aviadores, passam a voar o A-29 Super Tucano, inicialmente em Natal para o curso de ala na Aviação de Caça (1 ano), e depois para o curso de líder na Aviação de Caça e ganho de experiência operacional, nos esquadrões de Super Tucano de Bo Vista, Porto Velho ou Campo Grande (uns 3 anos). Então só daqui a uns 4 anos os pilotos da FAB que estejam hoje… Read more »

Last edited 8 meses atrás by Nunão
Kaio

Maravilha

Thom

Obrigado pela resposta.

Flanker

Nunão, quanto à ETPS, eu pensei que ela possuía Gripen D próprio, mas realmente ela utiliza aeronaves da Força Aérea Sueca, contratadas para tal fim, e os voos reais e de simulador são realizados na própria Suécia.

Nunão

Exato, eles compram horas de voo.

Matheus

Como é o processo pra se tornar um piloto de “Prova”? Até onde sei o Eduardo Rodrigues é ex caçador da FAB, tendo inclusive já participado do Red Flag. Acho que ele era do Adelphi. O processo é feito aqui no Brasil mesmo?

Marcelo Mendonça

Matheus bom dia. Se eu não estiver enganado, existe curso no Brasil sim para piloto de testes que é ministrado pelo DEPV, (Ensaios em voo), ligado ao CTA, onde são avaliados, por exemplo, as características de uma aeronave, testados novos armamentos, etc…. Não lembro se há necessidade dos pilotos também terem que fazer um equivalente no exterior. Muitas vezes os pilotos da FAB após se aposentarem são aproveitados em empresas privadas.

Flanker

IPEV….Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo.

Marcelo Mendonça

Obrigado pela correção Flanker…
Puxa, como é bom trocar ideias em alto nível, enriquece o debate…

Flight_Falcon

Marcelo,
É feito tudo por aqui mesmo.
No fim tem um trabalho de conclusão, como se fosse um TCC, onde o piloto faz a avaliação completa de uma das aeronaves disponíveis na Unidade.
A seleção é feito por meio de provas e o curso é bem extenso e pesado, se não me engano é de 45 semanas.

Nilo

Informação em site não especializado, portanto, se errado me corrijam.

“”Após a formatura do grupo inicial, a FAB pretende ter no Brasil uma escola própria, que permitirá a continuidade da instrução aérea para os novos aviadores.””

Last edited 8 meses atrás by Nilo
Marcelo Mendonça

O site não especializado apenas se expressou mal. Toda aeronave nova a entrar em uso em uma força passa pelo treinamento de um núcleo de pilotos que vai até a “fonte” e aprende como domar o bicho. Eles normalmente fazem o curso até serem considerados “instrutores” na aeronave. Voltando ao país de origem, ficam responsáveis por fazerem o treinamento dos demais pilotos na unidade em que irão operar assim como, muitas vezes, estabelecer as doutrinas operacionais daquela aeronave na força.  Alguns se tornam lendas, por exemplo, pesquise pelos “Dijons Boys” um grupo de 8 pilotos brasileiros que nos anos 70… Read more »

Sergio Cintra

Lembrando ainda que quando estiver pronto o “F”, todo o trabalho de desenvolvimento, definir parâmetros, criar doutrina e testar terá que ser feito por “essas bandas”, uma vez que na Suécia não haverá, por ora, o modelo. Lá só existe, próximo, o primeiro protótipo e particularmente não sei sei se o “recheio” do lugar para o 2o. piloto existe ou só instrumentos.

Marcelo Mendonça

Eles farão a conversão no D e em simuladores

Rommelqe

Caro Marcelo, se o Sergio me permite, uma coisa é fazer a conversão do Gripen D para o Gripen E, outra coisa é testar e parametrizar o Gripen F a partir dos Gripens E/D, Sim, por que estamos falando de pilotos de prova para um novo avião (o Gripen F), cujo primeiro protótipo estará sendo ensaiado na Suécia mas grande parte dos ensaios complementares serão realizados no Brasil; alias, diga-se de passagem, com uma participação certamente intensa e majoritária da SAAB e seus pilotos suecos, logicamente… A certificação do Gripen F é a principal finalidade, na minha opinião, do ToT….

Nilo

Obrigado, li matéria aqui de 23/11/21, tem incluso comentário seu, estou pesquisando. Tema interessante a conhecer.

JuggerBR

Um belo emprego, receber pra voar aviões de caça avançados, sonho de muitos.

Maurício.

Eu tenho uma revista Força Aérea de 2003, nela tem uma matéria sobre o então ALX na qual um dos pilotos de teste da aeronave era o Carlos Chester, lá se vão quase 20 anos e agora ele é piloto de testes do Gripen E, bela trajetória, parabéns.

Joker

Estava pensando a mesma coisa

Alex Faulhaber

Também estava reconhecendo

Alex Nogueira

Eu também tenho essa revista e pensei a mesma coisa.
Seria muito legal, caso possível se os editores do Blog conseguissem realizar uma entrevista com ele e com os demais Pilotos de teste para falar sobre a profissão e sobre as aeronaves pilotadas e histórias marcantes.

Rommelqe

Excelente sugestão!!!!!!!

Rinaldo Nery

Chester detém o recorde, na FAB, de maior média e melhor missão no Tiro Aéreo de AT-26 Xavante, quando serviu no 1°/4° GAV, então em Fortaleza. Nasceu com asas!

Rommelqe

Eu também me lembro dessa matéria e, revendo-a, la esta o Carlos!
Certamente terá também muitas oportunidades para testar o Gripen F. Alías, ainda bem que temos profissionais deste nível! Parabéns Carlos Chester, brilhante carreira!

MATHEUS BORGES

OnTopic: Onde vão ficar os esquadrões de Gripen no Brasil? Quantos teremos? 2? Obviamente que, como o GDA deve operar um dos esquads deve ficar no centro oeste…

OffTopic: O CTA ainda tinha um último AT-26 operacional, será que ainda utilizam por lá? Em FOR tive uma infância muito bacana observando os barulhentos voarem pelas redondezas. =)

Luiz Floriano Alves

Este atrazo no programa de desenvolvimwnro do Grippen, parece indicar o que ja se suspeitava: não cabe em uma fuselagem pequena todo o aparato de avionica embarcada.
A SAAB naõ consegui apresentar um avião operacional na Finlandia, e não teremos tb no Brasil. Os americanos tiveram que colocar volumes externos em caças tradicionais para caarregar tudo que precisam. Assim foi com o SH e o novo F-15.

Fernando EMB

De tirou essa informação??? Só queria saber…

Leandro Costa

Eu não queria saber não, Fernando. Tô fora desse negócio de drogas.

Carlos Alberto Soares

Do Pasquim.

Jota

Boa tarde Luiz. Por acaso esses volumes não seriam os tanques conformais ?? Não sou militar nem expert , mas nunca ouvi falar disso que voce disse. Onde leu?

Marcelo Andrade

Oi?

Rinaldo Nery

O 1°/16° GAV será reativado, inicialmente em Anápolis.

Marcelo Mendonça

Boa tarde a todos. Não consegui entender o porquê da FAB reativar um esquadrão para ser a segunda unidade do Gripén, antes de dotar as que estão usando os F-5 até o osso. Poderiam colocar no GDA e no Pampa por exemplo, ou se fosse 3 unidades com 12 caças cada, Manaus entraria e teríamos um corredor de defesa Norte-Sul com o Gripen. Ao mesmo tempo, os que fossem recebendo os Gripen liberariam seus F-5 para aqueles que ainda os estão usando permitindo um uso mais econômico das células. Isso provavelmente vai acontecer com os F-5 do GDA, mas o… Read more »

Marcelo Andrade

Matheus, este primeiro lote serão divido entre o 1 GDA e o 1/16 Gav, qye será reativado, ambos em Anápolis. Não sabemos ainda se um terceiro esquadrão tb receberá desse lote. O 1 GDA começa a receber este ano ainda.

MATHEUS BORGES

Boa! Obrigado pela info! Na torcida para que tenhamos mais unidades dos Gripen descentralizadas pelo país. =)

Valeu!

Flanker

1⁰ GDA e 1⁰/16⁰ GAV, ambos em Anápolis/GO. O AT-26 que operava no IPEV do CTA foi desativado há vários anos. Aqui em SM, quando equipavam o Poker e o Centauro, muito e muitos voos eu assisti…centenas e centenas…..voos solo, em elemento, em esquadrilha, voos noturnos, treinamentos de toque e arremetida diurnos e noturnos, etc….bons tempos…..

MATHEUS BORGES

Bons tempos mesmo! O ronco dos Rolls Royce são inesquecíveis!
Obrigado pela resposta!

Bueno

Falando de avião zero Bala!1

KC390 nos EUA em voo agora

https://www.flightradar24.com/BRS55/26c6b2b6

Matheus

Tava participando do exercício nos EUA. Voltou ao Brasil, e agora tá retornando pra Alexandria. Curioso.

Bueno

Legal !! Voltou ontem.
Mas nao tem indicação que esta indo para Alexandria, de onde vc tem esta informação?

Valeu

Rinaldo Nery

Ensaios de gelo.

Bueno

Muito Bom!

Valeu

Rommelqe

Excelente!!!!
Caro Rinaldo: saberia (ou melhor, poderia…) informar como tem sido os ensaios em pistas rusticas?

Marcelo Andrade

Conversei em SJC com um piloto de KC-390. Parece que este ano ocorrerão os pousos na Antartida.

Matheus

Negativo, Rinaldo. O KC-390 concluiu seus ensaios de gelo no fim do ano de 2019. Visitando vários aeroportos nos EUA. Foi o PT-ZNG Este avião que estamos falando se trata de um avião operacional da FAB. O FAB2855. Que inclusive nesse momento está sobre o estado de Washington a 28.000ft. bem devagar.

Last edited 8 meses atrás by Matheus
Matheus

Vai pousar em Moses Lake, junto com um 777X fez a rota: Jacksonville (JAX) – Moses Lake (MWH) Callsign: BRS55 Pra quem quiser ver o playback do vôo só ir no FR24 e digitar FAB 2855.

Canarinho

Tudo muito bacana, mas e o segundo lote?? Ja tem um tempo ninguém fala mais nada.

Luiz Floriano Alves

Projetos mais antigos, de caças, requereram a adição de volumes externos para a avionica. Isso aconte4ceu com o MIG21, e mesmo com o A4 Skyhawk. Chamaram de corcundas. Só qie esses arranjos reduzem a eficiência aerodinamica e consequente redução de velocidade. O Super Hornet mais recente tem imensos volumes junto a fuselagem. Avioes pequenos só integram esses eletrônicos com e3ssa alternativa. A um preço na velocidade e no raio de ação.

Marcelo Andrade

Amigo, se com a ida de um KC-390 para os EUA participar de um Exercício há 2 anos planejados, a mídia esquerdopata caiu em cima do Presidente, imagina o que não ocorreria se a FAB anunciasse um segundo lote de F-39 , em plena pandemia e campanha de vacinação? Calma que tudo tem seu tempo!!

Últimas Notícias

China nega ter testado um míssil hipersônico com capacidade nuclear, diz que era um veículo espacial

Pequim (CNN) — A China negou uma reportagem de que testou um míssil hipersônico com capacidade nuclear em agosto,...
- Advertisement -
- Advertisement -