quinta-feira, abril 22, 2021

Gripen para o Brasil

Conheça o A330 MRTT que poderá ser operado pela FAB

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A330 MRTT (KC2 Voyager) da RAF

O Airbus A330 Multi Role Tanker Transport (MRTT) é uma aeronave de reabastecimento em voo baseada no Airbus A330 civil.

O A330 MRTT foi encomendado pela Força Aérea Real Australiana (RAAF), Força Aérea Real (RAF), Força Aérea dos Emirados Árabes Unidos, Força Aérea Real Saudita e Força Aérea da República de Singapura e outras.

O EADS/Northrop Grumman KC-45 foi uma versão do A330 MRT proposta para a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

Design e desenvolvimento

O Airbus A330 MRTT é um derivado militar do avião comercial A330-200. Ele foi projetado como uma aeronave de reabastecimento e transporte aéreo com dupla função.

Para missões de reabastecimento ar-ar, o A330 MRTT pode ser equipado com uma combinação de qualquer um dos seguintes sistemas:

Airbus Military Aerial Refueling Boom System (ARBS) para aeronaves receptoras equipadas com receptáculo

Pods de reabastecimento Cobham 905E sob as asas para aeronaves receptoras equipadas com sonda

Unidade de reabastecimento de fuselagem (FRU) Cobham 805E para aeronaves receptoras equipadas com sonda

O A330 MRTT tem capacidade máxima de combustível de 111.000 kg (245.000 lb) sem o uso de tanques de combustível adicionais, o que deixa espaço para o transporte de 45.000 kg (99.000 lb) de carga adicional.

A asa do A330 MRTT tem estrutura comum com o A340-200/-300 de quatro motores com locais de montagem reforçados e provisão para tubulação de combustível para os motores externos do A340. A asa do A330 MRTT, portanto, requer pouca modificação para o uso desses pontos duros para os pods de reabastecimento da asa.

A cabine do A330 MRTT pode ser modificada para transportar até 380 passageiros em uma configuração de classe única, permitindo uma gama completa de configurações, desde o transporte de tropas maximizado até a personalização complexa adequada para missões VIP e visitantes.

As configurações disponíveis incluem 300 passageiros em uma única classe e 266 passageiros em duas classes.

O A330 MRTT também pode ser configurado para realizar missões de Evacuação Médica (Medevac); até 130 macas padrão podem ser carregadas.

A configuração de carga do deck principal permite o transporte de contêineres e paletes comerciais padrão, militares, paletes ISO e OTAN (incluindo assentos) e contêineres, e equipamento militar e outros itens grandes que são carregados por uma porta de carga.

A330 MRTT versão de carga do deck superior

Como o A330-200, o A330 MRTT inclui dois compartimentos de carga no deck inferior (dianteiro e traseiro) e uma capacidade de área a granel.

O porão de carga foi modificado para poder transportar até 8 paletes militares, além do Dispositivo de Carga Unitária (ULD) civil.

A330 MRTT deck inferior

Um compartimento opcional de descanso da tripulação (CRC) localizado na cabine dianteira pode ser instalado para uma tripulação sobressalente para aumentar o tempo disponível para uma missão.

A cabine de passageiros do A330 MRTT pode ser fornecida com um conjunto de escadas removíveis para permitir o embarque e desembarque quando as pontes aéreas ou equipamento de suporte de solo não estiverem disponíveis.

A330 MRTT versão de carga do deck superior mostrando paletes

A330 MRTT versão de carga do deck superior mostrando paletes e assentos

Configuração de assento do deck superior A330 MRTT – classe única

Configuração de assento do deck superior A330 MRTT – duas classes

- Advertisement -

195 Comments

Subscribe
Notify of
guest
195 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Samuca Cobre

Espetacular!!!!!
Que venham 2 agora e mais pra frente mais 2, não tem nem o que ficar discutindo se é bom se é ruim, se é caro…. etc etc…

Last edited 2 meses atrás by Samuca Cobre
Entusiasta Militar

Concordo … 04 desses já daria uma boa folga

Leitor da Trilogia

Alguém saberia informar os preços dessas aeronaves novas e a capacidade de carga.
Para termos uma idéia da diferença de categorias e capacidades que a aquisição irá proporcionar.
A330 MRTT
C-17
KC-390
Obrigado.

julio

C17 não é mais fabricado, capacidade de carga 77 519 kg, US$ 328 milhões.
MRTT, capacidade de carga 45 000 kg. US$ 314 milhões.
KC 390 . capacidade de carga 26 toneladas, US$ 150 milhões.
OBS; usei valores de contratos onde outros valores eram adicionados aos valores unitários, como peças de reposição e outros….

Wellington

Mas o preço que vamos pagar é preço de oportunidade, vale salientar.

cipinha

aonde vamos encontrar C-17 disponíveis para venda?

Marku

Uma opção interessante e viável financeiramente é depois desses dois adiquirir duas aeronaves civis que estão sobrando mas cias aéreas,

DOUGLAS TARGINO

30 kc-390, 12 c-105, 2 A330 MRTT!
Poderiam futuramente apostar em mais 3 A330 MRTT e mais 3 unidades cargueiras no estilo do 390 de maior porte para algo mais complexos, como tanques.

Fabio Araujo

Vamos um passo de cada vez, os KC-390 e esses dois A330 MRTT já vão serão um bom upgrade para o que temos!

nonato

Concordo

Bille

Concordo.

Com essa espinha dorsal de transporte, hoje nos faltam caças para defesa… o mínimo aceitável seria 6 esquadrões com 12 cada pelo menos (72 caças – considerando uma taxa em tempos de paz de 50% disponível e de 70% em conflito). O ideal seria em torno de 100 caças (nas mesmas métricas).

Aí com 1 heavy tanker, 2/3 KC390 e 1/2 awacs daria pra fazer uma operação de 15/20 caças voando cumprindo diversas missões num pacote de respeito, por umas 6/8h (uma surtida grande para superioridade aérea, em termos de América do Sul).

Bueno

Somados aos 2 A330MRTT + 1 A330 VIP, o A319CJ VC-1A fica com o Vice presidente e os 2 E190 VC-2 deixa com o 1°/2° GT ou passa na grana
ai sim!

Thiago

Colocaria o VC-1A na grama e manteria os E190 como Vip, já que sempre é orgulho e propagando o chefe de uma nação visitar outras nações com produtos de fabricação nacional.

Kornet

O certo seria vender esse AC319 perna curta e comprar mais A330.

Marcelo Andrade

Comentei isso. Pegaria mais um MRTT que poderia ser transformado em VVIP com kits de conversão para os voos de longo alcance presidenciais

Cristiano de Aquino Campos

Os E-190 são usados mais para vôos internos, lembrando que eled tem alcance para ir ate todas as capitais ds america do sul sem reabastecer. Ele tambem e mais indicado para pistas menores e é mais barato de operar.

Groselha Vitaminada Milani

Ai eu caí da cama e acordei …. kkkkkk

Groselha Vitaminada Milani

Nós vamos entrar em guerra pela Amazonia?

Pra que tanta sede ao pote?

E mísseis? Contra defesa de mísseis?

ou vamos ter trocentos aviões desdentados?

E para guerra eletrônica?

E combustíveis e peças de manutenção?

Não adianta sonhar sem ter como manter.

Vale a máxima: o duro não é ter e sim manter.

Nem tem pilotos hoje formado para tudo isso ai.

LNS

Pode ter certeza que piloto não vai faltar…

Bueno

Poderia adquirir um A330VIP deixando o A319CJ -VC-1A para viagem regionais/ Vice presidente e passar os dois E190 VC-2 para o 1°/2° GT 

Last edited 2 meses atrás by Bueno
Bille

É melhor ter 2 VC1A e passar os 2 190 para o 1/2. A autonomia do VC1 é maior que dos E190 VIP, mas um E190 versão transporte é muito útil ao país: custo baixo por Km voado (o menor da FAB), transporta 90 pessoas por uma distância considerável, e transporta material adequado para missões nacionais.

A330 vip não rola. É muita máquina para a missão. É melhor ter um kit vip pra instalar do que uma anv toda vip.

Rodrigo v

Numero correto é 28 kc-390, 11 c-295 ( 1 perdido e os 3 novos são somente SAR) 2 A-330 que é muito pouco para um pais com o Brasil e devemos ficar com 3 a 4 gordos por mais um tempo.

Karl Bonfim

Vontade é uma coisa, a verba é que é o nosso problema!!

Flanker

São 28 KC-390 + 1 dos protótipos. São 11 C-105, pois 1 foi perdido…..e tem mais os 3 SC-105, que podem, numa emergência muito grande, transportar alguma carga. Se confirmarem os 2 MRTT será ótimo. Pelo que falaram, tem opção para mais 1. Já está de bom tamanho. Aeronaves cargueiras militares puras, como um C-17 ou similares, seria interessante pela capacidade de transportar blindados de maior peso do que o Guarani, por exemplo. Seria uma capacidade estratégica muito interessante.

Wellington Góes

Não faz sentido a FAB ter tantos KC-390… Por óbvio esse número foi para viabilizar o projeto, mas acredito que seria prudente vender umas 06 a 08, isso ajudaria na aquisição de uns 04 a 06 C-17, mesmo que usados ou, com a saída do Bolsonaro futuramente, o mesmo número de Y-20 novos (os chineses fazem qualquer negócio). Quanto a mais A330… Penso em mais 02 MRTTs e 02 VIPs, pelo menos, isso diminuiria a demanda sobre os MRTTs e os dois VIPs, muito provavelmente, seriam/são mais em conta de adquirir, afinal os MRTTs são aeronaves mais especializadas e caras…… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

A ideia e transportar uma brigada completa de qualquer reião do Brasil para outra, incluindo blindados e os ASTROS 2020. Para isso, e transportar suprimentos, reabastecer os caças esta até pouco. O A-330 não pode transportar e desembarcar veiculos, lançar paraquedistas, operar de pistas precárias e nem curtas. Lembrar, que no caso de carga pura e simples e quase que necessário 3 kc-390 para distribuir a carga de um A-330, se forem tropas, de 4 á 5.

Bardini

Isso aí de transportar brigada completa, incluindo blindados, via aeronave dentro do próprio Brasil é uma completa e total ilusão.

Last edited 2 meses atrás by Bardini
Cristiano de Aquino Campos

Porquê? 12 kc-390, transportando 84 soldados, em 5 dias voando uma vez por dia, transporta 5040 homens. Uma brigada e composta por 5000 homens.
Mais 5 dias, 60 guaranis, 120 LMV, 12 ASTROS 2020, 60 caminhões, fora os suprimentos, 25 dias, uma missão de vôo por dia, se trasnporta uma brigada do sul, para o norte.

Bardini

Você não tem percepção da dimensão das coisas.
.
Leia sobre as operações da França, quando estes foram mandados para o Sahel.

Wagner

Porque?

Wellington Góes

Dá para ser ver que tu não leu direito o que escrevi…

Siarom

Tenho uma dúvida, ele ter a configuração de carga e passageiros (basta instalar as poltronas) ou são configurações distintas, se é carga não transporta passageiros?

Mauro

A configuração se adapta ao tipo de missão, pode ser passageiros, carga ou um misto das duas modalidades. Não são auto excludentes, além do que pratica REVO. Espetacular.

Douglas Rodrigues

Tem um gráfico que mostra justamente esse tipo de configuração…
Essa é uma ótima vantagem desse tipo de avião.

João Fernando

Não sei se cabe nesse caso mas existe um suporte que encaixa nos pontos de ancoragem permitindo poltronas.

Tomcat4,2

Que máquina belíssima !!! Que venha logo e sejam muito bem aproveitados pela FAB, demorou mais veio o que há de mais moderno .Aleluia!!!

Fabio Araujo

O bom é que pelo que estão falando o dinheiro apreendido do tráfico de drogas vai financiar os aviões!

Caio

Grande máquina que faz falta ao pais até que enfim.

nonato

Presidente militar é outro nível.

Gamayun

Fez o mínimo do mínimo. A única aquisição para a FAB no governo dele.

Teropode

Dor de cotovelo , isso é patético , ele “garantiu” a despeito de todas as dificuldades , os recursos para que os projetos iniciados anteriormente não parassem , algo que era comum nós governos anteriores , vide usinas nucleares , refinarias super faturadas e paradas , projetos espaciais com a Ucrânia , vai se acostumando , a teta secou .

FRANCISCO CHAO DE LA TORRE

Não secou não… Ao invés de leite, a teta está jorrando leite condensado…

Rodrigo M

Nossa que engraçado kkkkkkkkkkkk
Você tem futuro na comédia.. Tenta na rede Glóbulus vai ser sucesso.

fernando jesus

mais um que cai na conversa da mídia. Está mais que provado que os 15 mi em leite condensado foram comprados na maioria pelas Forças armadas. Quem foi militar sabe que leite condensado são usados nos Hospitais militares, pelotões de fronteira e na sobremessa dos mais de 300 mil militares. Arroz doce é a sobremesa padrão das FFAAs. Bom e barato. Sempre foi assim.

Carvalho2008

Leite condensado foi uma das maiores fake news da midia oficial e nem vieram se retratar depois

Luís Henrique

O primeiro ano vice governador com o orçamento feito pelo presidente anterior e estamos com uma lei aprovada que proíbe o aumento de gastos. No 2o ano, a lei continua e apareceu o coronavirus . Mesmo assim o governo atual aprovou a capitalização da Engeprom para adquirir 4 Fragatas e um navio polar para a MB, proibiu o contingenciamento dos recursos do MD, algo inédito, pois todos os presidentes anteriores boicotaram os orçamentos militares com contingenciamentos e foi só por isso que estamos recebendo submarinos, caças Gripen chegando, defesa antiaérea caminhando, 8×8 caminhando, satélites sendo adquiridos, etc. E agora mais… Read more »

Barak MX para o Brasil

Menos, bem menos.

Jadson Cabral

tanta bajulação, tanta ginástica pra puxar saco de político, que até deu preguiça de ler

Marcos Cooper

Dá nojo. Até parece os partidários do larápio nove dedos…
Parem de puxar o saco de políticos safados,criem vergonha nessas caras!

Rodrigo M

Nooooossaaaa calma meu jovem bravinho….
Você não vai mudar o mundo digitando potocas na internet.
Aprenda dobrar sua roupa de cama primeiro.

FRANCISCO CHAO DE LA TORRE

Ué… Pensei que os governos anteriores é que tivessem comprado os submarinos e os gripens…

Luís Henrique

Sim, depois de 30 anos passando vergonha, compraram míseros 36 caças e ainda do modelo mais barato. Ocorre que a entrega desses caças só ocorre se os pagamentos estiverem em dia. Muitos projetos foram assinados e as entregas adiadas por falta de pagamentos. Era comum contingenciamento no orçamento da Defesa. O sr. Nunca leu sobre isso? Praticamente todos os anos a defesa é boicotada… O PT ficou 4 mandatos no poder para aprovar prosub, helicópteros, guarani e 36 caças. Fez alguma coisa? Sim. Mas muito longe do ideal. Já o Bolsonaro esta há 2 anos no poder, existe uma lei… Read more »

Marcos10

Se for considerar as aquisições, o “operário” e a tia “marvada” fizeram mais que o milico.

Allan Lemos

Nada disso, nenhum presidente fez nada pelas Forças Armadas, os projetos são tocados pelas mesmas, sem interferência de políticos, o que é lamentável. Se você perguntar ao atual Presidente o que é o Gripen ou MTC-300, ele provavelmente não saberá o que é, assim como os anteriores também não saberiam. Infelizmente, as nossas forças armadas e seus projetos estratégicos sempre estiveram ao deus dará.

Last edited 2 meses atrás by Allan Lemos
Groselha Vitaminada Milani

Como assim? E as kombis? E o anuncio do Lula dos Rafales??? Acorde Alice …

Groselha Vitaminada Milani

O Zé 9 dedos empurrou guela abaixo 50 kombis bixadas (ainda estão) e quis empurrar o Rafale … mas a FAB rejeitou. Fora a compra dos Scorpenes e a base estaleira da Odebrechas … vamos abrir os olhos Alice … fez até onde os dedos podiam alcançar … muita calma antes de falar rouba mas faz.

Marcos Cooper

Não esqueça das tranqueiras russas da Amazônia.

miguel Felicio

Porém voce não contou que são 14 anos, contra 2 e agora as contas estão sendo regiamente pagas, para que o equipamento anteriormente contratado chegue aqui, sem corrupção……..mais ou menos assim.

João Fernando

O correto não seria “baixo nível”?

Marcos Cooper

Realmente. Nível lixo….

João Adaime

Tinha uma pequena ideia das potencialidades deste MRTT, porém agora vi que é pau pra toda obra.
É avião de patrão.

Leo Costa

pois é.. e teve gente, no artigo anterior, dizendo q era compra meia boca.. kkkk.. Melhor q esse avião só o C-17 que a hora-voo custa muito mais caro..

Bardini

O A330 MRTT é muito mais útil e importante para o Brasil do que um C-17…

Tomcat4,2

Nem dá para comparar !!!🇧🇷

GFC_RJ

Podes crer… É avião de playboy mermo.

Ivan herrera

Vamos ver no que vai dar , já vi uma publicação do delegado Marcelo Freitas falando de 500 milhões para compra de vacinas , seria os mesmos ?

Fabio Araujo

Pelo que ouvi seriam 500 milhões para as vacinas E esses dois aviões tudo dinheiro apreendido de drogas!

Ivan herrera

A sim ok, tomara o Brasil precisa urgente.

João Ricardo

seria otimo se fossem uns 6 aviões desse modelo

Astolfo

Não adianta comprar e não conseguir nem usar. Eu acho que a compra foi super acertada, porém tenho receio da FAB não conseguir operar os 2 a contento. São aviões caros de se adquirir e de se operar, como o próprio Bardini já mencionou.

A quantidade adquirida foi a ideal para o momento até a FAB sentir o peso de operá-lo e julgar se é possível operar mais. Mas sim, foi uma ótima compra.

marcus

Já compraram? Está mais para promessa.

Leandro Costa

Pra ser sincero, não faço ideia nem se esse uso é previsto em lei. Acho que depende do Juiz que fez essa apreensão e geralmente vai para a Saúde ou Educação. Enfim… tenho que pesquisar, já que não existem informações oficiais sobre como o dinheiro foi levantado e nem mesmo se a compra foi confirmada. Do jeito que foi falado na live parece mais coisa de ‘ah, vou comprar.’

Jadson Cabral

Como diz minha mãe: devagar com o andor, que o santo é de barro. me diz qual a necessidade de 6 aviões desses na FAB hoje. Nem se já tivéssemos os 36 Gripens operando não precisaríamos desses aviões todos.
Eu não acho que seja assim que a FAB faça cálculos.

Marco

Outra vantagem é a comunalidade dos cockpits. Os atuais integrantes do GTE que voam o A319ACJ provavelmente encontrarão o mesmo cockpit no A330 o que facilita muito a adaptação. Excelente aquisição. Que venham mais.

Clésio Luiz

A lista de operadores é um pouco maior do que está na matéria. Tem ainda França e Coreia do Sul. Sem falar das unidades destinadas a uso comunitário pela OTAN.

Yuri Dogkove

Esse avião pode transportar até quantos Guarani? Ou Leopard?

Groselha Vitaminada Milani

só em peças ….oi!?

essa pergunta é séria?

kkkkkkk

Pablo

Depois ele ainda critica os comentários dos outros hahaha

Last edited 2 meses atrás by Pablo
Marcos R.

Até 45 t… Desde que Vc consiga colocar dentro dos contêineres padronizados.😂🤣

Dod

como funcinona o reabestecimento em voo desses avioes? A aeronave usa do próprio combustível para abastecer outras aeronaves ?

maxuel

Sim, o que esta na asa, no mínimo deve ter containers internos para colocar mais.

Jadson Cabral

Sim. O mesmo combustível que sai das asas. A menos que esteja levando combustíveis em tanques extras que são instalados dentro da aeronave numa configuração específica e apenas para fazer REVO. Nesse caso eu acho que esse passarinho conseguiria dar meia volta no globo

Dod

A capacidade com tanques extras desse avião é a mesma do KC767?

Flanker

Suas perguntas, do Jadson e do Maxuel estão todas respondidas no texto.

dod

Não estão

Flanker

A questão de que se ele usa o próprio combustivel para abastecer os caças, está sim. Alcance máximo do A330MRTT 14800 km e KC-767 12400 km.

Last edited 2 meses atrás by Flanker
Salim

Ta náo, seria legal se colocassem comparação do 767 e o #330. Incluindo estimativa custo aquisição , hora vôo e manutenção. Ai ficaria muito legal.

TeoB

Fiquei curioso pra saber se eles tem algum sistema de contramedidas… chaff, flare, alerta de aproximação de míssil, alerta de designação de laser, alguém sabe me dizer se tem alguma coisa nesse sentido?

Rodrigo v freire

Item 115.

A330-MRTT.jpg
willhorv

Demorou!
Dúvida….serão novos e convertidos por exemplo pela Elbit se não me engano ou serão usados?
A oportunidade política da situação, da necessidade apresentada pela urgência ocorrida em Manaus, pode ser justificada a compra de equipamento novo!
Concordam?

Roberto Bozzo

Mestre Willhorv, pelo que está sendo comentado, a RAF ofereceu 2 unidades em 2019 (com opção para mais 1). Então sim serão usados, mas o maia velho em uso na RAF tem 10 anos apenas, sera maia correto afirmar que são semi-novos.
E serão os MRTT, não precisa de conversão para a FAB usar.

Groselha Vitaminada Milani

Pq a RAF ofereceu? Eles tem unidades sobrando?

Welington S.

A RAF está oferecendo por que está precisando de dinheiro para uma outra coisa e precisa cortar gastos, ou seja, a RAF conseguindo vender esse avião (o que tudo indica que será vendido para nós com a opção de mais um A330), quando ela se estabilizar, irá repor esses aviões comprando novamente. Vale lembrar que a RAF já veio com esse avião no Brasil e inclusive participou de um exercício aéreo com a FAB e também esteve em nossos vizinhos para apresentar o avião e ver se algum deles se interessaria. O Brasil obviamente foi o primeiro a bater o… Read more »

Jadson Cabral

Em se tratando de aviões a idade que têm é irrelevante. O que são os ciclos de pouso de decolagem. Se é uma aeronave com tecnologia de ponto e que opera pouco, é nova

Jadson Cabral

Cara, de onde saiu essa coisa de conversão pela Elbit??? Isso é coisa de canal de adolescente né? É a própria Airbus que faz a conversão em sua fábrica.
E não. Não vamos comprar um 0km pq não temos tanta grana assim e a RAF tá oferecendo 2 novinhos há 2 anos. Sem falar que há uma certa urgência em se ter essas aeronaves, que provavelmente chegariam aqui ainda esse ano.
Se quiser novo vai ter que esperar no mínimo uns 2 anos.

Sequim

Interessante aeronave. Não sei se é um dos motivos principais para a aquisição, mas ainda que não seja, esta aeronave aumentará significativamente a capacidade expedicionária da FAB.

Carlos Campos

Estão deixando a gente Sonhar… Disse um Brigadeiro

Allan Lemos

Daqui há alguns anos, a FAB será a força aérea mais bem equipada da América Latina. Mas há tempos se sabe que o Brasil precisa de aeronaves de transporte de grande porte, e mesmo assim nada foi feito. É um descaso assustador.

filipe

36 F-39 Gripen E/F + 30 KC-390 MILLENIUM + 2 A3330 MRTT + 12 C-105 AMAZONAS = 80 super aviões para a FAB , a Força Aerea mais poderosa do Hemisfério Sul … 1 SNBR + 4 SBR + 4 FCT = 9 super navios para a MB , a Marinha mais poderosa do Hemisfério Sul … O Exercito precisa ser reforçado.

FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES

Nas Américas, né? Caso não, “menas, bem menas”!

Last edited 2 meses atrás by FABRÍZIO AMORIM DE MENEZES
Matheus

Vai devagar. A força aérea da Austrália é a mais poderosa do hemisfério sul. Com equipamentos no estado da arte. Uma força enxuta pra cumprir bem a missão.

filipe

A FAB tem muito mais aeronaves do que a Força Aérea da Austrália. Esses 2 A-330 200 MRTT põe o Brasil noutro patamar, de lembrar que o Brasil é único país do hemisfério sul que fabrica aeronaves. É o único , e será assim por muito tempo, nada mais natural do que ter a Força Aérea mais poderosa, só falta os foguetes espaciais.

João Adaime

Caro Filipe
Também gostaria que nossa Força Aérea fosse a mais poderosa do Hemisfério Sul, mas comparados com a Austrália, somos um anão militar.
A Real Força Aérea Australiana possui 477 aeronaves. Alguns modelos: Oito C-17, 33 F35 (de um total de 72 encomendados), 24 F18 Super Hornet, F18 Hornet (estão sendo aposentados), sete A 330 MRTT, P8 Poseidon, 11 EA18G Growler, 737 de alerta antecipado, jatos de treinamento Hawk (serão trocados por mais modernos, conforme matéria aqui no Poder Aéreo), 12 Hércules, 10 Spartan, treinador Pilatus e por aí vai.
Abraço

Guy Barroso

Os Aussies são parceiros preferenciais do USA. Sempre recebem equipamento de ponta desde o fim da WWII.
Lutaram juntos na WWII, Korea, Indochina, Iraque, Afeganistão…..
São considerados uma força de contenção para os avanços da antiga União Soviética e atualmente da China.
Suas Forças Armadas tem nível de treinamento de primeira.
Seu maior problema é território grande e uma população proporcionalmente pequena.
E bebem cerveja até cair!

Leandro Costa

Filipe, é… sinceramente até difícil de comentar… mas o Adaime falou bem.

Flanker

Meu caro, a RAAF possuí 24 FA-18F, 11 EA-18G, 72 F-35A (em processo de entrega) – nem vou falar nos FA-18A/B Hornet remanescentes, pois serão substituídos pelos F-35; ao redor de 10 C-17, 12 C-130J, 10 C-27J, 6 A330 MRTT; 12 P-8A, 6 E-7A – nem vou falar nos AP-3C, que estão em processo de desativação. Então, reveja teis conceitos. Número total de aeronaves, nem sempre quer dizer alguma coisa. Quanto a comparacão entre MB e RAN, nem vou perder meu tempo comparando, para não passarmos mais vergonha ainda.

Welington S.

Amigo, se você quer fazer uma comparação nessa questão, compare apenas com os nossos vizinhos. Comparar com a Austrália é errado. Lá eles estão em um outro patamar. Aos poucos nossa FAB vai se tornando mais enxuta.

Tomcat4,2

Bota outro patamar nisso. E olha q só estamos falando em força aérea. Se formos pra forças terrestres aí baixa a depressão geral😢😢😢

Flanker

28 + 1 KC-390; 11 C-105; Super aviões? Aviões muito bons, mas super já é demais. A Força Aérea mais poderosa da América latina, pode ser. Do hemisfério Sul, a RAAF manda lembrança! Quanto à Marinha, vc tb desconsiderou totalmente a RAN. Se a Força Aérea Australiana já está muito à frente da FAB, a Marinha deles está muito mais à frente da MB.

Marcos10

Não sei para que tanta gritaria. A FAB tinha cancelado o processo anterior para abrir outro. Eis o outro.
Isso aí está parecendo a construção dos 800 aeroportos.

Jadson Cabral

Não sabe? Nós estamos há pelo menos 10 anos sem uma aeronave de reabastecimento de alcance estratégico. Até para o transporte de pessoal para outros países nós precisamos alugar aviões civis. Na vdd nós nunca tivemos a capacidade que essas aeronaves nos dará. Essas aeronaves são o que há de melhor e mais moderno na sua função. E por isso são caras, muito caras. Por muito tempo a FAB ficou babando-as sem poder comprar. Agora, só agora, depois da população e a mídia descobrirem que a FAB não tinha capacidade de levar oxigênio para Manaus na demanda necessária e começou… Read more »

Groselha Vitaminada Milani

É uma VERGONHA que hospitais públicos não tenham sua ”usina ou central” geradora de oxigênio.

Cilindros são usados para uso pontual e domiciliar.

É uma vergonha descobrir mais uma máfia e o oligopólio dos cilindros de oxigênio.

Os aviões estão sendo comprados pela capacidade de transporte, e não somente para cilindros. Precisam transportar vários produtos e insumos médicos, além de pessoas e ter autonomia pra isso.

Last edited 2 meses atrás by Groselha Vitaminada Milani
Rommelqe

Totalmente de acordo!

Welington S.

E só agora você descobriu isso? O Brasil sempre teve essa lacuna, sempre. Fato é, o vírus contribuiu para mostrar ao brasileiro que a saúde no Brasil está deficiente do básico ao básico. É inadmissível um país como o Brasil não ter o básico se tratando de saúde, inadmissível. Agora, é fazer o que? Cobrar os políticos por melhorias urgentes e, digo mais, esse vírus não acabará tão cedo assim. Passou da hora da saúde no Brasil ser melhor desenvolvida e administrada. Como se não bastasse a apreensão de cilindros de oxigênio em um caminhão pelo grupo FERA da Polícia… Read more »

Delfim

Não pude deixar de pensar se a escolha pela Airbus tem a ver com o Biden.

JT8D

Não. Porque o Macron e a Merkel não são mais simpáticos que o Biden. Foi uma compra técnica, o avião certo para a missão

Wagner

Que compra? Cade o processo de licitacao? De onde vai sair o dinheiro? Sinceramente, isso so parece comida para alimentar os trolls.

Douglas Rodrigues

Em se tratando desse tipo de produto, e se for os A330 MRTT da RAF é uma compra de oportunidade, pois não se encontra tal avião na prateleira de um varejo.

ADAIR HAMES

Mas a compra está sendo feita na RAF, mesmo que a produção de novas aeronaves sejam feitas nos outros dois países.

Last edited 2 meses atrás by ADAIR HAMES
Groselha Vitaminada Milani

Não … mas é a melhor solução pra hoje de mercado e urgente,

É o que tem disponível na prateleira e acredito custo x benefício.

O melhor de todos os tempos da última pnademia da semana.

Jadson Cabral

A escolha pela Airbus se deu pq eles são fabricantes da melhor aeronave da categoria. Aeronave que a FAB baba faz pelo menos uns 2 anos, quando a RAF teve aqui mostrando um para o comando da aeronáutica e os oferecendo. A escolha pela Airbus é porque são os aviões que queremos e que estão disponíveis. Só isso.

filipe

Caso a Embraer fosse da BOEING a AIRBUS não iria conseguir vender esses 2 A330 MRTT , o Brasil iria naturalmente ter os C-17A Globmaster III , os P-8A Psaidon , os Boeing KC-767, tudo viria a muito bom preço , e poderia ser montado se calhar aqui em Gavião Peixoto mesmo.

Barak MX para o Brasil

Que viagem

filipe

Barak a EMBRAER sendo uma subsidiária da Boeing , muito da produção seria deslocada dos EUA para o Brasil, aumentando significativamente o poder industrial do Brasil, a única desvantagem nesse negócio seriam os 36 Gripens da SAAB, do resto seria o melhor negócio de sempre… Infelizmente não deu certo.

Leandro Costa

Filipe, suspende a cachaça que essa tá com metanol.

Wagner

Sonhar nao custa nada.

Groselha Vitaminada Milani

Menas … bem menas …

JT8D

Sim, e o mundo seria cor de rosa e seríamos felizes para sempre

Jadson Cabral

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ia sim. Como o fato da Embraer ser da Boeing ia dar tanto dinheiro para a FAB a ponto dela poder comprar e operar esses vetores???
Meu Deus, cada viajem desse pessoal, que às vezes eu chego a me perguntar se tô lendo isso mesmo.

João Adaime

Prezado Filipe
Não sei se os aviões da Boeing seriam montados aqui, mas poderíamos fazer algumas partes no Brasil.
O único reparo a fazer é que a produção do C-17 foi encerrada em 2015. Quem comprou, comprou. Quem não comprou, não compra mais. Quem tem não vai vender antes deles começarem a queimar óleo e dar muita oficina.
Abraço

Jean Jardino

A Franca e Singapura hoje operam os MRTTs mais modernos que os da RAF, sao da ultima versão, que poderão reabastecer aviões automaticamente, sem o auxilio de operadores….

filipe

Jean voce esta falando da Lança telescópica , todos os MRTTs tem uma lança com sonda e Duas mangueiras com cestas, isso é automático para todas as versões… O KC – 390 é apenas com cestas. Logo existe uma compatibilidade OTAN para todos os A330 200 MRTT.

Tutu

Os KC-2 da RAF não tem a lança do sistema Boom.

Jadson Cabral

Não, Felipe. É você quem está trocando as bolas.
1- Os MRTT da RAF não têm lança.
2- Tem lança operada manualmente tbm. Maior parte delas inclusive. Você consegue ver um operador em qualquer vídeo no YT. Esse sistema totalmente automático é novo e só está disponível na ultima versão.

Flanker

Os A330 da RAF possuem 1 sistema de mangueiras em casa asa e mais um sistema de mangueira na fuselagem traseira. Não operam o sistema de boom/lança.

Jadson Cabral

Esse sistema automático é só para o sistema de lança, que não é o sistema que a FAB usa. Logo, seria inútil para a gente.

Gabriel BR

Que venham os 2 com opção para mais 2 .
Precisamos estar prontos para emergências de grande escala em qualquer canto do país ou do exterior.

Leandro Costa

Por que em qualquer canto do exterior?

Yuri Dogkove

2 C-5 Galaxy seriam muito mais útil para a FAB!

Flanker

Ninguém opera C-5 além dos EUA. Aeronave caríssima de operar e manter. E seria subutilizada aqui no Brasil. O máximo que poderíamos ter é algo do porte do C-17 ou similares.

Grozelha Vitaminada Milani

Ativando o módulo irônico:

3, 2, 1 … compra 7 Galaxão. 4 pra uso (cabe a Aldeia Guarani, os Leopards, Urutus, Cascavel … até o Osório), transforma todos os 4 para MRTT e 1 VIP (Cabe o Executivo, Legislativo e o Judiciário completos)!

E 2 para servir de doadores de peças.

Futuramente faremos um C-5M com a Embraer, Ebit e Akaer .. dos futuros 5 x C-5M teriamos 1 (um) em 2035 apto para voar.

Maresia, sente a Maresi – i – ahhhhhh!

Kkkkkkķkkkkk

Flanker

Os caras viajam, sem nem parar um pouco para pensar antes de escrever, né mesmo? Com muito boa vontade e muito esforço, poderíamos operar uns 2 ou 3 C-17, e olhe lá!
Só por curiosidade, a versão atual dos C-5 é justamente a modernizada, C-5M.

Grozelha Vitaminada Milani

Estava falando da nossa versão M.

E se viessem do Deserto não seriam a versão M da USAF.

Engraçado as críticas ao C-17, querem que seja econômico e barato de manter … e querem de graça. Desde de quando equipamentos militares bons são baratos e econômicos?

Gente sem noção …. eu gostaria de rer uns 6 da FAB … Sonho. O bichão é fantástico.

Leandro Costa

Acho a FAB operar C-17’s um tiro no pé. É simplesmente caro demais.

Carlos Crispim

Muito bom, ninguém duvida da necessidade, parabéns a todos, pricipalmente ao presidente! Agora, voltando à realidade, temos que partir pra um avião de carga de macho: C-17 Globemaster.

filipe

A FAB escolheu a AIRBUS… Se fosse a BEOING…

João Adaime

Prezado Carlos
A Boeing encerrou a produção do C-17 em 2015. E quem tem não vende. Se alguém estiver vendendo, desconfie.
Abraço

Carlos Crispim

Cara, é verdade, mas sempre é possível, basta vontade política. Se ninguém quiser vender, a Boeing sempre pode reativar a produção diante da demanda, vide o F-15EX.

JT8D

Ah, claro! A Boeing vai reabrir uma linha de produção para fabricar 2 ou 3 C-17 para o Brasil, com certeza! Gente, pensa dois minutos antes de escrever essas barbardades! Respira fundo e conta até 10, por favor

Barak MX para o Brasil

Não precisa reabrir a linha de produção. Os EUA tem aos montes. E eles já nos ofereceram C-17 usados via FMS.

Claudio

Muito boa essa aquisição, além do a330 ser “barato” de comprar e operar , a vantagem é que ainda é fabricado na versão neo, bem diferente do 767, e que não fique só nos dois

Astolfo

O A330 MRTT não é barato nem de comprar, nem de operar. Não sei da onde você tirou isso. Se fosse barato de comprar e operar, pode ter certeza que a FAB já o teria adquirido, porque eles são necessários há anos e a FAB sempre desejou ter alguns em seu inventário.

EduardoSP

767 ainda é fabricado nas versões”tanker” KC-46 e na versão cargueira 767-300F.

Wagner

Barato? Oi?

Paulo HPS

Torcendo para que se concretize… Esse avião é um burrinho de carga…

Furacão 2000

Bom galera, alguns vão me chamar de pessimista e tals, mas estou sendo realista.

Só vou acreditar nessa notícia, quando o contrato for assinado.

E outra, mesmo que o contrato for assinado, ainda tem o fator USA, ou seja, o equipamento pode ser barrado ao Brasil

Forte abç!

JT8D

Mas amigo, o que o que os EUA tem a ver com isso? O avião foi fabricado pela Airbus (uma empresa europeia, caso você não saiba) e foi oferecido ao Brasil pela Inglaterra

Astolfo

Alguns têm sintomas de esquizofrenia com os EUA, JT8D. Logo mais alguém irá mencionar o Phalanx. É sempre igual.

Last edited 2 meses atrás by Astolfo
Grozelha Vitaminada Milani

Rs …. estamos realmente interessados no ACJ-A330 MRTT RAMBO!

Equipado e armados até os dentes.

E o BOPE e a ROTA vão querer um também!

Grozelha Vitaminada Milani

ACJ não.

Um AC-330 Gun Ship MRTT Rambo.

Kkkkkkkkkkkk

Tamandaré

JT8D, a pergunta não foi feita a mim, mas creio que o nobre colega ‘Furacão 2000’ talvez tenha tentado se referir ao Governo americano querer nos dissuadir de comprar o A-330 e oferecer-nos o concorrente americano, baseado no Boeing 767. Não sei a quantas ficará o relacionamento entre Biden e Bolsonaro, mas é algo a se considerar! Até outro dia, Macron e este último eram vistos como improváveis aliados, hoje já vemos A-330 a caminho da FAB. E antes que alguém questione: por mais que os MRTT venham da RAF, devemos lembrar que aquelas são aeronaves de origem francesa! Poderiam… Read more »

Leandro Costa

Não acho que vá ser barrada a compra nos EUA, mas… quanto de equipamento americano um A330 de carga ou um A330 MRTT tem? Eu não faço ideia, mas isso não significa que não tenha alguma coisa.

JT8D

Ah, para Leandro! Nós agora somos a Coreia do Norte ou o Irã? Se os EUA vetarem a compra de um avião de transporte fabricado por teceiros e que será prioritariamente usado para fins humanitários então é melhor a gente começar a pensar seriamente em buscar novas alianças

Leandro Costa

Então JT8D…

“Não acho que vá ser barrada a compra nos EUA(…)”

Se eu separar a frase, fica mais claro?

Last edited 2 meses atrás by Leandro Costa
Douglas Rodrigues

Por que cargas d’água um equipamento desses, que não é armado, é de carga e reabastecedor seria barrado pelos americanos? O máximo que pode acontecer é os EUA nos oferecerem aviões usados de seu inventário bem mais em conta (KC-135 ou 767 para serem convertidos). Se fosse assim, o Gripen já teria sido barrado, assim como os Caracal, assim como o ACJ-319 presidencial, assim como a escolha do consórcio que vai construir as Tamandaré, assim como a escolha do consórcio francês para construir os novos submarinos!

Leandro Costa

Douglas uma aeronave dessas dá uma capacidade de ATAQUE incrível à outras aeronaves.

No nosso caso não existe por que a compra ser barrada, mas para outros países a figura pode mudar. Mas realmente não sei o quanto de equipamento americano tem em um A330, então eu realmente não saberia dizer.

Fernando C. Vidoto

Não conhecia a aeronave pois sempre me interessei mais por jatos de combate. Lendo mais parece que foi excelente aquisição!

Rico Zoho

Dois são poucos. Deveriam ser no mínimo quatro. Mas é melhor que nada.

Mas dizer que vai comprar é uma coisa, chegar e voar nas cores da FAB é outra. Comprar, manter voando (manutenção em dia e dinheiro para o combustível) e modernizações periódicas.

Comprar para manter no hangar também não adianta. Tem que comprar e usar.

JT8D

Eu acho que eles estão comprando para usar e não para manter no hangar. Mas é só minha opinião, vai que a FAB esteja planejando manter eles no hangar, nunca se sabe, né

Douglas Rodrigues

Os KC-137 e o alugado C-767 não ficavam direto no hangar não… Eram muito utilizados, até darem baixa (KC-137) ou ser devolvido para a lessora (C-767).

Anderson Rodrigues

Muito Bom

Tutu

Uma dúvida, se esses aviões utilizam as asas de um a340-200 então é impossível converter a330 comercial para essa versão?

A resposta dessa pergunta pode dizer de onde eles virão, ou então qual capacidade ele terão, ou não.

Grozelha Vitaminada Milani

Converter um A330 para MRTT leva muito tempo, custa caro e tem que passar por testes e certificação.

Impossível não é, mas não faz sentido.

E precisamos para ontem e não para 2023 em diante. E precisamos de no mínimo 2 unidades.

Se existe o produto certo, pra que adaptações?

Jadson Cabral

Todos os A330 usam a mesma asa do A340, não só o MRTT. A conversão não muda a asa, mesmo porque não seria possível colocar uma asa totalmente diferente, com uma área diferente num avião que não foi projetado para ela.

Pgusmao

E pensar que a Holanda, um país menor que o ES, têm 3 A 330 MRTT, além de 70 F-16 e recebendo F-35, esse nosso orçamento militar só pode ser gerido por algum integrante dos Trapalhões, gastar 85% em folha de pagamento de ativos e inativos é absurdo!!!

Grozelha Vitaminada Milani

Absurdo hoje. Ninguém lá no passado pensou que chegaria nessa equação.

O que resta hoje é reparar a geração atual e próximas para não repetir esse balanço financeiro.

Mas quem quer resolver esse vespeiro? O Legislativo? O Judiciário? Ou o Executivo?

Junior

Nessas horas todo mundo sai de fininho assobiando fingindo que o assunto não é com a pessoa, enfim, vai demorar para os números se equilibrarem

Leandro Costa

É… Holanda né? Como se esses caras um dia tivessem sido invadidos e ocupados e tivessem aprendido a lição! Se bobear são até espertos o suficiente e fazem parte de alguma aliança militar local… quem sabe, né?

Tutu

O presidente falou hoje pela tarde em uma entrevista que o governo gostaria de comprar dois “C-230”, porém cada um custa 200 milhões de reais, e por isso eles vão “tentar” comprar um só, e mesmo assim temem as críticas.

Junior

Logo vi que isso talvez não desse em nada porque a FAB no dia seguinte do anuncio dele na live ficou muda, não quis fazer nenhum comentário sobre o assunto, uma pena, espero que não percamos essa chance, a desculpa com fundo de verdade até já estaria pronta, não só levar oxigênio, mas até mesmo em casos de desastres naturais futuros a aeronave ia servir bem, repatriar brasileiros de países no meio de crises ou desastres, enfim, sabendo explicar direitinho as supostas criticas se arrefeceriam, o problema é que a comunicação do governo é caótica Poxa, vai ser uma pena… Read more »

Snake

Uai mano não achei essa entrevista não, manda o link aí por favor

Tutu

Está no canal da CNN, no YouTube, vai na transmissão que eles fizeram ontem pela parte da tarde, em um determinado momento o presidente dá um entrevista ao vivo quando estava chegando de moto.

snake

ra to procurando aqui essa declaraçao ja faz umas 2 horas e nao acho nada, vc tem certeza que viu isso, porque se realmente ele disse isso ja era pra ter materia pra todo lado

Tutu

Eu mandei só que está preso na moderação.

https://youtu.be/P19mzVZsnNc

Apartir de 3:45:30

Wagner

200 milhoes de reais? Onde voce viu isso? Essa soma da na cotacao de hoje US$ 36,61 mi… A330 MRTT por esse preço, não tem como, né? E se o presidente falou isso percebe-se o obvio: ele desconhece o assunto. Alem do mais ja esta fazendo o que sabe de melhor: culpar os outros pelas proprias estulticias…

Junior

200 milhões de dólares cada um

Doug Venan

Prezados, não entrando no aspecto politico, mas não ignorando de que a decisão é reativa a crise de logística de oxigênio de Manaus nesta séria pandemia de COVID, a compra era há muito tempo essencial não só diretamente para a FAB, mas também ao apoio logístico aéreo que cabe a ela fornecer aos outros ramos das Forças Armadas e a órgãos do governo, porém é preciso ressaltar alguns aspectos e detalhes importantes: 1) O valor disponível citado na live pelo presidente foi de 500 mil, esperamos que o valor mencionado seja em US$, pois se for em R$, o valor… Read more »

Renato

Pelo que vejo dos comentários… O pessoal viaja mesmo na imaginação. Me avisem quando acordarem… O governo de forma extraordinária e inédita tenta pela 3ª (terceira) vez enviar ao congresso um pedido de crédito suplementar para poder honrar seus compromissos com o funcionalismo público federal e os militares. Detalhe: rege a constituição que só uma única vez o poder executivo pode auferir esse benefício e o atual governo já pegou 2X. Caso o congresso VETE em ABRIL o 3º pedido de crédito e o governo não pagar suas contas, o executivo é afastado automaticamente conforme rege a constituição. O próprio… Read more »

carvalho2008

Off Topic : Camboja receberá aeronaves FTC-2000G….

José Felix Vieira

E a nossa Embraer não tem poderiu para fabricar aviões de qualidade? Ela já provou isso várias vezes com os aviões tucanos e com o KC390. Assim, teríamos a geração de emprego em solo brasileiro.

Rogerio

Postei em outro lugar, pelos 500 milhões de reais (90 milhoes de dólares) tem cara de ser os A330-200F da Qatar cargo (4 retirados ontem (31/01) e um quinto foi comprado pela Hungria em agostos 2020. Eles foram recebidos de fábrica e devem ter por volta de 10 anos. Um 767 com 20 anosmia bom estado tava custando uns 15-25 milhões de dólares (antes da pandemia) … um A330-200F com 10 anos estaria por volta de 45-50 milhões de dólares cada

Rogerio

Esquece, parece que a Air Belgium vai pegar os 4 Qatar cargo A7-AFG, AFH, AFI, AFJ … eles têm em média 5 Anos, logo seria por volta de 100 milhões de dólares cada … tão muito novos