terça-feira, junho 22, 2021

Gripen para o Brasil

Informações sobre o cancelamento da licitação do Boeing 767-300ER (2020)

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Considerando informações divulgadas recentemente por alguns veículos de imprensa sobre possível prejuízo nas ações da Força Aérea Brasileira motivadas pelo cancelamento da compra da aeronave Boeing 767 300ER, o Comando da Aeronáutica esclarece que:

As aeronaves da FAB estão em contínuo apoio à sociedade brasileira com transporte aéreo logístico, à disposição do Ministério da Defesa, e intensificaram as missões relacionadas à crise de saúde encontrada na capital amazonense em função da pandemia de COVID-19.

As informações relacionadas ao cancelamento da licitação relativa ao Boeing 767 300ER foram publicadas no Termo de Revogação, disponível para acesso aqui. Na ocasião, o Comando da Aeronáutica relatou uma série de motivações para a revogação e ressaltou que o processo seria uma solução temporária para uma demanda operacional, não sendo a decisão final para o Projeto CX-2, que trata da aquisição de um cargueiro de grande porte para complementar a frota de aeronaves de transporte já em operação pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Considerada uma questão estratégica, as necessidades para a aquisição de uma grande aeronave de carga ainda persistem, com o objetivo de ampliar a capacidade e a autonomia de transporte intercontinental de pessoal e material, de acordo com os interesses da nação brasileira.

A suspensão da licitação, portanto, não significou o cancelamento do projeto e se deu, como explicado na época da revogação, pela impossibilidade da aquisição da aeronave a curto prazo e pelo impacto da pandemia da COVID-19 no mercado aeronáutico, que teve uma mudança considerável em relação ao cenário encontrado quando da publicação do convite para participação no processo licitatório. Nesta perspectiva, vislumbrou-se a oportunidade de aquisição de outras aeronaves mais adequadas às necessidades do que o 767 que era objeto do certame.

Além disso, as projeções econômicas para o ano de 2021 em consequência da pandemia e a necessidade de serem adotadas medidas para reduzir os impactos nos projetos estratégicos em andamento, dada à importância para aumentar as capacidades da Força, também contribuíram para a decisão.

Diante deste novo cenário, e de acordo com a legislação vigente, o Comando da Aeronáutica decidiu por cancelar o certame licitatório, sempre observando os princípios da legalidade, conveniência e oportunidade. Deve ser ressaltado, ainda, que este cancelamento foi resultado de uma análise técnica do Comando da Aeronáutica, não envolvendo outras esferas do governo federal.

Outrossim, ressalta-se que a FAB está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves, 24 horas por dia e 7 dias por semana, em atendimento às necessidades de enfrentamento à pandemia da COVID-19.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

142 Comments

Subscribe
Notify of
guest
142 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

“Nesta perspectiva, vislumbrou-se a oportunidade de aquisição de outras aeronaves mais adequadas às necessidades do que o 767 que era objeto do certame.”

nereu

“faço ideia” quais sejam essas tais aeronaves

m. wolf

na minha modesta opinião a FAB devia partir pro A330, e nesse momento que tem muitos parados por causa do covid poderia ter uma grande vantagem no preço

Karl Bonfim

Que saudade do sucatão!!!


Last edited 5 meses atrás by Karl Bonfim
Rodrigo M

Ué, eu já acompanhava o assunto a muito tempo nessa época.
Viviam criticando e descendo o sarrafo no gasto necessário com uma velharia, que não tinha administração na FAB, blá,blá,blá, etc..

cipinha

Eu sempre defendi a modernização do sucatão

Salim

Ate hoje Israel usa este modelo avião em devo, se náo mengano o nosso foi pra lá para aproveitar peças.

Flanker

Não. Nenhum dos KC-137 sobrou pra contar a história. Viraram sucata.

Jef2020

Então!!! Mas agora com a vacina rolando as coisas ja estão retornando lentamente no eixo…se tem alguma expectativa de adquirir uma compra de oportunidade o momento seria agora ou podera ser tarde d+. Mas agora penso nao haver espaço monetario para isso…enfim acho que será mais um projeto a ser embarrigado!!!

Flanker

Meu caro, os cuidados contra a Covid deverão permanecer por todo esse ano ainda. A vscina só alcançará uma quantidade suficiente de imunizados para produzir imninidade de rebanho lá por setembro ou outubro desse ano.

Nilton L Junior

A FAB não quer associar ao fracasso do atual governo, ao perceber que não teria orçamento garantido fez o correto, cancela para não queimar o filme.

filipe

D O R I A 2 0 22, a salvação

João Fernando

Correção: imperaDória

Roberto Bozzo

Correção 2: ditaDORIA

filipe

Vamos ser claros , Doria 2022, o Brasil precisa de lei e ordem, o Brasil necessita de investimentos nas suas Forças Armadas, João Agripino da Costa Doria Junior mais conhecido por Doria é a esperança do povo Brasileiro, temos que concluir o PROSUB, temos que concluir a produção local dos Gripens, e obter mais tecnologias de nações aliadas como os EUA,Suécia, Israel, Reino Unido,Itália, Alemanha, França e Japão.

Manuel Flávio Vieira

Acho que vc está brincando…

J L

Só pode ser brincadeira !

Oráculo

Eis que depois dos fãs do Lula e do Bolsonaro, agora temos os fãs do Doria.

Esse país está condenado a mediocridade eterna.

ednardo curisco

Brasil está uma enorme gadolândia. só muda a cor.

Cristiano de Aquino Campos

Com bolsonaro no Brasil e Biden nos EUA, vai ficar dificil.

Karl Bonfim

Para os políticos quanto pior melhor!

Jorge Knoll

Hj, 20/01/221, ultra direitista, incendiário DONALD TRUMP, deixa a Presidência dos United States of America (USA), a maior economia e potência militar do Mundo.
Daqui, 2 anos, esperamos que os brasileiros sejam felizes na escolha de novo Presidente, que seja comprometido com a Democracia, em defesa de uma nação mais justa, e com a melhor distribuição de renda, e que defenda o Meio Ambiente e preservação das nossas matas, da fauna, reativando a fiscalização e de nossas riquezas, tão dilapidadas

gordo

Politica é politica e em 2022 teremos eleição assim como foi em 2018 e antes, e segue o baile. O que me preocupa é como nossas FA vão sair desse atoleiro que entraram graças as ambições politicas de meia duzia. Não vai ter vacina para todo mundo e esse frisson gerado pelo feito pirotécnico do Dória ontem vai se transformar em uma mega frustração e não duvido em pauleira mesmo, portanto recomendo prudencia a Ele já que não estamos em um programa de TV. Quanto ao Governo Federal ele ainda tem força para dar a volta nisso ai, pode providenciar… Read more »

Pedro

Apenas um adendo ao que vc disse: O que nos atrasou com a vacina de Oxford foi falta de $$! Se o fundao eleitoral tivesse sido usado para isso, nao precisariamos dessa vaChina.

Edu

Não temos a vacina de Oxford porque o presidente anti-vacina, anti-máscara, pró-aglomeração e pró-cloroquina recusou o convite de Oxford para o desenvolvimento conjunto com o Brasil. Está registrado em todos os jornais de uns 8 meses atrás.

Flanker

O que foi noticiado naquela época, mudou. A vacina de Oxford, industrializada pela Astra-Zeneca, é a vacina que está sendo produzida pela Fiocruz, que está implantando uma linha de produção dessa vacina.

Last edited 5 meses atrás by Flanker
miguel Felicio

Se já não nos bastasse a Globolixo, a UOL, a Yahoo, a Folha de São Paulo, e outros, AGORA nesta página (onde pelo menos eu procuro algo sadio para ler) APARECEM insanos, muito, mas muito gado, e jumentos treinados………

Tomcat4,2

Espero mesmo que esta sandice q escreveu seja em modo irônico viu, misericórdia !!!!

Rodrigo M

Pior que eu não duvido que seja verdade esse bilhete viu Tomcat..

Tá ficando difícil acessar o Poder Aéreo ultimamente, tá parecendo mais com fórum UOL,Globo.. Só lixo.

IG15

Saudações à todos. Acompanho esse site, a trilogia forças de defesa, desde quando só quem comentava era quem comprava a revista . Época em q militares, engenheiros e profissionais com real conhecimento e experiência na área militar e em diversos equipamentos comentavam/participavam, época em que havia debates técnicos onde quem como eu acompanhava sempre aprendia algo novo. Agora oq se nota, se observa (ou q pelo menos eu vejo mas sei q ñ sou o único) é q as discussões são geralmente baseadas em achismos de gente q nem fez o serviço militar obrigatório ou com qualquer real experiência seja… Read more »

Last edited 5 meses atrás by IG15
pampapoker

Vamos ser honestos, nenhum político quer saber de defesa, isso não dá voto. O que da voto para eles e aparecendo dando cesta básica, aparecendo em obras na inauguração e afins.

Henrique

Essas propagandas de político deveriam ser censuradas neste blog.

Karl Bonfim

As ironias não né!
Kkkkkkkk!!!

Last edited 5 meses atrás by Karl Bonfim
Mayuan

Costumavam ser…

Hoje a lógica é outra.

J R

cara se você morasse no interior de SP teria uma visão completamente diferente desse cidadão, ele nem sabe o que existe depois do Rio Tietê, quem dirá do outro lado Rio Paraná e além das montanhas de Minas…

rdx

Piada do dia.

miguel Felicio

Sr. Filipe, precisamos concluir tudo isso, AGORA deixa de ser insano……quanto o senhor está ganhando para fazer propaganda dessa BESTA.

João Fernando

Chola mais chola…

J L

Correção 3: Doriana

Cristiano de Aquino Campos

Não fala isso. Tem muito apoiador do Bolsonaro que é monarquista.

J R

eu sou monarquista, mas não sou bolsonarista e muito menos de esquerda, e tbm não acredito na volta dela, mas a monarquia é como no filme “Cruzada”, é um “império de consciência”. Esse é mais um motivo pra ficar longe do gado que fica suplicando por um “golpe militar”, seríamos um pais muito melhor hoje se não fosse a iluminada mente dos militares e seus golpes irresponsáveis.

Last edited 5 meses atrás by J R
oswaldo

Dita Doria…

Allan Lemos

Ainda bem que isso jamais irá acontecer.

Leandro Costa

É o que diziam sobre Bolsonaro e Trump. O fato é que o Doria está sabendo aproveitar mais a propaganda do que o GF… que só tem propaganda negativa feita por si mesmo heheheheh

Mas é o que eu ando dizendo… estou sentindo falta do Fernando Henrique e achava que isso jamais aconteceria.

Allan Lemos

Leandro, apesar de todos os defeitos, o Bolsonaro tem carisma, isso é inegável, o mesmo vale para o Trump, ele sempre terá uma parcela de eleitores fieis a ele independente do que faça ou diga. É o mesmo que acontece com o Lula, por exemplo, apesar dos defeitos, terá sempre uma parcela de eleitores fieis por ser carismático. Já o Dória é um político insosso, sem identidade e carisma, não tem a capacidade de arrastar multidões. A tentativa dele de chegar à cadeira de Presidente está fadada ao fracasso, tal qual a de seu mentor, Alckimin. Ele terá uma base… Read more »

Leandro Costa

Allan, não sei de onde você é, e provavelmente o pessoal de São Paulo tenha menos simpatia pelo Dória, mas te garanto que, várias pessoas de outros estados estão olhando a propaganda do Dória e caindo nela. Ele tem muito, mas muito mais carisma do que o Alckmin, por exemplo. Até porque o Alckmin parece o tio babão que quer sair de garotão e falha miseravelmente nisso. Fora o histórico político dele. O Dória já tem uma ficha limpa por ser mais novo na política, por exemplo. Ele tenta, e consegue aparecer como, um cara mais de centro, que não… Read more »

ODST

“Doria”. Eita povinho sem noção.

filipe

ODST no actual momento parece ser o politico mais credível e pragmático do Brasil, a gestão da pandemia e as prioridades das suas acções na Saúde com a vacinação massiva da população de SP tem provado que ele é o cara.

Marcos Cooper

sem noção mesmo! Já não basta o Bolsolixo…

Karl Bonfim

João Gloria Jr. o gestor de São Paulo, para gestor do Brasil em 2022.Entra ano, sai ano, entra governo, sai governo e a palhaçada continua. E o pior o palhaço somos nós, o povo trabalhador e pagador de impostos. O pior de tudo é quem sai rindo a toa são os políticos.

Carlos Campos

Ditadoria, quem gosta de ser pau mandado apoia

Rodrigo Martins Ferreira

O Brasil é tão carente de bons governantes que o Dória acaba sendo levado mais a sério em outros Estados que em SP.

Aqui ele só foi eleito porque o concorrente era o França, amigo do Boulos..

Não porque foi bom prefeito.

miguel Felicio

Quanta insanidade senhores Nilton e Filipe, quanta insanidade.

Cristiano de Aquino Campos

Pois é, a prioridade e o KC-390. Quando tinhamos só o Hércules como avião tanque, tinha lógica um cargueiro e tanker a jato complementando, más com o kC-390 as missões de transporte de tropa em longas distâncias que quase não fazemos, podem ser feitas por aviões fretados como os EUA fazem.

Agnelo

Prezado
Vc está redondamente enganado, pois esse atual governo é o menos contingenciou $$, permitindo melhor planejamento a longo prazo.
Sds

Marcos10

O Brasil é um país de gente histérica.
Se tivesse comprado qualquer coisa estariam perguntado: para quê?
Amanhã passa um avião sequestrado no nível 500 lá no Norte do Amazonas, sem qualquer possibilidade de interpretação, e a impressa histérica irá se manifestar.
Na hora de por a mão no bolso, ninguém quer.

Thiago

Normal, muita gente diz que é desperdício de dinheiro investir nas forças armadas, mas quando elas são necessárias, aí quer cobrar a falta de investimento nelas.

Rodrigo LD

Excelente observação, camarada. Esse é o país que critica o presidente a todo o momento por não usar máscara mas que depois se reúne em festas na praia ou em condomínios de luxo para festas de final de ano. Sociedade falida!!!

Helio Silva

Pior de tudo é que é verdade…

Helio Silva

É assim mesmo.
A FAB pede esse avião desde a época de Haiti, na missão de paz.
Não teve nem pra as suas necessidades, vem a pandemia e ainda recebe a conta…

Cristiano de Aquino Campos

Então, tinha lógica, só tinhamos turbo-helice(C-130) e estavamos em missões da ONU bem longe de casa. Mesmo assim, dava para fretar um avião civil para levar a tropa, lembrando queba carga ia de Hércules.
O Hércules, tinha dificuldade em reabastecer um F-5.
Hoje, temos um KC-390. E realmente tão necessário e urgente, esse avião em plena crise econômica?

Karl Bonfim

Os brigadeiros deram mole, deixaram aposentar os sucatões sem nenhum substitutos!

Leandro Costa

Não acho que tenham dado mole não. Acho que estavam imaginando uma política de contenção de custos, o que fazia, e ainda faz sentido. Esse tipo de aeronave simplesmente não é prioridade para a Força.

Agnelo

Prezado
Não deram mole, infelizmente, os governos e os “especialistas” em defesa q os assessoram, só entendem a verdadeira necessidade de uma compra, quando a “água bate na b.nda”.
Em outras palavras…. o KC-390 está recebendo o devido “apoio”, pq o sucatão morreu e os Hércules estão na pindaíba.
Assim foi o Gripen e outros….
Sds

nereu

tem países que tem uma coisa chamada Ministério da Defesa Civil, parece que eles cumprem exatamente essa função, inclusive eles possuem aeronaves próprias para tal finalidade

Cristiano de Aquino Campos

Se e para investir, que se invista com coerência e praticidade. Não vejo urgência em gastar esse dinheiro que temos pouco, num avião importado, quando temos um nacional que faz 90% do quê esse importado, gera divisas, e no momento precisa de encomendas.

Tomcat4,2

Falou tudo Thiago e vc tbm Rodrigo LD.

Caique

Vocês tem que entender que a população é leiga, ela não vêem diferença entre um KC-390 e um Boeing 777, para eles é tudo avião, se não chegar ninguém e explicar, eles não iram enteder, e é nisso que as forças armadas pecam, eles precisam de publicidade.

Capa Preta

Brasileiro não gosta de militar, nunca gostou, brasileiro gosta de escoteiro de farda pintando meio fio e ajudando na enchente.

Leandro Costa

Nunca pintei meio fio quando era escoteiro.

Karl Bonfim

Eu já, e muito no quartel na rua do quartel, quando eu era um soldado raso prestando o serviço militar, isso não quer dizer nada, para um cara da minha geração (era até motivo de orgulho), mas para essa geração mimizenta de hoje…

Leandro Costa

Quando uma OM não é bem mantida, a competência do comandante é questionada. E realmente, esse pessoal de hoje em dia realmente reclama de qualquer trabalho braçal.

Karl Bonfim

discordo completamente disso!
Se há instituições que ainda tem ainda tem algum respeito nesse país, essas são as Forças Armadas. Por enquanto!

Paulo HPS

Brasileiro da Zona Sul do Rio de Janeiro…

Cristiano de Aquino Campos

Não há consenço nem nos especialistas amigo. Por isso foi cancelado. A única missão que ele faz que um kC-390 não faz e levar mais de 150 soldados de forma confortavel em missões de longo alcance e duração, tipo haiti e timor leste.
Obs. Confortavel e no estilo transporte avião civil de passageiros, que dá para fretar.
Hoje, quase não usamos e pela politica do atual governo, de não participar das missões da ONU, nem tão cedo vamos usar.

Flanker

Se é prioridade, num momento de crise econômica, adquirir um avião como um KC-767, eu não vou entrar no mérito. Porém, um avião como o KC-767 ou A330MTT tem outras cruciais diferenças em relação ao KC-390, além da que vc colocou.

Wellington Góes

Demonstrou que não conhece patavinas do que escreveu… Quer um conselho? Escreva menos, leia mais…
Querer fazer um paralelo entre as missões das referidas aeronaves, usando essa argumentação, só pode ser piada… Rsrsrsrs

Mauro Silveira

Gente histérica que adora fazer um espetáculo por tudo, é o país da lacração, falar mal é a meta, é mais fácil e mais rápido condenar do que pensar.

Tomcat4,2

E quem age diferente é escrachado de todas as formas possíveis. Hoje pensar e ,pior,agir, fora do podre sistema é pedir a própria condenação ao “tribunal das redes socias/internet “.

Last edited 5 meses atrás by Tomcat4,2
Leandro Costa

Esse tribunal me preocupa muito, sinceramente. Ou você se enquadra em um padrão, ou você é marginalizado e ainda pode perder seu emprego, não importa o quão eficiente você é.

1984 está aqui.

Mayuan

Exatamente. São os MAV em ação.

Tomcat4,2

Rapaz, sobre esta questão de tribunal da internet, tem um episódio da série “BLACK MIRROR” na Netflix q trata exatamente disso, Temporada 3,episódio 6 “Odiados pela Nação” 1h e 29mins, recomendo.

Leandro Costa

Tomcat, tem um excelente episódio da série ‘The Orville’ sobre isso também. Só não lembro se é da primeira ou da segunda temporada.

Helio Silva

Boa noite aos amigos do site! Estão jogando nas costas da FAB um problema que não é dela e nem o criou. Essa estória da necessidade desse avião vem de longa data; o governo Temer resolveu por alugar.

A imagem das forças armadas fica arranhada pela incompetência do governo federal.

Cristiano de Aquino Campos

Alugou, pois na epoca ainda usavamos em missões fora do Brasil. Hoje, estamos fugindo de mandar tropa para a ONU.
Obs. E na epoca, quase não usavamos.

Flanker

Como assim, quase não usávamos? Procura o uso que o C-767 teve durante o tempo que operou na FAB!

Cristiano de Aquino Campos

Transportou tropas, para as missões da ONU no Haiti e Africa, das quais não participamos mais e pelo visto, nem iremos. Não fazia REVO.
As missões que fez em território nacional, podiam ser feito pelos Hércoles, más como já estavam pagas…

Zorann

A responsabilidade é da FAB também. Sem essa de tirar o corpo fora. Quando um resolve racionalizar os gastos, acabando com “cargos”, vem outro comandante e desfaz quase tudo. Dizer que a FAB não tem culpa? Tem muita culpa, o que não falta é gordura pra cortar.

João Bosco

É um problema muito sério:
A falta de aeronaves cargueiras de longo alcance mostra o quanto a FAB não está preparada para emergencias. Veja o caso de Manaus e claro,do Amazonas: usando os poucos C-130H e alguns KC-390 dentre outras aeronaves que não tem condições adequadas para esse tipo de transporte, para entregar oxigenio para aquele Estado que está passando por tantas dificuldades. SE tivessemos aeronaves cargueiras de grande porte, poderiamos transportar uma enorme quantidade de oxigenio. mas… isso é o Brasil, não é?

MÁRIO FILHO

Se o governo tivesse capacidade não precisava de avião de carga muito grande não , era só não deixar o oxigênio acabar , isso não acaba de um dia para o outro , faltou competência do governo , mais uma vez , só isso .

Pedro

O Governo Federal não é empresa de produção ou envasamento de gás industrial/medico ou ainda, também não é empresa de metalurgia para produção de cilindros de gas! A responsabilidade logistica é do produtor única e exclusivamente. Para efeito de comparação, existem cidades no interior de SP também com falta desses insumos e utilitários e a mídia em hipótese alguma toca no assunto! Ademais, se as condições logísticas da cidade de Manaus faz disso um agravante torna-se um erro maior ainda dos fornecedores e governo local não haver um plano de contingencia ou mesmo um S&OP decente para evitar isso. Trabalho… Read more »

Leandro Costa

Pedro, se a sua lógica se aplicasse à Segunda Guerra Mundial, os aliados teriam perdido. Em uma emergência nacional, o governo federal deveria centralizar os esforços. Isso não tem nada a ver com a operação normal do dia a dia ao qual você está acostumado. Como o governo federal nada fez nesse sentido, os Estados estão agindo por conta própria, o que faz com que certos Estados tenham mais acesso à recursos do que outros, sendo que esses recursos, quando ociosos, poderiam estar sendo utilizados por outros Estados, evitando o caos que está acontecendo em Manaus. Como não há um… Read more »

Pedro

Como nao fez se liberou R$ 1 Bi para o AM?? O que fizeram com esse dinheiro que nao é pouco? Ademais, se o governo federal tiver que cuidar de cada estado e municipio, todo o principio da federaçao vai para o espaço e cabe aqui dois pontos muito importante: Primeiro, que se as empresas estavam incapazes de suprir os hospitais de Manaus, isso deveria ter sido alertado pelo prefeito e governador. A AGU hj ja avisou que eles tinham sim conhecimento, mas sentaram no problema. Pq? A resposta disso esta associada a pressao por usar uma vacina. O segundo… Read more »

Leandro Costa

Pedro, negativo. De que adianta liberar 1bi se o governo não dá as regras gerais de como se combater a pandemia e orientar sobre como gastar esse dinheiro? É a mesma coisa que jogar dinheiro ao vento. Nem fiscalizar fiscalizou. A PF que foi lá acabar com a mamata. O governo Federal precisa SIM controlar o que acontece na saúde entre os Estados. Situação de emergência permite isso sem qualquer tipo de prejuízo ao Federalismo Brasileiro, afinal de contas é uma emergência nacional. Que doidera é essa? Ter que ensinar à ex-militares os benefícios da centralização de comando e controle?… Read more »

Carlos Campos

como amazonense te digo, faltou competência do governo do Estado do Amazonas, Wilson lima só anda em manaus cercado por segurança

Cristiano de Aquino Campos

O Hercules e o KC-390 fazem transporte de carga em longo alcance sim amigo.
A sua unica deficiência e no transporte de tropa, que nesse caso, nos EUA, eles alugam aviões civis para isso. A carga, só não vai em C-130 quando e muito grande e eles usam outro modelo de avião.

Mayuan

De grande porte tipo qual? 767, 777, 747? Dá pra fretar só quando precisa e não ter que arcar com os custos de ciclo de vida

C5? Antonov? Se comprar vai ter um monte aqui mesmo falando que é um elefante branco, que os brigadeiros são megalomaníacos e etc.

A FAB tem o bom senso e principalmente o expertise que a maioria aqui não tem!

Satyricon

A necessidade de uma aeronave dessa categoria na FAB é notória e histórica, mas aquela decolagem abortada em Porto Principe selou o destino dos sucatões, sem que houvesse substituto. Até paisecos possuem aeronaves semelhantes.
A pandemia expôs nossas mazelas, e está é claramente uma delas. A crise afetou as Companhias aéreas, que estão encostando aviões relativamente novos por todo o mundo, numa oportunidade única para a aquisição. Resta ao GF fazer seu dever de casa. Só pra dar um exemplo:
https://www.aeroflap.com.br/veja-como-ficou-franca-conclui-leilao-de-dois-avioes-airbus-a340/amp/

Capa Preta

De uma frota de 12 C130 a FAB tinha um operacional, mas os oficiais em um esforço patriótico conseguiram garantir 40 milhões pra comer lagosta e canapés durante o ano. E isso e tudo, nada mais que isso…

Oráculo

Os oficiais superiores das nossas FFAA são um tumor maligno que destroem elas por dentro. A maioria absoluta dos atuais generais/almirantes/brigadeiros formam uma casta de sanguessugas que se julgam superiores aos outros e pretendem manter esse “status quo” enquanto puderem. A verdade é que a maioria não está nem aí para defesa nacional. Querem apenas manter os privilégios. E depois de aposentados sonham com um cargo qualquer no governo federal. São um bando de abutres fardados. Uma das principais reformas que esse país precisa é a reforma das Forças Armadas, que diminua pela metade o número de oficiais superiores, diminua… Read more »

Rinaldo Nery

Farra dos adidos… Sabe o que faz e pra que serve um adido militar? Deus do Céu… Estão defecando pelos teclados…

Leandro Costa

Até onde eu sei, os Adidos militares ainda são bem mais eficazes do que a ABIN.

Rinaldo Nery

Além disso, eles são a ligação entre a FAB e as FA estrangeiras. É por meio deles que falamos com as FA amigas, tratamos intercâmbios, cursos, compra de aeronaves e de armamentos, visitas, missões, exercícios etc. Nosso adido nos EUA vive no Pentágono. Quem tratou da ida do 1°/14° à Red Flag? Do 1° GTT à Culminating?

Mauro Silveira

Geração teclado, não sabem como é o mundo fora do computador.

Mayuan

Como sempre!

Alex Tiago Do Prado

Boa noite capa preta. Nao estou defendendo mas tem materia falando de 2 hercules indo para manaus no mesmo dia entao nao tem apenas 1 mas por outro lado concordo que se tem 12 operacionais que estivessem operacionais ou ao menos 10 e 2 em manutenção eu nao sei dizer quantos estao operacionais mas pelo jeito tem poucos.

Rinaldo Nery

O C-130 está em phase out (processo de desativação). Nenhum tostão será investido no projeto.

Mayuan

Ok mas a pergunta que ninguém faz e a imprensa não tem intenção de esclarecer. Quantos cargueiros são necessários nesse caso? Será que o que temos não dá conta? Quantos pedidos de transporte ficaram sem resposta?

Junior

Se o problema era falta de $$$$$$$$$$$ e o que estava no mercado ano retrasado não cabia no bolso da FAB, depois da pandemia, o que mais tem encostado é A330 e 767, a Espanha foi esperta e comprou 3 A330 da ibéria a preços abaixo do mercado e vão transforma-los em MRTT na Airbus em Getafe, a Austrália fez o mesmo comprou 1 A330 da Qantas e vai fazer a modificação para MRTT e soma-lo a sua frota de tanqueiros. a Delta aposentou todos os seus 767, resumindo a FAB nem precisa transformar essas aeronaves para o padrão MRRT… Read more »

Barak MX para o Brasil

Já passou da hora da FAB ter um avião de transporte de grande porte. Tem C-17 aos montes nos EUA, só o governo pagar a revitalização de pelo menos três aeronaves e treinamento num acordo de FMS. É inviável o Brasil projetar esse tipo de aeronave ou comprar A-400M. No máximo o KC-390 com estrutura estendido. Sonhar com defesa antiaérea de média altura e achar que cabe num Hércules todo perfeito hoje é ser pão duro.

Gilson

barak, gostei do seu comentário ao dizer: existe muitos aviões cargueiros nós EUA, não só nos Estados Unidos, mas também na Rússia, AN124, Ruslan, e existe também no mercado mundial outras aeronaves de transporte de longe alcance que o governo poderia analisar. Agora eu fico imaginando o KC 390 MILLENIUM, para onde que ele vai fora do país em missão internacional tem que ficar fazendo parada técnica, não sei se é porquê o avião é novo e precisa dessas paradas técnicas. Agora eu fico imaginando se o KC 390 MILLENIUM, for auxiliar o governo Japonês, em um evento catrastofico, quantas… Read more »

Flanker

Vocé compara 3 aeronaves de categorias diferentes. An-124 é da categoria do C-5 Galacy; C-17 é da categoria do Il-76 e suas variantes e o KC-390 é da categoria do C-130J e mais ainda do Kawasaki C-2. Todas as categorias tem seus limites de alcance e de cargas específicos. Não se compara categorias diferentes para uma mesma missão.

Mayuan

Ainda não decidiram nem qual será e já vamos comprar os cargueiros? Mesmo sem saber quais serão os requisitos de transporte?

TeoB

De verdade, as vezes da vontade de não visitar mias o blog, é só clubismo esquerda vs direita… não quero menosprezar ninguém mas discussões ao nível de quinta série, é triste de ver onde chegamos, e o pior tá assim por tudo.

Pedro

C-17 ou Il-76 para ontem! Comprar aviões comerciais para a função não vale a pena, pois são ótimos para levar pessoal ou cargas leves, mas são complicados para carregar cargas, seu bagageiro tem um volume cubico limitado o que atrasa e custa caro para carregar e descarregar rapidamente. A melhor comparação para isso é comparar um ônibus (767, A330) com uma carreta baú (citados no inicio). Qual é mais necessário a FAB? Como nao temos um meio estrategico que opere em combate longe do nosso territorio, creio que a funçao de Tanker possa ser bem preenchida pelo KC-390, sendo desnecessario… Read more »

Leandro Costa

C-17… tem pra vender? Duvido. Il-76… se o C-17 já era caro, o IL-76 vai ser mais caro ainda porque não há nada nem sequer parecido dentro da logística Brasileira.

Se tiver que ir de alguma coisa que faça arrendamento de uma aeronave comercial civil versão cargo ou kombi, que qualquer aeroporto internacional descarrega em tempo hábil e tem muita facilidade de peças no mercado. Mais à frente que se pense em algo definitivo.

Manock

Já chamou de volta o KC390 que foi treinar nos EUA?

Se não fez isso ainda, pare com essa conversinha de que a FAB “está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves, 24 horas por dia e 7 dias por semana, em atendimento às necessidades de enfrentamento à pandemia da COVID-19”.

Oráculo

Sim, até porque é fácil jogar fora todo o dinheiro gasto em treinamentos, na viagem, no planejamento, na compra de meios exigidos para a ação. Como se fosse simples abortar, de uma hora pra outra, toda uma operação militar que envolve Exército e FAB. Tudo para resolver um problema que surgiu devido a gestão criminosa do Governador do Amazonas com a saúde local. E que foi solucionado pelo governo federal usando aviões da iniciativa privada, como se faz em 90% dos países desse planeta. Quem critica a FAB nesse episódio de Manaus não quer uma Força Aérea. Quer uma empresa… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Oráculo
Leandro Costa

Acho errado criticar a FAB. Ela está apenas obedecendo ordens e se adequando à situações.

Mas tanto o governo do Amazonas quanto o governo Federal, principalmente o Federal, que são os culpados.

Renato

A ponta final, Municipal e Estadual que vê o estoque de oxigênio, aí grita pro Federal. Culpa maior do pessoal do AM.

Jadson Cabral

O governo federal teve conhecimento com antecedência de que oxigênio no AM ia acabar. Cabe ao GF saber disso, coordenar ações. É pra isso que serve ministério da saúde. Fosse assim, não precisávamos da União.
Tá ganhando quando pra passar pano pro governo federal??? Pq se for de graça é muito burrice mesmo

Rinaldo Nery

Até que enfim alguém lúcido no site… Boa.

Cristiano de Aquino Campos

Acho acertado o cancelamento. Temos qie focar no nosso produto nacional, o kC-390 que faz 90% das missões contempladas no programa CX-2.

Flanker

Tem que adquirir, sim, 2 ou 3, um ideal de 4, KC-767 ou A330MRTT. Digamos que a FAB vá para uma Red Flag nos EUA. Uma aeronave como essa vai para uma missão assim, levando 100/150 passageiros, os porões com bagagem e carga e reabastecendo meia-dúzia de caças no caminho. Dá uma flexibilidade operacional absurda. KC-390 faz missão de KC-390…..KC-X faz missão de KC-X.

Sergio Cintra

Analise de Custo x Benefício. É sempre que vamos lá? (-caso red ) É sempre que temos que distribuir vacinas a toque de caixa? e quanto as distribuições das outras dos outros programas alguém teve conhecimento da logística? Besteira do gestor estadual – Oxigênio em Manaus, transformador em Macapá – é sempre que tem que ser coberta? Devido a dimensões continentais do Brasil, concordo que um vetor de cunho estratégico seria bem visto. Talvez necessário, mas que comporte uma transferência necessária dos “meios militares” que fará diferença num possível front. Hoje não temos essa necessidade imperiosa. Os “cachorros” em nossa… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

Se você não sabe eu te conto, se quiser pode pesquisar, todos esses aviões que você falou, são configurados exatamente como o KC-390 e Hércules. O combustivel usado no REVO, sai de tanques extras no compartimento de carga, e o seu próprio combustivel das asas. Se ele fizer como você falou, ele perde o alcance.

Flanker

Eu sei….e não é como vc falou. Cara, se vc acha que um KC-130 ou um KC-390 tem a mesma capacidade de carga, de transporte de pessoal e de REVO, e com o mesmo alcance, de um KC-767 ou A330MRTT, vx está muito mal informado. Mas, eu enchi o saco….vc acha que está certo…..pronto……fica com tua convicção.

Carlos Gonzaga

Na minha singela opinião não vejo necessidade alguma de um avião desse tipo/porte para a FAB. A demanda para ele seria muito menor do que disponibilidade. Muito mais lógico seria é alugar quantos forem necessários para as eventualidades. Seria muito sub utilizado e “rainha do angar” consumindo recursos só para ficar parado.

Tomcat4,2

Esta triste novela está tentando bater o recorde do FX-2 e nisso a FAB vai ficando sem ter esta absurdamente necessária aeronave de transporte e abastecimento em voo estratégica.

Tico

Nesta terra demarcada por pontos geográficos e conhecida como terra Brasilis ( paraíso exótico, terra do tal samba, carnaval, futebol e outras tantas coisas inúteis), não precisamos de inimigos externos. O inimigo nasceu e vive por aqui. Exemplo dos eternos ataques desse inimigo à nossa nação são as FFAA que acabam sendo sempre vítimas. Se um governo, não importa se de esquerda ou direita, tenta investir um mínimo que seja nas FFAA, sofre por parte da grande imprensa corporativa, a maior campanha de ódio e desinformação possivel….. 24 horas por dia. Mas quando se faz necessária a presença das FFAA… Read more »

Marcio

Tendo em vista que a demanda por uma aeronave Boeing 767 é sazonal optaria por adquiri 03 Embraer 192 E2 que poderiam ser utilizadas em quase todas as missões de transporte de tropa ou carga, seriam mais flexíveis do que ter um avião de grande porte que nem sempre seria necessário.

Cristiano de Aquino Campos

Vou te contar uma novidade, o KC-390 e maior que o E-190E2.

DanielJr

Que esse processo termine com a compra de alguns A330 ou similares civis por preços mais baixos devido a pandemia e os convertam para MRTT, 5 unidades estaria excelente. Por mais que tenhamos agora o KC390, são aviões de desempenho diferentes, apesar de algumas missões ambos façam de forma igual. Ainda falta aquela aeronave de perna um pouco mais longa, que faça rotas mais longas sem tantas paradas técnicas, ou que consigam reabastecer outras aeronaves mais longe ou mais aeronaves mais perto, pois leva mais combustível. Por mais que alguns colegas foristas digam que não precisamos disso agora, que não… Read more »

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Uma aeronave dessa natureza é essencial para quem tem poucos caças à disposição em um país de dimensões continentais. Certo que o KC-390 cumpre esta função parcialmente, mas o ideal é estar preparado para os piores cenários.

Carlos Gonzaga

Toda esta discussão é porque Manaus e toda região ao norte do Rio Amazonas tem uma logística terrível. Há muito Manaus deveria ter sido interligada ao resto do país por rodovia e ferrovia. Osso teria trazido maus integração e desenvolvimento para região que hoje está mais ligada à Venezuela do que ao Brasil. Um avião de carga a mais ou a menos não muda essa realidade.

Bille

Nunca entendi por que não ferrovia. A impressão é que é muito mais durável, aguenta mais carga e é de manutenção mais fácil. Seria muito mais perene uma via férrea Belém-Santarém-Manaus (opinião de leigo em ferrovia)

Wellington Góes

Algo extremamente complicado e caro, sem qualquer viabilidade econômica… Poderia ser feita, mas para quê?! Carga? A hidrovia “Rio Amazonas” está aí pra isso…
O problema de logística para Manaus é outro… Se recuperarem a rodovia PVH -MAO já está de bom tamanho…

Jadson Cabral

Caro??? o modal mais barato depois do hidroviário é o ferroviário, com a vantagem de que com o ferroviário você vai literalmente até onde quiser, sem depender da disponibilidade de rios e grandes portos.
Não temos ferrovias pq os políticos brasileiros são burros.

Bueno

Enquanto falamos sobre a capacidade da FAB

Veja um A400M e um A330 da RAF chegando nas Malvinas.

https://www.flightradar24.com/RRR4492/269a9874

https://www.flightradar24.com/TOW2230/2699de75

Caerthal

Há muitos A330 parados. Podem ser adquiridos agora a baixo preço e em algum momento futuro serem convertidos para “full cargo” ou como “tanker”.

Carlos p silva

Malabarismo retórico…. Na hora H chama a Azul….Tam etc e tal

WILSON AGRA MARAPODI

Confio no poder de análise do pessoal de compras de meios da Aeronáutica. Sem dúvida são capacitados para esse fim. Entendo que a Aeronáutica possui essa necessidade. Entretanto, em minha modesta opinião, a Aeronáutica poderia, caso disponha de verba, se associar a Empresa fabricante de turbinas nacionais (agora não me lembro o nome), e fazer a Certificação de uma turbina que eles possuem para aeronaves, porém não dispõem de dinheiro para fazer essa Certificação. Como resultado prático, poderiam ser utilizadas as Turbinas após Certificação, nos KC 390, uma forma de o Brasil expandir seu parque industrial de defesa e ao… Read more »

Reportagens especiais

Poder Aéreo visita o ‘The National WWII Museum’ em New Orleans

Nova Orleans, cidade no estado americano de Lousiana, foi o lar do historiador e autor Stephen Ambrose, que escreveu...
- Advertisement -
- Advertisement -