Home Aviação de Transporte C-390 Millennium recebe o Grand Laureate de Defesa concedido pela Aviation Week

C-390 Millennium recebe o Grand Laureate de Defesa concedido pela Aviation Week

3671
127

São Paulo, 19 de outubro de 2020 – A aeronave de transporte multimissão C-390 Millennium, fabricada pela Embraer, recebeu hoje da revista Aviation Week os prêmios Grand Laureate, na categoria Defesa, e o Laureate Awards, na categoria “Melhor Novo Produto” de Defesa. “O primeiro C-390 de transporte/reabastecedor, maior e mais sofisticada aeronave já desenvolvida pela Embraer, foi entregue à Força Aérea Brasileira em 2019”, escreveu a publicação no site da premiação.

“Receber um prêmio tão tradicional como o Laureate Awards é uma distinção muito significativa do trabalho excepcional realizado por todos os colaboradores da Embraer, ao reconhecer o mérito dos nossos engenheiros e a capacidade da nossa força de trabalho em executar com excelência o desenvolvimento de um produto tão avançado”, disse Francisco Gomes Neto, presidente da Embraer. “A nova estratégia de negócios da Embraer tem foco no crescimento com aumento da rentabilidade e o C-390 Millennium desempenha um papel importante ao inserir a Companhia em um novo segmento de mercado”.

“Ficamos honrados com esta premiação, que é um reconhecimento da excelência dos nossos programas e desta aeronave, projetada para estabelecer novos padrões na categoria, que reúne desempenho excepcional e o menor custo de ciclo de vida no mercado”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “O C-390 Millenium oferece maior flexibilidade e valor para os operadores que procuram uma aeronave para realizar missões de transporte aéreo e mobilidade aérea, entre outros.”

Desde sua criação, o Laureate Awards da Aviation Week homenageia conquistas extraordinárias e personalidades inovadoras que representam os valores e a visão da comunidade aeroespacial global e que mudaram a forma como as pessoas trabalham e se movem pelo mundo. A Aviation Week reconhece as melhores realizações nos quatro pilares da indústria: Defesa, Aviação Comercial, Espaço e Aviação Executiva.

Em 2009, a Força Aérea Brasileira (FAB) contratou a Embraer para projetar, desenvolver e fabricar a aeronave C-390 Millenium em substituição à sua frota de C-130. As entregas para a FAB começaram em setembro de 2019. O C-390, que também foi adquirido recentemente pelo governo de Portugal, é um jato de transporte multimissão de nova geração que oferece mobilidade incomparável, rápida reconfiguração, alta disponibilidade e segurança de voo aprimorada, tudo em uma única e exclusiva plataforma.

A aeronave pode executar uma variedade de missões, como transporte de carga e tropas, lançamento aéreo de cargas e paraquedistas, reabastecimento aéreo, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios, evacuação médica e missões humanitárias.

Voando mais rápido e agregando mais valor, o Millennium é a plataforma ideal para os principais cenários de utilização de uma aeronave de transporte aéreo. Um número minimizado de inspeções e uma filosofia de manutenção sob demanda, combinados com sistemas e componentes altamente confiáveis, reduzem o tempo da aeronave no solo e os custos totais da operação, contribuindo para níveis de disponibilidade excelentes e baixo custo do ciclo de vida.

O C-390 se beneficia de um moderno sistema de controle fly-by-wire com tecnologia integrada que diminui a carga de trabalho da tripulação e aumenta a segurança de sua operação. Além disso, o jato pode reabastecer outras aeronaves em voo, com a instalação de tanques internos de combustível removíveis, podendo também ser reabastecida em voo, proporcionando maior flexibilidade para missões mais longas. Um sistema avançado de autodefesa aumenta a capacidade de sobrevivência da aeronave em ambientes hostis.

Equipado com dois motores turbofan International Aero Engines V2500, aviônicos de última geração, uma rampa traseira e um avançado sistema de movimentação de carga, o KC-390 pode transportar até 26 toneladas a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em ambientes austeros, incluindo pistas não pavimentadas ou danificadas. A aeronave pode transportar tropas, paletes, veículos blindados e helicópteros.

Cockpit do Embraer C-390

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

FONTE: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
127 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo Lima
Eduardo Lima
1 mês atrás

A questão é ter um lobby forte para vender. Prêmios são bons, mais nesse mercado, a pressão o e poder País do fabricante, vale mais.

Denis
Denis
Reply to  Eduardo Lima
1 mês atrás

Talvez, mas acho que aqueles países de pequena população, e cujos cidadãos são mais participativos no processo de aquisição de tecnologia militar (estilo da Suíça) são mais fortemente impactados pelos rótulos dos prêmios, e isso pode ser um fator impulsionador de vendas.

Mauro Cambuquira
Reply to  Eduardo Lima
1 mês atrás

Melhor ter o prêmio do que não ter. Um quesito a mais, ainda mais de reconhecimento da excelência do C-390 Millennium ou KC-390…

Glasquis7
1 mês atrás

E vai ficar com esse nome mesmo?

Os americanos batizaram ele num momento em que os interesses eram outros. Agora deveria ser rebatizado e levar um nome que o identifica-se com o Brasil.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Quem disse que foi batizado pelos americanos??? Não foi.

Glasquis7
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

Desculpa, pensei que a BOEING tinha ado esse nome.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

kkkkkkkkkkkkkkkk…. rsrsrs
Meu Deus…

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

Acho que foi a Boeing sim.

Fernando
Fernando
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Não foi não.

Jef2019
Jef2019
Reply to  Fernando
1 mês atrás

Ola amigo…era só Kc390 nao era?? O Millenium surgiu quando da fusao com a Boing…

Glasquis7
Reply to  Jef2019
1 mês atrás

è o que eu tinha entendido, que ao momento de criar a joint venture foi dado o nome mas, tal vez tenha sido dado por alguém que foi a BOEIG

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

A fusão não contemplava o KC-390, apenas a Aviação Comercial, o caso do KC-390 era para promover o produto no mercado com a negociação a parte e totalmente separada.

No caso do nome, ele foi dado pela Embraer, no momento em que a aeronave entraria em operação, o objetivo de um nome é remeter as qualidades do produto e que seja fácil de memorizar e pronunciar, o Millenium era para evocar a ideia de algo novo, moderno, desse milênio, mas ao meu ver esse nome não está emplacando.

glasquis 7
Reply to  Wilson Look
1 mês atrás

tal vez tenha sido dado por alguém que foi a BOEIG”

“alguém que não foi a BOEING”

Tem um erro de digitação aí.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Fernando
1 mês atrás

E porque nao ficou como ORCA???

Tinham ate criado uma bolacha com este nome

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Orça nunca foi cogitado como nome. O pessoal de ensaios em voo da Embraer que voavam o avião criaram esta bem humorada bolacha… Aí o pessoal já achou que era o nome. Ou seja adoram criar teorias e fatos em cima de qualquer coisa.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

kkk srsrsrs

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Fernando
1 mês atrás

kkkkkkkkkk… rsrsr

Carlos
Carlos
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Sim, tiveram influência em mudar o nome.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Quem disse isso?

RPiletti
RPiletti
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Pelo que consta, é intenção usar este nome para facilitar o entendimento no exterior… kc-390 Patajó seria de difícil pronuncia…

Glasquis7
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Certo mas, existem outros nomes bem mais brasileiros que poderiam ser usados.

Bom, cada um com a sua opinião, eu já acho que com esse nome perde a identidade Brasileira que deveria ter.

Astolfo
Astolfo
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

E quem se importa pra isso? O C-390 tem que vender e gerar dinheiro. Podem chamar até de mariazinha se for o caso, o importante é ele vender. Nós brasileiros temos que parar com esse pseudo-patriotismo digno de Policarpo Quaresma.

Glasquis7
Reply to  Astolfo
1 mês atrás

Não sou Brasileiro e os Americanos, ingleses, franceses, russos, alemães, italianos, etc. dificilmente colocam em aeronaves deles algum nome que não evoque a sua procedência. Esta aeronave é o maior logro na aviação militar de transporte do Brasil. Deveria ter a sua identidade pra que o mundo começasse a se acostumar com os produtos brasileiros e o nome “Millenium” não ajuda em nada a isso. Vide o caso do Super Tucano que até no seu grafismo tem estampada a sua procedência. Só um detalhe caro Astolfo, o que vende é a confiabilidade e o lobby. O nome só se faz… Read more »

Fernando
Fernando
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Os nomes das aeronaves devem ser internacionais,com significados bem conhecidos e que remetam a características do produto, e não sua procedência, isso é o que menos importa. Nomes de aeronaves devem ter pronúncia fácil na lingua inglesa (língua internacional da aviação), não ter duplo sentido (no mau sentido), e etc. Nomes como Xingu e Bandeirante eram difícieis de pronunciar (ninguém pronunciava corretamente), seu significado não era claro, e geraram muitos apelidos, nem sempre positivos. A tendência é essa…. Veja a aviação executiva… Legacy, Lineage, Phenom, Praetor. Super Tucano só tem este nome porque é um projeto mais antigo e foi… Read more »

Glasquis7
Reply to  Fernando
1 mês atrás

Entendo Fernando e desculpe a minha ironia mas Buccaneer, Fighting falcon, Sepecat e tantos outros, são nomes fáceis.

O KC 390 é a estrela da tecnologia desenvolvida no Brasil pra aeronaves desta categoria. Perder a chance de popularizar nomes e a própria cultura é um desperdício. Poderia ser Arpia KC 390 ou algum nome em idioma local.

Mas isto é apenas opinião minha.

Fernando
Fernando
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Só para constar, não gostei do nome MiIlenium… acho que não tem nada a ver. Mas não concordo que deveria ter um nome Brasileiro, até poderia, mas não acho que seria um requisito.
Acho que deveria ser um nome que transmitisse força… e acho que Millenium ficou um nome que não transmite isso…. mas enfim, é também só minha opinião.

Salomon
Salomon
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Arpia? (sic) Se for apócope de Harpia, a ave, o nome é grego.

glasquis 7
Reply to  Salomon
1 mês atrás

Desculpe, não conheço a grafia correta mas, é a maior Águia Brasileira.
Mas no fundo, é só um exemplo. Poderia ser C 390 Tupã ou qualquer coisa.

Além do mais, é só uma opinião minha e nada mais.
Até agora não entendi o por que de tanta polémica sobre uma simples opinião.
Tal parece que ninguém pode ter uma opinião própria e muito menos expressá-la.

André Bueno
André Bueno
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Tupã seria ótimo, minha cidade natal no oeste paulista! 😀

Por outro lado, poderia o nome de algum animal forte e robusto usado para transporte, em português, inglês ou outra língua: cavalo, burro, mula, touro…

Glasquis7
Reply to  André Bueno
1 mês atrás

Tupã é o nome do Deus do Trovão na cultura Tupi.

André Bueno
André Bueno
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Sim, sei muito bem disso, sou tupãense

André Bueno
André Bueno
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Na verdade não é o ” Deus do Trovão “, É o deus trovão, em minúsculas.

Glasquis7
Reply to  André Bueno
1 mês atrás

Entendo. Obrigado pelo esclarecimento!

Glasquis7
Reply to  Fernando
1 mês atrás

E falo isto apenas, desde o meu ponto de vista como estrangeiro. Algum menos entusiasta, que não acompanhe o desenvolvimento do KC, ao ler o nome “Millenium” pensará que é americano ou europeio.

Mas se vcs consideram desnecessário valorizar o nome do país de procedência num produto tão importante como este, bom quem sou eu pra discordar.

Bardini
Bardini
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

C-27 Spartan
C-130 Hercules
A-400 Atlas
P-8 Poseidon
P-3 Orion
.
Grécia: uma potência do mundo da aviação…

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Pensei a mesma coisa… rs.
O Hércules é bem americano! Tem um desenho da Disney dele!

Camargoer
Camargoer
Reply to  GFC_RJ
1 mês atrás

Olá GFC.A Disney tem até desenho sobre o Zé Carioca… sem falar em astecas, Mulan, Anastácia… tem até sobe sereias

Glasquis7
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Mas esses nomes são identificados como Deuses/guerreiros conhecidos. Millenium seria qual Deus/Guerreiro?

Como disse antes, é a opção de cada país. Acho que o Brasil perde a oportunidade de valorizar o que é seu, como por exemplo Pucara, Pillan, Tucano, Super Tucano, Bandeirantes, etc.

Assim como tem exemplos com nomes que são da Mitologia Grega, que evoca grandesa pois são na sua maioria deuses e/ou guerreiros. Millenium não se encaixa em nenhuma das descrições por vc citadas

Marcelo Baptista
Marcelo Baptista
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Glaquis7 eu até entendo seu ponto de vista, mas eu acho que a explicação do FernandoEMB é bem fundamentada, lembremos como as montadoras sempre tem problemas com os nomes dos carros. E como apesar de tentarem dar nomes simples, os consumidores arranjam apelidos, lembro do TL, vulgo Zé do Caixão. Então, o marketing tenta a todo custo arranjar um nome fácil e que cole, para evitar estes apelidos.

Glasquis7
Reply to  Marcelo Baptista
1 mês atrás

É só um ponto de vista e nada mais. Além do mais Millenium me parece nome de jatinho executivo que em nada representa a grandeza de um projeto como este.

Mas, como disse antes, Tucano, Bandeirante Urutu, Cascavel, Guarani e tantos outros, é só a minha opinião.

Bardini
Bardini
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Tu é ruinzinho de interpretação, em?
.
Deveríamos ter feito é como os franceses então: Squirell, Dauphin, Puma, Caracal, Tiger, Fennec. 100% de representatividade para a fauna francesa, rsrs. Por aqui, eu acho que KC-390 Jumento ficaria excelente!
.
Ou poderiam ter chamado de KC-390 “Seu Nome Aqui”. Olha que moderno! Quem comprar, que se vire com o nome.
.
Esse negócio de pensar em Galaxy, Globemaster e etc é furada…

Last edited 1 mês atrás by Bardini
Leandro Arent
Leandro Arent
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Jumento! kkkkk 😀

Glasquis7
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Cara, vc precisa de uma namorada/o pois anda muito nervoso. Eu expus apenas um opinião mas, como vc não suporta ver uma postagem minha que já vai avacalhando tudo e levando pra briga.

É assim, gente estressada se irrita com tudo.

procura um namorado/a

Glasquis7
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Mas me sentiria honrado se o nome fosse KC 390 Glasquis como vc deu a ideia.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Jumentooo??
KKKKKKKKKK 😂

Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
pangloss
pangloss
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Tomara que o KC-390 não mude de nome para Prometeu ou Sísifo…

glasquis 7
Reply to  pangloss
1 mês atrás

E se mudasse pra KC 390 Tupã Vc não acharia legal?

pangloss
pangloss
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Até poderia ficar bem, mas símbolos como o til dificultam a correta grafia.

Glasquis7
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Mas o Til é a caraterística do idioma. Em espanhol não existe sobre a vogal e acho que em nenhuma língua latina. Então, ficaria super legal e diferente dos outros da sua categoria.

Flanker
Flanker
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Em nengum OUTRA língua latina….(além do português)….

glasquis 7
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Isso!

Flanker
Flanker
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Dificultam para quem? Para estrangeiros?

Camargoer
Camargoer
Reply to  pangloss
1 mês atrás

Olá Pangloss. O problema do Prometeu é saber se ele entrega. Quando ao Sísifo, estamos todos.

pangloss
pangloss
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Prezado Camargoer, o que me preocupa, mais do que os jogos verbais, é a punição que marca o fim da trajetória desses personagens.

Maurício Veiga
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Kc-390 “Amazon” seria a minha escolha embora o C-105 já tenha sido batizado “Amazonas”…

Glasquis7
Reply to  Maurício Veiga
1 mês atrás

Esse seria a minha escolha mas já foi usado esse nome.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Olá Glasquis… acho que ficaria super legal “KC390 Kyra”, já significa “gordo” em tupi.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

“Guaçu” significa “grande” em tupi.

Glasquis7
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Poderia sim Camargoer.

Foi penas uma observação que fiz mas, tu já sabe né, aparece um bardini da vida que só procura discussão em tudo o que vê e que não suporta ver uma postagem minha então já sai despotricando.

Em fim, é melhor dar a eles a importância que tem… e não dar atenção que a vida segue.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Maurício Veiga
1 mês atrás

Olá Mauricio. O C105 poderia ser “pantaneiro” e o KC390 “amazonas”. Em tupi tem excelentes deuses… “Tupan”, “Jaci”, “Caipora” e “Iara”. Em tupi, “Kyra” significa “gordo”.

Glasquis7
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Tupan acho que a grafia original é Tupã, Deus do Trovão.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Olá Glasquis. Quando os jesuítas fizeram o primero dicionário português-tupi usaram “tupan”. Tupã é uma grafia moderna.

Glasquis7
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Todo dia se aprende algo novo.
Obrigado Camargoer

Camargoer
Camargoer
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Olá Glasquis. Muita gente discorda, mas aqui todo mundo ensina e todo mundo aprende (P.Freire)

nonato
nonato
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Agora avacalhou.
Talvez esse senhor seja o motivo do atraso da educação no Brasil…

João Fernando
João Fernando
Reply to  nonato
1 mês atrás

Que culpa tem o Camargoer?

Flanker
Flanker
Reply to  João Fernando
1 mês atrás

Meu Deus….ele tá falando do Paulo Freire….não do Camargoer!

Flanker
Flanker
Reply to  nonato
1 mês atrás

O motivo do atraso na educação no Brasil, é que não é interessante ao establishment um povo educado, com conhecimento dos seus direitos e deveres…..povo sem educação é muito mais fácil de manobrar. Não culpe Paulo Freire, ou apenas ele, pelas mazelas da educação brasileira.

Last edited 1 mês atrás by Flanker
João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Verdade… Não devemos culpar a M%$#@ que nos jogaram ou fomos jogados nela, mas as pessoas que fizeram isso… Porém, nem por isso, esse ilusionista do atraso, deixa de ser imprestável para se tornar algo bom e aproveitável! Continua sendo um lixo, de frases desconexas, sem parâmetros de ensino para o conhecimento, mas, para trazer espanto e perplexidade em quem consegue entender algo ou, apenas um paragrafo, do que esse Lixo Freire escreveu!! É o pai do coitadismo dos delinquentes e da bandidolatria escolar! É o cara que deu enfase, a destruição da autoridade moral do docente dentro da sala… Read more »

Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  nonato
1 mês atrás

Esse é o pessoal que gosta e quer pautar tudo no Brasil!!
Desde as “girafas da amazonia” até protocolos contra o #VirusChines, Vachina Xing Ling, economia na pandemia, estatísticas de mortos e a retorica do culpado pelas mais de 150 mil mortes na fraudemia…
Apresento a vcs, a turma do Paulo Freire, Selo azul, Fica em casa, varanda Gourmet do Leblon e Vila Madalena.. rsrs kkkk
Seguuuura Peão!! kkkkkk 😂 😂 😂

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

A Prova de tudo o que tenho escrito e postado aqui…
Mais um adepto do atraso no ensino fundamental no Brasil!!!
Quando vejo gente citando Folha de São Paulo, Veja, Isto É, Estadão, Globo, Carta Capital, 247…
Fica claro que é adepto do “ilustrissimo” Lixo Freire!!
Pelo discurso – sempre que pode – nem precisa falar que é adepto desse decrépito ilusionista do atraso!!
PISA 2014 = Penúltimo lugar…

Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  João Rodrigues Dos Santos
1 mês atrás

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/05/140508_brasil_educacao_ranking_dg

“Países em desenvolvimento ocupam a metade inferior do ranking, com a Indonésia novamente aparecendo em último lugar entre as 40 nações analisadas, precedida por México e Brasil”, diz o relatório produzido junto com o ranking (“A Curva de Aprendizagem”).


João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Bardini
1 mês atrás

kkkkkkk srrsrs

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Astolfo
1 mês atrás

kkkkkkkkkkkkkkk rsrs

Funcionário dos Correios
Funcionário dos Correios
1 mês atrás

Premio mais do que merecido!!! Parabéns a Embraer

RENAN
RENAN
1 mês atrás

Bom já é um começo, vamos ver se a Hungria compra para ter mais um cliente

Filipe Prestes
Filipe Prestes
1 mês atrás

Tomara que a Hungria, Rep. Checa e Colômbia de fato comprem o C-390. Nem conto mais a Argentina que essa não adquirir nada 0 Km nos próximos anos.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Os argies ficam só na aba….

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Esse Prêmio é o reconhecimento da capacidade em inovar e de encontrar oportunidade da Embraer, queria fazer uma sugestão ao editores, façam uma live com pessoas que conhecem debatem o KC, vamos dar visibilidade para esse site também no youtube.

Last edited 1 mês atrás by Nilton L Junior
Fernando
Fernando
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Esse prêmio é como se fosse o “Oscar” da aviação. É uma premiação que existe a cerca de 60 anos, tem várias categorias e etc. Aliás, a Embraer já ganhou premiações da Aviation Week antes.

frapal
frapal
1 mês atrás

Super merecida a premiação!!!!! Belíssima aeronave!!! Mais uma vez parabéns Embraer que esteve a ponto de ser DOADA numa bandeja de prata, com a concordância de alguns.

Joli Le Chat
Joli Le Chat
1 mês atrás

A “foto” completa do prêmio em 2020 está aqui:

https://laureates.aviationweek.com/en/winners/2020-winners.html

José Lemos filho
José Lemos filho
Reply to  Joli Le Chat
1 mês atrás

Ha uns três anos atrás, havia eu, contribuído com um nome sugestivo e digno de ser brasileiro, na esperança de que a FAB podesse concordar e assim o batizar: INVASOR! Este nome soa muito bem, e, além do mais, faz jus pelo fato de um projeto de alta tecnologia inovadora acabar por invadir o mundo. O que vcs acham?

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  José Lemos filho
1 mês atrás

Horrível… ainda bem que não te ouviram.

Camargoer
Camargoer
Reply to  FernandoEMB
1 mês atrás

Olá Fernando poderia ser “Pedro & Bino”. “Pedro” seria a versão “KC”… e “Bino” a versão “C”. Carga Pesada.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Camargoer
1 mês atrás

Como iriam ler e pronunciar isso em Inglês?
Só por curiosidade… rsrs kkkk 😂 😂


Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
Flanker
Flanker
Reply to  FernandoEMB
1 mês atrás

Kkkkkk….direto ao ponto….sem rodeios!!

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  FernandoEMB
1 mês atrás

kkkkkkkkkk rsrs 😂 😂 😂

Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
Lu Feliphe
Reply to  José Lemos filho
1 mês atrás

Posso até compreender algumas pessoas darem a idéia de “Harpia”, mas “Invasor” aí é complicado.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Lu Feliphe
1 mês atrás

2,

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Lu Feliphe
1 mês atrás

😂 😂 😂

Maurício Veiga
Reply to  José Lemos filho
1 mês atrás

Seria mais adequado para o AMX e não o KC-390, minha opinião…

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Maurício Veiga
1 mês atrás

É verdade! kkkr rsrsr 😂 😂 😂


Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Excelente para a propaganda, não que isso vá ser decisivo mas ajuda a comprovar a qualidade do produto!

Tomcat4,2
Tomcat4,2
1 mês atrás

Só vem coroar a excelência e magnitude do projeto C/KC-390 da Embraer, e ,aos envolvidos no mesmo, meus sinceros parabéns !!!

Jef2019
Jef2019
1 mês atrás

Esse avião tem tudo para ser um sucesso de vendas…se nosso grande irmão do norte saisse do bla bla bla e de fato agisse para nos ajudar um pouquinho no segmento defesa, em vez de tentar empurrar os FMS comprava uma duzia deles e ajudava a alavancar um monte de vendas devido a sua influencia junto a seus aliados…e tambem um outro paiz hermano que tem ate participação na fabricacao tb poderia comprar alguns né??? Portugal sim honrou a sua participação na producao e encomendou alguns ecemplares…fez sua parte

Profgeo
Profgeo
1 mês atrás

Na página da premiação o nome pelo qual ele é mais reconhecido internacionalmente: Best New Product – Embraer C-390

Carlos Pietro
Carlos Pietro
1 mês atrás

Boa noite, que avião lindo.

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
1 mês atrás

Editores, boa noite. Seria interessante uma matéria comparativa entre o C-390 e o C-130. Fica a sugestão

Salomon
Salomon
1 mês atrás

Orgulho total. Se der chance nós encaçapamos. Parabéns a todos os envolvidos no projeto e operação.

Funcionario da Comlurb
Funcionario da Comlurb
1 mês atrás

Muito bom. Agora , só falta um detalhe: vender.

Rommelqe
Rommelqe
1 mês atrás

Quanto a essa questão do nome, vale a pena lembrar o caso do nosso “OSÓRIO”, cuja primeira denominação era “CAXIAS”.. Essa designação foi revisada porque o nome “Caxias” é simplesmene impronunciável em diversas das demais linguas em que se procurava vender o nosso tanque… Tenho um amigo que foi administrar treinamento sobre manutenção do Urutú e do Cascavel em vários paises da Africa. Naquela época a ENGESA tinha vários intérpretes para atender vários paises e eram produzidos videos em VHF em idiomas árabes etc. Vendemos também blindados em vários paises da America do Sul que ainda hoje, até onde eu… Read more »

Rommelqe
Rommelqe
1 mês atrás

Quanto ao merecidíssimo prêmio ganho pela EMBRAER é necessário reafirmar que não houve colaboração expressiva de nehum dos parceiros latino americanos. Nem no nome, nem do desenvolvimento em si.
PARABÉNS aos BRASILEIROS.

Nei
Nei
1 mês atrás

Bom dia pessoal!

Alguém poderia me dizer porque da escolha do turbofan International Aero Engines V2500 para o C-390? Pois possui motores mais atuais e confiáveis?
Obrigado

Fernando
Fernando
Reply to  Nei
1 mês atrás

Nei…

A escolha dos motores é um processo complexo e demorado.

Os motores escolhidos são super confiáveis, com milhares de unidades em operação no mundo, super testados, com manutenção mais do que conhecida e etc. Ou seja uma escolha de risco zero.

Novos motores, como os GTF são muito mais complexos, e ainda sofrem com problemas e estão apresentando altos custos de manutenção. Além disso são muito mais caros e pesados.

Wellington Góes
Wellington Góes
1 mês atrás

É isso aí…. Parabéns aos envolvidos…

Ah… Legal é comprovar que não foi preciso uma BOEING, para se começar a ganhar respeitabilidade… Falta, ainda, mais brio e menos complexo de vira-lata…

Carvalho2008
Carvalho2008
1 mês atrás

Quem ja estava voando, queria um nome assim.

comment image

Muito melhor que Millenium e se foi algum brasileiro que fez isto, só lamento….

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Kc-390 Orca….este nome tinha pronuncia global. O resto é historia e decisão de que fica na mesa e não no manche

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Carvalho2008
1 mês atrás

Quem cria os nomes não são os pilotos… é o pessoal do marketing. Isso em qualquer das grandes empresas. O pessoal de marketing leva em consideração um tanto que coisa que não consigo explicar. Temos de dar mérito ao trabalho deles. E não só criticar porque queria um nome brasileiro que não significa nada lá fora, só por ufanismo. Dito isso, não gosto do nome Millenium. O avião com o nome mais adequado para o cenário dele foi: “Bandeirante”. Uma palavra que expressou tudo o que o avião foi. Mas lá fora ninguém ligou para isso o chamavam de “Bandit”…… Read more »

Last edited 1 mês atrás by FernandoEMB
Glasquis7
Reply to  FernandoEMB
1 mês atrás

Mas lá fora ninguém ligou para isso o chamavam de “Bandit”… porque Bandeirante era difícil de pronunciar.”

Desculpe discordar do seu comentário mas, a ARCh usa o popularmente conhecido “Bandeirulha” e o chama oficialmente de Bandeirante sem nenhum problema.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

No Chile, que comprou meia dúzia… E nós EUA e Europa que compraram uns 300????

glasquis 7
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

“Mas lá fora ninguém ligou para isso o chamavam de “Bandit”

O Chile também é “la fora”.


Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Bem…. Não adianta explicar para quem não quer entender.

Glasquis7
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

É verdade mas

O Chile continua sendo “la fora”.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Fernando EMB
1 mês atrás

😂 😂


Flanker
Flanker
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Glasquis, o Fernando se refere aos países de línguas não-latinas.

Glasquis7
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Entendi sim mas, é um erro considerar como “la dentro” os países de língua latina e de “lá fora” apenas os de outras línguas por isso a minha insistência. Então, quem não entendeu o comentário foi ele.

O mercado latino é bem menos interessante aos produtores deste tipo de aeronaves do que os mercados tradicionalmente abastecidos por equipamentos padrão OTAN. Então, acredito que seria bem mais fácil entrar neste mercado, para mostrar as capacidades operativas do KC 390 pois o lobby não seria tão forte e o Brasil conseguiria se “impor” com mais tranquilidade.

Apenas isso

Glasquis7
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Só um detalhe, tenho entendido que foram vendidos pro exterior apenas 245 unidades do Bandeirantes até 1991. quando foi encerrada a sua produção. Entre os maiores operadores se encontram México, Colômbia.

Fernando
Fernando
Reply to  Glasquis7
1 mês atrás

Entre os maiores operadores México e Colômbia!?!?!… vc quer os números? Eu tenho.

Maiores operadores:

EUA, Inglaterra, Australia… todos depois do Brasil é claro.

Se quiser os números, depois eu pego aqui,

Last edited 1 mês atrás by Fernando
glasquis 7
Reply to  Fernando
1 mês atrás

Fernando, não queiro criar uma discussão disto. Tal vez o termo “maiores” que eu usei, esteja errado, o correto é México e Colômbia estão entre os PRINCIPAIS operadores.

glasquis 7
Reply to  Fernando
1 mês atrás

O fato de que EEUU, Inglaterra e Austrália terem as maiores frotas depois do Brasil não discuto, mesmo assim, figuram nas publicações mais populares, Colômbia e México entre os principais operadores. Se essa publicação estiver errada, discuta com eles.

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  FernandoEMB
1 mês atrás

Eu cheguei a optar por Júpiter (Jupiter em inglês), a pronuncia e escrita seriam, basicamente, a mesma e, como o Hercules, vem de uma mitologia (no caso a romana).

Cleber
Cleber
1 mês atrás

Não entendo como este avião ainda não ” deslanchou ‘ em vendas no exterior

Wagner
Wagner
Reply to  Cleber
1 mês atrás

Venda expressivas de equipamentos militares dependem muito das relações governamentais.. Governos pífios, resultados pífios.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Wagner
1 mês atrás

Em 2014 e 2015, Crise no Brasil devido a roubalheira e atraso No programa depois de 2016…
Frota de C-130, sendo revitalizada no mundo todo…
Entregas começando no Brasil em 2019…Os compradores, precisam ver e entender quem fabricou, operando e normatizando a operação do equipamento…
E agora em 2020, #VirusChines…
E vc fala de governo Pífio??
Vc não consegue analisar nada disso? Ou é má vontade de gente do contra e anti horário?
Putz!!

Last edited 1 mês atrás by João Rodrigues Dos Santos
Flanker
Flanker
Reply to  Cleber
1 mês atrás

Quando essa aeronave foi pensada, a Embraer tinha feito um estudo que previa a necessidade de aproximadamente 700 aparelhos desse porte no mundo, para substituir, basicamente, as versões mais antigas do C-130….e ela queria abocanhar em torno de 20 a 30% desse número, ou seja, no mínimo uns 140 aparelhos. Particularmente, acho que não conseguirá chegar nesses 140…..torço para que venda centenas, mas na realidade, acredito que vai ser bem difícil chegar nesse número minimo.

João Rodrigues Dos Santos
João Rodrigues Dos Santos
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Também torço!!