Home Aviação de Ataque TASS: Rússia inicia produção de caças Su-35 para o Egito

TASS: Rússia inicia produção de caças Su-35 para o Egito

3679
111
Caças Sukhoi Su-35
Caças Sukhoi Su-35

MOSCOU – A Rússia lançou a produção de seus caças Su-35 avançados sob contrato com o Egito, disse uma fonte diplomática militar à agência TASS no dia 16 de maio.

“A fábrica de aeronaves Gagarin, em Komsomolsk-on-Amur, iniciou a produção do Su-35, destinado a ser entregue à Força Aérea Egípcia sob o contrato assinado em 2018”, disse a fonte.

“O prazo para a entrega do primeiro lote ao lado egípcio ainda não foi definido, devido a restrições impostas pelo novo surto de coronavírus”, acrescentou.

A TASS não conseguiu confirmar oficialmente as informações no momento da publicação.

O diário Kommersant da Rússia informou em março de 2019 que o Egito decidiu comprar vários caças Su-35 fabricados na Rússia por cerca de US$ 2 bilhões. A assinatura do acordo nunca foi confirmada por fontes oficiais.

A China se tornou o primeiro país estrangeiro a comprar o Su-35 quando assinou um acordo de US$ 2,5 bilhões com a Rússia para 24 aeronaves. O acordo também previa o fornecimento de equipamentos de solo e motores sobressalentes. A entrega da aeronave para a China foi concluída em 2019.

O Su-35S é um jato de combate multiuso super-manobrável de geração 4++, altamente atualizado, desenvolvido com base nas tecnologias de quinta geração. O Su-35S se destaca por seu novo conjunto de aviônicos baseado no sistema de controle de informações, no novo radar, nos motores de ignição a plasma com maior capacidade e vetor de empuxo. Esses motores atendem aos requisitos do motor de caças de quinta geração, pois permitem o desenvolvimento de velocidade supersônica sem o uso de um pós-combustor.

O avião de caça supersônico Su-35S realizou seu primeiro voo em 19 de fevereiro de 2008. O avião de caça é um derivado do avião Su-27. O Su-35S pesa 19 toneladas, possui um teto de serviço de 20.000 metros, pode desenvolver uma velocidade máxima de 2.500 km/h e possui uma tripulação de um piloto. O armamento do avião de caça inclui um canhão de 30 mm, até 8 toneladas da carga útil de armas (mísseis e bombas de vários tipos) em 12 pontos duros nas asas. O Su-35S está em serviço nas forças armadas russas desde 2015.

Sukhoi Su-35

FONTE: TASS

Subscribe
Notify of
guest
111 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
OSEIAS
OSEIAS
2 meses atrás

Uma bela nave, sempre gostei do desingn desse avião.

Lucianno
Lucianno
2 meses atrás

Sem dúvida uma bela e capaz aeronave. Após o colapso da URSS, a Rússia vai aos poucos perdendo relevância e influencia no mundo, principalmente devido a incapacidade de expandir o seu poder econômico. Está em serviço desde 2008 e foram produzida menos de 100 unidades, mesmo com sua excelente qualidade, com apenas 24 exportados para China. E pensar que no passado foram construídos algo como 11.500 Mig-21, 5.000 Mig-23 ou 1.600 Mig-29. A força aérea russa apesar de numerosa tem poucas aeronaves realmente modernas com apenas 62 Su-35 em operação. Os russos estão cercados e acuados pela OTAN, ganharam um… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Com esse texto, vc se superou.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Diferente de vc, que jamais consegue se superar…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

É só manter a categoria.

Mirade
Mirade
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Era o tempo da guerra fria hoje não teria mais que se fazer tantos caças além do mais hoje a maioria já é projeto como multi missão não tendo necessidade de ter um caça para cada tipo de missão já que assim diminui o numero de caças especializados. A russia tem 88, a China tem 24 e a Indonésia encomendou 11. Povavelmente a Russia vai pedir mais. Lembrando que mesmo os EuA tem em seu inventário aviões fabricados a mais de 20 anos o que em aviação não quer dizer nada.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Mirade
2 meses atrás

Sim os tempos são outros, mas mesmo assim é muito pouco Su-35 produzido, principalmente para uso da Rússia tem uma frota imensa de caças velhos (Su-27/ Mig-29 / Mig-31).
obs.: a Indonésia cancelou a compra de Su-35.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

A Indonésia foi obrigada a cancelar. Como não é um pais independente e sim , mais um lambe botas. Cancelou.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Acho que vc deveria se preocupar com os EUA, visto que a maior parte de sua aviação é composta de F-16 (Força Aérea) e F-18 (Marinha).
A não ser que vc queira contrapor esses aviões contra os caças pesados de Rússia e China.
Não creio que seja de bom tom.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Mesmo juntando a Rússia com a China, em termos de aviação, a vantagem da OTAN é grande. Duvido que os caças “made in China” sejam 10% do que eles prometem.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Aí vc acha que a OTAN vai endossar as extravagâncias dos EUA.
Já foi tempo ……..

MMerlin
MMerlin
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

A Europa sabe que se não fosse o envolvimento dos EUA na Segunda Guerra, o mundo hoje seria outro, bem pior. Inclusive a China que você tanto idolatra provavelmente estaria bastante reduzida devido a invasão Japonesa, uma defesa dos estados rebeldes já estava enfraquecendo e a política de queima das plantações praticamente acabou com a tática adotada de guerrilha. Sem contar que uma vez a Inglaterra se rendendo as forças alemãs, já que Hitler não tinha interesses na Ilha, o mesmo poderia redirecionar toda a sua força para a União Soviética. Entendo que exista certa rivalidade, que os EUA lucraram… Read more »

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  MMerlin
2 meses atrás

Eu duvido muito disso, os europeus não seriam tão burros de ficarem se matando em suas guerras, pelo que eu entendi de história do velho continente diversos foram os períodos de paz, com Nações inteiras chegando a serem governadas por parentes um dos outros, a pax americana do entre e pós guerras é pura ilusão.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Defensor da liberdade
2 meses atrás

Melhor ler esses livros de história novamente. O período sem conflito pós 1945 (Excluindo a ex-Jugoslávia que foi guerra civil) é inédito na história da Europa. Todo o ideal da criação da UE é para evitar isso acontecer novamente. Mas não bate com a sua narrativa. A UE tem um forte sentimento politico de não interferência em assuntos alheios devido aso sentimentos de culpa das suas populações por erros passados. Mas muita ignorância achar que a UE vai deixar os EUA na mão num conflito global. P.S: Um Brasileiro dizer que as relações de parentesco entre monarcas impediam os conflitos… Read more »

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Não vai, mas tb não vai tolerar as canalhices do sr. Putin…

ScudB
ScudB
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Tipo?
Tem que ser um “homen” para acusar mas , de fato , tem que expor o teor desta acusação.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Quantos caças pesados os EUA possuem? F-15 em todas suas versões e F-22? E quantos pesados a China possui? E a Rússia? Os EUA possuem em torno de 460 F-15 entre C/D/E E 185 F-22 = 645 caças pesados. Em caso de conflito, há dezenas e dezenas de F-15 estocados no AMARG que podem ser recolocados em operação. China e Rússia não encontrei números confiáveis. Talvez alguns colegas aqui saibam informar os números desses países. Então, compare EUA X China e EUA X Rússia, de forma separada.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Nos russos eu até boto alguma fé, mas nos chineses…

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Teria que ser porque segundo o que você disse, os F-22 não iriam durar 2 missões num conflito. O desespero dos EUA os obrigaria a ir buscar uns P-51 ao museu para dar apoio aéreo.

Mirade
Mirade
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Como disse ai em cima . Os EUA e tem também muitos caças com muitos anos de vida vide os A-10, F-16, F-15, F/A-18, tornados que foram fabricados a mais de 20 ou 30 anos. Da mesma forma que os soviéticos Su-27, MiG-29 . Não adianta falar que a frota russa é velha se os EuA também tem uma frota com muitos anos de vida. É só fazer o upgrade.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mirade
2 meses atrás

Mirade

Exatamente.
Depois de gastar trilhões de dólares, a frota americana continua muito envelhecida.
Mais da metade é composta de F-16 e A-10.
E pior.
No último balanço (2019), os EUA tiveram redução de 132 aeronaves e helicópteros , enquanto a Rússia aumentou em 85 e a China em 32 aparelhos

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

E com tudo isso, diminuição dos EUA e aumentos de China e Rússia, o balanço geral de aeronaves de combate, entre EUA e China e EUA e Rússia, mostra o que? China passou ps EUA? Rússia passou os EUA ?

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Mas tanto uma quanto a outra se borram de medo dos EUA…

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Antonio Cançado.
Se a coisa é tão simples assim.
Porquê os USA. não fez uma guerra contra as duas e não as mandou para o vinagre?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Apesar da Rússia não ter mais o poder econômico de outros tempos ela jamais perderá influência ou relevância pois sua deterrência nuclear só é rivalizada pela dos EUA.
Mas concordo que o verdadeiro inimigo do mundo ocidental é a China,mas a culpa disso é dos próprios países ocidentais que deixaram a situação chegar a esse ponto,semelhante ao que ocorreu quando os Aliados observaram passivamente enquanto o Terceiro Reich fazia o que bem entendia,e por causa da inércia deles aconteceu o que aconteceu.Agora a história se repete.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Só para lembrar que Hitler foi aliado de Estaline na invasão da Polónia.
E a França e o RU declarar guerra ao invadir a Polónia não me parece uma atitude passiva.
Parece-me que comparar a Alemanha nazi com a China um bocado exagerado.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Os Aliados fizeram uma série de concessões à Hitler,como deixa-lo anexar à Áustria e dar a ele a soberania dos Sudetos.Além disso também não moveram um músculo enquanto Hitler transformava em papel higiênico cada página do Tratado de Versalhes.Só quando ele invadiu a Polônia eles decidiram agir,mas já era muito tarde para evitar a tragédia.

A comparação o Terceiro Reich é pertinente,os países ocidentais não fizeram nada enquanto os chineses colocavam as asinhas de fora na Península da Coréia ou no Vietnã e também permitiram que outros comunistas além dos da URSS colocassem as mãos em armas atômicas em 1964.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Isso são muitas suposições. Deviam a França e o RU, não os aliados, atacar a Alemanha quando anexou a Áustria? Isto numa altura em que países eram criados e divididos de uma forma quase quotidiana por parte da França e do RU? A guerra não é a única forma de intervir e, provavelmente, foram as sanções económicas que deram força a Hitler para invadir outros países. Depois do jogo acabar é fácil adivinhar o resultado, mas naquela altura seria difícil de imaginar que a Alemanha conseguisse conquistar a Europa central assim tão rapidamente. Nem mesmo os generais alemães acreditavam nisso.… Read more »

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

A resposta da França e do Reino Unido deveriam sim ter sido mais incisivas,isso teria evitado uma tragédia maior.Talvez uma guerra tivesse sido inevitável,mas ela teria tido um menor escopo e o mal teria sido cortado pela raiz.A medida que você começa a fazer concessões e a relativizar atitudes claramente erradas,você deve prever que a sua inação só levará ao outro lado a exigir mais concessões e a se sentir mais a vontade para esticar mais a corda e testar os seus limites.Exatamente como Hitler fez,”Eu tomo a Áustria e eles não fazem nada.Eu tomo os Sudetos e eles não… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Pelo contrário as sanções impostas pelo RU e França estão na origem do partido Nazi e acho que foram mal tomadas. Se atacassem o que resolvia? Não iria piorar a situação e dar mais força ao partido Nazi? A anexação da Áustria, não a sua conquista, e ainda para mais sendo Hitler austríaco, não era algo de incomum naquela altura. A maior parte dos países, nessa altura, estavam a mudar de fronteiras constantemente. Também posso especular que a Alemanha, depois de ser atacada e enfraquecida, podia ser dominada pelos soviéticos e assim teríamos um conflito muito maior. Em relação à… Read more »

ScudB
ScudB
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Amigo Hcosta! Esta confundindo aliança com regras do pacto. Quando a Polônia parou de existir como estado (devido a sua burrice tradicional e teimosia milenar) a USSR fez simplesmente o que deveria fazer : tomar de volta os territórios dela que por pouco tempo estavam ocupados ADMINISTRATIVAMENTE pela Polónia pois o povo bielorrússo e ucraniano nao reconhecia os poloneses como governo e confrontava frequentemente com atentados , rebeliões e ondas de violência contra representantes poloneses.E começava simples : uma patrulha polonesa ouvindo a fala ucraniana ou russa/bielorrússa parava os adolescentes(ou crianças ate) e dava surra exigindo falar polonês. De volta… Read more »

Paulo Lahr
Paulo Lahr
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Entao a Russia luta pela sua soberania?

Chuck Norris Do Paraguai
Chuck Norris Do Paraguai
Reply to  Paulo Lahr
2 meses atrás

É o que todo país minimamente responsável deve fazer.

Paulo Lahr
Paulo Lahr
Reply to  Chuck Norris Do Paraguai
2 meses atrás

Certamente, mas a Russia eh mais do que foi colocado acima. Nao sou Russofilo, mas o povo aqui menozpreza muito a Russia.

Abner
Abner
Reply to  Paulo Lahr
2 meses atrás

campeão,quando se fala em soberania não estamos só falando da territorial,hoje a soberania econômica,cultural e política são tão importantes quanto

Lucianno
Lucianno
Reply to  Paulo Lahr
2 meses atrás

Sim luta para manter o status atual de nação soberana. Os USA fazem um pressão gigantesca para desestabilizar a Rússia. Observe que apôs o colapso da URSS, a Rússia se viu em um situação desesperadora com reformas políticas e econômicas fracassadas e pelo caos social. Boris Iéltsin quase transformou a Rússia no quintal dos USA. Os russos mantém ainda relevância no mundo porque tem no Putin um líder muito capaz e competente. O problema é que com uma economia fraca que depende das exportações de produtos primários como gás e petróleo, defasagem tecnológica, um território gigantesco e etnicamente diversificado (vide… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Lucianno

Esqueça o ‘colapso da URSS’.
O Mundo mudou e as pressões políticas, econômicas e sociais estão agora dentro da sociedade americana.
Atualize seu discurso, porque a situação está ficando deveras interessante e estamos assistindo essas mudanças de camarote..

Lucianno
Lucianno
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Mas eu estou atualizado Kings. O mundo realmente ficou engraçado e muitos não conseguiram acompanhar as mudanças. Hoje a Rússia é a líder da direita europeia. Apoiou Trump e Marine Le Pen nas eleições americanas e francesa. Esqueça aquela imagem de russos socialistas. Aliais todos países que foram socialistas, sabem que o comunismo foi a maior desgraça da história da humanidade e abandonaram totalmente essa ideologia. Inclusive a Rússia. Na Polônia apologia ao socialismo é crime. O socialismo só cresce entre os que não o conhecem: nos USA com o partido democrata e na Europa Ocidental.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Putin apoiou Trump (ou ajudou a colocar ele lá) porque sabe que a política dele (Trump) é um caminho sem volta para arruinar os EUA.
E acho que Putin acertou.
Está até querendo a reeleição do americano.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Será que consegue? Acho pouco provável…

Lucianno
Lucianno
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Trump será reeleito. Mas não por causa do Putin.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Muito desactualizado. Há uma diferença entre o socialismo e o comunismo. Foi através do equilíbrio entre a esquerda e a direita que se construiu a Europa ocidental. E por isso há uma alternância no poder entre partidos socialistas, conservadores e outros e é isso a maior qualidade nas democracias europeias. E Marine Le Pen não é a direita europeia, é uma populista de extrema direita que tem como objectivo destruir a UE e a OTAN e, felizmente, não têm tido muito sucesso. Putin é um líder forte porque é o líder de uma ditadura. As pessoas pensam que é melhor… Read more »

ScudB
ScudB
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Mais uma pérola..
Nao tem como comparar socialismo e comunismo pois são coisas diferentes. Tipo “ha uma diferença entre capitalismo e democracia”?Tente responder e vera que a sua base é totalmente falha e sugestiva para voltar a estudar.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

O que não muda o fato de a URSS ter caído de podre…

Paulo Lahr
Paulo Lahr
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Não vejo os EUA atualmente se esforçando para desestabilizar a Russia. Se o fez, foi em situações pontuais e sem grande pressão. No momento atual a Rússia esta lutando para construir uma area de influencia além das tuas fronteiras. Das tuas fronteiras para “trás”, as coisas estão sob controle, principalmente a Chechênia. Sobre a economia russa, estou desinformado, agora virou uma incognita maior devido a pandemia.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Paulo Lahr
2 meses atrás

Paulo, e a Guerra da Síria o que foi? Você é daqueles ingênuos que acreditam que era para levar a democracia para os sírios? Lógico que não. Era para construir um gasoduto do Golfo até Europa e assim quebrar economicamente os russos visto que a principal fonte de receita da Rússia é a venda de gás para União Européia. O gasoduto passaria necessariamente pela Síria. Por isso tanto esforço russo em manter o aliado Bashar al-Assad no poder. Quem fomentou a guerra foram os USA (Obama).

Paulo Lahr
Paulo Lahr
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Democracia? Kkkkk. Claro que não. No fundo, ambos falamos o mesmo mais de perspectiva diferente.

Doug385
Doug385
Reply to  Paulo Lahr
2 meses atrás

Concordo nesse ponto com os colegas. O verdadeiro desafio do mundo ocidental vem da China. A luta russa é contra a expansão da OTAN em direção aos seus antigos estados satélites.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

O objectivo da Rússia é ser independente mantendo outros países dependentes dela. Isso tem outro nome.
Quais são os países apoiados pela Rússia que não são ditaduras?
Essa desculpa de atacar outros países para proteger a sua população já é dita desde a 2 guerra mundial, quando invadiram outros países numa primeira fase com o apoio de Hitler e depois com o aval dos Aliados.
Manteve a maior parte dos países europeus orientais numa ditadura de 40 anos e, ainda hoje, a Rússia de Putin continua um inimigo do mundo ocidental.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Hcosta.
Eu acho que o ocidente para seguir a cartilha da OTAN. É que é inimiga da Rússia. E a jogou nos braços da China. Que é o verdadeiro oponente e rival do que chamamos ocidente.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

HCosta,

No meu ponto de vista a Rússia é um rival dos EUA. Ambos possuem desde Guerra Fria vários tratados de limitação de armas nucleares. Além disso a Russia não é uma ameaça à economia americana.

Por sua vez a China sim é que é inimiga dos EUA. Muito espertamente correu por fora e desenvolveu seu arsenal nuclear livre de qualquer tratado e desenvolveu sua economia ao ponto de hoje ser a 2a economia do mundo.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Luiz Galvão
2 meses atrás

Mas uma grande parte dos conflitos (Ucrânia e Síria) e das ditaduras sobrevivem graças ao apoio da Rússia. Há um ataque directo aos interesses dos EUA.
Por enquanto a China luta no campo económico e sabe que está muito dependente do comércio com o exterior. Normalmente as guerras são o início do fim das ditaduras e não sei se a China estará disposta a entrar em guerra, quer seja convencional ou económica.
A China ainda tem que crescer muito diplomaticamente para arriscar ser inimiga do ocidente.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

“Está em serviço desde 2008 e foram produzida menos de 100 unidades, mesmo com sua excelente qualidade, com apenas 24 exportados para China”.

Pelo seu comentário,se vê sua total falta de informação meu caro…

A China comprou 24 caças Su-35 por cerca de US$ 2,5 bilhões da Rússia,comprados em 2015,mas alertaram aos russos que poderiam ser o último avião de combate que a China importaria graças a seus próprios avanços de defesa.

Mas No ano passado os russos ofereceram aos chineses um lote adicional e os chineses se mostraram interessados.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

o jornal estatal Global Times, da China, citou um especialista militar chinês que acredita que existem outras razões para comprar o Su-35. Fu Qianshao disse ao Global Times que “embora a China possa realmente comprar mais Su-35, eles não pretendem substituir jatos chineses mais antigos porque o avião russo é muito caro e a China tem muitos jatos antigos. A substituição provavelmente será feita por aviões de guerra fabricados no país, disse ele. ” “Já tendo comprado um lote de Su-35 anteriormente, a China não precisa aprender mais tecnicamente, observou Fu. Mas se a China realmente comprar mais, tornaria o… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

ADRIANO

Li artigo dizendo que a China já tem a maior frota de caças pesados do Mundo.
Do jeito que ela está se armando, creio que há espaço para todos.
Aviões nacionais e importados.
E o Su-35 é um belíssimo reforço paras suas Armas.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Esse artigo é de onde?? E quais caças pesados são esses??

Lucianno
Lucianno
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Adriano, o que representam miseres 24 Su-35 para um país gigante como a China? Em termos de defesa muito pouco. No fundo os chineses só queriam mesmo era fazer a engenharia reversa do caça, nada mais.

Lucianno
Lucianno
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Adriano, então o que eu escrevi está correto, não entendi tua bronca. A China comprou somente 24 unidades. Não é isso??
“… ofereceram … chineses se mostraram interessados…” Isso pode acontecer ou não (até porque é um bom caça e não é caro). Mas hoje é pura especulação.

Pablo Maroca
Pablo Maroca
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Admiro o Su35, para superar os F15 e outros tem que ser formidável.

Mas temo o avanço deles e espero que a democracia vença, para isso termos F22 e F35, democracia em forma de misseis.

João Bosco
João Bosco
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Concordo e complemento: até os russos temem a China.

Lucianno
Lucianno
Reply to  João Bosco
2 meses atrás

E devem temer mesmo. Os chineses não são confiáveis. E com aquela fronteira gigantesca com a China desprotegida, a Rússia é totalmente vulnerável.

Pablo Maroca
Pablo Maroca
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Estou estarrecido!

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

A Rússia com um PIB menor que o Brasil consegue fazer o que o Brasil não faz: Caças, Submarinos, Navios, Mísseis… Ou seja, em se tratando de poderio militar a “falida” Rússia dá de 1000 a 0 no “rico” Brasil! O resto é choro de incapaz!!!

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
2 meses atrás

Acredito que eles não dependem muito de tecnologia estrangeira embarcada em seus caças e meios terrestres e navais,talvez isso seja oque faz o dinheiro render na hora das aquisições…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Irmão para de usar cigarro alternativo, o século 19 já foi tá.

Arariboia
Arariboia
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Lucianno ta lendo isso onde…??? Ta mal! Vamos lá: Su-35S= 90 unidades esse ano e outro lote de 50/100 em negociação já. Entrou em serviço 2012 tirando seu capacidade operacional total só 2018. SU-34= 127 unidades em serviço com negociação pra mais 48/60 unidades. SU-30SM/M2= 112 unidades. SU-27S/SM/SM3/= 20 unidades/47 Unidades/24 unidades. MIG-31B/BM/BMS/K=130 unidades. 113 unidades BM até final de 2017 + 12K , mais vários em modernização. Mig-29SMT/35= 46 unidades Mig-29S= 60 unidades +- Su-24M2= Em alguns lugares se fala em 80 mas o numero 48 unidades é mais confiável. SU-25SM/SM3= 139 unidades +- 40UB Tu-214R/ON/SR= 8 unidades. Il-22=… Read more »

Lucianno
Lucianno
Reply to  Arariboia
2 meses atrás

Arariboia, então desta listona toda quem é de 5ª geração? Quem está no nível do F-22 e do F-35. Nenhum. Uma força aérea grande, sem dúvida, mas defasada tecnologicamente em relação aos USA. Podem ser considerados modernos aí somente o Su-35 e o Su-34.

Rprosa
Rprosa
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Gostaria de saber o porque desta mania de querer comaprar Russia e EUA, posto que enquanto um gasta cerca de 60 bilhoes de dolares em defesa o ouytrro gasta 600 bilhoes, enquanto um luta apra mahbnter seu orçamento enxuto, o outro pode gastar a vontade ja que o comércio internacional e feito com sua moeda, o que lhe possibiliota atingir deficits altissimos. O que deveriamos estar debatendo e como um país que literalmente estva falido a 20 anos atrás, sem dinheiro inclusive para pagar suas tropas e despesas militares, hoje possui uma das maiores reservas financeiras do mundo, rivaliza em… Read more »

Italo Souza
Italo Souza
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Só esqueceu de um detalhe, a Rússia é o ponto mais protegido do mundo em questão anti aéreo, o país é um verdadeiro vespeiro para qualquer agressor aéreo, você entra mas no sai, compreendeu ?.

Lira
Lira
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

Um país que tem praticamente 100% de sua indústria militar nacional, que desenvolve tecnologias de ponta no setor aeroespacial, com recursos energéticos abundantes, uma parcela importante da sociedade com nível superior, identidade nacional forte e cerca de 15000 ogivas nucleares alocadas em ICBMs, SLBMs acuada? Lutando pela sua soberania apenas? Amigo…ficou puxado pra mim.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Lucianno
2 meses atrás

62?
Luciano, a força aérea russa possui 88 Su-35S e até o final do ano receberá +10, totalizando 98.
Sobre caças Novos, são mais de 300.
Veja:
88 Su-35
127 Su-34
+112 Su-30

Excluindo EUA e China, cite outro país que adquiriu +300 caças novos nesta década atual ???

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Bem, o Su-34, embora seja um representante da família T-10, ainda é um bombardeiro.
Nesta lista, vale a pena adicionar compras do MiG-29K e MiG-29SMT. Além disso, o Su-27SM3, que foi recentemente construído a partir da reserva de exportação.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Luis Henrique, mesmo o correto sendo 88 Su-35, o raciocínio final não muda. É muito pouco para considerá-lo como um sucesso comercial e é pouquíssimo em termos de poder aéreo para russos acuados pela OTAN.
Essa frota aí de 300 caças novos (Su-30 nem é novo, mas vamos considerá-lo) é muito abaixo da USAF e mais ainda se considerar toda OTAN.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Não creio que na África tenha força aérea tão poderosa quanto a do Egito e se olhar o Oriente Médio esta entre as mais poderosas!

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

E você está certo!
Em segundo lugar vem a Argélia.
Em Terceiro o Marrocos.

Lucianno
Lucianno
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

Disparada a força aérea mais poderosa da Africa e está entre as 15 mais poderosas do mundo.

Caio
Caio
2 meses atrás

E as sanções americana? Pelo que já foi divulgado o contrato com a Indonésia foi para o limbo, por causa de ameaças se sanções pelos EUA, quanto ao Egito nada? Deve ser o peso do dinheiro da Arábia Saudita por trás.

Mauro
Mauro
Reply to  Caio
2 meses atrás

Deve ser jogada para comprar o F-35, que foi negado pelos EUA por pressão de Israel.

Caio
Caio
Reply to  Mauro
2 meses atrás

Não creio muito! pois a Arábia Saudita fez um contrato imenso, aínda no governo Obama, sobre a compra do f15 silent Eagle.

Fernando
Fernando
Reply to  Caio
2 meses atrás

Me parece que o problema da Indonésia é mais financeiro. Contrato para os apaches também já era!

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 meses atrás

Porque ele é um bimotor de grande porte ou porque é um membro da família Su-27?

Chuck Norris Do Paraguai
Chuck Norris Do Paraguai
Reply to  Clésio Luiz
2 meses atrás

O piloto sabendo extrair o máximo que a vetorização 3D pode oferecer, já está mais do que “meio caminho andado”.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Clésio Luiz
2 meses atrás

Bem, nos EUA, até onde sei, se passa do T-38 direto para o F-22, e este nem tem modelo biposto.

Na USN, se passava do T-2 para o F-14, e este não possui comandos de voo no assento traseiro, assim como o F-4 naval.

O que acontece, imagino, seja que apenas os cabeças de turma sejam selecionados para os caças de linha de frente, garantindo assim que nenhum bisonho chegue perto de um caça que seja o orgulho da força.

JSilva
JSilva
2 meses atrás

Uma transição via Yak-130 (treinamento avançado) e Su-30 (operacional) não atende? Porque acho que é assim na Rússia.

Pablo Maroca
Pablo Maroca
2 meses atrás

Uma máquina formidável, mas o egito agiu errado ao se separar dos EUA.

JuggerBR
JuggerBR
2 meses atrás

Me parece que se um dia houver o combate F-35 x Su-35 será Israel x Egito. Hoje as relações não são muito amistosas, mas muito longe de explodir conflito. Mas no futuro, vai saber quem serão os lideres de cada pais…

MFB
MFB
Reply to  JuggerBR
2 meses atrás

Seria novamente como caça ao pato para Israel. Aeronave MUITO superior, doutrina superior e um know-how que poucos países possuem em conflitos.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
2 meses atrás

Para ter um uso pleno de uma máquina dessa, além da experiência e treinamento, é preciso ter também algum nível de capacidade tecnológica de poder inferir, adaptar e readaptar minimamente um avião desses, como os israelenses tem com aviões como o F-15 e o F-16 e até mesmo o F-35. Ai que mora a diferença dos israelenses dos resto dos países árabes.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
Reply to  Karl Bonfim
2 meses atrás

A diferença é que outros países “árabes” não ganham mesada como Israel, que até indenização pelos crimes cometidos pelos alemães usam na sua indústria de armas. Tendo quem banque o cara faz customização até no x-wings.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Defensor da liberdade
2 meses atrás

Não dá para ser um “Defensor” dos árabes, depois toda a História de luta do povo judeu para a reconstrução do Estado de Israel e ter a sua “liberdade”, que desde o primeiro dia eles tentaram aniquilar usando para isso não um misera mesada, mas torrando a bilionária renda dos petrodólares, graças a Jeová (Deus) falhando miseravelmente.

Nilton Reis Jr.
Nilton Reis Jr.
Reply to  Defensor da liberdade
2 meses atrás

@Defensor da liberdade QUANTA VERDADE. Some a isso o “dilema do irmão maior”, que sempre joga em favor dos sionistas.

Jagderband#44
Jagderband#44
2 meses atrás

Os Chinas já devem ter feito engenharia reversa até no parafuso da roda deste avião.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
2 meses atrás

Enquanto isso nossa Força Aérea voa com sucatinhas da década de 70…

marcus
marcus
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
2 meses atrás

Estive na Russia entre os meses de Julho e agosto de 2019.Vi carros Alemães.Americanos,Italianos e Japoneses. O que eu não vi foram carros Chineses. Os Fast Food do Tio Sam estão todos lá. McDonald’s, KFC, Subway, Burguer King, Pizza Hut. As cidades de Moscou e São Petersburgo, são extremamente limpas, passeios e asfalto com conservação de fazer inveja aos Brasileiros, mesmo nos locais mais afastados do centro.A Russia não é comunista desde os anos 90. E o mais importante, a gasolina comum custava 42 rublos em qualquer posto, equivalia a R$ 2,50. Só os BrasiTrouxas acreditam que a Russia ainda… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  marcus
2 meses atrás

Mas não deixa de ser uma ditadura.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Hcosta
Mas não deixa de ser uma ditadura.
——-
Bem, digamos assim, aqui está o que há de errado nisso? Com o que você está tão preocupado?
Primeiro de tudo, você sempre precisa se preocupar consigo mesmo, e não com a estrutura política de algo do outro lado do mundo. Especialmente se essas idéias não forem verdadeiras.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Evgeniy (RF).
2 meses atrás

Eu não estou do outro lado do mundo da Rússia e se não há nada de errado numa ditadura, então tudo bem. Mas no meu país há liberdade de expressão ao contrário da Rússia.
E a afirmar que não posso fazer isso é a principal justificação dada por apoiantes de regimes totalitários para se justificar o injustificável.

Arariboia
Arariboia
Reply to  marcus
2 meses atrás

Marcus,

Verdade! Só Brasitrouxas que acreditem nisso! Fora que a frota de carros nas principais cidades russas de médio e grande tamanho e seus entornos fazem brasileiros ficarem babando e procurando Ladas…*
Não tem SP-RJ que chegue nem perto da quantidade.
*Pq brasileiros se liga muito na imagem de carro como simbolo

Cadu
Cadu
Reply to  marcus
2 meses atrás

Nisso eu concordo com você, não sei por qual motivo mas parece que a guerra fria não acabou no Brasil e na América do Sul de modo geral.
Eu vi um brasileiro justamente falando sobre isso, ele comentou com amigos russos essa visão dos brasileiros em relação a eles e eles ficaram sem entender. Por outro lado, os russos também não entende muito sobre o Brasil.

737-800RJ
737-800RJ
2 meses atrás

Não seja afobado; temos passado por momentos ruins, tendo menos do que merecemos. Mas Gripen E e C-390 Millenium estão aí pra levantar nossa autoestima e nossas capacidades de ataque e logística. Falta pouco pra termos dezenas deles voando por aqui!

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  737-800RJ
2 meses atrás

Esta foi uma resposta a um comentário feito pelo Sincero Brasileiro da Silva.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
2 meses atrás

É uma bela e poderosa aeronave, sem dúvidas.

Me pergunto apenas : 1) como será o contrato de fornecimento de sobressalentes e peças ; 2) Qual é a capacidade do Egito em termos de aeronaves AEW e Reabastecedores.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
2 meses atrás

Na hipótese de o Brasil ter adquirido esta aeronave, pelo que entendi, o Roberto Santana e o Clesio Luiz entendem que seria necessário um LIFT, teria que mudar a doutrina da FAB?

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
2 meses atrás

Pessoalmente, só acharia necessário um treinador a jato caso comprássemos um caça sem modelo biposto, como o F-35. Uma coisa que o pessoal parece não entender é que caça de linha de frente moderno é mais seguro de voar que treinador primário, pois caças FBW são quase impossíveis de perder o controle ou exceder os limites G. O grande salto ao meu ver é a complexidade de uso da nova aeronave, que se aprende seguramente num simulador moderno. Carga G e velocidade o aluno já sabe o que é desde o treinamento primário. As capacidades de desempenho um caça de… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
2 meses atrás

Russian Aircraft Corporation MiG vai ter que se reinventar porque a Sukhoi saiu esta na frente.

Arariboia
Arariboia
2 meses atrás
Satyricon
Satyricon
2 meses atrás

A Rússia se encontra numa tremenda encruzilhada do destino. Atualmente, todas as aeronaves militares chinesas utilizam motores russos. Enquanto isso, a China desenvolve seus próprios motores (e aeronaves tb) a passos largos, modernos e vistosos. Quando a China se tornar auto-suficiente em motores aeronáuticos essa parceria chino-russa desaparecerá, e o mercado internacional será inundado por caças chineses baratinhos e eficientes. Um Xiaomi com asas, por assim dizer. Daqui a algumas décadas, vão olhar pra trás e dizer: houve um tempo que os russos fabricavam formidáveis e majestosos caças. Foram perdendo mercado aos poucos, e acabaram superados. Outra Inglaterra. A questão… Read more »

Lucianno
Lucianno
Reply to  Satyricon
2 meses atrás

Bom comentário. Eu apostaria que o russos caminham lentamente para se integrar ao ocidente. Já existem uma parceria russa com a francesa Safran para produzir motores de aeronaves comerciais regionais.

Plinio Jr
Plinio Jr
2 meses atrás

Os egípcios estão variando a origem de seus vetores, hoje eles possuem aeronaves de três procedências :

– Americana: + 200 F-16s;
– Francesa : 24 Rafale e 20 Mirage 2000C/B
– Russa: 36 Mig-29M e caso se concretize, os Su-35s;

Devem ter aposentado de vez as frotas de Mig-21s/F-7s, Mirages 5s e F-4Es

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
2 meses atrás