Home Aviação de Transporte Embraer entrega primeiro avião multimissão KC-390 à Força Aérea Brasileira

Embraer entrega primeiro avião multimissão KC-390 à Força Aérea Brasileira

8316
147

Anápolis, 4 de setembro de 2019 – A Embraer entregou hoje à Força Aérea Brasileira (FAB) o primeiro avião de transporte multimissão KC-390 em cerimônia realizada na Base Aérea de Anápolis, em Goiás, dando início aos preparativos para a entrada da aeronave em serviço na FAB, onde será operada pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1° GTT). A Embraer tem realizado treinamentos teóricos e práticos junto às equipes da FAB para o início das operações da aeronave.

Projeto conjunto da FAB com a Embraer, o KC-390 foi desenvolvido para estabelecer novos padrões de eficiência e produtividade na sua categoria, apresentando ao mesmo tempo o menor custo do ciclo de vida do mercado. O programa representa um avanço significativo em termos de tecnologia e inovação para a indústria aeronáutica brasileira e um salto operacional para a aviação de transporte da FAB. Em 2014, a FAB assinou pedido firme para 28 aeronaves KC-390 e suporte logístico inicial. Os aviões são produzidos na fábrica de Gavião Peixoto, em São Paulo.

O KC-390 recebeu o Certificado de Tipo da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) em 2018, quando atingiu a Capacidade Inicial de Operação (Initial Operational Capability – IOC), assegurando, assim, as condições necessárias para o início da operação da aeronave.
“A incorporação do KC-390 na Força Aérea Brasileira é um marco na aviação militar. Sua modernidade trará uma implementação e aperfeiçoamento na doutrina de emprego desse vetor multimissão, contribuindo sobremaneira para o cumprimento da missão de controlar, defender e integrar os 22 milhões de quilômetros quadrados sob nossa responsabilidade”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

“A entrada em serviço do KC-390 na FAB representa um marco importante para o programa e certamente aumentará o crescente interesse internacional por essa aeronave, consolidando o caminho para novas vendas”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “Temos certeza de que o KC-390, além de cumprir com excelência as missões requeridas pela nossa Força Aérea, terá um impacto econômico positivo na criação de empregos e novos investimentos no Brasil, assim como nas exportações de alto valor agregado.”

Com o objetivo de maximizar a disponibilidade operacional da frota de aeronaves KC-390 no cumprimento das respectivas missões, a FAB e a unidade de Serviços & Suporte da Embraer assinaram um abrangente contrato de suporte e serviços, com vigência de cinco anos. Pelo acordo, a TechCare, portfólio de soluções da Embraer, ficará responsável pelo suporte logístico e de engenharia, controle de manutenção, reparo de componentes, equipe de apoio para entrada em serviço, fornecimento de materiais e um módulo adicional que inclui análises estruturais, desenvolvimento de boletins de manutenção e pintura de aeronaves, entre outros serviços.

O KC-390, que também foi adquirido recentemente pelo Governo de Portugal, é capaz de realizar diversas missões, incluindo apoio humanitário, evacuação médica, busca e salvamento, combate a incêndios florestais e capacidades superiores de transporte e lançamento de carga e tropas, além de reabastecimento em voo.

Equipado com dois motores turbofan International Aero Engines V2500, aviônicos de última geração, uma rampa traseira e um avançado sistema de movimentação de carga, o KC-390 pode transportar até 26 toneladas a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em ambientes austeros, incluindo pistas não pavimentadas ou danificadas. A aeronave pode transportar tropas, paletes, veículos blindados e helicópteros.

O desempenho do KC-390 se beneficia de um moderno sistema de controle fly-by-wire com tecnologia integrada que diminui a carga de trabalho da tripulação e aumenta a segurança de sua operação. Além disso, o KC-390 pode reabastecer outras aeronaves em voo, com a instalação de tanques internos de combustível removíveis. A aeronave também pode ser reabastecida em voo, proporcionando maior flexibilidade para missões mais longas. Um sistema avançado de autodefesa aumenta a capacidade de sobrevivência da aeronave em ambientes hostis.

KC-390 lançando carga de paraquedas
KC-390 lançando carga de paraquedas

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer completa 50 anos de atuação nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança, Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde que foi fundada, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
147 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bardini
Bardini
1 ano atrás

Grande dia!

marcus
marcus
Reply to  Bardini
1 ano atrás

28 aeronaves mais os protótipos?

João Moro
João Moro
Reply to  marcus
1 ano atrás

28, sendo 2 dos 28 os aviões de teste.

Señor batata
Señor batata
1 ano atrás

Parabéns a FAB q colhe o frutos do planejamento de longo prazo. Belo projeto q vai ser operado por ótimo pessoal.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

Um clone do DH Buffalo serviria para um nicho importante de necessidades aérea. As pistas improvisadas e curtas do interior do Brasil. O Bandeirante não sanou essa falta. O KC 390 não é para o interior longínquo e sem infraestrutura.

Pedro
Pedro
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Ele por ser cargueiro, possui asa alta e seus motores são bem elevados, fazendo com que o mesmo possa operar em pistas acidentadas, de terra e outros tipos de pavimentos deteriorados…

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

A FAB não concorda com você. Quando chegou a hora de substituir o Buffalo, não houve o menor esforço em adquirir um transporte STOL. O tempo do desbravamento do interior já passou.

Señor batata
Señor batata
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Clésio concordando com o senhor. Se não me engano o buffalo ainda é produzido (informação retirada da Wikipedia), portanto se a FAB tivesse o entendimento de que precisa de um avião STOlL de carga, ela poderia poderia ter substituído o avião por simplesmente versões mais novas. Ainda sim ela não tomou esse caminho.
Tchau e saudações.

Fabio Mayer
Fabio Mayer
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

O Búfalo não é mais produzido desde 1986, provavelmente nem existe mais a De Havilland, empresa que o fabricava. E ele foi substituído pelo C-105 Amazonas, fabricado pela Airbus.

Señor batata
Señor batata
Reply to  Fabio Mayer
1 ano atrás

E aí Fábio td susa? Pelo q informa na Wiki ele tem produção em empresa chamada viking. E C105 é uma aeronave de categoria diferente, inclusive com maior capacidade de carga, ele não apenas substituiu como deu um upgrade em certos aspectos.
Tchau e abs

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

A Viking detém o certificado do tipo (Type Certificate) referente ao DHC-5. Fornece suporte e peças para os operadores, mas o aparelho não é mais produzido.
http://www.vikingair.com

marcus
marcus
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

O C27 Spartan é melhor que o C-295?

Mauricio R.
Reply to  marcus
1 ano atrás

Carrega mais carga, assim tipo uma viatura M113 ou um helicóptero Esquilo, que é o que interessa e voa mais rápido.
E é bem mais robusto que o avião espanhol, além de voar na logística do C-130J.

Kemen
Kemen
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

Colega Señor batata, a Viking apenas tem o certificado para dar manutenção, inclusive fazer a substituição de peças, não fabrica ou monta DHC-5, a produção terminou em 1986. A De Havilland britanica foi vendida para a BAS, a De Havilland canadense foi vendida para a Bombardier.
A FAB- FORÇA AÉREA BRASILEIRA escolheu o C-105 como o melhor avião em custo/beneficio para substituir os velhos DHC-5, suprindo toda a operacionalidade anterior prestada.

Señor batata
Señor batata
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

Assumo um mea culpa. Agora olhando o material exposto percebo q cometi um engano. De todo modo vlw pela elucidação.
Tchau e abs a todos.

Conan
Conan
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Para o interior longínquo e sem infraestrutura ao qual você se refere só da para chegar de canoa.

Kemen
Kemen
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 ano atrás

Colega Luiz, A FAB adquiriu 12 C-295 para substituir os DHC-5 a pouco tempo, na minha opinião não seria bom negócio para a Embraer, pensar em um desenvolvimento novo para esse nicho. Também acredito que se deve
pensar no mercado como um todo além da FAB, e nos preços dos concorrentes para se ter a certesa se vale a pena arcar com os custos de desenvolver um projeto novo, que pode não ter o retôrno suficiente para compensar os custos.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

Olá Sr.B. Estava lembrando que o primeiro anúncio dele foi em 2007 e o congresso aprovou o primeiro pagamento à Embraer em 2009. O governo federal assinou o contrato de aquisição em 2014. Foram 12 anos… que legal ter acompanhado essa história. Imagino que ainda teremos capítulos interessantes.

Señor batata
Señor batata
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Olá Camargoer. Realmente é legal notar a história sendo feita, imagino qual seria o próximo grande passo q a fab possa pretender ao terminar os programas que ela têm gerido. Mas pra isso ainda vai tempo.
Flw e abraços.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Señor batata
1 ano atrás

Olá Sr.B. Tem coisa… lembra das primeiras Cruzex e o choque de realidade? Dai o esforço do “Pampa” para aprender usar o F5M com os olhos do Guardião em ambiente BVR. Os lindos tampax F2000. E daqui a pouco os F39 em Anápolis. Eita.

Señor batata
Señor batata
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer eu não acompanho a tanto tempo 😅. Na vdd devo acompanhar com regularidade faz uns 2/3 anos. Mas interessante a linha do tempo exposta pelo senhor, deve estar sendo bem divertido para os comentaristas mais antigos q tem podem realmente ver o andamento das coisas (às vezes pro bem às vezes pro mal).
Tchau e saudações..

Fabio Mayer
Fabio Mayer
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer,

Estava pensando nisso justamente agora. Acompanhamos 12 anos entre o conceito e a entrega do primeiro avião aqui no Poder Aéreo.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Fabio Mayer
1 ano atrás

Olá Fábio. Estamos ficando velhos.. mas que legal estarmos vivos hoje para termos visto isso tudo.

João Moro
João Moro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, espero acompanhar muitos outros projetos, tais como mais lotes de Gripens NG e até um bombardeiro nacional.

FABIANO BARBOSA
FABIANO BARBOSA
1 ano atrás

Mais quantos vão ser entregues esse ano? Vi uma matéria esses dias que o 4º estava quase finalizado já.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  FABIANO BARBOSA
1 ano atrás

Acredito que nossos embraer KC390 sejam entregues rapidamente, pois de acordo com a própria Embraer, eles tem a capacidade de produzir 18 KCs por ano

Em uma matéria de junho desse ano, a Embraer disse que em um hangar de gavião Peixoto, o espaço estava abrigando sete aviões na linha de produção, em diversos estágios de montagem. Segundo eles, a maior parte está na fase estrutural e duas aeronaves estavam na montagem final

rommelqe
rommelqe
1 ano atrás

Espetacular! Que o Brasil tenha no KC390 uma resposta do reconhecimento que seu povo de bem apresenta pela nossa Nação.
PARABÉNS A TODOS ENVOLVIDOS e que os seus novos usuários tenham atitude respeitosa e profissional, similar aos criadores dessa extraordinária aeronave,

Brunow Basillio
1 ano atrás

Que seja o primeiro de muitos, torço para o Brasil ter uns 60 KC de várias categorias em suas fileiras…

FERNANDO
FERNANDO
1 ano atrás

Parabéns a todos que direta e indiretamente contribuíram com a realização deste sonho.
Principalmente ao governo do PT, que sim, tem seus deméritos, mas, teve seus méritos e um destes é o KC390.
Agora, viram as várias versões do mesmo.
Hummmmm

Gabriel
Gabriel
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

uma palavra: doente!

Aldo Ghisolfi
Reply to  Gabriel
1 ano atrás

…APESAR do governo do PT!

Alexandre
Alexandre
Reply to  Gabriel
1 ano atrás

Explique

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Governo e Estado são coisas diferentes, ponham isso na cabeça.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Desculpe, mas O QUÊ, exatamente o governo do PT, que arruinou a economia do país, tem a ver com o KC-390? Eu, hein?!

GUSTAVO E VIEIRA
GUSTAVO E VIEIRA
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
1 ano atrás

Foi o então presidente Lula que assinou a autorização para o projeto e com certeza a bancada petista no Congresso apoio a alocação de fundos ao projeto. Com toda a certeza é um projeto que a FAB e a Embraer viam trabalhando a tempos, mas sem a caneta presidencial e o financiamento do Congresso a coisa não se realizaria. Também é preciso reconhecer que a presidente Dilma e o presidente Temer mantiveram o financiamento do projeto durante o seus governos. É claro que Lula, Dilma e Termer NÃO fizeram NADA a mais que seu trabalho, mas ainda sim devemos dar… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Olá Fernando. Ainda que se tivesse sido FHC ou Itamar, os presidentes que autorizaram o início do projeto merecem ser lembrados. Outro nome importante a ser lembrado foi do Brig. Saito, comandante da FAB de 2007 até 2015.

FERNANDO
FERNANDO
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Leia o texto, eu disse a todos que direta ou indiretamente contribuíram com a realização deste sonho. Neste quesito entra o estimado brigadeiro Saito. Em relação a política e governo e estado, não estou entendo muito bem. Querem esconder o fato que o PT, tem mérito na realização deste sonho chamado KC390? Na realidade, muita safadeza, esconder isso!! As pessoas que pensam assim, não vão conseguir apagar a história, ou reescreve-la, ela já aconteceu, não importa se passarem 1, 10 ou 100 anos, os historiadores no futuro vão escrever sobre isso. Procurem no wikipedia sobre KC 390. O KC-390 foi… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Olá Fernando. Assim como você, coloquei as datas importantes do programa em um outro comentário. Em 2007 foi divulgado, em 2009 assinado o contrato para o projeto, em 2014 foi assinado a aquisição pela FAB e agora em 2019, a entrega da primeira unidade para a FAB. Concordo com você. Sobre o Saito, talvez seja importante avaliar o benefício que a FAB teve ao manter o mesmo comandante por mais de dez anos. Talvez a incorporação do KC390 e do F39 teria sido mais complicada caso o comandante tivesse ficado 2 ou 3 anos. Talvez tenhamos descoberto algo que precise… Read more »

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Programa de Estado e ponto final. Ademais todo mundo sabe quem eram os presidentes da época, então não carece de vc informar.

Kemen
Kemen
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Fernando, na minha opinião independente de politica ou governo desse ou daquele, já vi muita coisa distorcida pelo mundo afora, o que você escreve tem um fundo de verdade, vai depender de quem estiver nos governos futuros para esconder ou salientar alguma coisa que afinal foi um marco relevante na nossa industria aeronáutica. Infelizmente vivemos das informações da imprensa e dos noticiários que publicam as coisas, e que as vezes podem ter tendências politicas, mas seguramente não serão todos. Veja você, o pai da aviação não foi Santos Dumont? Tem pais que diz que não! E por ai vai…

Alessandro
Alessandro
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Fernando, se o governo do petê não tivesse assaltado os cofres públicos, em vez da FAB comprar 28 KC-390, teríamos encomendados uns 60 por baixo, e ainda sobraria um trocado para comprar um segundo lote de Gripens.

Então parabéns ao POVO brasileiro que passou por tudo isso e acordou a tempo pra não deixá-los voltar ao poder.

FERNANDO
FERNANDO
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Primeiro, não ha necessidade de 60 unidades.
Não pelo menos de primeiro momento.
Segundo, não depreciar o governo do Bolsa, pois é primeiro mandato e não tem nem um ano.
Vou começar a baixar porrada nele, no final do primeiro mandato.
Espere.

Alessandro
Alessandro
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

As 60 unidades que citei era só um exemplo Fernando, se eu levar ao pé da letra dava pra comprar uns 200 mil KC-390 com as estimativas do dinheiro roubado.
Vc pode “baixar a porrada em quiser” oq é feio é a sua PASSADA DE PANO na maior organização criminosa da história política brasileira e talvez mundial.

Daglian
Daglian
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

O cara se refere ao partido mais corrupto já visto no Brasil e talvez no mundo, o qual roubou mais de um trilhão de reais dos cofres públicos, como um partido que tem “deméritos”… inacreditável.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Daglian
1 ano atrás

Colega.. o PIB do Brasil é da ordem de R$ 7 trilhões por ano…. Seria impossível qualquer desvio, propina, corrupção dessa magnitude. Dois números para você pensar. Segundo o MP, operação lava-jato recuperou R$ 15 bilhões que serão devolvidos aos cofres públicos ao longo de 20 anos. Os jogos olímpicos adicionaram ao PiB cerca R$100 bilhões. Caso uma crítica seja feita usando números exageradamente errados (que e diferente de usar números aproximados) o seu argumento perde força, mesmo que em tese você tivesse razão.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, essa estimativa de 1 trilhão citado pelo Daglian é ao longo de 14 anos e não em apenas um, só para esclarecer.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Caro Alessandro. Mencionei o PIB anual brasileiro para que dar uma escala do é R$ 1 trilhão. Considerando esse valor distribuído em 14 anos, é algo em torno de R$ 70 bilhões por ano. Há uma reportagem da revista Época de 2017 que menciona que a PF “averiguou cerca de R$ 8 trilhões em operações financeiras”, e completa que é mais que o PIB do Brasil. Eu posso inferir que a maioria das operações foram legais, porque corrupção não contribui para o PIB. Há uma reportagem na Folha que menciona que a operação Lava-jato recuperou R$ 13 bilhões, equivalente a… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, tudo é ESTIMATIVA, a verdade é que o estrago foi tão grande e assustador, e tem tanta coisa ainda pra ser descoberta que ninguém arriscar dar um número exato, mas a coisa foi feia e jamais o povo brasileiro deve esquecer.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Olá Alessandro. Quando uma estimativa é da ordem de 20 bilhões e a outra é da ordem de 1 trilhão, a disparidade é tão grande que uma delas deve estar errada. Os números que mencionei são as estimativas do MPF. Acho uma pena que tenham esquecido do escândalo do Banestado (US$ 134 bilhões), Capemi (esse foi pequeno… US$ 10 milhões), Juiz Lalau (R$ 2 bihões sozinho), Vampiros da Saúde sobre a licitação de hemoderivados (R$ 4 bilhões)…

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, 20 bilhões para mais é só oq desviaram da Petrobras, tem caixa, banco do brasil, eletrobras, BNDES, obras superfaturadas, e tanta outras coisas se eu colar os links aqui dá um livro, melhor atualizar esses dados.

o MPF trabalha apenas com os dados que eles conseguem provar, por isso os valores tão “baixos”, acontece que tem muitas centenas de bilhões que DESAPARECERAM ao longo desses 14 anos, mas que ainda não estão sendo investigados devido a demora de cada caso nas quais vc citou, portanto eles não tem as provas necessárias para abrir inquérito e incluir nessa estimativa.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Olá Alessandro. Contabilizar o que não pode ser provado é especulação e propaganda. Bilhões não desaparecem (follow the money). Aquilo que o MPF não tem prova para abrir um inquérito é uma operação regular (até que se encontre uma prova de crime). Se tomarmos a presunção ou a convicção como prova, teremos abandonado o Estado de Direito pelo Estado de Exceção.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, vc compra um carro que deveria custar 30 mil reais mas vc paga 70 mil, ae sua esposa vai até a concessionária e descobre o real valor e lhe pergunta os motivos de ter pago esses 70 e vc inventa mil desculpas esfarrapadas e apresenta uma nota falsa para enganá-la, mas isso não convence sua mulher, mas como ela não consegue provar ela deixa por isso mesmo, mas o FATO não muda, pois há uma diferença de 40 mil reais que foram pagos indevidamente, a presunção e convicção existe, mas não serve como provas (por isso estou de acordo… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, vou lhe dar só um exemplo desses valores desviados, eu citei a Petrobras no meu comentário anterior, só a refinaria Abreu e Lima custou aos cofres públicos até agora 67 bilhões de reais, sendo que uma auditoria revelou que os custos da obra deveriam ser 5 vezes menor, em torno de 14 bilhões, portanto a diferença é de 53 bilhões que até agora a MPF não sabe explicar onde foram parar. Há indícios forte de maquiagem nos cálculos da Petrobras, mas como eles não conseguiram provar mesmo tendo as evidências então não colocam na estimativa, mas o superfaturamento da… Read more »

PPrr
PPrr
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

O que aparente, para o Alessandro, que apenas o Partido dos Trabalhadores é o corrupto. O Camargoer citou vários outros escândalos que, obviamente, não são lembrados por você.

Alessandro
Alessandro
Reply to  PPrr
1 ano atrás

PPrr, em nenhum comentário meu disse que apenas o partido dos “trabalhadores” é corrupto. O problema está no sistema que eles escolheram seguir, na qual desvios de conduta e valores financeiros virou algo corriqueiro, e que outros partidos resolveram fazer igual, pq é a CONSEQUÊNCIA desse SISTEMA que eles seguem e DEFENDEM. Será que vc conseguiu entender que uma coisa puxa a outra?

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, o Sr. não esta confundindo estimativa do roubo com o valor que foi recuperado?
ou o Sr. acha que conseguiram recuperar tudo que foi roubado?
Tb acha que conseguiram descobrir tudo que foi roubado?
rss

Recruta zero
Recruta zero
1 ano atrás

Dia histórico para o Brasil, a FAB está de parabéns, agora que venha o F39 Gripen.

João Moro
João Moro
1 ano atrás

Vida longa e um futuro de glórias ao KC-390!

carcara_br
carcara_br
1 ano atrás

Ia ser bem legal ver o KC-390 em formação com os F-5 e A1 no dia 7, será que vai dar tempo pra um desfile?

Pedro
Pedro
Reply to  carcara_br
1 ano atrás

Se não me engano, aqui em Brasília foi feito algo assim, mas com os “tucanos” da esquadrilha da fumaça! 😉😊

… pode ser que aconteça esse ano novamente!

luiz A silva
luiz A silva
1 ano atrás

Alguem sabe como sera o restante da entrega dos KC-390 ? em 2019 a Fab recebera mais quantas aeronaves?
Parabens Ebraer! Parabens FAB!

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Galante, partimos do principio de que o site é apolitico, porem, não permitir a citação do nome do presidente, presente ao evento e sendo ele o LEGITIMO representante de 57,8 milhoes de brasileiros que optaram democraticamente, beira quase as portas da indignação.
Com certeza qualquer exacerbação será proibida, mas ou o Poder Aéreo é plural, ou não é.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Verdade, a rede Lodo esta sempre elogiando suas ações…

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alfredo RCS
1 ano atrás

Olá Alfredo, aproveitando o seu argumento, o primeiro presidente eleito diretamente depois da CF88 em 1988 recebeu 36 milhões de votos (53%), depois em 1994 foram 34 milhões de votos (54%), em 2002 foram 53 milhões (61%), em 2006 58 milhões (60%), em 2010 54 miilhões de votos (56%) e em 2014 54 milhões de votos (51%). Todos eleitos democraticamente. Então, partindo do princípio isonômico, é preciso respeitar a decisão soberana dos brasileiros em todas essas eleições também. Em Chico e em Francisco.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer, pena que parcelas desses presidentes ou estão respondendo processos na justiça por crimes comuns ou ja estão “enjaulados”…

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alfredo RCS
1 ano atrás

Caro Alfredo. Um fato continua um fato apesar de uma adversativa. A eleição de um presidente tem ao menos três níveis de valores éticos. O primeiro é a própria democracia; sua defesa é maior que resultado eleitoral. O segundo é aquele que você usou como argumento, que é o respeito a cada um dos eleitores que fizeram sua escolha soberana; e o terceiro é a própria presidência (que é distinta da pessoa que a ocupa). A convivência democrática impõe regras não escritas de convivência. Como disse, o respeito á Chico é também o respeito à Francisco.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

“adversativa”…

Andre Vedoze
Andre Vedoze
Reply to  Alfredo RCS
1 ano atrás

Adversativa: Que é contra, contrário, que se opõe.

Gustavo
Gustavo
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Exato, coisa chata pra car()$)%@!
Vamos discutir onde seriam o melhor lugar para ter o KC-390… todos em Anápolis como é o planejado? Ou poucas unidades espalhadas ao sul e ao norte? O que acham melhor?
Eu, particularmente, deixaria 60% da frota centralizada e os 40% restantes divididas entre norte/Nordeste (Manaus/Natal) e sul/sudeste (Santa Maria/Galeão) para uma forma de resposta logística rápida.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Gustavo
1 ano atrás

Quem disse que todos os KC-390 ficarão em Anápolis?
Eles ficarão no RJ, AN e MN.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

Olá Walfrido. Acho que o Cel. Nery falou algo sobre os primeiros KC390 em Anápolis, junto com a brigada de paraquedistas que sairá do RJ. Mas talvez você tenha razão sobre a FAB distribuir os 28 aviões em dois ou três esquadrões em diferentes bases.

Gustavo
Gustavo
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Mais pessoas tem falado sobre isso, sobre eles ficaram concentrados em Anápolis. Até onde eu sei isso está perto de ser consolidado.

Doug385
Doug385
Reply to  Gustavo
1 ano atrás

Parece que 14 vão ficar por Anápolis.

Mfs
Mfs
Reply to  Doug385
1 ano atrás

14 em Anápolis e 14 no RJ. Não há dinheiro para transferir a brigada paraquedista por um.bom tempo. O mesmo aconteceu com a previsão de um esquadrão de AMX em Campo Grande é um de Super Tucano em são Gabriel da cachoeira.

carcara_br
carcara_br
Reply to  Gustavo
1 ano atrás

Acho que isto demanda um estudo logístico ao melhor estilo companhia aérea.
Onde fica mais barato atender as necessidades das FA?
Fica a questão de qual e onde vão ser as missões prioritárias.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Tem gente que não vai entender isso nunca…

Marcos
Marcos
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Disse tudo! Causa desânimo ler os comentários deste e de outros sites de defesa, pois é sempre a mesma besteirada das discussões políticas.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 ano atrás

Um dia histórico!

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Agora não a necessidade da fab ter um avião específico para reabastecimento, creio eu…

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Pedro
1 ano atrás

Com certeza. Mesmo o KC-767 tendo capacidade superior, com 28 KC-390 o problema REVO está solucionado.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

Dá-lhe, Brasil!!!

Pedro
Pedro
1 ano atrás

Qual a quantidade anual de produção do kc390 pela Embraer?

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Pedro
1 ano atrás

Acho que isso vai depender da demanda. Declararam acima que a EMBRAER teria condições de produzir 18 por ano. Acredito que não serão construídos esses dezoito em prol de uma cadência de produção inicial mais lenta. Conforme mais pedidos forem sendo feitos, aumenta-se a cadência e por aí vai. Isso tudo, claro, se a informação anterior sobre as dezoito aeronaves por ano for factual.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 ano atrás

O vídeo ficou parecendo propaganda da Hyundai. “Embraer KC-390, o melhor transporte tático, do mundo”.

Jose Cleudo Oliveira da Silva
Jose Cleudo Oliveira da Silva
1 ano atrás

Parabéns a EMBRAER e FAB por este grande momento! Teremos mais fotos, ou videos, com mais detalhes do evento de entrega? Vai ser entregue mais alguma aeronave em 2019?

Tiago da cruz pinto
Tiago da cruz pinto
1 ano atrás

Que ano que estamos tendo , vendo a FAB ganhar músculos com KC , garras com gripem , nossa MB ganhar arpão com scorpene , dentes com mansup , nosso EB se ganhando nova lança com artilharia , daki a alguns anos vou poder falar EU VI todas essas conquistas , parabéns a todos da trilogia a emoção e grande hj para esse leigo acompanhante da triologia

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Tiago da cruz pinto
1 ano atrás

Gripen-E + mísseis meteor + E99 /R-99 modernizados + satélite geoestacionario, com certeza iremos melhorar em muito nossas capacidades, para ficar melhor só se vier Gripen-M e E-190 de MP…

RENAN
RENAN
1 ano atrás

Vamos celebrar este dia histórico e saber que cada brasileiro contribuiu com seu imposto e este foi bem empregado na construção de algo relevante a nação.
Parabéns a todos os envolvidos diretamente no projeto.
Eu torço para que vire um padrão da Otan e que o Brasil venda 2000 unidades dele em 15 anos
E que sejam todas produzidas no Brasil.
Gerando emprego aqui.
Espero que a FAB pague todas o quanto antes para termos logo as 28 aeronaves a disposição.
E que reduza o custo operacional.
Da logística nacional.
Forte abraço
E parabéns

Grato

Camargoer
Camargoer
Reply to  RENAN
1 ano atrás

Olá Renan… assim não vale. Teve muita gente sonegando impostos ao longo desses 12 anos que não poderia ser convidado para festa, né?

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

É fácil e comum sonegar impostos no Brasil. Mas eu duvido que alguma pessoa consiga sonegar todos os impostos. Estão mesmo os sonegadores contribuíram (com menos do que deveriam) para o programa K-390.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Rafael Oliveira
1 ano atrás

Boa.. então que fiquem com a cerveja quente e o pão de queijo frio.

Alex
Alex
1 ano atrás

O Brasil precisa de 50 aeronaves dessa.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Alex
1 ano atrás

Exagero, nem de Hercules tem tudo isso, e não adianta ter dezenas parados

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
1 ano atrás

Seja bem-vindo!

Wellington Rossi Kramer
Wellington Rossi Kramer
1 ano atrás

Excelente!!!!!!!!!!

João Adaime
João Adaime
1 ano atrás

Como diz no final do vídeo, “chegou em casa”.

Caio
Caio
1 ano atrás

“low bait quality”

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Caio
1 ano atrás

ROFLMAO!

Caique
Caique
1 ano atrás

Eu já estou um tempo pensando nisso, é nítido que o Kc-390 pode levar um Guarani, mas, ele poderia fazer o lançamento do mesmo? Ele representa um grande avanço no processo de transporte da FAB, parabéns aos envolvidos…

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Caique
1 ano atrás

Pra quê?
Usar um Guarani por trás das linhas?!

Leo Rezende
Leo Rezende
1 ano atrás

Que legal,não sabia que o KCtão pode ter uma configuração para SAR !

Joao Argolo
Joao Argolo
1 ano atrás

Tudo muito bom, tudo muito bem, mas será que houve mesmo o teste de combate a incêndio? está claro que no vídeo é uma grossa montagem com uma aeronave a metricos da outra. Entendidos, por favor, falem.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Joao Argolo
1 ano atrás

Ainda não.

Cinturão de Orion
Cinturão de Orion
1 ano atrás

Aço e Selva. E agora “Céu”. Parabéns aos envolvidos.

Nilo Rodarte
Nilo Rodarte
1 ano atrás

Um dia histórico. Parabéns aos envolvidos no desenvolvimento dessa bela aeronave. Então essa é a camuflagem oficial?

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
1 ano atrás

Só tenho uma coisa a dizer: Parabéns FAB, Parabéns Embraer, Parabéns BRASIL !!! e sábado veremos ele no desfile aéreo da independência

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Rodrigo Maçolla
1 ano atrás

Roy Fokker ?

Aldo Ghisolfi
1 ano atrás

Parabéns a todos! Que venham muitos outros!

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 ano atrás

Acredito que nossos embraer KC390 sejam entregues rapidamente, pois de acordo com a própria Embraer, eles tem a capacidade de produzir 18 KCs por ano

Em uma matéria de junho desse ano, a Embraer disse que em um hangar de gavião Peixoto, o espaço estava abrigando sete aviões na linha de produção, em diversos estágios de montagem. Segundo eles, a maior parte está na fase estrutural e duas aeronaves estavam na montagem final

João Moro
João Moro
Reply to  Adriano Madureira
1 ano atrás

Adriano Madureira, não sei ao certo quantos KC-390 ele podem fazer mas acho que 18 unidades por ano é muito…

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  João Moro
1 ano atrás

Segundo o presidente da EDS, sim, podem produzir até 18 por ano em Gavião Peixoto.
Mas não deverá ter esse rítimo de produção e nem de entrega para a FAB.
A previsão atual é das 28 até 2026.

Caio
Caio
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

Se fosse 1/3 disso ficaria feliz

alexandre
alexandre
1 ano atrás

Que venham muitas exportações, igual os KC 390 portugueses….

Hawk
Hawk
1 ano atrás

Grande notícia!

Diogo Luiz Bizatto
Diogo Luiz Bizatto
1 ano atrás

Emocionante!

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
1 ano atrás

Até assustei com a foto da Kombi velha.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Rafael Oliveira
1 ano atrás

Infelizmente, eu consulto oftalmologistas com regularidade.
Não é uma questão de enxergar, é uma questão estética.
O Hércules é feio demais, em qualquer época. Atualmente ele é feio e demasiadamente velho, tal como uma antiga Kombi.
Você consegue imaginar o Rafael. o Michelangelo ou qualquer outro gênio das artes “pintando” algo como o Hércules? Esse “nariz” e esses “vidros” quadrados?

horatio nelson
horatio nelson
1 ano atrás

afinal de contas, serão entregues a fab 28,30 ou 32 ou 31?

Jose Cleudo Oliveira da Silva
Jose Cleudo Oliveira da Silva
Reply to  horatio nelson
1 ano atrás

A encomenda original são para 28 aviões!

luiz A silva
luiz A silva
1 ano atrás

Nao seria uma boa direcionar alguns destes avioes KC-390 para o Exercito? Nao entendi o porque todos os avioes vao para a FAB. O exercito tambem tem helicopetros e suporte aerio. Na verdade acho que e a forca militar mais presente em todas as partes do gigante territorio brasileiro. O que voces acham ?

Jose Cleudo Oliveira da Silva
Jose Cleudo Oliveira da Silva
Reply to  luiz A silva
1 ano atrás

Luiz A Silva, também acho que o nosso Exército poderia ter ao menos 4 dessas belas aeronaves, e a Marinha também. Só não sei se teriam como manter e haveria necessidade para tal.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Por esse sua lógica estaríamos todos ainda dirigindo Ford Modelo T e voando em DC-3. Eles foram ícones, mas isso não os tornou insubstituíveis.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Amigo, por sua explanação o C-130 é a aeronave definitiva, assim como no seu exemplo o copo é uma objeto definitivo, vc não considera a evolução tecnológica que chega p/ tudo. Minha comparação foi muito clara c/ objetos que se destacaram tanto em suas épocas que eram então, incontestes exemplos de excelência, mas como tudo na vida foram superados, o C-130 não está imune a isso. O KC-390 é mais veloz e leva mais carga ( 26t centralizada ou 23t distribuída, numa cabine c/ maior espaço livre, sem estruturas de junção das asas ) isso não pode ser relevado, pois… Read more »

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Desde quando dados de desempenho, dimensões e constatação de escala de utilização de aviônicos e motores não são fatos. O que, obviamente, me referi a provar é quanto a ser substituto do C-130 em termos de ser o próximo passo no papel de cargueiro e reabastecedor de médio porte, ser a nova aeronave a ser batida pelos concorrentes quando partirem p/ novos projetos, ser a referência do mercado, o que não significa necessariamente ser o dono do mercado, mas ser o melhor tecnicamente, que inclui confiabilidade e robustez – itens a serem comprovados.

marcelo baptista
marcelo baptista
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Caro Roberto, não foi desenvolvido nada que pudesse substituir o copo, pelo menos não ainda. Já no caso do C-130, acabou de aparecer um substituto. eheh.

Delfim
Delfim
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Aposto que se a Boeing apostar no KC-390 sua previsão não se concretizará.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Olá Roberto. Concordo com o “primeiro”. Já o “segundo” eu precisaria ler a resposta do Delfim.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Caro Santana, respeito sua opinião, mas discordo bastante. Até entendi a intenção da sua metáfora, mas em termos de mercado (que é um dos cernes do seu argumento) não faz sentido. Outro dia vi no museu um 14bis, um avião. E avião continua sendo produzido e utilizado. C-130 é um modelo, dentro de uma categoria de avião. O modelo do copo egípcio e seu fabricante continuam sendo produzidos? Pouco provável. O KC-390 não será mais vendido que o C-130 por uma única razão: reserva de mercado. Se for por qualidade do produto, o KC-390 é melhor, inclusive, mais barato do… Read more »

Mauricio R.
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

Só no Brasil, afinal por aqui só pode se for Embraer.
No restante do planeta ainda vale o óbvio:

Uma aeronave com somente 35 exemplares entre encomendados, construídos, um devidamente estropiado, nunca será mais barata que outra com mais de 400 exemplares vendidos.
E o interesse, ou a falta dele, pela Boeing, pouco tem a ver com isso.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  GFC_RJ
1 ano atrás

O Hércules é uma máquina du k…ho. Poucos põem isto em dúvida. Apenas que o “Zeus” poderá entregar mais capacidades. Com certeza a LM está quebrando a cabeça hoje para melhorar ainda mais o 130J por conta da nova concorrência. E isso é excelente para a indústria. Apesar de, de fato ser uma tendência, nem sempre há a correlação positiva de mais caro é melhor. E quando falo em custo não falo somente da aquisição. Falo do custo de todo o ciclo de vida da aeronave. Conforme já publicado, o custo de aquisição de um F-16 é cerca de 20%… Read more »

Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

Avião brasileiro, feito com dinheiro brasileiro, tecnologia e mentes nacionais, por uma empresa na época majoritária nacional e agora vendido a Boeing por 6 bilhões de dólares. Empresa que ano passado tinha em carteira mais de 54 bilhões de dólares em compras firmes e opções de compra. É um conflito de emoções, ao mesmo tempo em que fico eufórico com a capacidade da engenharia nacional, fico triste com os desmandos e “covardia” de nossos governantes. Ainda acho que se houvesse vontade a Embraer poderia ter desenvolvido e fabricado um caça 4,5 G nacional baseado no AMX (AMX-MK2). Sem precisar dessa… Read more »

Sergio
Sergio
1 ano atrás

Finalmente eis nosso calcanhar de Aquiles…….

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 ano atrás

É pai… Com chegada dele começa a despedida do “Gordo” nos esquadrões da FAB… Bem vindo KC-390.

Allysson Silva
Allysson Silva
1 ano atrás

Teremos Gripen no 7 de setembro? Em um twitt o Ronaldo Caiado acabou de afirmar que os “Gripen começam a chegar amanhã”. Será?

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Allysson Silva
1 ano atrás

tbm vi isso pode ser q tenhamos surpresas por ai…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
1 ano atrás

Parabéns ao Brig R1 Zavaroni, que, como primeiro Chefe do Projeto na COPAC, em 2009, como Coronel, idealizou e coordenou vários workshops com os futuros usuários, os quais desenharam o conceito dessa formidável aeronave, fazendo com que o projeto original fosse, praticamente, refeito. Pois o projeto inicial da EMBRAER era um arremedo de avião de transporte tático.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Rinaldo Nery
1 ano atrás

Um arremedo concebido para criar o interesse da FAB. E cumpriu o seu papel. A ideia do KC390 nasceu dentro da Embraer, e evoluiu e se tornou o que é graças aos excelentes profissionais da FAB, profundos conhecedores das necessidades operacionais e do competente time da Embraer que as transformou em um produto.

Delfim
Delfim
Reply to  Rinaldo Nery
1 ano atrás

Sim, eu lembro da matéria da RFA, o projeto inicial aproveitaria asas e empenagens do E-190.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
1 ano atrás

Fantástico! Dia histórico para o Brasil e a FAB.
Já tem nome,designativo na Força?

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

To com a mesma duvida, vao dar um nome pra ele?

Luiz Floriano Alves
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

Colegas agradeço os esclarecimentos de que os CASA substituem os Buffalos. Ainda acho que são excelentes aviões. Falta lhes a condição de STOL. Se não precisamos no interior é porque essa necessidade é suprida por helicóptero e pequenos aviões tipo de garimpo, que pousam nos locais mais incríveis. Aeronaves com muitas limitações de tonelagem e raio de ação. Mas ainda temos muito chão para desbravar e dar cobertura com nossas FA.

Diego
Diego
1 ano atrás

Já coloca ele na Amazônia para apagar incêndio, e de quebra fará uma grande propaganda. Mostrando que somos responsáveis, daremos conta de cuidar da Amazônia sem ajuda externa.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Diego
1 ano atrás

Será que teremos a versão Bomber? Ou patrulha naval, equipado com radar de combate, MAD, fáróis noturnos, lancha inflável paraquedista, e cabides para integrar missil Harpoon (MANSUP)?