Home Aviação de Caça MBDA assina contrato de 200 milhões de euros com o Brasil para...

MBDA assina contrato de 200 milhões de euros com o Brasil para fornecer 100 mísseis Meteor

14052
182
Míssil MBDA Meteor Beyond-Visual Range (BVR)

A fabricante de mísseis europeia assinou um contrato no valor de cerca de 200 milhões de euros com o Brasil para o armamento do caça Gripen NG. A MBDA fornecerá à Força Aérea Brasileira cem mísseis ar-ar Meteor

Segundo nossas informações, a MBDA assinou um grande contrato no Brasil para o armamento do caça Gripen NG, que deve ser comissionado na Força Aérea Brasileira em 2021/2022. A fabricante europeia fornecerá um primeiro lote para a força aérea, muita limitada em termos de orçamento, de uma centena de mísseis ar-ar Meteor. O contrato é avaliado em cerca de 200 milhões de euros, sendo a parte francesa de cerca de 15%. Em outubro de 2018, a Saab realizou pela primeira vez um voo de teste com uma aeronave Gripen E equipada com o míssil ar-ar Meteor, que também equipa o Eurofighter e o Rafale.

O Brasil será, junto com a Suécia, o primeiro a usar a nova geração de caças da Saab. O grupo sueco anunciou em 2014 que havia finalizado a venda de 36 aeronaves Gripen NG no Brasil por 4,28 bilhões de euros e iniciou a cooperação industrial, incluindo uma transferência de tecnologia por 10 anos. O contrato abrange 28 aeronaves de um só assento e oito aeronaves de dois assentos.

Caça Saab JAS 39E Gripen voa com mísseis Meteor
Caça Saab JAS 39E Gripen com mísseis Meteor

MBDA em boa forma
Dezoito anos após sua criação, a MBDA está crescendo. Em 2018, a fabricante europeia de mísseis obteve 4 bilhões de euros em pedidos, elevando sua carteira de pedidos a níveis recordes (17,4 bilhões de euros). Sucessos que permitiram à MBDA registrar 2,5 bilhões de euros em pedidos (contra 1,6 bilhão em 2017) de seus clientes nacionais (França, Reino Unido, Itália e Alemanha) e 1,5 bilhão de euros para as exportações (em comparação com 2,6 bilhões em 2017).

O faturamento de negócios de mísseis continua a crescer, chegando a 3,2 bilhões de euros. São cinco anos de atividade. A MBDA também registrou bons resultados financeiros com uma margem operacional de quase 10%.

FONTE: La Tribune

182
Deixe um comentário

avatar
47 Comment threads
135 Thread replies
3 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
88 Comment authors
Srgt UilhaToni RamosFsMFsMGiovani Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guacamole
Visitante
Guacamole

Um dia antes do meu aniversário, uma excelente notícia: uma versão aerolançada do Matador está sendo testada no F5.

Um dia antes do meu aniversário, uma péssima notícia: não só a notícia foi desmentida, o governo prefere pagar 200 milhões de EUROS em misseis estrangeiros do que usar esse dinheiro para desenvolver o míssil aqui.

Alguém aqui faz ideia de quanto é 200 euros em reais? Paga o programa e sobra dinheiro para comprarem lagosta e vinho com premiação internacional para comemorar…

Fernando Garcia
Visitante
Fernando Garcia

Hahaha. Aniversariamos no mesmo dia.

Guacamole
Visitante
Guacamole

Podem dar thumbs down.
Não vai mudar o fato de que nossas forças preferem comprar produto de fora do que pesquisar aqui dentro.
200 milhões de euros. Nenhum centavo pro Brasil.

E eu aqui de boas, esperando os “jóinha pra baixo” lol

Juan Soares
Visitante
Juan Soares

>10/10 qi

Guacamole
Visitante
Guacamole

Tentando greentext em um site de defesa?

Marcos10
Visitante
Marcos10

Simplesmente porque é mais fácil fazer um empréstimo lá fora para comprar qualquer coisa, porque aqui nunca há/haverá orçamento.

RENAN
Visitante
RENAN

Guacamole Por favor reflita a guerra é travada com aquilo que se tem no momento. Portanto primeiro é necessário ter algo bom para fazer frente ao inimigo, compras de prateleiras. Quando sua defesa estiver postada e em condições de levar um conflito a mais de 1 ano em caso de guerra com seu possível inimigo, é sinal que você poderá investir em desenvolvimento tecnológico próprio. Hoje temos o que BVR para 100km de alcance? Por este o motivo de se comprar de prateleira. E com o tempo (20 a 30 anos) iremos desenvolver algo similar. Não podemos ficar esperando todos… Read more »

José Airton
Visitante
José Airton

Resumiu bem amigo!

JT8D
Visitante
JT8D

Calma amigo, ainda há motivo para comemorar. O Meteor não é apenas um míssil BVR. É o melhor do mundo. Se nem EUA e Rússia ainda conseguiram fazer um BVR tão bom, nós ainda levaríamos várias décadas para chegar neste nível. Então, hoje o Meteor não concorre com nenhum projeto brasileiro. É, isto sim, uma arma necessária no atual cenário geopolítico regional. Então relaxe e aproveite seu aniversário

Edson Medeiros De Almeida
Visitante
Edson Medeiros De Almeida

Sim ,poderia até usar um pra pesquisar.e assim ficaria mais fácil desenvolver um nacional

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Aproximadamente 900 milhões de reais.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Defesa não tem preço, simplesmente gastaram em um tipo de arma que se não é o mais importante é um dos mais nos minutos iniciais de uma guerra. Se trocassem todos os FALs do exército por FN Scar não traria 10% desta vantagem.

FsM
Visitante
FsM

Achou ruim? Eu achando que íamos de I-DERBY…

Diogo
Visitante

Guacamole, você está vendo a dureza que é pra se desenvolver um míssil inteiramente nacional como o MT-300 ou MANSUP. Veja bem não estou falando nada do Brasil, apenas estou contastando q é uma coisa extremamente complexa. Como vamos desenvolver um trambolho desses pra ontem? não dá é impossível. Nossos engenheiros são capazes de tudo, mas aí é sacanagem. De que adianta comprar o Gripen e não comprar o meteor? seria, simplesmente, jogar todo esse esforço que foi feito na lata do lixo. Para ficar mais claro: seria como contratar o melhor sniper do planeta pra me defender e dar… Read more »

Guacamole
Visitante
Diogo
Visitante

estes mísseis estão sob desenvolvimento e já são muito, mas muito inferiores ao meteor…de uma pesquisada super trunfo aí, acabei de pesquisar aqui tbm

Fligth_Falcon
Visitante
Fligth_Falcon

Quando vão ser disponibilizados operacionalmente e integrado a aeronave?

Edson Medeiros De Almeida
Visitante
Edson Medeiros De Almeida

Por que aqui se fizessem uma parceria entre os pesquisadores e empresas (todas,)que estão desenvolvendo algo parecido. Ficaria mais fácil, Marinha, exército e aeronáutica,avibras,e universidades.

Flanker
Visitante
Flanker

Pelo câmbio atual, ao redor de 900 milhões de reais. Mas, se fosse desenvolver aqui, demoraria quanto? Custaria quanto? Teria desempenho ao menos parecido? Teremos um dos melhores mísseis BVR do mundo, senão o melhor!

Guacamole
Visitante
Guacamole

Se o pensamento é esse mesmo, melhor então abandonar o Matador e comprar míssil de cruzeiro da Russia ou da China uma vez que fazem em larga escala e isso amortiza o valor da compra.

Roberto Medeiros
Visitante
Roberto Medeiros

GUACAMOLE, Se nem os americanos e os russos conseguiram ainda desenvolver um míssil do nível do METEOR, vc acha q nós levaríamos quantos seculos para isso? E a q custo? Melhor opção no momento é comprar o q tem pronto. E peloamordeDeus… comparar os mísseis BVR da Denel com o METEOR, é o mesmo q comparar um T27 com um GRIPEN…

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Sim, é melhor comprar de fora e de prateleira. a Turquia vem desenvolvendo bons misseis e, neste caso, talvez recebêssemos o armamento ao invés de sumirem as notícias de repente e depois de dois anos um comunicado de uma página anunciar que o programa foi “descontinuado”.

Carlos
Visitante
Carlos

CONCORDO ,!!
E NEM TUDO ESTÁ DISPONÍVEL PARA A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA , MAS MESMO ASSIM TEREMOS UMA MUNIÇÃO DE PONTA , ELEVANDO A FORÇA AÉREA BRASILEIRA A UM PATAMAR JAMAIS VISTO PELOS BRASILEIROS –
PARABÉNS A F.A.B

Srgt Uilha
Visitante
Srgt Uilha

munição de ponta dependendo do inimigo, pq se algum pais da europa quiser explorar o petróleo to pre-sal ou invadir a amazônia, certamente q esse missil não vai funcionar.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Em conjunto com a Rafael de Israel nas versões já operada por eles, muito mais lógico.

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

Claro, animal! Porque o Brasil vai conseguir desenvolver um míssil do nível do Meteor com apenas 200M de euros e em poucos anos…
No lugar de cérebro sua cabeça deve ter guacamole.

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Botar o $ para desenvolver o míssil aqui? Que iria sair lagosta e vinho isso é certo. Já o míssil teria o mesmo destino do MAR-1, do Torpedo Pesado Nacional, do Osório, do A-Darter fabricado no Brasil, do Vant nacional e tantos outros programas. É muito mais barato comprar de prateleira e, por incrível que pareça, recebemos as armas (e já fui defensor da pasquisa/produção nacional como você, mas me decepcionei).

Roberto
Visitante
Roberto

Concordo plenamente , com o que se gasta com transf. de tecnologia daria para comprar o dobro e ainda sobra dinheiro . Mas o Brasil com sua mania de grandeza quer desenvolver aqui sendo que depois que se desenvolve não temos cadência de produção , simplesmente porque não usamos o amamento ( ainda bem ) .

Srgt Uilha
Visitante
Srgt Uilha

recebemos armas que só server para exibir, pq quanod a inglaterra vier aqui atras dos nossos recursos eles apertam 1 botão e nada vai funcionar.

elcimar marujo
Visitante
elcimar marujo

melhor ficar com seu aniversário mesmo..kkk até se atingir aqui a tecnologia que existe no Meteor.
vc vai ta muito..mais muito velhinho mesmo..kkkkk

Dalmo
Visitante
Dalmo

Caso o Brasil optassem em desenvolver aqui, levaria 50 anos pra conseguir.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

VC faz ideia do quanto é para desenvolver um Derby? imagina um míssil da qualidade e tecnologia do Meteor…

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

Guacamole, boa tarde. Primeiro, por que você se preocupa tanto com as descurtidas? Todo comentário você menciona isso. Segundo, por que a FAB, ou alguma das outras forças, tem que ser o núcleo único de preocupação em pesquisa e desenvolvimento nesse país? No MEC ou no MCTI, pesquisa é uma pequena rubrica orçamentária dentre várias outras. E o pior, frequentemente contigenciadas. E isso, há décadas e décadas. No Ministério da Saúde, a mesma coisa. Não vou citar todos os exemplos, mas é bem claro que o executivo, historicamente, pouco se preocupa com isso. Ainda no executivo, poucas universidades se destacam… Read more »

GFC_RJ
Visitante
GFC_RJ

P… dissuasão!!!

Kemen
Visitante
Kemen

Exelente compra, poderiam até ter comprado mais, mas acredito que a importação dos 400 Python III (1998/2000), 200 Python IV (2010/2015) e os 200 Derby (2006/2010) também poderiam estar integrados nos Gripen, além das 150 Lizard (2913). Eventualmente alguns já podem ter sido disparados e temos também misseis e bombas nacionais anteriormente adquiridas…
Obs: Temos também 100 AIM-9D com a Marinha desde 1998

Kemen
Visitante
Kemen

Esqueci que os misseis da Marinha na realidade foram modernizados para AIM 9H

Juarez
Visitante
Juarez

Estes mísseis liberalmente caducaram.

Kemen
Visitante
Kemen

Se passaram por revisões técnicas, podem ter sua vida extendida, não acredito que os F-5M estejam sem misseis disponíveis, não se informam as revisões ou extensões de vida útil dos misseis que muitos paises fazem. Colega, isso é como munição se bem estocada dura aaaanos, se mal estocada não dura um ano.

Flanker
Visitante
Flanker

O Juarez se referiu aos AIM-9H da MB.

Juarez
Visitante
Juarez

Me referi aos AIM 9H da MB

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

No Brasil vai durar seis meses.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Foram renovados/repotencializados ?

Ricardo
Visitante
Ricardo

Acho que os Python III estão velhos demais, tem vinte anos de aquisição. Não sei o que a FAB vai fazer com eles, se puderem ser modernizados tudo bem, mas caso não o melhor é tentar vender.

Juarez
Visitante
Juarez

Cara,de onde tu tirou estes números de Python e Derby, pois não chegam.bem perto da realidade.

Kemen
Visitante
Kemen

Colega, retirei do controle internacional de fornecimento de armas. Me diga então qual é a realidade se você sabe e de onde tirou.

Juarez
Visitante
Juarez

Sei, da realidade operacional. A FAB jamais teve este número de mísseis, jamais sequer se disparou um Derby seja real ou de treinamento. Cara, aprende, estes números verdadeiros não estão disponiveis no Sipri, na Wiki e nem pqp, isto e um dos itens de segurança maus bem guardado.

ALEX TIAGO
Visitante

Juarez. Boa noite tenho quase certeza que vi no site do SIPRI as 200 unidades do derby para o Brasil além de algumas wikipedia ex: a wiki do phiton 3 tem menção de várias aquisições do Brasil de diversos mísseis porém wikipedia não é uma boa referência acho melhor o site do SIPRI.

Alex Tiago
Saudações

Kemen
Visitante
Kemen

Python III que foram entregues entre 1998 e 2000. Não entendo porque tem gente aqui querendo menosprezar a FAB, que é a melhor força aérea da América central e Sul, não em meios de combate na atualidade, mas em organização e adestramento, reconhecida internacionalmente.

FsM
Visitante
FsM

Sendo realista contigo amigo. A FAB comprou 120 mísseis PYTON 3 para substituir os AIM9 , depois comprou 44 mísseis Piranha A, e por fim 38 mísseis DERBY , este último lembro até o valor , 21 milhões de dólares. Tanto os AIM9 como os Magic e Matra R530D estão desatualizados e fora de condições de uso. Boa parte dos Piranha já foi gasto em tiros reais . Mísseis podem ser recondicionados e ampliada sua validade de uso, mas uns já são tão antigos que não vale a pena. Só não sei a quantidade de Pyton 4. Por isso me… Read more »

Kemen
Visitante
Kemen

Juarez, afinal esta se referindo a realidade operacional ou à compra de armas? Esta pisando na bola esses dados são retirados dos contratos de compra de armas feitos com entidades oficiais dos governos, o que não consta ali são os repasses ilegais de armas de quem comprou legalmente e entregou ilegalmente a grupos terroristas e organizações para-militares.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

É muita pedra pro caminhão.

Cássio Silva
Visitante
Cássio Silva

As informações (quantidade) de mísseis ar ar, não é por demais estratégica para ser divulgada?

Fabio
Visitante
Fabio

Esse número de 200 Derby não existe , foi um erro de reportagem. Acredita se que o número não passe de 50 unidades e quase todos esses números estão bem acima da realidade.

Kemen
Visitante
Kemen

Então pagaram por 200 e receberam apenas 50? É isso que afirma colega!

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Nenhuma surpresa se for isso mesmo.

Kemen
Visitante
Kemen

Wilson, os contratos envolveram a compra de 200 Derby e não foram cancelados ou modificados. Para tirar qualquer dúvida é so fazer as contas, quantos F-5M existiam na época e dividir os misseis pelos aviões, vera que ainda eram poucos…mas de qualquer forma foram comprados outros misseis também. Ter caças sem ter um bom número de misseis é o mesmo que não ter aviões.

FsM
Visitante
FsM

Errado esses números. Foram apenas 120 mísseis Pyton 3 comprados , e os outros números tão ainda pior. Só 38 mísseis Derby é algo semelhante de Pyton 4. Todos AIM9 já estão fora de validade e obsoletos.

Beserra(FN)
Visitante
Beserra(FN)

Excelente notícia.

Agora sim, faz todo o sentido investir do Marlin junto a Denel, pois agora já teremos a ponta da lança de dissuasão.

O Marlin é algo para daqui a 10 anos.

Adsumus

Juarez
Visitante
Juarez

Cidadão esquece esse troço de Marlin o A Darter já deu stress com até Ribas com os Africanos

Marcelo
Visitante
Marcelo

para voce desenvolver qualquer coisa da stress…melhor comprar pronto ne? de preferencia americano.

Marcos Cooper
Visitante
Marcos Cooper

MBDA é americana? Acho que não… Cada um que aparece.

Marcelo
Visitante
Marcelo

nao me referi a compra do Meteor, Marcos…que alias apoio totalmente.
Abraco

Marcos Cooper
Visitante
Marcos Cooper

Então desculpe- me Marcelo. Só imagino que com uma noticia dessa para a FAB não vem ao caso mais uma briga entre defensores dos EUA e da Rússia. É hora de parabenizar a Força Aérea.

Marcelo
Visitante
Marcelo

Sim! Eh uma excelente noticia! O que suporto eh que podiamos participar do Marlin, veja como sao caros esses misseis. Agora que estaremos (bem) armados, temos tempo para desenvolvermos algo com mais controle nosso e talvez, mais barato.

Beserra(FN)
Visitante
Beserra(FN)

A verdade é que faltou dinheiro de ambas as nações, não foram dificuldades técnicas. Se existir regularidade nos investimentos, os números do Marlin são ambiciosos.

Adsumus

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Exato, falta grana e do lado de cá estamos num rombo no orçamento de R$ 250 Bi, basta ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

O astronauta está tentando, pero no tememos Plata.

jose carlos cunha
Visitante
jose carlos cunha

Falou certinho a data, mas a bola da vez agora é o A-Darter

FighterBR
Visitante
FighterBR

E aparentemente, o Brasil conseguiu comprar o Taurus KEPD 350. Pelo que fiquei sabendo, tinha sido barrado um tempo atrás.

Hugo Vigneron
Visitante
Hugo Vigneron

Essa mais alguém viu ?

Eduardo
Visitante
Eduardo

Uma unidade do KEPD 350 consta por EU 950.000,00 é muita areia para nosso caminhão, não é não? Isso tem cara de fake

ALEX TIAGO
Visitante

Acredito que não é muita areia não amigo o metrô e custou mais de 2x esse valor. É possível que seja verdade mas eu ainda não obtive essas informações em lugar algum mas não quer dizer que seja fake o pessoal aqui os frequentadores costumam ter diversas fontes e eu acredito que no momento certo seja divulgado alguma coisa.

Eduardo
Visitante
Eduardo

Aguardar para ver, é uma arma pdoerosa, mas 1 missil = ao metrô que você falou , não sei se cola hein. Se for comparar com Belo Monte fica irrisório (+30Bilhoes a usina) esse é o tipo de comparação que não diz nada, comparar laranja com banana.

Adriano RA
Visitante
Adriano RA

Parece ter sido o mesmo valor pago pela Espanha.

JOAO
Visitante
JOAO

Boa notícia! Pelo menos para a FAB as coisas estão andando. Parabéns! Aí, ajudem lá o pessoa da MB pq pra lá as coisas andam brabas.

Bavarian Lion
Visitante

Um alívio. Pensei que iam entrar na aventura com a denel.

JT8D
Visitante
JT8D

Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Somos sócios da Denel no A-Darter, mas compramos Iris-T para os Gripens. Uma coisa é para o curto prazo e outra para o médio/longo prazo

Marcelo
Visitante
Marcelo

perfeito, acho que seria uma boa ideia desenvolver o Marlin com eles, para o futuro e para servir como 2a linha, mais barato.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Que alívio Júnior ?

De onde sairá esses quase R$ 1 No ?

Estamos num rombo no orçamento de R$ 250 Bi.

Acorda Amigo.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Estão aí os “caninos” do nosso Sukhoi killer….
Parabéns pela aquisição.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Sukhois que deram vexame no embate da India com o pakistão

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

200 milhões por 100 mísseis BVR de última geração. Me pareceu um preço em conta´´. O nosso Gripen ganhou um belo par de garras.

Fernando Garcia
Visitante
Fernando Garcia

7,6 milhões de reais aproximadamente por cada míssil . Confere?

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Na famosa conta de padaria, sim.
Mas, embora pareça caro, é um míssil de 7 milhões pra derrubar caças de mais de 80 milhões. Custo X benefício

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Na década de 80 um Phoenix AIM-54 custava 2 milhões de dólares pra US NAVY.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Ainda preferiria a compra de aim-120 C-7s ou Ds, porque poderiam ser comprados via FMS.
Essa compra do Meteor no meu ver só seria boa se os europeus nos desse um financiamento comparável ao FMS.

Rafael
Visitante
Rafael

Os Americanos jamais nos venderiam a versão C7 e D já que o F/A-18E não levou o FX2 e não somos membros da OTAN .

FighterBR
Visitante
FighterBR

Venderiam sim. O pacote de armamentos do F-18 constava a versão C-7.

Marcelo
Visitante
Marcelo

se nao me engano eram da versao C5.

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Só venderiam o C-7 para empurrar o F-18, era o grande argumento de vendas mas estavam limitados a 2 por avião.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Wilson.
Não sei da onde tirou isso.
Qualquer venda de misseis eles aceitariam, não perderiam um cliente por que a plataforma é outra.
So teríamos restrições se fossemos um governo hostil.

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Dois misseis AIM-120 C7 e radar APG-79 ano pacote. Esta era a proposta americana para o FX-2.

Augusto L
Visitante
Augusto L

A varios paises que não são membros da Otan que operam as versões C-7 e D.
Inclusive agora que o Brasil é aliado extra-otan dos EUA.
E os Araam ja estão integrados ao Gripen.

Roberto Medeiros
Visitante
Roberto Medeiros

Entre AIM120, seja qual for a versão e o METEOR, o segundo é claramente superior.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O AIM-120 D não é tão inferior.
Ele tem um alcance inferior, mas tem coisas que o Meteor não tem, salto de frequência, radar duplo sendo um milimetrico e ainda se espera que no futuro tenha um AESA, sem contar que tem data-link 2 vias, home in jam, arquitetura do software aberta, capacidade de araque por cima.
A vantagem do Meteor é so no alcance e não passa de uma vantagem marginal.

Beserra(FN)
Visitante
Beserra(FN)

Muito longe da verdade Augusto. Metade da vantagens que você apontou para o 120D o Meteor também possui, além de vencer no alcance, na velocidade, manobrabilidade, tem o maior “no scape zone” até hoje de uma arma ar-ar. A vantagem é muito grande.

Adsumus

Augusto L
Visitante
Augusto L

A manobrabilidade do Araam é maior, e a velocidade do Meteor, não é maior, ele só a sustenta por mais tempo, devido ao motor ramjet.
A NEZ não é muito maior.
A NEZ da versão D é fde 45-55km a do Meteor 50-60 km.
Quanto ao que falei, sobre as capacidades do Araam, acima, somente o data-link 2 vias e o home in jam é que o Meteor tem, portanto, não é metade.

Mateus Lobo
Visitante
Mateus Lobo

A velocidade e manobrabilidade do AIM só é maior enquanto queima o propelente, a segunda fase da sua trajetória ele faz através da inércia e energia potencial gravitacional, por isso ele perde velocidade e principalmente manobrabilidade, por isso o NEZ do Meteor é praticamente 2x maior que o do AIM. Se fosse uma corrida até 50km o AIM estaria na frente, aos 80km o Meteor o alcançaria e o ultrapassaria.

Augusto L
Visitante
Augusto L

A NEZ não é 2x maior, Santo DEUS, ja há coloquei acima.

Mateus Lobo
Visitante
Mateus Lobo

O requisito mínimo do projeto do Meteor era de um NEZ três vezes maior que o AIM-120B que é de 20km, o requisito foi alcançado e superado, diversas fontes citam o NEZ do Meteor entre 60km e 100km.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Existe só o AIM-120b ?
Eu citei em algum comentário meu a versão B?
Estamos falando do ARAAM C7 e D, amigo.

Mateus Lobo
Visitante
Mateus Lobo

Você não citou, mas eu citei, qual o problema? Citei para mostrar o porquê do NEZ que você citou para o Meteor estar incorreto. A explicação do porque o NEZ do Meteor ser quase duas vezes maior que o AIM-120D está ali, você foi capaz de entender?

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Típico comportamento de força aérea medíocre. Aliás, mais medíocre os que aplaudem este tipo de atitude.

Minuteman
Visitante
Minuteman

A FAB compra o melhor míssil do mundo e o cara diz que ela é medíocre… Podem rir, a piada foi contada.

Flanker
Visitante
Flanker

Explique como armaríamos os F-39 com um dos melhores mísseis BVR do mundo de outra maneira? Desenvolver um, do zero? Participar do Marlin ( a compra do Meteor não é excludente)?

Bardini
Visitante
Bardini

Mediocre teria sido comprar Rafale a 9 bilhões e não ter dinheiro pra comprar míssil…

Marcos Cooper
Visitante
Marcos Cooper

Dá até nojo desse tipo de comentário!

sagaz
Visitante
sagaz

Típico comentário medíocre, vazio, sem argumentos.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Falou o cara com a foto do Duque de Wellington. poe o Duque de Caxias ai.

Felipe Morais
Visitante
Felipe Morais

Cara, qual é a tua pretensão aqui?
Ta sempre reclamando.
Nada é bom o suficiente.
Ta parecendo aquelas crianças birrentas, se não foi do seu jeito, nada mais presta.
Chega cara. A concorrência já acabou. Não deu Rafale.
Pare de choramingar em toda oportunidade que tem.

Rafael
Visitante
Rafael

Ótima notícia. Agora sim vamos ter um míssil BVR digno de equipar o Gripen EBR para defesa aérea.

Mauro
Visitante
Mauro

Agora sim… não há a menor dúvida que temos sim um Sukoi killer.. esse míssil é o BVR supra sumo da OTAN… é o que a RAF está instalando nos seus F-35…

Flanker
Visitante
Flanker

Armas ar-ar do F-39: – Iris-T ( anunciado naquele pacote de armas logo após o anúncio do contrato do Gripen com a FAB) – Meteor ( noticiado agora) – A-Darter ( em fase final de desenvolvimento e já anunciado que será usado pelo F-39) – Python 4 ( já temos hoje nos F-5M e teremos por um bom tempo ainda, sendo que é uma das armas listadas no projeto do F-39) – Derby ( já temos hoje nos F-5M e teremos por um bom tempo ainda, sendo que é uma das armas listadas no projeto do F-39) Armas ar-superfície do… Read more »

Roberto Medeiros
Visitante
Roberto Medeiros

O bichinho tá armado até os dentes!

Bruno
Visitante
Bruno

Excelente noticia, poderia vir uns kepd juntos rs
Alguem sabe a validade desses meteor?

Cássio Silva
Visitante
Cássio Silva

Essa informação ( quantidade), não é por demais estratégica para ser divulgada?

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

A lógica por trás da divulgação disso é dissuasão, além, óbvio, de sermos uma democracia com certo grau de transparência.
É melhor seu vizinho saber o que você tem pra não se engraçar do que ele achar que dá conta e te dar prejuízo, mesmo tomando uma surra.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Tudo novo!
Tudo de primeira linha!
Quase tudo inacreditável!
Parece que tô sonhando!

Flanker
Visitante
Flanker

E ainda: até esse outro míssil ficar pronto, como armaríamos os F-39 com um míssil BVR?

Maurício.
Visitante
Maurício.

Já que não temos um BVR nacional, nada mais justo equipar o Gripen com o melhor míssil BVR que existe atualmente, seria muita sacanagem deixar o Gripen apenas com o perna curta do Derby.

Marcelo.
Visitante
Marcelo.

Parabéns a FAB, que NUNCA em toda sua história teve uma capacidade de dissuasão similar.

Roberto Medeiros
Visitante
Roberto Medeiros

Cara, vc disse tudo em poucas palavras.

jose carlos cunha
Visitante
jose carlos cunha

Poder da dissuasão, olha eu tenho, não venha me encher os picuás ok.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Mais uma pergunta de leigo: esse valor não é muito alto? são mais de 8 milhões de reais por unidade. Levando em conta que não é raro se disparar dois misseis para cada alvo, são 16mi em voo… É isso mesmo?

Juarez
Visitante
Juarez

E muito barato, se o número de mísseis da notícia estiver correto. Um BVR top custa tanto quanto um bom míssil anti navio.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Quem vai pagar ?

De onde sairá o dinheiro ?

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

meu vizinho falou que ficou de avalista

Minuteman
Visitante
Minuteman

Em um combate você prefere que a FAB derrube um caça agressor com 1 míssil de R$ 8 milhões? Ou perca um caça de mais de R$ 230 milhões? Sem falar que esse míssil dificilmente errará o alvo no primeiro tiro, como a MBDA diz, “qualquer manobra evasiva será virtualmente inútil”.

jose carlos cunha
Visitante
jose carlos cunha

Quanto vale mesmo uma aeronave de caça??? Mesmo que seja sucatão.

Marcos
Visitante
Marcos

No mínimo uns 50 milhões. Sucatão mesmo

Observador
Visitante
Observador

Só dá uma certa dor no coração, que a venda dos nossos mirage 2000, terem servido para comprar apenas uns 2 mísseis desses. (Sei que não estava vendendo nem assim e etc…)

Leo Rezende
Visitante
Leo Rezende

Sem contar o prejuízo de quem perde um militar tão especializado quanto um bom piloto.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Ok, senhores, não estou pedindo para fazermos economia irracional, não é isso. Apenas queria saber se estava dentro do preço de mercado, comparado a produtos semelhantes. Sem dúvida é muito bom estarmos com material de primeira depois de décadas de improviso.

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Devemos esperar mais informações sobre o contrato. Por exemplo, não sabemos se inclui Misseis de treinamento, documentação, treinamento de pessoal, equipamentos específicos para manutenção/manuseio/armazenagem, só então poderemos dizer se foi caro ou barato.

willhorv
Visitante
willhorv

É mais ou menos o que imaginava….
“A fabricante europeia fornecerá um primeiro lote para a força aérea, muita limitada em termos de orçamento, de uma centena de mísseis ar-ar Meteor. ”
Outros lotes estão previstos….

filipe
Visitante
filipe

Com a escolha do Gripen, todos os paises concorrentes ganharam, a França ganha 200 milhões com os Misseis Meteor, a Italia com o Radar AESA Raven, os EUA com as Turbinas GE F-401 , os UK com avionicos , a Alemanha com o Canhão de 20 mm , O Gripen é um caça Multinacional.

Beserra(FN)
Visitante
Beserra(FN)

27mm é o calibre correto amigo Filipe.

MatheusMV
Visitante
MatheusMV

As metralhadoras do gripen são alemãs!!!!

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Ou seja 1 míssil por 2 milhões.
Com mais 200 milhões compraríamos mais 200 mísseis MAR-01 (se estivessem terminado e levando em consideração o valor proposto de 1 milhão ).
Uma dupla temível Meteor e matador.
Precisamos terminar mais esse projeto nacional.

Andrigo
Visitante
Andrigo

Nosso grifo terá dentes de tubarão.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Aproveita e põe na conta uns CAMM-ER para defesa aérea do país.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Ta ficando bem equipado,gostando de ver,imagina o dia que tivermos as 108 por aqui

Gabriel Ferraz
Visitante
Gabriel Ferraz

Sinceramente eu duvido que a Fab vá adquirir um segundo lote de gripens. Até pq hj em dia nos temos mais ou menos uns 25 f5 em condições de vôo e uns 15 amx na mesma situação. 36 gripens fazem valer pelo que temos hj umas 10 vezes

Alexandre
Visitante
Alexandre

Vão ter mais 2 lotes,porem,acho q o segundo so vai ser adquirido la pra 2021

Wilson Lobe Junior
Visitante
Wilson Lobe Junior

Com nosso orçamento primeiro o avião tem que voar e provar que faz tudo o que foi prometido. Depois se pensa em um segundo lote.

FsM
Visitante
FsM

Sendo realista acho que teremos um segundo lote de 36 Gripen e só. Mas 72 Gripen E/F armados com mísseis Meteor e A-Darter ou Iris-T já dá ao Brasil a vanguarda no poder aéreo na região. Ainda vão receber apoio dos E-99A modernizados. Teremos uma frota menor em número mas muito mais capaz. Só não acredito num terceiro lote do Gripen pois teremos que gastar ainda uma boa grana mais pra frente para garantir 12 escoltas novas para a MB além de mais alguns submarinos Escorpene BR . 72 Gripen é o suficiente para as bases onde estão os F-5… Read more »

Toni Ramos
Visitante
Toni Ramos

Nossos f5 nao servem p nada apenas treino, aprendizagem. Precisamos de mais avioes como Grippen. Senao vamos ficar dwvendo como sempre.
F 5 nossos infelizmente sao pecas de museu.

RENAN
Visitante
RENAN

Ótima notícia
Mas só acredito vendo
Vamos aguardar

Daniel
Visitante
Daniel

Basta alguém daqui (Ministério da Defesa) confirmar.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Esse é o tipo de brinquedo que nos coloca em nosso lugar de direito na América Latina: o topo.

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Exatamente!!! 😉

DSC
Visitante
DSC

Muita ignorância aqui vai… Mais uma vez aqui, tem pessoal falando que o METEOR “é O mElHoR MiSsIl Do MuNdO” como se soubessem já tudo sobre ele e todos os outros misseis Ar-Ar existentes…🤷‍♂️🤦‍♂️ O METEOR é sim um dos melhores misseis de médio/longo (ish) alcance do mundo hoje. Mas ninguém aqui pode afirmar na boa que é o melhor. Porque simplesmente ninguém aqui tem informação/dados suficientes pra isso. E do que sabemos o METEOR é sim como um todo, um pouco superior à maior parte dos AMRAAMs. Mas mesmo, claramente, 100% superior, e melhor que a versão D do… Read more »

Minuteman
Visitante
Minuteman

Ok engenheiro da MBDA, senta lá agora.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Dcs
Bela, análise, pena que o pessoal daqui é cego pelo histeria ufanista.
Até, entendo, não é td dia que a FAB, ou mesmo, nossas forças armadas recebem armas de primeira linha, mas o pessoal exagera, qualquer comentario que não siga a linha histérica de fuvor pela compra do Meteor é hostilazado, mesmo aqueles comentários mais técnicos

Bardini
Visitante
Bardini

Mas aí entra outro ponto chave: qual teria menos restrições de uso ou sofreria menos após o uso, contra um vizinho por exemplo?
.
AMRAAM ou Meteor?
.
Lembra do causo recente dos F-16 em que os indianos queriam incriminar os Paquistaneses, para que eles tomasse no furévis com as clausulas de contrato dos americanos?

Augusto L
Visitante
Augusto L

O Brasil não é o Paquistão.
Paquistão é um governo muito mais instável e está em um cenario onde, a India também importa aos EUA.
Já o cenario latino americano nos temos o Brasil como o pais mais importante e um governo pro-ocidental, que não tem ambições expansionista e tem uma visão semelhante ao EUA em muitos pontos.

Bosco
Visitante
Bosco

DSC,
Fiz um comentário semelhante ao seu.
Concordo com seu comentário.

Rafael Silva
Visitante
Rafael Silva

Estão achando 200 milhões de euros um absurdo. Porém esquecem que para criação do KC390 foi mais de 5 bilhões de reais. Se nações mais desenvolvidas não fizeram frente com o Meteor, nós muito menos faríamos algo com pouco recurso em tão pouco tempo. Meteor pode abater aviões de 100 milhões de dólares fácil fácil.

Daniel
Visitante
Daniel

Com a combinação Gripen E + Meteor daremos um imenso salto tecnológico e dissuasivo no cenário Latino Americano.

Sem dúvida retornaremos à vanguarda na AL, digno de país de primeiro mundo, com capacidade ímpar.

Leopoldo
Visitante

Saiu alguma nota a FAB ou da MBDA? Confirmando??

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Tenho uma questão para os entendidos. Li que o míssil tem uma “no escape zone” de 60 km. Imagino que essa “no escape” seja relativa, aumenta muito as probabilidades de kill, mas certamente não é absoluta. Nada o é. De qualquer modo, um míssil que custa tão caro assim, ainda que tenha alcance de mais de 100 km, talvez até 150 km, não faz sentido usar a distância maior que 60 km, certo? E ainda assim, que seriam esses 60 km? Sei que se as aeronaves estão em aproximação, uma da outra, ou se estão em perseguição, esses km são… Read more »

Mauro
Visitante
Mauro

A zona de “no espace” dele é de 62 nm, ou seja, 100 Km. Não se conhece seu alcance máximo, alguns sites especializados falam em 300 Km+.
Pode ser guiado por data link, regula até a velocidade e o consumo de combustível durante a trajetória.
Algo que é um consenso, é o melhor e mais avançado BVR do mundo atualmente.
A FAB com esse míssil, os Gripen e os E99 em uma situação real por aqui não praticaria combate aéreo, iria fazer faxina.

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Mauro, essa reportagem aqui faz a diferença. Dizendo que a NEZ seria menor. De apenas 60 km. https://www.defenseworld.net/news/24912/MBDA_Bags____200M_Meteor_Missile_Deal_for_Brazilian_Gripen_NG_Jets#.XP6OIBZKjIV

Bosco
Visitante
Bosco

Marcelo, Geralmente o combate BVR implica em pegar o alvo de surpresa. O alvo muitas vezes não saberá que está sendo engajado até que seja tarde demais. Por isso ocorrem engajamentos mesmo além da NEZ do míssil. O que não se tem como certeza é se o Meteor pode adotar o modo “loft” e implementar uma trajetória parabólica contra alvos no limite do alcance. Se ele não fizer isso seu alcance máximo seria menor que o do AIM-120D (180 km) e talvez até do C7 (120 km). Como o Meteor tem maior arrasto ele pode ter um grande NEZ mas… Read more »

Henrique de Freitas
Visitante
Henrique de Freitas

Olá pessoal, posso estar errado, mas jamais a FAB teve uma possivel capacidade de combate instalada desse nivel nas respectivas épocas temporais.
O conjunto que está se formando é TOP de linha mundial, acho que temos que comemorar e acreditar que estamos no caminho correto.
Com esse setup o Brasil entra em um patamar inédito e fundamental para se desenvolver outros projetos e também aprendermos o como fazer.
Parabens aos envolvidos.

Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

Seria excelente compra. Torcer p cheque ter fundo qdo for descontar e entregar.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Agora sim temos as garras do grifo

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Pergunto:
Contrato específico ou
faz parte do contrato/pacote do FX 2 ?

Daniel
Visitante
Daniel

Específico.
O FX 2 foi firmado com a SAAB.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Ei dinheiro desse contrato vem da onde ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Negativaram uma pergunta ?

Mofou…..

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Me digam se o número de unidades é esse mesmo pois por se tratar de informação classificada poderão ser até mais ou menos, está correto minha colocação?

Daniel
Visitante
Daniel

Uma pergunta de leigo.
Os radares Grifo dos nossos F-5 são capazes de lançar o Meteor?

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Não no limite de alcance da arma.
O alcance máximo do meteor é bem superior ao alcance de detecção do Grifo.

Alan Lemos
Visitante
Alan Lemos

A FAB ainda planeja comprar o A-Darter para combates de curto alcançe?

Bosco
Visitante
Bosco

O Meteor sem dúvida é muito bom e eu estou extremamente feliz pela escolha da FAB, mas realmente não é o melhor em tudo. O Míssil é fruto de um requisito europeu da década de 90 que exigiu um míssil com pelo menos 3 x a NEZ do Amraam (AIM-120A/B) que era de 20 km. Com certeza isso foi conseguido e para que o míssil mantivesse as dimensões reduzidas optou-se por uma propulsão aspirada tipo “motor foguete com duto” ou “foguete incrementado com ar” ou pra simplificar “ramjet sólido”. O mesmo poderia ter sido conseguido utilizando um motor maior ou… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Me espantei com essas quantidades de mísseis adquiridos pela FAB. Acho que não estão corretos. Vou perguntar ao Diretor da DIRMAB.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Agradecemos, pode acrescentar a fonte dos recursos ?

Estão disponibilizadas ou contingênciados ?

FsM
Visitante
FsM

Provavelmente será a única para todos os F-39 já adquiridos e os futuros. Sabemos como é caro este missel.

Daniel
Visitante
Daniel

O fato do motor do míssil gerar fumaça tem a ver com as circunstância do ambiente, tal como temperatura e altitude?
Pergunto isso porque todas as fotos que vi do Meteor em voo há um rastro de fumaça, o que facilitaria sua detecção visual.

Giovani
Visitante
Giovani

Lembrando que a escolha e compra desses 36 Caças já dura 20 anos, 20 ANOS!!
E ainda vão mais uns 2 até o primeiro aparelho chegue por aqui.

FsM
Visitante
FsM

Meu pai nunca pensei ler esta notícia. Só falta um bom número do A-DARTER. E o mesmo que crítica ama os bilhões gastos pela Venezuela com equipamentos russos … Tá demais. O Meteor talvez seja o melhor missel BVR da atualidade.