Home Aviação de Transporte Coreia do Sul confirma possível acordo de troca de aeronaves com a...

Coreia do Sul confirma possível acordo de troca de aeronaves com a Espanha

5444
27
Airbus A400M

A Administração do Programa de Aquisição de Defesa da Coreia do Sul (DAPA, na sigla em inglês) confirmou um plano em potencial de trocar aeronaves militares com a Espanha.

A DAPA confirmou em um comunicado de imprensa recente que recebeu uma proposta da Espanha descrevendo a possível transferência de aeronaves produzidas na Coreia do Sul em troca de aeronaves de transporte médio Atlas Airbus A400M.

As aeronaves sul-coreanas que se acredita serem o alvo da transferência potencial incluem o treinador a jato avançado T-50 Golden Eagle (AJT) e o treinador básico KT-1 Woong-Bee, ambos produzidos pela Korea Aerospace Industries (KAI).

A DAPA disse que ainda não decidiu se vai continuar com o acordo. A agência não deu detalhes sobre o número de aeronaves que poderiam ser trocadas.

A DAPA rejeitou as notícias na Coreia do Sul de que a proposta será discutida com as contrapartes da Espanha no final deste mês. A agência também disse que, ao contrário dos relatórios, não foi informado pelo governo espanhol sobre detalhes de preços para o A400M.

Anteriormente havia sido relatado que a Coreia do Sul e a Espanha haviam discutido a transferência potencial durante um comitê conjunto de defesa e indústria realizado em novembro de 2018. Segundo relatórios, o plano poderia contar com a troca de até seis do superávit A400M da Espanha em troca de 30 KT-1s. e 20 T-50s. O valor do negócio é de cerca de US$ 1,8 bilhão.

Nem a KAI nem a Airbus responderam às perguntas do Jane’s sobre o assunto.

O negócio potencial poderia ser posicionado para atender a um requisito pendente dentro da Força Aérea da República da Coreia (RoKAF) de adquirir uma capacidade de transporte médio para apoiar operações de transporte aéreo tático e substituir frotas antigas de aeronaves Lockheed Martin C-130H. Tanto a Airbus quanto a Lockheed Martin vêm se posicionando para este programa há vários anos.

T-50 Golden Eagle
KT-1 – foto KAI

FONTE: Jane’s

27
Deixe um comentário

avatar
11 Comment threads
16 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
18 Comment authors
Wellington GóesMartinuzoMauricio R.cesar silvaGFC_RJ Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Maus
Visitante
Maus

Não vão noticiar a proibição da entrega dos F-35 a Turquia?

PauloSollo
Visitante

A Espanha é que lucrará tremendamente com esta troca se livrando de alguns destes problemáticos, caríssimos de operar e que não entregam todos os requisitos contratados pelos sócios, A-400, e agregando em sua frota duas aeronaves excelentes, principalmente o T-50.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

O avião ê tão “ruim” que a Coreia do Sul quer e a Indonésia está comprando. Os da Malásia estão voando sem problemas.

Matheus
Visitante
Matheus

Kkkkkk você é tão inocente. Por que a Alemanha está louca pra se livrar dos seus pedidos?

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

Excedente ?
As demandas de 2019 podem ser beeem diferentes de quando se foi contratada a aquisição dos aviões.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Correto, a Alemanha optou por usar o C-130J menor em conjunto com a França em paralelo com os A400M maior, ficou melhor do que concentrar seu transporte só com A400M. Por isso sobraram A400M.
A Coreia do Sul que já opera os CN-235 e C-130J-30 necessita de um transporte maior como o A400M.
CN-235: https://encrypted-tbn3.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcShAGQnVSfS9-iHTXRQig-fQ7n41il_7P8E1Q0cwYBW4z5952QzV_Ie8KNDpg

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel
nonato
Visitante
nonato

Aparentemente, bom para ambos os lados, pressupondo que a Coreia do sul já tenha avaliado se o A 400 vale a pena.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Paulo, menos fanatismo e torcida pode ser, troca de material de defesa entre dois países não corrobora nada do que você disse, apenas de que Espanha precisa de treinadores e a Coreia de cargueiros, aparentemente ambos teem excedente comparadamente as reais necessidades de ambos.
O A400 não é o avião prometido mas é uma bela obra de engenharia, diga se bastante capaz. Os tempos mudam e as necessidades também, seja como for eu vejo futuro nele.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Que negocião que a Espanha fez heim!

Mandou a bomba pra Korea!

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Noup

Kemen
Visitante
Kemen

A Espanha vai trocar A-400 excedentes do seu pedido por aviões de treinamento Coreanos. Exelente negócio para ambos, caso se concretize

Kemen
Visitante
Kemen

Exelente negócio para ambos, Coréia e Espanha.

GripenBR
Visitante
GripenBR

Negócio assim e muito bom! Poderíamos tentar alguns escambos também! Vai que cola? Um segundo lote de Gripens poderia envolver além de grana, alguns KC 390 na base do escambo. Astros por algum tanque moderno. Tucanos por helicópteros de ataque. Se a moda pega, alguns países iriam movimentar bastante a própria indústria bélica e renovar o equipamento.

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

Seria um sonho! Todo mundo ganha.

GripenBR
Visitante
GripenBR

Mudar o TOT por Troca! Rsrs

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Há tempos falo que o Brasil deveria propor “escambo” de KC-390 com com morteiro para o Guarani. Tem a África do Sul e a Finlândia que são fabricantes e podem se interessar pelo negócio.
Também dá para conversar com a Polônia que tem armas interessantes, um pequeno cargueiro e o Black hawk.

PauloSollo
Visitante

E vocês poderiam explicar de onde viria o dinheiro para para pagar a Embraer Defesa já que o pagamento seria em material para o Exército? Quem pagaria os custos de produção do KC-390?

GFC_RJ
Visitante
GFC_RJ

Sinceros parabéns, amigo… por manter-se no planeta Terra.

Martinuzo
Visitante
Martinuzo

É bem mais vantajoso vc pagar para a Embraer fabricar o KC no Brasil e com o equipamento realizar o negócio citado a cima, do que simplesmente pagar por um item de prateleira. Negócio útil para “movimentar” a economia do pais

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Sim, precisaria pagar a Embraer ou poderia tirar uns da FAB para fazer o escambo, caso se considere que 28 são muitos aviões para a FAB.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Este vetor será utilizado no transporte de tropas e equipamentos, na invasão à Coreia do Norte.
Tio sam está ajudando com esta negociação.
Provavelmente IFV e tropas, assim como suprimentos só podem ser transportados pelo A-400.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Que invasão? A Coreia do Sul não é maluca, quer tocar sua vida e a Coreia do Norte que imploda um dia.

cesar silva
Visitante

o brasil poderia fazer algo parecido com a Itália em troca das fremm os italianos comprava o equivalente em material do brasil como o astro e o super tucano

Mauricio R.
Visitante

Eis por que Portugal está reclamando barbaridade, do preço cobrado pela Embraer, para fornecer uma aeronave de capacidades nitidamente inferiores.
Se espanhóis e sul coreanos se acertarem, podem ter certeza de que Portugal irá atrás de pelo menos 4 das 7 células remanescentes.
Talvez a FAB também devesse fazer o mesmo, e ir atrás de arrematar as células restantes.
Afinal serão longos 8 anos até todos os 28 “+ um” encomendados, serem entregues.
E nossos Hércules não vão durar tanto, sem uma baita de uma IRAN.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Com certeza 4 Atlas custam muito mais que 6 KC-390. Se Portugal não tem dinheiro para comprar 6 KC-390 como vai comprar 4 Atlas? Não vai comprar.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

O mundo real se faz presente. É assim como as coisas são, é o toma lá dá cá natural. O resto é papo pra enrolar desinformado, ou ingênuo.