segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Caça Gripen derrotou o F-16 e F/A-18 em exercícios

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Caças Gripen suecos e F-16 da Dinamarca

Em vários exercícios realizados entre os caças Gripen C suecos e aviões de combate de países europeus, o Gripen tem superado seus adversários com facilidade.

Em 2004, contra os F-16, o Gripen mostrou não ter nenhum problema para se posicionar atrás da cauda dos F-16, na posição 6 horas, embora o Viper seja conhecido por ser uma aeronave quase imbatível em “dogfight”.

Os F-16 não conseguiram igualar a super manobrabilidade do Gripen, com sua configuração delta/canard instável.

O Gripen não tem a mesma TWR (Thrust-to-Weight Ratio) dos caças americanos, mas seu moderno design aerodinâmico permite que ele faça curvas mais apertadas sem perder a energia. Nas palavras de um dos pilotos do Gripen: “Se o F 16 e o Gripen executarem um giro de 9g, o F-16 perde muito mais velocidade do que o Gripen”.

No combate BVR (beyond Visual Range) o Gripen também se saiu melhor. Em exercícios com os F/A-18 finlandeses, o Gripen venceu todos os combates WVR e BVR.

O data link TIDLS (Tactical Information Data Link System) do Gripen provou ser uma ferramenta superior nos combates BVR. Os F/A-18 foram atingidos com vários mísseis simulados AMRAAM antes de saberem que os Gripens estavam presentes.

Os pilotos do Gripen disseram que em combates WVR o F/A-18 ficou ainda mais fácil de derrotar em altitudes menores, e a 2.000 metros, simplesmente não houve competição: os F/A-18 foram massacrados.

Gripen sueco, F-16 norueguês e F-18 finlandês

FONTE: Fórum F-16.net

- Advertisement -

259 Comments

Subscribe
Notify of
guest
259 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
AlbertmatadordeSukoi

This is Gripen ! E a Nova Era.

Charles Dickens

E se as aeronaves e os pilotos adversários fossem todos israelenses, os resultados seriam os mesmos?

Roberto Fernandes Bastos

Se os pilotos fossem brasileiros? Eu acredito que fariam misérias. Fizeram na 2a Guerra com os P44. Que diriam com os caças suecos. Viva a “Senta Pua” . Quem sabe do que estou falando, há de concordar.

..

Orlando

Brasil, sempre Brasil…..

Denis

E se os pilotos de Gripen também fossem israelenses?

RAPHAEL

Seria um massacre total!

PEDRO DEL PENHO

não chegariam aos pés dos nossos pilotos.

Charles Dickens

Eu continuo com minha opinião louco-romântica-saudosista-inexequível: levando em conta o TO em que o Brasil atuaria, eu compraria o máximo possível de F5 ainda em operação no mundo e os modernizaria de acordo com um pacote desenvolvido aqui mesmo e os colocaria em uso pela FAB. Também modernizaria todos os A1. Receberia os 36 Grippen do lote inicial e faria uma encomenda de mais 36. À medida que as aeronaves do segundo lote fossem chegando, começaria a desativar os F5.

guilherme venancio santana guilherme

Concordo, pois a questão não é só ter vetores, mais sim manutenção rigorosa e operacionalmente tático. Isto é Forca Aérea, o resto e bravata.

Fligth_Falcon

Charles,
E o custo para manter isso? Não é melhor investir em algo novo?
Vc teria 96 Chevettes com motor 6 cilindros injeção do Ômega 2.2 e seu painel digital ou três dúzia de Cruze Turbo novinhos para fazer sua empresa ganhar dinheiro e garantir ela rodando 24 horas por dia?

É uma comparação esdrúxula, claro, mas o que você acha que é mais fácil manter e racionalizar sua linha de manutenção e retorno do investimento?

A FAB deve ter raciocinado assim. Fazer contas, ver os fornecedores, atualizar a tecnologia, segurança, etc

wagner

A URSS tomou um pau na guerra aérea na segunda guerra mundial porque seus caças eram absurdamente inferiores aos da Alemanha. O mesmo aconteceu no combate do pacífico com os caças Zero Japoneses que massacravam os caças americanos. O Brasil fez um excelente negócio, comprando um caça moderno, com hora de vôo não muito cara e com transferência de tecnologia de fabricação. Melhor que isso, impossível!

leo

Tudo ‘pauvéio” estamos na era da 5 geração e vc me vem c idéias @&#%%@%#&%@%

Alexandre Fontoura

Leo, caças de 5ª Geração são caríssimos de adquirir, manter e voar. São aeronaves para as primeiras horas de uma guerra. Mesmo na USAF, os demais 95% do tempo da guerra, serão os caças de 4ª ou 4ª++ Geração os “carregadores de piano”.

Lairton Ulisses Fabro

Além de serem caros, outro problema muito sério é a logística do mesmo, se hj já estão faltando peças, e com configurações diferentes, uma verdadeira salada, mas é um excelente caça…

Denis

O Gripen tem tudo pra ser o melhor custo-benefício de todos os tempos. Ótima aeronave. Os suecos são pés no chão.

Leonardo

Gripem é su35 faria boa dupla na FAB

MFB

Vou nem falar nada, deixo para alguém abaixo falar. Vai que…

Maus

Sou mais F-15, mas tenho certeza que se algum dia a FAB tiver um caça bimotor, este será feito aqui para substituir o Gripen em 2040.

Tiago

O custo de operação do su 35 é 5 vezes maior, melhor ter 5 Gripens voando do que um su 35, sem falar que o sukoi é avião de socialista, não é bom financiar isso.

Hélio

“O sukoi é avião de socialista”.
Dei uma gargalhada aqui, o que andam colocando na sua água?

HMS TIRELESS

O que eu sei é que o Sukhoi é avião de “Putênfias” como Angola e Uganda

Antoniokings

Não há necessidade de Suhkhoi no Brasil.
São aviões mais poderosos e caros e servem na medida para teatros de operações mais quentes, onde se pode colocar ‘estélfis’ americanos na alça de mira.

Ronaldo

Boa Tarde Antoniokings,sou novato aqui desculpe poder discordar de você o SU-35 não é só um caça de teatros mais quentes o que não podemos é desmerecer os nossos países vizinhos pois não sabemos o dia de amanhã,não podemos ficar fiusados nessa há só porque não temos inimigos declarados que não podemos aumentar a nossa proteção do nosso espaço aéreo e o Brasil tem condições sim de manter caças como o SU-35 sim o nosso Brasil é um País riquíssimo por isso precisamos com urgência de proteção no ar,no mar e na terra principalmente nas nossas fronteiras que se digam… Read more »

Amauri Soares

Ótimo comentário, vc falou TD . Eu concordo com vc o Brasil tem que ter os melhores caças do planeta nossa indústria militar tem que trabalhar e nossos governantes tem que deixa desse bobagem de pensar que não temos inimigos. Devemos possuir se possível for nossos gripens e até mesmo outros modelos desde quando sejam fabricados no Brasil com mão de obra nacional, como vc mesmo falou o Brasil e um país riquíssimo de deve possuir as melhores armas do planeta devemos exigir isso de nossos governantes .

Nilo Rozendo

Está um pouco lento, mais o que já conseguimos com a transferência das tecnologias dos caças gripen da Suécia, já é um ótimo começo.

Celson

Fabricar caças de quinta geração aqui nesse país de m…, um dos países mais miseráveis do mundo, somente comparado ao Sudão do Sul…deve tá de brincadeira!

Jofelix

Concordo, precisamos investir em defesa urgente, para sermos respeitados, melhor ter armas e não precisar usar, do que precisar e não ter. Mas que haja paz

Antoniokings

Respeito seu ponto de vista, mas creio que Su-35 seria um pouco ‘pesado’ para o Brasil.
Esse caça, na sua versão ‘S’ é o que há de melhor no ramo.
Projetado e construído para derrubar qualquer avião que voe com as cores de países do Ocidente.
E ele já deu provas disso, detectando e perseguindo aviões que deveriam ser ‘stealth’.
Seu grande tamanho, poder de fogo e eletrônica são inigualáveis e fazem dele, sem dúvidas, ser o melhor caça da atualidade.

PauloSollo

A única prova que o SU-35 deu até agora é que ninguém quer comprá-lo mesmo com os russos aceitando sacos de chá e óleo de palma como pagamento. Preferem F-16 usados a esta jaca bailarina. Só não é um mico maior que o SU-57 e o Mig-35. E em relação ao fato do F-22 ter se deixado fotografar depois de enquadrar o russo, vira o disco! Não precisa repetir esta vergonha eternamente.

francisco

PauloSollo. Isso só acontece porque o ocidente, desde 1945, é dominado pelos USA. Os países vassalos tem que comprar o que eles produzem e acabou, ponto final. ZEFINI
E ai daquele que ao menos pensar em comprar um equipamento russo. As ameaças, retaliações e sanções são tantas que o pais vassalo baixa a cabeça e se submete a vontade da metrópole.
Veja a pressão que a Turquia está sofrendo só porque decidiu comprar os sistemas S-300/400.

PauloSollo

Francisco, vassalos foram os países dominados pela urss e eram obrigados a comprar seus aviões, e que estão hoje todos preferindo equipamentos ocidentais por acharem superiores. Aviões russos são caríssimos de operar, tem baixa vida operacional, demandam muita manutenção e tem o péssimo pós vendas deles.
Esse velho papo de fanboyski americanofóbico de que os EUA obrigam a comprar é uma balela ridícula. Quantos aliados dos EUA não produzem suas próprias aeronaves? Diversos. Os russos escolheram se isolar do mundo através do comunismo e subjugar países a força. E o atual déspota do Kremlin segue a mesma cartilha.

Paulo1

“Aviões russos são caríssimos de operar, tem baixa vida operacional, demandam muita manutenção e tem o péssimo pós vendas deles.”
Que provas você tem dessas asneira que você escreve???
Os Flankers são os caçadores mais letais que existe.
Acho que você está assistindo muito topgun e comendo Sucrilhos estragado. Kkkkkk

PauloSollo

Que provas você tem de que os Flankers são mais letais se nunca entraram em combate? Letal é o F-15 com seu escore de 104×0, ou o F-16 com 74×0 em combates aéreos, fora as milhares de operações ataque bem sucedidas. Sobre os custos e pós vendas dos jatos russos, isto vem sendo reportado a longa data. Trate de dar uma pesquisada porque quem está dizendo asneiras é você, caro fanboyski.

Simioni

Os Turcos que digam.. estão sofrendo uma pressão descomunal, pelo fato da compra dos S400 Russos.

Denis

O Brasil comprou sistema de armas russo. Não ouvi falar de pressão nenhuma.

PauloSollo

Houve pressão sim, a ameaça por parte dos russos de pararem de comprar carne brasileira se não houvesse uma contraparte brasileira em compra de seus equipamentos militares, por isso compraram os MI-35, e isto é algo que todos sabem, mas russófilos têm a característica comum de viverem num mundo de verdades fantasiosas.

Denis

Sim, Paulo, disso eu lembro, mas estou falando de pressão do Tio Sam em cima do Brasil, por comprarmos o armamento russo.

Alexandre Fontoura

Não foi por isso que a FAB comprou Mi-35 russo, não.

Salim

Brasil comprou Helicóptero russo e náo aconteceu nada, VC deve ter esquecido, talvez porque ninguém se empolgou muito com eles.

Wilson

Nossa. Me senti agora em 1950. Quanta poeira no discurso…..

Meubom

Só esqueceu do f22

Paulo1

Boa Antoniokings, só um selfiesinho básico.

Foragido da KGB

Ai ai ai, quando é que os sonhadores, cultuadores e adeptos do comunismo/socialismo, vão se convencer que nunca, jamais haverá qualquer caça russo voando na FAB. Acordem de seus sonhos Eurásianos…

francisco

Nunca e jamais são palavras que nunca devem ser ditas, principalmente em se tratando de Brasil. Bastará o eixo do poder se deslocar em outra direção para o Brasil dar uma guinada e mudar de lado.
Em futuro que não está muito longe, o eixo do poder se deslocará para a Asia e o Brasil como sempre se voltará para lá. A única maneira dos USA se manterem como a principal potência seria acabar com a China enquanto podem,, porque se esperarem muito a águia (símbolo dos romanos copiados pelos norte-americanos) será despenada e engolida pelo dragão.

Tiago

Prefiro o Gripen fazendo dupla com o Incom T-70 X-Wing…

Victor Filipe

Sou muito mais o TIE/D Defender.

CipherNine

A-wing e TIE/ Interceptor para a superidade aérea.
Seria legal também um Raider cylon como UCAV 🙂

Paulo Costa

Quem quer sucata velha na FAB … seria melhor um Raptor ou Rhino kkk

Victor Filipe

Quem tem TIE Defender e T-70 X-Wing não precisa desses dois, TIE Defender é OP de mais.

Joao Moita Jr

Alguns Imperial Battle Cruisers de segunda mão também cairiam como luva.

Rodrigo M

84 Gripens e 24 F-35 Pra mim estaria de bom tamanho.

Foragido da KGB

Nem posso chamar isso ai de sonho , acho que já é devaneio ou alucinação . 😛

Paulo Costa

Com certeza seria muito bom

Rodrigo San

F35 não está disponível para o Brasil

Aldo Ghisolfi

Só em sonho!… Mas quem dera!

Alexandre Fontoura

Procure pesquisar os requisitos da FAB para o F-X2: uma deles era a aquisição de apenas UM modelo de caça MULTIFUNCIONAL, para substituir TODOS os tipos de caças usados hoje: Mirage 2000 (já desativados), F-5EM/FM, desativados a partir de 2025 , e A-1 (desativados a partir de 2030. Não há NENHUMA possibilidade de Hi-Lo-Mix, ou de uso mãe outro avião de combate/ataque. Nosso Hi-Lo-Mix será composto por Gripen E/F e A-29A/B.

Tiago

Aparentemente fui clonado… Quero deixar bem claro que não tenho nada a ver com a história de “avião de socialista” ali de cima. Meu voto se mantém no T-70 X-Wing!

Paulo1

Leonardo aqui só tem usaplay ninguém gosta do Su35.

paddy mayne

eu gosto do su35. O que eu não gosto é de ver avião groundeado por falta de peça. Nem de avião que não abre tecnologia e codigo fonte. por isso o Gripen foi a melhor escolha.

Jeff

O gripen foi pensado para ser o único jato da FAB, então não faz sentido esse tipo de combinação, seja com que outro jato for.

Top Gan Sea

Se o Gripen C está fazendo estrago, imaginem o gripen É que será bem mais poderoso que o C.

paddy mayne

Realmente uma excelente dupla. O Gripen faz o serviço e o su35 fica esperando peça.

Madmax

Se um país como a Suécia só tem o gripen quanto mais o Brasil. Deixem de viajar na maionese.

Hugo Soares

suponha que não exista guerra eletronica, taxa de curva do gripen é maior, taxa de giro do gripen é melhor (Gripen NG é o caça mais manobrável do mundo para seu conhecimento) su-35 levaria uma coça. Agora adiciona a suíte de guerra eletrônica.

kaleu

2 caças similares, pra que, gastança de nosso combalido orçamento ? … tudo que faz um flanker um Gripen faz melhor com uma fração dos custos

Cmte Pedrosa

Olá Leonardo, fiz exatamente esta pergunta a um amigo meu, 1° Tenente da FAB, voando atualmente um vetor A-29, Super Tucano, e um fortíssimo candidato a voar os caças Gripen no futuro. Ele não titubeou e foi taxativo em sua resposta. Pela vastidão do Brasil, um vetor pesado como o Su-35, mesmo com sua excelente maneabilidade e capacidade técnica, não seria o vetor indicado por três razões distintas: a primeira é que o custo/hora de voo desse vetor é caríssima (cerca de 10 vezes mais cara que a dos Gripen-E). A segunda é a preocupação com a falta de garantia… Read more »

Billy

Vejo esses picos nevados e pergunto se o gripen é bom pra Suécia ou pra quente, úmida e isolada Amazônia?

AlbertmatadordeSukoi

Acredito que sim a tecnologia aplicada nesse Gripen Ng foi produzida juntos com engenheiros brasileiros.

Adriano Madureira

Tailândia é quente e úmida e eles estão servindo muito bem a força aérea real daquele pais…

JT8D

A 30000 pés não existe calor nem humidade, nem na Amazonia

Hélio

Mas no solo existe, e é onde os caças passam 99% do tempo de sua vida útil.

JT8D

Nossa, então ele vai derreter !!!

Hélio

Se você soubesse os problemas de operação causados pelo clima amazônico não faria gracinha.

JT8D

Eu acredito que as normas militares conforme as quais o Gripen foi projetado devem prever variações extremas de temperatura e humidade

Vinicius Gomes

Nossa hélio, puxa vida…
Só você pensou nisso… Numa compra de milhões, com todo setor especializado…
Só o Hélio pensou nisso…

JSilva

A pergunta dele não tem nada de anormal. Alguns equipamentos sentem mais que outros climas com calor e umidade excessiva… Isso foi objeto de questionamento quando o os Sabres Mi-35 foram adquiridos e destinados à região amazônica.
O próprio Gripen C/D, na Red Flag que os F-5 brasileiros participaram, não voaram algumas missões de ataque em que estavam escalados, segundo alguns pelo calor excessivo daquele deserto. Esperemos que a versão E/F melhore essa característica.

Denis

Em Anápolis, não vai ser problema. E nas regiões úmidas, é só fazer climatização nos hangares.

Cícero Beserra da Silva

África do Sul e Tailândia mandam lembranças. 😁

Tallguiese

Billy, pergunte aos tailandeses onde o clima de selva deles é parecido com o nosso!

Luís Henrique

Imaginem o Gripen E com Meteor. Teremos, finalmente, um caça no estado-da-arte.
A FAB deve realizar estudos para entender melhor as diferenças entre o Gripen E e um caça de 5a geração. Dependendo do resultado, mais 2 lotes de Gripen E ou partimos para a aquisição de pelo menos 1 lote de F-35A.

Paulo Costa

Luís Henrique, Acho que o ideal seria comprar um 2º lote de 36 caças Gripen primeiro mas, se amanha a FAB resolve-se utilizar um 2º vetor, o caça F-35A para superioridade aérea seria excelente mesmo

Tomcat4.0

O F-35 não vejo como ideal para superioridade aérea não, ao menos no quesito velocidade ele não condiz, preferiria o F-15 X, +veloz,+ capacidade de carga e ainda furtivo(não como o F-35 mas…)e este deve ser mais barato de manter mesmo tendo seus dois belos motores creio ser mais fácil manter que o F-35 e toda sua estrutura stealth e tal.
Mas pra mim fecha mais duas encomendas de Gripen E pra FAB, uma de Gripen E/F pra MB e entra de cabeça no JAS-2020 junto com a SAAB.

Paulo Costa

Tomcat4.0

Esse F-15X sera que essa versão vai ser construída ? com certeza seria uma bela aquisição e talvez mais barata …
Como eu disse no meu comentário, compra mais um ou dois lotes de gripen é o ideal para a FAB se for mesmo usar so um vetor
E nao sei se a MB compraria essa ideia de Gripen F para substituir o A-4AF Skyhawk.

sds

Tomcat4.0

Pra quem está indo de A-4 o Gripen E/F chega a ser luxúria !!!RS
O F-15X como ponta de lança na superioridade aérea seria sonho de consumo (mesmo outras versões), é avião pra ninguém botar defeito, coisa de patrão, pra quem leva defesa a sério mesmo.
Creio que será construída a versão sim , não deixarão esta lenda morrer fácil como fizeram com o Tomcat.

Hélio

Que mané F35, graças a Deus os americanos não liberariam essa venda, pelo menos essa ideia de girico não vai ser posta em prática.

Foragido da KGB

Gzuis, se aos trancos e barrancos se fez um contrato pros Gripen e KC , a Marinha com os subs e futuras só Deus sabe quando, corvetas, o Exercito nem consegue terminar o Sisfron, e isso é mínimo de pendências. E tem gente que sonha com lotes de F35 ? Voces esquecem da palavra mágica ” money “.

Hélio

Nem se tivesse dinheiro, o F35 está sendo entubado em todo mundo, é um projeto problemático. Os próximos caças brasileiros serão projetos próprios, por isso a transferência de tecnologia era requisito mínimo no FX2. O Brasil ganha o que comprando F35?

Jadson Cabral

Projetos próprios por causa de TT? Disseram a mesma coisa na construção das Niterói. Hoje, 40 anos depois, ainda não fabricamos navios patrulha sozinhos

Afonso

Naval são outros quinhentos. FAB/Embraer não é preciso comentar, taí o Tucano, Super Tucano e KC390. A ToT vai ser bem aproveitada sim.

Ramon

Acho que por enquanto devemos ir só de Gripen mesmo e comprar entre 100 – 200 aeronaves, e na minha opinião devemos pensar em uma aeronave de quinta geração só depois de 2030 e dependendo do teatro mundial possa ser adotado antes, em quesito a f-35 temos que reconhecer que ele tem grande potencial mas tem que amadurecer muito ainda pois toda hora sai notícias sobre problemas nele, e se o orçamento das forças armadas não forem revistos e melhor empregados essas aeronaves só ficariam em solo e provavelmente não teriam disponibilidade devido aos custos para se operar os F-35.

Paulo1

200 gripens será tiro ao patinho.

Washington Menezes

F 35 para ficar parado o dia todo hora por um problema hora por outro, quando não está sendo pintado para ser steath.

Ricardo N. Barbosa

O Gripen vence tudo e todos. Parece que ele tem algo especial, seu super design o deixa mais manobrável do que os mísseis HOBS (5G) acoplados a HMDs, mísseis capazes de puxar mais de 60G; e mais furtivo do que um 5G 😏. Menos, menos pessoal.

JT8D

Você está contestando as informações da matéria? Você tem alguma fonte? Não? Então quem está exagerando é você

Antoniokings

O resultado era esperado.
O Gripen é superior ao F-18 e ao vetusto F-16.
Sem novidades.

Bosco

JT,
A credibilidade da matéria segue aquela velha linha: “la garatia soy yo”.
Qualquer um pode contestar o artigo mesmo porque ele não apresenta nenhuma referência.
Esse tipo de artigo consegue ser mais intelectualmente sem valor que a média dos artigos publicados pelo Sputniknews e seu assemelhado chinês.
Pode ser a mais pura verdade e pode até estar menosprezando a capacidade do Gripen, mas o artigo não consegue fornecer nenhum dado que possa ser colocado à discussão de modo a que ele possa ser confirmado, complementado ou contestado.

Ricardo N. Barbosa

Exatamente Bosco. Uma pesquisa simples e podemos encontrar bravatas semelhantes de pilotos de F-16 em relação ao Gripen. Me lembra muito os textos da Sputnik.

Exemplo: Revista Combat Aircraft, março de 2005, um piloto de Viper disse que foi capaz de superar o Gripen graças ao seu motor mais potente. Ele também afirma que os pilotos suecos não o chamam de JAS39 Gripen, mas apenas de “39”.

JT8D

Ora Bosco, se o artigo contivesse alguma grande mentira, os finlandeses e noruegueses poderiam contestá-lo. E isso seria péssimo para a Saab. Como a Saab colocou na reta e não houve qualquer contestação, isso já confere ao artigo mais credibilidade do que a afirmação arbitrária de um birrento, cuja opinião se baseia em que ele “não gosta” do Gripen

Peter nine nine

Jt8d, não foi de todo isso que o Bosco disse… Você que lhe está a pôr palavras na boca, ele simplesmente contestou, nada mais e com alguma razão devo eu dizer. Isto não significa que o Gripen não seja bom e melhor até, que um F16 ou f18 em estado tecnológico inferior. De acordo com o Ricardo, por exemplo, a mesma “proeza” foi relatada por pilotos de F16 no passado, contra o gripen. A única pessoa que está a fazer birra é você, a semelhança do que faz também, nas janelas de comentários de outras matérias. Natural, que um gripen… Read more »

Coutinho

Peter, me pareceu que o JT8D não estava se referindo ao Bosco. E que o Antonio Kings se referiu as versões C (F-16C e F/A 18C europeus).

Peter nine nine

Coutinho, independentemente da versão a que se referia o kings, são poucos os países europeus que não apliquem um certo esforço notável na modernização dos seus aviões, sejam eles a versão c ou não, poucos são os que não sofreram actualizações de grande relevância mesmo nos anos mais recentes, o que não o torna melhor que o Gripen mas deixa o bem longe da palavra vetusto. Estamos a falar de aviões (F16) ao nível e superiores aos block50 com os devidos apetrechamentos que o passar do tempo assim exige, espécie de Frankenstein, já bem diferentes das características que os “rótulos”… Read more »

Peter nine nine

Pronto, já que insistem a contrariar informação confirmada com um simples deslike nem vale a pena, não lêem o contexto em que os comentários são postados e partem logo do princípio que a pessoa está a contráriar a matéria ou é fanboy “do outro lado”.
Como não se tem o que contrariar, se o comentário for simplesmente imparcial, como aliás deve ser, dá-se deslike e pronto.

Bosco

JT,
Alegações não oficiais não exigem contraditório.
Em sendo “não oficial”, quem alega deve corroborar suas afirmações com dados oficiais de acesso público.
*Vale salientar que o artigo alega que o Gripen foi superior aos caças americanos em 2004, então, eu posso entender que em todos os outros anos os caças americanos foram superiores.

JT8D

Bem lembrado Bosco, tratava-se do Gripen C/D. Imagine a diferença de desempenho do Gripen E e como isso tornaria a supremacia do caça sueco ainda mais marcante

Victor Filipe

Porque agora Gripen E virou uma nave alien se comparado a um F-16 Viper né…

Munhoz

Amigo Tente entender da seguinte forma : Num exercício militar são varias as simulações que ocorrem sendo que tanto um lado quanto o outro acabam supostamente ganhando, no tocante as declarações de fabricantes e militares isso é normal pois cada um quer vender seu peixe ! Já falaram que o Su 30 indiano é superior ao EF e F 15, depois no ano seguinte foi a vez do F 15 e EF, F 5 chileno que já venceu o F 14, F 5 brasileiro que já venceu o M 2000 francês, tem até o EF que venceu o F 35… Read more »

Sidney

Bosco você e o Ricardo N. Barbosa é que estão de Parabéns por não serem abatidos pela perda de paciência. Mas por outro lado, acredito que também se divertem um pouco e dão boas risadas com os fãs clubes.

teropode

Só não vai carregar o Mansup , isto será feito pelos AMX da Marinha , pintados com as cores do F2 japonês.

Tiago

Não vejo porque questionar essas vitórias, assim como não seria surpresa saber que esses aviões também têm vitórias sobre os Gripen. Não dá pra cravar, como muitos fazem, que o avião X “é melhor” que o Y, porque nenhum caça oferece respostas para todos os cenários. Por exemplo, o Gripen também tem vitórias contra o F-15 e o Typhoon. Mas, no que foi revelado das regras de engajamento, se tratava de um dog-fight restrito ao uso dos canhões. Tenho certeza de que boa parte do pessoal aqui nos comentários poderia apontar uma dúzia de cenários de engajamento nos quais o… Read more »

Paulo Roberto Barboza

Pelo visto, além de matador de Sukhoi, o Gripen também é de F16s e F18s.

SmokingSnake 🐍

F-18 C/D da década de 80 da Finlândia, se perdesse ficaria feio mas menos mal.

Os f-16 da Noruega também devem ser antigos visto que estão substituindo por F-35

JT8D

O F-18 C/D é mais manobrável que o F-18 E/F.
Também não me consta que a manobrabilidade do F-16 tenha melhorado nas últimas versões

737-800RJ

Isso foi em 2004 e os F-18 da Finlândia são da segunda metade da década de 90, se não estou enganado. Ou seja, eram aeronaves novas.

SmokingSnake 🐍

Até onde vi a Finlândia usa o F-18 C e o Gripen C é mais moderno do que ele. O Gripen A entrou em operação em 1996 sendo que a versão C é mais moderna.

GripenBR

Vai partir corações desse jeito! Rsrs

737-800RJ

Não há dúvidas de que teremos uma plataforma no estado da arte, que nos colocará como uma das forças aéreas mais bem equipadas do planeta. Fica a torcida para que seja feita uma nova encomenda de 36 unidades assim que nossa economia retomar seu crescimento.
Mais uma vez eu digo: o Gripen NG ainda vai surpreender muita gente aqui…
Em alguns anos estaremos dando show na Cruzex e na Red Flag. Quem viver verá!

JT8D

Caro 737, esse seu comentário vai irritar profundamente um pessoal que nasceu no Brasil, mas tem alma estrangeira

FABIO MAX MARSCHNER MAYER

Concordo, mas somente se vierem os 110 previstos, não apenas os 36 do primeiro lote.

Willber Rodrigues

Em alguns anos estaremos dando show na Cruzex e na Red Flag. Quem viver verá!´´
Como diria a minha avó, que os anjos digam amém.

Thiago

Uma dá forças aéreas mais bem equipadas do planeta é entusiasmo demais para apenas 36 Gripen. Fossem pelo menos uma centena de caças . Deixando fora da competição as clássicas potências (EUA, Rússia, França, Reino Unido) há ainda na nossa frente a força aérea turca e indiana, a ROKAF, JASDAF, a IAF, a Luftwaffe, a AM italiana… a lista è longa , provavelmente até a força aérea grega é melhor equipada seja em números que em qualidade. Deixou claro que adoraria ver o Brasil como referência mundial no segmento de tecnologia e defesa. Infelizmente as força armadas brasileiras não refletem… Read more »

CB Vicente

Da para resumir está belonave em duas palavras “pequeno e letal”

fabio_bsb

Belonave? Ele é até belo mas belonave navega não voa.

PauloSollo

Os detratores do Gripen devem estar arrancando os cabelos. Também sou fã do fantástico F-16, porém isto não significa que tenha que adotar uma postura birrenta e negar a verdade. Já tive a preferência pelo F-18 na FAB porém estou plenamente convencido de que a escolha pelo Gripen foi a melhor.
Gostem ou não os birrentos o fato é que o Gripen vem demonstrando na prática que está a altura de qualquer caça da atualidade, e inclusive acima de alguns. A demora foi longa mas no final a FAB acertou “na lata” e estaremos muito bem servidos.

Stene Pires

O governo atirou no que viu e acertou no que não viu. Foi uma pxta sorte!

JT8D

Obrigado Snowden !!!

Dudu

Birrentos hehe.Que nem diz o cara aquele”rasgarao as vestes”

MFB

Vou dar uma de advogado do diabo e questionar aos colegas mais informados. O resultado seria o mesmo contra as últimas versões de f-16 e F-18? É um questionamento sincero, longe de ser uma provocação.

Peter nine nine

Ainda assim, toma lá um deslike, ahahaha ^^

Peter nine nine

Malta, eu não estava a sugerir dar deslike, mas sim ironicamente a relatar que apesar do MFB ter dito que era um questionamento sincero, longe de ser uma provocação, os leitores dera lhe com deslikes na mesma ao invés de lhe responderem.
A brincar levei com mais de 20 de mimo 😂👌….

MFB

Não havia reparado que era a Versão C. Então retiro minha pergunta. Se fosse o último Gripen faria sentido.

PACRF

Será que os pilotos suecos também não fizeram diferença? Os militares suecos parecem muito bem preparados. É bom lembrar também dos muito bem preparados militares judeus, que já venceram duas guerras (Seis Dias e Yom Kippur) contra adversários muito mais numerosos e até mais bem equipados.

FICO SÓ OBSERVANDO

Pilotos subvencionados pela super potência horas de voo pagas pelo tio San até os pilotos da Bolívia fariam melhor

Alex Nogueira

O Galante está pondo lenha na fogueira hahaha!

Paulo1

Nem tanto, pq meus comentários estão retidos.

teropode

kkkkkkkkkkkkk , toma um deslike kkkkkkkkk

Paulo1

Teropode, você está na 4°série do fundamental??

Jadson Cabral

Toma mais um deslike kkkkkk

Peter nine nine

👌

Eduardo Jardim

Boa tarde foristas.

Questão importante além do número de aeronaves é quais bases deveriam recebê-los.

Na minha opinião o ideal é: Santa Maria, Santa Cruz, Anápolis e Boas Vista.

Não vejo necessidade de duas bases no Rio Grande do Sul e Canoas está em um centro urbano ao lado de um aeroporto comercial.

Também não entendi a opção de concentrar dois esquadrões em Anápolis. A fronteira sul (Santa Maria) e a fronteira norte (Boa Vista) precisam de cobertura.

Com 108 aeronaves equipa-se quatro esquadrões levando em conta a pirâmide de manutenção já citada no blog anteriormente.

teropode

Cara são apenas 36 caças, vai dar 9 pra cada , a logística vai sofrer demais . AMX naval.

JT8D

Mi mi mi …

JT8D

Boa Roberto. Tenho que reconhecer seu bom humor

Peter nine nine

👌

Tomcat

Tá aqui, é só conferir 🙂

http://www.f-16.net/forum/viewtopic.php?t=1029

Gustavo

quem precisa ler, não vai. Infelizmente.
Principalmente 3 ou 4 aí de cima que só acreditam na noticia se ela falar bem de equipamento americano.

Bosco

Os militantes antiamericanos é que costumam disfarçar sua xenofobia com uma pretensa isenção, e no processo se apegam fielmente a qualquer sputinice completamente fora de contexto, sem comprovação e sem referências credíveis. Se é pra malhar o “Judas”, tá valendo.
Esses tais “isentões” são o piores.

Victor Filipe

Relaxa Bosco, esse ai acredita que a Suite eletrônica do F-35 é semelhante a do Rafale e os dois são capazes de fazer a mesma fusão de dados.

Daglian

Sem dúvidas Roberto, porque a ditadura norte-coreana e a sua força aérea tem tanta credibilidade e profissionalismo quanto a Suécia em exercícios conjuntos com forças aéreas européias. Sim, é “quase o mesmo”; o “roteiro está impecável”.

Fosse a mesma matéria, mas sobre o seu F-16, eu aposto um rim que o senhor não faria o mesmo comentário.

Hélio

Pelo que me consta, os suecos nunca se saíram tão bem assim nos redflag da vida.

Kavi kove

E o MIG 35??????

André

Ele precisa de um operador para participar de exercícios. Esse conseguiu vender menos que o su57….

ScudB

Não esta pronto.Em testes..

andrepoa2002

Alguém sabe dos resultados do Gripen na Red Flag?

Maurício.

Bom, tecnicamente o F-22 é o melhor caça de superioridade aérea que existe, é o primeiro caça 5° geração stealth, um tempo atrás um T-38 abateu um F-22 em treinamento, temos que comprar algumas unidades do T-38 Talon, ou melhor, vamos modernizar o F-5 com o radar grifo AESA e vamos comprar umas unidades do míssil bvr i-derby, tecnicamente o F-5 é a evolução do T-38, temos o melhor caça do mundo e nem sabiamos disso !

Hélio

Exatamente, esse tipo de discussão é igual brincar de supertrunfo.

Doug385

O projeto do Gripen é pelo menos 15 anos mais novo do que as versões iniciais do F-16 e F-18. É natural se sair melhor do que esses. Estranho se fosse o contrário.
Mas, jogo é jogo, treino é treino. Em uma situação real há outras variáveis. Também é preciso ver como ele se sairia contra as versões mais recentes desses mesmos caças.

Bosco

Doug,
Não tenho nada contra o Gripen, muito pelo contrário, mas apesar de ser um projeto mais recente ele não incorporou nenhuma tecnologia que o faz ser significativamente mais avançado que os caças americanos citados, que contavam com as seguintes características:
– RCS reduzido
-radar doppler com capacidade de olhar para baixo
-HUD holográfico
-HOTAS
– FBW
-estabilidade relaxada
-painel digital
-míssil BVR radar ativo
-míssil de curto alcance de 5ªG
-HMD

Sérgio Santana

Tá sendo irônico, né ? Só pode…😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

Bosco

Não! Mas sou todo ouvidos! Onde me equivoquei?
Na parte da aerodinâmica? Material? Motorização?
Realmente não sei onde o Gripen é muito superior aos F-16 e F-18 em termos tecnológicos.

Foragido da KGB

É serio isso , ou meus eyes me enganaram ??? 😛 😛 😛

pangloss

Concordo em tudo. O Gripen é excelente, mas não é um extraclasse, como o F-22, o F-14 ou o F-15 (cada um em sua época, por óbvio).
Para quem opera F-5, o Gripen é um sonho.
Mas é um caça de 4,5 geração, e nada além.

Maus

Lembro-me de haver pessoas dizendo que deveríamos ter comprado o Super Hornet porque ele tinha experiência em combate, isso é o suficiente?

JT8D

Meu caro Maus, se experiência fosse suficiente deveríamos comprar Spitfires

Tomcat4.0

A verdade, ahhh a verdade, ela doia ,dói e continuará doendo!!!
Não há como negar a superioridade do Gripen como um todo e a modernidade e mutabilidade evolutiva de seu projeto muchachos. Segue o jogo e parabéns mais uma vez à FAB pela escolha certeira.

Hélio

É importante dizer que nossos F-5 também. Exercícios medem a capacidade dos pilotos, não dos aviões.

Tiago

Precisamos ver se ganha do SU 35

Tiago

Fui clonado!

Em tempo, ainda vamos demorar um pouco para termos alguma chance de saber isso. O SU-35 atualmente só é operado pela Rússia, que muito dificilmente participaria de algum exercício com países operadores do Gripen.

Daria pra fazer apostas ao estilo super trunfo, mas isso diz pouco. Por outro lado, como dito por um comandante da Flygvapnet, o Gripen foi concebido para combater os Sukhoi e os MiG. O mesmo não pode ser dito dos caças russos. Qual seria o peso disso no mundo real? Difícil dizer… Se um dia ambos se enfrentassem, poderíamos ter uma resposta mais concreta.

Farroupilha

Colega, de olhos fechados apostaria todo meu capital no Gripen, seja de qual versão, C-D-E, fosse.
Os caças russos são verdadeiros outdoor voadores ao lado dos Gripens. Só este fator já significa vários aspectos pró Gripen, já bem explicitados em outros tópicos aqui do PA.

Foragido da KGB

Xiiiiiiiiii, prevejo que os anti gripeiros darão chiliques , vão falar que os F16 e F18 eram velhos e desatualizados, que o teto favorecia o Gripem e bla bla bla… 😛

Foragido da KGB

Sá pra fortalecer . Mi mi mi de porre de vodka … 😛

Kemen

Não duvido que em combate real a situação fosse a mesma que nos exercicios, mas ponho aqui um comentario com relação a exercícios de combate. Combates aéreos dependem muito dos pilotos e do seu treinamento, pode-se ter um caça formidavel na mão e não ter treino suficiente para utilizar todos os recursos que o mesmo dispõe ou não ter o conhecimento de todas as manobras aéreas de combate, principalmente em dogfith. Todavia tenho certeza que o Gripen (e ai me refiro inclusive ao melhor deles o nosso E) é um caça temível que pode enfrentar qualquer outro, principalmente se estiver… Read more »

Farroupilha

Colega, para deixar as coisas muito mais interessantes para um treinamento de combate aéreo, entre caças modernos, seria interessante, por exemplo: 10 SU35 X 10 GripensE, com duração de uma semana, com surtidas aleatórias três vezes ao dia, para entre outras coisas, deixar em evidência as taxas de operacionalidade (disponibilidade dos caças) de ambos os adversários. Ou seja, será que após o segundo dia teríamos SU35, ou Gripens, suficientes em alerta, prontos para novas surtidas de defesa ou ataque? E no terceiro, quarto, quinto, sexto, sétimo dia? Caso um dos participantes não coloca-se seus aviões no ar para defesa de… Read more »

Kemen

Farroupilha, entendo o seu ponto de vista, sem dúvida interesante, lembrando que no caso de exercícios e combates simulados não usam armamento real, a manutenção se resumiria aos avionicos e eletrônicos, e no caso de troca da turbina a do Gripen se troca em 1 hora, acredito que na versão E seria o mesmo tempo.

Gorgoroth

“Derrotem qualquer ameaça – em qualquer lugar e retornem para casa em segurança”

“Matador de Sukhois”

“Caça Gripen derrotou o F-16 e F/A-18 em exercícios”

Russos, Chinas e Yankes estão lascados huahuahua

Melky Cavalcante

Sim é possível sim ocorrer isso. o Grifo é um projeto relarivamente novo onde seus engenheiros certamente observaram os erros e acertos das aeronaves de combate rivais mundo à fora e usaram essas como referência. Mas o que se deve entender é que foi em exercício, ou seja ensaiado com muitas restrições como local, altura, etc. Com isso Muita coisa deixa de ocorrer até a hora do embate como seria em um ambiente real de combate.
Acreditar que o Grifo seja tão superior, que é um turning point, é ingenuidade.

Maurício.

Um tempo atrás a USAF queria substituir seus F-15C por F-16, alguns não gostaram muito, alegando que mesmo se o F-16 fosse modernizado, não teria o desempenho do F-15, citaram entre outros argumentos a sua grande velocidade e seu radar superior, resumindo, os F-15C continuam na ativa só por desencargo de consciência…
No mundo real, Israel não larga mão de seus F-15 por nada, e na Líbia, enquanto os bons e velhos F-15, F-16, Mirage-2000, Rafale e Tornado lançavam bombas, o Gripen “tirava fotos”.
Aquele comandante sueco falou muito, e pelo visto conquistou alguns fãs, mas falar até papagaio fala.

teropode

Tem notícias de bicudos derrotando Rafale , Tupi afundando Nimits , treino é treino jogo é jogo , isto vale até para os Kills do F35 sobre os F15 e 16 .

Evilázio Gonzaga Alves

A meninada aqui discute como quem quer comprar um brinquedo. A guerra moderna é industrial. Ganha quem tem a indústria mais poderosa e pode driblar os embargos, com a produção própria. Imagine se o Brasil se meter em uma guerra contra a Inglaterra, por um desentendimento qualquer com a Guiana. Vai se ver na mesma situação da Argentina, na guerra das Malvinas. Sofrendo boicotes de seus principais fornecedores (EUA, França e Alemanha), os hermanos somente puderam contar com o apoio camuflado do Brasil, Peru e outros países sul americanos. Perdeu, é claro. Portanto, o melhor avião, ou a melhor arma… Read more »

Luiz Floriano Alves

Pelo volume e qualidade da eletrônica embarcada no F-15 Super Eagle, este é o melhor caça daquela geração, já que foi devidamente modernizado. Tem tudo o que é de bom num avião, mas, principalmente grande resistência a dano de combate. Um piloto de Israel trouxe seu F-15 para a base, com a metade de uma asa. Imaginaram esta situação num F-18/F-16/JAS 39? F-5? Por esta razão está vendendo bem e a linha de montagem reativada em Saint Louis.

Entusiasta

Ótimo comentário. Acredito que em uma guerra os caças de 5° geração seriam facilmente superados pela capacidade operacional de aviões mais simples, céus cheios de aviões e espaço aéreo extremamente vigiados. Sem falar que com certeza ocorreria uma corrida para melhores radares. Os aviões de 5° geração precisam de muita estrutura para os manter operacionais, passam muito mais tempo em terra que em serviço e isso seria inaceitável em uma guerra contra uma nação com boa capacidade industrial. Acredito que a compra do gripen foi boa se for, principalmente, levado em conta que o objetivo principal era capacitar a indústria… Read more »

rodrigo

Evilázio você esta certo, A guerra pura mesmo, ganha quem tem mais condições de superar as limitações, os embargos que eventualmente são impostos, tanto na parte industrial como também no sistema financeiro internacional. Veja por exemplo a questão da Venezuela, Maduro esta ficando de joelhos devido o bloqueio de ativos de petróleo e de movimentações financeiras da estatal de petróleo venezuelana PDVSA, e nesse caso é só uma questão tempo. No caso do Brasil, seria ótimo como você esta dizendo poder fabricar os motores dos Gripen ou qualquer avião de caça por aqui, mais isso não vai acontecer tão cedo,… Read more »

Sérgio Santana

Comentários extremamente lúcidos, Evilázio.

Ivanmc

Com o NG o Brasil não poderá entrar em guerra com a Alemanha, Reino Unido, África, USA, França… quase o mundo inteiro. Fora os países dependentes econômicamente pelos USA, os bois de piranha.
Do contrário nem levanta voo, muitos chips de segurança.

Thales

A grande maioria nem pensa nisso. Neném gosta de papinha kk 🤗

Ivanmc

É por aí, Thales.

GripenBR

Basicamente e exatamente isso que nos aconteceria! A Malvinas deixou a lição. O nação “amiga” de hoje pode ser a que te invade amanhã. Por quaisquer motivos que seja. Na balança da nossa “parceria” com americanos, não somos e não seremos Inglaterra, Nova Zelândia, Austrália ou Canadá. Nem do mesmo patamar de Japão ou tradicionais aliados europeus. Nosso lugar é o que cabe à México ou Argentina por exemplo. No máximo. No seu exemplo, em combate direto contra Inglaterra, lutariamos isolados e padeceriamoamos de todas as deficiências enfrentadas pela Argentina. A Rússia tem poder para fritar a superfície terrestre, mas… Read more »

Bosco

Gripen,
Quer dizer que você critica a amizade da França com a Argentina e no lugar você queria que a França passasse a perna no RU?
Cê não acha que essa sua referência é meio que conflitante?

GripenBR

Como? Não sei de onde você tirou isso! Não critiquei a amizade da França com Argentina!

Dudu

Ok da-lhe Gripen mas voce acha que a Argentina teria alguma chance mesmo sem boicotes…Acho que nao.

GripenBR

Difícil saber! Talvez quem sabe?! A história não aceita anacronismo, mas a Argentina não acreditou que a Dama de Ferro iria ao Atlântico Sul por causa de umas “ilhas”. Houve uma certa ingenuidade dos Hermanos, esperavam imparcialidade ou até apoio dos Estados Unidos. A Inglaterra foi apoiada pelos Estados Unidos, França, Japão e Iralanda. A Argentina não teve nenhum apoio realmente relevante que pudesse lhe dar acesso a satélites ou supri lhe ou repor armamentos em quantidade e de ponta como mísseis e torpedos. O fato e que apesar de terem perdido, com pouquíssimos exocets ifligiram perdas pesadas aos ingleses,… Read more »

LSBJ

Vivemos em um país cujo as pessoas preferem denegrir a veracidade da matéria e principalmente da aeronave, do que simplesmente aceitar o fato de que o Gripen E, é o futuro mais promissor.

Bosco

O artigo é referente ao Gripen C.

Maurício.

Esses debates lembram o início do PA, cada matéria sobre o F-X2 era uma loucura, cada um defendia seu favorito, foi como o Roberto Santana falou, não estamos aqui para brigar, e sim trocar conhecimento e nos divertir.