segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

F-35: Lockheed Martin fecha contrato de US$ 23 bilhões com o Pentágono

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Lockheed Martin F-35A Lightning II
Lockheed Martin F-35A Lightning II

A Lockheed Martin Corp. foi premiada com um contrato de aproximadamente US$ 22,7 bilhões do Departamento de Defesa para entregar 255 jatos F-35, um movimento que vem depois que a contratada de defesa foi encarregada de baixar o preço de seus aviões.

O contrato pede que a Lockheed entregue 106 jatos de combate para uso militar dos EUA e os aviões restantes para uso em treinamento e clientes militares estrangeiros. A Lockheed, maior empresa do mundo em defesa, deve concluir o contrato até março de 2023, segundo o Departamento de Defesa.

A Lockheed também recebeu um contrato de US$ 382 milhões para entregar oito helicópteros MH-60R para o Naval Air Systems Command.

A Lockheed enfrentou pressão do Pentágono para entregar jatos de combate F-35 mais baratos e foi ameaçada com penalidades, a menos que melhorasse os prazos de entrega. A empresa de defesa e o Pentágono haviam concordado com o preço do próximo lote de aviões em cerca de US$ 89 milhões cada.

Em um comunicado, a Lockheed disse que o contrato “fornecerá recursos cruciais para garantir que os esforços de produção e redução de custos do F-35 permaneçam no cronograma”.

“Apreciamos a ação proativa e a parceria do governo para manter a estabilidade da cadeia de fornecimento, reduzir custos e garantir que as entregas permaneçam no caminho certo para atender à crescente demanda em todo o mundo”, disse o comunicado.

FONTE: The Wall Street Journal

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto L

120 já nos inventários da USAF, agora serão 226.

BMIKE

O sistema de compras via FMS do governo dos EUA funciona somente para equipamentos em estoque? Ou nações amigas fecham um pedido com financiamento facilitado direto com o governo dos EUA e esse compra do fornecedor? Grato..

Humberto

O FMS pode ser usado tanto para equipamentos (sejam eles novos, em estoque ou em uso nas forças armadas) ou serviço. É um acordo entre o governo americano e o governo do pais ou seja, o EB não pode solicitar ao governo americano e sim o Estado Brasileiro deve faze-lo. Um pais pode comprar equipamentos como o F-35 tendo o mesmo preço que o governo americano paga pelo mesmo. O financiamento independe, quem compra pode pagar a vista ou consegue um financiamento dos americanos. Um caça que custar 89 milhões de dolares para os americanos, vai custar o mesmo para… Read more »

Lucas Schmitt

Caraca, que barato. 89 milhões por caça.

Nilton L Junior

Esse vem com trem de pouso reforçado

Gustavo

lá vem a galera do preço unitário… outra vez….

Washington Menezes

É normal Gustavo

Luiz Floriano Alves

Bom é irmos colocando um pedido de uns 50. Só para começo de conversa. Os F-35 seriam entregues antes dos Grips. Sem falar de que é um caça de geração atual e que um, equivale a uma esquadrilha de caças de geração anteriores. Trump quer faturar e acho que não veta o Brasil. Aposto um real de o Chile já está na lista de entregas do F-35, mais barato. Eles não dormem no ponto.

carcara_br

Se venderem F-35 pro Chile só demonstrarão o quanto são parceiros confiáveis para o Brasil. Caso isso aconteça é melhor assumirmos nosso lugar e procurar parcerias com a China e Rússia mesmo.

Paulo Silva

Meu caro,
Os EUA nunca deixarão isso acontecer!!
No máximo que podemos ter até o momento são helicópteros como o Sabre!

Paulo

João Borges Queiroz Júnior

O F-35 pode ser barato de comprar, mas custa ~ 6x mais pra operar comparado ao Gripen E.

Tiago Baraka

mas não se sabe o custo exato do gripen pq não é operado ainda, ou seja, pode ser mt mais alto que o estimado, sendo q o valor pago pelo Gripen daria para comprar a mesma quantidade de F-35 e mante-los por 15 anos em funcionamento mesmo com a manutenção mais caro e esse valor n foi considerado o custo de manutenção do Gripen. Pelo mesmo valor vc tem um caça superior/testado em combate real voando por 15 anos ao inves de um Gripen na prancheta.

Delfim

Quanto sairia um F-39 de prateleira para comparar ?

Humberto

Pela reportagem algo em torno de 89 milhões de dólares. Mas veja bem, isto é para quem já possui toda a infra-estrutura para manutenção (ferramental, bancadas, manuais, subsistemas para treinamento do pessoal), treinamento, equipamentos de solo e sobressalentes e todo mundo de coisa que é necessário. Ou seja, estão colocando mais caças ao lado do que já possuem. Para montar uma esquadrilha de F-35 do zero (por exemplo o Brasil comprar) irá custar bem mais do que isto. Imagine o custo de manter dezenas (se não centenas) de militares (desde pilotos ao pessoal da graxa) nos EUA por vários meses… Read more »

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -