Home Aviação Comercial Dubai Airshow 2017 visto do espaço

Dubai Airshow 2017 visto do espaço

2131
0
Dubai Airshow 2017 – Pléiades Satellite

A Airbus Defence and Space divulgou a imagem acima do Dubai Airshow feita por um dos satélites do sistema Pléiades.

O Dubai Airshow (دوباي, إرشو) é um show bienal realizado em Dubai, Emirados Árabes Unidos. É organizado pela F&E Aerospace desde 1989; está organizado sob o patrocínio de HH Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e Governante de Dubai, em cooperação com o Governo de Dubai, a Autoridade de Aviação Civil de Dubai, os Aeroportos de Dubai e em colaboração com as Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

Nesta edição a Airbus exibiu os aviões A350-900 e A319, e os aviões militares A400M e C-295, a Beriev o anfíbio a jato Be-200ES, a Boeing o 737 MAX 8 e 787-10, a Bombardier Aerospace, o CS300 narrowbody, a Embraer seus jatos executivos e a Sukhoi o jato regional Superjet 100. Os organizadores previram 9% a mais de visitantes que em 2015 para 72.000, com 1.200 expositores, 1.350 representantes de mídia e 160 aeronaves em exibição, tornando-se o maior depois de Le Bourget e Farnborough, mas antes do Singapore Airshow pelo número de expositores, metros quadrados e visitantes.

No primeiro do evento, em 12 de novembro, a Emirates comprometeu-se a comprar 40 Boeing 787-10s em cabines de duas e três classes para 240 a 330 passageiros, a serem entregues a partir de 2022 com direitos de conversão para o menor Boeing 787-9, elevando as encomendas para o 787-10 de 171 para mais de 200. A encomenda vale US$ 15,1 bilhões a preços de lista.

Em 15 de novembro, os Indigo Partners assinaram um memorando de entendimento para 430 jatos da Airbus: 273 A320neos e 157 A321neos por US$ 49,5 bilhões a preços de lista; A Indigo controla a Frontier Airlines e a JetSmart de baixo custo chilena, mantém participações nas companhias aéreas econômicas Volaris mexicana e na LCC Wizz Air europeia: 146 aeronaves irão para Wizz, 134 para Frontier, 80 para Volaris e 70 para JetSmart. No mesmo dia, a Flydubai compromete-se a encomendar 175 jatos Boeing 737 Max e 50 direitos de compra por US$ 27 bilhões a preços de lista: Max 8s, Max 9s e 50 Max 10s.

Veja abaixo a imagem do satélite sem recorte: