terça-feira, setembro 21, 2021

Gripen para o Brasil

Dubai Airshow 2017: Airbus anuncia venda recorde de 430 aviões por US$ 49,5 bilhões

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Boeing estava realizando negócios comerciais em todos os principais eventos de aviação deste ano, mas a Airbus finalmente superou seu rival dos EUA. O fabricante francês acaba de anunciar um acordo com a Indigo Partners para 430 aviões, distribuídos entre quatro companhias aéreas. Avaliado em US$ 49,5 bilhões, este é o maior anúncio único da Airbus.

Os Parceiros Airbus e Indigo assinaram um Memorando de Entendimento no Dubai Airshow 2017 para a compra de 430 aeronaves da família A320neo. O compromisso é composto por 273 A320neo e 157 A321neo no valor de US$ 49,5 bilhões a preços de lista.

Após a conclusão dos acordos de compra finais, as aeronaves serão alocadas entre quatro companhias aéreas de baixo custo no portfólio da Indigo Partners: Frontier Airlines (Estados Unidos), JetSMART (Chile), Volaris (México) e Wizz Air (Hungria).

“Este compromisso significativo para 430 aeronaves adicionais sublinha nossa visão otimista do potencial de crescimento de nossa família de companhias aéreas de baixo custo, bem como nossa confiança na família A320neo como plataforma para esse crescimento”, disse Bill Franke, Managing Partner of Indigo Partners. “Nossas companhias aéreas sabem que uma ótima aeronave, juntamente com um ótimo plano de negócios, criará valor para nossos clientes. Estamos ansiosos para oferecer conforto e tarifas baixas para mais passageiros em todo o mundo à medida que Wizz Air, Volaris, JetSMART e Frontier continuem expandindo”.

“A Indigo Partners tem sido um tremendo cliente e apoiante da frota de um único corredor da Airbus há muitos anos”, disse John Leahy Airbus Chief Operating Officer Customers, Airbus Commercial Aircraft. “Um pedido para as aeronaves 430 é notável, mas é particularmente gratificante para todos nós no Airbus quando vem de um grupo de profissionais da linha aérea que conhecem nossos produtos, bem como os colaboradores da Indigo Partners. Estamos orgulhosos de aumentar suas frotas de companhias aéreas na América Latina, América do Norte e Europa com o avião de um único corredor que oferece os menores custos operacionais, cabine mais longa e mais espaçosa: a família A320neo”.

Quando adicionado às atuais encomendas da família Airbus A320, o novo acordo tornará a Indigo Partners um dos maiores clientes por número de encomendas no mundo para a família de aviões Airbus de um só corredor. As companhias aéreas da família Indigo Partners já fizeram encomendas para 427 aeronaves da família A320. A encomenda mais recente deve ser distribuída da seguinte forma:

  • Wizz – 72 A320neo, 74 A321neo
  • Frontier – 100 A320neo, 34 A321neo
  • JetSMART – 56 A320neo, 14 A321neo
  • Volaris – 46 A320neo, 34 A321neo

Bill Franke, da Indigo Partners, indicou que as seleções do motor serão feitas e anunciadas em uma data posterior.

A Indigo Partners, com sede em Phoenix, Arizona, é um fundo de private equity focado em investimentos mundiais em transporte aéreo.

- Advertisement -

36 Comments

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nonato

Alguém aqui disse que tem de melhorar o setor de vendas…
Por falar nisso, como bem destacado na matéria, parece que ajudou o ano da Airbus, que não havia vendido quase nada, diferentemente da Boeing este ano…

HMS TIRELESS

Superou é? Esqueceu que a Boeing já estava na frente esse ano, Xi Jinping preencheu o talão de cheque e comprou 300 Boeings semana passada e a FlyDubai comprou 225 737MAX?

MATHEUS

Roberto, Legacy 650, Legacy 500 e Lineage 1000E. Levaram mais produtos voltado a aviação executiva, levaram também o mock up do interior do E2.

Marcos

Embraer levou somente um Legacy e um Lineage.

Marcos

Um evento desses, que propicia uma gigantesca propaganda para todas as empresas, também não sai de graça. É uma grana que os seres viventes não fazem ideia do custo. Dependendo do evento, o valor para estar presente pode custar parte do faturamento bruto.

Casuar

Que destino estranho , Americanos salvando a Airbus de um vexame , tomariam de 7 a 1 se não fosse a providencial ajuda deste grupo Americano , certamente devem possuir uma fatia das ações desta empresa !

Marcos

A Embraer fez um gigantesco gasto em Le Bourget e Farnborough, então…

Casuar

Estas feiras não funcionam como leilões de gado ou de automóveis , ha longas conversações antes destas feiras , clientes e fabricantes comparecem apenas para posarem para as fotos , nesta ai nem drinks eles tomam , a EMBRAER certamente sabe disto , como não havia um volume de vendas significante para expo-los aos holofotes , ela preferiu a discrição !

Mauricio R.

E os 40 787-10 para a Emirates, por 15 bilhões USD????

Nunão

Ué, mas a empresa está lá, Roberto, “separou dinheiro”, montou estande, levou aviões. Normalmente tudo isso é programado com muitos meses de antecedência, muitas vezes com mais de um ano. Já trabalhei na comunicação/publicidade de feiras, a antecedência em que são lançadas, e os espaços, patrocínios e tudo o mais é comercializado, costuma ser bem grande, e entra no planejamento de marketing anual. Há espaço no planejamento para mudanças de rumo, pra ampliar alguma participação, mas em geral as decisões sobre isso são tomadas com muita antecedência.

Edmilson da Silva sanches

Aqui esta parecendo torcida de futebol.Tipo “Vai Boeing” e “Chupa Airbus” ou “F35 é nóizzz”,”Sukhoi só vende com ajuda da arbitragem”…Menos paixão gente.

Augusto

A boeing vendeu 779 no Paris air show + 300 ba ida do trump na China e 225 agora em Dubai, ou seja, 1304 vendas esse ano. A Airbus vendeu 326 em Paris e agora 430 em Dubai = 756. Realmente este ano a Airbus perdeu ora Boeing, a boa noticia da Airbus foi a parceria com a Bombadier.

Augusto

Ainda tem os 787 que uma companhia dos Emirados comprou, 40, elevando o número para 1344.

Luiz Fernando

Roberto… Não se pode levar todos os aviões a todas as feiras. Não funciona assim.
É feita toda uma análise dos potenciais clientes, dos mercados cobertos pela feira, etc.
O KC está envolvido na campanha de certificação, assim como os E2. Estão correndo para cumprir os prazos, realizar todos os ensaios.
Estão… Existem muitos outros fatores em questão. Não é apenas pegar os aviões e ir para lá. É feito todo um estudo antes, com meses de antecedência.
E sim, levou aviões. Focou na aviação executiva. Está está com os aviões certificados e prontos.

Nunão

Roberto, e qual é a diferença em relação ao que eu escrevi? . Em relação a seu comentário de que “tem que separar dinheiro”, como se esse dinheiro não tivesse sido “separado”, eu simplesmente expliquei que a presença de uma empresa numa feira, com estandes, com mockups, com aeronaves no pavilhão/ hangar, ou com aeronave no patio, ou no display aéreo, tudo isso é comercializado pela organização da feira e o expositor faz as contas do que que e compra os espaços, patrocínios etc que achar adequado à sua estratégia. Tanto faz o que você ou eu pessoalmente tenhamos preferência… Read more »

Mauricio R.

A terceira airframer do mercado, não estava lá muito afim de se exibir na terceira maior feira aeroespacial do planeta.

Nunão

Roberto, não perdi o fio da meada. O fio, para mim, começou somente com sua afirmação de que “Fábrica de avião tem separar dinheiro para essas feiras aeronáuticas, é obrigação”, como se isso não tivesse sido feito, e lhe expliquei como, geralmente, essas coisas são feitas. Foi nesse ponto em que resolvi acrescentar alguma informação que considerei útil ao debate. Aí começou o meu fio da meada. . Aí vc veio perguntar sobre o que eu preferia, ver um folder ou um avião, o que não tinha nada a ver com o que escrevi…. E por isso detalhei melhor o… Read more »

Marcelo Andrade

Cara, com todo respeito, mas é isso mesmo que estou lendo de alguns aqui?

Querem ensinar a Embraer, uma empresa com 48 anos, sendo 40 e poucos de mercado internacional, a vender seus produtos. Dizendo em qual Feira ela tem que estar e qual não?

Mandem seus Currículos urgentemente para SJC, estão precisando de vendedores por lá!

Meu Deus! Santa Pretensão!

Marcos

O que pode ter pesado na decisão da Embraer foi aqueles US$ 250 milhões de multa.

Marcos

Outra coisa: todos os E2 estão sendo utilizados para certificação e os prazos estão correndo. Quem encomendou tem presa. E normalmente contratos tem cláusulas de multa.

Marcos

Aqueles 51% da Airbus no C-Series ainda terão de passar na legislação antitruste americana.

Marcos

Marcelo Andrade:
Ninguém quer tomada lugar nas decisões da Embraer. Tudo é pura especulação. Só!!!

Nunão

Roberto, não precisa se desculpar, acho que houve algum mal-entendido porque você estava no modo “dogfight” com outros leitores e eu não. Já tivemos discussões bem melhores e também piores, nada fora do normal.
Mas o que eu tinha a acrescentar ao tema, que aliás nem tem a ver com o tópico original diretamente, eu já escrevi.

Antonio de Sampaio

Tem caboco querendo ensinar pai nosso a vigário, se fosse tudo isso mesmo, não estaria trolando por aqui o dia inteiro, e a noite também. Esses negócios já foram fechados há meses, meses atrás, com Boeing e Airbus se digladiando intensamente para ver quem levava o contrato, ou alguém com meio bit de neurônio acha que uma companhia aérea vai fechar um contrato de mais de 400 aviões a 50 Bilhões de dólares só olhando o interior e o painel de um A-320 ou 737 Max??? olha que bonitinho, é igual o google maps, vamos comprar 430 deste. Efeito nulo… Read more »

EDUARDO RODRIGUES PAIM

Gente…de onde aparece o anúncio da compra pela linha aérea e logo vem o fabricante com as fotos, maquetes das aeronaves??? Tudo só para sair na mídia e tomar chá. Mas é necessário que o mundo pense que foi como comprar pão na padaria.

JOAO LUIZ BARRETO PASSOS

Muita calma prezados… O KC já esteve por lá antes e negócios envolvendo produtos militares sempre levam tempo para serem fechados: não é sempre que surge um Portugal (sem qualquer desmerecimento aos patrícios ou ao avião) que realiza uma compra de um produto militar sem a certificação definitiva… Quanto ao ST, creio que esta feira não seja interessante pra Embraer/Sierra Nevada (ponto de vista puramente comercial), eis que o foco de compras aéreas dos países (sobretudo Bahrein, Emirados Árabes, Catar, Kuwait e Arábia Saudita) daquela região sejam por produtos voltados para superioridade aérea e não ataque leve

Carlos Alberto Soares

Bob Santana
Vou discordar.
Aviões comerciais da Embraer são líderes dO mercado em seus seguimentos.
vento de popa …. ops …. cauda.

Mais …. nenhum anúncio foi feito de compra expressiva nas categorias em que a Embraer atua.

Mais, quais concorrentes da Embraer estavam lá ? Anunciaram algo que mereça nota ?
____________________

As anv’s anunciadas nesta feira são negociações que NÃO se iniciaram e foram concluídas na mesma, faz favor né Colega ? Preciso desenhar ?

Tiger 777

Vivemos num mundo global, uma empresa norte americana, comprando aviões da Airbus.
A pergunta é, porque a Boeing não fez uma oferta melhor???

Adriano R.A.

Creio que naquele região o mercado mais relevante para a Embraer é o da aviação executiva mesmo….a não ser o KC-390, que deveria estar lá, pois vários outros de transporte lá estão. A comercial por ali não rola.

MATHEUS

Adriano, tem certeza? Acho que você não leu a entrevista do John Slattery dizendo que pretende o quanto antes fechar vendas do E2 no médio oriente.

Rinaldo Nery

Não disseram qual o motor que equipará esses A320Neo (ou não li). Se for o P&W estão ferrados. Estão apresentando muitos problemas.

MATHEUS

P&W é o motor do E2. A Bombardier já enfrenta problemas com ele também. Mas a Embraer diz estar confiante…

Rinaldo Nery

Imagino que os engenheiros da P&W estejam queimando os neurônios para resolver. Inúmeros problemas de vazamento de óleo pelas IDG e quebra dos eixos das gear box.

Luiz Fernando

Mão se vendem aviões comerciais e executivos numa feira. Acho que muitos aqui não sabem como se vendem aviões. A compra de uma aeronave começa com a emissão de um RFP (Request for propostas) com base numa especificação técnica. As empresas tem uma data para enviar suas propostas e, em alguns casos, até para mostrar seu produto (viagens de demonstração). Depois são muitos os passos do processo até que se efetive a compra. Isso leva meses!!! Como isso poderia ocorrer numa feira? Normalmente nas feiras vários contatos previamente acordados são “assinados” para as fotos, para dar visibilidade para as empresas.… Read more »

Rinaldo Nery

Luiz, o pessoal pensa que é “feirão de seminovos”, “feirão da Volkswagen no pátio do shopping”. O avião fica com o cartaz de preços, ano e opcionais no párabrisas. Kkkkkk

Últimas Notícias

Northrop Grumman tem agora cinco bombardeiros stealth B-21 Raider em produção

O Defense News noticiou que a Força Aérea dos EUA tem cinco bombardeiros B-21 Raider atualmente em vários estágios...
- Advertisement -
- Advertisement -