f-15c-breaking-formation

A USAF realizou uma conferência com a indústria na Warner Robins-ALC, Geórgia, em 13 de outubro, relacionada ao Programa de Substituição das asas dos caças F-15C.

Com 235 aviões de combate F-15 C/D Eagle ainda no inventário, a USAF está querendo esticar a vida útil das aeronaves para 2045 e as novas asas fazem parte de um programa de viabilidade da frota.

As novas asas serão baseadas na asa do F-15E de produção e serão capazes de voar 14 anos nas condições mais severas de uso, antes da inspeção de primeiro nível, com um mínimo de 7 anos de tempo entre as inspeções recorrentes.

De acordo com a USAF, o projeto terá o seguinte cronograma:

  • The winning contractor shall design/test/produce three production prototype wing sets (FY 2020) for 2 x F-15Cs and 1 x F-15D.
  • FY 2022 10 wing sets (Low Rate Initial Production – LRIP)
  • FY 2023 28 wing sets (Full Rate Production)
  • FY 2024 40 wing sets
  • FY 2025 40 wing sets
  • FY 2026 40 wing sets
  • FY 2027 40 wing sets
  • FY 2028 42 wing sets

Isto acrescentará 240 conjuntos de asa para a comunidade de F-15C/D Eagle.

f-15_2040c
F-15 2040C

Novas capacidades?

Embora testes recentes de fadiga da Boeing indiquem que novas longarinas e novas asas serão necessárias para manter seus Eagles em voo, o fabricante também disponibilizou upgrades de capacidade conhecidos como F-15 2040C, que é essencialmente um menu de opções para manter o F-15C relevante até 2045.

A proposta 2040C, inicialmente, procura ampliar o potencial de carga de armas do F-15C, com a capacidade para transportar até 16 mísseis ar-ar, tornando-o uma plataforma de apoio ideal para o potencial de carga limitada dos F-22 e F-35.

O 2040C não seria, no entanto, capaz de transportar estas armas do mesmo modo que a nova versão avançada do F-15. A adição de fly-by-wire digitais (DFBW) no “F-15 Advanced” abriu o potencial para ativar as estações de 1 e 9 na parte mais externa das asas.

O novo sistema DFBW é capaz de superar a instabilidade causada pelas novas estações. No entanto, um Eagle não-DFBW, como o F-15C/D, não seria capaz de beneficiar-se dos pilones exteriores adicionais, a não ser que tenha sido devidamente atualizado.

Mas reequipar os F-15C/D com DFBW sairia muito caro, então a iniciativa de colocar novas asas pode favorecer a oferta de Boeing para colocar quatro mísseis adicionais ar-ar em novos tanques de combustível conformais (CFTs), se a USAF desejar.

O Advanced F-15 permite a instalação das estações de armas 1 e 9 nas partes mais externas das asas
O Advanced F-15 permite a instalação das estações de armas 1 e 9 nas partes mais externas das asas

FONTE: Combat Aircraft

82
Deixe um comentário

avatar
82 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
45 Comment authors
Diego PerdonitimuskukiiMauricio VeigajoshuaGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Clésio Luiz
Visitante

Muito suspeito falarem que os C/D não podem usar os suportes externos se é algo previsto em projeto, provavelmente desde o F-15A.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Show, viva o F 15 assim seja !

Space Jockey
Visitante

Vão chupar até o osso mesmo. Eles vão fazer o avião “se pagar” depois de tanto uso. Igual eu fiz com uma moto certa vez.

akhorus
Visitante

Eu disse, eu disse, eu disse….

Gallina
Visitante
Gallina

Entrou em serviço em janeiro de 1976… Fantástico, “lenda viva”.
Gosto é pessoal, mas para o meu, F-15, F-16 e P-51 são os mais bonitos aviões de caça da história. Critério: acho “fotogênicos”, bonitos, em qualquer ângulo que se olhe.

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

Compre o F-15SE, USAF, e mantenha a linha ativa! É só isso que te peço ^^
.
Sds

Washington Menezes
Visitante
Washington Menezes

Esta é a prova cabal que o governo americano não acredita no F35 totalmente, e que foi um erro apostar em um único caça, mesmo sendo de quinta geração, ainda bem que tem gente responsável que esta atento ao futuro.

Gallina
Visitante
Gallina

Por que o F-15 dura (muito) mais que F-16 e F-18, por exemplo ? Fala-se em vida útil de pelo menos 16.000 horas de vôo para a frota atual !!
Li uma vez sobre a excelência aerodinâmica (e, originalmente, sem FBW !!), que resultava em menos fadiga.

Renato Carvalho
Visitante

Ta aí o rei do ar…o caça que me fez apaixonar por aviação, ainda que eu tenha uma queda pelos flankers nada supera a paixão pelo bom, velho, invicto e longevo F15, vida longa ao Eagle

_RR_
Visitante
_RR_

Washington Menezes ( 18 de outubro de 2016 at 20:49 );
.
O responsável por essa movimentação provavelmente não é o F-35, e sim o F-22, cuja produção foi cancelada… Assim sendo, não há substituto no futuro imediato para a força de superioridade aérea da USAF…

JPC3/Deagol
Visitante
JPC3/Deagol

Washington Menezes 18 de outubro de 2016 at 20:49

F-35 nunca teve a intenção de substituir F-15, são de categorias e funções diferentes.
Talvez seja a prova de que não deveriam ter parado a produção do F-22, ou de que subestimaram os russos e os chineses.

Se as encomendas do F-35 forem reduzidas em favor de outros caças aí sim dá para provar alguma coisa.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Caça espetacular e que ainda impõe muito respeito, além de estar invicto em combates reais!! Sempre gostei desta avião, ao contrário de uma jaca que voa às vezes por aí!!! Não estou falando do F-22!!! Já viram como ele recolhe o trem de pouso na decolagem??? Acho que só o Tornado é mais rápido no procedimento!!!!

Professor
Visitante
Professor

Marcelo Andrade 18 de outubro de 2016 at 21:13

Não está invicto, Marcelo. Houve perdas para a força aérea do Iraque, na guerra do Golfo.

E.Silva
Visitante
E.Silva

Então quer dizer que os caças que piscam que nem uma árvore de natal (F-15 e Su-35) vão continuar voando por pelo menos mais 30 anos? Huumm…
.

_RR_
Visitante
_RR_

Professor ( 18 de outubro de 2016 at 21:21 ).
.
A única perda americana para a Força Aérea do Iraque ( que não pode ser confirmada por todas as fontes ), foi a de um F-18C, derrubado por um Mig-25PD.
.
O mais perto que um caça russo esteve de derrubar um ‘Eagle’ foi sobre o Vale do Bekaa em 1982, quando um F-15 foi danificado por um míssil lançado por um Mig-21 ou Mig-23.

Gallina
Visitante
Gallina

Professor 18 de outubro de 2016 at 21:21
Sim, 4 F-15 foram abatidos por um MIG-21, em dogfight, a tiros de canhão. Detalhe que o Mig possuía apenas 50 projéteis no tambor do canhão. O último F-15 foi abatido misteriosamente, com o Mig já sem munição, após o piloto árabe ter gritado Allahu Akbar.
fonte: Sputnik, Brasil171 e DiariodoCentrodaMortadela

Caçador Cometa
Visitante
Caçador Cometa

Quando a palavra Aeronave de Caça me vem à cabeça, é a imagem do F-15 que associo.

Space Jockey
Visitante

O F-18 no Golfo foi abatido sim por um MIG-25 e um missil R-40

Jacinto Fernandes
Visitante
Jacinto Fernandes

Gallina 18 de outubro de 2016 at 20:20 concordo, mas incluiria o F-14 que acho muito bonito também….

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

Gallina,
.
penso que um de seus dados esteja errado: não seriam 51 projeteis? Ãh…? hehehe…
.
Sds

Will
Visitante
Will

Por geração:
– P-51
– Me-262 e o Gloster Meteor,
– Mirages 3 e Mig 21,
– Migs 25 e o F-4,
– Su 27, Mig 29, Tornado, F-18

Para a eternidade: F-15 para mim o caça com a beleza e letalidade mais marcante de todos até o presente., manda uns de presente para Anápolis para a gente segurar até 2045 Rssss

Django
Visitante
Django

A FAB poderia ter umas aeronaves assim.

Mauricio R.
Visitante

Maldito Dick “Haliburton” Cheney!!!!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Provas, coloquem provas ….
Provas fiáveis ….

Paulo
Visitante
Paulo

O F-15 imbatível.

TJ Lopes
Visitante

O F-15 nunca foi abatido, parem de usar essas coisas estragadas.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Este é um caça de respeito!!!

Quanto ao projeto, sei lá, mas gosto mais do Silent Eagle.

django
Visitante
django

O melhor caça construído.

Bardini
Visitante

O grande nome por detrás do F-15:
https://www.youtube.com/watch?v=ivTBv3wnp1Y

Carlos Alberto Soares-Israel?
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel?

Of all aircraft lost, none have been lost in air-to-air combat.
_________________________

This is a list of losses involving the F-15 including the F-15 Eagle, F-15E Strike Eagle, and other F-15 variants.
_________________________

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_F-15_losses

Edcarlos
Visitante
Edcarlos

É tão difícil encomendar novos F-15 SE? Reabrir a linha de produção do F-22, não é uma solução efetiva em curto ou médio prazo.

Saudações!

Willhorv
Visitante
Willhorv

The best!! Baita caça, escolta, caça bombardeio….
Vou mais longe ainda….reveste ele com materiais de fibra de carbono ao invés de alumínio ou ligas metálicas pra ver se o rcs dele baixa….
Acho que pulava pra quinta geração rapidinho…
Imaginem …. Kkkkk
Gostava muito de seu irmão naval também…o Tomcat F14…saldoso!!

Gen. Escobar
Visitante
Gen. Escobar

36 F-16 block 50-52 + 24 F-15 C – D de imediato para a FAB (Fora 72 Gripens NG e aposenta de vez F-5 e A-4 sucatas). Aí quero ver “Bolivariano” da América do Sul ficar invadindo “por acidente” nossa fronteira aérea! Esse é o problema de deixar nas mãos de “civís” o planejamento estratégico de guerra que só o pessoal da ativa e reserva conhecem – porque estudaram e viveram na prática – com propriedade!

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Cavalo de batalha da USAF.
Impressionante como projetos bem feitos (Ex. F-15, F-16) resistem ao tempo, e ainda hoje passados mais de 40 anos de seus primeiros voos ainda se mostram atuais.
E isso em tempos de 5°G…
Realmente um avião de caça poder chegar aos 70 anos de operação na principal força aérea do planeta é digno de nota.
A despeito de outros aviões impressionantes como por exemplo a família Mirage, neste ponto os equipamentos americanos realmente são imbatíveis (Vide Mirage/F-5 na FAB).

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Você sai lá do Pandemônio Brasil para vir trollar aqui “Teacher”? Que coisa feia!

André Bueno
Visitante

Gen. Escobar 19 de outubro de 2016 at 7:58

Respondendo de um modo bem simples, não há e nunca houve grana para tanto, seja por não termos de fato o numerário ou por não quererem.

Marco Passamani
Visitante
Marco Passamani

Acredito que demoraremos muitos anos, mas digo muitos anos mesmo, para vermos alguma FA totalmente stealth. Meu raciocínio parte da seguinte situação: depois de neutralizadas, principalmente, os sistemas de defesa aérea, digamos nas 3 primeiras semanas, pq continuar voando sempre aeronaves stealth, cujo custo é altíssimo? Aeronaves com a qualidade do F-15, F-16, F-18 não poderiam dar conta do recado após essa primeira fase? Acredito que sim. E são bem mais baratas de operar. Aliás, atualmente em TO que não se têm perigo anti aéreo, já são consideradas caras.

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

Um projeto soberbo é assim: voa 40,50 anos e ainda entre os melhores em vôo.

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

Quanto À questão stealth: Até 2040 talvez só a USAF terá mais de 80% de suas aeronaves de combate stealth. Talvez. China e Rússia terão, no máximo uns 40% de suas frotas stealth. Assim, vai ter muito caça de geração 4.0 e 4.5 no ar pelas próximas 3 décadas. lembrando um argumento que sempre uso, os gigantes China, Rússia e EUA não tê as forças que têm para enfrentarem diretamente uns aos outros. Quem segura uns contra os outros são suas ‘nukes’. O armamento ‘convencional’ é manutenção de seus interesses frente à países de médio e pequeno potencial. E estes… Read more »

Gen. Escobar
Visitante
Gen. Escobar

André Bueno 19 de outubro de 2016 at 8:59
Não existe nenhum custo / gasto que resista a uma coisa chamada “planejamento financeiro”. Nem em sonhos imagino uma FA igual aos EUA mas existem algumas compras que devem ser feitas “para se manter o respeito necessário”. Tem muita gente boa e capacitada dentro das nossas FA, tem muita gente que sabe o que é o necessário e sabe os caminhos (Exemplo do grupo brasileiro que foi ao deserto americano para avaliar um lote de F-16 usados) mas ainda restam alguns da velha politica, velhos pensamentos e visões nacionalistas atrasadas e desnecessárias.

Clésio Luiz
Visitante

Gallina, o F-15 foi um caça de projeto bastante convencional na sua época. As únicas coisas realmente avançadas que ele tinha eram o motor e o radar. A estrutura era bastante convencional.
.
Então enquanto um F-15 pode ser completamente desmontado e recondicionado, trocando partes da estrutura com fadiga e rachaduras, um F-16 e F-18 não podem, porque foram feitos com técnicas de construção mais avançadas, porem “descartáveis” depois de atingir o limite de horas de voo. Vale lembrar que naquela época ninguém imaginava que esses caças seriam utilizados por mais de 30 anos.

marcus
Visitante
marcus

Novas asas para os F15, comprar exemplares da versão SE,e produzir mais F22.
A unica que farão será incluir novas tecnologias nos F22 da nova fase.

Hawk
Visitante

O F-15 realmente pra mim é o mais belo caça construído!
O primeiro simulador de combate que joguei na vida se chamava F-15 Strike Eagle III.
Se bem que minha lista é bem suspeita já que acho o SR-71, MIG-25, A-10 tambem bonitos e muitos os consideram feios!

Mauricio R.
Visitante

“…reveste ele com materiais de fibra de carbono ao…”
.
Não abaixa não, aumenta. Materiais compostos por si, são porosos ao radar. É igual vestido de tule, sem um forro não sobra nada para a imaginação.

Mauricio R.
Visitante

Tá cheio de F-18 legado que foi recondicionado trocando-se por exemplo a fuselagem central, empenagem vertical, fiação.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

A princesa vem aqui trollar, ainda tem gente que acompanha.
Coloquei a prova.
Onde estão as suas.
Temos que excluir troll do debate, simplesmente não debatendo.
+++++++
Voltando, os tanques conformais aumentam sensivelmente as capacidades dessa super máquina.

Mauricio R.
Visitante

“…encomendar novos F-15 SE…”
.
A USAF não tem interesse pois não quer que verbas destinadas ao F-35 sejam desviadas para isso.
Israel até que tentou, estavam até mais interessados no SE do que no F-35, mas sem dinheiro novo para bancar não foram em frente.
Quanto ao F-22, deve vir um grande upgrade para o padrão -22C.

Clésio Luiz
Visitante

Maurício, a extensão da vida os F-18 é limitada. Os da USMC por exemplo só vão ganhar 2.000 horas a mais. E trocar a fuselagem central deve custar uma fortuna.

Gallina
Visitante
Gallina

Lewandowski 18 de outubro de 2016 at 22:52 Sim, consultando novamente o Sputnik e o DiariodoCentrodaMortadela, foram 51 projéteis disparados pelo Mig-21. O Brasil171 não quis se pronunciar, pois já estaria desmontando os servidores (informática), com receio de uma alardeada apreensão da Polícia Federal. – Jacinto Fernandes 18 de outubro de 2016 at 22:48 O F-14, para mim claro, seria aquele mulher árabe com um nariz um pouco maior do que seria ideal. Mas que, pelo conjunto da obra, acaba sendo extremamente charmosa. rsrs O meu critério pessoal é: simetria, beleza, sob TODOS os ângulos de vista. Até um Typhoon… Read more »

Gallina
Visitante
Gallina

*aquela mulher..
*menor do que o possuído por um…