Home Aviação de Caça Caças F-22 Raptor da USAF já estão na Europa

Caças F-22 Raptor da USAF já estão na Europa

853
19

Caças F-22 Raptor

A Força Aérea dos EUA informou que 4 caças F-22 Raptor, um cargueiro C-17 e 60 militares chegaram hoje à base áerea de Spangdahlem na Alemanha.

Esta é a primeira vez que os F-22 Raptor visitam a Europa para missões de treinamento e não para shows aéreos.

Será uma oportunidade para os F-22 treinarem com seus aliados europeus, aumentando a capacidade de dissuasão da OTAN diante da ameaça russa.

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
ME 109
ME 109
5 anos atrás

Ameaça Russa kkkkkk nossa verdadeira ameaça hoje é a migração musulmana e a china, a Russia é rival não inimiga

Observador
Observador
5 anos atrás

Toneladas de diplomacia voadora. Os caras só de olharem este brinquedo ai da foto já acabam com qualquer possibilidade de guerra. Uma baita caça!

carlos victor
carlos victor
5 anos atrás

na minha opinião,não deveria ter parado a produção desses caças,deveria ter produzido pelo menos uns 500 pra USAF e investido em uma versão naval pra marinha
gostaria muito que o F-35 fosse um caça com capacidade de substituir o F-22,mas infelizmente a realidade é outra,e os americanos ainda vao retomar a produção da lenda chamado F-22…

carlos victor
carlos victor
5 anos atrás

o que vocês dizem sobre o MIG-35? pode -se considerar que ele é um fracasso de vendas,mesmo sendo um ótimo caça?

ronilson
ronilson
5 anos atrás

Tanto alarde por miseros 4 f-22

Francis Schonarth
Francis Schonarth
5 anos atrás

É Ronilson, mas esses “míseros 4 F-22” são suficientes para acabar com a FAB toda.

Fernando
5 anos atrás

Prevejo um fight entre F22 e S400…

Wolfgangus Mozart
Wolfgangus Mozart
5 anos atrás

Hahaha falei que iriam ficar na Alemanha e que seriam até seis caças e os caras zombaram.
Tem horas que é melhor ignorar a russofilia quando sobe para a cabeça.

Sds

Yamamoto
Yamamoto
5 anos atrás

Carlos Victor, na verdade, o MIG-35 assim como as versões atualizadas do MIG-29 (SMT/M2-MRCA e K) são aeronaves boas, mas, só isso. Tanto que do fim da URSS até os dias atuais, houve pouco interesse nesses caças e a MIG hoje vive de algumas poucas encomendas de aeronaves novas (notadamente as caças navais para a aviação naval russa e para a aviação naval indiana) e algumas pequenas encomendas de modernizações/revitalizações para antigos operadores ( por exemplo, o Peru modernizou 8 jatos para um padrão intermediário que não é o “full” SMT e a VVS encomendou mais 16 jatos para comporem… Read more »

Felipe Silva
Felipe Silva
5 anos atrás

Acredito que ainda virão mais unidades do mesmo.

ronilson
ronilson
5 anos atrás

Wolfgangus
E no seu caso seria o que americanofilia? Sualamericanofilos kkk

ronilson
ronilson
5 anos atrás

Sulamericanofilos

Tom
Tom
5 anos atrás

Isso aí não mete medo nem na França, quanto mais na Rússia! Kkkkkkk

vmax
vmax
5 anos atrás

E nem precisava.
RAF, Luftwaffe, Mérdè le le Air, são juntos uma respeitável frente para qualquer potencial ameaça.
É só treinamento mesmo.

CAL
CAL
5 anos atrás
Nick
Nick
5 anos atrás

4 representantes da diplomacia americana…. 🙂

Se levarmos em consideração que contra os F-15 a relação é 100:1 , 4 são suficientes para acabar com a Força Aérea Russa…. hehehehehe… 😀

[]’s

Ivan
Ivan
5 anos atrás

Algumas coisas são óbvias: – Uma esquadrilha com 4 (quatro) caças não muda de forma definitiva a balança de poder na Europa, mesmo do revolucionário F22 Raptor, precursor e único exemplar operacional da nova 5ª geração; – A US Air Force não pretende lançar nenhum ataque definitivo contra ninguém na Europa (ou a partir da Europa); – A Otan não pretende entrar em guerra na Europa neste momento, em que pese a luta no leste da Ucrânia entre Kiev e Moscou (quem mandou desmantelar as nukes…). Então vamos observar este deslocamento de poucas aeronaves, mas de grande importância no que… Read more »

Leonardo
Leonardo
4 anos atrás

Se potência mundial significasse alguma coisa, a Alemanha Nazista teria vencido a guerra. E com a segunda guerra mundial aprendemos que não tem essa de um super potência sozinha vencer todas as guerras e dominar o mundo sozinho como fez e lutou ferozmente a Alemanha Nazista. A ex Alemanha Nazista tinha caças invejáveis, os melhores e indestrutíveis tanques (isso no início das guerras). E durante os anos de guerra Rússia e os aliados, de acordo com sofredora e dolorosa surra que levavam do nazismo, foram estudando e criando novas armas, e lembremos que alguns estavam em crise econômica, e venceram… Read more »

aldqueiroz
aldqueiroz
4 anos atrás

Leonardo 8 de março de 2016 at 9:00 Discordo de várias de suas afirmativas. Por partes: “com a segunda guerra mundial aprendemos que não tem essa de um super potência sozinha vencer todas as guerras e dominar o mundo sozinho como fez e lutou ferozmente a Alemanha Nazista.” — A Alemanha, sob o comando nazista, malgrado o sucesso inicial das estratégias de ataques relâmpago (as tais ‘blitz krieg’) cometeu uma série de erros de estratégia ao longo da guerra, por conta de decisões pessoais do ‘Führer’ (que era um gênio para influenciar as massas, mas entendia patavinas de estratégia militar!… Read more »