sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

A abertura da porta do trem de pouso principal do KC-390, para quem ainda não entendeu

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

KC-390-roll-out-21-10-2014-foto-16-Nunão-Forças-de-Defesa-adaptado por Antonio Sales

O leitor Antonio Sales, acompanhando a discussão recente sobre as carenagens (sponsons) que abrigam o trem de pouso principal do KC-390 da Embraer, assim como o formato das portas do compartimento do trem de pouso, teve uma iniciativa: ele fez uma marcação, em azul, sobre uma foto do Poder Aéreo indicando o movimento lógico de abertura desta porta. Clique na imagem para ampliar.

Antonio também tracejou, em amarelo, o formato provável da estrutura em treliça que sustenta a porta e faz o papel de “dobradiça” para a mesma, na parte que não é visível externamente. Provavelmente, além do movimento básico de “pivô” indicado, há uma outra movimentação posterior desse mecanismo em direção à parte superior do “sponson”, para que a porta também suba para fechar a abertura.

Compartilhamos aqui a imagem para que os leitores, tanto os que não tenham entendido ainda o movimento de abertura quanto os que não entenderam a razão de ser da estrutura treliçada da porta, possam compreender melhor as decisões de engenharia envolvidas em ambas as características (sejam elas esteticamente agradáveis ou não).

COLABOROU: Antonio Sales (a partir de foto do Poder Aéreo)

 

- Advertisement -

22 Comments

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Uma coisa que eu não tinha prestado atenção é que existe outra porta, por baixo da aeronave, que se encaixa com a externa para selar o compartimento do trem de pouso principal.

_RJ_

Quanto às forças aerodinâmicas que atuam na porta, foram elas que fizeram com que se adotasse esse design. (as portas não se comportam como “pequenas asas” prontas para saírem voando do avião e necessitando de reforços para impedirem que elas partissem).

E tem um detalhe genial no design desse mecanismo, mas que só vai dar para perceber durante o vôo, ao se abrir ou fechar as portas. Vou desafiá-los a descobrir o que…só dou uma pista: aumenta em muito a segurança

_RJ_

Espero que tenham registrado patente, porque senão muita gente vai copiar essa solução (que nunca vi em outra aeronave)

Gilberto Rezende

Esta foto fica bem melhor visto, para mim pelo raio de giro que foi estimado acho que esta seção de fuselagem em L gira completamente cobrindo as rodas, alinhando a peça só que numa posição mais baixa, Me dá a impressão que o eixo de giro da treliça estaria ligado ao próprio conjunto do trem de aterrissagem de modo que quando as rodas retraem para dentro da fuselagem (após a decolagem) trazem junto a carenagem, que ao terminar o giro ficou alinhada, para posição de encaixe em voo. Quando ela sobe a tal porta/aba por baixo da aeronave tranca a… Read more »

Alfredo Araujo

Interessante que mesmo recolhidos, aparentemente, os trens traseiros ficam em posição inferior a fuselagem, protegendo a mesma de entrar em contato com o chão em um provável pouso de emergência…

Iväny Junior

Uma imagem que elucida todas as duvidas. A porta gira por completo e só está ligada pela treliça. Provavelmente ao ser acionado, o trem de pouso tem um mecanismo interligado à treliça que faz a porta levantar um pouco e depois girar abrindo e/ou fechando.

Por esse ângulo, o sponson parece até menor.

Oganza

Meu muito obrigado ao Antônio Sales, Deus abençoe os abnegados…

…enfim, tem coisas que só a Trilogia proporciona para vc…

…Meus Parabéns a todos que ajudaram a esclarecer a quase polêmica porta do trem de pouso do KC-390 🙂 .

Ps.: tem uma peça que é “quase” um arco ali no meio da treliça, ela deve ser algum tipo de “trilho guia” em algum momento do processo de abertura/fechamento. É akela peça que “destoa” em formato/forma ao resto da estrutura, bem ao centro da treliça.

Grande Abraço.

Leonardo Pessoa Dias

Ou seja, lembra da piadinha “entendeu ou quer que desenhe?”

Agora us-intendidu vão comentar que as setas em amarelo e azul não ficaram tão boas assim.

eduardo pereira

E acaba também com a impressão de ser o Kc 390 pequeno, basta observar o tamanho do camarada próximo ao objeto de discussão.

Marcelo Pamplona

Boa tarde a todos! Oganza: “Ps.: tem uma peça que é “quase” um arco ali no meio da treliça, ela deve ser algum tipo de “trilho guia” em algum momento do processo de abertura/fechamento. É akela peça que “destoa” em formato/forma ao resto da estrutura, bem ao centro da treliça.” Não seria uma parte no sistema de travamento do “sponson” ao acionar/recolher o trem de pouso? Não parece mero reforço estrutural. Puro achismo de leigo, claro. Em tempo, a aberura à lateral pode fornecer algum tipo de proteção extra aos pneus do trem de pouso, no que se refere impactos… Read more »

Marcelo Pamplona

Errata:

“… a abertura à lateral…”

Oganza

Marcelo Pamplona,

rapa, eu não sei não… tb sou leigo… tem coisas que a gente manda pra área e fica na torcida para ver se alguém manda pro gol… rsrsrsr 🙂

Grande Abraço.

Alfredo Araujo

Em homenagem aos especialistas em trens de pouso, um vídeo da decolagem de um C5, filmado do dito cujo…

Alfredo Araujo
Clésio Luiz

Depois de dar uma olhada por aí, notei que o KC-390 é um dos únicos transportes em que a tampa do trem de pouso principal não é articulada (tem dobradiças) no “sponson”. O único outro modelo que achei foi esse do vídeo do Alfredo, o C-5.

Anderson Petronio

Simplesmente…que aeronave linda…quero ver essa maquina voar…pena que ( até onde eu saiba) não vai ficar lançando PQDs no Campo dos Afonsos, pra eu ficar admirando aqui da minha rede no terraço de frente pra ZL.

Vader

Polêmica concluída.

Que me desculpem os anti-Embraer, mas é realmente uma belíssima aeronave.

O “carrinho-de-mão” (by Herve Morin, ex-MD Francês) da Embraer ficou muito lindo. Se vale a máxima de Marcel Dassault de que aeronave bonita é aeronave boa, então o KC-390 vai ser duca…

Sds.

Anderson Petronio

concordo com o Váder.

Gilberto Rezende

X2…

E pro Vader, quem diria…

sergiocintra

Realmente criaram um “velho e clássico paralamas”.
Tanto as portas externas quanto a interna – que percebe-se seguindo na direção da ponta da seta azul – foram soluções que abrigam as estruturas de detritos e estouro de pneus.
Sem contar que as treliças fazem ações de freios aerodinãmicos, que atuam mais nas aterrisagens, onde o compartimento do trem permanece mais tempo aberto.
Na decolagem, saiu “da chão” fecha logo!

Reportagens especiais

Fotos do sábado da XXVII Convenção Nacional de Plastimodelismo 2013, no PAMA-SP

Você está em São Paulo? Gosta de plastimodelismo e assuntos relacionados? Então não perca! Neste domingo, último dia, a...
- Advertisement -
- Advertisement -