Home Aviação de Transporte KC-390 deve ter primeiro voo logo após o Natal

KC-390 deve ter primeiro voo logo após o Natal

231
27

KC-390 - roll out - 21-10-2014 - foto 11 Nunão - Forças de Defesa

A Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) estão trabalhando para realizar o primeiro voo do jato por volta do dia 28

ClippingNEWS-PAA Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) estão trabalhando para realizar o primeiro voo do jato de transporte militar KC-390 ainda este mês. Segundo o Valor apurou, a Embraer planejou fazer o teste por volta do dia 28 de dezembro, mas a empresa não confirma e informa apenas que o primeiro voo deve acontecer ainda este ano.

O presidente da Copac (Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate), responsável por 95% dos projetos de desenvolvimento, aquisição e modernização da Força Aérea Brasileira, brigadeiro José Augusto Crepaldi Affonso, disse que a aeronave está na fase de testes de vibração e outros. Os três pilotos que estão no comando dos testes para o primeiro voo, segundo o brigadeiro, são militares da reserva da FAB, que trabalham hoje para a Embraer.

O brigadeiro disse que mesmo com as dificuldades orçamentárias, que impactaram o andamento de vários programas que a Copac mantém, os eventos macros do KC-390 estarão garantidos. “Isso inclui o rollout [apresentação, que já foi feita], o primeiro voo, a certificação da aeronave e a sua entrada em operação, que está sendo aguardada com expectativa pelo mercado internacional”, afirmou.

KC-390 - roll out - 21-10-2014 - foto 21 Nunão - Forças de Defesa

A Força Aérea Sueca, segundo Crepaldi, tem interesse na aeronave. A frota de C-130 (aeronaves de transporte) usada por eles está chegando ao fim da vida útil. Para os Emirados Árabes, a FAB respondeu um pedido de informações (RFI, da sigla em inglês).

Além da encomenda da FAB, o KC-390 tem 32 cartas de intenção de compra da Argentina, Portugal, República Tcheca e Colômbia. A Embraer projeta um mercado potencial de 700 aeronaves na categoria do KC-390 nos próximos 10 anos. A empresa espera conquistar entre 15% e 20% desse mercado.

Considerado um dos projetos prioritários do governo na área de defesa, o KC-390 foi incluído no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), mas nem este fato garantiu o repasse dos recursos previstos no orçamento para o projeto durante o primeiro semestre. A Embraer precisou recorrer ao seu caixa para conseguir cumprir o cronograma de desenvolvimento da aeronave. O valor contingenciado neste período chegou a R$ 500 milhões.

As atividades da produção seriada do KC-390 foram iniciadas em maio. A FAB contratou um lote de 28 aeronaves. Para produzir os aviões e também os equipamentos de apoio de solo, logística inicial e treinamento de pilotos e mecânicos, a FAB conseguiu aprovar uma verba de R$ 1,9 bilhão. A entrega do primeiro avião para a FAB é prevista para o fim de 2016.

KC-390 - roll out - 21-10-2014 - foto 7 Nunão - Forças de Defesa

A modernização dos caças AMX e F-5, pela Embraer, avaliados em R$ 2,1 bilhões, também foi afetada e diminuiu o ritmo do trabalho. De acordo com o presidente da Copac, o cenário fiscal para o ano de 2015 ainda está incerto. “Estamos avaliando a possibilidade de diminuir o número de aeronaves a serem modernizadas. Até agora três, de um total de 43, foram entregues”, revelou.

A Embraer registrou crescimento de 21% nas vendas de jatos este ano em relação a 2013. Para 2015 a fabricante brasileira também mantém uma expectativa de resultados positivos em vendas e estima um incremento da ordem de 15%. Os números foram apresentados ontem pelos executivos da Embraer, durante Encontro Anual de Fornecedores de Subcontratos da Embraer. A fabricante afirmou que o mercado está cada vez mais competitivo, mas que não pretende mexer na margem de lucro das vendas de aeronaves.

FONTE: Valor Econômico, via Notimp (reportagem de Virgínia Silveira)

27
Deixe um comentário

avatar
21 Comment threads
6 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
LywAnderson PetronioGilberto RezendeMauricio R.juarezmartinez Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guizmo
Visitante
Member
Guizmo

Interessante que há 1 ano, creio que no dia 18 de Dezembro, foi anunciada a decisão pelo Gripen. Agora será o 1o voo do KC-390….Excelentes notícias que demonstram o trabalho sério da FAB nos últimos tempos.

À despeito de preferências ou de opiniões, é inegável que a FAB trabalha muito bem com os recursos disponíveis.

Parabéns

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Amigos,

Alguem poderia me explicar o que a bandeira da Argentina esta fazendo ai na fuselagem do KC-390?

Tambem vi a de Portugal colada na fuselagem.

Sao paises compradores, ou sao cooprodutores do KC-390?

Guizmo
Visitante
Member
Guizmo

É um projeto conjunto com outras nações. A Argentina por exemplo produzirá as portas (rampas) traseiras, se não estou enganado.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Compradores???
Por ora só o Brasil e olhe lá.
Esperem em animação suspensa, pq deitado vai demorar e de pé vai cansar!!!
A triste realidade é que tanto Portugal como Argentina, estão reformando seus antigos C-130.
Então por enquanto esqueçam esses dois, eles não necessitam desse avião.

“…que está sendo aguardada com expectativa pelo mercado internacional…”

Ninguém tá nem aí, quem realmente necessita de capacidade de carga, está é correndo p/ pegar os últimos C-17, antes que a produção deste se encerre.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Na minha modesta opniao, nenhuma outro pais deveria ter a sua bandeira colada na fuselagem do KC-390, a nao ser que tambem sejam compradores da aeronave.

Quer dizer que a Argentina entra de gaito no projeto, fabricando as rampas de acesso + portas, e com isso ganha visibilidade internacional….?????

De quem foi essa idea absurda de convidar a Argentina para participar nesse projeto????

Quanto aos C-17, eu penso que esta longe o dia em que vao encerrar a producao deste gigantesco aviao de transporte logistico e de tropas.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Fernando, Obrigado pela explicacao. Eu sei que colar bandeiras na fuselagme de jatos ja vem desde muito tempo. Me lembro dos F-16 que na epoca (nos anos 70), tinha varias bandeiras na fuselagem, quando saiu do hangar da General Dynamics pela primeira vez (roll out). Como tambem estou ciente das bandeiras na fuselagem do F-35. Mas se eu nao estou enganado, essas bandeiras sao de compradores da aeronave. Voce pode clarificar isso para mi por favor. Meu problema com a Argentina ja vem de longe…rsrsrsrs. E um problema pessoal que eu tenho com eles. E uma richa dos tempos da… Read more »

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Mas que coisa já é incerto se os Argentinos vão poder comprar o KC-390, imagine não colocar a bandeira dos caras com eles fazendo peças para a aeronave ! A Embraer quer vender entre 105 a 140 aeronaves nos próximos 10 anos (e acho que nesta conta os 28+2 do Brasil não estão incluídos). Me admirei que a bandeira dos EAU não foi igualmente colada… E aos açodados ninguém em sã consciência (além da FAB e o governo brasileiro) vai colocar uma compra firme do KC-390 antes do bichão voar e ser certificado. As vendas só vã ‘pegar no breu”… Read more »

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Fernando,

Que interessante, porque parece que o criterio da Embraer e diferente da LM.

O que eu nao entendo, e o porque da bandeira de Israel nao esta na fuselagem do F-35.

Israel alem de ser comprador, tambem vai passar a manufacturar as asas do F-35.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Esta sonda que esta em cima do cockpit, ao que parece e para REVO, entao eu gostaria de saber que tipo de aeronave ira reabestecer os KC-390 durante voos de longa duracao.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Obrigado pela explicacao Fernando.

Por favor me explica a duvida que tenho com relacao ao REVO do KC-390.

Ja esta acertado o acordo com Israel, para reformar os 767 para a FAB, transformaddo-os em reabastecedores?

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Valeu a explicacao Fernando.

Porque um pais como a Colombia tem dinheiro para converter e operar 2 KC-767 e um pais como o Brasil nao possui tais recursos?

Isso e uma vergonha.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Mesmo crescendo 5% ao ano, em uma economia como a da Colombia, ainda sim e muito inferior ao crescimento do PIB brasilerio, que esta beirando 0,7%.

Eu conheco bem a Colombia, por dentro e por fora, e eus ei que eles nao estao com essa bola toda. e mesmo que eles tivessem, nao justifica um pais como o Brasil (a setima economia do mundo), ficar chorando de barriga cheia e contigenciando verbas para a defesa nacional.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Nunao fica de butuca ligada que segundo os blue birds que cantam no quintal ao lado, o voo esta previsto para dia 27.
Ahh, tem boas chances de termos boas noticias do KC 767 ate o dia 31.

Grande abraco

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“…vai colocar uma compra firme do KC-390 antes do bichão voar e ser certificado.”

Com o A-400M foi assim, o avião já estava vendido antes do 1º voo e apesar dos 3 anos de atraso, devido a uma certificação civil mau feita.
E não era p/ somente um único operador.

“…os Yakees do Special Forces Command darem uma olhadinha…”

O correto é SOCOM, Special Operations Command.

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Valeu pelo SOCOM… Mas comparar o KC-390 com o A-400M um projeto OTAN/Europeu é covardia… A UNASUL recém começou a fazer parecido com isso com drone/treinador… O KC-390 é um projeto 100% FAB que “escalou” bem para o alto uma proposta inicial bem modesta baseada numa aeronave civil nos idos da LAAD 2007… Pensar que 7/8 anos depois este avião está prestes a levantar voo !!! Não duvido que a aeronave possa ser um sucesso de vendas, mas mesmo se ele ficasse só nas 30 unidades para a FAB a força brasileira estaria excelentemente atendida e o azar seria de… Read more »

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

É bom lembrar que 2015 em abril teremos uma nova edição da LAAD e certamente o KC-390 vai ser uma das estrelas do Show sobrevoando a feira.

Certamente já voando e em campanha de certificação será mais que desejável para a Embraer ter contratos firmes externos para anunciar na mesma feira onde o projeto foi “concebido e nasceu” em 2007 e 2009…

Anderson Petronio
Visitante
Anderson Petronio

Nunão…

Saberia me informar se ele teria condições de operar em Afonsos?

Porque com esse contingenciamento todo acho que a ida da Brigada Paraquedista para Anapolis deve ser adiada por um boooooom tempo….

Eu ia adorar tirar foto desse bicho do meu terraço lançando PQDs na ZL.

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto!!!

Avisem ao MD, que é a xepa do ac de trasnsporte que faz e acontece:

“Boeing has sold two more C-17 transports to an undisclosed customer, but it will likely end the year with eight unsold white tails.”

(http://www.flightglobal.com/news/articles/Boeing-sitting-on-eight-unsold-C-17s-with-more-orders-pending-407176/)

Lyw
Visitante
Lyw

Novidade, Embraer adia primeiro vôo para início de 2015!

http://economia.estadao.com.br/blogs/radar-da-aviacao/embraer-kc390/