domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

Voa o primeiro F-16 do Iraque

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-16 Iraque - primeiro voo - foto via Code One Magazine - Lockheed Martin

A Lockheed Martin noticiou nesta quarta-feira, 7 de maio, o primeiro voo de um caça F-16 Fighting Falcon, produzido para a Força Aérea Iraquiana. A informação foi dada pela revista de divulgação da empresa, a  “Code One”.

O voo foi realizado no dia 2 de maio por dois pilotos de teste da Lockheed Martin, a partir das instalações da empresa em Fort Worth, no Texas. Trata-se de um F-16D de uma encomenda de 36 caças do Block 52, realizada por meio do Departamento de Defesa dos EUA para o Iraque. Segundo a nota, a aeronave será entregue ainda neste ano.

FONTE / FOTO: Lockheed Martin – Code One Magazine

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

13 Comments

Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lyw

Em breve os iraquianos deverão solicitar a compra dos AIM-120 AMRAAM. Se os EUA se recusarem a vender a Força Aérea Iraquiana irá recorrer a caças russos como os MIG-35 e os SU-35 armados com R-77.

Quem tem vizinhos como Arabia Saudita, Turquia, Irã, dentre outros… Não vai se contentar por muito tempo com AIM-7 Sparrow.

Рустамом Bogaudinov

By bundling and price Certainly easier than offered Hindus have UAE Polyakov there or Israel. But it is a modern , better those places that Americans themselves in the service . There’s an ancient weapon ” in – in ” fused to the load (although ” in – h” modern and good containers ) , ” Sparrow ” , but the Iraqis enough. They are important for the ground work . By Price – expensive first contract was included as a variety of snap , simulators, training pilots and personnel, etc. Second (there were two for 18) less the first… Read more »

Vader

Fernando “Nunão” De Martini
7 de maio de 2014 at 17:14 #

Nunão, o F-16 iraquiano é mais caro por conter diversos aparatos de downgrade, especialmente o poderosíssimo chip de autodestruição de armas americanas, uma arma de destruição de massa (encefálica)…

Vader

Quando e se os iraquianos se mostrarem miseravelmente confiáveis o Tio Sam vende de muito bom grado o AIM-120 pra eles.

Até lá, pra combater o único possível inimigo do Iraque, o Irã (dado que os demais países estão sob a esfera americana e a Síria tá na b.), Sparrow tá bom demais. Os iranianos não dispoem de nada melhor mesmo…

Sds.

Iväny Junior

Se a força aérea não foi completamente dizimada, a Airbus saberia trabalhar nos Mig-29 restantes.

No mais, é bom ver as aeronaves sem os tanques conformais ‘3boobs’. Muito mais bonito, manobrável e de menor RCS.

Lyw

Vader
7 de maio de 2014 at 18:23

Por isto mesmo acredito que os iraquianos recorrerão aos russos!

Clésio Luiz

Achei bacana o padrão de camuflagem. Diferente de qualquer outro operador de F-16.

Vader

Lyw
7 de maio de 2014 at 20:16 #

Ora, isso é uma especulação sua. Impossível não é mas, no momento, creio que os iraquianos tem mais com o que se preocupar. Como refazer suas FFAAs em moldes ocidentais, por exemplo, algo que com ou sem AMRAAM eles tem se esforçado por fazer.

Sds.

Lyw

Absolutamente meu caro Lord Sith, pura especulação minha.

E concordo com você, isto não é pra agora, mas será em breve (final desta década) pois a reconstrução das forças armadas iraquianas anda acelerada.

Eu não consigo enxergar um Iraque bem enquadrado no grau de confiabilidade do Tio Sam, acho que em breve haverá um esperado pequeno distanciamento, normal para um país que foi invadido e quer se sentir minimamente autônomo. Como nesta situação não acho que os AMRAAN seriam liberados com facilidade, os iraquianos irão atrás dos russos pra suprir este nicho.

Mas é apenas uma opinião.

Sds.

Andre Luis

E depois que este lote acabar? É o fim da linha de produção do F-16?

Se for, será uma pena, mas faz parte do jogo.

A venda para Taiwan foi bloqueada não é?

Andre Luis

Nunão.

Valeu pela informação. Pois é, tomara que os EUA desbloqueiam o pedido de Taiwan. Isto faria a linha de produção seguir por um bom tempo mais.

Reportagens especiais

John Boyd, o piloto de caça que mudou a arte do combate aéreo

A foto acima mostra os dois caças que foram projetados segundo as ideias de um piloto chamado John Boyd....
- Advertisement -
- Advertisement -