Home Noticiário Nacional Novaer vai produzir novo avião

Novaer vai produzir novo avião

730
11

T-Xc

Com 2 versões, para uso civil e militar, aeronave foi apresentada em São José; prefeitura não vê perda de investimentos

Xandu Alves
São José dos Campos

ClippingNEWS-PAA Novaer Craft, fabricante de aeronaves civis e militares de São José dos Campos, vai investir R$ 80 milhões para produzir 120 aviões por ano do modelo T-Xc.
Com duas versões, para uso militar e civil, o avião foi apresentado ontem no galpão da empresa em São José e fará seu primeiro voo até o próximo mês de maio.
A aeronave será produzida em Lages (SC), cidade que venceu a disputa para a instalação da empresa, que deve começar a produção em 2015. Serão gerados 400 empregos diretos, com até 1.500 postos indiretos.
A previsão da Novaer é que a aeronave receba a certificação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em dois anos.

Projeto. Segundo Graciliano Campos, presidente da Novaer Craft, o desenvolvimento do T-Xc começou em junho de 2010, com apoio financeiro da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), ligada ao governo federal.

Ao todo, foram investidos R$ 25 milhões no projeto do avião, baseado no desenho do K-51, aeronave projetada pelo engenheiro Joseph Kovacs, 88 anos, ainda em atividade em São José. Ele projetou um dos maiores sucessos comerciais da Embraer, o Tucano.

Campos disse que a construção da fábrica, a preparação da equipe e a produção dos aviões custarão mais R$ 80 milhões, que virão de três fontes: Finep, governo de Santa Catarina e a própria empresa.

“Tivemos um apoio muito grande do governo catarinense, que sabe da importância da empresa em Lages”, disse.

Na cidade catarinense, a Novaer terá para uso uma pista municipal e apoio financeiro e institucional do governo estadual, o que ela não conseguiu em São José.
“Queremos fazer de Santa Catarina um segundo polo aeronáutico e de defesa”, disse Elizeu Mattos (PMDB), prefeito de Lages. “Viemos buscar um pouco em São José”.

Para Sebastião Cavali, secretário de Desenvolvimento Econômico de São José, a fabricação da Novaer fora de São José não afeta a cidade.
“Vamos compartilhar com eles (Lages). A Novaer vai continuar em São José”, afirmou.

Segundo Campos, por ter a plataforma adaptada para dois usos, de treinamento militar e transporte de passageiros, a aeronave irá disputar um mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos e nos países da América Latina. No Brasil, a Força Aérea deve ser o principal cliente.

T-Xc Pilgrim - imagem Novaer

Saiba mais

T-Xc
Avião monomotor a pistão, de asa baixa e com estrutura primária e secundária construídas em fibra de carbono, além de trem de pouso retrátil do tipo triciclo e cabine para dois ocupantes (instrutor e aluno)

Utilização
A mesma plataforma do avião atende a duas categorias: treino militar e utilitário civil, com capacidade para quatro passageiros e 70 quilos de carga

Projeto
O avião é baseado no projeto K- 51, de Joseph Kovacs, que desenvolveu o Tucano, um dos destaques da Embraer

Fabricação
A Novaer Craft vai produzir o avião em Lages (SC), cuja fábrica receberá R$ 80 milhões de investimentos

Capacidade
Serão gerados 400 empregos diretos em Lages para produzir 120 aeronaves por ano

T-Xc - três vistas e painel - imagem Novaer

FONTE: www.ovale.com.br

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
6 anos atrás

A Novaer que não se empolgue muito com as encomendas militares brasileiras: se o governo do PT precisar rifar a Novaer e seu projeto em favor do “UNASUR” de seus aliados bolivarianos da América Latrina, particularmente da Beiçuda “peor que el tuerto” de Buenos Aires, ele o fará sem o menor remorso.

O avião da Novaer corre o risco de ser que nem o Tavor da Taurus: um excelente produto que só é fabricado pra exportação.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
6 anos atrás

Vader, concordo com você.
Mas esse T-X parece ser um bom avião. Só que o T-25 ainda tem mais folego que o T-27. A FAB já deveria, há muito, estar preocupada com a substituição do Tucano. A EMBRAER já foi consultada e informou ser inviável a reabertura da linha de produção.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Rinaldo Nery
6 anos atrás

Pois é, Rinaldo, mas será que o futuro treinador Unasul, na sua versão turboélice, não será justamente o substituto do T-27?

Mauricio R.
Mauricio R.
6 anos atrás

“A EMBRAER já foi consultada e informou…”

E prá que foram perguntar??? Não estão carecas de saber como “o império do mal de SJC” trabalha???
Deveriam tem perguntado p/ a Pilatus ou quem sabe, p/ a Textron; nova dona da Beechcraft.
Já pensaram, T-6 na FAB…

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Apesar de não achar o ideal, considero provável que o GF e a FAB façam uma acomodação:

T-Xc (pistão) para substituir o T-25

Unasur (turboélice) para substituir o T-27.

E não seria comprado o Unasur a pistão.

edurval
edurval
6 anos atrás

Rafael Oliveira 2 de abril de 2014 at 8:16

Nasce um novo profeta 🙂

Não concordo com isso, mais acho correta a sua analise.

Vida Longa e Prospera a Todos.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Edurval,

Hahahaha. Profeta foi boa, Vou até jogar na Mega.

Abraço!

Almeida
Almeida
6 anos atrás

Cancelem essa bosta de UNASUR, a FAB ficará muito melhor de TX-c e T-29.

Sim, T-29, o AT-29 já substituiu com louvor os T-27 no EDA, nada impede uma nova encomenda de uma versão mais simples, sem blindagem e metralhadoras, para ser usada como treinador.

desastreBR
desastreBR
6 anos atrás

Alguém sabe qual será a autonomia com 4 ocupantes do U-Xc? Deram alguma previsão?
Dependendo do preço e autonomia será uma boa no meio civil.
Aviões como esse vendem muito no norte do planeta.

Att.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
6 anos atrás

desastreBR,

Ainda não vi nenhuma estimativa.

Divulgaram diversas especificações do modelo, mas não vi a de autonomia com 4 ocupantes do U-Xc.

Nesta matéria abaixo, do começo do ano passado, há vários dados divulgados pela empresa. Talvez você possa chegar a alguma aproximação comparando os dados divulgados de combustível total, velocidade de cruzeiro e carga útil com o de outras aeronaves que eventualmente tenham a mesma motorização.

http://www.aereo.jor.br/2013/01/23/novaer-apresentada-as-primeiras-pecas-do-txc/

Mayuan
Mayuan
6 anos atrás

Adoro essa palhaçada de Império do Mal de SJC… como se existisse empresa privada boazinha…

Deixando isso de lado, concordo com o Almeida, Um ST simplificado não cumpriria adequadamente as missões do Tucano?