segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Não tem nada a ver

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

CEO da Boeing diz que chances do Super Hornet não são afetadas pelo escândalo de espionagem

 

dennis-muilenburg

As chances da Boeing vencer o programa F-X2, avaliado em US$4 bilhões não devem ser afetadas pelas alegações de que os Estados Unidos espionaram a presidente Dilma Russeff, informou o principal executivo da empresa nesta terça-feira.

O F/A-18 Super Hornet concorre com o Dassault Rafale e com o Saab Gripen em uma disputa que envolve 36 caças.

“Acredito que a decisão pelo caça será tomada com base em seus próprios méritos”, disse Dennis Muilenburg, presidente e CEO da Boeing Defense, Space and Security, à Reuters em Washington.

“Se você desconsiderar a situação atual e olhar para as tendências, verá que o relacionamento entre nossos países continua a ganhar força e ímpeto”, disse ele.

Um programa de notícias do Brasil informou no domingo que a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA espionou os e-mails, telefonemas e mensagens de texto da presidente brasileira Dilma Rousseff e do presidente do México, Enrique Peña Nieto, uma revelação que poderia prejudicar as relações de Washington com as duas maiores nações da América Latina.

Este incidente ocorre depois que o jornal brasileiro O Globo publicou em julho que documentos vazados pelo ex-funcionário da NSA, Edward Snowden, revelaram a espionagem dos EUA em vários países latino-americanos, incluindo o Brasil.

A presidente Rousseff ainda está agendada para fazer uma visita de Estado à Casa Branca, em outubro.

“Temos uma grande confiança de que podemos cumprir nossos compromissos e fazer isso com nossos parceiros industriais no Brasil”, disse Muilenburg, acrescentando que a decisão ainda pode acontecer este ano, apesar das indicações contrárias.

Uma alta fonte do governo do Brasil disse à Reuters em agosto que o escândalo de espionagem tinha minado a confiança do país nos Estados Unidos, e poderia afetar negativamente a decisão dos caças.

Muilenburg disse que a Boeing, focada na expansão dos seus laços com o Brasil, incluindo um acordo de cooperação com a Embraer, estava mantendo um olhar atento sobre a situação.

O Brasil reduziu o seu orçamento de defesa em US$ 1.55 bilhão (3,7 bilhões de reais) em maio e outros 386 milhões dólares (920 milhões de reais) em julho. Protestos maciços abalaram o Brasil em junho, impulsionada pelo ira pública sobre os gastos e a corrupção do governo.

O Brasil vem discutindo a substituição de sua frota de jatos de combate por mais de uma década. Rousseff parecia estar inclinada pelo caça da Boeing no início deste ano, depois da Força Aérea dos EUA comprar 20 aviões de ataque leve da Embraer para uso no Afeganistão.

FONTE/FOTO: Reuters (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)/AP

COLABOROU: Henrique C. O.

NOTA DO EDITOR: título original em inglês era – “Boeing sees Brazil jet deal decided on merits, not politics”

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

36 Comments

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gilberto Rezende

Ha Ha Ha…

Até a viagem de anúncio está a perigo…

E aí querida Tacannhede está caladinha ???

A Boeing parece que fez Boing Boing no FX-2…

Clésio Luiz

Declarações de executivos das empresas sempre procuram transparecer otimismo, caso contrário o cidadão seria sumariamente demitido.

Como nossa presidente tem um comportamento infantil em alguns casos, vide o treinamento de artilharia perto de Brasília que ela mandou cancelar por causa do trajeto do seu “jatinho”, não é de estranhar que possa haver um grande descontentamento por parte dela para com a Boeing, daí esse discurso por parte da fabricante americana.

Corsario137

Bem, taí né, a Boeing se pronunciou.
Volto a repetir (já to chato, eu sei): Super Hornet é o ganhador do FX2.
Pode melar? É possível, mas não provável. Se não for SH, não será coisa nenhuma.

Aguardemos até breve.

Augusto

Gilberto Rezende disse:
4 de setembro de 2013 às 15:33

A própria representante da Boeing no Brasil, ao se manifestar sobre a possibilidade de um anúncio durante a viagem da presidente aos EUA, já disse algo como “você já viu um anúncio dessa importância ser feito em outro país, diante de um povo que não é o seu?”

wwolf22

Agora eu te pergunto, caso a Boeing venca a licitacao, qual a possibilidade devir os SH Advance ?!?!?! ou a proposta feita eh somente para o SH e nao o Advance.

Fernando "Nunão" De Martini

wwolf22, As ofertas de 2009 puderam ser depois melhoradas pelas empresas (o que foi confirmado pelo próprio comandante Saito), então não se pode descartar a hipótese de que alguma coisa do Advanded Super Hornet tenha sido incluída na proposta, ou mesmo participação em algo ligado a esta aeronave (falou-se bastante na questão do novo sistema de aviônicos que inclui a tela única do painel). Mas é uma hipótese. De qualquer forma, para qualquer um dos concorrentes, não há contrato algum assinado. Há só propostas. Se uma delas for selecionada, vai para negociação. E aí, nessa negociação, pode-se discutir novas tecnologias… Read more »

Fighting Falcon

A esperança é a última que morre.
Vamos esperar.

Ozawa

Incrível o sinismo do mundo… O Brasil, ou suas atuais lideranças, agem como virgens num p*&teiro… O quê ? Então me %$deram ? Quem ? Quando ? A França do Rafale não fez isso ? A Suécia do Gripen se tivesse a oportunidade não faria ? A Rússia ? A China ? O Reino Unido ? Ora os grandes players globais jogam um jogo de gente grande, é futebol americano não é zerinho ou um…. Hipócritas esses líderes do Brasil… E não tem como não partidarizar. Lideranças cujo partido outrora propalado como bastião da moralidade, e agora com uma dezena… Read more »

Hamadjr

Eu prefiro viajar na batatinha ( que a Dilma vai ficar com Grpen ) do que pirar na batatinha para SH e Rafale, minha percepção desse embrolio é que o núcleo central do governo não tinha a menor intenção de escolher o SH e este episódio da espionagem é um ardil para escolher outro concorrente. Alguém realmente acredita que o governo não sabia que estava sendo monitorado, conta outra pq esta história tem boi na linha, e a julgar pelo comportamento da presidente, como bem lembrou Clesio, não seria nada de anormal ela dar o resultado da definição da escolha… Read more »

Ozawa

p.s. “cinismo” e “sinismo”…

thomas_dw

o Super Hornet é o vencedor moral do FX2, mas o Gripen ja ganhou.

Augusto

Para mudar um pouco o assunto:

Alguém acreditaria que um F-22 em missão de reconhecimento pode ter sido abatido pela Síria e que o piloto de nome Foster Graham Pollard está detido? A notícia teria saído no Oklahoma Post do dia 02/09/2013 e em outras mídias árabes.

Com todo o respeito à fonte, por enquanto eu truco 6, 12 e 24 para acabar o jogo!

Observador

Corsario137 disse: 4 de setembro de 2013 às 15:34 Chegou o pessimista de plantão (eu mesmo). Corsário, infelizmente não virá nada então. O governo está com medo da própria sombra e não quer dar nenhum motivo para mais falatório ou protestos. Anunciar a compra de um avião do país envolvido em um escândalo de espionagem contra o Brasil então, nem se fala (como se Rússia, China, Índia, França e Inglaterra não nos espionassem direto). Vão preferir comprar coisa nenhuma, e embarrigar o problema para o próximo mandato. Sem problemas, já fizeram antes. Afinal de contas, os únicos incomodados somos nós… Read more »

Ozawa

Observador disse:
4 de setembro de 2013 às 19:04

Prezado amigo Observador, deixa eles virem…, rsrsrs !

Agora, aqui no Rio, a liderança regional de outro partido pseudo bastião da moralidade “do lado mais esquerdo ainda do peito…” foi flagrada em vídeo confessando desvio de verbas dos sindicatos para custeio do partido…

Essa gente vem falar isso ou aquilo dos EEUU !!!!!!!!!!! Gente, na boa, o pavor deles é que se grampearem as conversas deles a soberania brasileira vai é agradecer !!!!!!!!!!!

Com a devida vênia Justin Case:

Ozawa supports Vespão…

Baptista Jr

Caros Amigos do PA Sem entrar na questão do processo de seleção do F-X2, permitam-me uma opinião sobre os últimos fatos, envolvendo a decisão do Projeto frente às questões dos vazamentos do ex-agente Snowden. Inicialmente, precisamos relembrar que quaisquer vazamentos de ações de inteligência são indesejáveis, repercutem com vigor na mídia e são potencializadas na sociedade (talvez influência dos filmes de 007 e livros de Agatha Christie)… mas tais ações são, nesta chamada ERA DA INFORMAÇÃO, indispensáveis para TODAS as atividades: de Governos, militares e comerciais – privadas e públicas. Neste sentido, causa-me estranheza tantas pessoas “contrariadas” por descobrirem que… Read more »

HMS TIRELESS

Parabéns Comandante Baptista Jr! Excelente posicionamento, bem diferente da verborragia recheada de ressentimento ideológico de Sr. Gilberto Rezende.

juarezmartinez

Caro Brig Batista Jr.! Muito importante e pontuas suas colocações aqui no PA e lendo nas entrelinhas, me faz imaginar que muitos de nós aqui, junto com o senhor, fechamos questão em dois pontos:

1 Nada de novo que tio Sam bisbilhota aos quatro ventos

2. O “alarido” foi casualmente em meio a varias crises que o GF enfrenta, inclusive a patacoada cocalera, para tirar o foco da crise de cima.

Grande abraço

Grande abraço

Optimus

Boa noite, meus caros. Como notaram a muito não comento, principalmente FX-2, por simplesmente ser mais do mesmo. E até por que apesar de todo “barulho” dos últimos dias, estou com o Observador: Não virá nada, exatamente porque o GF está em plena campanha e com medo da própria sombra como ele bem disse.. Até CPI agora se criou pra discutir o óbvio sobre o assunto – exatamente pra servir como “desvio de foco” Mas uma coisa é interessante notar para quem acompanha desde o primeiro FX (FHC) – e apesar de algumas opiniões “polêmicas”, posso afirmar, o Maurício R.… Read more »

Grifo

Senhores, se a Boeing teve que se explicar, é claro que afetou sim.

A Boeing depende de uma decisão política da Presidente, e este imbroglio todo para mim *no momento* é inviável a Presidente decidir politicamente pela oferta americana.

Concordo com o brigadeiro Baptista Jr., isto é uma reação diria até infantil a algo que existe desde sempre e que vai continuar a existir. Mas o fato é que o governo brasileiro decidir seguir este caminho e neste contexto acho impossível uma decisão pelo Super Hornet em um future próximo.

Colombelli

Gilberto a viagem da sua protegida aos EUA não está a perigo real não. É so jogo de cena dela pro público interno. Quem nada fala quando da revista aos aviões da FAB não tem moral pra mais nada. El vai ir sim, com o rabo entre as pernas, e vai beijar amão do maior império que a humanidade ja conheceu, colocando-se noseu lugar de chefe de um paiseco satpelite que faz pouca ou nenhuma diferença no planeta, tanmto que é humilahdo por bolívia, paraguai, equador dentre outros. Esta é a visão do exterior ( e correta). Passada a celeuma… Read more »

Edgar

Sinceramente pessoal, vocês acham que o CEO da Boeing Defense, Space and Security não soubesse exatamente em qual passo está a negociação com o Brasil? Se esse assunto da espionagem chegou no big boss da Boeing DSS, fica claro o interesse pessoal do mesmo na conclusão do projeto, o que, em meu ponto de vista, não seria possível caso o mesmo não soubesse por antecipação o resultado do FX-2 com o SH como vencedor. Seria mais fácil para ele, por exemplo, ignorar o assunto no evento para tratar de itens mais interessantes à empresa, como o Advanced Super Hornet e… Read more »

Nick

Esse CEO da Boeing vai ter de muita bala na agulha para manter o F-18E no páreo, se é que existe ainda um páreo.

No meu entender esse GF já não tinha muita disposição em fechar o FX-2 e só o faria porque a desativação dos M-2000 já chegou na midia. Agora tem a desculpa perfeita, a não ser que se resolva fechar com a SAAB ou a Dassault.

[]’s

Edgar

A propósito, o antecessor etílico da Madam pelo menos era “bróder” do Mr. President e a NSA nem se dava o trabalho de investigar suas ligações celulares porque nosso cumpanhêro 51 não sabia ler, quanto menos operar um celular.

eduardo pereira

Bom dia pessoal, Ozawa e Baptista Jr excelentes comentários e Corsário concordo contigo na vitória do SH que venha October (mas bem que pra alegria da galera a Dilminha poderia dar a noticia no 7 de Setembro hein) !

Sds.

Jackal975

Observador disse:
4 de setembro de 2013 às 19:04

Conclamo o colega a deixarmos o ameaçador “perigo vermelho” de lado e falarmos de aviação, em colaboração ao que foi solicitado, ao menos a mim, pelo mantenedor do blog.
Apesar da nossa recente altercação, sem ressentimentos, ao menos da minha parte.

NOTA DOS EDITORES:
“solicitado, ao menos a mim, pelo mantenedor do blog”
NA OCASIÃO, DEIXAR DE LADO AS PROVOCAÇÕES DE PARTE A PARTE FOI SOLICITADO A TODOS, E NÃO SÓ A VOCÊ. E, AGORA, FOI NOVAMENTE SOLICITADO AOS QUE ESTÃO COMENTANDO NESSA LINHA PROVOCATIVA DESNECESSÁRIA.

Jackal975

A propósito, sobre a notícia: nada de novo. A Boeing está no papel dela, demonstrando confiança no “pojeto”. Não há outra coisa a fazer neste momento.

costamarques

Uma pergunta para os mais entendidos!

é possível em um conflito em que estaríamos contra os interesses dos americanos! os mesmos por satélite ou outros meios impedir que os Super Hornets adquiridos por nós não decolem ou então não disparem seus misseis?

Baschera

Ozawa disse:
4 de setembro de 2013 às 17:56

Hahahahaha…. fico com o seu comentário…..

A verdade é esta aí….. “duela a quem duela”……

O Brasil é uma esbórnia !

Sds.

Baschera

E se preparem…. no dia 7 a vaia vai ser grande !!!

Como já disse o Cazuza…. transformaram este pais num p#teir* ….. agora aguentem !

Sds.

Justin Case

costamarques disse:
5 de setembro de 2013 às 10:54
Uma pergunta para os mais entendidos!

é possível em um conflito em que estaríamos contra os interesses dos americanos! os mesmos por satélite ou outros meios impedir que os Super Hornets adquiridos por nós não decolem ou então não disparem seus misseis?

CostaMarques, bom dia.

Tecnicamente, creio que seja possível.
Para certificar-se de que não está sujeito a tais medidas, ter acesso aos CÓDIGOS-FONTE é requisito.
Abraço,

Justin

Jackal975

Jackal975 disse: 5 de setembro de 2013 às 9:56 “NOTA DOS EDITORES:” Falo somente por MIM, por mais NINGUÉM, razão da expressão que usei, por vcs destacada. Afinal, vocês são responsáveis pelo que escrevem, não pelo que “os outros entendem acerca do que escreveram”. Eu ENTENDI. Cessei COMPLETAMENTE os comentários fora do tema do blog. Mesmo que outros não o tenham feito. Mas sobre outros, não posso dizer, nem me cabe, por isso a minha observação. Se vocês não entenderam dessa forma, lamento. Assim como vocês, também sou responsável apenas pelo que escrevo, não pelas interpretações feitas em cima disso.… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

“gostaria que sinalizassem, por aqui mesmo pode ser, apenas se receberam um e-mail que enviei no dia 2 último”

Jackal975,

Não recebi nenhum e-mail seu com essa data (ou mesmo posterior), e chequei com outros editores e eles não receberam.

Baschera

Justin Case disse: 5 de setembro de 2013 às 11:02 “é possível em um conflito em que estaríamos contra os interesses dos americanos! os mesmos por satélite ou outros meios impedir que os Super Hornets adquiridos por nós não decolem ou então não disparem seus misseis? CostaMarques, bom dia. Tecnicamente, creio que seja possível. Para certificar-se de que não está sujeito a tais medidas, ter acesso aos CÓDIGOS-FONTE é requisito. Boa noite Justin, Este assunto foi amplamente discutido em diversas oportunidades aqui mesmo… se bem me lembro, nunca houve uma justificativa tecnica cabal que pudesse comprovar tal fato. Tecnicamente, não… Read more »

Justin Case

Boa noite, Baschera.

Não há países citados na minha resposta. Eu apenas comentei a importância de que seja dado acesso aos códigos-fonte e que não haja caixas pretas em sistemas bélicos.
Mas tem gente que acha que conhecer código fonte não é importante e pode até ser perigoso. Cada um com sua opinião.
Ainda bem que temos opções e liberdade de escolha.
Abraço,

Justin

Jackal975

Fernando “Nunão” De Martini disse:
5 de setembro de 2013 às 19:01

Ok, obrigado, vou verificar o que deu errado. Abç.

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -