domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Caças Gripen C suecos realizam testes de disparos de canhão na Suíça

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Gripen Air Display at Aero India 2011

Verificação do desempenho da arma de 27mm faz parte do programa de testes após a seleção do Gripen E pelos suíços – demonstrador do Gripen F, que é um biposto, não é equipado com canhão interno

O Departamento de Defesa da Suíça informou em nota nesta segunda-feira, 8 de abril, que dois caças Gripen C suecos pousaram na base suíça de Emmen nesta manhã. Durante a semana, as duas aeronaves realizarão disparos de verificação técnica com o canhão orgânico (interno) de 27mm, no campo de tiros de Axalp. Os caças chegaram à Suíça após um voo de duas horas a partir de Linköping, na Suécia.

Está planejado um total de cinco missões com diversas passagens de tiro, com as duas últimas missões empregando munição real. Os caças serão voados por pilotos de teste da Saab (fabricante sueca do caça) e da armasuisse (organização Suíça responsável pelo armamento das Forças Armadas).

Esta campanha utiliza modelos de um só lugar (Gripen C) porque os modelos bipostos (Gripen D e o demonstrador Gripen F) não são equipados com canhão interno. Até o momento, nenhum disparo de canhão do Gripen já havia sido realizado na Suíça. Após a seleção do jato sueco pela Suíça, é hora de realizar testes de disparo do canhão orgânico do caça na topografia suíça e, por essa razão, um piloto suíço recebeu treinamento no Gripen C.

Dois caças Gripen pousam em Emmen em 8 de abril - foto Saab

Até o momento, o Gripen realizou os seguintes voos na Suíça:

  • Julho/agosto 2008 – avaliação para o programa de substituição parcial do F-5 Tiger II (Tiger Partial Replacement – TTE) com duas aeronaves Gripen D;
  • Outubro de 2012 – apresentação do demonstrador do Gripen F em Axalp;
  • Janeiro de 2013 – apresentação do demonstrador do Gripen F no Programa de Armamento 12 (RP12)

As razões e as metas para os disparos de verificação técnica do canhão orgânico do Gripen na Suíça são:

  • Realização na Suíça dado que a topografia suíça difere da sueca;
  • Após a seleção do fornecedor, é a primeira oportunidade para testes técnicos com o canhão orgânico do Gripen na topografia suíça;
  • Testes da mira e do canhão orgânico;
  • Testes e verificações das funções, desempenho e confiabilidade.

Em nota a respeito dos testes, a Saab informou que o chefe de pilotos de testes da Saab, Richard Ljungberg, realizará os testes junto a um piloto suíço (nota do editor: como são dois jatos de um só lugar, subentende-se que voarão as missões juntos), e que o campo de provas de tiro de Axalp está localizado a uma altitude de 2.200 metros, na área montanhosa central da Suíça.

FONTE / FOTOS: Departamento de Defesa da Suíça e Saab (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de originais em inglês)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

O que é um canhão “orgânico”?

Marcos

Grato!

Clésio Luiz

Como anedota, o Saab Viggen, na versão JA-37 de defesa aérea, tinha um canhão suíço, o Oerlikon KCA de 30mm. É até hoje o mais potente canhão desse calibre de um tipo não rotativo (como o GAU-8 americano e o GSh-6-30 soviético), empregado num caça.

A instalação no Viggen foi uma das primeiras (se não a primeira) onde o piloto automático fazia correções para enquadrar e efetuar o disparo quando o alvo estivesse na mira.

virgilio

Tecnologia é com a SAAB.

SAAB na cabeça……

Gilberto Rezende

Testar canhão porque a a topografia da Suíça é diferente da Sueca…

É o argumento mais idiota que já ouvi para um teste de armamento de aeronave…

Deve ter havido algum erro de tradução…

Não entendi a nota do editor, as aeronaves não são bipostas (não tem canhão orgânico) e sim monopostas, um caça vai com o piloto sueco e outra com o piloto suíço, são dois gripens C…

Gilberto Rezende

Falando nisso o Gripen biplace não tem canhão orgânico e ambos o Rafale biplacece e o Super Hornet biplace TEM seus canhões orgânicos….

Me parece um excelente ponto de eliminação do Gripen NG do FX-2…

Ou pelo menos uma CLARA desvantagem neste modelo…

Com o MESMO airframe o Gripen F terá ou não canhão orgânico ???

BOA perguntinha para a LAAD 2013…

Hamadjr

Caro Gilberto

Vamos trazer a questão para realidade tupiniquim, não seria o tal canhão o fator preponderante para a eliminação do Gripen do velho FX made in verde amarelo, nessa altura campeonato podia até vir com par de espingarda que estava de bom tamanho, desde claro que não faltasse misseis.

Guilherme Poggio

Me parece um excelente ponto de eliminação do Gripen NG do FX-2…

Prezado Gilberto Rezende, esta questão do canhão no biposto parece-me que não é um dos requisitos obrigatórios do programa F-X2.

Com o MESMO airframe o Gripen F terá ou não canhão orgânico ???

A pergunta que cabe aqui é se haverá um Gripen F. A FAB definiu a necessidade de caças bipostos para conversão operacional. Se alguma das propostas não oferecer esta opção aí sim teríamos um “ponto de eliminação”. Mas me parece que não foi este o caso dos três concorrentes do short list.

Roberto F Santana

Os estantes de tiro na Suiça oferecem características próprias, senão perigosas e desafiadoras.
Nos alpes, os alvos são postos em linha perpendicular ao voo. Alguns entre as rochas, só são vistos em último momento.
Há ainda o sempre presente risco de ricochete dos projéteis, alvos em planícies as chances de escapar do ricochete é maior, por entre as montanhas, os projeteis ricocheteados podem vir de qualquer direção.

Vader

Mas há pilotos suíços qualificados no Gripen? Creio que não hein…

Mauricio R.

“Me parece um excelente ponto de eliminação do Gripen NG do FX-2…”

Na verdade é uma oportunidade única de se defenestrar Le Jaca do F X-2, afinal Le Jaca B não é um conversor-treinador operacional, nos moldes do M-2000B; mas uma aeronave operacional como o M-2000D.
Oba, agora só nos falta livrarmo-nos da Embraer!!!

#embraerforadofx2

É bom p/ a FAB e melhor ainda p/ o Brasil!!!

Justin Case

Amigos, Para mim também não faz sentido esse ensaio de tiro. Afinal, o avião Gripen C está operacional com este canhão há muitos anos. Padrão de dispersão de ricochetes? Não precisaria levar dois aviões à Suíça para isso. Certamente existiria alguma montanha semelhante na Suécia. Por falar nisso, como será que se pode avaliar o padrão de ricochete? Talvez filmando com IR em voo noturno? Outra hipótese seria ver como funciona o radar para medir a distância de tiro com uma parede ao fundo. Será que isso é problema? Enfim, deve ter outro objetivo essa missão. Acho que não é… Read more »

Reportagens especiais

Avançam os trabalhos nos quatro últimos F-5E ‘ex-Jordânia’ que estão no PAMA-SP

Preparação das últimas células pelo PAMA-SP, que precede o envio para modernização na Embraer, mostrou um avanço significativo nos...
- Advertisement -
- Advertisement -