Home Aviação de Caça Ministro da Defesa do Chile voa no F-16. Não dá uma pontinha...

Ministro da Defesa do Chile voa no F-16. Não dá uma pontinha de inveja?

382
33

MD do Chile sobe em F-16D Block 50 - foto FACh

Na penúltima semana de janeiro o ministro da Defesa do Chile, Rodrigo Hinzpeter, conheceu a Base Aérea “Los Cóndores” em Iquique, onde está baseada a “Iª Brigada Aérea”. Hinzpeter viajou em companhia do comandante da Força Aérea do Chile (FACh), general do ar Jorge Rojas Ávila.

Segundo a nota divulgada no dia 22/1 pela FACh, visita culminou com um voo num F-16 Block 50. Após a experiência, o ministro disse: “Tivemos a oportunidade de conhecer como se realizam as atividades dentro da Brigada e experimentar um voo no F-16 Block 50, a aeronave mais sofisticada que tem nossa Força Aérea.”

Agora uma pergunta do Poder Aéreo: após ler esse resumo da nota da FACh, não dá uma pitada de inveja?

Os leitores podem entender essa pergunta em pelo menos dois sentidos: inveja de poder fazer um voo num F-16 Block 50, como fez o ministro da Defesa do Chile, ou inveja de uma Força Aérea que conseguiu receber seus novos jatos (embora nem todos novos de fábrica) para padronizar sua Aviação de Caça com duas versões de um jato que é referência mundial – e agora essa Força Aérea pode levar seu ministro da Defesa para voar, comprovar e, de quebra, ainda acenar para as câmeras de dentro do cockpit.

MD do Chile no posto traseiro de F-16D Block 50 - foto FACh

É claro, os leitores também podem buscar outros sentidos para responder sobre essa inveja. Ou dizer que não têm inveja alguma da FACh, do Chile, do F-16 ou do ministro. Mas uma coisa é certa: enquanto no Brasil a compra de novos caças se arrasta por dois programas que já acumularam quase uma década e meia, sem decisão por parte de quem deve tomá-la, no Chile as decisões foram tomadas no tempo certo, e a Força Aérea do país pôde dar baixa em aeronaves de combate mais velhas sem sobressaltos ou soluções “tampão”.

FONTE (para a primeira metade do texto) e FOTO: FACh

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano Bucholz
7 anos atrás

“Inveja du que mano, nóis tem carnaval e futebol qué melhor que isso??”

Guilherme Poggio
Editor
7 anos atrás

É lógico que dá.

Ele voou um Block 50 e não os holandeses usados.

Aqui o ministro pode optar por voar F-5 adquirido novo em 1974 ou os usados provenientes da USAF ou da Jordânia.

Mas se ele quiser voar em um Mirage 2000 usado terá que se apressar, pois os mesmos voarão só até o final deste ano.

Observador
Observador
7 anos atrás

Preciso falar o óbvio:

Eu invejo o Chile, mas não porque tem um avião de caça que presta.

Eu invejo o Chile porque tem um governo federal que presta.

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Aqui ministro nenhum quer voar de Forevis-5…correr riscos…canopys que caem e tal…

Mas quem tem que ter inveja é o ministro chileno! Lá ele voa de F-16, num cockpit apertado, sem luxo…aqui, os nossos voam by GTE!!!!

O chile não tem um GTE de primeiríssimo mundo! Um GTE de deixar Sheik com inveja!

Chupa chile!

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Observador

É por ai mesmo!!!

Nick
Nick
7 anos atrás

Inveja por que? Logo, logo a Força começará a receber os poderosos e modernizados F-5EM ex-Jordânia, que garantirão a Supremacia Aérea na região.

🙁

[]’s

wwolf22
wwolf22
7 anos atrás

Enquanto o GF nao investir pesado em educacao seremos essa vergonha de hj….
se eu nao me engano 10% dos lucros dos hidrcarbonetos(??) explorados iam para as Forcas Armadas chilenas…
aqui o lucro do Pre Sal vai, soh Deus sabe pra onde vai…

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Que moral, voar de block50, e nós engolindo politico processado,corrupto adquirindo poder maior do que ja tinha. Como teremos caças com um GF assim, elees suprem o GTE porque sao eles que usufruem dos meios???
Parabens ao Chile !

Giordani
Giordani
7 anos atrás

wwolf22 disse:
4 de fevereiro de 2013 às 12:13
“…aqui o lucro do Pre Sal vai, soh Deus sabe pra onde vai…”

Estádio de futebol e olimpiada!!! Ué? Não foi isso que o dublê de governador do RJ disse? Que sem o $$$ do pré sal não tem como fazer copa do mundo e olimPIADA?

G-sus…

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Giordani vc sabe que fim teve a questao dos royalts do minério (de onde nem os estados produtorres veem algum dindin,como aqui em minas)do qual anseiavam pegar uma fatia pras FAS ?

Ozawa
Ozawa
7 anos atrás

O Chile teve, talvez, a ditadura militar mais violenta e virulenta da AL. O poder civil que a sucedeu implementou “comissões da verdade” e julgou criminalmente muitos chefes militares, mas separou ‘questões de estado’ das ‘questões de governo’, e dentre aquelas, a DEFESA DO CHILE ! A Marinha do Chile e sua Força Aérea, em especial, são bem equilibradas e modernas, à altura da sua capacidade financeira e status geopolítico. Aqui no Brasil o revanchsimo dissimulado é, paradoxalmente, patente ! Os governos civis a partir de 1985 sucateiam perniciosamente as FFAA num ato deliberado de desestimulação do poder militar !… Read more »

Vader
7 anos atrás

A inveja não é dos F-16. A inveja é de um país que funciona.

juarezmartinez
juarezmartinez
7 anos atrás

Estive 04 vezes no chile e na segunda vez, no tur por Santiago estavmos diante da Plaza de la Moneda, aonde fica o palacio de la Moneda, sede do governo Chileno, e notamos que alguns edificios que circundavam a praça tinham varios buracos na fachada externa, notei que pareciam buracos de bala e indaguei ao guia e ele me comentou que isto foi durante a queda de Pinochet, então perguntei a ele porque não consertaram? A resposta veio prontamente:
“Senhor, para ao mirarmos a isto, jamas no esquecamos de los erros cometidos no passado”

Grande abraço

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Tenho inveja é do POVO chileno.

ivanildotavares
ivanildotavares
7 anos atrás

A minha inveja é pelo fato do ministro da Defesa do Chile ter interesse, preocupar-se realmente com a Defesa, interessar-se, interagir com as Forças Armadas do seu país, enquanto que o homólogo brasileiro…

Ivan
Ivan
7 anos atrás

Ozawa, “Insurgir-se contra o quadro falimentar das FFAA ? Nem pensar ! Pra quê ? Vou “fazer o meu” e sair daqui ! Amigo, infelizmente este pensamento está generalizado. Troque sua expressão ‘FFAA’ por ‘instituições nacionais’ e o significado de sua contundente (mais verdadeira) frase continuará o mesmo. Nossas instituições estão indo p’ro saco, TODAS, militares, policiais, judiciárias, legislativas e o que mais se observar. Quando tem pessoas que ainda se preocupam com o trabalho da instituição que representam, não tem uma remuneração adequada. Quando tem remuneração adequada (ou até maior), há aqueles (felizmente não são todos) que entram naquela… Read more »

Nautilus
Nautilus
7 anos atrás

Inveja verde e gosmenta, é o que eu sinto. Do Chile, da FACh e do povo chileno…

joubertfreire
joubertfreire
7 anos atrás

Eu não acredito que o super-anão, queira voar no Mike-Sucatinha, rsss…bom o ano que vem ele faz um testdrive não chão com os Mirage-Sucatinha…Brasil Srs.

luis
luis
7 anos atrás

O Chile é o que é hoje deve ao General Pinochet. Economia pujante e Forças Armadas equipadas e competentes.
O Chile é o Israel da America Latina.

Ozawa
Ozawa
7 anos atrás

Prezado Ivan,

Correta sua ampliação do problema. Infelizmente.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
7 anos atrás

Não. Voar em caças delicados não me dá inveja. Agora se ele tivesse voado num Tomcat, aí sim daria uma uma pontinha de inveja.

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Pior ainda Ivan, a esmagadora maioria dos jovens quer ser advogado, justamente por este motivo. Daí faltam médicos, engenheiros e tudo o mais!

Toda vez que preciso contratar um engenheiro é aquele martírio…

Marcos
Marcos
7 anos atrás

off topic

Nova aviônica para os E-Jets.

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

Eduardo Pereira, apoiado, sou de um Estado que produz minério( exportado para a China, e que faz a diferença na balança comercial desse país), e enérgia elétrica para todo o Brasil (Tucuruí e logo,logo, UH Belo Monte, e futuramente mais de 10 UH no Rio Xíngu), e não recebe um centavo por isso, só degradação ambiental e concentração de pobreza ao redor desses projetos! Voltando ao tópico,Chile um país que leva a defesa a sério.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Não vou comentar a questão do Brasil, vou comentar Chile e Argentina: os dois países tiveram duas ditaduras “duras” (a do Brasil foi, como dizem alguns jornalistas, branda – ditabranda -, ou mole, no português bem claro). Mas é interessante notar que o Chile se fortaleceu enquanto a Argentina virou isso dai. Não sei se a questão das Malvinas teria sido suficiente para levar as FFAA daquele país ao atual estágio em que se encontram, de completo sucateamento. A invasão das Malvinas teria tido origem na crise econômica que os argentinos já se encontravam e que pelo jeito continua. Me… Read more »

Giordani
Giordani
7 anos atrás

E segue a palhaçada da comi$$ão da verdade…

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

“…sou de um Estado que produz minério e energia elétrica para todo o Brasil e não recebe um centavo por isso…”

E eu que sou dono do Banco do Brasil e da Petrobras e pago o juro de cheque especial mais caro do mundo e a gasolina mais cara do mundo!!!!

Roberto F Santana
Roberto F Santana
7 anos atrás

Vou considerar a palavra “inveja” no bom sentido.

Voar num F-16, não existe quem não queria.
Entretanto, eu preferiria pilotá-lo e no assento da frente, alíás, o F-16 é o único jato moderno que eu desejaria pilotar, pela sua tecnologia flybywire, por sua imensa potência e principalmente pelo seu canopy espetacular e claro…é um monomotor.
Quem sabe um dia…
Mesmo assim, sorte de quem tem essa chance, até mesmo atrás com essa “televisão” na cara.
F-16, tá na minha lista de desejos impossíveis: Spitfire, Zero, F-100, Bearcat e Fokker D-VII.

DrCockroach
DrCockroach
7 anos atrás

Nao sempre tenho tempo de ler todos os comentarios, assim li o belissimo comentario do prezado Ivan e iria postar um elogio, mas resolvi ler os demais comentarios e achei excelentes; parabens aos colegas.

[]s!

Vader
7 anos atrás

Marcos disse: 4 de fevereiro de 2013 às 19:32 Marcos, a diferença entre a ditadura militar argentina e a chilena é a seguinte: na argentina os militares mataram 30.000 pessoas, acabaram com o melhor sistema educacional da América do Sul, afundaram o país na pior crise econômica de sua história e ainda tiveram a manha de entrar em guerra contra a Inglaterra! A Inglaterra!!!! Já no Chile, o General Pinochet fez todas as reformas que o país precisava: reforma do sistema educacional, reforma política, tributária, fiscal, do Estado, trabalhista, etc. Instituiu o neoliberalismo ainda na década de 1970, o que… Read more »

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Só uma correção, caro Vader:

O número oficial de mortos e desaparecidos na Argentina é 7 mil. Esses 30 mil foram criados dentro da Casa Rosada (agora Avermelhada), em reunião na qual discutiram que o número de 7 mil era muito pouco e ai criaram o número 30 mil, mais bonito, mais redondo, mais chamativo…

Marcos
Marcos
7 anos atrás

E, sim, lógico, 30 mil vai render muito mais indenizações para os hermanos cumpañeros.

nunes neto
nunes neto
7 anos atrás

joseboscojr, todos somos donos 🙂 , vc entendeu o que eu quiz dizer, se é para chorar por royalts, tem muito Estado que perde tb ,produtores de enérgia e minérios principalmdente,todo o dindim que as empresas pagam vai direto para o GF;)…mas esse é assunto para muitas cervejas e não cabe aqui.Abçs e desculpa pelo off.