segunda-feira, outubro 18, 2021

Gripen para o Brasil

Concorrência para substituir F-5 chilenos ainda é especulação

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Durante a FIDAE, fabricantes de caças especularam sobre uma eventual nova concorrência a ser lançada no Chile. O propósito seria escolher um novo caça que substituísse os atuais F-5E Tiger III por volta de 2015.

Os F-5 deveriam ser aposentados em 2009, mas um programa para substituí-los nunca foi lançado e no seu lugar o Chile continuou comprando F-16 usados da Holanda. Fabricantes europeus e norte-americanos estariam interessados nesta eventual concorrência. A Boeing, que apresentou a cockpit do F/A-18E Super Hornet Block II, seria uma das concorrentes.

A Saab é outra empresa que poderia participar. “Baseado em nossas experiências na substituição dos F-5 tailandeses e nas negociações com a Suíça, estamos confiantes que o Gripen seria um sério candidato neste caso também”, informou o representante da Saab, Jenny Nilsson. No entanto, ele deixou claro que não houve nenhum contato com o governo chileno sobre a substituição dos F-5.

A Lockheed também esteve na FIDAE, mas não se manifestou sobre o assunto.

FONTE: Filght International

- Advertisement -

22 Comments

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo

e eu sempre achei que o Gripen A/B era um forte candidato na substituição dos Mirages, mas acabou ficando com o mix de F-16C/D novos F-16A/B MLUs usados. Agora para substituir os F-5s, não vejo mais sentido no Gripen, e sim em mais F-16…aquela versão nova, como se chama? F-16Z ou V??? com radar AESA.
Saudações.

Marcos

Mais uma oportunidade que se vai em comprar mais F-5 para o Brasil.
Uma pena!!!

Fernando "Nunão" De Martini

Se a notícia se confirmar, é algo que tem sua lógica, mesmo se o objetivo do Chile for comprar mais F-16 novos (lembrando que só foram adquiridos 10 novos de fábrica, os demais são usados, da Holanda). Porque isso é uma forma de fazer a Lockheed Martin não se sentir numa situação tão confortável como vendedora, procurando-se arrancar algum desconto ou algum offset etc. Desde que não se exagere demais na dose, o que acaba fazendo o preço, ao invés de diminuir em relação a uma compra direta, aumentar… É parecido com o que a Coreia do Sul está fazendo.… Read more »

Giordani RS

A lógica aponta, SE houver um fx por lá, para novos F-16´s(de fábrica ou não), mas e SE houver a possibiidade de a FACh ir de F-35? O que o Tio Sam mais precisa nesse momento é de compradores pr´aquela naba…naba, no bom bom sentido, obviamente…

asbueno
Fernando "Nunão" De Martini

“asbueno em 03/04/2012 as 17:42
OFF TOPIC
Boeing anuncia centro de pesquisas em São Paulo para este ano”

Asbueno, estávamos lá na coletiva e acabamos de colocar a nossa matéria no ar, bem mais completa.

Saudações!

ricardo_recife

Aposto em mais F-16. Quem sabe novos. Seria uma forma de racionalizar toda a frota.

F-35 muito caro para o bolso da FACh. Mas nunca podemos duvidar de nada. Se o JSF for para FACh vai ser engraçado, porque o F-35 segundo um ex-Ministro é bom demais para a FAB.

Abs,

Ricardo

Mauricio R.

Sem a Lei do Cobre duvido mto que haverão aeronaves novas, mais fácil adquirirem o último lote de Falcons que a Holanda retirou de serviço.

asbueno

Nunão, parabéns pela presença e pelo ótimo texto!

Ivan

Acredito que os F-35A Lightning II substituirão no futuro (distante) os caças mais antigos F-16A MLU. Possivelmente dentro de 15 (quinze) ou 20 (vinte) anos.

Até lá os Fighter Falcon dão conta dos vizinhos belicosos…

Sds,
Ivan.

edcreek

Ola,

So faltava essa, mais F-16 para o Chile…

O Gripen tem tanta chance quanto eu de ganhar na mega sena….

O sarcamo do novo amigo Ivan chamando os Chilenes de belicosos foi demais.

Bom pelo menos teremos mais F-5 para servimos de piada, na America do Sul…

Abracos,

Ivan

Monsieur Edcreek,

Vejo agora que não me fiz entender, pelo menos não para todos.

Foi sarcasmos sim, mas me referia a belicosidade dos vizinhos do Chile e não ao próprio Chile.

Como deve saber, há conteciosos nos dois extremos do território chileno, que seus vizinhos apontam regularmente com palavras fortes mas forças armadas e economia fraca.

Espero agora ter me feito entender.

Respeitosamente,
Ivan.

brunoricardods

Não seria mais uma compra de oportunidade para o Brasil? Esses F-5 estão muito usados??

jacubao

brunoricardods disse: Pelo amor de Dios amigo. Somos a 6ª economia do mundo e pensar em comprar F-5 usados do Chile já seria o fim do poço. Não podemos postar esses pensamentos no PA, PN e FT , pois vai que tem um político lendo o site e acha a idéia interessante; e esse mesmo político conversa com uns e outros e acaba convencendo o governo a comprar as velharias do chile; e ainda lança um comercial falando sobre “OS NOVOS CAÇAS DO BRASIL”. Novos velhos caças, para ser mais exato. Cruz credo! Fico arrepiado só de imaginar uma situação… Read more »

Mauricio R.

Infelizmente a reforma de F-5 é o horizonte tecnológico, da indústria no Brasil.
Poderia ser pior, poderiam ser A-4 Skyhawks.
Fora isso a capacidade se resume a aviação regional, aviação executiva e a algumas picunhas; qndo a FAB seleciona alguma aeronave que não é produto dessa indústria.
Veja só o paradoxo, a FAB está a procura de uma aeronave de caça, tem bem uns 17 anos, 4 mandatos presidenciais e mais um pouco, a indústria apresentou um ac de transporte tático; afinal este é o seu know how.
Vai entender.
Só comprando de prateleira.

Marcelo

Mauricio R. disse:
4 de abril de 2012 às 12:36

é Maurício, acho que você já conseguiu deixar o seu ponto bem claro: você detesta a Embraer, o porquê eu não sei, ninguém sabe, talvez Freud explique. É que quando você começa a repetir a mesma estória ad eternum, a coisa começa a ficar chata sabe? Mas não fique bravo comigo não, essa é só a minha opinião, pode ser que os outros foristas gostem de ficar lendo sempre a mesma ladainha…sabe como é né? tem gosto para tudo.

Mauricio R.

Marcelo,

Então pq ao invés de tomar comta daquilo que EU escrevo, talvez Freud explique, vc não nos possa brindar c/ aquilo que VC pensa.

Giordani RS

Bom…pelo menos os hangaretes deles são protegidos do vento congelante…

Marcelo

Mauricio R. disse: 4 de abril de 2012 às 17:33 puxa…vamos ver…eu acho que eu faço isso também, mas para resumir: no FX-2–> eu prefiro o Rafale, mas o F-18 tá bom. Gripen é muito pequeno (mas é mais barato). no caso KC-390 vs C-130J –> KC-390, é óbvio. no caso P-3BR vs P-99 –> P-3BR, demorou um pouco demais para sair, mas no fim, está saindo. no caso Helis –> Preferia NH-90 + Eurocopters Tigers, mas deu EC-725 + Hinds. Os Hinds eu acho uma b…ta, mas os Caracals + transferência de tecnologia são aceitáveis. no caso Porta-Aviões da… Read more »

Nautilus

Acredito que o mais provável é o Chile encomendar um lote adicional de F-16 novos de fábrica.

jacubao

Nautilus disse:
5 de abril de 2012 às 10:21

“E nóis iremos encomendar o lote deles de F-5.”
Cruz credo!!!!
Estou zuando mas ao mesmo tempo ficando totalmente decepcionado comigo mesmo pela avacalhação que acabei de falar

Me desculpem pelo pessimismo,mas depois de 17 anos sem dfinição de FX, FX-1, FX-2 e quem sabe FX-3, não teria como reagir de forma diferente. Daqui a pouco os F-16 do Chile irão entrar em fase de obsolescência e nóis estaremoa “AINDA” de F-5M 5+++++++….

Gilberto Rezende

Não há a menor necessidade de se SUBSTITUIR os F-5 chilenos pois eles JÁ FORAM substituídos pelos F-16 na FACh. A Força Aérea Chilena precisa na verdade de um “FX” seu com concorrência de vários fabricantes para ter um caça HIGH de VERDADE. Por melhor que seja o desempenho dos F-16 ele NUNCA FOI, NÃO É e NUNCA SERÁ um caça HIGH por mais que protestem os fan boys yankees… LEMBRO que TAMBÉM o adorado e citado avião americano nos posts acima (F-35), apesar de ser de 5ª geração, continua sendo para a USAF um LOW monomotor primariamente para ATAQUE.… Read more »

Últimas Notícias

Turquia pode comprar caças russos mais recentes, se os EUA se recusarem a vender o F-16

Anteriormente, a Turquia fez um pedido aos Estados Unidos para comprar 40 caças F-16 e modernizar cerca de 80...
- Advertisement -
- Advertisement -