domingo, agosto 1, 2021

Gripen para o Brasil

Gripen na Suíça: Departamento de Defesa dá explicações a líderes partidários

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Suíços agora estão de olho em decisão parlamentar marcada para hoje na Suécia, em que deverá ser votada a aquisição da nova geração do Gripen pelo seu país fabricante

Segundo os jornais suíços Tribune de Genève (editado em francês) e Basler Zeitung (editado em alemão), no final da tarde de segunda-feira, 10 de dezembro, o chefe do Departamento de Defesa Ueli Maurer teve uma reunião com quatro líderes de partido, que em setembro haviam requisitado por carta mais explicações sobre o programa de aquisição do caça sueco Gripen.

Na carta de setembro, os presidentes dos partidos solicitaram ao Governo Suíço respostas a “questões em aberto” para “remover quaisquer incertezas sobre o projeto Gripen”. Em meados de novembro, como parte de sua mensagem sobre a aquisição do caça fabricado na sueca Saab, o Conselho Federal já havia respondido à maior parte destas questões, o que inclui custos operacionais, datas de entrega e monitoramento do desempenho e do desenvolvimento da aeronave.

Sobre a reunião de ontem, compareceram os líderes do PLF, PDC, Verdes e PBD (nomes e siglas francesas dos partidos que em alemão são denominados CVP, FDP, GLP e BDP). A reunião durou aproximadamente três horas, segundo o líder do PDC, Christophe Darbellay. Ele destacou que foi feito “um grande esforço para explicações” e que a reunião foi “contrutiva”. Agora, os partidos vão examinar a situação antes de tomar uma posição sobre o assunto, no início de 2013 – o PDC deverá se reunir em janeiro para discutir o tema.

O exame da situação inclui ficar de olho no que acontece na Suécia, onde o Parlamento deverá decidir, hoje, a compra de 40 a 60 novos caças Gripen.

O PDC já se mostrou satisfeito com as explicações, e também com a mensagem do Governo, que inclui a solução de criar um fundo especial. O PLR ainda quer analisar a resposta do Conselho Federal. Após a reunião, o líder do PDC comentou sobre a notícia do último domingo de que o Gripen suíço custará menos do que o sueco (100 milhões de francos suíços comparado a 115-130 milhões). A informação, segundo Darbellay, será verificada e o “preço final será obviamente melhor do que o que temos discutido até agora.”

De acordo com a porta-voz do Departamento de Defesa, Esportes e Proteção Civil da Suíça, Sonja Margelist, é verdade que a Suíça negociou um valor melhor do que o da Suécia. Ainda assim, o departamento não se pronunciou sobre a reunião com os partidos e não confirmou publicamente o custo exato de cada Gripen, pois o que importa é o valor total do pacote, de 3,126 bilhões de francos suíços.

FONTES: Tribune de Genève e Basler Zeitung (compilação, tradução e edição do Poder Aéreo a partir de originais em francês e alemão)

IMAGENS: Departamento de Defesa da Suíça e Saab

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Aeronave P-3AM Orion completa 10 anos de incorporação à FAB

A data marcou a modernização da Aviação de Patrulha, pois o modelo possibilitou a detecção, localização, identificação e, até...
- Advertisement -
- Advertisement -