domingo, janeiro 16, 2022

Gripen para o Brasil

Reaprendendo ASW

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

ITA promove ações de ensino e pesquisa voltadas para sensores acústicos

 

Nos dias 10 e 11 de maio, instrutores do ITA e de Unidades Operacionais da Aviação de Patrulha estarão recebendo treinamento sobre ensino de Guerra Antissubmarino(ASW, na sigla em inglês) no Laboratório de Guerra Eletrônica do ITA (LAB-GE). Estas aulas serão ministradas por especialista nesta área, Sr. Douglas Simpson, da empresa inglesa Innovative Technology Projects (ITP), fabricante do Acoustic Systems Trainer – SONAR Mk X, adquirido pelo ITA para emprego no Curso de Especialização em Análise de Ambiente Eletromagnético – CEAAE.

Sensores acústicos são largamente empregados em atividades civis, seja para prospecção de riquezas minerais ou em equipamentos de diagnóstico por imagens. Em aplicações militares, eles permitem estender a capacidade de detecção e identificação de ameaças para o meio submarino, onde os sensores eletromagnéticos (radar, infravermelho e óptico) não são eficientes.

Esta capacidade de detecção e identificação é de grande importância para a atividade de patrulhamento marítimo. Desde a desativação do P-16 Tracker, em 1996, a Aviação de Patrulha não realizava missões de ASW. A entrada em operação da aeronave P-3AM permite a retomada destas missões, além de incrementar a capacidade de busca e salvamento, defesa do meio ambiente e controle da pesca ilegal na Zona Econômica Exclusiva (ZEE) do Brasil.

A operação eficiente dos sensores embarcados no P-3AM demanda ações de ensino e pesquisa. No nível de pós-graduação, é responsabilidade do ITA atender a esta demanda, o que tem sido feito através de várias ações: inclusão no currículo do CEAAE de tópicos de ASW, orientação de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) em ASW (SONAR, Detector de Anomalia Magnética e Fusão de Dados), aquisição de software de simulação multifásica e do Treinador de Sistemas Acústicos – SONAR Mk-X.

O treinamento a ser ministrado tem por objetivo permitir aos instrutores empregar o SONAR Mk-X em atividades de ensino abordando tópicos de acústica submarina de interesse da ASW, tais como: SONAR passivo, SONAR ativo, CT-FM SONAR, SONAR paramétrico, determinação de profundidade, Efeito Doppler, assinatura de alvos ativos, assinaturas FFT de alvos passivos, formação de feixes, varredura de feixe, espalhamento volumétrico e cavitação.

FONTE: DCTA

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Blind Man's Bluff

Muito interessante esse fato. Talvez seja interessante também rever aquela maquete do Submarino Nuclear brasileiro que não preveu espaço para um sonar. Basta comparar com o tamanho reservado ao BQQ-5, num sub já antigo da classe Los Angeles.

https://imageshack.us/f/402/sphericalsonar.png

Blind Man's Bluff

Últimas Notícias

A noite em que 21 OVNIs foram perseguidos por caças da Força Aérea Brasileira

A BBC Brasil publicou extensa matéria sobre a famosa "Noite Oficial dos OVNIs" no Brasil. A seguir, publicamos os...
- Advertisement -
- Advertisement -