Home Operações Aéreas Defesa do Báltico: chega o Fulcrum, sai o Phantom, fica a fumaça

Defesa do Báltico: chega o Fulcrum, sai o Phantom, fica a fumaça

383
7

Em nova “troca da guarda” na defesa do espaço aéreo dos países Bálticos (Estônia, Lituânia e Letônia), que são membros da OTAN mas não têm condições de realizar essa missão por si mesmos, os MiG-29 da Polônia voltaram a assumir o posto, “rendendo” os F-4 Phantom da Alemanha.

A brincadeira do título é porque ambos os caças são notórios “fumacentos”, sendo que até os próprios alemães costumam brincar com isso em suas notas à imprensa (vejam matéria anterior nos links abaixo, sobre quando assumiram a função, no final de dezembro do ano passado).

A cerimônia do último dia 26, em que os poloneses assumiram a missão na base lituana de Siauliai, teve como ponto alto o voo em formação de quatro aeronaves, duas polonesas e duas alemãs, deixando uma nítida trilha de fumaça produzida por seus motores, como se pode ver na imagem que abre esta matéria – os MiG-29 um pouco mais discretos nesse sentido por estarem em segundo plano na imagem. Mas a foto abaixo não deixa dúvidas sobre sua fama.

Os MiG-29 são da 1ª Ala Aerotática (1 Skrzydła Lotnictwa Taktycznego) da 22ª Base Aerotática de Malbork, da Força Aérea Polonesa. Já os F-4 são da Ala 71 de caças (Jagdgeschwader 71) “Richthofen”. Os alemães chegaram a enfrentar temperaturas de 30 graus negativos durante seu período de alertas diários. Segundo a Força Aérea Alemã, foram realizadas 270 horas de voo em 80 missões, sendo 60 de treinamentos, os chamados “Tango-Scrambles” e mais de uma dúzia de alertas reais, os  “Alpha-Scrambles”, desde interceptações de intrusos até auxílio a aeronaves em dificuldades.

Para assistir a um vídeo com um treinamento de decolagem de alerta dos F-4 Phantom alemães, clique na imagem abaixo para acessar página no site da Força Aérea Alemã (Luftwaffe). Para saber mais sobre o rodízio de esquadrões de caça de países da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) que assumem essa missão no Báltico, veja links para outras matérias, logo abaixo.

FONTE / FOTOS: Força Aérea Polonesa (com informações adicionais e vídeo da Força Aérea Alemã)

VEJA TAMBÉM:

7
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Fabio ASCivanildotavaresFernando "Nunão" De Martinishipbuildingbr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
shipbuildingbr
Visitante
shipbuildingbr

O Nunão adora essa troca de guarda!

Mas é bom saber que estão protegendo minhas “loiras” dos bárbaros russos 🙂

Gosto do Phantom porque para mim é um aviãozinhum com jeito de naviozinhum 🙂

ivanildotavares
Visitante
Member
ivanildotavares

Nunão, uma pergunta:

Se, no lugar dos F-5 Tiger II a FAB tivesse F-4 Phanton, estaria melhor equipada? Claro que teríamos que considerar F-4 modernizados tal qual os F-5 estão sendo agora.

Abraços
GUPPY

Fabio ASC
Visitante
Fabio ASC

Mas Nunão, “elas por elas” o F 4 é muito mais avião, acho que isso não se discute.

Só para ilustrar, basta ver quem usa/usou o quê.

ivanildotavares
Visitante
Member
ivanildotavares

Ok, Nunão. Thanks.
Talvez os F-4 Phanton fossem melhor no lugar dos Mrage III. Como você bem colocou: num só esquadrão.

Abraços
GUPPY