quinta-feira, setembro 29, 2022

Gripen para o Brasil

Embraer pode participar da licitação para venda de aviões aos Estados Unidos, diz enviado de Obama

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Renata Giraldi

Brasília – A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) deverá participar de licitação promovida pelo governo dos Estados Unidos para a compra de 20 aviões militares. A indicação foi dada hoje (2) pelo subsecretário de Estado norte-americano, William Burns, durante encontro com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. Na conversa, Burns mencionou que as “portas não estão fechadas” para o Brasil no que se refere à negociação de US$ 355 milhões para a compra dos aviões.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Itamaraty, embaixador Tovar Nunes, considerou “positivo” o tom da conversa entre Patriota e Burns e disse que o subsecretário americano destacou o “novo momento bilateral que vivem o Brasil e os Estados Unidos”. Segundo o embaixador, Burns reiterou que o “Brasil é efetivamente um parceiro estratégico” para os norte-americanos.

“O clima foi cordial e franco”, disse Tovar. O porta-voz negou que a decisão dos Estados Unidos de suspender o contrato de compra de aviões da Embraer tenha gerado mal-estar com o Brasil. “[A decisão norte-americana] não foi um ato hostil, não foi para fechar portas, disse Burns. Não há desconforto. Não existe desconforto. Existe a surpresa. A surpresa passou”, disse o embaixador.

Ontem (1º) Burns havia informado que existe possibilidade de ser revista a decisão que suspendeu a compra de 20 aviões militares modelo A-29 Super Tucano, com valor de cerca de US$ 355 milhões. Em nota, o Itamaraty informou ontem (1º) que recebeu com “surpresa” a decisão norte-americana. O governo dos Estados Unidos decidiu cancelar a compra no dia 28.

“O governo brasileiro recebeu com surpresa a notícia da suspensão do processo licitatório de compra de aviões A-29 Super Tucano pela Força Aérea dos Estados Unidos, em especial pela forma e pelo momento em que se deu”, disse o comunicado do Itamaraty.

A nota alertou que a medida pode atrapalhar as relações bilaterais entre o Brasil e os Estados Unidos. “[O governo brasileiro] considera que esse desdobramento não contribui para o aprofundamento das relações entre os dois países em matéria de defesa. O governo brasileiro continuará a manter diálogo com as autoridades norte-americanas sobre o assunto”, diz a texto. (Edição: Nádia Franco)

FONTE: Agência Brasil

- Advertisement -

52 Comments

Subscribe
Notify of
guest

52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo

“Não há desconforto. Não existe desconforto. Existe a surpresa. A surpresa passou”

depois são os franceses que falam pelos outros…

Amigos, se essa frase não entrar para a história do FX-2, então não sei o que entraria…

Latino dark

O que ele qiz dizer é que a Embraer pode participar só não pode ganhar ;;;

sds

Marcelo

“[O governo brasileiro] considera que esse desdobramento não contribui para o aprofundamento das relações entre os dois países em matéria de defesa.”

Good Bye F-18! Bienvenue Rafales!

uitinaxavier

Pra que pra levar ferro pela quarta vez será que a Embraer não aprende, Brasil acorda e toma jeito de nação seria se aqui fosse país serio o governo teriam ao menos dado uma nota sobre essa quebra de pernas feita pelo EUA e tomado alguma medida de retaliação ter excluído o F-18 do FX onde o valor do contrato e 10 vezes maior que esse ou ter feito outra retaliação comercial, era todo direito brasileiro eles fazem isso direto com o brasil, Engraçado que eles insistem em querer abrir o comercio latino americano aos seus produtos, enquanto o seu… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Nossa, tomei um baita susto quando li o título rapidamente, na parte do “enviado de Obama”. Achei que o cuidado diplomático com as palavras já tinha ido pro saco!!!

Marcos

Os EUA precisam do ST porque o outro, o deles, não está pronto.
O restante, o cancelamento, a nova licitação, o blá, blá, blá, é somente para satisfazer as demandas políticas.

Marcos

Mais: não sei porque tanta gritaria.
Se o Brasil comprar o Gripen, isso dará aos EUA ou França o direito de inicar embargos, ameaçar romper acordos diplomáticos, etc e tal?
Resposta: Não!!!
O reverso é também válido.

Clésio Luiz

Está na hora da Embraer parar de gastar dinheiro com concorrências americanas. É um dinheiro sem retorno. Já é o terceiro chute na bunda (concorrência perdida ou cancelada) que eles levam e o mais doloroso. É melhor tentar vender para quem não tem problema em comprar do Brasil, do que ficar mendigando vendas para as forças armadas americanas.

Marcos

Blá, blá, blá, blá, usamericanu, blá, blá, blá, são malvados, blá, blá, blá…

Nick

“As portas não estã fechadas” Depois de fazer a Embraer de palhaço, ainda tem que dar graças para continuar nesse LAS?

[]s

Marcos

1) A Embraer está correta em manter-se como participante nessa licitação. Tudo isso faz parte do jogo. Se queremos participar dos negócios deles, teremos de lutar. Não é um mercado fácil. Mesmo empresas tradicionais americanas e que não fazem parte do setor de defesa, quando pretendem entrar nesse setor, tem de encarar uma verdadeira batalha. 2) Abandonar o jogo, nessas alturas, é que seria feio. Agora, o que de fato faz falta é uma atuação mais forte de nosso setor político. Quantas vezes os americanos já vieram até aqui fazer pressão, conversar com Ministros, Senadores e até Presidente. Não só… Read more »

Edgar

É importante notarmos algo que ninguém aqui comentou ainda: o subsecretário disse que o “Brasil é efetivamente um parceiro estratégico”. Vale a pena ressaltar que há pouco tempo éramos identificados como apenas aliados deles e passar a ser identificado como parceiro estratégico é um posto em que nosso País pode se aproveitar do tamanho dos caras e dos recursos que eles tem e crescer muito, se nos alinharmos de uma forma precisa, impondo nossas ambições e nossa soberania mas sem invadir os interesses americanos em outras questões ao redor do mundo, certamente nos tornaremos o parceiro estratégico deles com o… Read more »

Daglian

Eu apoio a re-entrada da Embraer nesta competição. Por mais que o produto não seja vendido efetivamente, só o fato deste passar com louvor dos requisitos mínmos desta competição, por duas vezes seguidas, demonstra a qualidade do produto e, mais ainda, a capacidade da Embraer. A Embraer deve continuar sim, é muita a experiência adquirida. Sobre retaliar o cancelamento anterior com a retirada do SH do FX-2, como já citei, seria um ato errôneo ao meu ver. Primeiro que o LAS não tem relação alguma com os EUA. O segundo argumento é o comentário do Marcos: “Se o Brasil comprar… Read more »

Optimus

“…e tomado alguma medida de retaliação ter excluído o F-18 do FX onde o valor do contrato e 10 vezes maior que esse ou ter feito outra retaliação comercial…” Então quer dizer que se a Dilmandona amanhã cancelar o F-X2, os outros 3 países devem fazer o mesmo com o Brasil?! Quer dizer inclusive que a França tem o direito de cancelar os acordos dos EC-725 e do SubNuc, como retaliação? (inclusive o cidadão francês Tierry que comentava aqui chegou a falar isso em outro Blog)… os 3 países vão fechar suas embaixadas aqui por 36 aviões?! Não, Srs. menos,… Read more »

Corsario137

Nosso produto é o melhor, isso é indiscutível. Nós sabemos disso, a USAF sabe disso e até a HB sabe disso. O resto é politicagem. Vamos ver até onde vai o constrangimento…

joubertfreire

E ai Marine??, não vai dizer nada! è eu gostaria dos F18 mas depois dessa vamos para os Rafale, esses Yankes pensam que fomos trouxas, bom a Embraer pode participar de concorrências , rss, só não pode ganhar, rsss, bobinhos estes americanos, foi de propósito que escrevi americanos com ” a ” minusculo……

alphasr71a

Issu ai, esses americanu [foi de propósito que eu escrevi com “a” minusculo, viu como eu sou engraçado? (Como se nascionalidade começasse em maiuscula…)] e vamu compra akele aviãum fodão franceis, os cara manja, aviãum é bão, voa bunitu, oie só, coisa lindia. Shut up and take my money!

alphasr71a

nacionalidade*, e maiúscula*. maldita pressa de escrever…

Marcos

Adivinha para quem empurraram o William Burns em Brasilia: ele mesmo, o grande pensador ideológico da cumpanherada esquerdista da América Latina, Marco Aurélio Garcia.

Tadeu Mendes

Vou repetir mais uma vez o que postei anteriormente; se os EUA,(a Boeing ou Congresso americano) quisesem acabar com a Embraer, poderiam faze-lo facilmente. Mas tem um grupo aqui que esta misturando tudo (ou porque sao ingenuos, miopes ou vermelhos), e ideologizando o site. Se o pessoal da esquerda pode mostrar as garras, entao eu posso mostrar as minhas. Se a Boeing quisesse, a Embraer jamais teria entrado nos EUA. Se o congresso americano quisesse jamais deixariam suas empresas equiparem os jatos da Embraer com avionicos. A subida vertiginosa da Embraer no mercado internacional, especialmente dentro dos EUA, os investimentos… Read more »

Tadeu Mendes

Karine Nascimento,

Seu comentario: Americano bom e americano morto.

Ou voce e ingenua, ou e ___________ ou esta querendo impressionar a alguem.

Nao seja ____________. Prova para mim que voce e os da sua ___________ possuem algum neuronio que funcione nesse cerebro.

O Brasil ta F….do por causa de pessoas como voce.

Ate parece que voce e a sua ____________ sao a nata da raca humana.

NOTA DOS EDITORES: MODERE O LINGUAJAR E NÃO OFENDA OUTROS LEITORES

Tadeu Mendes

Aqui estao as razoes dessa briga entre a Hawker e Embraer. Aos recalcados de plantao, essa briga nada tem a ver com o Brasil ou porque o aviao e de origem brasileira. At $355 million for the first 20 aircraft, up to a maximum of $950 million if the Air Force exercises all its options for additional planes, the Light Air Support program is a modest one by Pentagon standards. Why all the furor? For the makers of the rival airplanes, Kansas-based Hawker Beechcraft and Brazil’s Embraer, this is just the latest battle in a larger war. “There are so… Read more »

Optimus

“…Boeing, maior fabricante de aeronaves do mundo, entrando como parceira no projeto do KC-390? Quantos centros de pesquisa e equipamentos de tecnologia de ponta seriam implantados em nosso país?…” Isso já foi proposto pela Boeing no F-X2 – Formação de centros de pesquisas onde o Brasil vai poder desenvolver toda a tecnologia aeronáutica para suas necessidades específicas no setor e auxilio no desenvolvimento do KC-390: “…O avião de transporte EMBRAER KC-390 não é visto como um empecilho para a Boeing. Ao contrário os executivos mostram muito interesse no avião de transporte militar e até ansiosos para se possível juntar-se ao… Read more »

Daglian

Pequena correção no meu comentário.

Onde disse “Primeiro que o LAS não tem relação alguma com os EUA.” ; Quis dizer “Primeiro que o LAS não tem relação alguma com o FX-2.”

Grifo

Aos recalcados de plantao, essa briga nada tem a ver com o Brasil ou porque o aviao e de origem brasileira. Caro Tadeu, o próprio texto que você coloca diz que a questão principal (‘bottom line”) são os empregos gerados nos EUA vs empregos gerados no Brasil. Então é claro que o problema é que o avião é brasileiro, não haveria esta questão se o avião fosse americano. Para mim a USAF e o DoD torpedearam a oferta do Super Hornet para o Brasil, ao fazer exatamente o que os detratores dos EUA falaram que eles iriam fazer. Em termos… Read more »

Mauricio R.

“…depois são os franceses que falam pelos outros…”

A frase em questão é do embaixador brasileiro.

“Quer dizer inclusive que a França tem o direito de cancelar os acordos dos EC-725 e do SubNuc, como retaliação?”

Oba, que maravilha!!!
Excelentíssima dna Dilma, por obséquio, cancele o F-X 2!!!

Mauricio R.

“…com taxas e mais taxas aos nossos produtos e a concorrência desleal regada a subsídios país serio não engoliria esses sapos mas como aqui não é país serio continuamos como capachos americanos e ainda tem idiotas céticos e cínicos brasileiros que defendem e acham a coisa mais linda do mundo, Sabe…”

Ah, os subisídios americanos não podem, mas e os subisídios franceses???
Ah não, esses estão liberados, afinal os franceses são nossos “parceiros estratégicos” e vão nos brindar c/ sua “ToT irrestrita”…

Marcelo

Mauricio R. disse:

3 de março de 2012 às 8:46

é, lendo com mais atenção (o texto está confuso!) parece que foi o embaixador do Itamaraty que disse isso mesmo. OK, bem visto!

LuppusFurius

Tadeu Mendes, fique calmo.Pois uma coisa que apredi, foi que existe inveja nas pessoas, ou gostariam de ser americanos ou morar ai como vc. Então meu caro não se estresse por pouca coisa, e o mais importante que fala mal dos EUA provavelmente nunca foi ai e nunca falou com americanos.

Sds
LuppusFurius

P.S.: O Cão Raivoso não sou eu é meu primo,ok?!

edcreek

Olá, Que piada, se a Embraer tiver vergonha na cara deve se retirar da concorrencia e não gastar mais nenhum centavo em concorrencias limitares por lá….Como eu sempre disse o congresso americano é que decide tudo por lá na questão militar. Se comprarmos o F-18 e congresso deles mudarem de ideia simplismente eles cancelão a compra. É só lembrar dos casos dos estabilizadores de voo do supertucano onde compramos dois lotes e o primeiro foi entregue a segunda entraga foi bloqueada e precisou de muito jogo de cintura para a liberação isso em contrato firmado e com a primeira entrega… Read more »

Marcos

edcreek

Qual foi o motivo dos americanos terem bloqueado a venda de estabilizadores para o ST?

Antonio M

edcreek

E ainda bloqueia a venda de estabilizadores para o ST ?

Marcos

Caro edcreek: Como você não respondeu, fui pesquisar. O que há de fato é uma gritaria sobre esse bloqueio, que não se sabe sequer se é real ou não. A causa seria a venda dos Super Tucanos para a Venezuela. Seria uma enorme de uma sacanagem? Pode ser. Mas foi também uma enorme sacanagem o bloqueio de venda de armas dos franceses para os argentinos durante o conflito Falklands/Malvinas. Pior ainda foi terem passado a codificação dos misseis para os ingleses. Também é uma “baita” sacanagem o bloqueio econômico, naval e aéreo que o Brasil está fazendo sobre as Ilhas… Read more »

Mauricio R.

“Como eu sempre disse o congresso americano é que decide tudo por lá na questão militar.”

O cancelamento foi feito pela USAF, se fosse p/ cancelar algo o comitê pertinente ao caso no Congresso, cancelaria o programa como um todo; independente da seleção desta ou daquela aeronave.

“…a Aibus provam isso as duas ofereceram melhores opções que as empresas locais, e…”

A USAF não pretendeu comprar um ac, pelo menos naquele momento, maior e mais pesado, logo mais caro tb, que o KC-10.
Afinal estava procurando um substituto, somente p/ seus KC-135.

Tadeu Mendes

Obrigado pelo apoio LuppusFurius. Tem muita gente comentanto sobre fatos, mas alguns estao fora do contexto, ou por falta de conhecimento, ou falta de referencia historica, ou incapacitados para entender as forcas politicas envolvidas em assuntos de defesa, ou por pura inveja. Pido desculpas aos editores e amigos do site por meus comentarios contra a Karine Nascimento, mas a frase que ela escreveu aqui, esta no mesmo nivel de Hamadinejad com relacao aos judeus em Israel. O discurso radical dela e fruto de um processo que deve estar em curso ai no Brasil. Espero que esses radicais da esquerda nao… Read more »

Carcará 01

Minha nossa, estou estupefato com o nivel a que certas pessoas, em nome de uma ideologia idiota, estao chegando… Caramba, “americano bom é americano morto” foi pesado. Apesar de nao gostar de neo socialistas tupiniquins, e de sua variante bolivariana, nao desejo que ninguem morra por nao compactuar do meu pensamento sobre o mundo… Lamentavel mesmo…
Ahhh, Tadeu, to contigo meu véio!!

DrCockroach

Nao sei onde estah a frase tenebrosa/obscurantista que o Tadeu se refere, imagino que tenha sido deletada. Mas o importante, como disse o prezado LuppusFurius eh manter a calma; minha sugestao eh ignorar coisas desse tipo. Mas mudando de assunto, mas nem tanto: depois que o Secretario Geral da FIFA, Frances, disse que o Brasil (ou or responsaveis pela organizacao da Copa, o governo) merece um “ponta-peh na bunda” a coisa ficou cinza. Entao o Min Rebelo disse que nao aceitava mais o mesmo de interlocutor da FIFA, claramente combinado com a Presidente(a); mas ao inves de pedir desculpas o… Read more »

Antonio M

Srs,

Quanto ao antiamericanismo “clichê” e “infantilóide”, Infelizmente os currículos escolares sobre história, geografia e congêneres bem como em relação à literatura inerente, já foram “aparelhados” faz tempo ….Está aí o resultado.

Alexandre Galante

Prezado Antonio M, a respeito do que você comentou, existem dois posts interessantes lá no ForTe, recém publicados. Seria legal se o pessoal desse uma comentada lá. Abs.

Corsario137

Dr. Barata,

Acho que estamos superestimando demais o “peso” do FX nas decisões diplomáticas do Brasil. Tirando a Suécia, o Brasil vive num bate/assopra com França e EUA, cada hora por um motivo diferente.

Dessa forma, acho que, infelizmente, isso não influencia em nada caso o GF esteja disposto a comprar o Rafale.

Tadeu Mendes

Carcara 01,

Obrigado, e bom saber que nao estou sozinho nessa luta. rsrsrrsrsrs.

Posso estar equivocao mas acho que ja existem os tais circulos bolivarianos atuando no Brasil.

Tenho observado a presenca desse movimento subversivo em Colombia. Todas as vezes que vou a Colombia, escuto a respeito da crescente infiltracao dessa gente nos meios universitarios e trabalhistas.

Tenho saudades dos meus tempos no 4 Esquadrao Rec. Mec em JF 1973. O Brasil era mais verde do que hoje.

Marcelo

ai que saudade da ditadura!!! que belezinha essa troca de declarações!!!

alphasr71a

Chegou o francês…

DrCockroach

Prezado Corsario137,

Concordo com vc. Acho que nao influencia e nao deveria influenciar; meu comentario foi apenas uma brincadeira ao misturar os temas, por isso meu 🙂

[]s!

Carcará 01

Pois é Tadeu, e ainda chamam o regime militar de ditadura sangrenta… Se for, o de Cuba, que matou mais de 100 mil até hoje, é o que?? Que reprime passeata contra fidel na base da porrada, é o que?? O problema é que deram aos regimes de esquerda latrino americanos uma áurea romantica, coisa que nem perto passam. Dai, perpetuam essa mentira atraves das faculdades, verdadeiros antros comunistas, aonde a pelegada faz a festa nas cabeças mais fracas (que em nosso país infelizmente são maioria) Agora, to começando a ficar com medo, Tadeu… To achando que temos um agente… Read more »

Tadeu Mendes

Marcelo, Eu nao tenho saudades da ditadura. Em 1964 eu tinha 10 anos, e em minha cidade (Juiz de Fora) cheguei a sentir medo dos militares. A Contra-Revolucao de 1964 foi um mau necessario. Se nao fosse pelo militares, o Brasil teria se transformado em um conjunto de republiquetas comunista, infestadas por clones do Che Guevara. Tenho muito orgulho de ter servido no EB. Fui da Arma de Cavalaria, e sim, tenho saudades de uma epoca em que pelo menos o Brasil possuia uma visao estrategica e a determinacao do governo (EMFA), de sacar o pais, de uma vez por… Read more »

LuppusFurius

Ninguém gosta de ditadura. Seja a de 1964 ou a do pt de 2002.

Marcelo

Ok. Tadeu, como ex-milico, entendo que vc sinta saudades da ditadura. No entanto tenho que reafirmar que qualquer ditadura é uma m…..parece que vc, mesmo morando nos EUA, ainda não aprendeu isso. Vc não acha que está se contradizendo? Se tem uma coisda que eu admiro nos EUA é a democracia, que aliás nasceu lá. Um dia temos o jegue do Bush, mas depois temos o Hussein Obama e a coisa anda…falatalmente teremos um jegue do naipe ou até pior que o Bush daqui a pouco, mas democracia é assim. Aqui no Brasil, será assim também. Não acredito que o… Read more »

Antonio M

Marcelo disse:
4 de março de 2012 às 9:11

A democracia nasceu na Grécia a tempos, e quando mais de 90% da população não tinha direitos políticos.

E o PT está no governo por causa do bolsa-família e outras migalhas que se tornaram a maior máquina de votos do planeta e das “bondades” para banqueiros. O resto do discurso vem no vácuo disso e o mais “engraçado” que esse programa iniciou com o governo do PSDB portanto, os dois são muito mais semelhantes do que diferentes, farinhas do mesmo saco…..

Marcelo

Antonio M., a democracia moderna, com as instituições que usamos hoje nasceu nos EUA sim. Na Grecia, as mulheres não tinham direitos.

JapaMan

kkkkk…. Chego aqui em plena segunda e vejo uma verdadeira batalha campal, nem vou comentar nada, a semana começando, estou na paz.

sds.

Últimas Notícias

VÍDEO: Novos caças Gripen sobem aos ceús no Brasil

Dois caças Gripen E da Força Aérea Brasileira (FAB) chegaram ao Brasil no último domingo, 25 e voaram hoje,...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -