segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

Jobim confirma a repórteres franceses: F-X2 só no início de 2012

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo nota publicada neste domingo (10 de julho) na Mercopress, agência de notícias do Atlântico Sul, o Ministro da Defesa do Brasil, Nelson Jobim, disse a repórteres franceses que o Governo Brasileiro não vai analisar as propostas para compra de caças a jato antes do início de 2012.

O  ministro, que estava num fórum de negócios no sul da França,  disse: ‘Nós só examinaremos isso no início do ano que vem. No momento, estamos focados apenas na agenda doméstica.’

O Brasil, que deseja reconstruir e expandir a dilapidada frota de jatos de sua força aérea, vem considerando ofertas da Dassault Aviation francesa, da norte-americana Boeing e da Saab sueca. O contrato brasileiro provavelmente vai custar muito mais do que as ofertas iniciais, que a mídia local estima entre 4 a 6 bilhões de dólares. Contratos de manutenção poderão ser lucrativos, e o Brasil poderia, eventualmente, adquirir mais de 100 aeronaves.

Além das questões táticas e de preço do Rafale da Dassault, do F-18 da Boeing e do Gripen da Saab, o Brasil exige transferência de tecnologia que ajude a criar empregos na construção local de modernos caças, com potencial para exportação a seus vizinhos na América Latina.

Segundo Jobim, ‘a principal necessidade é a transferência de tecnologia.’ O ministro não quis dizer para qual das três ofertas o Brasil estaria mais inclinado a se decidir.

O caça Rafale, da Dassault, parecia perto de fazer sua primeira venda externa com o ex-presidente brasileiro Lula da Silva, que disse expressou preferência pelo avião francês em relação a seus rivais. Mas a sucessora de Lula, Dilma Rousseff, aparentemente está inclinada pelo caça F-18 da Boeing, após dizer que queria rever todas as propostas dos finalistas. Desde que tomou posse em janeiro, Rousseff tem procurado estreitar os laços políticos com os Estados Unidos.

FONTE: Mercopress (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Dassault, Boeing e Saab, na ordem de citação pela reportagem original

NOTA DO EDITOR: a lista de matérias abaixo é só uma pequena amostra do que já foi dito sobre prazos do F-X2.

- Advertisement -

17 Comments

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nick

A questão é:

Jobin continuará MD até 2012? Se sim, Rafale com chances, se não F-18 E na cabeça. De qualqer forma, esse atraso de 2 anos no anúncio foi extremamente prejudicial à FAB.

[]’s

LuppusFurius

“A principal necessidade é a transfêrencia de tecnologia”.
Não é Não, a principal necessidade é investir em EDUCAÇÂO, como fizeram EUA, Japão, Coréia do Sul, Singapura,Indía ….etc,…
“vai custar muito mais……..4 a ¨6 bi…dólares”…..MAIS?!?!?!?!

DrCockroach

Prezado Poggio,

Vc poderia editar aquela materia de 17/07/2010 intitulada “Faz um ano”, mas desta vez seria “Fazem dois anos” que o NJ tentou jantar escondido no chateau da Dassault… Por que serah????? @&!!%~*@*&!!!!!

[]s!
PS: Serah que haverah bolo de 2 anos agora que ele estah lah novamente?

Guilherme Poggio

É verdade DrCockroach

Já vamos para dois anos.

Ozawa

Quando chegar janeiro de 2012, dirão: _”Não, agora só após a Copa do Mundo, estamos ocupados com nossa corrupção doméstica, ainda temos de onde desviar dinheiro…” Então, após, dirão outra vez: _”Não ainda, só após as Olimpiadas, continuamos ocupados com nossas corrupções domésticas, ainda há muito o que desviar, ainda não precisamos do FX2…, nem da Dassault…” A Boeing e a SAAB não precisam do Brasil, pelo contrário, esse processo os macula, os deprecia, os afronta, eles deveriam retirar suas propostas, e emitir uma declaração contundente acerca da postura política brasileira, não técnica, ou seja não da FAB, mas acerca… Read more »

Guilherme Poggio

Ozawa disse:

Como podem decidir sobre aquilo que voa, aqueles que rastejam ?

Caro Ozawa

Você cobra direitos autorais pelo uso desta frase?

Ozawa

Caro Poggio, de forma alguma.

Ozawa

Para ficar mais claro: de forma alguma, não cobro pelo uso nem pelo abuso…

Baschera

Ozawa disse:
10 de julho de 2011 às 16:04

Clap, Clap, Clap, Clap, Clap, Clap……..

A frase do ano. Parabéns !!!

E para quem quer saber no que este país está virando, sugiro a leitura do artigo de Olavo de Carvalho lá no Blog Forte, intitulado : “Breve Retrato do Brasil”……..

Sds.

Vader

Ozawa disse:
10 de julho de 2011 às 16:04

“Como podem decidir sobre aquilo que voa, aqueles que rastejam?”

Caraca, falar o que depois de uma frase dessas??? Parabéns Ozawa, definiu tudo…

E eu também acho que pelo menos a Boeing deveria mandar uma bela de uma banana nanica pro Planalto e Min Def. Na verdade acho até que ela já jogou a toalha; apenas continua na disputa em respeito ao AC da FAB…

No mais, mais um prazo do Jobim. Nada a declarar.

Sds.

RA5_Vigilante

Matéria interessante sobre MMRCA na Índia, preço de aeronaves, capacidades, etc:

*ttp://livefist.blogspot.com/2011/07/column-mmrca-right-choice-for-wrong.html

Giordani RS

Pô?
Mas ainda esse assunto? Samba-do-caça-louco!
Hoje pela manhã tive o desprazer de ouvir um comentário do ricardo “burrochaet” na radio bandeirantes…Ah…nem vale continuar comentando…enquanto isso, de-lhe con$truir e$tadio…fonte nova…80% com verba pública…mas não era um PPP???? Ê brasil…

Ah…inicio de 2012, entenda-se, inicio de mais um protelamento…

F(orevis)-5 neles dilma!!!!

DrCockroach

Agora entendi os motivos do NJ na Franca, sao dois: o primeiro mencionei acima, o segundo eh celebrar os 25 anos do primeiro voo do Rafale!!! Agora, tudo mundo junto: Parabens a voce, nesta data …

O bolo que serah servido, e a receita, aqui:

http://pt.petitchef.com/receitas/bolo-de-jaca-fid-1067686 🙂

Desculpem, foi apenas uma brincadeira, mas nao resisti.

[]s!

DrCockroach

RA5_Vigilante disse: 11 de julho de 2011 às 10:13 Materia interessante realmente. Mais um que levanta a questao dos valores do MMRCA, da selecao terminar com os dois mais caros, tipo “realmente vale o que pesa?” Mas o ponto central do autor eh o pesadelo logistico da India com tantos fornecedores diferentes e de sempre realizar “lista de compras” no mercado internacional. Obviamente lamenta a falta de autonomia Indiana, uma politica nacional de defesa, e compara com a China que por “copiar” hoje jah praticamente produz de tudo e ainda exporta. Fazendo um paralelo com o Brasil, bem… nos ultimos… Read more »

Tadeu Mendes

Aceitem minhas desculpas ao amigos que estao no Brasil, mas a unica solucao para o FX-2 ser decidido na marra, seria bombardear Brasilia e matar essa “gentinha” de susto.

Ai sim vao dar o merecido valor a Defesa Nacional.

Ou eles estao fazendo uma tremenda campanha de desinformacao para o publico (Ja estive na S-2 no EB e sei como funciona), ou os caras sao verdadeiramente estupidos.

Se o Rio de Janeiro fosse Pearl Harbor e que os Paraguaios pilotassem os “Zeros”, talvez o Planalto acordasse para a realidade.

Tadeu Mendes

Ozawa,

Voce transformou o Jobim em uma larva. Rsrsrsrsrs…

LuppusFurius

Tadeu Mendes
Não dá”susto”não, mata mesmo.E não deve ser desinformação não,tá mais prá incompêtencia, estupidez e principalmente coisa de corruPTos.
E por favor não xingue as nobres e dignas Larvas…..
Aplausos e Vivas para o Ozawa…

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -