Home Noticiário Internacional ‘F-X suíço’ pode ter seu valor elevado, se não for abatido por...

‘F-X suíço’ pode ter seu valor elevado, se não for abatido por referendo

227
35

Ministro da Defesa da Suíça quer elevar o orçamento da já impopular compra de novos caças, atualmente cotada em 2,2 bilhões de francos suíços, para 5 bilhões


Nesta quarta-feira, 18 de agosto, a Reuters UK informou que o Ministro da Defesa suíço está propondo gastar 5 bilhões de francos suíços para financiar um plano impopular de compra de 22 novos caças. As informações vieram da TV suíça, citando um documento interno. O valor equivale a 4,78 bilhões de dólares, ou 8,38 bilhões de reais.

De acordo com um documento com data de 29 de julho, o Ministro da Defesa Ueli Maurer planeja pedir ao gabinete suíço o aumento do orçamento mesmo levando em conta que o programa seja abatido em um referendo nacional. Um porta-voz do Ministro da Defesa suíço confirmou que o documento existe, mas que não poderia confirmar os detalhes. Ele acrescentou que o mesmo aidna estava sujeito a revisões e que uma requisição final deveria ser apresentada ao gabinete em setembro.

O programa suíço é, segundo o informe da Reuters, duramente disputado pela indústria aeroespacial. Isso porque é visto como a preparação para diversos outros projetos que virão na Europa, preparando o palco para os mesmos.

São três os concorrentes: o anglo-germânico-italiano Eurofithter Typhoon, fabricado pela EADS, juntamente com a BAE Systems e a Finmeccanica, o francês Rafale, fabricado pela Dassault, e o sueco JAS 39 Gripen, fabricado pela Saab. A Boeing resolveu sair da competição no ano passado.

O objetivo inicial do programa, denominado ‘Tiger-Teilersatz’  (Partial Tiger Replacement, ou substituição parcial do ‘tigre’) era substituir os envelhecidos caças F-5E/F Tiger fighters, adquiridos entre 1976 e 1981, por até 33 novos aviões. Mas o Ministro da Defesa teria dito que não poderia nem comprar 22, com o presente orçamento. O programa, cuja previsão inicial de gastos é de 2,2 bilhões de francos suíços (aproximadamente 2,11 bilhões de dólares ou 3,69 bilhões de reais), vem se tornando cada vez mais impopular, devido à crise econômica.

Para financiar o acordo, Maurer pedirá um crescimento geral no orçamento de defesa, que cobre tanto o exército quanto a força aérea do país, de 2 bilhões para 6,3 bilhões de francos suíços anuais (de 1,92 para 6,03 bilhões de dólares ou de 3,36 para 10,57 bilhões de reais). Além disso, ele deverá propor, segundo a reportagem da TV, uma redução no tamanho do Exército Suíço, do contingente atual de 135.000 para 96.000.

FONTE: Reuters (edição Reino Unido)

FOTOS DOS CONCORRENTES (por ordem alfabética do fabricante, tiradas durante as avaliações realizadas na Suíca, em 2008): armasuisse

FOTO DO F-5: Força Aérea Suíça

VEJA TAMBÉM:

35
Deixe um comentário

avatar
32 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
Giordani RSJOSEF SIMAS Jr.BascheraGuilherme PoggioFábio Mayer Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Gabriel T.
Visitante
Gabriel T.

O gripen será perfeito para a Suíça.

Nick
Visitante
Nick

Será que aqueles F-5 estão em boas condições??

[]’s

Vader
Visitante
Vader

Caras, uma coisa é certa: os europeus precisam descer do pedestal, se quiserem continuar a ser uma potência no mundo.

É um negócio totalmente estrambólico um país minúsculo, no meio de uma ilha de paz como a Suíça precisar gastar milhões e milhões em caças de última geração.

Como soa também ridículo um continente como a Europa ter 3 caças com mais ou menos a mesma configuração competindo entre si.

A Europa precisa começar a pensar em unificar suas Forças Armadas numa única força continental. Senão o fundo do poço será o limite.

Sds.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Nick,

Certamente em condições suíças.
Não precisa nem ir ver.
Abraço,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Sérgio Araújo
Visitante
Sérgio Araújo

Como o F-5 é bonito,
mesmo já sendo uma aeronave velhinha.

Quais ameaças a Suiça sofre para querer sacrificar tanto seu Orçamento?
Parece até um jovem que se possível deixa de comer para andar de carro zero e se amostrar para os amigos. rss

denner.miranda
Visitante
Member
denner.miranda
CAL
Visitante
CAL

A FAB deve estar com agua na boca!

Rogério
Visitante
Rogério

Vader, ilha de paz?

Só estão pacificos pq as lembranças da ultima guerra são bem presentes na mente deles, mais não da pra vacilar não, além do mais o preço da paz é a eterna vigilância.

[]s

PS: E parabéns pelo blog

Nick
Visitante
Nick

Caro Justin, Nunão…

Bah, esses americanos… chegaram na frente ……. que dureza esse mercado de usados… a FAB tem que ficar mais esperta… era um belo lote 32 seminovos por US$50 milhões… 😀

[]’s

Justin Case
Visitante
Justin Case

Nick,

Ouvi dizer que os americanos compraram por US$ 500 mil a unidade.
Não foi uma venda para ganhar dinheiro.
Os suíços apenas não queriam gastar recursos com a desativação, preservação, doação ou obras para empalá-los todos em praça pública.
Creio que os F-5F (os mais cobiçados) serão os últimos a serem liberados.
Abraço,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Marcelo
Visitante
Marcelo

nesse caso o Gripen é a aeronave ideal (Suiça = território minúsculo, menor que a Suécia).
A Europa não tem 3 caças com mesma configuração, tem 2: o Typhoon e o Rafale. O Gripen é menor e tem outra configuração. Temos que parar com essa mentira de que o Gripen é equivalente ao Rafale, ao Typhoon e ao F-18…

celso
Visitante
celso

Pois eh, uma otima oportunidade perdida a compra destes remanescentes F5 Suiços………….e isso foi em 2008…..estao la no Agressors da US Navy dando caldo em muito F16 e F15…….enquanto isso pra bandas da Republica das bananas estao pensando o q fazer com 11 F5e sucatas compradas da Jordania…………….muito triste mesmo, cansei de ficar indignado com este assunto. Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii Daqui a uns 5 anos ainda estaremos lendo a respeito do FX2……sem descisao.

SDS

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

celso disse:

enquanto isso pra bandas da Republica das bananas estao pensando o q fazer com 11 F5e sucatas compradas da Jordania

Caro celso, eu duvido que estes jordanianos estejam em pior estado que os Agressors que nós compramos em 1988.

celso
Visitante
celso

Marcelo, tenho observado teus comentarios neste blog….putz cara, to pra ver tanta paixao a respeito do seu Rafale. Venha o que vier e se vier, teremos que aceitar e engolir. Se aqui fosse a Suiça, tvz pudessemos emitir nossa modesta contribuiçao aos nossos governantes……mas infelizmente……..so servimos mesmo pra pagar a fatura. Desculpe meu comentario a vc, nao tem objetivo de ofende-lo e espero poder le-lo sempre por aqui com muito interesse. Nick, teu comentario e 10…….valeu, rsrsrsrsrsrsrsr eu faria a mesma coisa sem pensar e quem sabe hoje nao teriamos pelo menos uma força mais respeitavel com a mesma logistica… Read more »

Lusitanium
Visitante
Lusitanium

A Suíça é um país riquíssimo, organizado e evoluído, estive uma semana em Geneve e vi. Esse negócio para o poder económico deles é pequeno.

O que causa discussão é, como disse o Vader, a necessidade de um país totalmente neutro ( não faz parte da UE, OTAN ou do Euro), sem ambições expansionistas, e com vizinhos ( gigantes militares ) que não representam a mínima ameaça, ter de investir em caças de ultima de geração nesta quantidade.

Klevston kstonboner
Visitante
Klevston kstonboner

A FAB poderia comprá-los para virarem alvos em treinamentos, juntando-se aos seus irmãos brazucas, seria legal.

Klevston kstonboner
Visitante
Klevston kstonboner

Poderíamos utilizá-los como alvos, treinando a nossa artilharia antiaérea. Antiaérea? O que é isso! Nossa acho que nem temos isso.Desculpem a minha falha.

ZE
Visitante
ZE

Vamos botar os pingos nos Is. Eu venho postando, desde o ano passado (inclusive já contei e recontei toda a história do F-X2 suíço), que o programa para adquirir novos aviões de caça está por um fio. Botem uma coisa nas suas cabeças: se esse programa não for implodido (o que provavelmente acontecerá), o vencedor será, ou o Hornet ou o Gripen C/D. Na visão Suíça, o upgrade dos Hornet deles é a opção mais popular. A segunda opção seria a compra dos Gripen C/D. Quaisquer outros caças estão fora do páreo e ponto final. Isto é, se o FX-2… Read more »

zorann
Visitante
zorann

Por que o NG é só uma boa escolha para a Suissa?

Este pequeno e ágil avião é uma boa escolha para qualquer força aérea com orçamento regulado como nossa FAB.

Quanto a autonomia, esse problema se resolve com mais aeronaves e mais bases espalhadas pelo Brasil afora. Ou alguem acha que o ideal é o piloto voar 2000km para enfrentar o inimigo?

Um abraço a todos…

Fábio Mayer
Visitante
Fábio Mayer

Os F-5 suiços, li um comentário, parecem que foram recebidos novos de fábrica semana passada, de tão bem cuidados.

Certa feita, um oficial nazista perguntou para um general suiço quantos soldados o país tinha disponíveis. Ele respondeu:

– 50.000.

– E se eu enviar um exército de 100 mil soldados para invadir a Suiça?

– Simples, cada um de meus soldados dispara dois tiros!

Marcelo
Visitante
Marcelo

Celso, concordo com você, venha o que vier, teremos que engolir, mas nem por isso vou parar de colocar aqui que o Gripen não é a melhor opção para o Brasil. De mídia e lobby são muito bons ! Já falei que acho necessário um bimotor para o Brasil, no caso, ou o F-18 ou o Rafale, já que o Su-35 e o Eurofighter foram excluídos. Para mim foi uma incoerência chegarem aviões de categorias diferentes para a escolha final. Se a FAB queria um monomotor, então deveriam ter ficado para a final o Gripen e o F-16. A FAB… Read more »

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Marcelo disse:

Para mim foi uma incoerência chegarem aviões de categorias diferentes para a escolha final.

Mas existem tantas outras concorrências no mundo com caças mono e bimotores. Por que só a FAB errou?

Justin Case
Visitante
Justin Case

Poggio,

Mono e bi não é problema.
Problema é quando são de classes (capacidades) diferentes, eu também acho.
Abraço,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Justin Case
Visitante
Justin Case

Concordo Poggio.

Em termos de fadiga estrutural, você está certíssimo.
O problema para os jordanianos é que é obrigatório fazer uma revisão geral apuradíssima para descobrir como realmente estão. Depois vem o reparo, a busca de suprimento e partes para substituir.
Abraço,

Justin

Baschera
Visitante
Baschera

Poggio e Justin….. Amigo da FAB me disse que estão muito surrados estes F-5f da Jordânia….. mas será o caso do Pama restaura-los. É quase certo que serão elevados ao padrão F-5EM pela EMB/Elbit. O caso é que a integradora principal, a EMB, até já orçou os custos ATUALIZADOS para esta modernização (lembrando que são biplaces, naturalmente mais caros de se modernizar, já que tem dos painéis, etc..) Lembremo-nos também, que os custos de modernização inicialmente eram de Us$ 285 milhões para 46 unidades, mas em valores do início dos anos 2000. Agora, o valor é muito maior…… Quando (segundo… Read more »

Justin Case
Visitante
Justin Case

Baschera, Valeu pela informação. Mas 30 milhões de dólares por unidade parece exagerado, principalmente porque não haveria custos de desenvolvimento e setup do CLS embutidos. Mesmo considerando que são aviões bipostos e estamos dez anos à frente da contratação original do F-5. Um parâmetro atualizado seria o custo unitário da modernização do A-1, acrescido dos custos maiores do radar e outros equipamentos exclusivos do F-5. Assim mesmo, para 30 milhões falta muito objeto contratual. Mesmo tirando todas as margens de uma proposta inicial, a conta não fecha. Pode ser um indício de que a configuração está mesmo ultrapassada e obrigaria… Read more »

Baschera
Visitante
Baschera

Justin,

Não discordo de seu ponto de vista….. também achei o número exagerado….. mas permita-me também dicorrer :

– Poderia ser um “não” desejo fazer mais…… atravéz de um valor prositalmente exagerado.

– Poderia ser uma pratica comercial normal, “jogo” lá em cima, para depois melhor negociar…….

Bem, poderia ser um monte de coisas…. vamos ver.

Mas também lembro a matéria recente aqui do Blog, sobre o valor que os russos pediram para os novos Su-30 que a Índia quer comprar……que agora, unitariamente, ultrapassam o valor de Us$ 100 milhões cada.

Sds.

Baschera
Visitante
Baschera

Justin….

Outra coisa, é possível que um esquadrão de A-1 nem mais seja modernizado….. já que provavelmente um dos dois esquadrões atuais poderá ser extinto. A info é do Juarez ( sabes que me refiro….)

Sds.

Klevston kstonboner
Visitante
Klevston kstonboner

Eu não acredito que tem gente pensando em modernizar essas porcarias de F 5, nossa como pensam pequeno estas pessoas, é por isso que a FAB está em sucatas e vai continuar assim se pensarmos em quanto custa modernizar uma sucata como estes F 5, enquanto pequenos países estão pensando em vetores novinhos tem gente que está confeccionando a situação de modernização efetiva de contingentes operacionais,pena que pensam assim.

JOSEF SIMAS Jr.
Visitante
JOSEF SIMAS Jr.

Amigos,
Ja li em algum lugar que dos 11 jordanianos comprados apenas 3 ou 4 sao bi-places. Estes bi-places sao os que poderiam ser modernizados os 7 ou 8 demais seriam fonte de pecas de reposicao.
Este preco de US$ 30 milhoes deve ser para o lote de 3 bi-places. O que faz sentido, quanto ao reforco estrutural, o PAMA teria custos extra mas tira de letra …

JOSEF SIMAS Jr.
Visitante
JOSEF SIMAS Jr.

O pensamento da FAB e’ ter todos os bi-places em Natal para treinamento dos novos pilotos cacadores.

Giordani RS
Visitante
Giordani RS

Lindíssima foto do Rafaele com o PC brilhando contra os alpes suíços!

Vader
Visitante
Vader

Rogério disse: 18 de agosto de 2010 às 18:12 “Só estão pacificos pq as lembranças da ultima guerra são bem presentes na mente deles, mais não da pra vacilar não” Caro Rogério, os países europeus hoje, do ponto de vista economico e politico, seguem uma única “doutrina” em linhas gerais. Não há mais grandes diferenças. A maioria dos cidadãos da CEE só lembram que é “holandês” ou “italiano” em época de Copa do Mundo, durante todo o restante do tempo ele se diz Europeu. E Europeu é seu passaporte. Uma guerra na Europa hoje é simplesmente inimaginável. Não há motivo… Read more »

Vader
Visitante
Vader

Marcelo disse: 18 de agosto de 2010 às 18:31 “A Europa não tem 3 caças com mesma configuração, tem 2: o Typhoon e o Rafale. O Gripen é menor e tem outra configuração. Temos que parar com essa mentira de que o Gripen é equivalente ao Rafale, ao Typhoon e ao F-18…” Amigo, seja realista: o Gripen, o Rafale, o Typhoon são todos delta-canards. A única diferença é que os dois últimos são bimotores. De resto é tudo igual. A menos que se considerar que o Gripen é mais manobrável, puxa mais Gs, cumpre as mesmas missões e ainda tem… Read more »