segunda-feira, abril 12, 2021

Gripen para o Brasil

Jobim reafirma preferência por caça francês. Senadores querem acompanhar negócios

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Marcos Magalhães

O governo só decidirá o modelo de caça a ser usado na renovação da frota da Força Aérea Brasileira depois de receber, na segunda-feira (21), as ofertas finais dos três concorrentes envolvidos no processo, disse na quarta-feira (16) o ministro da Defesa, Nelson Jobim, em reunião da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE).

O ministro admitiu que existe uma preferência política pela francesa Dassault, produtora dos jatos Rafale, como já havia afirmado o presidente Luiz Inácio Lula da Silva após encontro com o presidente francês Nicolas Sarkozy na celebração de 7 de setembro. Mas reiterou que a decisão final vai depender da análise das propostas da própria Dassault, da norte-americana Boeing, que fabrica o F-18, e da sueca Saab, produtora do Gripen NG.

– O negócio não está fechado. Há uma opção pela França, basta que ela cumpra a promessa de transferência de tecnologia. Vamos analisar as ofertas e ver o que significa a transferência irrestrita de tecnologia e o preço competitivo anunciados pelos franceses – disse Jobim, para quem a forte competição entre os três produtores é “ótima” para o Brasil.

Acompanhamento

Os senadores da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional querem acompanhar de perto as negociações finais para a compra dos caças que vão renovar a frota da Força Aérea Brasileira. Renato Casagrande (PSB-ES), autor do requerimento para a realização da audiência, sugeriu que a comissão volte a debater as negociações com Jobim, se preciso em reunião secreta, depois da entrega das ofertas finais pelos concorrentes.

– O Congresso Nacional vai ter que aprofundar o debate sobre a defesa nacional. Com esse acordo, o Brasil muda de patamar. E é preciso saber se não há como se desenvolver sem avançar sem um projeto audacioso de defesa – disse Casagrande.

O senador Sérgio Guerra (PSDB-PE) lamentou que unidades do Exército localizadas no Nordeste experimentem atualmente situação de “pobreza absoluta”, ao mesmo tempo em que se anuncia a compra de aviões e submarinos para a Aeronáutica e a Marinha. Ele considerou ainda necessário saber o que o Brasil receberá da França, em troca da preferência para a compra desses equipamentos militares.

Na opinião do senador Heráclito Fortes (DEM-PI), a comissão deve solicitar ao governo informações detalhadas sobre cada proposta feita ao Brasil para a venda dos caças. Ele questionou, por exemplo, o alto preço de manutenção dos caças franceses Rafale, em comparação aos norte-americanos F-18.

Transferência de tecnologia

Por sua vez, o senador João Tenório (PSDB-AL) considerou “pouco claras” as propostas feitas até o momento por norte-americanos e franceses no que diz respeito à transferência de tecnologia para a produção dos aviões. Da mesma forma, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) disse ser necessário saber o que norte-americanos e franceses chamam, respectivamente, de transferência de tecnologia “necessária” e “irrestrita”.

O presidente da comissão, senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), questionou por que os novos submarinos, também constante do acordo em negociação com a França, terão como base o Rio de Janeiro e não outra cidade do litoral brasileiro, como Fortaleza (CE). O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) observou igualmente que a grande maioria dos investimentos para renovação das Forças Armadas será feita no Centro-Sul do país. Ele concordou ainda com a proposta de Casagrande para a realização de uma reunião secreta com Jobim, para discutir a compra dos novos caças.

Após declarar sua simpatia pela França, o senador José Agripino (DEM-RN) demonstrou preocupação com a real disposição do governo francês em transferir tecnologia para o Brasil. Ele citou artigo publicado no jornal londrino Daily Telegraph, segundo o qual a Inglaterra ganhou a Guerra das Malvinas com a ajuda de países como a França, que teria negado à Argentina transferência de tecnologia empregada nos mísseis Exocet. Ao final da reunião, o senador Augusto Botelho (PT-RR) manifestou preocupação com a situação do Exército, no momento em que as prioridades do governo parecem destinadas à renovação da Marinha e da Aeronáutica.

FONTE: Agência Senado

- Advertisement -

65 Comments

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Deio

“Na opinião do senador Heráclito Fortes (DEM-PI), a comissão deve solicitar ao governo informações detalhadas sobre cada proposta feita ao Brasil para a venda dos caças. Ele questionou, por exemplo, o alto preço de manutenção dos caças franceses Rafale, em comparação aos norte-americanos F-18.”

Não é possível esses sujeitos quererem pegar carona agora.

Se há um grupo competente na questão, é o que gerencia o processo.

Se a meleca está grande, crescerá ainda mais com esses senhores. E atrasará ainda mais!

Mauricio R.

É de fato os tempos são outros, as imagens de sindicalistas franceses depredando o interior do prédio da Assembléia Nacional, recém exibidas na tv são p/ lembrar ao presidente frances que ele deve antes arrumar a baderna em casa, ao invés de prometer mundos e fundos que não vai cumprir.

Deio

Pois é Maurício, não será tão simples cumprir o que foi prometido. E aí…?

Robson Br

De uma coisa ninguem pode negar: O ASUUNTO DE DEFESA ESTÁ NA MÍDIA E POUCOS ESTÃO CONTRA. Podem questionar o equipamento, preço e outras coisas, mas poucos estão questionando a sua importância. É uma pena o que o exercito está passando, mas dá a impressão que eles não tem um projeto de destaque. A MB deu prioridade ao sub NUC, mas está modernizando e equipando outras áreas. A FAB deu importância aos caças, mas esta modernizando todas as suas áreas. E o EB? O Exercito domina tecnologicamente muitas áreas, mas seu único grande projeto está sendo o Urutu II. Não… Read more »

cleverton

Ridiculo essa posição que vem tomando o governo brasileiro o Lula já demonstrou que não está nem ai para os estudos feitos pela Fab , passou por cima de todos e sobre todos e o seu escolhido é o que tem a pior relação custo beneficio no meu entender , o FX-2 parece mais uma novela mexicana cheia de dramas e nada mais …

Azul&branco

Não só nas Falklands em 82, mas na Polônia em 39, Israel 73, na guerra da lagosta…a única coisa em que podemos ter certeza sobre francês, tratando-se de guerra, é sua disposição inquebrantável de se entregar aos alemães e ser salvo por ingleses e americanos.

germa

é natural que os políticos estão querendo participar, ta na mídia
é propaganda “de gratis sem pagar nada”!!

são votos que se ganha sem esforço e + barato que dentadura.

pegando a manga do wolfpack:

“Por isso Senador é importante dominar o equipamento que opera, como repara-lo e como adaptá-lo/integrá-lo a novas situações. Isso é o que as FFAA buscam.”

o esquema é produzir o FX-S(secreto)-BR + os rafales que já ganharam esse jogo de cartas marcadas.

abs 😉

Paulo Renato

Olhem o que foi colocado pela revista Exame.

A preferência dos milicos e Embraer é bem diferente do N.J e do Presidente !!!!

http://www.defesanet.com.br/fx2/ex_f18.htm

Abs.

Felipe Cps

Azul&branco:

A última guerra que os franceses ganharam por seus próprios méritos seu governante ainda era um tal de Napoleão Bonaparte…

Felipe Cps

Ah e detalhe: “ele” não era francês (era italiano)…

CADU

“O presidente da comissão, senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), questionou por que os novos submarinos, também constante do acordo em negociação com a França, terão como base o Rio de Janeiro e não outra cidade do litoral brasileiro, como Fortaleza (CE)”. Meu Deus do céu!!!, e o cara ainda foi empossado como presidente da comissão!!!, qualquer imbecil sabe porque a base foi escolhida no Rio, e o cara esta questionando o obvio, alguém tem que falar para este “INTELECTUAL” que onde é produzido os cascos dos submarinos é na NUCLEP-RJ, onde tem licença ambiental para se ter usinas nucleares e portanto… Read more »

Asterix

Não duvido nada que inventem uma CPI do FX-2…
Fonte de renda pros pobres coitados dos senadores, tadinhos..

Jacubão

Esse estardalhaço todo só pode ter um motivo. Eles estão querendo tirar uma casquinha desse dinheiro, pois eles não irão ver nem a cor, pois a faina é da FAB.
Cambada de saf…

Carlos

Na minha opiniao, os rafales sao em termos de tecnologia bem melhores que os gripens, e no caso da guerra das Malvinas, (os tempos sao outros).

Wolfpack

Pessoal,
Todos sabem da minha preferência pelo Rafale, mas todas estas declarações inoportunas, que tentam capitalizar policamente (interna) são de um amadorismo completo.
Como Boeing e SAAB que não produzem somente aviões de caça devem pensar quando forem procurados para algum investimento no Brasil ou venda? Difícil situação, a FAB nem abre o bico e os políticos deitam e rolam com a imprensa em informações desconexas, irrelevantes, e até irresponsáveis. Vergonha!
Abs

Wolfpack

Ah, O Senador José Agripino esquece de comunicar que a Inglaterra também ganhou a Guerra pelo abrigo dado pelo Chile a suas tropas do SAS, as imagens de satélite Americanos, o entre posto logístico em Ascenção para os Vickers, Nimrod e Vulcans, aos torpedos americanos, aos Sidewinder americanos.
Não foi um bom exemplo dado pelo Senador.
Por isso Senador é importante dominar o equipamento que opera, como repara-lo e como adaptá-lo/integrá-lo a novas situações. Isso é o que as FFAA buscam.

Thalles

O ministro Jobim é aquele gaúcho que adora tirar fotografia enrolado em cobras?

FN

Paulo Renato em 18 set, 2009 às 23:09

Kra a defesanet não é muito confiável veja como o editor idolatra o SH, radar AESA o torna invencível? Mas o Gripen e o Rafale também vem com esse tipo de radar… SH é de longe a pior escolha é como um F-5 de maior autonomia e com um radar melhor.

O PODER AEREO esta de parabéns por se manter imparcial sopre a escolha do FX-2 deixando os leitores discutirem entre si.

sds

Bruno Rocha

____COMUNICADO EXTRAORDINÁRIO_____ Esse vídeo é do Rafale onde mostra suas principais características. DATA LINK, sistema de comunicação, um painel de dar inveja com LCD e tudo(até eu fiquei com vontade de ter um). Mas por favor, desconsiderem a musica chata, a péssima animação gráfica, e principalmente os Rafales abatendo um SU30 (até parece (!)). http://www.youtube.com/watch?v=mf-jQWHZ5es Se vamos gastar toda essa grana e perder a oportunidade de fazer um acordo com a SAAB, então que essa porcaria de governo gaste num caça que preste, e que tenha o comprometimento de garantir que eles voem. O governo novo não pode botar a… Read more »

Hornet

A questão não é:os Senadores querem acompanhar de perto os negócios do FX2. A questão é: o que diabos o Senado (Congresso) estava fazendo até agora que não vem acompanhando de perto o reaparelhamento das FAs??? Essa é que é a questão. Outra coisa, muitos desses senadores citados na matéria da Agência Senado não podem falar nada, pois fizeram viagens com tudo pago para a Suécia, França e EUA. Tudo pago pela SAAB, Dassault e Boeing. Em tese, era para se informarem sobre o FX2. Em tese. um exemplo que citei ontem aqui no Blog: “Lobby sueco promove passeio de… Read more »

Hornet

CADU,

vc não entendeu. Olha de onde é o senador…”Eduardo Azeredo (PSDB-MG)”

Ele quer construir o submarino em Uberaba…hehe

Vc está com má vontade com o nobre senador…hehehe

abração

Hornet

Uberaba, ou Estocolmo..vai saber!!!…hehehe

Hornet

Não tem nada que ver com o tópico mas só uma correção: Napoleão Bonaparte era francês, ou melhor, nasceu em território francês. Nasceu na cidade de Ajaccio, que era território do Reino de França. A questão da nacionalidade só se coloca em termos modernos a partir da Revolução Francesa, e particularmente com Napoleão, que levou as idéias da Revolução Francesa para o mundo, junto com a idéia de nação. A idéia de Estado-Nação é uma idéia construída na Revolução Francesa. Antes disso exitiam reinos, estados, mas não nacionalidades (no sentido moderno). E a Itália nem existia no século XVIII. A… Read more »

Marino

Conversa fiada, pretensão de aparecer na mídia e pior ainda, querer atrapalhar o desenvolvimento do país.

Gunter

“O senador Sérgio Guerra (PSDB-PE) lamentou que unidades do Exército localizadas no Nordeste experimentem atualmente situação de “pobreza absoluta”, ao mesmo tempo em que se anuncia a compra de aviões e submarinos para a Aeronáutica e a Marinha.”

Seria este mesmo Senador aquele que apresentou “emenda” ao Projeto do Pré-Sal copiando exatamente as reinvidicações das petroleiras ESTRANGEIRAS? Taí um grande defensor dos interesses nacionais!

RdoCosta

Hornet… não vá ficar orgulhoso, mas é um prazer ler seus comentários!

Abraços!!

Cor Tau

Convivemos com a merchendagem e a politicagem…..

mauro dias

Pessoal, dizem que o legislativo deveria participar mais no processo estratégico hora em execução. Mas, qual a garantia, qual a credibilidade e moral que essa casa possui? E mais qual o conhecimento mínimo nesta área?, coisa que nunca se importaram. Por que só agora se importam com este assunto e com a “Penúria do exército” em alguns rincões deste país?Há quanto tempo estamos nesta situação sem que nada fosse feito ou reclamado por parte destes senhores. Mas essa disputa envolve milhões e vários interesses talvez. Sem preconceitos, só uma constatação. Senhores e seus estados: Renato Casagrande: PSB- Espirito Santo Sérgio… Read more »

jota

FN em 19 set, 2009 às 0:22 “Kra a defesanet não é muito confiável veja como o editor idolatra o SH, radar AESA o torna invencível? Mas o Gripen e o Rafale também vem com esse tipo de radar… SH é de longe a pior escolha é como um F-5 ed maior autonomia e com um radar melhor. O PODER AEREO esta de parabéns por se manter imparcial sopre a escolha do FX-2 deixando os leitores discutirem entre si. ” Cara vc deve ser analfabeto funcional(aquele que le mas nao consegue entender o que le)! Bem no cabeçalho esta escrito… Read more »

RdoCosta

O presidente há muito deveria ter batido o martelo na compra dos caças. Bastaria ter feito uma reunião com que vai usar… a FAB!
Com os caças na mão, poderia fazer como faz a China, estudar como se faz e fazer cópias. Será que não temos condições para isto?

RdoCosta

Sr. Mauro Dias, não confunda estas pessoas com seus respectivos estados. Se pujança financeira, peso politico, fosse indicativo para se tomar decisões corretas, digo que, o Brasil sempre foi comandado pelos barões eixo, minas, rio, são paulo, independente de quem ocupasse a cadeira presidencial e esteve sempre na pindaiba e comparando nomes, são paulo, rio e minas tambem tem seus rolandos leros da vida. Outra coisa, graças a cearenses, o Brasil tem um estado chamado Acre, porque se dependesse dos sulistas…

Ivan

Mauro Dias, O Brasil é uma República, Presidencialista, Democrática e Federativa. República – o Chefe de Estado é um Presidente; Presidencialista – o Presidente é também o Chefe de Governo; Democrática – Estado de Direito onde os representantes do governo são eleitos por voto popular; Federativa – o país é formado por Estados-Membros autonomos(com mais ou menos autonomia dependendo da tradição/constituição). Por ser Federado, o Congresso no Brasil, assim como nos EUA, por exemplo é formado por duas câmaras: – Câmara de Deputados – formada por parlamentares proporcionais a população de cada Estado-Membro; – Senado Federal – formada por parlamentares… Read more »

José

Senhores, eu não sei porque estes políticos querem acompanhar o processo de compra, sendo que eles nunca se interessaram em rearmar as Forças Armadas Brasileiras. Senhores, por causa destes políticos que as Forças Armadas estão neste estado. Os Senadores querem o que??? Agora que, com o Lula e com o Jobim estamos começando a se rearmar vem estes senadores querendo estragar tudo!!! ”Como política é suja no Brasil”. Em vez de, todos se unirem para organizar o Brasil, eles ficam com inveja um do outro e inveja do partido do outro e querem tentam estragar a compra de armamentos por… Read more »

flavio berte

È lamentável que no Brasil apenas UM homem, o presidente , tome a decisão sobre algo como o FX2, que envolve bilhões de dólares (ou Euros). Sem dúvida a decisão deveria ser do Congresso, o que talvez desse outro resultado… Pois agora já são favas contadas que Lula, incentivado por NJ, vai escolher o caça (muito) mais caro a curto médio e longo prazo… O que está acontecendo agora é apenas jogo de cena… E que ninguém se engane: os franceses NUNCA vão transferir toda tecnologia do Rafale…

Dalton

Ivan… muito provavelmente vc sabe, mas para quem nao sabe, nos EUA sao apenas 2 senadores por Estado, enquanto aqui sao 3. Quanto a deputados, aí sim, é proporcional a populaçao de cada Estado, sendo a California o mais populoso, com 53 deputados e alguns Estados com apenas 1, caso do Estado de Montana que apesar do grande tamanho é pouco povoado. Talvez lá nos EUA as coisas funcionem bem desta forma, por haver apenas 2 Partidos. Como o Mauro Dias escreveu, foi apenas uma constataçao, uma curiosidade mesmo, sem preconceito, pois no meu entender pesa mais o Partido do… Read more »

flavio berte

A FAB e a Embraer preferem o SH! Vejam no site DFESANET! Mas o Lula prefere, infelizmente, seguir a orientação no Nélson Jobim…

http://www.defesanet.com.br/fx2/ex_f18.htm

Rodrigo Marques

Me preocupa um pessoal dizer que a França abandonou a Argentina na Guerra das Malvinas. Acho que existem alguns equívocos: 1 – Alguém sabe a respeito do contrato dos Exocet? 2- Eu vi um documentário, por sinal muito bom em que, pasmem, os pilotos e técnicos de vôo argentinos foram pegos de surpresa com a invasão das ilhas e parte dos caças estavam fora de operação devido a falta de recursos para mantê-los. ( National Geographic, passou este ano, deve ter no Youtube). Há depoimento dos pilotos argentinos, verdadeiros heróis. 3- Imagine que um pais que ao mesmo tempo é… Read more »

Rodrigo Marques

O inicio está aqui em espanhol:

http://www.youtube.com/watch?v=DilxP1OiUug

Se bem procurado, acha-se em portugues todo o documentário. E foi pelo History Channel.

FN

jota em 19 set, 2009 às 9:25

Não meu amigo não precisa desenha eu apenas não vi esse detalhe, com tudo minhas criticas vão para a revista “EXAME” e não pra o “DEFESANET”.

“Mais uma coisa acho que vc esta muito nervoso tente toma um suco de maracujá e se os sintomas persistirem consulte um especialista psiquiátrico, talvez ele te ajude ou não…”

sds

Angelo Nicolaci

Pessoal o FX-2 esta pior que novela mexicana, é um vai e volta que ninguem entende mais nada se perder um capitulo, e o pior é que já esta dando no saco, não aguento mais o disse me disse o confirma e nega tudo, é uma vergonha como esta sendo conduzido o processo, é coisa de amador, afinal esperar o que de nossos politicos???

João Curitiba

Esta “preocupação” de suas excelências somente agora com o reaparelhamento das FAs, principalmente quanto à observação do estado de penúria que vive o Exército, está muito parecida com uma declaração do falecido senador ACM (Antônio Carlos Magalhães-Bahia), de que o Brasil deveria se preocupar em combater a pobresa que existia no País. Disse isto após 40 anos de Congresso e 80 anos de idade. Será que só aí que ele viu que o “rei estava nu”?

Tailhooker

Essa é a má notícia.

Esses caras começaram, para valer, a se meter no processo. Isso era tudo o que não poderia acontecer. Vai virar debate político e outros políticos entrarão nessa seara nas próximas semanas.
Com isso, o doente FX-2, que já estava quase de “alta”, volta para o CTI com reais riscos de morte.

Essa decisão tem que ser rápida, senão corre o risco de não mais sair. Pena da FAB.

athalyba

{OFF TOPPIC} @ IVAN A representação popular (Deputados) de Rondônia é proporcionalmente (à população) menor que de São Paulo. Isto é para salvaguardar a Democracia. Estranho … Vc diz (corretamente) que o Senado existe para nivelar o Poder entre os estados membros pois isso equaliza os pesos políticos e economicos entre eles, mas tb diz a mesma coisa sobre o nosso arranjo para a Câmara dos Deputados, onde o voto de São Paulo valer, por exemplo, UM DÉCIMO do amapaense. Vamos encarar o fato: não existe o enunciado “um cidadão, um voto” no Brasil. Meu voto, como paulista, vale menos… Read more »

J Curitiba

RdoCosta em 19 set, 2009 às 9:36: “Outra coisa, graças a cearenses, o Brasil tem um estado chamado Acre, porque se dependesse dos sulistas…”

Hahahaha!!!! Realmente, “ter” o Acre é uma vantagem enorme para esse país.

Poxa, além do Didi, Chico Anísio, Tom Cavalcanti, Tasso Jereissati, familia Gomes (paulista radicada), João Inácio Show, Jorge Pontual, Markinhos Moura, Castelo Branco, aspirantes a humorista, bandas de forró, e outros “expoentes” brasileiros temos que agradecer ao Ceará pelo ACRE!!!!!!!!!!

athalyba

{OFF TOPPIC} @ HORNET

Acho que nesse caso NapBon seria corso, não ???

😉

athalyba

bandas de forró, e outros “expoentes”

Eeeeeeeeeee, perae !!! Eu gosto de forró !!! E a cena musical cearense (junto com a paraense) é um novo paradigma de industria fonográfica !!!

CADU

Dalton em 19 set, 2009 às 10:29

“Talvez lá nos EUA as coisas funcionem bem desta forma, por haver
apenas 2 Partidos”.
Desculpe-me amigo, não me leve a mal, mas você esta desinformado, nos EUA existem vários partidos como aqui, só que convergem apenas para os dois maiores.
Você agora deu uma de senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ou dos jornalistas que escrevem nas revistas acima citadas, não custa nada pesquisar para não passar informações erradas, apesar do site ser democrático, não devemos colocar o “ACHISMO” na frente das informações corretas.
Abraço do Amigo CADU.

URUTAU

Bom dia senhores

Quanto a Napoleão Bonaparte a Corsega havia sido comprada ou adquirida pela França do reino de Genova ha coisa de 1 ano antes do nascimento do Pequeno Cabo { Napoleão [

SDS Senhores

Wolfpack

Ainda sobre a declaração estúpida do Senador José Agripino. Imagina o Senhor Senador se a Argentina dias antes do conflito tivesse adquirido um volume de meia dúzia de AGM-84 Harpoons dos Estados Unidos. Ah sim a Argentina teria todo o apoio técnico e logístico para operar e integrar o míssil aos A4, ou seja lá qual for a aeronave. Santa ignorância Senador. A agressão e iniciativa da Guerra partiu da Argentina e todos levantaram barreiras e bloqueio de venda de armas a Argentina, até mesmo o Brasil que detinha os AIM39 e sabia operá-los, mas não os repassou a Argentina.… Read more »

MarceloRJ

Por qual motivo os diginicimos senhores querem acompanhar o processo?
Deve ser para desviarem alguma coisa, ou levarem alguma vantagem…..

Combates Aéreos

Força Aérea Indiana libera imagens do radar do AWACS dos combates de 27 de fevereiro

A Força Aérea Indiana (IAF) liberou imagens das telas de radar do AWACS A-50 Phalcon com as informações de...
- Advertisement -
- Advertisement -