Home Aviação de Ataque Mais informações sobre o ataque aéreo contra a Síria

Mais informações sobre o ataque aéreo contra a Síria

9141
147
Instalações que foram alvo do ataque de ontem

No briefing feito no Pentágono hoje pela manhã, o tenente-general Kenneth F. McKenzie Jr disse : “Eu usaria três palavras para descrever essa operação: precisa, esmagadora e eficaz”.

Os mísseis Tomahawk foram a arma principal: das 105 usadas no ataque, 66 mísseis TLAM foram lançados de 3 navios da Marinha dos EUA e um submarino.

Dezenove (19) mísseis JASSM-ER (usados pela primeira vez em combate) foram lançados de dois bombardeiros B-1B Lancer, 8 mísseis Storm Shadow lançados de 4 Tornado GR4 da RAF e 12 mísseis SCALP foram lançados por navios e caças da França (3 por fragata FREMM e 9 por caças Rafale).

Segundo McKenzie, “a resposta da Síria foi notavelmente ineficaz em todos os domínios. Eles normalmente disparavam suas armas após o último impacto de nossas armas.” Ele acrescentou que os sírios lançaram pelo menos 40 armas sem sucesso.

McKenzie também confirmou que os B-1B empregaram o míssil JASSM-ER com alcance de 1.000 km (620 milhas). O JASSM original tem alcance de 370 km (230 milhas).

As aeronaves lançaram os ataques de fora do espaço aéreo sírio.

Míssil Tomahawk BGM-109 TLAM sendo lançado de destróier da Marinha dos EUA
O míssil JASSM em lançamento de teste

Alvos antes e depois do ataque

LEIA TAMBÉM:

147 COMMENTS

  1. “a resposta da Síria foi notavelmente ineficaz em todos os domínios. Eles normalmente disparavam suas armas após o último impacto de nossas armas.” Ele acrescentou que os sírios lançaram pelo menos 40 armas sem sucesso.”

    Aham ah ta, a gente finge que acredita, e eles fingem que é verdade, um ataque deste tamanho e até agora o estrago foi insignificante, que uma boa parte dos misseis atingiram os alvos com certeza atingiram, mas isso dai foi outro teatrinho, e realmente duvido que os Sírios não tenham interceptado uma boa quantidade deles também.

    • Teste de armas + marketing bélico.
      O resultado é que este espetáculo midiático ajudarão Estados Unidos, Rússia, França e Reino Unido (maiores exportadores de material bélico) a vender estes “brinquedinhos” caríssimos a países como Índia, Paquistão, Egito, Brasil, etc. Nisto, terão que deixar de atender em nutrição, educação e saúde centenas de milhões de cidadãos miseráveis.

  2. Se tivesse sido no espaço aéreo sírio, de certeza eles teriam derrubado alguns aviões! Mas os caras foram esperto, com mísseis que chegam até 2 mil km, não precisa nem ficar próximo do inimigo! Que isso sirva de lição para o Brasil, achando que míssil de 300 km de distância é o suficiente! Mas esse ataque foi mais midiático do que operacional!

      • O que significa que não pode exportar essa tecnologia.
        Não que não possa ter.

        Ou estou errado?

        Eu acho que o míssil não pode ter mais de 500 kg de carga bélica.
        Tendo menos de 500 kg de carga bélica, o míssil PODE ter mais de 300 km de Alcance.

        • Não cara… vc está errado.
          Sem querer ser chato… mas procure por esse tratado. Vc achará algumas dezenas de referências a ele.

          • Tratado é de não PROLIFERAÇÃO, se ninguém pudesse ter seria um tratado de BANIMENTO deste tipo de arma como se quer fazer com as munições cluster.
            O míssil inicial é para o sistema ASTROS e portanto destinado à venda aos clientes externos. Assim o limite de 300 KM tem de ser cumprido pelo Brasil ser signatário.

            Assim como a França tem o SCALP de 1.500 Km de alcance, o Brasil SE DESEJAR, pode criar uma versão para uso pelas forças armadas brasileiras de alcance além de 300 Km.

            Basta dizer que a turbina do míssil é capaz de funcionar por até 40 horas contínuas segundo a Avibras, assim com o dado de consumo da turbina, efetivamente o que limita o alcance do míssil é o combustível disponível à turbina de voo e adaptação da eletrônica de guiagem.

  3. Mas se as defesas sírias foram tão ineficazes, haveria necessidade de lançar mais de 100 mísseis pra destruir apenas 3 alvos?

    • Levando em consideração todos os custos envolvidos (humanos inclusive), o ataque tem que ser muito bem feito para que não seja necessário repetir e gastar muito mais… é aquele velho ditado “melhor sobrar do que faltar”.
      Enfim, espero sinceramente que a situação se resolva e que todas as tensões que estão ocorrendo ao redor do mundo esfriem.

    • João,
      São 3 alvos “complexos” e não 3 alvos pontuais.
      A ogiva dos mísseis penetra no concreto e explode dentro. O prédio inteiro não tem que ir pelo ares a menos que seja feito de papelão. O objetivo é criar uma sobrepressão e uma onda de choque com temperaturas que chegam a 3 mil graus com objetivo de eliminar compostos químicos voláteis e destruir o equipamento.

    • Para completar… Nenhum dos alvos mostrados era sequer protegido por SAMs…
      Aonde estao as fotos dos alvos que eram protegidos pelos Pantsir e Buk?

  4. Olha isso no G1. Veja como passou do ponto nossos jornalistas:

    ——–
    Repercussão
    Hezbollah fala em violação de soberania;

    ehioehaeioheaiohaeiohaeiohaeiohaeiohaeiohaeioheaheaohaehea

    Quem maldito é o hezbollah pra falar em violação de soberania??? eaioheaoiheaio

  5. “No briefing feito no Pentágono hoje pela manhã, o tenente-general Kenneth F. McKenzie Jr disse : “Eu usaria três palavras para descrever essa operação: precisa, esmagadora e eficaz”.”

    Esse foi o ataque mais patético dos americanos que eu já vi, chega da vontade de rir deles quando tentam exaltar o que fizeram.
    Não tem como Assad perder o sono com o que os americanos fizeram, acho ate que uma resposta russa a essa ~esmagadora~ operação americana é desnecessária.

    Já mostraram as imagens do estrago que fizeram? No outro ataque, em menos de 24 horas tinha imagem de satélites e fotos mas nesse está demorando muito para mostra os efeitos desses esmagador ataque

    • Pooooxa…..

      Ataque com 100 e poucos mísseis de precisão é “patético” ?????? ioaehoiaehieohaheoai

      O desespero tá grande pra quem odeia os americanos heim!

    • Patético? Os americanos lançaram quase o tanto de mísseis cruise que os russos têm em seu arsenal só pra atacar 3 alvos e pra mandar um recado ao Assad e ao Putin e você acha isso patético??
      Puxa! Você é difícil de agradar, hem !!!

      • Que recado seria esse? Acha que a Síria e vai mudar sua estratégia contra os terroristas e a Rússia vai deixar de apoiar Assad por causa de 3 alvos destruídos?
        Depois desse ataque acho que as posições russas e sírias vão endurecer ainda mais; os terroristas que sofrem!
        Sei não, mas você se impressiona muito fácil, hem!!

      • Uau, como você sabe o inventário dos mísseis russos? deveria ser contrato pela CIA, ganharia muito dinheiro, com esse conhecimento ímpar.

  6. Nossa é muito diferente o que a coalizão diz ter atacado para as alegações do governo russo.:

    #Rudskoy: attacked #Syrian airbases: Duwali- 4 msl, all downed; Al-Dumayr – 12 msl, all downed, Blai – 18 msl, all downed; Shayrat – 12 msl, all downed. 5 out of 9 msl were downed targeting unoccupied Mazzeh airbase, and 13 out 16 msl countered targeting Homs airdrome

    https://pbs.twimg.com/media/DavK8eoXUAEwZby.jpg

  7. Não torço para nenhum lado, torço para que as armas adquiridas ou que venhamos a adquirir pelo Brasil de ambos, tenham uma performance perfeita, agem a contento. Esta retaliação foi pela utilização de armas químicas pela Síria, mas está provado se realmente houve um ataque químico e de quem partiu, seja da Síria, Rússia, Terroristas, ou intentada pelos que agora a atacam? Porque se não há uma comprovação efetiva, qualquer desculpa servirá de álibi para uma intervenção, que alíás ocorreu no Iraque com as famosas armas de destruição em massa que aquele país poderia ter em seu poder. Não vou entrar no mérito da questão se Assad é um ditador terrorista ou não, se os terroristas estão mancomunados com os Eua ou qualquer outra potência. O que sinto, é que precisamos estar aptos para se for o caso termos o poder de defesa contra qualquer aventureiro que use desculpas sórdidas ou inventadas para fazer uma intervenção aqui, pois, não confio em nenhum dos lados, sou nacionalista amo e prezo por esta terra, mesmo tendo vermes pulhas a nos governar. Que estes episódios sirvam de exemplo ao Brasil, para que nunca descanse ou se abstenha de ter um poder de retaliação dissuasório que iniba a aventura de qualquer um e os faça pensar 10 vezes no custo material e de vida, caso sonhem ou pensem numa expansão de seu território aqui em nossas terras;st4

    • Walfrido Strobel 14 de Abril de 2018 at 12:29
      Não sabia que Obama era dono de cassino…os ataques de hoje foram iguais os do Obama, o Pentágono agiu como sempre…
      A diferença é que Trump usa mais as midias sociais, já Obama fingiu ser “humano”, fingiu não atacar vários países…mas o resultado era igual.

  8. O Pato Trump só fez um show simbólico de força, e recrutou os seus asseclas. O representante Russo, em seu depoimento na ONU, disse que só foram destruídos lugares estratégicos de combate ao ISIS, e só ajudou a fortalecer os terroristas, e que os USA mais ajudam o ISIS do que tentam combater. A Posição em favor do financiamento ao terrorismo dos EUA é bem evidente.
    O próprio congresso americano foi contra o ataque e alega que o presidente passou por cima dos preceitos de soberania.

    • Tiago,
      Não havia aeronaves nas proximidades dos alvos para gravar os impactos e os mísseis são do tipo “fire and forget” (atire e esqueça) e não transmitem o que “veem”.
      A avaliação de danos de combate só “a posteriori”.

          • Sem querer ofende-lo, mas voce ja tem sua opinao formada amigo. Nenhum argumento, foto, absolutamente nada vai convence-lo do contrario… pra q argumentar?

          • Quem tem opinião formada são vocês que acreditam piamente nas mentiras do Kremlin e asseclas! Apresentar partes de um míssil não quer dizer que o derrubaram até porque não apresentaram qualquer outra evidência adicional tal como um vídeo.

    • Supondo que seja verdade e que ele não tenha caído por defeito (são esperados problemas técnicos em 5% dos mísseis lançados) restam só mostrar os destroços (ogiva intactas, principalmente) de mais 70.

  9. Obviamente os Eua e seus aliados curdos sofrerao as consequencias de uma pressao incrivel, em varias esferas, principalmente a militar. Ate faz sentido que o uso das armas quimicas fossem para esse fim, invadir a regiao ex siria controlada pelos curdos aliados dos EUA.. De um lado os curdos tem o Iraque, ao norte a Turquia e agora a ponta da lanca Ira-Siria-Hezzbolah, lutam sozinhos com a ajuda de 2000 soldados americanos. Ainda assim, Assad nao tem poderio para enfrentar os Eua decidido e a UK, Franca e Europa, decididos a expulsar a Russia do OM, nem tem condicoes financeiras, o que vai quebrar O Ira e gerar revoltas internas de sua populacao multicultural, A russia vera seu pib diminuir consideravelmente ainda mais esse ano e nova reviravolta ou ate cessao da siria. A unica saida americana, eh treinar as forcas sunitas para substituir Assad, que nao passa desse ano.

    A tao falada defesa anti aerea russa e formidavel forca naval em Tartus, avioes invisiveis de 7 geracao, ficaram a ver navios, misseis tomahawk, scalp e bombardeiros b1.

  10. Instalacoes que foram alvos da operacao e eram protegidos por SAMs:
    Al-Dumayr Airport
    Mezzeh airbase
    area of al-Kiswah
    Wadi as Sawwani
    Republican Guard objects at Mount Qassion

    onde estao as fotos desses alvos?

  11. Quem acompanha o desenrolar nas mídias do caso da Síria já esperava alguém levantar um falso ataque com armas químicas, para justificar um ataque dessa magnitude. O Assad sabe quê ele pode fazer o que quiser em termos de matança de seus inimigos,menos usar armas químicas porque iria faze-lo?

    • Por causa das vantagens táticas inerentes ao uso de armas químicas acerca da incapacitação do inimigo para facilitar uma ofensiva/tomada de posição bem defendida mitigando o número de baixas em seu próprio lado?

    • Ate o Médico sem Fronteiras e a Observatório Sírio que esta sediado em Londres informou que não tem evidencias de que esse ataque ocorreu. Só o que existe são relatos dos Capacetes Brancos mas esses tem fortes ligações com os terroristas de Washington, então a credibilidade do que eles informam e duvidosa.

      E como você falou; Assad não ganharia nada atacando os terroristas com armas químicas, então se conclui que os rebeldes lançaram esse ataque como um meio de tentar sobreviver a força do exercito sírio mas a resposta do ocidente além de patética, foi abaixo do esperado. Digo que foi um fail vergonhoso!

  12. Interessante ressaltar que , aparentemente, não houveram ataques anti-radar, tipo wild weasel.
    Num ataque full-scale toda infraestrutura militar , comando e controle síria seria arruinada.
    Ao que parece a mensagem é: eu entro onde quero e quando quero.

    • Não, a mensagem foi clara segundo a conferencia de imprensa no pentágono: “nossa política em relação a guerra civil Síria não mudou, nosso objetivo principal continua sendo derrotar o estado islâmico, mas existe uma linha vermelha para o regime Sírio, não utilize armas químicas contra a população, armas essas que são proibidas por tratados internacionais”

    • Bardini, dessa vez vai ser mais difícil de contabilizar os impactos individualmente devido à saturação e destruição dos alvos selecionados, bem como o tipo de alvos em si, claro. Talvez naqueles mais próximos de Homms isso seja possível devido ao fato de estarem mais isolados, mas no de Damasco acho que será bem mais difícil, mas não duvido em nada em relação aos acertos nele. Afinal de contas a imagem do BDA preliminar já mostra o nível de destruição alcançado.

  13. A verdade é que os EUA estão se lixando para a pancadaria que os Russos-Assad-Irã estão promovendo.
    O Trump tá afim é de salvar o próprio pescoço.

  14. Parece que o Aeroporto Civil de Damascus Narh as Sadd foi bastante atingindo tb.
    Tambem nao foi listado.
    Nao se sabe se era ou nao protegido pelos Pantsir/Buk, o que se sabe eh q nao houve atividade SAM na area.

  15. O Donald Trump não e frouxo como o Obama que se tremia de medo dos russos… Os republicanos não tem medo nenhum da Rússia e tem coragem suficiente para enfrenta los … Tem aliados mais poderosos, armamento de ponta e muito dinheiro pra repor perdas ou armas… A defesa anti aérea síria!não e páreo para deter ataques ocidentais… Ontem imaginei que os russos interceptariam os misseis de cruzeiro, mais pelo jeito não tiveram coragem… O Putin mijou na espoletas…

    • Putin é muito mais estrategista que Trump!
      Se a situação exigir ficar caladinho com os rabos entre as pernas, assim já procedeu e assim procederá.
      Se for do interesse invadir e ocupar outro país, assim já procedeu e assim procederá.
      Se for do interesse estratégico do seu país manter em segredo o vídeo do Trump com prostitutas russas num hotel de Moscou, assim fará. De outra feita, se for do interesse divulgá-lo, assim fará. Se for do interesse da Rússia envenenar/matar ex-agente traidor asilado em outro país, assim fará.

  16. É muito engraçado a afirmações “precisas”, que falam do tamanho do arsenal de misseis de cruzeiros russos. E Pra alvos desse tamanho o estrago de + de 100 são bem modestos. Muito Difícil que 100 tenham acertados os alvos com suas ogivas de 450kg e só fazer isso*. Lembra a Historia do PAC que eram 100% de interceptação na 1 guerra do Iraque #SQN Se descobriu que foi bem pior… HAHAHA

    Voltando a resposta russa: Talvez se de depois da Copa do Mundo… Afinal eles gastaram muito dinheiro pra ficaram sujeitos a algum boicote na Copa ou coisas parecidas. O Ocidente ta jogando dama e a Russia Xadrez.

  17. Bosco,
    Sim foi ponto para os EUA, mas meio ponto para a Rússia.
    As falas do Trump foram bem duras, insinuou um forte ataque, insinuou que iria tomar uma decisão importante, do ponto de vista estratégica, anunciou que Assad pagaria caro, deixou a entender que o ataque iria ser devastador.
    Digam o que quiser, porem ficou evidente que o ataque, caso fique nisso mesmo, não foi nem de longe o que todo mundo esperava.
    Polo visto a estratégia Russa de jogar com o medo do ocidente, de guerra, funcionou. Talvez Trump tenha sido contido pela França.
    Pelo jeito a Rússia impediu o ataque mais feroz que poderia degradar seriamente o governo Sirio, inclusive se especulava que EUA atacaria o distrito governamental.
    Conclusão:
    Acordaram no ataque, provavelmente nos pontos as serem atacados, a Rússia deixou por menos e o ocidente pode cantar de galo em troca da vitória final da Rússia e seus aliados.
    Pontos sobre a opinião pública.
    1- Rússia saí do episódio com a imagem machada, a maioria não conhece bastante de geopolítica para entender que fizeram acordo. Porém é um preço pequeno a pagar pela vitória.
    2- Trump e Macron saem fortalecidos perante e opinião pública.
    Quanto a Rússia ser corajosa, cumprir sua palavra ou defender seus parceiros só saberemos se o ocidente atacar lugares onde não dá para negar que exista forças regulares Russas.

  18. As imagens demonstram, mais uma vez, a capacidade dos mísseis atingirem os alvos após centenas e centenas de kilômetros. A situação demonstra a capacidade de EUA operarem um importante ataque de mísseis, pelo menos na situação em que os lançadores não estejam sob combate. Demonstrou também a importância de ter bases espalhadas pelo mundo: Chipre e Qatar foram citados (nesse quesito, Rússia e China estão anos-luz atrás dos EUA + Otan). Na terceira imagem há um alvo não atingido, o que demonstra abate ou falha de míssil. No mais, sobre os fatos, é disse me disse. E quanto à geopolítica, só esperando os próximos passos dos envolvidos.

  19. Grande jogo de cena dos EUA, Russos e afins. Ataque com aviso antecipado, inclusive informando os locais. Estragos insignificantes em qualquer ponto de vista. Ridículo.

    Aviso para Assad? Aviso do aviso? Onde acaba? Ridículo.

    As alegações dos russos de derrubada dos mísseis é igualmente ridícula.

    Ambos jogando para a torcida e audiência interna.

    • Jogando para a platéia interna (o eleitorado fica em êxtase, certamente a popularidade do trump, putin, may e macron subirão depois desta encenação).
      E também para os clientes externos (isto ajudará estes atacantes a vender seus “brinquedinhos ” aos países famintos do terceiro mundo).

  20. Considerando que:

    1- não houve baixas sírias (muito menos russas ou iranianas);
    2- nem um único aeroporto foi atingido;
    3- que os edifícios destruídos estavam vazios;

    Sinceramente, o único objetivo alcançado até agora, pelo que percebi, foi permitir aos patéticos fanboys fazerem a dancinha da vitória.

    Mas eu pergunto: o rumo da guerra se alterou? os terroristas do ocidente se fortaleceram? o Assad está vivo?

    Enquanto os americanos estiverem “brincando” de atacar, e não estiverem dando meros shows pirotécnicos, aí vocês verão a resposta russa.

    E não se preocupe: os russos vão atacar. E 95% das pessoas que estão vendo essa postagem aqui irão assistir. Só que não vai ser na hora que vocês querem, ou que os americanos querem. Será na hora que os russos acharem melhor.

    • O que se altera não é o resultado da guerra mas a percepção da capacidade da Rússia efetivamente proteger seus aliados. O que foi mostrado e que a Rússia não tem como impedir os EUA de atacarem um país se os americanos se decidirem neste sentido. Mesmo sendo avisada com dias de antecedência não há nada que os russos possam fazer para evitar.

      • kkkk

        Cada argumento que os fãs dos americanos encontram para justificar. Olha, o Kadhafi, que a Rússia não defendeu, está morto e antes de morrer foi torturado, sodomizado com uma faca. Tudo foi filmado e você encontra as imagens por aí na Internet. Já o Assad, que a Rússia defende, está vivo e recentemente dirigiu, sozinho, seu carro civil para visitar suas tropas, de uma cidade a outra, tirando selfs, dando tchauzinho para galera. Mesmo depois de uma campanha na mídia sem precedentes “Assad tem que sair”. Mesmo com todo o “poderio” do Ocidente contra ele, está lá. Só para lembrar, caso você tenha esquecido.

        • Assad está onde está porque simplesmente o Ocidente talvez tenha se convencido que ele é mais útil onde está. Até mesmo em Telavive a percepção é essa. Não pense que foi “phodástica” Rússia do “super deus Putin” que salvou o tirano nanico de fazer companhia à Khadafi no inferno pois não foi o que aconteceu.

          Ademais a campanha na Síria em verdade revelou inúmeras deficiências russas tal como o abate do Su-24 pelos turcos, o fiasco da operação de resgate do piloto e, principalmente, a incapacidade do endeusado Su-35 em impedir o F-22 de se aproximar dos jatos de ataque da VKS

          • Perfeito! Tenho a mesma percepção. Derrubar o Assad trará mais problemas que soluções. Vide o que aconteceu no Iraque pós-Saddam.

    • Quem está fazendo dancinha da vitória com o suposto fracasso da ação ocidental são justamente as risíveis tietes russas, os fiéis fanáticos da igreja putinista.

      E não custa te lembrar que dias antes a Heyl Ha’Avir atacou uma base Síria e mandou alguns estafetas do regime fascista iraniano para o inferno mais cedo. E a risível mídia Síria veio com a mesma historinha de que tinham interceptado a maioria dos mísseis.

    • Como eu acho engraçado os fanboys russos. No outro pois o cara falou que a maioria dos ataques falharam… agora começam a aparecer as imagens ( como sempre acontece) desmentindo tudo que foi dito… só rindo mesmo.

  21. Já falei, os EUA avisaram a Rússia, só uns doidos que de vez em quanto aparecem, é que desejam um confronto entre ambos. Rússia, China, EUA, França, Inglaterra tem linha direta, pra evitar um conflito.

  22. Pessoal,
    Não está faltando um ator nesse Teatro?
    Alguma declaração da OTAN? Uma iniciativa de 3 membros mais importantes e nada da aliança oferecer suporte no discurso. Cadê a Grécia, Turquia, Itália,…
    É impressão ou as coisas por lá estão cada dia mais difíceis?

  23. Gostei dessa parte onde o Pentágono disse que “todas as instalações de produção química foram destruídas” e “missão cumprida”.
    Fim da linha para false flag, os russos e sírios podem matar esses ratos sem esse “entrave”.

  24. Acho que o futuro dos rebeldes anti-Assad ficou pior. Com ou sem ataque e/ou defesa eficiente, alguém vai pagar o pato.
    .
    Libanês mantendo o BR longe deste barulho. Se ainda fosse a presidANTA, já estaríamos no “eixo do mal”.
    .
    E eu não moro lá mesmo.

  25. Quanto o Ministério da defesa Russo diz que houve 71 interceptações de mísseis, podemos alegar que está puxando a sardinha para seu lado, mas e quando o Syrian Observatory for Human Rights que teoricamente é pró ocidente lança um relatório alegando ter informação de mais de 65 interceptações, o que pensar sobre isso ?

        • É um site cujo editor, com o devido respeito, não entende nada de assuntos militares e provavelmente esta computando como interceptações qualquer explosão que ocorreu no ar.

          Este é um erro comum. Na primeira Guerra do Golfo, os EUA posicionaram baterias de Patriots em Israel, para protegê-los dos misseis Scud do Iraque. E era possível ver (foi gravado), misseis patriots sendo lançados, subindo e explodindo. Na época, o pessoal acreditou que aquilo era uma interceptação bem sucedida: mas não era. As explosões eram dos próprios patriots se auto destruindo ou explodindo nas proximidades do alvo, mas não no alvo. Depois da Gurra descobriu-se que a real efetividade do Patriot contra os Scud havia sido baixíssima, o que levou os EUA a desenvolverem a versão PAC3 dos Patriots.

          Se você quer uma evidência de que o editor do site não entende nada de assuntos militares releia o parágrafo em que ele afirma que houve 65 interceptações: no mesmo parágrafo ele afirma que “rockets” (foguetes) causaram grandes estragos… mas não foram usados foguetes no ataque.

          “The Syrian Observatory for Human Rights managed to monitored interception by the regime forces to tens of missiles which targeted their positions and military bases in the Syrian territory, where several intersected sources confirmed to the Syrian Observatory, that the number missiles that were downed, exceeded 65 missiles, of the total number of missiles fired by the Trio Coalition, while the air and rocket strikes, caused great material damage, while no information about casualties was reported yet.”

          • Pois é meu amigo.
            As matérias publicadas pelo Syrian Observatory for Human Rights parecem ser verdadeiras e compartilhadas como confiáveis apenas quando interessam à coalizão liderada pelos EUA. Quando dizem algo que não agradam a este grupo são taxadas de Sputnices e procuram meios para desacredita-las.

          • Mas Gilmar, quando alguém quebra uma perna ou um braço e precisa ir ao médico, não adianta procurar um neurocirurgião. É necessário procurar um ortopedista, que é o médico que entende de ossos. O SOHR, em minha opinião, é um site sério. Mas sua área de especialização é a violação a direitos humanos. Não é um site especializado em questões militares e por isso são suscetíveis a errar quando escreve sobre este assunto. E basta ver que o próprio artigo tem erros facilmente identificáveis como afirmar que houve danos causados por foguetes – uma arma que não foi usada neste ataque.

  26. Hoje divulgaram as fotos do prédio que foi destruído. Resumindo a história, analisando a versão do Pentágono: Como 76 mísseis causaram tão pouco dano ao “Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Barzah” se todos os mísseis tivessem atingido seus alvos?

    A versão dos russos:

    – Quatro mísseis foram lançados na área do Aeroporto Internacional de Damasco. Todos esses mísseis foram interceptados.
    – 12 mísseis foram lançados no aeroporto militar de Al-Dumayr. Todos esses mísseis foram interceptados.
    – 18 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Baly. Todos esses mísseis foram interceptados.
    – 12 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Shayarat. Todos esses mísseis foram interceptados.
    – 9 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar Mezzeh. Cinco deles foram interceptados.
    – 16 mísseis foram lançados no Aeroporto Militar de Homs. 13 deles foram interceptados.
    – 30 mísseis foram lançados em alvos nas áreas de Barzah e Jaramani. Sete mísseis foram interceptados.

    Pelas fotos dos estragos, em qual versão vocês acreditam?

    Vejam o relato e os argumentos completos em:

    https://southfront.org/summing-up-results-of-us-uk-france-strike-on-syria-statements-and-speculations/

    Lá tem fotos, argumentos e fatos que comprovam que esse ataque ocidental à Siria foi um fiasco total. 105 mísseis disparados e só 3 prédios abandonados destruídos? É isso que o Ocidente tem para mostrar?

    • Southfront é o mesmo site que afirmou que “um S-200 danificou um F-35I de Israel”. Ou seja, trata-se de um site parcial e sem credibilidade, até mesmo por ser russo. Assim não se pode falar em “fotos, fatos e ‘argumentos'(pausas para gargalhadas) que comprovam que o ataque foi um fiasco total”

    • Acreditar no que uma mídia russa como essa escreve? fera vai la comentar no sputnik que derrepente alguém acredita no que tu posta.. kkkk

        • Carlos,
          Não é confiável, mas não pela índole do Edito. O problema é seu explícito desconhecimento de assuntos militares.
          O editor está confundindo explosões no ar com interceptações, o que é comum, mas incorreto – como demonstra o caso das “interceptações” dos Scud iraquianos pelos Patriots americanos instalados em Israel durante a Guerra do Golfo.
          Observar que o desconhecimento do editor que está em Londres) é tão grande que ele atribui a destruição a um tipo de arma (foguetes) que não foi utilizado no ataque.

  27. Segundo a visão dos fãs dos americanos: “os russos são frouxos porque não revidaram”.

    Segundo a visão dos russos: “nós conseguimos dissuadir o ataque, sem precisar revidar. Vitória total”.

    Para a mente limitada de vocês, a Rússia teria que revidar.

    Para a mente pragmática dos russos, o revide virá – somente quando for inevitável. Para os russos, a dissuasão é melhor do que ir às vias de fato.

    Querem ver o revide russo? ataque o Porto de Tartus; ataquem as tropas russas na Síria; comece a matar russos. Então, aí sim, terão o revide que vocês tanto querem.

    E Cedo ou tarde, o revide russo virá. Porque os americanos jamais aceitarão serem a terceira ou quarta potência. Portanto, ele virá. Só que será na hora certa.

    • Russia só revidaria se invadisse o territorio Russo, dessem tapas na careca do Putin.
      Turquia derrubou caça Russo, Putin esbravejou, e não deu em nada.
      Ah, mas dai vem fãs Russos dizerem que teve o lado politico… sei…

      • Os russos são inteligentes e, por isso, não arriscariam iniciar uma Terceira Guerra Mundial por causa de 3 prédios vazios destruídos.

        Mas se vc fosse o Putin, revidaria, não é? claro que sim, sua inteligência não chega tão longe.

        Lembrando que a Turquia derrubou caça russo e eles não revidaram. Resultado: a Turquia, segundo maior exército da OTAN, hoje está pendendo mais para o lado russo que o americano. A Turquia oscilante é um ganho inegável para a Rússia. Toda morte é uma tragédia, mas o piloto russo morto foi um mártir e sua morte salvou a vida de milhares de russos. A Turquia está longe de ser aliada da Rússia, mas também está longe de ser inimiga. Ponto para os russos.

  28. Afinal, foi um bom treino, principalmente para a USAF! Não foi?
    coordenação com a USN e com os governos e forças aliadas (e com os não tão aliados assim);
    uso de drones;
    revo;
    armas “inteligentes”;
    guerra eletrônica;
    guerra midiática;
    uso dos estoques com prazo de validade a expirar;
    pouco um nenhum dano colateral (mortos);
    diárias de viagem com adrenalina para os participantes dos “jogos”;
    provocações ao “inimigo urso”;
    propaganda dos “brinquedos” utilizados;
    falta hollywood fazer sua parte!
    🙂

    • Foi um treino para a USAF, mas também para os russos, certo? eles estão testando seus escudos.

      E foi também um teste para os EUA saberem como seria um possível ataque ao Irã. Pelo resultado, concluíram que não vai dar certo.

      • O treino para os russos foi no sentido de correrem para os abrigos antiaéreos e esconderem debaixo das mesas. Marcaram um ótimo tempo!!!
        Os pandófilos e suas piadas. rsrssss

  29. As infos e de que nenhuma morte foi registrada nos ataques e apenas danos materiais registrados. Desculpe os fanboys mas não da para negar que esse ataque além de patético foi um fiasco.

  30. A cada informação que chega fica difícil acreditar que os EUA lançaram mais de 100 misseis para atacar apenas 3 alvos e no caso, prédios. As defesas aéreas sírias conseguiram mesmo repelir grande parte desses ataques com SAMs.

  31. Claramente, houve interceptações de mísseis pela Síria. Inclusive existem várias gravadas, as próprias imagens de Damasco indicam o lançamento de mísseis de defesa aérea.

  32. Os EUA declararam publicamente e diversas vezes que o plano era derrubar o ditador Bashar Al Assad.
    A Rússia entrou no jogo. Fez um estrago nos terroristas.
    Em pouco tempo o ISIS foi destruído na Síria.

    Os EUA foram coagidos à mudar o plano.
    Diminuíram suas ações e agora pretendem deixar a Síria em 6 meses.

    Se nada mudar, em praticamente 6 meses, a Síria terá reconquistado 100% do seu território. Os EUA terão retornado para casa.
    O Bashar Al Assad continuará sendo o governante sírio.
    A Rússia e o Putin continuarão tendo bases militares na Síria. E como recompensa receberão contratos BILIONÁRIOS para fornecimento de armamentos.

    Quem será o grande vencedor neste conflito sírio???

    Para não sair de cabeça totalmente baixa, os EUA resolveram dar esse último ataque. Divulgar que nenhum míssil foi abatido., etc.
    Mas tenho certeza que se o Trump está sorrindo, o Putin está gargalhando.

    Essa eh minh leitura dos fatos.
    Gostemos ou não.

    • O território que os aliados dos EUA ocupam no norte e no leste da Síria é, em termos naturais, o mais rico do país, embora a de população mais pobre (o que é bastante revelador). Lá está concentrada aproximadamente 50% das reservas de petróleo e gás e das áreas agriculturáveis da Síria e parte substancial das fontes de água potável do país. Sem a parte que é hoje controlada pelos curdos e pelos turcos a Síria não é um país economicamente viável: não terá condições de exportar petróleo e gás na mesma proporção que costumava fazer, deixará de ser autosuficiente em alimentos. Em suma, ocorrerá o mesmo que acontece na Ucrânia, na qual o governo simplesmente não consegue equilibrar sua economia e muito menos desenvolvê-la.
      Sinceramente, não existem vencedores na Siria, só cadáveres.

  33. 30 acerto em cada alvo deve ter feito um baita buraco né, se não tiver um baita buraco aonde era o alvo tem mentira nessa p… ai oi essas bombas são traques.

  34. Boa matéria informativa. Dados precisos e corretos. Sobre o assunto vocês publicaram alguma avaliação sobre a opção feita pelos armamentos utilizado, os alvos escolhidos, por quê não o sistema antimísseis, que é o primeiro alvo, não foi atingido? Algum artigo de geopolítica sobre o ataque? Sobre o misseis stealth disponível desde 2009 e utilizado pela primeira vez nesse ataque? Vocês são muito bons. Vocês tem algum local de debate que não inclua os barraqueiros ideológicos de direita e esquerda? Algum analista comentando esse tipo de matéria (sem ranços ideológicos)?

    • Realmente, em uma guerra os alvos prioritários são os sistemas antiaéreos, radares, lançadores de mísseis, postos de comando, etc.

      Um ataque mais completo, envolveria mais aeronaves em missões SEAD e DEAD.
      Teria uma chuva de mísseis Harm, Alarm, etc. Em seguida os Tomahawk, JASSM contra as instalações de armas químicas e demais alvos desejados.

      Acontece que os americanos sabem que, além da defesa antiaérea síria, existem sistemas antiaéreos dos RUSSOS.
      Uma chuva de harm, poderia provocar a destruição de algum sistema antiaéreo dos RUSSO, o que provocaria muita tensão na região.

      Eles escolheram os alvos, POUCOS, para dar o recado, mas para evitar um conflito maior.
      E optaram por um ataque de SATURAÇÃO, para superar as defesas antiaéreas.

      O ataque foi um sucesso, pois os alvos foram atingidos.
      Agora sobre abate de mísseis, acredito que a VERDADE esteja em algum lugar entre 0 e 71 mísseis abatidos.
      71 mísseis abatidos é possível mas seria um feito espetacular, mesmo contando com Buk M2, que é reconhecidamente um excelente sistema antiaéreo.
      E ZERO mísseis também é difícil de acreditar, uma vez que nem houve uma operação SEAD/DEAD para pelo menos atrapalhar os sistemas antiaéreos.

      • Leonardo tirando o Pantsir s1 todos os outros são sistemas da guerra fria, a Siria nem tem o Buk tem o Kub seu antecessor, ou seja, nada que os americanose aliados não tenham enfrentado antes.
        Com o uso dos JASSM não precisa de saturação nem de SEAD.
        Pelo tamanho e teor das instalações o uso de varios misseis foi para destruir tudo, inclusive o que estava debaixo da terra.
        Se o ataque fosse feito com bombas seria o mesmo com varias.
        Vale lembrar que os misseis empregados tem uma quantidade de explosivos equivalente a uma MK-83.

        • tem sim.

          8 complexes 9К317E Buk-M2E delivered from Russian Federation in 2011 (Stockholm International Peace Research Institute – Arms Transfers Database) for Land Forces + 10/8[142] Buk-M2E for Air Defence.[143] + 20 Buk-M1-2s

  35. Tô esperando as fotos das dezenas de mísseis abatidos.

    Americanos mostraram fotos do antes/depois.
    A mídia mostrou fábricas completamente destruídas.

    Os Sírios/russos colocaram uma foto de “um pedaço de um foguete inglês” e nada mais.

    Na boa, alguém acha mesmo que se um Tomahawk tivesse sido abatido os russos não iriam usar como troféu? Igual seus aliados Sérvios fizeram com aquele F117 em Kosovo?

    Tem que ser muito parcial pra achar que essa versão russa é real.

    • Não é nem caso de parcialidade mas sim de psicopatia! Quem reivindica um feito deve comprová-lo. Quando os sérvios derrubaram o F-117 fizeram questão não apenas de filmar os despojos como também de dançar em cima deles. Já os russos e os seus capachos sírios fazem alegações mas não apresentam prova alguma salvo alguns filmes desfocados e alguns pedaços dos mísseis apresentados aleatoriamente. E neguinho acredita piamente.

  36. Esssa ladainha ainda continua ? Desde de a guerra do Libano em 82 o paises com equipamento ocidental passa em cima das defesas aereas produzidas pelos soviéticos de maneira extremamente fácil e praticamente sem baixas:
    – Libano 82 ( Mole Cricket)
    – Operação Opera ao reator Iraquiano
    – Operação Iraniana (Espada Seca) que precedeu o ataque israelense
    – Ataque frances a bases do Kadafi no Mali em 85
    -Ataque americano na Libia 86
    – Guerra do Golfo
    – Operações de zonas No Fly no norte e sul do Iraque de 93 à 02
    – Intervenções ocidentais nas guerras dos Balcãs
    – Operação Iraque freedom
    – intervenção na Libia 11
    – Ataques Israelenses na Siria desde de 2013 até agora
    – Ataque americano a base Shayrat ano passado
    E agora esse, contra misseis que são os mesmos utilizados pelos paises atacados nos 12 exemplos ali em cima, ou seja, pq diabos agr seria diferente ??? Ainda mais esse que foi com o uso de JASSM, que é mais stealth que um B-2, no spearhead do ataque.

  37. Não sou simpatizante da RUSSIA nem da SÍRIA, mas a verdade desta guerra e só uma, A primavera árabe não emplacou na Síria, os insurgentes, terroristas, curdos etc estão perdendo a guerra contra Assad com apoio da Russia, o ocidente sabe disto e esta saindo fora da Síria, mas deu uns tiros e fez umas bravatas pra não ficar mau na fita, por ideologia muitos não aceitam ou não querem aceitar, mas quem ganhou esta guerra foi a Russia ..!!

  38. Os caras ficam nervosos

    Não adianta, o objetivo principal não foi atingido, não derrubaram e não irão derrubaram o Assad, quanto aos mísseis, 105 para destruir 3 alvos é óbvio que as imagens de satélite mostrarão os destroços, afinal , teoricamente são mais de 30 mísseis por alvo, se não fossem destruídos seria o cúmulo da incompetência.

    Agora somente pelo fato de terem lançados mais de 100 para três alvos é porque sabem alguns poderiam é estavam sendo interceptados, mais cada um acredita no que quer.

    Equipamento americano não é derrubado, os perdidos foram por acidente ou falha humana, tecnologia de Wakanda feitos de Vibranium.

    O importante é que o ataque não afetou praticamente em nada o objetivo de Assad, até porque o Trump “avisou”, só não entende o recado quem não quer, foram 6 dias de ladainha pelo Twitter para bom entendedor uma palavra basta, em seis dias há tempo suficiente para desmontar e evacuar levar tudo que for importante salvar.

    O pessoal fica aqui se degladiando, quando está tudo combinado entre os grandes atores, a Rússia esbraveja, parecendo que saiu enfraquecida, os EUA parecem ter saído fortalecido, mas não dá para fazer mais do que isso.

    Igualmente aconteceu quando a Rússia invadiu a Geórgia é mais recentemente anexou a Criméia, os EUA latiram, latiram, nada fizeram e nada irão fazer.

    Agora recentemente contra a Coréia do Norte, os EUA falaram que iriam fazer e acontecer e agora o Trump já até aceitou negociar com o Cabecudinho.

    Isso é política internacional, a mesma a muito tempo.

  39. O comentarista Leonardo deu a palavra…

    Coluna de comentários serve para complementar a postagem em termos informativos. O debate ideológico fica por conta de cada um…

    A OPCW havia fiscalizado cada uma das instalações agora atacadas, em observância das exigências do acordo Obama/Putin de 2015… Trump atacou prédios vazios…

    35 mísseis por alvo é um exagero evidente. Nos fóruns gringos e no Fórum Defesa Brasileira, existe uma imagem do centro de pesquisa de Barzah, composto de três edificações simples, em que se aponta indícios de oito impactos, o que para o alvo em si é um exagero, posto que a metade disso seria mais do que suficiente…

    Por isso a narrativa síria de que bases aéreas foram alvejadas e defendidas com sucesso ganha credibilidade devido unicamente a aplicação da lógica racional. Por isso, pela estranheza que acomete a todos os participantes de fóruns de defesa do mundo, tendo por aceitar a explicação de que 70 dos 105 mísseis foram interceptados pela defesa síria.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here