Home Aviação de Caça Angola recebe dois primeiros caças Sukhoi Su-30K

Angola recebe dois primeiros caças Sukhoi Su-30K

5150
40
Um dos Su-30K para Angola, em voo de teste na Bielorússia

Angola recebeu os dois primeiros de uma encomenda de pelo menos 12 caças Sukhoi Su-30K multimissão por US$ 1 bilhão e espera receber o restante no início de 2018, disse à Sputnik, em 19 de setembro, Aleksandr Vorobei, CEO da 558ª Fábrica de Reparos de Aviação da Bielorrússia.

Os aparelhos fazem parte de uma frota de 18 aviões adquirida pela Índia entre os anos 1996 e 1998 e devolvida em 2011, nos termos do acordo celebrado com Moscou, que previa a substituição dos Su-30Ks pelos Su-30MKI, mais avançados.

Com a troca, a Rússia começou a procurar compradores para os 18 Su-30Ks devolvidos — que foram revisados e modernizados em Baranovichi, na Bielorrússia — tendo estabelecido contatos, além de Angola, com a Bielorrúsia, Sudão e Vietnam.

Em julho, o jornal russo Kommersant, citando fontes militares, informou que mais seis aviões seriam incluídos na compra, totalizando 18 aviões Su-30Ks.

Su-30K ex-Índia em voo de teste
Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carpophorus
Carpophorus
2 anos atrás

Baita compra! Com uma Força Aérea de respeito e um exército bem experiente em combate convencional e COIN, Angola se destaca como uma potência militar no sudoeste africano.

Paulo Jorge
Paulo Jorge
2 anos atrás

Maduro poderá ser entubado com algum lote do Su-30 futuramente.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 anos atrás

O que a bielorrussia tem a ver com tudo isso

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 anos atrás

Não demora muito e o parlamento bielorrusso vota uma prposta ou emenda pra voltar a fazer parte da Russia

Rodrigo M
Rodrigo M
2 anos atrás

Aguardando alguém vir comentar que a argentina deveria comprar em troca de carne e chimarrão..

Nikiti
Nikiti
2 anos atrás

Carne e Vinho..

Renan
Renan
2 anos atrás

A Russia vende bem, “sem um poz venda eficiente” segundo varios comentaristas.
Imagino se o poz venda fosse bom!
Venderia o triplo.

Silva
Silva
2 anos atrás

Por falar em Argentina e em SU-30, há um tempo atrás saiu uma notícia, de que a Rússia havia oferecido um esquadrão de SU-30 para o Uruguai, só não me lembro a quantidade, se não me engano, acho que era algo entre 12 e 16 aeronaves que a notícia dizia. Só me lembro de ficar incrivelmente espantado e pensar: KCT! Os uruguaios sequer tem dinheiro para abastecer uma meia duzia de Flankers que fosse. Convenhamos, só pra abastecer um bichão desses deve custar uma fortuna, ainda mais com dois motorzões daqueles pra alimentar, rsrsrs não é pro bico de qualquer… Read more »

Nonato
Nonato
2 anos atrás

Nós bem que poderíamos ter comprado alguns.
Seria nosso fx1 de 12 caças da era FHC.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Silva 21 de setembro de 2017 at 1:11
O PIB deles é menor que o PIB do bairro de Santo Amaro em SAMPA.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Angola, nada como ser um País rico e socialmente justo e democrático.
Ter não significa operar.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Fabio Jeffer
Leia a matéria.

Corsario137
Corsario137
2 anos atrás

Bom, quando o assunto é Angola, não posso deixar de me pronunciar: 1. Vamos acompanhar como será o desenrolar das verbas de manutenção da frota nos próximos anos. Angola tem um extenso histórico na compra e posteior abandono dos seus meios aéreos, vide os sukois anteriores, os helicopteros e outros… 2. Acima falaram que o pos-venda russo é ruim, imagina se fosse bom. Bem, primeiro vamos observar quem são os países que compram dos russos, são paises da antiga zona de influencia da URSS? São paises que nos ultimos 30/50 anos utilizaram material belico dessa procedencia? Porque dai faz todo… Read more »

ScudB
ScudB
2 anos atrás

Off :
US Navy team video shows live feed of Al-Shayrat Tomahawk Strike, Strikes on ISIS targets, Strikes against the SAA at Tanf, Iranian Drone shoot downs, SU-22 Shoot down drone feed, and Russian Air Force plane intercept/flying in formation with USN
https://www.youtube.com/watch?time_continue=885&v=LWtRjcLRQFk
O mais interessante começa a partir de 13:00 🙂
Um grande abraço!

donitz123
2 anos atrás
Karl Bonfim
Karl Bonfim
2 anos atrás

Esse caça russo vende tanto quanto pão quente na padaria de manhã!
Tem caça russo de mais de quarenta anos com gás (muitos sem modernizações) em muitas Forças aéreas mundo a fora, mesmo com um pós venda ruim.

Bavaria Lion
2 anos atrás

A Angola está muito bem armada. Além disso, está recebendo fragatas MEKO 200AN (interessante que são bem parecidas com as da Africa do Sul).
Outra coisa interessante é que parece que alguns oficiais cubanos ficaram por lá para conduzir os trabalhos…

Pedro Rocha
Pedro Rocha
2 anos atrás

Olá senhores! Eu sou um grande entusiasta da aviação militar (leigo mas entusiasta) por isso sempre tenho opiniões iniciais apaixonadas mas no final procuro ter mais informações técnicas e mesmo informações de combate, para realmente ter uma opinião justa! Nunca entendi por que desqualificaram o SU-35 do FX2, uma aeronave que no meu ponto de vista mescla todas as virtudes do F15 (sistemas, autonomia e armamento) com o F16 (agilidade e custo). Ouvi criticas no pós venda russo e na não transferência de tecnologia, pois bem gostaria muito de saber se esse tão mal falado pós-venda está ocorrendo no dia… Read more »

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Péssimo negócio! Não há cossacos em Angola.

ScudB
ScudB
2 anos atrás

Vídeo deletado. Mas quem procura … 🙂
https://yadi.sk/i/fG_uTQTu3N7cwi

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Pedro Rocha, o SU-35 foi eliminado na short list do FX-2 porque o russo se negou a transferir qualquer tecnologia. Como eles vendem bem pros antigos satélites , o raciocínio é “se você não quer, tem quem quer”.A EMBRAER está absorvendo SIM, tecnologia sensível, e as mais importantes são aerodinâmica e comandos de vôo supersônicos. Como você sabe, há 200 engenheiros e técnicos brasileiros em Linkoping participando da construção dos F-39E suecos, com a “mão na massa” (on the job training). Quanto aos AH-2 Sabre, os russos utilizam j a metodologia de manutenção totalmente diferente da ocidental, e, até hoje,… Read more »

renan
renan
2 anos atrás

boa, Bosco!
Não se tem cossacos em Angola, vão ter de usar o caça como na Venezuela.

Pedro
2 anos atrás

Caros internautas;

Eu sou angolano, gostava de saber o que é “COSSACOS”.

Douglas Rodrigues
Douglas Rodrigues
2 anos atrás

Não desmerecendo os produtos russos, que tem sim a sua competência (caças, helis, tanques, etc). Mas é fato que o Brasileiro está acostumado com produto ocidental e faz mais sentido também optar por produtos que possuem essa linha. A transferência de tecnologia pesou e muito na decisão favorável ao Gripen, o fator negativo foi ter um caça ainda em desenvolvimento e ter que aguardar esses anos para começar a receber tais caças que são extremamente importantes para a nossa FAB. Infelizmente, o governo brasileiro e nem a FAB forçaram uma facilitação de leasing para já termos uns C/D voando em… Read more »

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

Rinaldo, só um comentário sobre as escalas usadas: os russos usam o sistema metrico internacional, o qual inclusive o Brasil adota oficialmente. Não é nada que o brasileiro comum não conheça no dia a dia. . Dito isso, eu obviamente sei que a aviação ocidental ainda usa o velho sistema imperial, e essa incompatibilidade de escalas inclusive levou àquele famoso incidente do 767 “planador” no Canadá. Curiosamente a NASA se converteu ao sistema métrico. . Mas eu pessoalmente tenho horror em lidar com ferramentas em escala imperial, é uma coisa desagradável para que está acostumado com o sistema métrico.

ADRIANO M.
ADRIANO M.
2 anos atrás

Os Cossacos (russo: каза́ки, kazaki; ucraniano: коза́ки, kozaky; polaco: Kozacy) são um povo nativo das estepes das regiões do sudeste da Europa (principalmente da Ucrânia e do sul da Rússia), que se estabeleceram mais tarde nas regiões do interior da Rússia asiática. Os Cossacos são muito famosos pela sua coragem, bravura, força e capacidades militares (especialmente na cavalaria), mas também pela capacidade de auto-suficiência. A sua importância e força militar era tão grande, que mais tarde, durante a sua integração na Rússia, foi criada uma unidade militar de Cossacos. Originalmente, este povo ruteno era constituído por camponeses fugitivos, que escapavam… Read more »

Negrão
Negrão
2 anos atrás

55 milhões por semi usados e inferiores não está muito caro?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Pedro 21 de setembro de 2017 at 12:37
Cossacos,
pessoas que coçam o saco, mais conhecidos como políticos no Brazil.

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

Carlos Alberto Soares 21 de setembro de 2017 at 15:00

Pedro 21 de setembro de 2017 at 12:37
Cossacos,
pessoas que coçam o saco, mais conhecidos como políticos no Brazil.

Rachei de rir aqui .

Corsario137
Corsario137
2 anos atrás

Kkkk…
Muito boa Bosco. Pra entender tem que ler a trilogia todo dia.

Bardini
Bardini
2 anos atrás

“A Angola está muito bem armada. Além disso, está recebendo fragatas MEKO 200AN (interessante que são bem parecidas com as da Africa do Sul).”
.
Não é a Argélia não?

Theo Gatos
Theo Gatos
2 anos atrás

Pedro, para entender a ironia inteligente e saudável do comentário do Bosco, leia uma postagem de dias atrás aqui do Poder Aéreo e se possível os comentários também.
.
http://www.aereo.jor.br/2017/09/18/eu-o-avisei-disse-piloto-russo-sobre-o-acidente-com-o-tenente-coronel-schultz/
.
Saudações

Pedro
2 anos atrás

Caro Theo Gatos; Muito grato pela atenção, já o Adriano M em breve trecho esclareceu a minha dúvida, deu para entender que o Bosco conhece muito pouco ou nada sobre Angola, defa(c)to, Angola não precisa de ter “Cossados” a historia de demonstra isso, se não, ver batalhas livradas para a independência de Angola em 1975 e a seguir a batalha contra a invasão sul africa, na década de 80, para quem conhece minimamente historia saberia que aos angolanos lhes sobra coragem e valentia, cabe ainda recordar que nessas guerras foi utilizada material bélico de origem Soviética/Russa pelo que o exercito… Read more »

Adler Medrado
2 anos atrás

Oi Pedro, o Bosco não estava ofendendo os angolanos.
Era só uma brincadeira relacionada a este POST: http://www.aereo.jor.br/2017/09/18/eu-o-avisei-disse-piloto-russo-sobre-o-acidente-com-o-tenente-coronel-schultz/
Certamente o angolano é um povo bravo e corajoso.

Abraço e tudo de bom.

André Luiz.'.
André Luiz.'.
2 anos atrás

Gustavo 21 de setembro de 2017 at 17:12
Como cantava Luis Gonzaga:
Ontem eu sonhei que estava em Moscou
Dançando pagode russo na boate Kossaco (bis)
Parecia até um frevo
Naquele “cai e não cai”
Parecia até um frevo
Naquele “vai e não vai”
Vem cá Kossaco
Kossaco dança agora
Na dança do Kossaco
Não fica Cossaco fora

😛

theogatos
2 anos atrás

Caro Pedro,
.
Ainda dentro da linha de humor do Bosco, se Angola quiser operar esse tipo de jato precisaria de pilotos cossacos de acordo com as declarações feitas pelo próprio piloto russo na reportagem que eu postei e recomendei a leitura a você!
.
Não há ofensa aos angolanos especificamente, apenas críticas em forma de humor dentro do contexto da postagem anterior (não desta atual) e o comentário não deve ser levado ao pé da letra se desejas compreende-lo.
.
Sds.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Nossa! Não vi que meu comentário havia causado repercussões internacionais. rsrs
É isso aí Pedro. Como disse os companheiros da Trilogia que de forma muito cavalheiresca vieram ao meu “socorro” minha intenção não foi ofender os angolanos. Tudo já foi explicado pelos amigos que desde já agradeço.
Um abraço.

Bavaria Lion
2 anos atrás

Bardini, é Argélia mesmo. Confundi-me com o sufixo AN.

Tiger 777
Tiger 777
2 anos atrás

Pedro,
O Brasil foi o primeiro país a reconhecer a independência de Angola, por isto pega leve, aqui irmão.

Pedro
2 anos atrás

Meus Caros;

Ignorem por favor o meu comentário, interpretei mal as palavras do Bosco, ai vão as minha sinceras desculpas.
Tiger 777, o Brasil é um pais irmão, há tropas angolanas a se formarem no Brasil, vão regressar com COSSACOS.